CAMISA 12



(publicada ontem, no Lance!)

POBRE BRASILEIRÃO

Ninguém sabe como vai terminar o “caso do advogado”. O Campeonato Brasileiro de 2013 só será concluído no honorável tribunal, que se pronunciará no juridiquês que apaga os resultados do campo.

Um final apropriado para um campeonato largado por quem o organiza, e que teve como cenas de encerramento um confronto de bárbaros em que “guerreiros” desacordados foram golpeados na cabeça aos gritos de “mata!”.

Se você é daqueles que dizem que “o produto é problema da televisão, só quero que meu time vença”, aí está o produto do seu pensamento. Uma competição que acabou mas não terminou. Uma competição que não se constrange em varrer seus defeitos para baixo do tapetão. Uma competição que provoca o ressurgimento de figuras nefastas, aplaudidas por quem jamais teve vergonha.

Pense nos jogadores da Portuguesa. Autores de uma campanha digna, enfrentando toda sorte de problemas internos, entre eles o mais grave, a falta de pagamento. Pense no técnico da Portuguesa, alguém que mostrou evidentes qualidades no comando de seu time e o conduziu a uma pontuação que poucos consideravam atingível.

Eles provavelmente serão vencidos por uma falha administrativa muito mal explicada, associada à letra fria da Lei. Uma falha que não teve absolutamente nenhum efeito esportivo, que não foi cometida por má intenção, que é o resultado de um sistema estapafúrdio. Mas que pode custar quatro pontos e provocar o rebaixamento de um clube, salvando outro que caiu em campo, sem ter nada do que reclamar.

O “caso do advogado” precisa ser esclarecido. É correto um profissional que tem vínculo com a CBF representar vários clubes em uma sessão do STJD? Esse conflito não lhe permite criar a dificuldade para oferecer a facilidade? Se ele passou a informação certa à Portuguesa, por que Héverton jogou?

Mas o que precisa de um esclarecimento ainda mais urgente é o Campeonato Brasileiro de futebol, nosso “melhor” produto.

UTI

Do ponto de vista neurológico, é irrecuperável o quadro de quem critica as reivindicações do Bom Senso FC olhando para as cores das camisas dos jogadores que lideram o movimento. Típico “não li e não gostei”, manifestação de ignorância em estado bruto. Além de uma confissão de apoio se cores e nomes fossem outros. Enfim, casos de morte encefálica.

PARABÉNS

O Lanús aplicou à perfeição a máxima que diz que “uma final não se joga, se ganha”. Domínio de nervos e de ações em casa, com o equilíbrio que tanto se procura entre a pressão e os cuidados defensivos. A linda aventura da Ponte Preta terminou sem o prêmio principal, mas também sem nenhuma razão para tristeza. O torcedor deve permanecer orgulhoso.



  • rafael

    Ótima matéria resume muito bem o que esta acontecendo com o futebol brasileiro, na minha opinião esta falido e arruinado, não materialmente e não financeiramente, mas sim e pior moralmente

    • Leonardo

      Então, o regulamento serve pra quê? Amigo, lei é lei! A sua análise é subjetiva! Como você sabe se foi sem má intenção? É subjetivo…
      Por que você não questiona o fato de a Portuguesa ter cometido um erro primário!?
      Paulistas… Quer defender quem está errado e ainda ficam culpando o Fluminense que nada tema ver com os erros da lusa.
      Me responda: Esse comentário foi mal-intencionado?

    • antonio scotton

      Concordo com tudo que você falou , e me vejo transferindo a cena para os familiares e amigos do pessoal do mensalão . Todos tristes coitados , não sabiam de nada ( também ) e agora estão vendo esta barbárie para cima dos pais , tios , avós e amigos , todos querendo que a lei seja cumprida . Um absurdo

  • Emerson Cruz

    Um campeonato com o padrão CBF de qualidade.

    • E que padrão, diga-se de passagem .

  • MachadoJ

    O futebol é o representante legítimo da sociedade brasileira.

