CAMISA 12



(publicada ontem, no Lance!)

SEM ESCALAS

Os documentos revelados pelo repórter Rodrigo Mattos, em seu blog no portal Uol, sobre as negociações entre a família de Neymar e o Barcelona, ajudam a explicar a preferência do atacante pelo clube catalão. Usado publicamente para prevenir investidas de outras partes, o “sonho de jogar ao lado de Lionel Messi” estava acompanhado de um acordo pelo qual os pais do atacante lucraram mais do que o Santos.

O acordo e os valores eram conhecidos. O que os papéis expostos por Mattos desnudam são os mecanismos que permitiram que uma empresa negociasse a transferência de um jogador cujos direitos pertenciam ao clube em que ele atuava. Um compromisso não esportivo firmado entre a companhia dos pais de Neymar e o Barcelona, com o intuito de proteger o clube de uma provável acusação de aliciamento do atleta em desrespeito às regras da FIFA. Como se sabe, a transação é objeto de investigação no Brasil e na Espanha.

Como ilustração, volta à superfície uma anedota conhecida nos dois países: o período de mais de duas semanas, em maio de 2013, em que dois emissários do Real Madrid tentaram desviar a transferência de Neymar para o futebol espanhol. Em vão. A presença dos enviados no Brasil contava com a bênção do Santos, mas se viu impotente diante dos documentos que hoje conhecemos, coordenadas de uma viagem só de ida e sem escalas para o Camp Nou.

Nem mesmo a opulência do Real Madrid foi capaz de resolver a questão. Orientados por Florentino Pérez a insistir na contratação junto ao pai de Neymar, mesmo após transmitirem a informação de que seria impossível, os emissários chegaram a apresentar uma oferta que emudecia os valores do acerto com o Barcelona. De acordo com pessoas bem informadas sobre as conversas, o clube merengue se dispôs a pagar a multa de 40 milhões de euros, dar 50 milhões à empresa dos pais de Neymar e mais 30 milhões ao Santos. Mas Neymar queria jogar com Messi. O Real Madrid foi atrás de Gareth Bale.

CHAPÉU

O acréscimo de informações sobre esta história aumenta o tamanho da questão que ela impõe: se é permitido que um clube adquira os direitos de um jogador de outro clube, por intermédio de uma relação não esportiva, os regulamentos da FIFA para transferências não servem para nada. De fato, neste cenário, nenhum contrato firmado entre um jogador e um clube vale.

CANETA

Há uma outra pergunta, menos importante: quem é o cérebro por trás da operação que levou Neymar para o Barcelona? Há quem diga que o pai do atacante não dispõe do conhecimento legal e da engenhosidade necessários para formatar uma transação desse nível. Neste caso, o prato teria sido oferecido pronto, e quente. Era só assinar e se preparar para responder as perguntas inevitáveis.



  • Anna

    Como todo bom jornalista, essa é a pergunta que não quer calar: quem será o cérebro por trás da negociação de Neymar com o Barça? Mistériooooo!!! Bom final de semana a todos, Anna.

  • Roberto

    André, obrigado por mais um texto claro sobre um assunto obscuro.

    Eu fiquei com uma dúvida com relação à posição do Santos após essa notícia ser divulgada. Oq eles estão pedindo? Pq até onde entendi, o contrato que o Neymar tinha com o Santos foi respeitado. Multas proporcionais ao tempo restante de contrato foram pagas. A manobra toda foi para burlar a lei q impede a negociação antes de 6 meses do fim do contrato, é isso? Se sim, o Santos foi prejudicado esportivamente, sem dúvidas, mas financeiramente é difícil de mensurar. Não da pra afirmar que o Neymar escolheria o Real, não da pra afimar q ele não esperaria o fim do contrato para se transferir (oq deixaria o Santos com nada) ou mesmo q ele não colocaria esse possibilidade na mesa e negociaria valores menores de multa para sair antes.

    É um demérito da gestão do clube um jogador como o Neymar chegar tão perto do fim do contrato sem ser negociado (se é que é interesse do clube trocar os benefícios esportivos pelos econômicos). Vc acredita q sem o pré-contrato o clube teria negociado o Neymar antes e por valores maiores?

