Defesa funciona e Flamengo bate o Pinheiros; Paulistano segue imparável | Lance!

Defesa funciona e Flamengo bate o Pinheiros; Paulistano segue imparável



Toledo - Pinheiros; Varejão - Flamengo

Marcus Toledo (Pinheiros) e Anderson Varejão (Flamengo): bom duelo no garrafão. Imagem: Reprodução

— Foi uma partida dura. Fomos melhorando no decorrer dela e conseguimos executar nosso plano de jogo no segundo tempo. Para chegarmos bem nos playoffs, nosso objetivo maior é melhorar defensivamente — resumiu o ala Marquinhos, do Flamengo, a vitória sobre o Pinheiros por 78 a 67. De fato, a defesa foi o fator do triunfo rubro-negro. Não é fácil limitar o ataque do Pinheiros a uma pontuação inferior a setenta pontos. Somente o Mogi das Cruzes/Helbor havia conseguido e o time treinado por Cesar Guidetti vinha com média de 82,1 marcados como mandante.

Pois o Flamengo conseguiu uma parcial de 18 a 4 no segundo período! Uma reação depois de sair dez pontos atrás no primeiro quarto. O mérito dos cariocas nem se deveu a provocar turnovers (errou mais do que o adversário), mas de permitir apenas cinco rebotes ofensivos durante toda a partida. E o aproveitamento no ataque (52%, contra 42% do Pinheiros) completou a fórmula.

Para o lado pinheirense, o diagnóstico foi o avesso. Faltou defesa:

— Nosso time começou muito bem, mas perdeu a energia na defesa. Temos que nos recuperar nos próximos jogos para chegar bem nos playoffs — comentou o armador Corderro Bennett à repórter Giovanna Terezzino, na transmissão da Liga Nacional no Facebook [assista abaixo].

 

 

Paulistano, o rolo compressor

O Flamengo alcançou sua 21ª vitória em 24 jogos, segue firme como vice-líder, mas está difícil secar o líder Paulistano/Corpore. Visitando o Campo Mourão nesta quarta, a equipe alvirrubra aplicou 111 a 66! Deryk Ramos, que mais esteve em quadra, limitou-se a 22min. Seis jogadores pontuaram em seis dígitos. Já perdi a conta das vitórias seguidas… O Paulistano foi o primeiro time a ultrapassar a barreira de 2.000 pontos no NBB 10.

Vasco reage; Franca vence Mogi

Depois da surra que levou do Paulistano e de cair em casa para o Banrisul/Caxias do Sul na primeira partida sem o demitido técnico Dedé Barbosa, o Vasco reencontrou a vitória: bateu o Joinville/AABJ, em São Januário, por 83 a 56. Destaque para David Jackson, com 18 pontos e sete rebotes. Em confronto direto pela terceira posição, o Sesi/Franca superou Mogi, no Pedrocão, por 83 a 85. Leandrinho foi o cestinha francano, com 14 pontos. O ala Pedro fez a cesta decisiva a 6s do fim, enquanto Shamell desperdiçou o último ataque mogiano. Para fechar essa movimentada quarta-feira de NBB, o Botafogo superou o Caxias por 76 a 67.

CURTA BASQUETE BRASIL NO FACEBOOK: