CAMISA 12



(publicada ontem, no Lance!)

RESCALDO

De acordo com o que sabemos hoje a respeito da transferência de Neymar para o Barcelona, é razoável dizer que, das quatro partes envolvidas (os clubes, o jogador e a empresa de seu pai), só o jovem astro saiu “ileso” da negociação.

Neymar está vivendo seu sonho. Joga no clube que escolheu e pode controlar o próprio destino. À exceção de uma lesão grave (toc-toc-toc), sua trajetória dependerá apenas do que ele for capaz de fazer – e Neymar, para azar dos que lhe têm antipatia, é capaz de muito.

A quem o acusar de não ter agido corretamente com o Santos ao disputar o Mundial de Clubes já sob acordo com os catalães, Neymar sempre poderá responder que foi um efeito colateral da única maneira de garantir que seu futuro se daria onde ele queria. É uma prerrogativa de qualquer pessoa.

Claro, a transação pode vir a ser um sucesso para o Barcelona. Dependerá de conquistas coletivas que tenham a participação decisiva do brasileiro, o que compensaria as convulsões internas e a situação política delicada. As tais “confidencialidades” do contrato derrubaram o presidente Sandro Rosell e mantém seu sucessor no alvo da oposição. Também criaram uma controvérsia salarial.

Na semana passada, Josep Bartomeu declarou publicamente que o Barcelona pretende que Lionel Messi seja o jogador mais bem pago do mundo. É o equivalente a você publicar um anúncio no jornal para dizer que gostaria que sua mulher fosse feliz. Recibo de problemas, não de solução. A herança de Rosell é cruel.

O Santos sempre conviverá com a verdade incômoda de ter vendido um diamante por muito menos do que ele valia. E com a impressão de ter sido manipulado pelo outro lado da mesa. Sensações desagradáveis e duradouras.

Neymar pai, cuja empresa recebeu 40 milhões de euros em comissões, está em modo de controle de imagem e pode receber demandas judiciais. Se o plano era proteger Neymar Jr., deu certo.

MEMÓRIA

Lembra de quando o adiantamento de 10 milhões de euros e o contrato com o Barcelona eram invenções da imprensa ou coisa de gente que queria prejudicar o Santos? Como será que aqueles que se proclamam “defensores da instituição” têm recebido as últimas informações? Seria salutar que esse episódio deixasse lições, mas infelizmente é pouco provável.

CASO LUSA

Esquizofrênicos podem inundar as redes antissociais com acusações feitas sem responsabilidade e baseadas no que eles gostariam que fosse verdade. Mas investigações jornalísticas funcionam de outra forma. Seria ótimo se grandes histórias pudessem ser apuradas com apenas um telefonema, em poucos minutos. Pior do que não entender isso é não perceber o benefício do debate.



  • Ailton

    Caro Andre

    As vezes você mesmo não defende o debate, como no caso da Lusa você acha que deveria adequar a pena do regulamento por utilizar um jogador suspenso na última rodada e esta pena causasse um rebaixamento.
    O Se não joga, entretanto com o empate da Lusa com um gol do Heverton no último segundo da partida rebaixasse o Vasco que goleou o Atletico/PR, o que deveria prevalecer o regulamento ou o resultado da partida?
    Sobre o caso Neymar, só não podem dizer que o Santos tomou de 4 porque o Neymar tinha recebido dinheiro antecipado do Barcelona. O Santos deveria agradecer por não ter tomado de 8, como aconteceu em 2013, pois se o Barcelona não desacelerasse esse no mínimo seria o placar do jogo.

    Feliz 2014.

    Ailton

    AK: Seus comentários são publicados. Isso é debate. Um abraço.

    • Ailton

      Caro André

      Concordo com você, mas há também de concordar que o debate não é só isso. Coloque em debate a hipótese do rebaixamento do Vasco (“com o empate da Lusa com um gol do Heverton no último segundo da partida rebaixasse o Vasco que goleou o Atletico/PR, o que deveria prevalecer o regulamento ou o resultado da partida?) e você apenas ignorou?

      Abraços

      AK: Você quer definir o que é debate?

      • Ailton

        Caro Andre

        Não quero debater com você definindo o que é debate.

