COLUNA DA TERÇA



(publicada ontem, no Lance!)

CHATEADOS

A crise administrativa no futebol brasileiro chegou a tal ponto que um dirigente, devedor e sonegador confesso, não tem vergonha de repreender publicamente um jogador que criticou sua gestão. Aconteceu na edição de ontem no jornal Extra, em entrevista concedida por Maurício Assumpção à jornalista Marluci Martins.

Na conversa, o presidente – de saída – do Botafogo se disse “muito chateado” pelas declarações do goleiro Jefferson, que saudou a proximidade do fim do mandato do cartola que não paga salários e acha que seus funcionários devem trabalhar de graça e quietos. Os argumentos de Assumpção são hilários. Ele enxerga ingratidão na posição de Jefferson, pois “foi essa diretoria que o trouxe (da Turquia, em 2009). Foi essa diretoria que lhe deu oportunidade de ser duas vezes campeão carioca e que montou o time que o levou à Libertadores”.

Perceba o nível de alucinação: Assumpção quer que Jefferson lhe seja grato por exercer sua profissão, como se o Botafogo fosse o único clube do Brasil em que isso é possível. E ainda se apropria de conquistas dos jogadores, como se eles ficassem em casa enquanto clones se esforçam em campo. Esse tipo de devaneio só pode sair da mente de quem perdeu a capacidade de identificar o ridículo.

Para a desgraça do futebol no Brasil, ideias como essas estão disseminadas entre os pares de Assumpção. Há cartolas que as levam ao extremo da prática autoritária em seus feudos, perseguindo jogadores que ousam agir contra a falta de profissionalismo e o descumprimento de leis. O que houve no Grêmio Barueri na semana passada deveria chamar a atenção da Justiça do Trabalho, do Ministério Público e da CBF, como salientou o Bom Senso Futebol Clube em nota divulgada na última quinta-feira.

No dia anterior, o Grêmio Barueri havia expulsado os jogadores que, de acordo com dirigentes, lideraram o boicote ao jogo contra o Operário-MT, em 15 de agosto, pela Série D do Campeonato Brasileiro. O time matogrossense venceu a partida por W.O., porque o Barueri não entrou em campo. O motivo: atraso de dois meses de salário e quatro meses de direitos de imagem.

Dos cinco jogadores expulsos, um morava no próprio clube e três em apartamentos custeados pelo Grêmio Barueri, cujos aluguéis estão atrasados. A falta de pagamento afetou também as cozinheiras e outros funcionários. Não há material para treino, o que obriga os jogadores a usar equipamento próprio.

Em conversas sobre como solucionar o problema, a postura dos dirigentes do Barueri mudou após o boicote no jogo contra o Operário. Houve ameaça de não pagar os salários devidos caso os jogadores insistissem com os protestos. O presidente Alberto Ferrari deve estar “muito chateado” com os atletas.

Estamos falando de um clube da Série D, e de jogadores que (não) ganham cerca de R$ 2 mil por mês. Alguns estão sob risco de prisão por não pagamento de pensão, algo que a Justiça brasileira não perdoa. Os cartolas que não os remuneram, e sonegam impostos, estão por aí concedendo entrevistas, chateados.

DEMOROU

O trecho animador da entrevista de Maurício Assumpção ao Extra: “Não volto nunca mais. Não participo da vida política do Botafogo nunca mais”. Em breve, Jefferson e seus companheiros terão maiores chances de receber um tratamento profissional no clube em que trabalham.

HOLOFOTE

Ao dispensar Maicon sem explicar as circunstâncias do corte, a comissão técnica da Seleção Brasileira deixa claro que pretende “preservar” o jogador da repercussão de sua falha disciplinar. O que só aumenta a atenção e a curiosidade em relação ao episódio. Eventualmente, o que aconteceu chegará ao conhecimento público. Se a ideia é preservar Maicon, teria sido melhor abafar o problema e deixar de convocá-lo.

PASSO

Na Copa do Mundo de basquete, o Brasil venceu a Argentina, e bem. Não é mais a geração dourada que conquistou os Jogos Olímpicos, mas superar os argentinos é mais um sinal de que a seleção brasileira está a caminho de atingir seu potencial em um Mundial.



  • Fabio Hideki

    André, falando em Grêmio Barueri, eu gostaria de sugerir um tema para um artigo ou uma reportagem.

