COLUNA DA TERÇA



(publicada ontem, no Lance!)

VERGONHA ALHEIA

Desde o inesquecível “chute no traseiro”, esta Copa do Mundo tem sido uma generosa fonte de declarações. Jérôme Valcke, autor da reprimenda ao andamento dos trabalhos por aqui há dois anos, perde o humor quando a frase volta ao debate público, mas não esconde a expressão de “eu avisei” a cada notícia sobre prazos desrespeitados e soluções de emergência.

Eis que Ronaldo, membro do Comitê Organizador Local, concorda com o secretário-geral da FIFA. A repentina revelação de seu constrangimento com os atrasos pode ter sido fruto de interesse ou sinceridade, o que não faz diferença em termos de repercussão. O maior artilheiro da história dos mundiais, segundo rosto mais famoso a serviço da “Copa das Copas”, deu a Valcke seu aval. Não há duas maneiras de entender o que Ronaldo disse. Ele tem conhecimento de causa.

É trágico concluir que ao menos agora, a dias da abertura, os dois lados da organização do evento estão na mesma página. Faz tempo que a FIFA e as diferentes esferas brasileiras à frente da empreitada têm se estocado publicamente, em uma dinâmica que se transformou com o passar do tempo. A princípio o país se defendia dos ataques de Zurique, na esperança de se fazer respeitar pelo sócio. Logo passou a falar em tom menos preocupado com as aparências. Ultimamente, quando a parceria ultrapassou o ponto sem retorno, ambos os extremos da mesa adotaram a postura de um casal a caminho do divórcio. O que um diz na frente do outro é uma amostra contida do que se comenta pelas costas. Imagine.

Um exemplo claro, mais um, da falta de sintonia foi a forma como se tratou do teste do estádio onde Brasil e Croácia jogarão no dia dos namorados. O COL adorou o desempenho da Arena de São Paulo durante Corinthians x Figueirense, enquanto Valcke, de cima para baixo, lembrou que um jogo de Copa é algo muito mais complexo. A impressão que fica é que cada um tem como prioridade cuidar da própria imagem, péssimo sinal para uma sociedade que deveria ter os mesmos objetivos.

Voltando à figura do casal em litígio, a declaração de Ronaldo fez o papel da sogra que dá razão ao genro. Aldo Rebelo expôs a crise na família ao afirmar que o Fenômeno chutou contra o próprio gol. O ministro do esporte, responsável por inúmeras infâmias nesta saga, não perderia a chance de acrescentar mais uma ao garantir que a Copa “não será motivo de constrangimento para o país que construiu a sétima economia do mundo e é o maior vencedor de todos os mundiais”. Como se vencer Copas fosse uma prova de capacidade para organizá-las.

Unidos pela vergonha de Ronaldo, e com o modo de sobrevivência ligado, a FIFA e o COL encontram conforto na certeza de que a Copa dentro do campo – aquela que viaja o mundo por intermédio das imagens oficiais – será bonita e que a Copa fora dos estádios já está perdida. Mas é salutar não esquecer que quem relatará o Mundial para os outros países são os jornalistas estrangeiros, que serão recebidos nas arenas pelas últimas instalações a ficar prontas. E que andarão pelas ruas como os brasileiros comuns.



  • Joao Daniel

    Bom dia, André.

    Me arrisco dizer que a Fifa teve um arrependimento enorme ao dar essa copa ao Brasil (em virtude das críticas em excesso, as políticas – e políticos – envolvidos…talvez seja a 1a Copa da história em que haja mais críticas a elogios). Vc concorda? Ou no fim das contas, oq conta mesmo é que cada um levou ($ ?) nessa história?

    • João para FIFA o cenário é ideal faturaram quanto quiseram e vão por toda culpa no Brasil.

      Eles vão é fazer jogo de cena reclamar e transferir responsabilidades, até porque na próxima Copa do Catar vão haver ostentações, mas corrupção duvido. meterão a mão suficiente no Brasil para uma década de faturamento padrão FIFA.

  • Zé Bigorna

    Não é só isso. Tem uma ponta solta aí que atende pelo nome de Aécio Neves.

    AK: Não está solta. Está na segunda frase do segundo parágrafo.

    • Zé Bigorna

      Certo, está subentendido em “interesse”. É que eu esperava algo mais explícito ou incisivo em seu texto, mas sua resposta me deixou satisfeito. Abraços.

      • Cavalaro

        André, vou te fazer um pedido.
        Seja incisivo, contundente e claro quando falar da classe política. É isso que esperamos da imprensa.
        Nós, brasileiros, damos atenção excessiva para o esporte então sua coluna é muito conhecida por nós das classes inferiores.
        Não perca a oportunidade de falar abertamente das mazelas dos nossos governantes.
        Por ter certeza que iremos defendê-lo e apoiá-lo. Eu serei um desses que estarão do seu lado.
        Abraço.