        Quero debater a seguinte suposição: “empate da Lusa com um gol do Heverton no último segundo da partida rebaixasse o Vasco que goleou o Atletico/PR, o que deveria prevalecer o regulamento ou o resultado da partida?”

        Podemos debater isso?

        Abraços

        AK: Claro que não. Mas você pode oferecer sua opinião sobre o que quiser.

        • Ailton

          Caro Andre

          Desculpas se te deixei de saia justa com esta suposição.

          Abraços

          AK: Você está com alguma dificuldade? Não é aqui que vai resolver…

  • Eddie The Head

    Prezado,de tudo o que você escreveu sobre Neymar só discordo quando você diz que o Santos o vendeu por muito menos do que ele valia. Acho que o clube o vendeu pela quantia que queria,mas nem sempre as transações financeiras entre clubes são lisas e transparentes,ao contrário. Eu não estava lá e nem sou entendido no assunto,mas tenho a fortíssima impressão,quase certeza,de que o valor que realmente foi pago pelo Barcelona não foi o divulgado. Como foi pago,a quem foi pago e quanto foi pago,como diria D. Milu…”MISTÉÉÉRIO!”.

    Sobre o Caso Lusa,você acha que dá para prever um desfecho? Dizem que o próximo campeonato pode ter 24 clubes,e mais um monte de coisas. O que você acha que realmente vai acontecer?

  • Francisco Jose Muniz Barreira

    André, apesar de toda a confusão causada pelos casos da Portuguesa e do Flamengo, com a perda de pontos na tabela do campeonato, agora mesmo, na Copa do Nordeste, há clubes já punido (Botafogo PB) e outro com ameaça de punição (Potiguar RN).

  • Cleibsom Carlos

    Respeito sua opinião, mas achar que a imagem de Neymar não está sendo prejudicada por este imblóglio todo não me parece fazer muito sentido e eu penso justamento o oposto: Neymar é o mais prejudicado nesta tramóia toda, se ele já tinha de jogar muito para se manter no Barcelona agora terá de jogar bem mais. A idéia de “jogador alienado manipulado pelo seu estafe” que alguns tentam vender não cola! Neymar, para o bem e para o mal, sabia da gambiarra mal cheirosa desde o início…

  • Luiz Mello

    Não coloco muito peso no fato do Neymar ter enfrentado o Barcelona tendo um compromisso prévio com este clube. Apesar de não ser ideal, isso acontece no futebol e é uma consequência inevitável da liberdade que o profissional tem de escolher onde vai atuar (uma liberdade que, espera-se, hoje seja amplamente reconhecida como básica).

    O problema aí é o timing. Via de regra, jogadores com contrato por expirar estão livres para ser abordados por outros clubes e/ou negociar com os mesmos. Negociar com jogador com tempo de contrato pela frente é provavelmente ilegal. (Sei que em algumas ligas o prazo é de 6 meses para o fim do contrato, mas não sei se essa regra é internacional, ou se varia conforme o local).

    Seja qual for a regra vigente, é significativo que esse acordo tenha sido “por baixo dos panos”. É só contrastar, por exemplo, com os anúncios das transferências de Götze e Lewandowski para o Bayern. Muita gente ficou incomodada, mas ambas foram feitas dentro das regras e, portanto, podem ser públicas sem qualquer problema.

  • Matheus Brito

    O caso da Lusa me parece que merecerá explicações na polícia. Podemos estar lidando com o maior absurdo da história do futebol Brasileiro (caso seja comprovado que alguém recebeu dinheiro para escalar o everton ou para disponibilizá-lo para o jogo, já que quem escala parece não ter culpa). Maior que o caso Edilson, maior que as inúmeras viradas de mesa que já vimos. Podemos ter um caso onde alguém do clube recebeu dinheiro para que seu clube fosse rebaixado em lugar de outro. Nesse caso, a dupla FLA-FLU aparece como principais interessados (como diz o AK, trolls, não estou dizendo que pagaram). Mas me pareceu meio precipitado por parte do MP dizer que “há indícios de que alguém na Lusa receu dinheiro…”, mesmo defendendo a transparência total dos fatos, acho que o segredo de investigação ajudaria mais que o seu alardeio.