  • Emerson Cruz

    Tudo muito estranho.

  • Anna

    Situação complicada nessa transação do Neymar. Cabe continuar investigando. Bom final de semana a todos, Anna.

  • raphael

    Mais um belo e lúcido texto, explicitou claramente a “golpe” dado pelo Sr. Neymar no SFC.

    Realmente nos faz pensar de onde veio a ideia para ludibriar os contratos firmados entre clube e jogador e trazer a tona a certeza que o Sr. Neymar nem de longe foi o idealizador.

    Sempre cheirou a peixe esta transação…

    Parabéns pelo belo texo

  • Cleibsom Carlos

    Nessa história toda me impressiona o silêncio do Santos…Por que o time não entra na justiça para fazer valer os seus direitos? Pelo revelado até agora se o clube recorrer à FIFA pode ganhar uma boa soma financeira porque o que foi feito na venda do Neymar é claramente ilegal…E no entanto o clube nada faz! Por que?

  • Boa Tarde,Essa transação foi feita com a ajuda desse nosso ex- presidente Laor que hoje faz todo esse alarde e naquela época também fez a se favor falando que tinha conseguido segurar o Neymar, mais hoje pensando e lembro-me que naquela época do Laor dizer que segurou o Neymar estiveram aqui para leva-lo o Real Madri (que o queria de imediato) e o Barça que só o queria em 2014 então eu acho que o negocio já foi combinado naquela época, porque senão vejamos como um presidente ( que de bobo não tem nada e que fez promessas mil para ganhar as eleições e pior eu fui uma das que acreditei) da uma carta Branca, o contrato do Neymar iria atpe 2015 ele diminuiu para 2014 (exatamente quando o Barça queria)e a advogada que providenciou essa papelada e assinou ainda continua no Santos e depois o Laor sempre que ia em viagens a Espanha ele mesmo falava que tinha almoçado com o Rossell é só procurar noticias da época. Naquela época ele (Laor) saiu com todas as glorias que tinha segurado o Neymar, mais como estão descobrindo muta coisa, acho que temos que esperar, que o pai do Neymar puxou a sardinha pro lado dele não a duvida mais acho que nosso presidente é muito culpado porque nunca lutou pelo Santos, ele veio para se luclupetar, fez do Santos um cabide de empregos de cumpinchas, só fizeram transações erradas ou sem transparencias, venderam todo o time e vem falar mal do seu vice que também vem fazendo besteiras, mais é o roto falando do rasgado, então muita coisa ainda deve ser descoberto.

  • Caro André, respeito muito pessoas que estudam de forma dedicada, mas digo que muitas vezes subestimam os que não estudaram tanto. Muito se aprende na escola da vida. “Engenhosidade”, muitas vezes, não depende de estudo, muitas pessoas desenvolvem um visão negocial bastante ampla, sem frequentar as cadeiras universitárias. Eu não subestimaria a “engenhosidade” do Neymar pai. Com certeza, tinha boa orientação jurídica.

  • Juliano

    Que dureza, AK. Por mais que o prato tenha sido servido pronto e quente, Neymar pai é quase mafioso. A única parte que saiu perdendo foi o Santos, destes cartolas super sagazes, lhes passaram a manta feito crianças inocentes. Até o Real saiu ganhando, economizou uma boa grana e está aí o Bale!

    Triste mundo de bastidores.

    Abraço!

    • Julio

      Quem sempre sai perdendo são os clubes. Organizações jurassicas de associados no meio de um negócio milionário. Todos aí são profissionais: jogadores, agentes, empresas de marketing esportivo.
      Os unicos amadores são os clubes. Estes nem empresas são. Tivesse o Santos acionistas, que tivessem sido lesados em seu retorno de investimento, a conversa seria outra.

      AK: De acordo.