    O Brasil é um país dominado por uma elite corrupta onde o maior inimigo do povo brasileiro é o Estado brasileiro!

    Triste sina de um país do terceiro mundo…

  • Marcel

    Tava esperando sua visão sobre isso tudo André. O que mais ta me incomodando é um video que vi de um caso do ex-jogador do Fluminense Tarta em 2010. Segue o video:
    https://www.youtube.com/watch?v=eU5s6T2a5lA
    Percebe como o Schmidt usa o argumento inverso do que ele ta usando agora. No caso, ele fala que um resultado alterado no campo não pode ser alterado assim, que do lado técnico, juridico, o Fluminense deveria ser punido, mas que tem que ver o outro lado, bla bla bla.
    E agora é só conversa de ‘Dura Lex Sed Lex’, e que tudo tem que ser seguido ao pé da letra porque senão vai ser a falencia da justiça esportiva. Dois pesos e duas medidas nunca ficaram tão claros.

    • Alexandre

      Exato. Embora as situações do jogador do Fluminense em 2010 e do jogador da Portuguesa em 2013 sejam diferentes, a contradição argumentativa do Procurador Schmidt é evidente.
      Em última análise, o Futebol nada mais é do que o espelho da sociedade, e no Brasil vale a máxima: “Aos amigos, tudo. Aos inimigos, a Lei”.
      Ou, em outra palavras, os poderosos, os bem relacionados, sempre podem contar com as brechas da Lei, a máxima flexibilidade interpretativa, já para os demais vale toda a rigidez gramatical na aplicação da Lei, sem qualquer espaço para princípios do Direito, ‘Dura Lex, Sed Lex’.

      • Leonardo

        André, notei que várias pessoas não te compreenderam! Escreva para pessoas mais letradas, que possam te decifrar mais rapidamente.
        Nós, os ignorantes, não conseguimos entender os seus devaneios…
        Um conselho: Trate melhor os meros mortais, um dia você pode precisar!
        Assim como a Portuguesa, né?

        AK: Não posso selecionar o público. O blog é aberto. Um abraço.

      • Carlos Prates

        Isso é um joguinho de mentiras e conveniências.
        O que não estava no calendário, é que o Brasileiro teria 39 rodadas. E esta, é a que realmente decide a competição…
        Não existe verdade neste imbróglio.
        Não só é caso de Polícia, como de OAB.

        Advogado comprometido com o Fluminense, literalmente e claramente, traiu de forma covarde a Portuguesa. Seu cliente!!!

        Vejam isso!

        OSVALDO SESTÁRIO

        “Eu recebo dos clubes e não tenho qualquer vínculo com a CBF. Eu queria deixar isso bem claro, já que ontem ficou no ar que eu recebesse da CBF e era oferecido aos clubes. Além disso, que eu representei o Fluminense em um processo anterior. Eu nunca representei o Fluminense, fui advogado do Vasco por dois anos e meio, mas nunca representei o Fluminense aqui no Rio de Janeiro”.

        A VERDADE

        Osvaldo participou de julgamentos a serviço de 31 clubes diferentes. Entre eles, o Fluminense, que seria o maior beneficiado em caso de a Portuguesa perder quatro pontos.
        Em 28 de novembro, Osvaldo defendeu o Flu em caso que envolvia a suspensão do meia Felipe. A solicitação da defesa foi aceita pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, que determinou ainda o pagamento de R$ 5 mil para a Instituição Afro Reggae. Foi só um de mais de 100 processos no período.