  • Anna

    Muito boa a analogia! Os estádios ainda não totalmente prontos são as coisas mais desagradáveis. Ainda penso que conseguirão aprontar tudo na marca do pênalti. Envolvimento político nessa altura do campeonato é que é chato. Mas vai ter Copa sim. Boa terça, Anna.

  • José Henrique

    Ronaldo não é uma pessoa de duas caras. Por isso é reconhecido como fenômeno.
    Não é só na bola que é craque. Mostrou ser craque assumindo filho por erros quando jovem, ao contrário de outros, não se escondeu quando convocado para representar o Brasil, e recebeu pedradas quando disse que não se faz copa com hospitais. A pergunta? Se faz? Nunca se fizeram hospitais por décadas, mesmo sem copa. E, pra que hospitais, se médicos formados filhos de ricos, preferem ter clinicas perto de shoppings nas capitais, e somos obrigados a importar portugueses, espanhóis e cubanos?
    Gostariam que ele tivesse dito o que? Que fosse contra uma copa no Brasil, como desejam interesses contrariados, ou inveja por direitos de transmissão?
    Pois bem, agora, quando todo mundo enxerga que as obras de mobilidade só ficarão prontas em 2016, (no entanto já contabilizam os gastos pra ontem) ele deveria mentir e ser ufanista?
    Claro que ele disse que está envergonhado “pelo disse que disse”, e é verdade. O pais da copa, virou o país do “disse que disse”. No fundo as pessoas estão envergonhadas de torcer pelo Brasil, esse objetivo foi atingido pelos contrários a copa.

    AK: “inveja por direitos de transmissão”. A quem você se refere?

    • Juliano

      Difícil compreender uma linha deste devaneio. Só faltou dizer que quem critica Ronaldo o faz porque ele jogou em determinado clube. Oh, wait…

      • José Henrique

        Eu respeito os devaneios, e as ingenuidades.

      • José Henrique

        Na boa Juliano, nem na minha cabeça cheia de devaneios, poderia imaginar que isso seria uma vingança contra isto:
        http://barrigadas.tumblr.com/post/10043365111/ataque-de-riso

        • Juliano

          Você tira tudo de um contexto e coloca da forma que bem entende. Viaja demais. Pra mim é doença. Melhor eu deixar vc quieto com seu problema, isso cansa.

    • José Henrique

      Serve esse?
      http://esportes.terra.com.br/futebol/copa-2014/lider-da-record-pede-para-fieis-boicotarem-copa-do-mundo,b2e75cd970f36410VgnVCM3000009af154d0RCRD.html

      AK: Não, não serve. Boicotar a Copa é totalmente diferente de ter uma posição crítica em relação aos graves defeitos de organização. Algo que tem mais chance de dar certo quando proposto a quem não quer pensar.

      • José Henrique

        Muito feliz o portal Terra, no texto final dessa publicação. Sinto que não sirva prá você, é que foi a única que disputou com a Globo os direitos. Se tivesse ganho então….??????
        Qual emissora você pensou que era?

        AK: Não é para mim que não serve. Não serve como argumento. Todas as televisões que habitualmente exibem futebol no Brasil vão transmitir a Copa.

        • José Henrique

          Tudo bem, mas eu particularmente acredito que grande parte do incentivo contra a copa, vem de interesses contrariados. Se não serve como argumento não sei, mas eu não consigo ignorar essa hipótese. Como hoje em dia, todos são suspeitos a priori, onde a gente vê até o Ronaldo ter o seu caráter questionado por se manifestar como cidadão, que tem todo o direito de fazê-lo, ser patrulhado sem a menor consideração, eu também tenho minhas reservas quanto a imparcialidade dessa emissora e seus portais. É só dar uma olhada que você vê a diferença das críticas, da ESPN (sua por exemplo) ou do Lance, e dela, aqui para perceber. E o Portal Terra destacou bem isso ao final da nota. Você não notou? Ingênuos eles não são com toda certeza.

          AK: Ingenuidade, certamente, é não perceber em que posições – conflitantes – o Ronaldo se colocou nessa história.

          • José Henrique

            Eu quis dizer André, que o portal Terra, não é ingênuo em ignorar a briga feroz entre Globo x Record. Eu sim, devo mesmo ser ingênuo, você tem toda razão, não consigo ver ambiguidade nenhuma no Ronaldo, muito pelo contrário, vejo coerência. Talvez eu seja ingênuo mesmo em acreditar nele, e ele seja mesmo esse mau caráter que tanto insinuam.
            Porém não sou ingênuo em desconhecer um fato real, que é a briga Globo x Record.

            AK: Não falo de caráter. Falo de atuações. Ronaldo é membro do COL, garoto-propaganda da Copa e empresário dos negócios do esporte.