    Caso Neymar: O Santos não ganhou todos os títulos que achava que conquistaria mantendo Neymar, ganhou sim holofotes e dinheiro. Talvez o maior legado da permanência por tanto tempo foi o fato de ele estar no Santos no momento da negociação dos novos contratos de TV, que dificilmente terão valores reduzidos daqui pra frente, e que trouxeram o Santos para um patamar que antes pertencia a cinco lubes apenas. No mais, muita coisa a ser explicada. Fato é que esse papo de empréstimo do pai de Neymar não colou. Se é verdade que o Santos não sabia dos 10 milhões de Euros, por que Neymar pai não sentou com a diretoria do Santos e informou que iriam cumprir o contrato, mas que o jogador estava apalavrado com o Barça e que o Santos ou o vendesse logo ou ele sairia por menos do que vale.
    A condução foi errada e a mentira, mesmo após a imprensa divulgar o fato, tornou o caso nebuloso. O jogador e seu pai ganharam mais dinheiro na transação do que o clube e a DIS juntos (e ao que parece, sabiam que seria assim). Nada contra ao contrário, mas por que esconder do Santos? imaginaram que ninguém da oposição do Barça sentiria falta de 40 milhões de Euros? Mas o mais absurdo, de quase 100 milhões de Euros, o Peixe só levou 17?

    • Ailton

      Caro Matheus

      Não esqueça que Heverton estava concentrado antes do do jogo do Flamengo, qual o interesse do Flamengo nisso? Será que fosse apenas o Flamengo a ser punido, você acha qual seria a preferência da cbf Flamengo ou Fluminense?

      Abraços

      Ailton

      • Matheus Brito

        Não disse que o Flamengo pagou, nem tampouco o Fluminense. Nem sei se alguém pagou. Por enquanto há indícios de que algo assim aconteceu. Mas é sério que você quer saber o interesse do Flamengo nisso?

        • Ailton

          Caro Matheus

          Não falei que o Fluminense pagou. Só falei qual o interesse do Flamengo nisso? Em solicitar que a Portuguesa concentrasse um jogador suspenso e depois colocasse no dia seguinte para ele, Flamengo, pudesse colocar o seu jogador suspenso para jogar, num jogo de entregar de faixas.

          Para você faz sentido isso? Então quero sim que você me diga: qual o interesse do Flamengo nisso?

          Abraços

          • Matheus Brito

            Caro Ailton,

            O jogador estava concentrado porque a Lusa “não sabia” que estava suspenso. Não sei pra você, mas pra mim está claro que se a Lusa recuperar os pontos e o Flamengo não, este último cai. Qual o interesse nisso? O Flamengo jogou no dia 07 e colocou um jogador em campo que até o Lance já havia informado que estava suspenso (réu confesso). A portuguesa jogou no dia 08 e colocou em campo um jogador que “alega não saber” que estava suspenso. No fim das contas, um integrante da dupla Fla-Flu cai se a Portuguesa recuperar os pontos, a definição de quem cai dependeria do Fla recuperar ou não os seus. Pergunto: Qual o interesse do Flamengo nisso?

            • Ailton

              Caro Matheus

              Você diz que a Lusa “não sabia”, só que esta não foi a linha de defesa dela. Basta procurar qualquer jornal do dia seguinte nem mesmo o Lance faz a suposição de caso de vitória do Fluminense ou Vasco o Flamengo estaria REBAIXADO. não seja ingenuo se a Lusa não coloca o Heverton a cbf não denuncia o Flamengo e se denuncia aceita a defesa do jogador suspenso na Copa do Brasil que já tinha cumprido a suspensão automática.
              Rebaixar o Flamengo sem ser no campo a cbf tem que ter muita moral. Contrariar 40 milhões de torcedores, sonha Matheus.
              Qual o interesse do Flamengo nisso?
              Abraços

      • Robert

        Meu caro Aílton, não se trata de interesse da cbf , se trata de cumprir o regulamento acordado por 20 clubes… o filho sempre ajuda o pai? Nesse caso parece q sim pois o fla ajudou o pai do futebol no Rj e do próprio clube d regatas, o Tricolor carioca
        Fui

        • Ailton

          Caro Robert

          O Andre foi suspenso na Copa do Brasil e cumpriu suspensão automática no Brasileiro não esqueça disso. Regulamento, norma, lei são interpretações. SE a Lusa não tivesde se enganado, o Fluminense jogaria a serie B em 2014.