        O CIRCO ESTÁ ARMADO, E OS PALHAÇOS SOMOS NÓS…

  • Robson

    Pelo que soube, a portuguesa teve 02 jogadores julgados pelo STJD. O Gilberto, artilheiro do time e o Heverton, reserva. Para mim, ela ficou sabendo das punicoes, visto que nao colocou o Gilberto para jogar, pois se o fizesse todos saberiam. Ela pecou e merece ser punida sim, porque na sua decisao, desprezou o seu pobre atleta reserva, nao o dando seu devido valor. Isso, para mim foi inconsiente, nao intencional, mas para mim ela discriminou seu atleta e isso eu nao aceito… Tbm acho que ta rolando um pouco de hipocrisia quando se diz que os times que, em 38 rodadas, que ficaram apenas 4 pontos acima do Fluminense (do NONO para baixo) tenham ganhado na bola. Para mim foram menos ruins, pois foram um monte de paladeiros… Apesar de tudo, acho que o meu Fluminense deveria jogar a segundona, mas que nao venham me dizer que os outros sao santos e so nos somos viloes…

    • Alexandre

      Seus argumentos são confusos e passionais.
      A Portuguesa não pecou, pois ninguém aqui está discutindo a Santa Inquisição.
      Houve um erro administrativo não doloso e sem qualquer resultado esportivo. Uma falha burocrática que deveria receber punição proporcional.
      Se a Portuguesa tivesse má intenção, seria justamente o Gilberto que jogaria, pois é um dos principais jogadores do time, e não um simples reserva que entrou a poucos minutos do fim de um jogo que não valia nada.
      Mas o Gilberto não jogou, porque a Portuguesa foi informada da sua punição. Por que não foi informada da punição do Héverton? Ninguém sabe.

      • nascimento

        concordo em gênero, número e grau contigo alexandre

        • Leonardo

          Alexandre, rasgue o regulamento… Se não está no regulamento, não vai passar. Confuso e passional foi a entrevista do dirigente da Portuguesa, assim como o seu comentario acima.
          A Portuguesa era parte interessada e não foi comunicada?
          Cochilou, o cachimbo cai!

        • Agra

          Discordo em gênero, numero, grau, raça, cor, tipo, tamanho, Unidade Federativa…..
          Creio que se trata de mesmo idioma e dialeto. A posição do tricolor mostrou a cara de um péssimo campeonato… A partir da 10ª colocação as diferenças bem poucas para também cair, reconhecendo o fiasco do fluminense em 2013. Não está grudando clubismo, nem bairrismo. Expressar que o erro foi doloso ou culposo, não tomo tais liberdades….Não fui eu……Titular do erro. Há um agravo ao tomar com segurança que a Lusa não foi avisada…Já houve contradição da Direção, passando à Imprensa que foi informada de UM jogo….Depois alega que não teve comunicação alguma do advogado…. O Sr. Robson procurou apresentar que o Inter e outros de grande expressão ficaram devendo as suas torcidas. Quanto ao não cumprimento de lei…desconsidere…querem fazer regras de campeonato de futebol só pela emoção e não a RAZÃO, que friamente foi aceita por todo os CLUBES, salvo engano……Boa tarde!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

          • Alexandre

            Se você não quer “tomar tais liberdades”, direito seu.
            Direito que o julgador não tem, já é que inerente ao ato de julgar a necessidade de separar a culpa do dolo, e dosar a pena com base nisto.
            Adotar pena única para infrações diferentes em sua essência é tão injusto quanto não adotar pena nenhuma.

            AK: Exato.

      • Carlos Prates

        “Uma falha burocrática que deveria receber punição proporcional”…

        É justamente esta frase, que separa o trigo do joio.

        A má intenção, e um erro absolutamente humano.

        Se bem, como já disse em outro tópico, a Portuguesa é inocente em dolo, mas ingênua em aceitar em sua defesa, um advogado tão questionável, e com 3.000 atribuições no STJD.

      • Adib

        Não valia nada, menos o ponto que livraria a Portuguesa definitivamente do rebaixamento e daria a vaga na Libertadores ao Grêmio.

    • Fernando

      Quero acrescentar que eu acho que não deveria mais existir o regulamento.

  • Alexandre

    Cara, é o seguinte: o Deco poderia ter jogado este ano pelo Fluminense mesmo estando suspenso? NÃO.

    Vamos parar de hipocrisia, se os caras escalaram um jogador SUSPENSO, seja por falta de informação ou não, o erro é deles, e eles têm que arcar com as consequências!