            • José Henrique

              Quer dizer então que ele se aproveita desses cargos para faturar? Com certeza?, Se isso não for suspeição, não entendo mais nada. Me desculpe, não participar da mesma opinião que a sua, nesse caso específico. Não acho correto condenarem a priori a pessoa por ter uma opinião particular.
              E a Record, por ser inimiga da Globo, também está sob suspeição, enquanto mídia que detém concessão pública, portanto nossa, para operar emissoras de TV e rádios. E veja que ela pede para não assistirem nenhuma emissora de TV.
              E se isso for blindado de critica, e passar em branco (no Terra não passou por enquanto) fim da picada.

            • Juliano

              Por mais completa que seja a resposta do AK, José, quem julga caráter e outras coisas é leviano, e é exatamente o que fazes quando fala “dos outros contra os meus” conforme venho acompanhando nos últimos posts.

              Acho engraçado você não notar as atuações de Ronaldo, todas guiadas pelo seu interesse – e adivinhe você o que isso envolve…

              Defendia o modo em que a Copa vinha sendo organizada até outro dia, entrando em confronto com quem apontava os problemas na organização (como exemplo suas discussões na rede com Romário), e do dia pra noite aparece posando ao lado do Aécio e começa a falar em superfaturamento, contrato, eleições, vergonha… então, a atuação dele é coerente com o que ele vinha fazendo ou mudou de acordo com seus interesses?

              Como seria sua opinião a respeito se Ronaldo tivesse jogado pelo rival de camisa verde ao invés de ter jogado pelo seu time do coração? Eu consigo separar bem, em campo foi fenômeno até os últimos dias, tanto que aplaudi o estrago que ele fez na Vila naquela final do Paulista contra o meu time do coração.

              Sobre o que é discutido a respeito do Romário nos comentários abaixo, de fato, eu não achei legal ele enquanto deputado fazendo propaganda pra cerveja, e depois para os chinelos achei menos estranho. Quando a lucrar com sua imagem, natural, foi um jogador campeão com a camisa da seleção, SEMPRE declarou que vai torcer pro Brasil em campo, e que suas críticas eram quanto à Copa fora de campo, onde o país já perdeu. É preciso saber separar as coisas. Consegue?

              • José Henrique

                Com certeza não seria a mesma que a sua, por ele ter escolhido o Corinthians.
                Você viaja muito, ao julgar as pessoas. Vai julgar a mim agora também? Prejulgando que eu agiria diferente se Ronaldo tivesse jogado no Palmeiras? De onde você tirou isso? Você é leitor de mentes, ou paranormal?
                Esse maniqueísmo persistente em colocar “este” como do mal, e “aquele” como do bem, sugere mágoas não resolvidas.
                E quando alguém, não compartilha de seus conceitos, é rotulado como doente, ou coisa do tipo.
                Tenho pena das pessoas de seu convívio. Devem sofrer muito com o cuidado que devem ter em não melindrar seu ego, ao contrariar suas opiniões.
                E a minha é diferente da sua. Se for difícil pra você suportar isso, sinto muito, eu não sofro com a sua.

    • Rafael Borges

      você entende que ronaldo é membro do col. a letra “o” da sigla se refere a “organizador”. comitê “organizador” local. ronaldo não é vítima da desorganização da copa, ele é autor. não foram só as obras de mobilidade – de responsabilidade dos governos – que atrasaram. as arenas onde serão feitas os jogos – sem as quais não se faz copa, ao contrário de hospitais – de responsabilidade do col, estão semi-prontas.

    • Marcelo Bretas

      José Henrique, é do mesmo Ronaldo que estamos falando? Reconhecer filho? Ora, se é dele que assuma, não fez mais do que obrigação. Eu também o acho um fenômeno, pois veja: Troca o Barça pelo Real e Inter pelo Milan sem entender que essa rivalidade ultrapassa a questão futebolística, se recupera no Fla e vai para o Corinthians questionando quem tem a maior torcida, confunde homem com mulher, embaixador da Unicef pelas crianças e ao mesmo tempo garoto propaganda de cervejaria que é a porta de entrada do alcoolismo e por fim participa do comitê da copa, fecha os maiores contratos de publicidade e na reta final abre seu apoio político ao candidato de oposição ( tem todo direito ) criticando o país ao invés do governo. Ele nunca passou de um oportunista, mercenário e um mau exemplo de cidadão. Em tempo, antes que questione, quem nos deu a copa de 2002 foi o Rivaldo.

      • José Henrique

        Então tá. Você já julgou e condenou. Parabéns, senhor juiz. O que eu vou argumentar com você.?

        • RENATO77

          E o Romario…mesmo caminho…garoto propaganda durante a copa…
          Sobra pouca gente séria de verdade.

          AK: Situação diferente. Romário se posicionou contra o que considera errado na Copa, temas que são amplamente conhecidos. Isso não o impede de lucrar com a própria imagem.

          • José Henrique

            Renato. Seguindo essa linha, vamos pedir para dispensarem o Neymar que recebe da Cbf, sendo agenciado pela empresa do Ronaldo. Está duro de aceitar argumentos estapafúrdios.
            Acho que disso que estão falando. Ou não?

