QUADRO CRÍTICO



Não se surpreenda se as coisas andarem rápido no ambiente político do São Paulo. A situação do presidente Carlos Miguel Aidar é crítica.

O apelo a ex-presidentes, feito em reunião ontem por intermédio de um importante advogado amigo de Aidar, não teve sucesso. O plano era formar a nova diretoria com ex-mandatários, o que teria valor simbólico e significaria o apoio dos diversos grupos políticos do clube.

A ideia não só não frutificou como foi rejeitada até mesmo pelo ex-presidente José Eduardo Mesquita Pimenta, em entrevista ao repórter Martín Fernandez, do globoesporte.com.

Pimenta, é necessário lembrar, teve de deixar a presidência do São Paulo em 1994 por suspeita de ter recebido dinheiro na venda de Mário Tilico para o futebol espanhol. Veja: o fato de alguém com esse histórico não se sentir confortável para apoiar uma gestão diz o suficiente a respeito dela.

A oposição no São Paulo se movimenta para reunir provas de má gestão que levem ao pedido de renúncia de Aidar, ou a um processo de impeachment do atual presidente. A segunda opção, como frisou Pimenta na entrevista acima mencionada, é sacrificante e danosa ao clube, por isso não é vista com bons olhos até por quem entende que a gestão de Aidar precisa ser encerrada.

Enquanto isso, isolado, Aidar se comporta como se nada houvesse. Mas fontes do clube relatam que o presidente já estaria procurando “saídas” para deixar o cargo, ainda que temporariamente, sem confessar a má gestão. Um motivo particular, talvez.

Pessoas ligadas ao processo insistem que, de uma forma ou de outra, a alteração radical do panorama político do São Paulo está próxima.

Neste contexto, posso confirmar, hoje, que o autor da mensagem de WhatsApp enviada para o celular de Juan Carlos Osorio após a derrota para o Ceará, pela Copa do Brasil, é Carlos Miguel Aidar.

O teor da mensagem, que mandava Osorio “parar de inventar” e salientava que o São Paulo era um time grande, decepcionou o técnico a ponto de cogitar se demitir. Ataíde Gil Guerreiro e Milton Cruz o convenceram do contrário.

Mencionei esse assunto no final deste post, publicado no último dia de agosto. A informação sobre o autor da mensagem já era compartilhada dentro e fora do São Paulo. Repetindo: agora está confirmada e publicada.



  • Ricardo

    Perfeitamente compreensível que Juan Carlos Osorio não tenha sequer citado o nome do presidente em seu comunicado de despedida e a forma como disse anteriormente, não confiar na diretoria, leia-se CMA. JCO realmente foi um sujeito elegante e transparente durante todo o tempo, pelo menos essa foi a impressão que me deixou.

    Agora a diretoria mostra não ligar pra perfil de treinador coisa nenhuma, muito menos pra estilo de jogo e traz alguém novo, em clara busca de ascensão profissional e que (talvez) não vai interferir nessa bagunça política que o clube atravessa. Nos resta apoiar, desejo sorte e competência ao Doriva.

  • Edouard

    Bom trabalho. Um abraço.

  • Marcio

    A única análise que eu tenho do Aidar nessa segunda passagem como presidente do São Paulo FC é que ele é um homem de idéias modernas, pelo menos da boca pra fora e de práticas nebulosas, sendo que isso não posso afirmar por não ter provas, mas é o que aparenta por tantas denúncias que surgem a cada dia.

    E claro, 50% de culpa pro JJ por ter elegido o Aidar, não pelas ações do elegido. E os outros 50% de culpa são dos conselheiros que votaram nele, obviamente.

    • Angelo Cardoso

      Perfeitas as suas colocações! O problema da segunda passagem, é que o futebol hoje é movido por muita grana e isso faz brilhar os olhos dos dirigentes!

  • Se a diretoria deixar ele trabalhar!!!

  • LUIZAL

    Realmente o CMA deve anunciar motivos particulares e deixar o São Paulo livre de suas baboseiras. Pois bem, pede para cagar e sai Aidar!

  • Caio Bitencourt

    Uma correção: Pimenta não teve de deixar a presidência do São Paulo por conta de irregularidades na negociação (que não aconteceu) por Mário Tilico. O caso estourou em outubro de 1994, ele deixou a presidência em abril, quando conseguiu fazer seu sucessor, Fernando Casal de Rey.

    No mais, ótimo texto.