    O futebol não é um esporte amador, mas profissional e movimenta MUITO dinheiro. Não há mais espaço para diretorias amadoras. Houve falha do advogado? Contrate um mais responsável da próxima vez, de preferência um que atenda apenas aos interesses do próprio clube.

    Está previsto no regulamento então tem que perder os pontos sim. Vocês, jornalistas, cada vez mais têm dois pesos e duas medidas. Em um momento clamam por ética, profissionalismo e tudo o mais. No outro, pedem que as regras sejam completamente desrespeitadas em prol do jogo limpo.

    Ninguém participa de uma competição sem ler o regulamento. Se a Lusa não perder os pontos, cabe ao Grêmio Prudente recorrer por ter perdido os pontos na MESMA situação em 2010!

    Menos hipocrisia, por favor!

    AK: Lamento que você não tenha compreendido o texto. Não há pedido para que as regras sejam desrespeitadas. Um abraço.

    • Claudio Silva

      André, pelo menos assuma o que escreveu… Você montou um drama épico para Lusa e foi irônico em relação às regras. Só faltou escrever que os pobres coitadinhos da Lusa não podem ser rebaixados por causa de uma falha administrativa (“caso do advogado”) .

      AK: Seu drama para compreender o texto é ainda mais intrigante. Um abraço.

  • Helio Gonçalves

    Pobre texto! Você é mais um dos que acham que o regulamento não é para ser cumprido?
    E se fosse na segunda rodada?
    Fico triste em ver cronistas que admiro se deixando levar por paixões clubistas e remando a favor da maré da “opinião pública” criada pela imprensa marrom.
    A Portuguesa ACEITOU o advogado, seja ele indicado por quem for e o nomeou seu representante no tribunal.
    De quem foi a falha administrativa?
    Pelo que entendi do seu texto, sempre bem escrito diga-se, rasgue-se o regulamento em nome dos pobres coitados dos jogadores da Portuguesa. Os responsáveis pelo erro PAGUEM por ele.
    Abraço,

    AK: A ideia de que eu entendo que o regulamento não é para ser cumprido é fruto dos seus defeitos de compreensão. O assunto é outro. Um abraço.

    • Helio Gonçalves

      Amigo:
      Felizmente sou alfabetizado e compreendo perfeitamente o que leio, inclusive o que está nas entrelinhas.
      O paragrafo abaixo é seu….

      Eles provavelmente serão vencidos por uma falha administrativa muito mal explicada, associada à letra fria da Lei. Uma falha que não teve absolutamente nenhum efeito esportivo, que não foi cometida por má intenção, que é o resultado de um sistema estapafúrdio. Mas que pode custar quatro pontos e provocar o rebaixamento de um clube, salvando outro que caiu em campo, sem ter nada do que reclamar.

      AK: E você conclui que aí há um pedido para que a regra seja desrespeitada? Você é mais do que alfabetizado, você lê mentes. Um abraço.

      • Helio Gonçalves

        Não leio mentes, mas sou educado.

        “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará
        um grupo tão vil como ela mesma”. ( Joseph Pulitzer)

        Abraço,

        AK: Também sou. E acho que o Pulitzer ficaria bravo com você. Um abraço.

      • brian

        Andre,
        “uma falha administrativa muito mal explicada”. Esta mal explicada mesmo. Primeiro o presidente da Portuguesa afirmou que o advogado teria lhe informado que a punicao era de 1 jogo. Depois ele mudou a versao e disse que o advogado nao entrou em contato com o clube. Imagino que eh isso q vc quiz dizer no texto Andre. Alguem pode levar pro lado de o Andre esta sugerindo que talvez o Flu armou com o advogado; mas acho que vc nao faria uma insinuacao leviana assim. Tenho certeza que nao!