            AK: Qual é o problema de receber da CBF, como jogador da Seleção, e ser agenciado pela empresa do Ronaldo? Não deveria ser tão difícil perceber a diferença brutal entre as situações apresentadas. Terrível confusão de conceitos.

          • RENATO77

            Impedir? Claro que não impede, nada impede a incoerência…certamente não o fez por necessidade financeira.
            AK, é o samba do crioulo doido!
            Até a neta do Havelange…haja plasil…dramin…tô cheio da “ética de conveniência”.
            Abraço e que Deus nos ajude.

            AK: Aí é que está. Seria incoerência se ele fizesse parte da organização, estivesse ligado aos aspectos que questiona e critica. Ou se tivesse se manifestado contra a realização da Copa do Mundo no Brasil, independentemente de como ela fosse feita. Quanto a Joana Havelange, obviamente é um escândalo. Um abraço.

            • José Henrique

              Olha aí uma grande oportunidade, para quem concorda com ela, comprovar o que “acham”.

  • Ricardo

    Parada obrigatória na África do Sul para adaptação e atualização dos níveis de paciência. Quanto a Ronaldo, não dá ponto sem nó.

  • Fernando Cunha JR

    Bela matéria, AK.

    Eu vejo Ronaldo se transformando em um “Pelé”, para que consigamos distinguir o Ronaldo “jogador de futebol” do Ronaldo “pessoa física”. Agora, criticar o rapaz porque ele escancarou o que todo mundo já sabia desde 2007? O Brasil foi o país que teve mais tempo, na história da FIFA, a preparar um mundial, 7 anos, e faltando 16 dias, nada do que foi prometido está pronto. Alguns alienados e apoiadores do governo dirão “AH, mas a Dilma falou 10% de tudo está pronto”. Em que planeta esse povo mora? Entenda, não estou criticando abertamente o PT, e sim todas as esferas do governo e, principalmente, o povo que é burro e ignorante, em aceitar as promessas como premissas de bom governo mesmo as promessas não estando prontas a tempo! O exemplo clássico das promessas foi o dito “trem bala” entre SP e RJ, que nem está na fase de projeto! Isso sem contar os valores exorbitantes gastos nos estádios e nas palavras de donos de clubes como o Corinthians que “não usariam dinheiro público de maneira alguma” e o estádio já custa mais de 1,2BILHOES de reais, e que mais de 80% desse montante veio de dinheiro público!

    O problema não é a Copa. Nunca foi. O problema é que o povo começa a engatinhar no entendimento de seus direitos, deveres e sua respectiva cobrança, num país onde se ganha pouco, paga-se muitos impostos e não se vê dinheiro algum sendo revertido para melhoria de vida da população, muito pelo contrário, onde se vê que o dinheiro de nossos impostos são covardemente roubados pelos políticos que gerem o país!

    Um ponto que eu não consigo entender, na verdade até entendo mas me recuso a aceitar, é o fato do COI, com as olimpíadas de 2016 batendo na porta, não existe nem 10% da estrutura mínima necessária pronta, e o comitê não dizer nada, não falar nada! A única razão para que o COI não se manifeste contra o Brasil, cobrando duramente as autoridades brasileiras, ao meu ver, é que alguém está sendo muito bem “comprado” com o dinheiro público que é utilizado nas Olimpíadas 2016, não tem outra explicação. O COI já está vendo como ocorreu toda a discussão, andamento das obras (??), movimentação política e, pelo visto, não aprendeu nada.

    Enfim, esses dois eventos, que em qualquer lugar sério no mundo, seria de suma importância para desenvolvimento econômico, sustentável, de infra estrutura urbanística e logística, no Brasil virou uma mina de dinheiro para todos os envolvidos.

    Uma pena que o Brasil não soube aproveitar essas duas grandes oportunidades.

    • José Henrique

      Talvez você encontre parte da resposta, sabendo quem tem os direitos de transmissão dos jogos.
      Pode ter a certeza de que apesar de mais cara do que a copa, (http://esporte.uol.com.br/rio-2016/ultimas-noticias/2014/04/16/orcamento-olimpiada-de-2016.htm) as criticas serão bem suaves. Com toda certeza.

      • RENATO77

        A Olimpíada?
        Esse “prato” está no forno, será servido no momento certo e com o molho de acordo com quem estiver no poder a partir de 2015.
        Abraço.

        • Fernando Cunha JR

          José e Renato, o mais absurdo dessa história é que o governo passa uma idéia para o povão, que não tem senso crítico nenhum, de que a culpa é da FIFA por “exigir” que o caderno de encargos seja cumprido! Apesar de saber que a FIFA não é nenhuma “coitadinha”, o Blatter disse uma coisa muito corretamente: “A FIFA não ofereceu a copa ao Brasil, o Brasil que se ofereceu para sediá-la.” e isso é a verdade-mor do assunto todo. Eu tento, mas não consigo desvincular qualquer crítica política, pois, na minha humilde opinião, o principal culpado é o governo. E o governo faz a melhor propaganda que existe, que é a anti-propaganda do que funciona e já existe. Nossos políticos não são humildes e isso causa muito problema.