  • Leandro Barbosa

    Melhor seria se vcs plublicassem no domingo o furo que o Flamengo deixou no sábado, após escalar André Santos, fato este que o Lancenet o fez na Sexta, mas simplesmente ocultaram no domingo

  • Leandro de Barbosa

    bla bla bla tadinho do Neymar

  • Cleibsom Carlos

    Quanto ao Caso Lusa concordo contigo que acusações feitas sem responsabilidade não é papel de uma imprensa descente. Sendo assim, por que muitos jornalistas, me arrisco à dizer que quase todos de S.Paulo, saíram em defesa da “inocente” Portuguesa e miraram a artilharia irresponsável no “malvado” Fluminense no início de todo o imblóglio?

    AK: Como é frequente, você está equivocado.

    • Cleibsom Carlos

      Claro!!!!!!E como é frequente você está certíssimo. Realmente a imprensa desempenhou um papel exemplar na cobertura do escândalo da última rodada do brasileirão 2013, tão exemplar que qualquer pessoa com o mínimo de ética fica enojada…

      AK: Sua cegueira é chocante. Foi exatamente pelo posicionamento de determinados jornalistas (pois “a imprensa” é algo que não existe) que este tema vem sendo esmiuçado em tantas esferas. Pense.

      • Ailton

        Caro André

        Voce diz: “Foi exatamente pelo posicionamento de determinados jornalistas que este tema vem sendo esmiuçado em tantas esferas”.
        Porque em nenhum jornal de domingo, em nenhuma rede de televisão aberta ou fechada foi comentado que o Flamengo poderia ser rebaixado pela escalação do André Santos? Seria apenas uma acusação de uma atitude que a cbf poderia não tomar, pois quem denunciou o Flamengo e a Portuguesa foi a cbf ao stjd. Não foi o procurador foi a cbf!!!!!!!!!

        Abraços

  • André,

    Até o momento não entendi seu ponto de vista no caso Portuguesa. Eu nunca acreditei na versão que o time não sabia da situação do Heverton, até porque foi amplamente divulgado que no julgamento do jogador, havia advogado contratado pela LUSA. Tudo bem, a punição foi severa demais, poderia ser outra que não a perda de pontos suficientes ao rebaixamento.
    O fato é que corremos o risco de ter um ano “bagunçado” em termos de campeonato brasileiro, e isso é muito ruim.
    Quanto ao caso Neymar, acho ele um jogador brilhante, em condições de ser o melhor do mundo, e que jogou demais pela seleção na copa das confederações.
    Mas faltou ética de todos os lados na negociação envolvendo o craque. Acho que as coisas deveriam ser feitas às claras, pelo menos entre todos os envolvidos. Agora, como quase todo “mal feito”, tá virando m…

    • Ailton

      Caro Espanhol

      Posso está enganado, que o AK me corrija por favor. A posição dele, a minha, tambem, num primeiro momento é que a punição é muito pesada por um fato que a Portuguesa desconhecia: o Heverton estava suspenso. No momento que a situação muda a Portuguesa sabia da suspensão, que cumpra o regulamento.

      Coloque para o AK o seguinte suposição: “empate da Lusa com um gol do Heverton no último segundo da partida rebaixasse o Vasco que goleou o Atletico/PR, o que deveria prevalecer o regulamento ou o resultado da partida?”
      Estou aguardando a resposta do AK

      Abraços

      • jorge

        Ailton,sempre deve prevalecer o regulamento.Isso é ponto final.O que pode ser revisto é a forma que como esse regulamento incide na competiçao.O regulamento determina a presença de um advogado representante do clube(ou atleta) que em questao esta sendo julgado para poder dar lisura ao processo.Mas o estatudo tambem determina a divulgaçao por parte da CBF,para amplo conhecimento de todos, todos os envolvidos ou interresados na competiçao.Clubes,jogadores,tvs e “.torcedores”etc,etc,etc.A CBF nao fez a parte dela.Ponto final.Quem errou foi a CBF.

        • Paulo Pinheiro

          O motivo do Estatuto do Torcedor exigir essa publicação é um só: para o torcedor que vá ao estádio já saiba de antemão se o jogador preferido dele vai poder jogar ou não. Não existe nenhum outro motivo pra isso estar lá. Eu acho até que o artigo extrapola em tornar “sem efeito” um ato de punição ao clube sem estar publicado. A questão do prazo de publicação também cabe debate. Você pode dizer que a punição não tem efeito se até hoje nunca foi publicada. Ou pode dizer que não tem efeito se não foi publicada antes da partida do cumprimento da pena. A lei não é clara nesse sentido. O fato é um só: a mesma regra e a mesma interpretação tem que ser aplicada para todos. Se o ato realmente não tinha efeito na data da partida ok: absolva-se Portuguesa e Flamengo. Mas puna-se todos os clubes que escalaram jogadores após a publicação, mesmo eles já tendo cumprido após os julgamentos. Porque se a interpretação for uma para Flamengo e Portuguesa e outra para os outros clubes aí sim teremos uma imensa palhaçada e a palavra “tapetão” escrita em caixa alta e letras garrafais!

          • NRA

            “Ou pode dizer que não tem efeito se não foi publicada antes da partida do cumprimento da pena. A lei não é clara nesse sentido.”

            Peraí. É óbvio que a lei é clara. Se a decisão não é publicada no site da CBF, conforme art 35, a decisão é NULA, conforme art 36. Mais claro que isso impossível.

      • Caro Ailton.

        Conforme já coloquei anteriormente, eu acho IMPOSSÍVEL que a Portuguesa não soubesse da situação do jogador HEVERTON. Havia um advogado da Portuguesa acompanhando o julgamento, então, não existe isso de que “a Portuguesa não sabia”. Não se trata de time pequeno, a Lusa é time de primeira divisão.
        Desculpe, mas se o Fluminense é culpado, a Portuguesa não é inocente.

        Abraço.

  • Thiago Sampaio

    André, de tudo o que está sendo veiculado sobre o caso da Portuguesa, podemos resumir em poucas palavras: só haviam 2 clubes interessados na escalação irregular de um jogador Rubro-Verde, Flamengo e Fluminense. Toda a linha investigativa deve se concentrar nisso.

    Se houve suborno, alguém subornou. E sesses dois, sem qualquer dúvida, o Flamengo era o clube que estava desesperado de véspera, pois, cometeu um erro primário em escalar jogador suspenso (fato noticiado pelo Lance! um dia antes da partida). O Fluminense, possuindo uma Diretoria Jurídica “n” vezes mais competente em suas atribuições, simplesmente ficou quieta. A fuga da Série B estava ali.

    Mas questões políticas e financeiras fazem com que linhas investigativas “isolem” o clube da Gávea de investigação. E o próprio Flamengo, tendo como estratégia que “a melhor defesa é o ataque” está apelando à Corte Arbitral e instruindo seus torcedores a entrar na justiça comum para fazer alarde, bagunça e tumultuar decisões do STJD que durante todo o campeonato foram respeitadas. PS: Vale lembrar que o Cruzeiro não foi punido com perda de pontos porque escalou jogador com documentação irregular e não por estar suspenso. Esta punição está em outro artigo.

    • Robert

      Meu,caro, veja a tabela em 07/12 e ela mostra além da dupla fla flu , coxa e vasco tb tinham muito interesse no erro da lusa…

  • Ailton

    Caro Thiago

    Resumo em uma palavra, o Heverton estava concentrado antes do jogo do Flamengo, qual o interesse do Flamengo nisso?
    Pergunto, se fosse apenas o Flamengo que tivesse escalado um jogador “suspenso”, Andre Santos foi punido na Copa do Brasil, qual seria a preferência da CBF em rebaixar Flamengo ou Fluminense?

    • Matheus Brito

      Não que eu acredite em fadas, gnomos ou cogumelos saltitantes, mas na hipótese da CBF ter que escolher dentre três para um cair, Fla-Flu-Lusa, qual ela escolheria?