    • Rodrigo

      Boa tarde André Kfouri, vamos deixar de bairrismo e sermos imparciais, se o regulamento não for pra ser cumprido então não o tenhamos e faremos do futebol uma terra de ninguém, mas no Brasil é assim: PRENDE OS MENSALEIROS! A LEI TEM QUE SER DURA! e depois diz: não podemos interpretar a letra fria da lei! por favor, CUMPRA-SE A LEI OU REGULAMENTO! PELA MORALIZAÇÃO CULTURAL DO POVO BRASILEIRO.

      Grato pelo espaço.

    • Rodrigo

      André você está dizendo que não está dizendo que o regulamento não deve ser cumprido e que o assunto é outro, ENTÃO DIGA POR FAVOR DE QUE ASSUNTO QUE SE TRATA?

      AK: Você ainda não descobriu?

      • Rodrigo-CPQ

        Xará, você jura que não entendeu que é uma CRÍTICA ao regulamento, à forma como a lei desportiva (pra ficar só nesse meio) é aplicada aqui no Brasil?? Precisou de quanto tempo pra CBF fazer um BID decente (se é que ele ainda existe)? É tudo amador. Não se pode julgar alguém numa sexta à noite e o “devogado” pegar o telefone e ligar pro presidente: “ó, o fulano tá suspenso… manda um sms pra concentração”… Isso é ridículo, não deveria acontecer nunca. O futebol movimenta muita grana pra tudo ser tão amador assim…

  • Bom dia.

    Matéria muito boa, a “acidez” dos comentários vai causar náuseas a quem servir a carapuça, mas a verdade é sempre o melhor remédio, ainda que amargo.

    Parabéns.

  • wagner

    Chupa cambada de invejosos vocês estão morrendo de medo do fluminense, vocês sabe que ele voltará muito forte para 2014 e que será campeão em qualquer divisão seus bundão.

    AK: Vejam o nível rasteiro que aflora nesse tipo de discussão.

    • José Valério

      Amigo, o português (o idioma português, não o “seu Manoel”, blz) mandou lembranças.

      • Thiago Rievers

        André,

        Peço desculpas se estiver cometendo alguma injustiça.

        Apesar de estar hospedado no site do LANCENET, entendo que o blog é seu.

        Acho que está na hora de você exercer um pouquinho só de censura nos comentários a fim de manter o nível da discussão.

        Fica a sugestão.

        Um abraço.

        AK: A moderação é feita. Um abraço.

  • Edison Cm

    Agora é o fluminense? Você acha que seguir a regras do esporte e errado? Fala sério.Agora o fluminense tem que ir para a segunda porque você está com pena da falta de profissionalismo da portuguesa?
    Fala sério
    Querida ver se fosse o Flu no lugar da portuguesa, a lei existe para isso. ela é cega muda e surda só os detalhes reais são levados em consideração.
    Quer mudar as regras ótimo mais para o próximo ano.

    AK: Por favor, leia o texto. Um abraço.

  • Rafael

    Sinceramente?

    A má vontade com o Fluminense é evidente.

    Muitos não entendem e não aceitam o fato de que o clube possa, sem estrutura alguma, ter conquistado 02 títulos nacionais em 03 anos.

    O episódio “Portuguesa”?

    Simples: Se o advogado avisou “de boca”, por e-mail, por carta, por sinal de fumaça… NÃO IMPORTA!!

    Ele estava constituído pela Portuguesa, era procurador do Clube. O fato é: Descumpriu a Lei? Pague o preço.

    Aos que não toleram o Fluminense, tal como o nobre jornalista, só uma frase: VOCÊ VAI TER DE NOS ENGOLIR!!!!!!!!!!

    AK: Vejam…

    • ANDREIA

      Concordo com vc Rafael

    • RAFAEL

      Parabéns, ao menos, por publicar as críticas além dos elogios. Mas o fato é: A LEI REBAIXARÁ A LUSA, NÃO O FLUMINENSE.

      • Alberto Soares

        Para mim, existem leis justas e injustas, é verdade. Mas lei é lei e tem que ser cumprida por todos! Não podemos rasgar a lei só pq achamos ela injusta! E não me admiria que a lei seja rasgada em prol da Portuguesa e, claro, do Flamengo! Pois estamos no Brasil!