    • José Henrique

      Qualquer ação trabalhista contra clube de futebol, sai a sentença a jato.
      Trabalhador comum, fica 18 20 anos na fila de espera por seus direitos.
      E as indenizações são uma indecência. R$ 2, 5 milhões no caso do P.André, é um premio de loteria.
      Triste mundo mesmo.

  • José Henrique

    Por falar em “justiça”, estarrecido com as declarações do “culto” Paulo André, negando que tenha acionado o clube por não pagamento dos sábados e domingos, e argumentando com “ausência de descanso”.

    E, lendo trecho do processo, revelado por um blog, fica maior ainda a saia justa do jogador:
    “‘Por isso deve ser o reclamado (Corinthians) condenado ao pagamento de todos os domingos feriados trabalhados pelo reclamente ( Paulo André), devendo o pagamento ocorrer em dobro.”

    Bom senso? Morreu, pelo menos para mim.! Se essa for a ética, o futebol pode fechar para balanço, com tantos inimigos em ação contra ele.

  • Marcelo Santos

    Nem Paulo André, nem Felipe, muito menos o Movimento Bom Senso são antieticos se acionarem a Justiça para reivindicar aquilo que acham ter direito. Cabe a esta ultima decidir se cabe razão aqueles, são as regras do sistema, concordemos ou não.

    • José Henrique

      Indústria de indenizações, e advogados de jogadores que os tratam como “meus filhinhos”.
      Que todo mundo tem direito de procurar a justiça, é inegável, mas que a mesma embora “cega”, tenha a mesma celeridade ao julgar as ações dos trabalhadores comuns.Tenho amigos que faleceram, esperando o julgamento de suas ações trabalhistas. Isso é absolutamente injusto meu caro.
      E pior, discriminatório.

      • Marcelo Santos

        Como “operador do direito”, posso dizer que nossa justiça é lenta para todos. Paulo André e os outros já estão pensando na herança dos filhos. Isso se não fizer um acordo, como o Romário que recebe um milhaozinho por mês do Mengo. Indústria de indenizações pode-se dizer que há nos EUA. Aqui há a barreira do “enriquecimento sem causa”. Mas isso já é outra história.

  • jorji

    Todos ganharam, menos o Santos!

  • Rodolfo

    Após a já esclarecedora entrevista do pai do Neymar, ficou claro que o SANTOS foi vitima de má fé da parte dos representantes do jogador. Em rede nacional, o pai do Neymar falou por livre e espontanea vontade que se comprometeu a manter no SANTOS FC até o final da copa 2014 o Neymar DESDE QUE O SANTOS permitisse por escrito que ele, durante esse periodo, ouvisse propostas de outros clubes, com a permissão em mãos e amarrado ao Barcelona sem o conhecimento do SANTOS, ele, no inicio de 2013, UM ANO E MEIO ANTES DO PERIODO QUE HAVIA SE COMPROMETIDO A MANTER o Neymar no SANTOS, pede para o SANTOS negocia-lo. MAS NEGOCIA-LO COM QUEM, SE JÁ HAVIA UM ACORDO com o barcelona? barcelona que desrespeitando uma lei da fifa e ignorando qualquer tipo de ética e boa fé, se acertou com o jogador pelas costas do clube e, com todas as vantagens possíveis na manga, ofereceu o valor RIDICULO de 17 milhões de euros ao SANTOS, que sem ter o que fazer, foi praticamente obrigado a vender o jogador … toda essa papelada é só a confirmação por escrito do golpe dado no SANTOS FC que já havia sido admitido verbalmente pelo “brasileiro nato, espertalhão” Neymar pai.

  • cleiton

    Sou santista (não fanático), Santos Futebol Clube está falindo?
    Parabéns pela reportagem.

  • onde está o inquérito?

    onde está departamento jurídico do santos? será que são todos crápulas ou uma máfia instruída na diretoria. o dr. promotor publico de santos a quem pagamos e muito bem pago, o fiscal da lei.

    digníssimo promotor venha a publico e fale sobre esse ato lesivo a milhões de torcedores do santos. José orlando.

MaisRecentes

Sqn



Continue Lendo

Gato



Continue Lendo

A vida anda rápido



Continue Lendo