      Ailton, pra mim está claro o seguinte: O Flamengo fez besteira ao escalar o André Santos, é réu confesso e ainda alegou que ele teria cumprido suspensão no jogo seguinte à expulsão. Mas como ele foi expulso na Copa do Brasil, não caberia ao Flamengo escolher em que jogo do Brasileiro ele cumpriria suspensão, mas sim ao tribunal após o jugamento, uma vez que são torneio nacionais, mas diferentes. SE alguém da Lusa recebeu dinheiro para ocultar a suspensão, posso queimar a língua, mas um dos dois (Fla-Flu) terá sido responsável por isso.

  • Na decisão da Liga entre Bayern e Borússia, havia um jogador deste já contratado pelo Bayern, que acabou não jogando a final. A diferença é que naquele caso a situação do jogador era clara, de conhecimento público.

    • Francisco Jose Muniz

      Não jogou porque estava contundido !

      • Matheus Brito

        Curiosamente se contundiu na véspera.

  • Emerson Cruz

    Os casos “Lusa” e “Neymar” ainda estão longe de apresentarem respostas satisfatórias para todas as perguntas que ainda a eles podem ser feitas e a minha impressão é de que assim permanecerão durante muito tempo. Creio que ambos os casos ainda estão cheios de meias verdades e jogos de interesses que dificultam e talvez impeçam que se conheça toda a verdade por trás destes dois temas.

  • Juliano

    Excelente, AK!

    O Santos de fato ficou chupando dedo. Mas poderia ser pior, se Neymar cumpre o contrato até o fim (Copa-14), sairia de graça. No fim, tenho a sensação de que a saída foi no momento certo para o atleta, pois tem correspondido bem no novo clube. No Santos, ele sozinho ficaria naquela Neymardependência que não era salutar nem pra ele nem pro clube. Desmontaram o time (Elano, PHG, pra não me alongar) e os resultados não estavam mais vindo. Uma reformulação era necessária no mesmo momento, o problema foi o modo como os entendidos conduziram – e continuam conduzindo (primeiro Montillo, que provou ser o embuste que eu via, agora Damião). É bem verdade que depois que Neymar se foi o clube não conseguiu o patrocínio master que desejava. Mas a discussão não é essa.

    Sobre o tema principal, o que mais me chama a atenção é o penúltimo parágrafo do texto. O clube brasileiro foi juvenil na negociação. Cade o tal “malandro” brasileiro? Ficou mesmo chupando dedo. Mas claro que pesou contra o Santos o modo de agir de Neymar-pai. Este se beneficiou de todos os lados, tinha a faca e o queijo, ambos de nome Neymar Jr. Rosell e seu currículo… o amigo do Ricardo… ah… o Santos era o lado fraco da corda mesmo, diante de um pai defendendo sua jóia e de um “negociador” como o espanhol…

    Uma pena que a relação fique abalada. Não nego, como santista, querer ver Neymar se aposentando no Santos, voltando lá com seus 35 anos. Como outros já o fizeram.

    CASO LUSA: MP investigando, hora de baixar minha orelha e esperar os resultados das investigações. Que o BR-14 não tenha mais que 20 clubes. Ingenuidade?

    Abraço!

  • joao carlos

    No caso da Lusa o que se está debatendo não é a investigação do MP e sim o que o STJD E A CBF fez está certo.Punir a Lusa desrespeitando o estatuto do torcedor está correto, claro que não! o Fluminense caiu e não a Lusa,esta é a questão,a investigação de quem errou é outra coisa.

  • Caro AK:

    Já vi esse filme acontecer anteriormente. Com tantas liminares da justiça comum batendo na porta da Tabela do Brasileirão de 2014, e para não termos riscos com novas liminares de quem está descendo ou subindo, acho que a melhor atitude seria fazer este campeonato com 28 clubes, com fase classificatória em pontos corridos, num só turno, e fase final em Quartas para os 8 melhores classificados.

    Tal regulamento extra conjugal deveria ser repetido em 2015, já com 24 clubes, para finalmente em 2016 as justiças fazerem as pazes e viverem felizes até o Tapetão entrar novamente em cena.

    Sempre teremos o Caso Gama como antecedente bem ou mal sucedido. Já que a Justiça Absoluta do futebol sempre dependerá do lado pelo qual é vista, ou “está focada”, como é moda falar-se, já há algum tempo, nesse silogismo futebolístico dotado de várias premissas, e não apenas duas.