  • Minha opinião e a seguinte , a respeito da mensagem enviada , não culpo o Aidar , esse Sr Osorio usou o spfc como ponte , não acrescentou nada , fez uma (mistureba) incrivel , o SPFC era para esta em uma situação mais confortavel , se esse Sr não tivesse inventado ,lamentavelmente , perdemos muitos pontos por esses erros(INVENSÕES) o MEXICO VAI SER A MESMA COISA , ESPEREM QUE TODOS VÃO VER A INCOPÊTENCIA DESSE SUJEITO.

    • Ricardo

      O que na verdade todos estão vendo é sua incompetência em escrever certo.

    • Rodrigo – CPQ

      Eu, como Corinthians, agradeço por você ter esse ponto de vista. Osório era o que de melhor poderia acontecer ao SP. Em 2016 seria o time a ser batido. Obrigado ao Aidar e aos apoiadores como você!!! [ ]s

    • Grego

      Seu burro sem mais. O bom é o Luxemburgo e o Abel. E viva o 7 a 1

  • jose e a ribeiro

    Estamos numa nebulosa administração. Este Aidar é o cancro que o JJ impôs ao tricolor, apenas está no comando para encher as burras da namoradinha. Lamento não trazer um técnico com a mesma filosofia moderna!,

  • Bem que o Sr. Aidar poderia ter aproveitado e se mandar junto com o Osório. O fanfarrão do Juvenal Juvêncio, por incrível que pareça era melhor que o Aidar.

  • Junior Velasco

    Para mim essa confusão toda tem nome e sobrenome , Juvenal Juvêncio . Ele está tentando de todas as formas tirar Aidar do Poder . Em relação ao Osório ótimo Profissional e sua filosofia de jogo apesar de arriscada é interessante ,
    Mas esse tipo de trabalho requer tempo para ser implantado . No mais ótima contratação e espero que Doriva mantenha A base da equipe e acrescente seu método de trabalho . Boa sorte pra nós .

  • Patrick Cavalcante gomes

    amigo o caso do ex presidente pimenta foi arquivado,pois, a única prova, uma gravação telefônica era forjada…..como vc cita o caso e não a conclusão do caso…que leviano da sua parte amigo…..

  • Luis Carlos, o que é INVENSÕES é o mesmo que invenções, e incopêtencia seria incompetência, vai estudar e pare de escrever como vc fala, português (mistureba) . A verdade é que o time de vai tomar uma porrada certeira dos meninos da vila,kkkkkkkkk

  • Diego

    boto culpa na diretoria sim, mais estou começando a pensar que Osório realmente usou o sp como ponte , pois se o mesmo estivesse bem com a diretoria iria abandonar o time da mesma forma!!! pois como ele mesmo disse é um sonho dirigir uma seleção antes dos 60 anos…

  • marcellus galucus gerassi parente

    Muito se fala acerca de CMA, de suas posições, mas até o momento nada de prova. O que me parece, até aqui, é que o fogo das vaidades prevalece a fritar a administração atual do SPFC, em detrimento da própria instituição. Ninguém fala quem fora o candidato da oposição no sufrágio que elegeu Aidar ? Ninguém fala que a oposição, não se dignou em lançar um nome viável à opor a candidatura situacionista do Aidar ? Quem dos ex presidentes se preocupou em ofertar uma terceira via em prol do SPFC ? Reflita quem é verdadeiramente SãoPaulino, e não somente um boneco manejado por informações que ainda não se apuraram o percentual de veracidade. Pensemos TODOS em prol do SPFC. Aproveitemos o dia 12 de outubro, dia de N. S. Aparecida, a qual sempre fora levada aos jogos pelo inesquecível Porfírio da Paz, grande SãoPaulino – inclusive autor de nosso hino -, este sim despojou-se de seus pertences para glorificar e ajudar o SPFC, tenhamos o exemplo de Porfírio. Viva o SPFC !!!!

    • José Henruque

      Nsa.Senhora Aparecida, não tem time. É a padroeira de todos os brasileiros, e se fosse ser torcedora, seria Corinthiana, por ter sido achada abandonada em um rio, e resgatada põr pescadores que de tão humildes, certamente não teriam todos os dentes.
      A soberba não combina com despojamento de bens, pois a mesma não resiste ao desejo de diminuir rivais, tanto material como moralmente, sempre rotulado como inferiores, quer seja dizendo que “se apequenam” , como traçando perfil de alguns como adequado para receber profissionais “sem alguns dentes”. O conselho deveria ser para que TODOS pensem em PROL da ética e do respeito.

MaisRecentes

No banco



Continue Lendo

É do Carille



Continue Lendo

Campeão de novo



Continue Lendo