    “Clubes bancados por prefeituras”

    Dentro do tema você poderia falar sobre:
    – os times das Series A,B e C, e dos torneios estaduais.
    – p quanto gastam e quanto as prefeituras injetam, arrecadação das prefeituras.
    – os problemas sociais encontrados nas cidades dessas prefeituras.
    – abhistória de um típico clube sustentado por prefeitura. Desde a ascensão até a sua queda. Por exemplo São Caetano.

    Abraço,
    Fabio

  • Emerson Cruz

    Que desta vez Assumpção cumpra a promessa e desapareça da vida política do Botafogo. Quem torce para o Glorioso deve cobrar a manutenção da palavra dada pelo atual presidente do clube.

  • cesar botafogo

    Caro André, faltou vc criticar o Jeferson e o Bolivar, quando os mesmos comandaram uma greve em plena semana decisiva da Libertadores, contribuindo para nossa crise financeira. Sou botafoguense, e sinceramente, no futuro, acho que sentirei mais falta deste presidente do que deste goleiro. Jeferson, jamais poderia ser capitão deste time, pois tem uma personalidade resignada e abraçada com a derrota. Basta observar o jogador Emerson, que em meses de clube, acrescenta muito mais em campo que esse goleiro, em anos. O Botafogo é um clube grande, e de grande história nesse nosso combalido futebol, e o Jeferson, deve sim, agradecer ao Botafogo, por ter chegado aonde chegou.

    AK: “acho que sentirei mais falta deste presidente do que deste goleiro”. Sem mais.

  • Gabriel Marinho

    Ídolo de verdade jamais exporia mais ainda o Clube, num assunto já tão batido, até porque ídolo de verdade teria ganhado algum título de expressão, devia sim ter ficado quieto, aliás, como devia ter ficado calado voce também Sr. André Kfouri. Será falta de assunto? Fica repetindo o tema ou gosta mesmo de botar o dedo na ferida do Botafogo.

    AK: Gosto de expor o que há de mais patético no futebol: torcedor de dirigente. Um abraço.

    • pedro salomão

      Patético é vc sr Andre Kfouri !!! O Mau-Lixo é um picareta sem perdão, mas o Jefferson é mau caráter!! Haja vista a sua atitude em relação ao Seedorf!! Esse sim um verdadeiro lider!! Vc fala ( ou melhor, escreve) muita abobrinha!!!Por que vcs não escrevem sobre o Andrés?

      AK: Aprenda a ler: http://blogs.lancenet.com.br/andrekfouri/2014/08/10/coluna-dominical-265/

      • Juliano

        – I see trolls
        – In your dreams?
        – No
        – While you are awake?
        – Yes, they are everywhere
        – How often?
        – All the time…

        • Adriano

          Pior que não parece ser troll não! Isso é fruto da ignorância e assola o país!
          O cara prefere o presidente ao goleiro…isso é deprimente!
          O sujeito não é capaz de perceber a importância e responsabilidade de um presidente de clube e analisar o que foi feito na gestão do botafogo.
          É a mesma ignorância que leva o povo a votar em candidatos que deveriam ser exterminados.

  • É tão bom ser comentarista esportivo porque vocês não assumem um clube para sentir como a banda toca.
    Falar sentando em uma cadeira é bom demais.

    AK: Vejam o nível.

    • pedro salomão

      Qual é o nível, cara pálida?

      AK: Semelhante ao vosso.

  • lm_rj

    Andre, a sobrevivencia do botafogo como time grande eh improvavel em funcao de um aspecto: renovacao da massa torcedora. Neste seculo XXI eh o unico time do rj que nao conquistou nada em nivel nacional, sendo q ate o vasco com uma unica conquista (CB 2011) encontra-se em absoluta desvantagem em relacao a dupla fla-flu, cada um destes com 3 conquistas nacionais neste seculo. Enfim se o botafogo acabar/falir sera triste para o futebol brasileiro, pela sua longinqua historia vitoriosa (cada vez mais distante, fato) e celeiro da selecao nos anos 50/60 e sera triste tb pros seus rivais cariocas que terao 2 jogos a menos p realizar no rj ao longo do brasileirao… Outros times ja estiveram em situacao igual ou pior com 98% de chances de queda(caso do meu clube Tricolor carioca em 2009) mas conseguiram viver em funcao do apoio incondicional de sua massa torcedora lotando estadios. Fica a questao: o botafogo tem TORCIDA ENGAJADA p sobreviver? Caso contrario melhor fechar as portas FUI

  • Fábio

    Ver aqueles que, em tese, mais deveriam amar o Botafogo defender quem ajudou o clube a estar na situação que se encontra é simplesmente inacreditável.
    Duvido que eles façam pela empresas que trabalham (ou trabalharam) o mesmo que o Jeferson fez pelo Botafogo e nas mesmas condições de trabalho.