          Excelente comentário sobre a olimpíada e concordo em gênero, número e grau. Uma pena que a história da Copa se repetirá com as Olimpíadas.

          E, de novo, digo que é uma pena que o Brasil não soube aproveitar essas duas oportunidades para melhorar a vida de seus cidadãos e mudar sua imagem externa, que hoje em dia é que o “jeitinho brasileiro” impera em tudo o que acontece no país.

          abs!
          FJR

  • Thiago

    O Ronaldo prestou um grande desserviço e conseguiu desagradar ao povo brasileiro, ao governo e à própria Fifa, dando uma guinada de 180º em seu posicionamento sobre a condução dos preparativos para o Mundial a 15 dias do evento. Em sua condição de ídolo esportivo, aprovar e apoiar sem ressalvas durante 7 anos todo o processo moroso, burocrático, corrupto, superfaturado e oportunista de organizações e governos locais e estrangeiras provou que, na vida real, não apenas fez parte do conchavo de tudo o que foi realizado, como se mostrou ser mais oportunista e corrupto que os demais ao fingir não saber que seria assim, até porque, foram 7 anos acompanhando de perto tudo o que foi feito. Tirar o corpo fora agora, prova que além de falta de caráter, é um covarde que só quer TENTAR se dar bem. Mas com a mídia em cima, acho pouco provável que o povo brasileiro esqueça essa declaração tão cedo.

  • Luiz Carlos Giublin Junior

    Penso que Ronaldo está sendo oportunista. Depois do “não se faz copas com hospitais…” ele ficou muito desgastado. Vendo a insatisfação da maioria com a Copa resolveu “salvar as aparências”. Porém, independente da motivação, penso que ele está certo. Todos os envolvidos com a organização da Copa (CBF, COL e governos federal, estadual e municipais) não tem competência para organizar uma partida de truco em casa. Aqui no Paraná, o governo do Estado e a prefeitura de Curitiba deram ao CAP um estádio novo, doando 123 milhões de reais (à fundo perdido) e financiando o restante com prazos e juros de pai para filho, mesmo estando ambos em estado pré-falimentar. Até hoje não temos um orçamento da obra, tocada por uma empresa para fins específicos, presidida pelo presidente do CAP. E tem mais, pode anotar aí, o CAP não vai pagar os empréstimos. Logo após a Copa vai entrar com um pedido de reequilíbrio econômico-financeiro dos contratos e jogar o problema para a justiça(ou seja para o reto da vida, pelo menos a minha e a do Petraglia). Esta Copa é uma vergonha. Também, organizada por um governo que tem a cúpula do seu partido na penitenciária, só podia dar nisso…Independente da tua motivação Ronaldo, vc está certo.

  • Juliano

    Sempre que entrevistam o brasileiro médio nas ruas, vemos frases como a do Ronaldo: “vergonha com a imagem do Brasil lá fora”. É sério isso? Qualquer brasileiro deveria é se preocupar com as necessidades básicas (educação, saúde e segurança) que não são atendidas, com ou sem copa. Vergonha com a imagem lá fora pelos atrasos? A preocupação não deveria ser com a imagem lá fora, onde o brasileiro médio jamais irá pisar, deveria ser com o superfaturamento e a realização de obras emergenciais sem licitação, pagos com dinheiro público, fruto de impostos pagos com suor e lágrimas. É um discurso inocente, pra ser gentil.

    Estou pouco me lixando para “imagem” do país. Me preocupo com coisas concretas. Não com um gringo que passará alguns dias aqui, ou com alguém que nem aqui virá, vendo tudo pela televisão. Isso é uma preocupação??? Não minha! E mesmo que a imagem fosse boa, mudaria alguma coisa aqui no dia-a-dia desse brasileiro médio? Que diferença faria em sua vida? “Estou feliz, pq lá fora a nossa imagem tá bonita. Agora vou ali pegar 3 conduções em péssimas condições, me matar de trabalhar pra moral mal, comer mal e rezar pra não ficar doente”.

    Brasileiro, não se preocupe com a imagem. Preocupe-se com mudanças que farão a diferença para a população brasileira, para os seus descendentes.

    Vejo o Ronaldo perdido. Perdido em seus interesses. Falando em imagem, a dele está queimada e faz tempo, e pelos mais diversos e até inusitados motivos. Ah, mas ele estará comentando a copa, no papel de maior artilheiro, na tv aberta de maior audiência do país, pagando de bom moço.

    De qualquer maneira, difícil dizer pra quem fica mais feio: o bastante queimado Aécio se juntar ao Ronaldo, ou vice-versa. Acho que ficou ainda pior pros dois. Estão fazendo o favor, um ao outro, de piorar suas imagens, aliando-se. Bizarro.

