Entre Spurs e Warriors, só haverá um recordista



Entre duas campanhas históricas feitas na temporada 2015/2016 da NBA, só uma será eternizada como recordista. Neste domingo, o San Antonio Spurs, que ainda não perdeu em casa e pode se tornar o primeiro time da história da liga a terminar uma fase de classificação assim, recebe o Golden State Warriors, que venceu 70 de suas primeiras 79 partidas e pode bater o Chicago Bulls de 1995/1996, que terminou o campeonato com 72-10. Só o vencedor desse jogaço vai manter o sonho vivo.

Até agora, as duas equipes se enfrentaram três vezes, com duas vitórias para o Warriors e uma para o Spurs. O mandante levou a melhor nas três oportunidades. Porém, os visitantes estavam sempre com desfalques, o que deixa o jogo deste domingo ainda mais imprevisível.

O primeiro duelo da temporada, disputado na Califórnia no dia 25 de janeiro, foi uma verdadeira surra. Sem Tim Duncan, machucado, o Spurs não teve chance e perdeu por 120 a 90 para o Warriors com direito a show de Stephen Curry, que anotou com 37 pontos, cinco roubadas de bola e três assistências.

Pouco menos de dois meses depois, o Spurs deu o troco. No dia 20 de março, no Texas, o alvinegro conseguiu limitar Curry a apenas um acerto em 12 tentativas nos arremessos de três, vencendo por 87 a 79. LaMarcus Aldridge, com 26 pontos e 13 rebotes, se destacou. Mas vale lembrar que os californianos estavam sem Andrew Bogut, pivô titular, e Andre Iguodala, sexto homem e atual MVP das finais.

Nessa quinta-feira, novamente na Califórnia, o Warriors conseguiu sua segunda vitória. Com mais um show de Curry, que contribuiu com 27 pontos, nove assistências, cinco rebotes e duas roubadas de bola, a equipe venceu por 112 a 101 um adversário desfalcado do ala-pivô Boris Diaw, importante para ajudar a combater as formações mais baixas que Steve Kerr gosta de utilizar no time de Oakland.

Resta saber se, neste domingo, os elencos estarão finalmente completos. Diaw, com uma lesão no quadril, ainda é dúvida no Spurs. Pelo lado do Warriors, Kerr já avisou que pode começar a poupar seus jogadores já de olho nos playoffs.

O jogo será transmitido ao vivo pelo SporTV e de graça na NBATV, serviço de streaming da liga.



MaisRecentes

Tiago Splitter joga para garantir futuro



Continue Lendo

MVP pode sair das mãos dos favoritos



Continue Lendo

Jogo das Estrelas e as opções da Seleção



Continue Lendo