  • belchior relvas de oliveira

    Acho o jefferson na atualidade um dos melhores goleiros de Brasil (senão o melhor), mas convenhamos, vir a publico falar das mazelas e da diretoria do Club, que com certeza vai lhe pagar tudo que lhe deve e que não é pouco. faltou sim respeito parta com os torcedores em especial. Saiba Jefferson que não é só no Futebol que os salários de muitos profissionais estão em atraso, e nem por isso deixamos de cumprir nossas obrigações. O Mundo está endividado senão porque motivo você não ficou na Turquia. Adoro você como Goleiro do Botafogo, mas acima de tudo e de todos Amo O Botafogo. Quanto ao André Kfouri, tem que escrever qualquer coisa para apresentar em sua coluna, traganos as soluções que por coincidência ou NÃO vieram após a interdição do Engenhão,. tem algo podre no Reina da Dinamarca.

    • Nilton

      Belchior, a solução que o “te amado e futuro ex presidente” deveria ter tomado era continuar pagando as obrigações com o leão e a justiça que o Botafogo assumiu, e não ser um irresponsável que ficar esperando que os governantes fosse paternalista e perdoasse as dividas que ele fez ou que a parcelacem em 100 anos.

  • LAERCIO

    Pelo visto acho que vc nao gosta de ser contrariado.

    AK: Você acha?

    • Klaus

      O André deve ficar contrariado quando pessoas se sentem contrariadas por algo que deveria ser contrariado, mas é defendido por puro clubismo ou falta de capacidade interpretativa.
      O AKestá prestando um serviço ao futebol brasileiro expondo a inversão de valores dos dirigentes. Que, por sinal, devem ficar muito “des-chateados” ao ler comentários tão “sagazes” quando os de cima.
      Um abraço.

  • POTÓ

    Caro André Kfouri,

    Gostaria de parabenizar a sua matéria sobre esse cara que EM UM DIA DE EXTREMA INFELICIDADE, os sócios do NOSSO QUERIDO BOTAFOGO o conduziram à presidência do nosso clube. Todos os trabalhares de um modo geral têm o direito de receber seus salários em dia. Quando você assina um contrato tem que honrá-lo. Mas se pararmos para pensar o que esses caras ganham eles deveriam ser um pouco mais comedidos com suas críticas. Não consigo entender que um cara desse que ganha um salário exorbitante fale que a família está em dificuldades. Talvez pela falta de estudos eles não consigam comparar o salário deles com um salário de um juiz estadual e federal, um membro do ministério público e até mesmo o salário de ministro do STF sem falar que eles ganha em média mais de 200 vezes o salário de um trabalhador brasileiro, esse sim teria e tem todo o direito de reclamar do salário que ganha e do atraso em recebê-lo. Os caras ganham mais de 30 vezes o salário de um jornalista, que nem você, de um advogado, de um engenheiro, etc., que levaram mais de 15 anos para se formarem, esses sim podem abrir a boca e falar que o atraso no recebimento do salário colocaria suas famílias em dificuldade. É TRISTE KFOURI MAS É A VERDADE. O GOVERNO DEVERIA ESTABELECER UM TETO PARA O SALÁRIO DESSES CARAS PORQUE DO JEITO QUE ESTÁ NÃO TEM UM CLUBE BRASILEIRO QUE TENHA CONDIÇÕES DE SOBREVIVER.

  • Romeu

    AK, pelo nível de uma boa parte do pessoal que comenta aqui, fico imaginando se afinal não temos os dirigentes que merecemos… para infelicidade dos demais. Parabéns pela lucidez com que você escreve.

  • Marcelo

    Continuo achando que sem greve geral na série A nada vai mudar…

    • Nilton

      Marcelo, uma greve que durasse 2 ou mais rodadas, acenderia uma luz amarela na presidência da Rede Globo de TV, uma luz vermelha no diretoria responsável pela parte de esporte da Globo, e com certeza os gabinetes de presidente dos Clube já teria se transformados em uma filial do inferno.

      Como diria o “saudoso” ex imperador do futebol brasileiro – se não passar no Jornal Nacional não tem problema.

      Já imaginou como seria lindo um “Globo Repórter” contando a historia que levou a paralisação do campeonato brasileiro?????