    Abraço!

    • RENATO77

      Concordo, não vejo a hora dessa copa acabar e com ela o fim do tiroteio de sujeira pra todos os lados sem a menor preocupação com a coerência…mas em seguida vem as eleições….que venha 2015.
      Abraço.

      • José Henrique

        Eleição é isso mesmo. Vamos esperar 2015,… se não incendiarem o país até lá.

  • Ricardo

    As notícias continuam animadoras, de acordo com Joana Havelange, “o que tinha que ser gasto, roubado, já foi…” E Dilma afirma que nossos aeroportos não têm “padrão Fifa”, têm “padrão Brasil.” Falta mais alguma coisa?

    • RENATO77

      Joana Havelange…

  • Teobaldo

    Posso até parecer ingênuo, mas acho que o comentário do Ronaldo não teve outro objetivo a não ser mostrar a sua indignaçãoo com a total desorganização demonstrada até este momento. Indignação tardia, é verdade, e totalmente “non sense”, afinal não ele é membro do COL (Comitê ORGANIZADOR Local)? Em outra linha de entendimento tenho para mim que a FIFA só não tirou o evento do Brasil porque ela e seus patrocinadores, apesar da zona e do medo de algo dar errado (algo vai dar errado, parece ser essa a tendência), nunca ganharam tanto dinheiro. Ou não?

    • José Henrique

      Ingênuos todos somos. Atribuir a Ronaldo, responsabilidade por atrasos em obras, é um argumento que passa bem longe da ingenuidade de quem o usa. Licitações, empresas, o cara deixou tudo acontecer?
      Como pode Ronaldo? Você é um grande picareta de duas caras. É isso subliminar ou descaradamente o que estão dizendo dele, sem a mínima coerência, e conhecimento de até onde ele teria tanto poder.

      • Nilton

        José Henrique, acho que o teu problema na interpretação dos cometários esta ligado ao fato de que o Ronaldo TINHA e TEM a obrigação de cobrar os governos federais, estaduais e municipais e os Clubes que cederam os seus estádios, para que tudo acontece-se conforme o acordado. Se ele estivesse questionando os atrasos desde 2010, não teria problema nenhum dele fazer este comentário que fez.

        Para você te um parâmetro, imagine que agora na reta final o Romário resolvesse apoia irrestritamente o que foi feito do jeito que foi feito e o que não foi feito. O que você acharia do Romário.

        Ps. Você citou em post anteriores “Mostrou ser craque assumindo filho por erros quando jovem”, porem você já parou para pensar que na época em que ele era jogador a imagem dele varia milhões (e ainda hoje continua valendo), e que assumir o filho custou apenas alguns milhares. Se ele tivesse o mesmo numero de filhos que o MC Catra tem, mesmo assim seria vantajoso ele assumir todos, do que ter a imagem manchada e perder o patrocínio vitalicio que ele tem com a Nike.

        • José Henrique

          Nilton. O que eu questiono é o fato de estarem demonizando Ronaldo por ter critica atrasos.
          Afinal qual a razão desse patrulhamento? Que eu saiba estamos em um pais democrático onde os cidadãos, inclusive o Ronaldo, tem total liberdade de dizer o que pensa.
          Estão dizendo, “Ronaldo, deveria ter cobrado….etc etc”
          Os que dizem isso, (já pararam prá pensar?) já se perguntaram se ele não cobrou?
          Estão atribuindo a ele poderes que não tem. Deveria ter cobrado e conseguido. É isso?
          Enquanto colaborador, ele foi discreto e coerente, e sua declaração foi um desabafo, talvez por não ver concretizado o prometido. Ficaria bem durante o tempo em que antecedeu os dias de hoje, ele ficar criticando os próprios companheiros do comitê?
          Impressionante para mim é essa crítica sem qualquer razão, talvez porque tenha manifestado apoio ao candidato do seu estado, sabemos lá se por amizade o porque.
          Será que preferiam vê-lo ainda ao lado de outros candidatos para poder continuar a malhar o Judas?
          Eu já joguei votos fora, e me decepcionei também, se for por esse motivo, também sou incoerente, e acho que a maioria de todos nós.
          Quanto ao fato de ter milhões quando jovem, e pouco representar assumir filho com “alguns milhares”, não estou dentro da cabeça dele para julgar os conceitos morais que tem nessa questão. Supor que ele aceitou apenas porque era rico, é prejulgar caráter, coisa que não faço por achismos.
          Sei do fato. Acolheu filho, isso é inegável, e é o que conta para mim. Se ele ama esse filho ou não, não cabe a mim e nem a você julgar.
          Como não julgo Pelé, que deve ter tido os seus motivos para não ter o mesmo comportamento, embora igualmente rico e famoso.
          O achismo infelizmente é talvez um dos maiores culpados por julgamentos errados por danos irreparáveis de reputações. “Acho que o Ronaldo, só adotou porque era rico”.
          Se é para recorrer a “achismos”, acho que Ronaldo sofre por ter sucesso.
          Recomendo um filme sobre isso, dos anos 60, “Os dois mundos de Charly”. se encontrar, claro.

