Paulistano 2, Mogi 1: Gustavinho vai para o quinto "match point" no NBB

Paulistano 2, Mogi 1: Gustavinho vai para o quinto “match point” no NBB



Paulistano de Gustavinho faz 2 a 1 no Mogi

Carioca, que botou fogo no jogo, e o experiente Eddy: partida mais disputada da série. Foto: Divulgação LNB

Foi a primeira partida “pau a pau” nesta decisão do NBB Caixa 10. O Paulistano/Corpore venceu o Mogi das Cruzes/Helbor por 88 a 84 e abriu 2 a 1 na série das #finaisNBB. No jogo 1, o CAP impôs sua correria; no jogo 2, a defesa do Mogi encaixou. Desta vez, também houve um primeiro quarto dominante (os alvirrubros abriram 21 a 12), mas os mogianos reagiram e a emoção prevaleceu até o fim da partida. Agora, os comandados de Gustavinho de Conti estão a uma vitória do sonhado (e inédito) título do Novo Basquete Brasil.

Considerando o jogo único da decisão do NBB 6 (quando perdeu para o Flamengo) e as três chances de fechar o NBB 9 (vencido pelo Bauru Basket), a partida do próximo sábado (em Mogi das Cruzes, às 14h) será a quinta chance de realizar esse sonho. Uma espécie de “match point”, mas podemos chamar de “partida do título”. Já o Mogi conta com a força de sua torcida no ginásio Hugo Ramos para empatar a série. No pós-jogo do #NBBnoFacebook, o técnico Guerrinha disse ser “obrigação” a vitória diante da torcida — sobretudo pela doída derrota no jogo 1.

LEIA TAMBÉM: “Flamengo está conversando com vários nomes”

Equipe de basquete mais vistoso na temporada regular (22 vitórias seguidas) e melhor ataque do campeonato, o Paulistano tem a seu favor um elenco mais recheado, muito revezamento e, portanto, energia em quadra por 40min. O Mogi, com rotação mais curta e que leva a série com a experiência de seu trio gringo, dessa vez teve que apostar em minutos surpresa do armador Carioca e do jovem pivô Zé Carlos, que ajudaram na reação no último período. Mas uma bola do definidor Deryk (vídeo abaixo) encaminhou a vitória do Paulistano.

Curta o BASQUETE BRASIL no Facebook: