COLUNA DA TERÇA



(publicada ontem, no Lance!)

14 em 14

Quatorze assuntos (não necessariamente nesta ordem) que marcarão o ano que vem, no futebol:

1 – A Bola de Ouro – Há quem não dê importância para o prêmio de melhor jogador do ano, oferecido pela Fifa e pela revista France Football. E há quem dê mas diz que não dá, como Cristiano Ronaldo. Fato é que a chance de o craque português ser coroado no dia 13 de janeiro é alta.

2 – A Copa do Mundo – O Brasil receberá o evento a um custo – financeiro e social – muito mais alto do que deveria. O dinheiro de impostos destinado a estádios é uma agressão a um país de incontáveis carências. As preocupações de quatro anos atrás, na África do Sul, reaparecem com relação aos mesmos aspectos: estrutura, organização, violência. Que seja uma Copa segura.

3 – A Seleção Brasileira – A Copa das Confederações foi uma boa amostra do que poderemos ver no Mundial. Um time que nasceu ao som de um hino à capela e cresceu com o futebol de um jovem astro. No torneio teste para a Copa, a Seleção da casa se alimentou de tudo o que pode estimulá-la e não sofreu com nada que pode atrapalhá-la. O desafio é repetir a postura e o desempenho no momento mais importante. O palpite aqui é que assim será.

4 – Os adversários – Argentina, Espanha, Alemanha, Itália… não faltam candidatos à conquista monumental que seria ganhar uma Copa no Brasil. Todos eles têm noção do significado. Todos têm capacidade para fazê-lo.

5 – Messi – O melhor jogador do mundo vive um momento de questionamentos e incertezas. Há quem diga que só pensa na Copa e no que ela representa para a obra de sua carreira. O cenário de um Mundial no Brasil é perfeito para o que ele pretende.

6 – Neymar – Haverá mais copas em seu futuro e em seu currículo, mas certamente nenhuma como a próxima. Apoio e pressão em doses fabulosas, no caminho para a consagração ou… Desde 1950, nenhuma estrela do futebol brasileiro passou por algo semelhante.

7 – Os estádios da Copa – Como serão ocupados aqueles onde não existe futebol profissional para justificá-los?

8 – A Justiça Comum – Entrará em campo? Parece inevitável. Avançaremos?

9 – O Campeonato Brasileiro – Como será? Com quantos clubes na Série A? E na Série B? Pobre Brasileirão.

10 – O Bom Senso FC – 2013 terminou com um sinal de ruptura com o poder e o aviso de ações mais radicais. A temporada de 2014 pode nem começar.

11 – A eleição na CBF – Será em abril, antes da Copa do Mundo. Aparentemente não há alternativas à manutenção do que está aí. Nossos clubes têm a solução, mas permanecem incapazes de agir.

12 – O Palmeiras – O clube completará um século de vida, com uma nova casa e de volta a seu lugar na primeira divisão.

13 – A Copa Libertadores – Atlético Mineiro, Flamengo, Cruzeiro, Grêmio, Atlético Paranaense e Botafogo sonham com o título. A Conmebol poderia nos presentear com um torneio de acordo com a importância do troféu.

14 – A Liga dos Campeões da Uefa – Quem pode impedir o Bayern de continuar reinando?

MANCHAS

Não foi um bom ano para o futebol brasileiro, fora do campo. A violência marcou a temporada, sempre acompanhada da incompetência e, por vezes, da negligência de quem tem a obrigação de evitá-la. E no final, fomos obrigados a assistir ao constrangedor espetáculo dos nobilíssimos auditores, ávidos pelo palanque e pela oportunidade de interferir.

FÉRIAS

As colunas entram em necessário recesso anual. Esta contracapa, a dos sábados e a Camisa 12 das quintas voltarão no final de janeiro, sempre com a intenção de informar e opinar, mas principalmente oferecer contextos. Fica aqui, uma vez mais, o agradecimento a quem se interessa pelo espaço e procura o email ou o blog para debater. Tem sido um privilégio. Aproveitemos o período de abstinência do futebol para tratar de outros temas. Uma boa passagem de ano a todos e um 2014 melhor.

______

Blog em férias até o final de janeiro.

Um feliz Ano Novo a todos e, como sempre, obrigado pela leitura.



  • Anna

    Feliz Ano Novo, André, e Boas Férias!!! Até o fim de janeiro com o Superbowl em New York. Grande abraço, Anna

  • Bom dia André,

    Muito bem colocados os 14 assuntos. Relativo ao Messi, ele precisa mesmo de uma grande copa do mundo, afinal, sou das antigas, para mim o cara tem que mandar bem na seleção para mostrar que realmente é o cara, pelo menos os que jogam em seleções do “primeiro escalão”, como é o caso do “Hermanos”.

    Me preocupa o histórico da seleção brasileira em 2006 e 2010. Veja, ganhamos a Copa da Confederações em 2005 (show de bola e goleada na Argentina), e chegamos sonolentos na Copa da Alemanha (nem o cadarço da chuteira estava amarrado).
    Com o Dunga, ganhamos a Copa das Confederações em 2009, de virada, mostrando força e muita garra. Mas na África do Sul, não jogamos bem, e fomos dispensados pela Holanda.
    Coincidentemente, quando fomos campeões em 2002, perdemos feio a Copa das Confederações do ano anterior (Honduras, lembra?).
    Concluindo, até que se prove o contrário, “ganhar a copa das confederações é mal presságio para a copa do mundo”.

    Mas brincadeiras à parte, espero o Brasil forte e campeão.
    Abraço e feliz 2014.

    • Cesar

      Uma correção: a derrota para Honduras foi na Copa América. Na Confederações de 2001, a derrota foi para a França.

      Se levar a “brincadeira de superstição” para a Copa América nas últimas décadas, teremos:

      vitória em 89 – derrota na Copa em 90
      derrota em 93 – vitória na Copa em 94
      vitória em 97 – derrota na Copa em 98
      derrota em 01 – vitória na Copa em 02
      vitória em 04 – derrota na Copa em 06
      vitória em 07 – derrota na Copa em 10
      derrota em 11 – _________ na Copa em 14

      • Tá certo, Honduras foi na Copa América.

        Mas estamos na torcida pela Seleção e pelo Hexa.

        Abraço.

  • Willian Ifanger

    Será um ano importante demais pro futebol brasileiro. Espero que avencemos em todos os aspectos.

    O Bom Senso FC foi a grande conquista de 2013. Se os cartolas dão de costas, espero que esse movimento cresça e que nós, torcedores/consumidores, nos juntemos a eles cada vez mais.

    Feliz 2014 a todos.

  • PRG

    Minha aposta para 2014 é a consagração do Neymar. A Europa deixou o futebol dele mais consistente

  • Vinícius

    Pobre do Brasileirão. Mas já decidi, NÃO vou assistir a nenhum jogo desse campeonato ano quem vem. Acredito que as torcidas de todos os times (exceto do flu, claro) deveriam fazer o mesmo se realmente querem um futebol brasileiro transparente.

    • David Reis

      Sábia decisão!! Compartilho dela, Vinícius!
      Ano que vem não tem mais nada de Premiere Futebol Clube (PFC) na minha TV, vou ver é a Premier League na ESPN!!

    • Ailton

      Caro Vinicius

      O Brasileiro de 2014 será com 24 clubes.
      O julgamento já terminou e o Flamengo foi apenas boi de piranha. A cbf não teria peito para denunciar o Flamengo e se denunciassem aceitaria a tese do Michel Assef. A denuncia não partiu do stjd e sim da cbf
      A intenção foi apenas salvar um time do Rio. Acho que ao invés de acusamos o Flu, o Fla, o stjd, deveríamos questionar porque a Portuguesa escalou o Héverton, já que não teria nenhuma vantagem esportiva com a escalação dele por alguns minutos, em um jogo cujo resultado não faria diferença para ninguém, não é Sr. André?
      Caros

      Até o julgamento e com todas as informações da imprensa, eu estava concordando que a pena era maior que o delito, após assistir o julgamento, eu já vejo de outra maneira. Discordo do AK sobre a questão do voto pronto do relator, pois a função do relator é dar o seu voto com base no processo que é encaminhado antes para relatar, podendo alterar na audiência conforme fatos novos trazidos, o que não ocorreu.
      O advogado da Portuguesa bateu na mesma tecla que o jogo não valia nada e o jogador não joga nada, o jogo valia alguma coisa e o jogador que não jogava nada estava suspenso e era de conhecimento da Portuguesa, se era de conhecimento que estava suspenso porque foi relacionado?
      O Flamengo foi bode expiatório pela semelhança dos casos, jogador suspenso.
      Sendo assim acho justo o rebaixamento da Portuguesa, pois ela tinha conhecimento que o jogador estava suspenso, deveria saber que o regulamento pune com um mínimo de 3 pontos um jogador irregular, levou o jogador para que?
      André, você não acha que agora o que a imprensa deveria se preocupar é em averiguar e divulgar não a punição, mas porque a Portuguesa levou o Heverton, já que tinha conhecimento da sua suspensão e da possibilidade pelo regulamento da perda de pontos?
      A questão que fica no ar: Se o Vasco ganhasse do Atlético-PR, a CBF teria denunciado para procuradoria do stjd as suspensões do jogadores do Fla e da Lusa e salvando o flu e o Criciúma?

      Abraços

      Excelente 2014

  • Nilson

    Uma pena que não deu valor para essa denúncia!

    O técnico da Luza dá duas entrevistas ao G1, numa dizendo que sabia da suspensão mas que achava que era de um jogo só e noutra que nem sabia que o atleta tinha sido julgado.

    http://globoesporte.globo.com/futebol/times/portuguesa/noticia/2013/12/tecnico-da-portuguesa-se-defende-eu-jamais-escalaria-jogador-irregular.html

    http://globoesporte.globo.com/futebol/times/portuguesa/noticia/2013/12/guto-ferreira-gente-nao-sabia-nem-que-tinha-julgamento-do-heverton.html

    • paula

      Ele disse que não sabia que ele seria julgado e por isso foi relacionamento normalmente. Depois disse que i advogado informou suspensão de 1 jogo. Não há conflito ai. Não saber que o cara seria julgado não implica em não ser informado posteriormente que foi julgado. De qualquer forma, acho que deveria investigar o técnico tb. Que seria i mais fácil de ser envolvido nessa história.

  • Boa Tarde!
    Vinícius, breve estará nas bancas e nas livrarias o livro “Pagar o quê – respostas à maior bravata do futebol brasileiro”, acho interessante você dar uma lida nele antes de falar alguma coisa à respeito do Fluminense, caso não queira esperar, pode também dar uma olhada no Blog do PVC, que é bem menor e bastante objetivo, caso também não queira vai aí embaixo alguns fatos, eu disse fatos, é só pesquisar para saber que são verdadeiros, que podem lhe ajudar bastante sobre esse assunto. Se não concordar com qualquer dos itens abaixo, por favor, diga e prove com fatos onde está a culpa do Fluminense. Aliás, isso serve para todos que vierem a ler esse comentário, inclusive o autor dessa coluna. Aguardo respostas objetivas, sem mentiras nem falácias.
    “A VERDADE SOBRE “PAGAR A SÉRIE B”!!!E O FLU É QUEM LEVA A FAMA …
    1981 – Palmeiras saiu da Segunda para a primeira divisão no mesmo ano.
    1983 – Vasco, Santos e Guarani não se classificaram para o Campeonato Brasileiro de 1984 e entraram pela janela.
    1986 – Santos em penúltimo em 86, foi salvo pela Copa União em 1987, assim como o Botafogo.
    1987 – Flamengo e Internacional descumpriram o regulamento e deveriam ser rebaixados por isso, como foi o Coritiba em 1989.
    1992 – O Grêmio ficou em oitavo na Segundona e o que fez a CBF?
    Mudou o regulamento para subir 8 times e assim o Grêmio foi beneficiado.
    1993 – Botafogo e Atlético MG ficaram nas últimas posições, mas não foram rebaixados.
    1995 – 4 times deveriam cair para a série B….no final um milagre realizado por Ricardo Teixeira salvou 2 times (Flamengo e Vitória) e apenas 2 times foram pro descenso (Paysandu e União São João)
    1996 – A virada de mesa que salvou de tabela o Fluminense e o Bragantino (este, time do presidente da CBF, Nabi Abi Chedid), na verdade foi uma composição entre a CBF e o Clube dos 13 pra salvar o Corinthians e Atlético PR envolvidos em um escândalo de arbitragem.
    1999 – A Copa João Havelange foi criada em 2000 para salvar o São Paulo (que escalou o Sandro Hiroshi irregular), Botafogo e Internacional (clubes que fugiram do descenso no tapetão). Nesse ano não houve disputa da série A, B, ou C. Houve um torneio só com todas as divisões, divididas em módulos, classificados pelo ranking.
    O Fluminense disputou a Série C em 99, foi campeão e estava com tabela pronta na série B em 2000, e só voltou pra Série A em 2001, por mérito, porque foi um dos melhores classificados na João Havelange em 2000, como o São Caetano (que veio do módulo amarelo).
    2000 – O Corinthians termina a João Havelange em penúltimo, mas também não é rebaixado…
    ”PAGUE A SÉRIE B?” Vão remar!

    • marcelo

      Caro tricolor….em 2000 não havia rebaixamento (como vc bem disse – houve um torneio só)…

      • Marcelo, houve um torneio só em 2000, em 2001 o critério para o Brasileiro, que teria 3 divisões era a classificação da Copa JH de 2000. Abraço e Feliz Ano Novo!

    • Eddie The Head

      Prezado tricolor,gostaria de fazer algumas ressalvas baseadas em seu comentário. Poucas,na verdade.

      Para começo de conversa,tudo o que você escreveu a respeito de acontecimentos que beneficiaram determinados,na verdade muitos,clubes é a mais absoluta verdade.

      Mas note que o último acontecimento “ilegal” data de 2000. Desde então não houve nenhuma virada de mesa,nenhum benefício extra campo,juridicamente ou normativamente falando,que beneficiasse algum clube,fosse ele quem fosse. Gigantes como Corinthians,Grêmio,Atlético-MG,Palmeiras e Vasco,por exemplo,caíram no campo e voltaram no campo. Ninguém procurou brecha em legislação desportiva ou no regulamento do campeonato para buscar subterfúgios que os fizesse,na minha opinião injustamente,disputar a Primeira Divisão tendo caído para a Segunda. Nenhum clube buscou brechas extra campo para justificar sua permanência na principal divisão do nosso futebol. Como eu disse antes,caíram no campo e voltaram no campo. No caso do Fluminense há uma reincidência que faz com que lembremos de fatos passados que beneficiaram,indevidamente,o clube. Acabou o tempo dos campeonatos inchados para beneficiar esse ou aquele clube,acabaram as viradas de mesa,e na última que teve quem foi beneficiado? Justamente o Fluminense.

      1981-O calendário do nosso futebol permitia que um clube disputasse no mesmo ano as séries A e B do nosso futebol.

      1987-Flamengo e Internacional não descumpriram nenhum regulamento,simplesmente não aceitaram o regulamento que foi mudado no meio do campeonato.

      1996-Nabi Abi Chedi NÂO era presidente da CBF. A longevidade de Ricardo Teixeira nesse cargo durou,se não me engano,mais de vinte anos

      No Campeonato Brasileiro de 2000,antes de começar o campeonato estava previsto que não haveria rebaixamento,fosse quem fosse que terminasse no Z-4. Não havia interesse em beneficiar este ou aquele time,especificamente.

      Para encerrar o comentário :Acho uma enorme injustiça que a Portuguesa caia e o Fluminense permaneça. Me parece manobra para beneficiar alguém. De novo.

  • A CBF não deve ceder as pressões para modificar o Brasileirão 2014 , muito menos temer as eventuais ações judiciais. Não há a menor possibilidade da Portuguesa vir a recuperar os pontos pedidos por determinação do STJD. Digo isso porque não há legitimidade para tal. Apesar da lamentável disputa fora das quatro linha , não punir a Portuguesa , à luz da legislação vigente – representaria um abandono as regras pré-estabelecidas. É uma pena , mas…Quanto ao Movimento Bom Senso FC , em que pese haver muitos espaços para melhorias , as reivindicações devem ser atendidas dentro do seu tempo , pois , afinal , não se muda radicalmente de uma hora para outra. Há de se debater muito as questões , envolver os clubes e a sociedade. Qualquer tentativa de greve ( que nào creio que aconteça , pois nenhum jogador irá se posicionar contra o seu próprio clube ) deferá ser combatida e rejeitada pela sociedade , pois isso é radicalismo. Aliás , para que o nome Bom Senso tenha faça jus ao significado da expressão , seria necessário que os jogadores se dispusessem , de imediato , a ter os seus milionários salários reduzidos , saindo da promessa de que um dia isso possa vir a acontecer. Tem que haver um sincronismo entre exigir e ceder.

    AK: Eis uma visão retrógrada do quadro.

    • Salve a liberdade de expressão e o direito ao contraditório. Abaixo o radicalismo da unanimidade de pensamento .

      AK: Temos um exemplo disso aqui.

    • AK, qual seria a visão “correta”? Rasgar as regras? Mesmo depois de todos os outros clubes te-las cumprido? A Lusa ,por acaso, é algum tipo de “café-com-leite”? Gostaria muito saber, de forma objetiva, qual a sua opinião. Bom Ano Novo!

      • Ailton

        Cara Jéssica

        Não adianta bater nessa tecla com o AK ele não irá mudar o pensamento dele.
        O julgamento já terminou e o Flamengo foi apenas boi de piranha. A cbf não teria peito para denunciar o Flamengo e se denunciassem aceitaria a tese do Michel Assef. A denuncia não partiu do stjd e sim da cbf
        A intenção foi apenas salvar um time do Rio. Acho que ao invés de acusamos o Flu, o Fla, o stjd, deveríamos questionar porque a Portuguesa escalou o Héverton, já que não teria nenhuma vantagem esportiva com a escalação dele por alguns minutos, em um jogo cujo resultado não faria diferença para ninguém, não é Sr. André?
        Feliz 2014 Jessica

        • Henrique de Paula

          André, há uma legião de apaixonadas defendendo o indefensável. Ache 1, só 1, torcedor de qualquer clube do Brasil que não Fluminense, que defenda a causa do Flu. Mea-culpa (caímos no campo, por performance pífia), humildade (clubes como Corinthians, Palmeiras, Grêmio, foram rebaixados, jogaram a série B e voltaram de forma digna) e bom-senso ( é justo, importante enfatizar a palavra, JUSTO, que um time que ganhou no campo, seja rebaixado por escalar um jogador irregular pó 15 min, em partida que nada lhe importava e que não lhe trouxe benefício algum?) é esperar demais do torcedor do Flu?

          • Luiz

            Conheço vários torcedores que acham que o Fluminense não tem culpa nenhuma nessa história. A maioria que não se deixa pautar pelos jornalistas que defendem o casuísmo.

            AK: Frágil argumento. Uma coisa não tem a ver com outra.

  • alexandre

    Aproveita para atualizar o Mais Gelo. O blog é muito bom.

  • Baloubet

    Vcs sao mesmo muito fraquinhos….. Posso ate concordar q os auditores do STJD sejam avidos por palanque. Mas quem da palanque a eles sao vcs da midia, sempre preocupados em assumir posicoes “politicamente corretas”, invariavelmente do lado do mais fraco. Mesmo qdo o “mais fraco” desrespeita a regra. Se vcs tivessem assumido a posicao mais simples, e correta, ou seja, regra eh regra, nao haveria qq holofote para o STJD. Mas vcs tem medo de assumir posicoes q contrariem o interesse do mais fraco. Queria ver se seria essa sua reacao se a situacao fosse inversa.

    AK: Seu conceito sobre o “vocês da mídia” é pueril. Tente explicar sua tese para quem acredita – também equivocadamente – que o que “a mídia” quer é ajudar o Flamengo.

    • Teobaldo

      Fico a ruminar: Se “regra é regra”, para que serve o STJD e, por extensão, os outros tribunais? Afinal, se “regra é regra”, posso inferir que “lei é lei”. Uma coisa é certa: se uma questão tem sempre dois lados defensáveis, como tudo no Direito, aliás, nenhum julgador opta por ficar ao lado do mais fraco. Nesse caso, a impressão que tenho é que os julgadores do STJD, ao simplesmente aplicar o regulamento, tratoram, com maior ênfase, de suas próprias defesas, antecipadamente, do que de julgar. Entendo que abriram mão de um papel realmente significativo, independente do resultado final. Um abraço!

    • Ailton

      Caro Baloubet

      Não adianta insistir o AK não ira mudar de idéia.
      O julgamento já terminou e o Flamengo foi apenas boi de piranha. A cbf não teria peito para denunciar o Flamengo e se denunciassem aceitaria a tese do Michel Assef. A denuncia não partiu do stjd e sim da cbf
      A intenção foi apenas salvar um time do Rio. Acho que ao invés de acusamos o Flu, o Fla, o stjd, deveríamos questionar porque a Portuguesa escalou o Héverton, já que não teria nenhuma vantagem esportiva com a escalação dele por alguns minutos, em um jogo cujo resultado não faria diferença para ninguém, não é Sr. André?

      Feliz 2014

  • Nelson Freitas
    • Parabéns Nelson! Gostaria que todos os críticos do STJD emitissem sua opinião. Acho que o mundo todo está errado e só alguns “gênios” estão certos, principalmente os da ESPN.

      • Ninguém jamais conseguirá extrair de qq comentarista da ESPN uma posição objetiva do que eles entendem que deveria ser feito em relação a este tema ( obviamente que à luz da legislação vigente ). O que a ESPN fez foi tentar tirar proveito politico da situaçào , assim como faz em relação ao tal movimento Bom Senso . Para a ESPN o caos facilita os seus interesses políticos , razão que os leva a incentivar ações judiciais , greves e quaisquer outros fatos que tumultuem a CBF. Para a ESPN , quanto pior melhor. Estamos próximos das eleições na CBF , e essas questões são férteis para atacar a situação e facilitar o caminho da oposição ( com o indescritível Andres Sanches a frente ). Trata-se de um comportamento golpista por parte da inglesa ESPN , que enxerga no grupo de oposiçào uma oportunidade de obter vantagens. Ou seja , o bom jornalismo fica deixado de lado , prevalecendo os interesses políticos da emissora.

        AK: “… da inglesa ESPN…”. O comentário é um compêndio de sandices, mas esse trecho é brilhante.

        • Ailton

          Caro André

          Farei ao contrário e tirarei do texto do Eduardo a frase que gostaria que você respondesse, pois acho que não há discordância de opiniões e sim concordância.
          O texto que acredito que todos leitores desse blog gostaria de resposta é: “Ninguém jamais conseguirá extrair de qq comentarista da ESPN uma posição objetiva do que eles entendem que deveria ser feito em relação a este tema (obviamente que à luz da legislação vigente)”.
          Se fosse no inicio do campeonato tiraria os 4 pontos? Porque não agora?

          Feliz 2014

          • RENATO77

            Meu caro AK, sandice é acreditar piamente que a postura da ESPN, não só neste caso da LUSA, é isenta de interesses comerciais.
            Os “escândalos” no futebol europeu(sim, eles existem!), são tratados com MUITO mais sobriedade…coincidentemente a ESPN tem os direitos de transmissão desses campeonatos.
            Trata-se apenas de “cuidar bem” do produto que se vende, e ao contrário o produto da concorrência.
            Abraço.

            AK: Já tratamos disso aqui e tenho de repetir que você está enganado. O que existe, para muito além de direitos de transmissão, é uma evidente distância entre a obrigação de um canal jornalístico de tratar de uma questão relativa a um campeonato em seu país, em relação ao que acontece em outro lugar. Você acredita que faz sentido abordar os dois cenários da mesma forma e com a mesma intensidade? Se passa pela sua cabeça que jornalistas da Espn fazem críticas de maneira sistemática com interesses comerciais, seguindo ordens da empresa, posso lhe garantir que isso não acontece. Estou lá desde que o canal existe. Outro dia apareceu aqui um desses “torcedores” que não sabem se relacionar com nada, dizendo que “era estranha a mudança de comportamento da Espn em relação à CBF, desde que a emissora adquiriu os direitos da Copa do Mundo”. Esse tipo de “crítica” revela falta de informação e excesso de criatividade. Os direitos da Copa nada têm a ver com a CBF, foram adquiridos há muito tempo e o posicionamento – que não é “da empresa” e sim de cada profissional – permanece o mesmo, quanto às críticas e elogios conforme a opinião de cada um. Um abraço.

      • Alisson Sbrana

        Quer dizer que vocês 2 leram essa matéria e interpretaram que era positiva para o tribunal da CBF?

        • Regis

          Se era positiva para o tribunal não sei. Mas e’ assim q um tribunal de penas funciona. Regulamento aplicado sem nenhuma discussão.

          • Teobaldo

            Fiquei em dúvida, portanto pergunto: O STJD é um tribunal de penas?

            • Regis

              Nao.
              Estava apenas dizendo q os q defendem com o tribunal de penas acham q o resultado final seria diferente.
              Em um tribunal de penas a lusa perderia os pontos sem direito a defesa.

  • Oduvaldo Attilio

    Eu havia lido num blog de um torcedor do Paraná, se não me engano – semanas antes de o brasileirão terminar – que os grandes clubes que estavam correndo risco de rebaixamento, estavam procurando algum tipo de irregularidade em escalações, para rebaixar Bahia, Portuguesa ou Coritiba, ou quem sabe dois deles? Aí acontece o que todo mundo viu. Infelizmente eu não guardei o blog, mas alguém publicou no Facebook, é capaz de vocês acharem. Estranho é a Portuguesa cometer esse erro bobo. Se chegou a mim e a alguém de vocês, com certeza deve ter chegado a algum dirigente da Lusa. Que o regulamento seja cumprido, o.k. Mas é estranho que o regulamento permita que um time que não fez por onde ficar na série A se beneficie disso e permaneça – mais uma vez, aliás.
    Outra: no julgamento de Portuguesa, Flamengo, Vasco e Cruzeiro, nada mudou nem em primeira nem em segunda instância. Depois das explanações os auditores simplesmente deram o veredicto sem antes se reunirem para deliberar. Ou seja, aquele circo todo foi para quê? Eles já estavam com os votos prontos…abraços e feliz 2014.

  • paula

    Acho que a portuguesa tem que ser punida na mesma dose das outras punições. Nunca vou entender que um jogador que mandou o juiz tomar no c* , mereça punição maior do que uma falta grave. A punição levou ao rebaixamento pq a portuguesa tinha poucos pontos. Se as demais situações análogas no ano foram assim, então ok – o que parece não ser o caso . O ponto principal nessa história toda é que existe argumento excelente que nem foi levado em consideração pelos juízes – o estatuto do torcedor.

  • luiz

    Uefa pune time ucraniano por escalação irregular

    O Arsenal Kiev foi punido com uma derrota por 3 a 0 na Liga Europa pela Uefa em razão da escalação de um jogador irregular. O time ucraniano utilizou o camaronês Eric Matoukou em duelo com o ND Mura, válido pela terceira fase preliminar do torneio continental, mas o atacante não tinha condições legais de entrar em campo.
    A Uefa explicou que atribuiu ao ND Mura o placar de 3 a 0 por padrão. Agora, o time esloveno vai defender a vantagem favorável no duelo de volta, que será disputado nesta quinta-feira. Matoukou marcou o terceiro gol no jogo de ida na Ucrânia, vencido por 3 a 0, na última quinta-feira, quando deveria ter cumprido suspensão.
    De acordo com a Uefa, o camaronês ainda tinha que cumprir gancho de uma partida pelo cartão vermelho recebido quando defendia o Genk em partida contra o Porto, em agosto de 2010, também pela Liga Europa. O comitê disciplinar da Uefa também suspendeu Matoukou por mais dois jogos.

  • lm_rj

    Andre, para mim o fato mais interessante de toda esta confusão do caso Lusa está tendo pouco destaque: diversos portais de esportes da internet destacaram, ainda na sexta feira a suspensão do atleta Andre Santos, a ser cumprida no jogo de 07/12 contra o Cruzeiro. Aqui um exemplo: http://www.lancenet.com.br/minuto/Suspenso-Andre-Santos-Cruzeiro-Brasileirao_0_1042695943.html

    Maior misterio para mim: se era de conhecimento publico que o Andre Santos estava suspenso e expos o Fla a perda de 4 ptos pela jurisprudencia do STJD (ver caso gremio prudente em 2010: http://www.espn.com.br/noticia/375667_em-2010-gremio-prudente-perdeu-pontos-em-caso-identico-ao-da-portuguesa), porque NENHUM orgao da imprensa debateu que o Flamengo estaria exposto ao descenso no sabado, no domingo nos debates pre-jogo e até durante a rodada e debates pós-jogo (!!!) e mesmo na 2ª feira???????????

    Porque apenas na 3ª feira o caso veio à tona???

    Misterio……….

    • Ailton

      Caro lm_rj

      Pelo simples fato do Flamengo ter sido apenas boi de piranha. A cbf não teria peito para denunciar o Flamengo e se denunciassem aceitaria a tese do Michel Assef. A denuncia não partiu do stjd e sim da cbf
      A intenção foi apenas salvar um time do Rio. Acho que ao invés de acusamos o Flu, o Fla, o stjd, deveríamos questionar porque a Portuguesa escalou o Héverton, já que não teria nenhuma vantagem esportiva com a escalação dele por alguns minutos, em um jogo cujo resultado não faria diferença para ninguém, não é Sr. André?

    • Luiz

      Esse tipo de questão ele não responde, vem com aquelas evasivas irônicas e agressivas.

      AK: Cinco textos… difícil…

  • Carlo

    Nao tinha que ser nenhum genio pra saber que ia dar nisso.
    E voces continuem generalizando, hostilizando um clube, uma torcida… Ser a Geni tem as suas consequencias.
    E ainda vai acontecer coisa pior.
    Ai vamos cobrar de quem disse que estamos nos “fazendo de vitimas”.

    http://globoesporte.globo.com/futebol/times/fluminense/noticia/2014/01/vandalos-hostilizam-e-tacam-bomba-em-dois-tricolores-na-zona-sul-do-rio.html

    AK: “E vocês” quem?

    • Carlo

      Acho q esta bem claro.
      Aos que hostilizam um clube e sua torcida. Chamam de “vergonha nacional” e mais um bando de asneiras.
      Como se a torcida do Fluminense fosse meia duzia de idiotas que comemoraram no STJD. Torcida Organizada… Somos o unico time que tem esses marginais?
      Porque as pessoas estao com MEDO de colocar a camisa do Fluminense no Rio de Janeiro.
      Isso vai contra ate a liberdade de expressao. Nao posso mais torcer pro meu clube com medo que me atirem bombas???
      Se alguem quiser saber como esta o clima que leiam os comentarios da materia.

      AK: O que ocorreu no episódio que você mencionou é um crime. Sua apuração deve ser cobrada das autoridades.

      • Carlo

        A Policia do Rio de Janeiro tem um indice de 6% de crimes apurados com sucesso. Infelizmente, a populacao carioca conta com as autoridades para muito pouco.
        Esse nao foi o primeiro crime e outros virao.
        O que deve ser colocado com clareza e’ que o Fluminense nao esta abaixo de nenhum outro clube moralmente. Qualquer outro clube entraria como interessado neste imbroglio.
        Que o Fluminense nao e’ a vergonha de nada. Que o torcedor do Fluminense tem o direito de andar na rua com a camisa do seu clube, assim como o Corinthiano, Palmeirense, Flamenguista…
        Que o Presidente do Flamengo foi’ de uma hipocrisia sem tamanho ao acusar o Fluminense de imoral e ter tentado fazer a mesmissima coisa no campeonato Carioca.
        Porque se formos buscar os podres dos outros… bem isso todos sabem.
        Andre, vc varias vezes se referiu a torcedores do Fluminense como se vitimizando. Acho que qualquer cidadao, honesto, contribuinte, de bem, que tem MEDO de expressar o amor a seu clube usando uma camisa, sem incomodar ninguem….. Isso nao e’se fazer de vitima nao. E’ um sentimento pautado no que esta acontecendo nas ruas.
        Tomara que os crime parem por aqui.

        AK: Abaixo, o que escrevi:
        “O Fluminense não é o vilão do futebol brasileiro, mas um clube que se assemelha aos demais de seu tamanho e influência. Entre os chamados grandes, será difícil encontrar algum que se comportasse de maneira diferente na mesma situação. O que não significa que esteja certo. Tampouco está correta a tentativa de reescrever a história de rebaixamentos não cumpridos, ou de imputar a repercussão do caso em questão a campanhas ou interesses. O “vitimismo”, antes de tudo, é transferência de responsabilidade.”
        Eu me refiro ao clube, não aos torcedores.

        • Carlo

          Andre, a fina ironia desse caso , e’ que o Fluminense entre os chamados grandes e’ um dos menores. Temos uma torcida de 3 milhoes, comparada a 40 milhoes do Flamengo e por ai vai. Nao sei de onde vem essa influencia e forca que temos na CBF. Nao temos forca nem na Federacao Carioca cujo presidente vive nos hostilizando. Falo isso sem o menor constrangimento, e’ apenas um fato.

          Quanto ao que vc escreveu, embora nao concorde com a afirmacao, nao tenho a menor duvida que voce se referiu ao clube. Lhe tenho na conta de uma pessoa do bem, de um jornalista responsavel. Voce nao faria o contrario.

          E’ uma pena que ha pessoas que nao conseguem fazer essa distincao, e sempre tem um psicopata querendo estravazar seus sentimentos reprimidos…. E’ a sociedade. Voce le o setor de comentarios e fica apavorado. Teve um energumeno que disse que foi pouco. Tinham que ter levado tiro… Tomara que isso esfrie e a raiva aos tricolores diminua.

          Obrigado pelo espaco.

    • Luiz

      Vc AK, vc disse que a torcida do Fluminense estava se fazendo de vitima. Assuma o que escreveu rapaz! Esses dois torcedores que foram vitimas de bomba estão se fazendo de vitima?

      AK: Por favor, tente ler.

      • Fabio

        Andre,
        Vc excreveu em relacao ao clube sim.
        Mas em muitos comentarios, quando tricolores diziam aonde isso ia parar, voce dizia que isso era vitimismo. E era obvio que isso ia acabar assim.
        De mais a mais, isso faz pouca diferenca, porque um marginal predisposto a um ato de violencia, vai atacar o torcedor, nao o clube.
        Por isso acho que um jornalista tem que ser muito cuidadoso nas suas colocacoes. Elas terao consequencias.
        E foi criado um clima no qual o Fluminense simboliza tudo de sujo que existe no futebol. Eh so ler os comentarios.
        E voce sabe muito bem que isso nao eh verdade, vc ja escreveu isso.
        Tenho admiracao por voce, lhe acho extremamente talentoso. Mas o que aconteceu nesse episodio, foi o maior linchamento publico que ja vi no Futebol Brasileiro. Talvez so o Dunga em 1990 tenha sofrido algo parecido.
        E parte da midia tem grande participacao nisso. Nao eh o seu caso. Acho que vc foi moderado, mas vi colegas seus fazerem declaracoes infelizes, preconceituosas e ate irresponsaveis.
        Seria bom que fizessem uma reflexao.
        Espero que nao leva a mal, nao eh nada pessoal, mas a critica a imprensa eh legitima.
        Abs.

  • Eddie The Head

    Prezado André Kfouri,gostaria de saber sua opinião sobre dois assuntos.

    1) O Atlético Paranaense fez uma excelente campanha no último campeonato brasileiro,mas mesmo se classificando o time está sofrendo um desmancha. Jogadores vitais para a boa campanha do Furacão,como Éverton e Paulo Baier,por exemplo,já saíram,e outros provavelmente sairão. Você acha que isso é um mal que a falta de recursos da maioria dos times brasileiros cobra ou o time pode se reforçar à altura?

    2) Não tem meio termo,é sim ou não: Você acredita que possamos ter outra virada de mesa no próximo brasileiro,depois dos problemas envolvendo Portuguesa e Fluminense?

    Boas férias.

    AK: 1) Acho que a diretoria que montou o time do último BR entende que pode montar outro.
    2) É grande a chance de termos um campeonato com mais clubes do que o último, o que seria horrível.
    Um abraço.