  • marcelo

    Ora,
    Este empresário, ex-jogador de futebol, é um dos responsáveis pela desorganização da Copa. Simples assim. Ele é um dos responsáveis!

  • E agora essa Havelan… ups, Avelã Jada!

    http://felldesign.wordpress.com/2014/05/27/avela-jada/

    “O que tinha que ser roubado, já foi!!!”

    Joana Havelange, grande pensadora contemporânea!

  • Murilo SC

    Ola Andre, ontem assisti o programa Encontros Mundiais com Zico e José Padilha, conversa franca, bate papo mesmo, achei sensacional. Parabéns.

  • Alexandre

    Neste episódio, o Ronaldo demonstrou, mais uma vez, e de forma cabal, que é um oportunista mau caráter. Sem mais.

  • RENATO77

    Publicado na Coluna De Prima, do Lancenet:

    “Conselheiros do Corinthians de várias tendências discutem seriamente a ideia de entregar o Parque São Jorge, a sede, como pagamento da Arena de Itaquera. O raciocínio dos conselheiros é que o clube social ficará às moscas, quando os jogadores não o visitarem mais. E assim dará mais prejuízo e perderá o sentido. Sem ele, o clube se focará no futebol, que para eles é o que interessa.”

    Se isso não é má fé…
    Beira o ridículo, mas sempre tem aquele que acredita.
    O único estádio ganho de graça que o ganhador não conseguirá pagá-lo.
    A mídia se superando, dia após dia.
    Infelizmente não é apenas sobre este assunto que o nível é rasteiro, vivemos a universalização da desinformação.
    Viva o google.
    Abraço.

    • José Henrique

      Renato, para fazer justiça, gosto do ” De Prima” quando o Marcelo escreve. Este ultimo que vem postando interpola demais.

      • RENATO77

        JH, o mantra inicial da mídia era “estádio ganho de presente”, foi devidamente repetido por não menos que os primeiros 30 meses das obras, foi esgotado…e sendo derrubado pela realidade e pela própria fragilidade de argumentos.
        O próximo passo foi criar um novo mantra…”não conseguirão pagar”…”assumiram uma dívida que irá manter o clube à míngua por decadas”…
        Lembram do caso de Oruro?
        Pois bem, primeiro a mídia demonizou os doze torcedores, o próprio clube e o restante da torcida. Meses nesse caminho. Depois, esgotado esse viés, quase canonizaram os doze de Oruro, dava a impressão que ao serem libertados, haveria cortejo em carro de corpo de bombeiro pelas ruas de Sampa.
        A mídia em geral, trata tudo o que gira em torno do SCCP com esse método. Sempre levar o assunto aos extremos, NÃO HÁ O MENOR COMPROMISSO COM O BOM SENSO, menos ainda em esclarecer a situação.
        Diante disso tudo, o que resta aos pobres cidadãos Corinthianos é esperar pelas tais prestações de conta e pelo fechamento da venda dos NR.
        Abraço.

        • José Henrique

          Renato. Compromisso com bom senso não há mesmo. Hoje mesmo assisti o SPORTV, e vi o Rizek lendo a reportagem da Exame, que fala em custo do estádio em 1,4 bilhão.
          Impressionante, ao custo orçado do estádio, acrescentaram os 400 milhões do empréstimo do BNDES nessa conta. O empréstimo é para pagar os custos, e não ser somado a eles. Aí já é abusar da inteligência dos leitores, ou telespectadores.
          Vamos então recusar o empréstimo, que o custo cai para 1 bi. É mole ler isso?
          Para eles o Corinthians é o único beneficiado em tudo, se preocupam até com “especulado” superfaturamento em obra particular. É um absurdo ou não é? Você constrói a sua casa e superfatura. É prá rir ou prá chorar? E o resto??? Tudo beleza? Mineirão, Maracanã, Baixada, Inter, Grêmio, todas com incentivos às construtoras, mas é o do Corinthians que incomoda.
          Não quero acreditar em discriminação, mas diante de tanto desprezo pelo bairro de Itaquera, fico pensando se isso é pensamento de moradores diferenciados da cidade, ou de quem.

        • Juliano

          Renato, acredito que ouvimos/lemos/assistimos mídias diferentes. Nunca vi nas mídias que acompanho esse mantra de “ganho de presente” (estou falando sério).

          E também nunca vi o “não conseguirão pagar”, mas sim já vi questionamentos de COMO irão pagar, geralmente dirigidos ao Andrés Sanchez, e geralmente respondidos por ele.

