ATRÁS DO GOL



Eu estava atrás de um dos gols durante o Espanha x Itália de ontem. Nos últimos anos, tive o privilégio de ver muitos jogos do Barcelona de dentro do campo, nesta mesma posição.

É ruim em alguns aspectos. A outra área fica muito longe e não se tem a mínima noção de profundidade. Em compensação, você percebe tudo o que acontece perto de onde está. Detalhes, reações e até mesmo uma ou outra conversa entre jogadores.

Mas o maior benefício é poder observar o jogo por outra orientação. Pela televisão, ou na posição de repórter de campo na linha lateral, o futebol é muito mais de uma área à outra. Atrás do gol, é possível perceber claramente como o jogo se desenvolve para os lados, de uma lateral à outra.

E nisso, o Barcelona e a seleção espanhola são formidáveis. O fato de Andres Iniesta jogar em ambos é uma das explicações.

No amistoso contra os italianos, a Espanha (1 x 0: Pedro) imprimiu ao jogo um ritmo raro de se ver em encontros que nada valem. Cesare Prandelli notou enorme disparidade física em campo, impressão que escapou a poucos.

Iniesta (Prandelli disse ao Marca que ele é “o melhor jogador do mundo”. Terei uma coluna sobre isso em breve) foi quem determinou a velocidade, a pausa, as inversões de lado. De trás do gol, eram nítidas sua capacidade de movimentação e sua interferência.

Quando David Silva entrou, no segundo tempo, as associações entre ele, o próprio Iniesta, Thiago e Pedro atormentaram a Itália. O gol saiu assim.

A Itália sentiu a falta de Balotelli e De Rossi. Não possui elenco suficiente para, na ausência de algumas figuras, encarar os espanhóis em volume ou ser eficiente nos breves momentos em que tem a bola. Atuação especulativa.

Quanto a Diego Costa (escrevo sobre ele no Lance! de hoje), não foi a estreia desejada. As diferenças entre as maneiras de atuar do Atlético Madrid e da seleção espanhola são brutais, especialmente para ele. Questões de compatibilidade de estilos que não se resolvem em dois treinos.

De trás dol gol, a lembrança – mais uma – que ficará é a de Iniesta dando as cartas. O que ele faz é verdadeiramente especial.



MaisRecentes

Vencedores



Continue Lendo

Etiquetas



Continue Lendo

Chefia



Continue Lendo