  • Ailton

    Caro Andre

    O Grande Circo não foi 39a e a 40a rodada. O grande ato cênico aconteceu na 38a e teve como atores: principa,l Heverton e o coadjuvante, André Santos.
    A teoria do Michel Assef foi brilhante, mas quanto jogos precisariam deixar o Andre de fora? Bastaria deixar o último, após a suspensão.
    A grande pergunta é a mídia esportiva desconhecia o regulamento ou fez de morta para não fazer nenhum alarde e deixar que tudo se resolvesse no campo. Afinal pelo regulamento o Flamengo poderia ser rebaixado.
    O campeonato de 2014 será com 24 clubes na 1ª fase e mata mata no final.
    Inocentes são aqueles que acreditam em inocentes no futebol.
    Gostaria de saber a resposta do Sr. AK

    Feliz 2014

  • Robert

    parece que a Portuguesa de 2013 é diferente da Portuguesa de 2003, quando recorreu ao STJD para tirar pontos do flamengo – sempre ele – por causa da escalação de jogador irregular: http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u53949.shtml

  • Robert

    Caro Andre, Porque a midia se omitiu/calou em relação a atuação de Andre Santos (sabidamente suspenso conforme diversos jornais de circulação nacional) da noite de sabado ate os jogos de domingo (e até alem, pois o escandalo so veio a tona na 3ª feira !!??!!), voce nao acha no minimo estranho? o fato do time de maior torcida do brasil ter estado exposto ao rebaixamento durante pelo menos 20 horas (momento de entrada do heverton) e NENHUM jornalista sequer comentar o fato? comentario este que evitaria com certeza a entrada do heverton em campo?
    Gostaria de ouvir sua opinião sobre isso…

    e p/ finalizar: quanto a este Manuel da Lupa, pivo do caso lusa, a cada dia surgem novas noticias que mostram o seu nivel de endividamento (e pq nao dizer de picaretagem, uma vez que suas transações financeiras pessoais parecem se relacionar intimamente com as de seu clube). vejam estas de hoje:

    Arresto
    A Justiça determinou o arresto de imóveis do ex-presidente da Lusa, Manuel da Lupa, e do ex-vice de futebol para pagar dívidas com o Banco Baniff. Da Lupa e Iaúca sustentam que a dívida é do clube e até contrataram parecer de um famoso advogado para defendê-los. O parecer foi pago pelo clube.

    Sob investigação
    A Portuguesa aparece no inquérito da Polícia Federal que apura suposto crime financeiro dos antigos executivos do Banco Baniff. O inquérito rastreou centenas de operações suspeitas, que causam prejuízo ao banco e ao Fisco. O volume total supera R$ 500 milhões. A Lusa aparece pelos empréstimos tomados pelos ex-dirigentes.
    fonte: http://blogs.lancenet.com.br/deprima/2014/01/03/gobbi-pode-perder-diretores-em-2014/

    Minha singela pergunta?
    Um cara desse nivel de carater e devendo milhoes e milhoes na praça nao seria capaz de vender a vaga de sua equipe na serie A e/ou melar o campeonato brasileiro 2013?

    Para mim, a resposta unica: Claro que SIM

    o que espera o MP-SP para investigar cada passo e telefonema deste senhor nos ultimos meses?
    quanto ao da lupa, parece que o MP-SP dorme no ponto zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
    Acho que temos evidencias demais para abrir investigações DENTRO da lusa…

    É por ai sr , nós fas do futebol queremos saber a VERDADE!!!

    Abraços e parabens pelo blog

    • Luiz

      E diga-se de passagem: Punir Fluminense, Flamengo, Portuguesa e quem aparecer pela frente caso comprovado.

      • Marcio

        E enquanto isso estamos discutindo EdT, STJD e outras distracoes. O MP de SP, abriu investigacoes sobre o processo do STJD, nao sobre o caso Da Lupa. Eh formidavel.

        Sou Fluminense e acho que temos direito de saber a verdade. Se meu time estiver envolvido que caia pra serie D, mas se for Globo, Flamengo ou outra coisa, que tenhamos nossa honra restaurada apos termos sido condenados por alguns membros da midia em um verdadeiro linchamento publico.

  • Robert

    Caro Andre, vislumbro nesta confusão do stjd uma otima oportunidade da lusa demonstrar toda sua moralidade e devolver a taça de sua maior conquista, obtida de modo irregular com erro bizarro do juiz, em 1973, que tal?

    • Carlos Souza

      Também temos que lembra que a Lusa tentou no tapetão tirar a vaga do Guarani na primeira divisão de 2010.
      A Lusa deveria assumir logo que errou e cumprir o regulamento, mas pelo visto estão querendo virar a mesa e colocar 24 clubes na série A em 2014.
      Por falar nisso o presidente do Nautico já declarou que se rasgarem e regulamento para colocar a Lusa na série A, ele também irá justiça comum.
      Apenas não consigo entender como alguém pode apoiar a tesa da Portuguesa, que é totalmente fora do que estava previsto no regulamento. Gostem ou não, as leis são feitas para serem cumpridas.

  • Robert

    Caro Andre
    Excelente a coluna do jornalista Marcos caetano na revista placar de janeiro/2014, acabei de comprar… Não encontrei a coluna na internet… O título eh “a culpa eh do fluminense?”Destaco breve histórico q o autor faz sobre os anos de 96 a 99, deixando claro a não participação do Flu nos episódios que o favoreceram indiretamente, ivens mendes e Sandro hiroshi…Destaco este trecho:” a decisão de pintar um clube como malfeitor diante da opinião pública pode levar a coisas tao terríveis quanto a agressão de crianças com a camisa do time do coração”E ainda:” nós da cronica esportiva precisamos estar atentos aos riscos de tratar com a irresponsabilidade de torcedor um assunto de tamanha seriedade”Excelente texto!

    AK: Não li o texto, mas discordo das duas frases que você destacou. Responsabilizar quem oferece opinião por atitudes agressivas/criminosas de imbecis é simplesmente errado. E ao escrever “…precisamos estar atentos aos riscos de tratar com a irresponsabilidade de torcedor um assunto de tamanha seriedade”, o autor sugere que quem pensa diferente dele é irresponsável. Um evidente equívoco. Um abraço.

  • Thiago Mariz

    André,

    acompanho há muitos muitos anos seu blog e assim pretendo continuar. Desejo-te boas férias e que a qualidade de suas postagens e colunas permaneça a melhor entre os jornalistas esportivos que tenho a oportunidade de ler.

    Os elogios são apenas para amenizar o clima dos comentários que você está lendo e expressar meu espanto com a obstinação da torcida do Fluminense em querer discutir indefinidamente esse assunto mais do que discutido. Como venho aqui regularmente, sei mais ou menos quantos comentários as postagens rendem. Nas últimas semanas, quando vejo uma disparidade, já sei que é discussão sobre o Fluminense.

    É um absurdo, mas me parece que o que deveria ser dito já foi, de todas as partes possíveis. Que insistência.

    De qualquer forma, boas férias!

    AK: Obrigado. Um abraço.

  • Thiago Mariz

    Quando afirmo do assunto batido, refiro-me à validade ou não dá queda da Portuguesa, a participação ou não do Fluminense, que, se você observar, ainda é discutido nessa postagem. Não vejo motivo de prolongar-se nesse aspecto. Os fatos são conhecidos, discutidos o bastante para formar uma opinião. Ao meu ver, é chover no molhado.

  • Thiago Mariz

    Já que o Fluminense e parte de sua torcida é tão fiel à lei, deve ter como provar que as declarações de Mauro Cézar estão relacionadas com as agressões, do contrário, se enquadram legalmente em calúnia e difamação.

    • Robert

      Legal Thiago
      Sua visão de mundo eh bem bacana
      Vc deve morar na suíça
      Ou qq outro lugar
      + com certeza não mora e nem sequer conhece o rj
      Senão não seria tão utópico inclusive em relação a justiça

      Fui

  • RENATO77

    Sou Corinthiano e ví, por algumas vezes, meu clube sofrendo esse mesmo ataque de parte da mídia. O processo de demonização de uma agremiação visa unica e exclusivamente a polêmica pela polêmica, aumento de audiência e vendas em geral. Pouco, ou nada, se busca na direção da verdade. Pouco, ou quase nada, se faz no sentido de avaliar uma situação com moderação, e emitir uma opinião publicamente, só quando esta for minimamente sensata. O vídeo não deixa dúvidas quanto ao desequilíbrio de MCP. Uma empresa que se diz séria não poderia ter em seus quadros um irresponsável(ou mal intencionado mesmo) como este senhor.
    Sou totalmente solidário aos sentimentos dos torcedores do Fluminense que obviamente são atingidos por todo esse clima bélico que se instalou neste caso.
    “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma” – Joseph Pulitzer
    Abraço.

    AK: Você permanece enganado quanto ao profissional citado e no que afirma em relação às razões que motivam opiniões, no que diz respeito aos locais onde eu trabalho. Trata-se de uma realidade que você não conhece. O máximo que posso fazer é lhe dizer como as coisas são, mas você me parece convencido por suas próprias impressões. Um abraço.

    • Thiago Mariz

      Devo discordar de você, Renato. O que vemos no vídeo, editado visando ao objetivo da torcida tricolor, seja isto colocado em claro desde agora, é um profissional visivelmente indignado com o absurdo da situação. Ele está realmente TRANSTORNADO, ALTERADO, e outras palavras. Cara, mas me diga aí: você não ficou? Sinceramente, eu fiquei indignado! Fiquei muito mais que isso, fiquei p…, é um absurdo, cara! É um absurdo, um ABSURDO!

      Como é que alguém não se indigna com isso? Não é questão de ser legal ou não. Muitos juristas mostraram que a decisão não é tão simples quanto parece. Ficando a dúvida legal, como é que alguém vai defender uma desonestidade dessas, Renato? Como?

      E foi essa indignação que Mauro deixou transparecer nos seus comentários. Você pode julgar se é certo, errado, válido ou não ter um profissional passional assim. É o jeito dele. Agora, imaginar um complô para denegrir a imagem do clube Fluminense, etc. é falta de bom-senso. No vídeo, percebe-se visivelmente a irritação, a alteração de humor do jornalista. Não percebes a contradição em afirmar que é um complô para denegrir, que é corporativismo da ESPN e o cara estar fora de si desse jeito? Como ele vai “trabalhar” pro “sistema” com esse destempero todo? É só uma questão de pensar, sinceramente.

      Os jornalistas não estão denegrindo a imagem de seu ninguém. Os jornalistas estão apontando o absurdo de termos uma equipe com mecanismos de time pequeno, mecanismo de campeonato de 1920. O Fluminense se denegriu. Os jornalistas noticiaram.

      • RENATO77

        Mariz, esse é um bom ponto a discutir. O clube JÁ se denegriu. Pela própria situação. Por todo o contexto.
        É totalmente desnecessário alguém chegar pra milhões de ouvintes e ficar reforçando um aspecto que JÁ é inerente à todo esse quadro.
        Como a morte do garoto em Oruro, o fato, por sí só, já foi grave o suficiente, suficientemente esclarecido para que cada um de nós tirasse suas conclusões.
        E em cada um desses casos, boa parte das pessoas tiram suas conclusões regadas por um forte tempero de clubismo, o que apimenta bastante o assunto e distorce as opiniões.
        Não é necessário jogar gasolina na fogueira quando o assunto é futebol. É o que MCP faz ao longo de sua carreira.

        Quanto à indignação de cada um e com o quê cada um se indigna, espero que não seja seu caso, mas vivemos tempos de uma epidemia de indignação seletiva.
        Isso me incomoda bastante e creio que a muito mais gente.
        Abraço.

        • Thiago Mariz

          Sim, há a indignação seletiva. Não é o meu caso. Meu Sport Recife nada tem a ver com os dois clubes. A meu ver, a defesa dos torcedores do Fluminense foi o típico caso do que você mencionou.

          De repente, viraram árduos defensores da lei pela lei. Curioso como não se movimentaram para tirar o título do Fluminense em 2010, em que o mesmíssimo fato aconteceu.

          • RENATO77

            E por aí vai Thiago…todo time grande tem a bunda suja…mas só suas torcidas não vêem…em compensação tem olhos de lince pra ver e apontar a sujeira dos outros.
            Abraço.

          • lucas

            Que mesmissimo fato Thiago?
            o caso do Tarta foi completamente diferente.
            Por favor, vamos ser justos no debate.
            os jornais q divulgaram isso como noticia ja publicaram uma errata, o Tarta estava apto a jogar a partida.
            Nao houve irregularidade nenhuma.
            A defesa do dos torcedores do Fluminense foi tipica de quem esta sendo atacado por todos os lados, so por causa de meia duzia de torcedores q comemoraram. Como se todo clube nao tivesse esses malucos, ora bolas!
            Alias, vc veja como a desinformacao funciona. Se publica uma noticia de primeira pagina que o Tarta estava irregular e depois uma errata pequenininha. E a desinformacao segue, vc usa um fato que ja foi devidamente esclarecido como argumento e a cortina de fumaca continua cobrindo o verdadeiro problema.
            Tenho muita simpatia pelo seu time alias, garfado pelo Flamengo 2 vezes; em 1987 e na semifinal do Brasileiro de 1982, com um gol escandalosamente anulado. Direcione sua indignacao para quem e’ merecedor Thiago.
            Porque no final quem esta com nariz de palhaco somos nos, como muito bem colocado esta nessa coluna.

            http://www.ricaperrone.com.br/o-penalti-que-nao-foi/

            • Thiago Mariz

              Tudo bem, Lucas. Nem fiz questão de ir atrás do fato do Tarta. Vou acreditar nas suas palavras. Mas vou a outro exemplo: lei pela lei, o estatuto do torcedor afirma exatamente o oposto da norma administrativa que salvou o Fluminense. Devemos seguir essa lei, ou só a que beneficia o Fluminense?

              Merecedor é o Fluminense, Lucas. Que fez papel de time pequeno, como já tornou-se hábito. Diga-me que outro time apelou aos tribunais com tamanha frequência como o Fluminense. Ele é o merecedor da minha indignação, porque eu ainda valorizava, pouco que fosse, esta porcaria desse campeonato. Não me venha com esse argumento patético típico de brasileiro: “vai dizer que todo mundo não faria o mesmo?” Não projete a mediocridade moral da equipe carioca em mim. Faça-me o favor.

              E sejam homens, não meninos, de ficarem agora querendo colocar a culpa na imprensa, na justiça comum, no titio, na vovó. Já está bom de tanto distorcer a conversa. Papel de palhaço fazem os torcedores quando compram essa vitimização da diretoria do Fluminense. Brasileiro gosta mesmo é de ser vítima. E, sim, esse papel do Fluminense foi um retrato da sociedade brasileira. Não que seja o único. Mas enoja, em meio a tanta indignação, ver uma parte desse país fazer com a maior cara lavada esse papel ridículo e ainda querer se sair de vítima quando os brasileiros, FINALMENTE, indignam-se.

              Como dica de um grande amigo, o que farei é evitar ao máximo acompanhar o campeonato brasileiro se esse time de diretoria medíocre continuar na série A.

              • lucas

                Thiago,
                Vc me parece ser muito boa pessoa, por isso mantenho essa discussao, que tbm esta em bom nivel.
                Voce: “Diga-me que outro time apelou aos tribunais com tamanha frequência como o Fluminense.”

                Me diga quando o Fluminense foi aos tribunais?

                Mas por favor me de fatos concretos, nao me diga o que ouviu falar. Vamos falar de 1996. O Fluminense foi aos tribunais? em em 2000, Copa Joao Havelange. O Fluminense foi aos tribunais. Fico no aguardo de sua resposta. Me aponte quando, nessas 2 ocasioes que todos falam que “viramos a mesa”, fomos aos tribunais. Se e’ tao obvio assim, deve ser facil para voce achar no google noticias sobre o Fluminense nos tribunais para virar a mesa em 96 e 2000.