  • gustavo rena

    André, acho que de tudo que está errado no Botafogo, realmente este presidente é o maior responsável pela pindaíba que nos encontramos. Errou em um ano muito importante, nao montou time para brigar pela Libertadores e causou todo esse caos que está aí.
    So acho que o Jeferson deve mesmo agradecer ao Botafogo, no sentido que quando voltou da Turquia, nem clube tinha para treinar, estava treinando de favor em um clube de Ribeirão Preto (se nao me falha a memória) e foi devido às cobranças da torcida pelo Castilho estar machucado e o Renan ser muito jovem que a diretoria foi até ele dar uma oportunidade de voltar ao Futebol de alto nível no Brasil.

    AK: E por qual motivo isso deveria impedi-lo de criticar uma diretoria que não paga salários? Um abraço.

    • gustavo rena

      Ele tem todo direito de reclamar.

  • FLAVAOFOGAO

    caro gustavo, nao sei qual sua ocupaçao profissional, mas seja qual for, vçe aceitaria ficar sem receber por vários meses e nao reclamar, nao procurar seus direitos, com certeza, vçe, nem eu, nem ninguem !! por que achamos que jogador de futebol é um ser a parte?? defender esses dirigentes safados que saem ricos e deixam os clubes mais falidos é sacanagem… e ainda vao pra imprensa criticar quem reclama. nós , botafoguenses estamos vivendo o pior momento de nossa triste história,,anmanha estaremos lembrando desses safados q estao levando o botafogo, talvez, para um fim sem volta!! e ninguem toma providencia, todos se calam!! cade conselhos deliberativos, etc etc ???porra !!corja !!!!

  • Eddie The Head

    Nobre,mesmo achando que você não vai responder a esse comentário,fica a pergunta:

    O bafafá da seleção,do que aconteceu com Maicon,se Elias estava envolvido,surgiu muito boato sobre isso,acho que a distinta CBF não quis expor ainda mais seus jogadores (nem seu ambiente interno) e encerrou o assunto como atraso.

    Você acha que foi realmente isso que aconteceu? E,independente de concordar ou discordar,teremos algo a respeito?

  • Gilberto Wayand

    Este Maldito Assunção é a continuação nefasta da dinastia de Charle Boherer que começou a derrocada alvinegra em 1968, de lá para cá foi um show de horrores, os dirigentes que por lá passaram, desde incompetentes aos mau caráteres e vendo acima gente ainda o defendendo e criticando o nosso único craque deste grupo mulambentos fica dificil de acreditar que algo de bom possa vir a curto prazo. não tenho mais esperanças de ver meu clube entre os grandes novamente, falta de tudo desde dirigentes honestos e competentes a uma torcida inteligente e atuante. Oque vem por ai… só Deus sabe.

  • Rodolfo Pereira

    Caro André ,sempre leio seus comentários e os vejo como inteligentes e sensatos,porém apesar de concordar com quase todos,na situação do jogador Jefferson tenho que discordar,este senhor apesar de ser um dos melhores em sua posição,toma algumas atitudes marqueteiras que não condizem com sua qualidade.Por exemplo:È fato o atraso no pagamento,(por sinal a grande maioria dos clubes brasileiros e até alguns no exterior passam por isso)Mais acho que greve naquele momento decisivo na libertadores influenciou e muito nos resultados,se ele e alguns jogadores achavam que tinham razão,que não entrassem em campo,em vez de posar para câmeras de jornais e tvs. Este senhor voltou ao Brasil graças ao esforço do atual presidente,quando estava esquecido na Turquia,fatalmente hoje não estaria na seleção,pois não estaria na vitrine.O glorioso é sempre vai ser um dos maiores times do mundo,presidentes,jogadores dirigentes passarão,mais a entidade que alguns sempre tentam denegrir e diminuir sempre viverá.

    AK: Seu comentário tem uma quantidade assustadora de conceitos equivocados. Um abraço.

    • Rodolfo Pereira

      Respeito sua opinião mas não entendi,com quantidade assustadora de conceitos equivocados? poderia ser mais explicito?

      • Klaus

        Caro Rodolfo, vamos lá:

        Conceito 1: Mais é mais do que um mas sem “i”, mas é preciso estudar mais.

        Conceito 2: sua empresa está prestes a conquistar a liderança de mercado, após décadas de empenho. Ocorre que vc e sua equipe não recebem salários há meses. Você acha que investiria seu suor por essa empresa, que pensa na liderança de mercado, mas não no vínculo profissional com as pessoas que a levam a tal patamar?

        Conceito 3: sua empresa depende muitíssimo do preenchimento de uma vaga estratégica e enxerga o potencial em um profissional descontente numa multinacional. Ao contratá-lo, você realmente considera que a empresa está prestando um favor a esse profissional considerado por ela como estratégico?