          Agora, o que eu sempre acompanhei foi a parte da isenção de impostos. Isso eu posso dizer que li/ouvi, em fontes diferentes. Sim, a maioria não concorda, e aqui incluo o Corinthiano mais sensato que já vi, Juca Kfouri (e usar outras isenções pra outrem não serve, não se justifica um erro com outro). Sempre que o assunto é esse, me informo com leituras no blog dele, pela credibilidade e pela coerência, onde ele discerne o certo, o errado, e o coração.

          Quando selecionamos nossa fonte de informação separamos o joio do trigo. Não coloquemos tudo em um balaio de gatos. Se o fizermos (como a tal “mídia” ou “imprensa”, por exemplo), estaremos sendo injustos com os profissionais que fazem um excelente trabalho em matéria de informação, e baseados nisso, de opinião.

          De acordo?

          Abraço!

          • RENATO77

            Juliano, a respeito desse assunto, de como a mídia trata o SCCP, já disse quase tudo em outra oportunidades…poderia continuar dando mais exemplos, mas acho que seria inutil pois voce está convencido de que o tratamento é igualitário e provavelmente acha que é até tendencioso favoravelmente. E mais, não creio que o AK tenha criado este espaço para que seja debatido esse tema, portando encerro aqui esse tema….pelo menos por enquanto…rsrsrsrsrsrs…
            Quanto ao JK, respeitado jornalista que o tempo insiste em não esbranquiçar os cabelos, as vezes ele tenta ser tão isento quando o assunto é Corinthians que acaba errando na dose. Não digo isso exatamente nesse ponto dos incentivos fiscais, esse é o termo correto e não isenção fiscal.
            Abraço.

            • Juliano

              Renato, assino embaixo o que disse a respeito deste espaço e do modo que temos utilizado.

              Porém, eu insisto em que paremos (todos) com essa vitimização do clube do coração. Não são só corinthianos, muitos torcedores de todos os times se utilizam desta agenda. Eu não concordo, acho que “a mídia” tem mais o que fazer. Bom, taí a IUSPT pra me desmentir. Acho errado a generalização “mídia”, “imprensa”. É leviano não dar nomes aos bois e é desonesto colocar todos no mesmo balaio. Devemos nos pautar pelos melhores, concorda?

              Pra finalizar sobre a vitimização: acho que cada clube recebe um espaço do seu tamanho (time com grande torcida ocupa maior tempo nos telejornais esportivos), e exatamente pelo seu tamanho a repercussão de suas ações tem a mesma medida. Paremos com “mídia x meu clube” e não tocamos mais no assunto?

              Isenção ou isentivo, tais impostos não serão cobrados. Eu declaro IR, não sou isento, estou certo que você também. Enfim, é sobre isso que todos discutem, mas já foi. A revista exame fez uma reportagem mais completa a respeito do estádio. Juca divulgou em seu blog. Deixemos assim e vamos adiante.

              E sim, os cabelos dele não embranquecem. Eu, com 31, estou ficando cromado. AK, é tinta? hahaha

              Abraço!

          • José Henrique

            Já disse que gosto do Juca, porém nesse caso da isenção para a zona leste aprovada em 2004, ele está completamente enganado.
            Supor que uma lei de 2004, tivesse sido criada para beneficiar o corinthians em 2011, é o fim da picada. Me desculpe. Esse é um dos tais “mantras” citado pelo Renato.
            Olha a lei aí. Isso não é opinião de ninguém é documento.

            http://ww2.prefeitura.sp.gov.br/arquivos/secretarias/financas/legislacao/Lei-13833-2004.pdf

          • José Henrique

            Só acrescentando, essa obra gerou 2.500 empregos diretos durante 3 anos, e gera mais 800 empregos permanentes após a conclusão. Muito mais do que muitas empresas.
            Você mesmo, pode abrir a sua empresa lá, que receberá os mesmos incentivos.
            Se a dor de cotovelo é porque temos um terreno naquela região abandonada por todas as administrações anteriores, uma verdadeira cidade dormitório, não temos culpa.
            O fato é que contribuímos com o bairro, exatamente como previa a lei.
            Negar isso, é pensar que somos todos bobos. E mais, a isenção só acontece se houver investimento, e se caso não houvesse estádio não haveria imposto nenhum. Portanto chamar isso de “dinheiro publico” é uma falácia imperdoável.
            Acontece que isso foi repetido a exaustão para virar verdade absoluta, como é de praxe aos criadores de “mantras” como o tal de “apito amigo” por exemplo, que constrange árbitros por antecipação.
            “Mantra”, que o estádio foi “dado” ao corinthians, se vc. não viu, talvez seja porque só lê matérias de seu clube, o que está muito certo em fazer.
            Nessa própria matéria está perfeitamente clara essa afirmação, ao dizer que não será pago.
            Veremos, após a publicação dos números, se terão a humildade de publicar uma retificação. Evidente que não.

MaisRecentes

A vida anda rápido



Continue Lendo

Renovado



Continue Lendo

Troféu



Continue Lendo