                Nao me venha com argumentos bobos de :todos sabem”, etc…porque isso e’ coisa de tolo que nao interpreta as coisas que le no jornal. Quero fatos concretos que validem seu argumento, sua frase acima.

                Se quiser manter a discussao, tens uma oportunidade de ouro de provar que estou errado, e’ so pesquisar.
                Fico no aguardo.

      • Rodrigo – CPQ

        Só agora fui ver o video. Que frases toscas entre os comentários do Mauro… interpretação barata de quem quer justificar o injustificável. Culpar a imprensa pelas agressões aos torcedores do Fluminense é como matar o mensageiro, como diziam antigamente. Nunca fui com a cara do MCP, e não é agora que tô tendo mais simpatia por ele, mas esse video é ridículo.

      • Lucas

        O Fluminense se denegriu? Como assim? vc vive em um universo paralelo? a Portuguesa fez uma asneira. O flamengo fez outra asneira. e o Fluminense denegriu?
        Vc fala em desonestidade.. de quem? do Fluminense? a troco de que? O Fluminense respeitou as regras do campeonato. Todos seus jogadores suspensos ficaram de fora.
        O que que vc queria? que a Portuguesa perdesse 4 pts e o Fluminese falasse nao, nao quero, vou disputar a serie B mesmo. Ah por favor! Ai ja e’ infantilidade.
        O problema da indignacao do MCP e’ justamente valida e dar fundamento a cometarios absurdos como o seu.
        Me diga uma coisa. Nao e’ estranho orgao nenhum da imprensa ter noticiado que o Flamengo escalou o AS irregularmente quando 3 veiculos haviam noticiado que ele nao poderia jogar? Isso nao e’ esquisito??
        O MP de SP deveria ter aberto inquerito para investigar o Sr Da Lupa e ver se alguem levou grana pra fazer essa asneira. E ai, se foi o Fluminense eu dou a mao a palmatoria e acho q temos q ir ate a serie D. Mas e se foi o Flamengo?? e se foi a Globo?? talvez tenha sido burrice mesmo (duvido) mas tem que ser esclerecido.
        Ao inves disso o MP de SP abre inquerito pra investigar o STJD e o EdT, que por sinal ja foi esclarecido pelo seu redator que nao foi ferido (link abaixo). Ou seja nao vai no coracao da questao. No q realmente interessa.

        http://www.lancenet.com.br/fluminense/Advogado-renomado-Copa-Joao-Havelange_0_1061293904.html

    • RENATO77

      AK, respeito sua opinião…mas farei o último(neste post) comentário sobre meu ponto de vista:
      os adjetivos usados pelo MCP não se ouvem nem nas matérias policiais onde crimes, assassinatos…coisas MUITO mais sérias são abordadas…tampouco nas de politica/economia.
      Ou melhor, até se ouve…esses termos me lembram comentários do Ratinho, Afanásio Jazadji, Alborghetti…coisas do tipo…
      Já passou do tempo do público em geral, ver neste “profissional” uma caricatura de jornalista…mais um Milton Neves…Chico Lang…ou outro do mesmo tipo. Um bôbo da corte…
      O cara perdeu a mão, ou melhor, nunca teve.
      Uma camera e um microfone, um espaço considerável na mídia é como uma metralhadora na mão dum chimpanzé, que me desculpem os chimpanzés.

      Partindo do princípio de que ele está sendo “mal interpretado” e que sua intenção NÃO é acirrar os ânimos…é impossível que ele não soubesse que essa reação de parte das pessoas poderia acontecer…casos como esse NÃO são os primeiros…e nem serão as últimas polêmicas do futebol…reações estúpidas JÁ são esperadas SEM que se precise de jornalista alimentando o “fogo” que está, e sempre estará presente nas relações entre vencedores e vencidos num jogo de futebol.
      Pior que isso, fosse somente entre vencedores e vencidos, a discussão ficaria entre Lusa e Nense…mas pra piorar, vivemos os tempos dos “ANTIS”…tempos em que não basta torcer “a favor” do seu clube de coração…é preciso que a concorrência MORRA! Isso, todos sabem que existe, quase dá pra pegar no ar…uma empresa de jornalismo SABE das reações das demais torcidas. Não dá pra alegar “eu não sabia/queria que isso acontecesse”.

      O futebol, por sí só, já esquenta qualquer debate. Seja o jogo no Maracanã ou num terreno baldio qualquer.
      Há tempos deixei de acreditar que o futebol é um esporte. É antes de mais nada, UM JOGO. Praticado por esportistas…mas é um jogo. Entretenimento antes de tudo. E devia ser tratado como tal. A começar por quem é pago pra isso, e consequentemente tem a devida responsabilidade sobre o que põe “no ar”.

      SE o público, ou mesmo parte dele, é burro, ignorante e não consegue entender a mensagem na sua integralidade, que o jornalista saiba dessa REALIDADE e faça uso da palavra/opinião com mais parcimônia.

      E sobre minha opinião a respeito da grande mídia em geral, o jornalismo e a informação que nos é dada, exceto internet, eu coloco no mesmo patamar da classe politica deste país. Aliás, um é o ovo, o outro a galinha.
      Viva a internet.

      Um abraço e que voce não caia no “lado negro” da força…rsrsrsrsrsrsrsrs…

  • Muito bom o artigo nos fazedo refletir sobre as perspectivas para o mundo do futebol de 2014!

  • Robert

    Caro Andre,
    post mais recente do torcedor da lusa no site globoesporte
    http://globoesporte.globo.com/sp/torcedor-portuguesa/platb/2014/01/08/e-voce-ja-entrou-com-sua-acao-na-justica-comum/

    Varios comentarios de torcedores da portuguesa revoltados com a diretoria do sr Da Lupa e pedindo investigação sobre as evidencias de corrupção na escalação de heverton

    Pergunto: Se até os torcedores da equipe lusa ja começam a enxergar a realidade o que falta para a grande midia?
    Abs
    ST

  • Luís de souza

    Como disse um grande especialista em Direito Esportivo, no Domingo após o Flamengo ter escalado o André Santos no sábado, todo mundo esportivo sabia que Fla ou Flu cairia para série B e todo mundo jurídico sabia que o Fla cairia em caso de vitórias do Coritiba e do Flu. Aí no Domingo a Portuguesa coloca o Hérveton no final do jogo. Para bom entendedor ponto e vírgula é letra.

  • Luiz

    E aí? nenhum comentário sobre o fato do MP de SP ter dito que considera quase impossível que Flamengo e Portuguesa tenham escalado os jogadores sem saber que eles estavam punidos? Isso muda tudo não? A Lusinha deixa de ser a coitadinha da história. Quero ver com que cara a banda “consciente” da imprensa esportiva representada pelos ESPNs boys vai ficar depois dessa. Será que vão fazer a Mea Culpa?

    AK: Quem apurou e divulgou a investigação do MP foi a Espn. Jornalismo funciona de um jeito diferente do que você imagina. E isso aqui foi escrito no dia 27/12/13:
    http://blogs.lancenet.com.br/andrekfouri/2013/12/27/camisa-12-175/
    Desculpe o constrangimento.

  • E se a gente pudesse diretamente votar contra a copa?Olha esse vídeo, gostaria da sua opinião.
    http://youtu.be/7qHpDaeDPU8

MaisRecentes

A vida anda rápido



Continue Lendo

Renovado



Continue Lendo

Troféu



Continue Lendo