  • Massara

    André, não entendi porque a única forma de o Neymar garantir que seu futuro se daria onde ele queria era com a assinatura de um pré-contrato com o Barcelona. Mesmo que ele não tivesse recebido os 10 milhões de euros em 2011, se em 2013 o Barcelona viesse com X e outro clube viesse com X + 10 para contratá-lo, parece-me claro que ele não iria assinar com um clube somente porque o Santos poderia querer vendê-lo pela melhor proposta. A vontade do jogador é soberana, afinal ele é quem vai jogar futebol. Entendo muito mais o lado do Barcelona de pagar pela preferência do que o lado do Neymar de controlar seu futuro.

    Também não acho normal que o valor de comissão recebido pela empresa do pai do Neymar seja tão superior ao valor recebido pelo clube que o revelou. Aliás, o termo comissão nem pode ser usado aqui. Seria como se um corretor vendesse uma casa e ficasse com um valor maior da venda do que o próprio vendedor. Se a moda pega, o que passaremos a ver serão clubes ficando com parcelas pequenas de vendas de atletas, enquanto seus empresários enchem ainda mais seus bolsos. Tudo bem que o Santos foi amador nessa jogada, aparentemente. Mas mesmo assim, essa história ainda não desceu pra mim.

    Abs.

  • Eduardo Dias

    Já vi gente falando bobagem do Neymar, idolatrando-o como um novo Pelé, endeusando o que é apenas um bom jogador, mas, nunca tinha lido tamanha bobagem e olha que sou santista, mas, não sou alienado.

    De toda a negociação só Neymar saiu ileso porque se todas as negociações foram feitas por seu pai. Sim o Neymar sabia de tudo sim. De bobo ele não tem nada. Bobo é quem pensa que o pai tomava decisões sem o consultar.

    Ele não joga no clube que ele escolheu. Ele joga no clube que adiantou pra ele 10 milhões de euros e com uma multa milionária pra ele pagar se desistisse de jogar no Barça, ou seja, quem escolheu ele foi o clube.

    O Santos não vendeu o Neymar por pouco dinheiro não. Isso é o ponto de vista de algum corinthiano enrustido. O Neymar foi o jogador mais assediado do Brasil nos últimos 50 anos, quem teve tanta mídia como ele? E o Santos segurou ele por longos anos, assegurando um bom dinheiro no final do contrato. Chorem os invejosos!

    O plano do Neymar pai de defender o filho, deu tão certo que o Neymar Jr. hoje é falado negativamente no mundo inteiro, referente sua transação. A entrevista do pai piorou o que já estava fedendo. O Neymar, esse menino que paga dinheiro pra torcida organizada, esse menino que não entrou num centro espírita para ajudar crianças carentes por ser evangélico, esse Neymar que publicou que daria a vida do filho pelo pai. E ainda o invejoso vê que o plano do pai deu certo?..hahaha… É um brincalhão mesmo!

    O adiantamento de 10 milhões de euros foi pro Santos? Foi avisado ao Santos? Porque o tão maravilhoso, perfeito e honesto Sr. Neymar não avisou o Santos quando recebeu essa quantia? Porque honestidade e clareza, não é o forte do Sr. Neymar.

    Agora pra terminar… O craque, ídolo eterno, Neymar, qual grande jogo fez pelo Santos? Não me venham citar times do interior de São Paulo né…

    Qual grande título deu pro Santos?

    Qual grande jogo fez contra o principal arquirrival do Santos o Corinthians?

    Na Libertadores quem foi o grande destaque do Santos e da final? Danilo agora se escreve Neymar?

    Pra terminar… Vejam o Santos sem o Neymar como continua normalmente e vejam o Corinthians sem o Paulinho… Qual dos dois jogadores é efetivamente mais importante para um clube?

    Preciso continuar?

    Texto lamentável sob todos os aspectos. Vá para o Pronto Socorro do Tatuapé na Av. Celso Garcia, bem perto do time do seu coração, pra tratar desse cotovelo que está em frangalhos.

    AK: Eis um exemplo de como deve ser dramático ser santista e não saber direito o que sentir sobre Neymar. Só com terapia…

MaisRecentes

Vá estudar



Continue Lendo

Dilema



Continue Lendo

No banco



Continue Lendo