No LANCE! de hoje



CRUCIAL

1 – A enorme diferença de vinte e nove pontos – mais do que os dois últimos colocados somaram até a rodada começar – entre Palmeiras e Internacional importa pouco quando a bola começa a se mover no Allianz Parque. A chuva e o gramado conspiram para o aumento das dificuldades técnicas em um jogo físico.

2 – Circunstâncias e necessidades de cada lado garantem o equilíbrio que caracteriza o Campeonato Brasileiro, pois o futebol, único esporte coletivo em que isso acontece, permite que oponentes tão distantes na classificação se aproximem em desempenho quando se encontram.

3 – A maior distância entre o Palmeiras e o Inter não é técnica, mas de funcionamento coletivo. As situações que os separam em termos de objetivos no campeonato ajudam a entender o que se vê em campo neste domingo e, ao mesmo tempo, influenciam o comportamento de cada time.

4 – Incapaz de ameaçar o líder em jogo, o time de Celso Roth opta pelo comportamento “guerreiro”, à espera de uma falha defensiva. Alimentar-se da ofensividade do adversário é um expediente consagrado no futebol brasileiro, quase que a configuração-padrão das equipes visitantes. É o que restou ao Internacional.

5 – E considerando que gols de bola parada tendem a ser “desvalorizados” pelos times que os sofrem, por serem vistos mais como erros do que méritos, é possível que Roth tenha aprovado o primeiro tempo. Além do gol, uma defesa de Danilo Fernandes, em cabeceio de Vitor Hugo, e uma falta cobrada por Alex, que não passou tão perto assim do gol de Jailson. Pouco.

6 – A bola aérea ofensiva do Palmeiras gerou o gol de Cleiton Xavier, habilitado a finalizar pelo colapso da zaga do Inter. O time de Cuca lidera o campeonato também por essa virtude, e que se note o aspecto da eficiência: duas jogadas, um gol. Em um jogo tão pobre em ocasiões, a vantagem é ainda mais valiosa por sua influência na postura de quem está perdendo. No descanso, tudo ia exatamente como o Palmeiras desejava.

7 – Outra ideia consagrada: o recuo planejado do time que comanda o placar, para gerar espaço no campo de ataque e encontrar o gol que sentencia o encontro. O Palmeiras também poderia pressionar próximo à área rival, para precipitar e punir o erro na saída. E poderia fazer as duas coisas, conforme as ordens de seu treinador.

8 – Até a metade da segunda parte, tudo o que o Internacional conseguiu foi uma escapada de Anderson, concluída com uma finalização defeituosa. Diego adicionou um chute perigoso, de longe, que incomodou Jailson quando faltavam dez minutos. Com a aproximação do final e a torcida do Palmeiras cantando, o jogo passou por momentos de descontrole.

9 – Com um leve toque na bola, que depois bateu na trave, Danilo Fernandes impediu Gabriel Jesus de encerrar as dúvidas. O jovem atacante foi acionado com todas as condições de marcar, mas o goleiro do Inter brilhou no instante que manteve o jogo imprevisível e seu time com a esperança de fazer ao menos um ponto.

10 – Crucial vitória do Palmeiras, que mantém o Santos a seis pontos antes de visitar o Atlético Mineiro. Após um encontro bem descrito por Cuca como “jogo de Campeonato Gaúcho”, o Internacional está de volta à zona dos quatro piores, agora trinta e dois pontos atrás do líder.

4 x 0

Em que pese o assustador declínio do Corinthians, que parecia um time anestesiado enquanto era atropelado no Morumbi, a goleada do São Paulo há de ter constrangido quem clamava pela queda de Ricardo Gomes. O técnico do São Paulo foi objeto até de comentários desrespeitosos relacionados à sua saúde, enquanto lidava com questões internas que obviamente fogem ao conhecimento dos especialistas de redes antissociais.

CONSTRUÇÃO

O Flamengo é melhor com jogadores abertos pelos lados no ataque, mas também é mais previsível. As variantes levam tempo até se tornarem efetivas, o que ajuda a explicar os útimos resultados.

(publicada em 7/11/2016, no LANCE!)



  • J.H

    Como Corinthiano, se a derrota do time, para o São Paulo, serviu para constranger críticos maldosos de Ricardo Gomes, de alguma forma “alguém” está fazendo alguma coisa em favor de injustiçados. Aliás, isso ocorre sempre, mais dia menos dia, com certeza.!

MaisRecentes

Flamengo 1 x 1 Independiente



Continue Lendo

Relíquia



Continue Lendo

Feliz Natal



Continue Lendo