        Conceito 4: relação profissional possui reciprocidade profissional. O amor à camisa é eventual, facultativo e ocasional, não um dever. Logo, se a relação deixa de ser profissional para ser amadorística, não peça amor por uma instituição que não te valoriza nem mesmo profissionalmente.

        Não sei se era a isso que o AK se referia, mas é o que me parecia urgente ser re-re-reesclarecido.

        Um abraço.

        • Cleibsom Carlos

          Concordo plenamente quando o AK critica os “torcedores de dirigentes”, mas os “torcedores de colunistas” também são um saco!!!!Se o próprio AK não se dignou a responder algum comentário, o ideal é que nenhum puxa-saco ou testa de ferro venha aqui responder em seu nome.

          • Pedro

            Excelente Cleibson Carlos!

            • Adriano

              UAU! Excelente! Melhor que isso, só a compra de Pasadena pela Petrobrás!

          • Adriano

            Cleibsom,
            Quem acompanha o blog e lida diariamente com uma cambada de ignorante incapaz de compreender um texto e tampouco apresentar argumentos para um possível debate, fica nervoso. De vez em quando da vontade de responder pelo AK, sim!
            Não chame isso de “puxa saquismo”, senão, terei que classifica-lo como ignorante.

            • Cleibsom Carlos

              Caso a pessoa tenha procuração para responder em nome do colunista eu até entendo esta atitude, mas caso a pessoa não tenha procuração nenhuma é melhor ficar calada e deixar o próprio AK se manifestar…

              • Klaus

                Cliebsom, meu caro.

                Agradeço a orientação. A procuração já foi enviada ao AK para apreciação e assinatura. Agora você pode descansar.

                Continue sempre assim, vigilante e sagaz. Pelo jeito te faz bem e também o faz pra sociedade.

                Ah, me avise quando entender meu comentário para podermos falarmos de futebol também. Prefiro.

                Um abraço.

          • RENATO77

            “Torcedor de colunista” foi sensacional!!!
            Sempre acompanham o relator e, não bastasse isso, tomam suas dores….rsrsrsrsrsrs…
            Como se isso fosse preciso.
            Abraço.

  • Adriano

    Klaus,
    Você foi muito bem!

    Rodolfo,
    Você não está querendo enxergar a realidade porque está influenciado pelo amor ao clube, o que é extremamente normal e compreensível.
    Mas você deve encarar que os resultados na libertadores não seriam diferentes caso não houvesse greve. Pelo contrário, a greve apenas oficializa publicamente o que todos já sabiam e estavam cansados de esperar por uma resolução. O descontamento e falta de motivação dos jogadores já estavam no nível máximo. Arrisco dizer que a greve foi benéfica, pois de certa forma ela deu naquele momento mais um pingo de esperança para os jogadores receberem os salários atrasados.
    No restante acho que o Klaus foi bem claro, você está misturando assuntos e distorcendo conceitos. O fato de uma pessoa ser grata a outra por algum favor que tenha recebido, não a transforma em refém e tampouco a obriga a trabalhar de graça. Diria que os jogadores aguentaram um bom tempo antes de explodir, aliás, a paciência e compreensão com salários atrasados no ramo esportivo é muito maior do que em qualquer outro ramo de atividade.
    Abs,

    E parabéns novamente (50000xxx vez q falo isso), André!
    Sempre esclarecendo e divulgando as palhaçadas que ocorrem no país, e ainda por cima, lidando com uma quantidade estarrecedora de ignorantes na sessão de comentários.

    • Klaus

      Perfeito, Adriano. Grande análise. E obrigado!
      Um abraço.

  • Paulo Pinheiro

    Eu já estava ficando preocupado de só aparecer aqui para discordar do André, rsrssr

    Agora tenho imensa satisfação em fazer coro a ele. Chega de amadorismo. Conduzir um clube de futebol nos tempos atuais não é mais pra amadores. Mesmo no Flamengo pessoas hiper experientes no ramo empresarial estão encontrando enormes dificuldades pra manter o clube nos eixos (neste momento há um rombo a ser coberto em relação ao orçamento previsto). Que dirá os dirigentes que fazem gestão com o fígado.

    Em épocas de crise e atrasos de salário o presidente poderia apresentar ao menos transparência e buscar profissionais de gestão para mudar o cenário… Acredito que neste caso o clube seria preservado e o Jefferson não teria vindo a público expor ao mundo os problemas internos.

MaisRecentes

No banco



Continue Lendo

É do Carille



Continue Lendo

Campeão de novo



Continue Lendo