        Assim como é claro que essa campanha da Lance e de uma boa parte da mída, tem como estratégia tirar o Flamengo do foco, que cometeu um erro grotesco (inclusive, saiu no próprio Lance que o André Santos não iria jogar no sábado) e pode ser salvo do rebaixamento pela Portuguesa! Assim fica a Portuguesa de coitadinha e o Fluminense de vilão e o Flamengo de fora!

        AK: “Assim como é claro que essa campanha da Lance e de uma boa parte da mída, tem como estratégia tirar o Flamengo…”. Que genial.

      • Alexandre

        A má aplicação da lei rebaixará a Lusa.
        A Lei é um instrumento para obtenção da justiça, não um fim em si mesmo.

  • r. lopes

    Caro André !
    Meio fora do eixo, mas creio que o correto seria rebaixar todos os envolvidos, além dos que foram rebaixados em campo. Que subam outros clubes da segundona ! Fim da discussão.
    Outra coisa… colocar o Heverton aos 32 do segundo tempo; ou quase isso; sabendo que o Fluminense estaria rebaixado em razão dos demais resultados?!!
    Hummmm ! Sei não. Sem nenhuma leviandade, mas parece um jogo de cena, aonde todos os atores sabiam bem seus papéis neste enredo.
    Tá parecendo mais caso de polícia do que outra coisa.
    Pobre Portuguesa !
    Sabe André, já perdi minhas esperanças neste país. As pessoas de bem compõem uma minoria que está cansada de lutar pelo o que é certo !

    Parabéns pelo seu texto!

  • Marcelo

    André, vamos lá.

    Você nos acusa de não entendermos o que quer dizer. Tudo bem, então seja claro e nos diga isso, ENFRENTE esta pergunta: Na sua opinião a Portuguesa não deve perder seus suados pontos por ter escalado um jogador irregularmente, é isso? E isso não é descumprir o regulamento?

    Por favor, seja claro, nao temos como atingir sua sapiência.

    AK: Na minha opinião, o regulamento não deveria punir dessa forma um clube que comete um erro sem efeito esportivo e sem má fé. Na minha opinião, um clube não deveria ser rebaixado por isso. Na minha opinião, um clube que cai no campo deve subir no campo. Na minha opinião, um clube que já caiu no campo outras vezes e subiu na caneta deveria tratar de recuperar sua imagem, em vez de empobrecê-la. Na minha opinião, um campeonato como o BR não poderia ficar à mercê desse tipo de situação. Na minha opinião, não deveria haver STJD. Na minha opinião, se a questão fosse simples como responder a uma pergunta, não estaríamos aqui. Na minha opinião, você ainda não compreendeu o texto. Um abraço.

    • Rogerio

      Concordo com o Marcelo, não está claro a sua posição.

      André Kfouri, esclareça :

      1. Vc é a favor de ALTERAR, MANIPULAR, BURLAR o ATUAL regulamento ?
      2. Vc discorda do regulamento atual, mas aceita que precisa ser respeitado, até porque foi aprovado pelos clubes e CBF e foi válido nas 37 rodadas. MAS, entende que precisa ser revisto no future.

      Opção 1 ou 2 ?

      Obrigado

      • Cleber Gomes

        Caro André, acho que seria bacana uma resposta direta em uma destas 2 opções que Rogério acima citou.

    • Roberto

      Porque ninguem na midia fala dos outros clubes que se beneficiaram quando dizem q o Fluminense subiu na caneta ?!?

      AK: Falam. Mas é preciso falar de todos, agora, em que só há um envolvido, e de novo?

      • Roberto

        Falam…… em qual midia ?

      • ANDREIA

        ak É Claro que precisa para ver que TODOS os times são assim e não apenas o FLUMINENSE.

      • Alexandre

        Não conheço nenhum outro clube brasileiro que possa subir na caneta pela terceira vez, um verdadeiro recorde, quiçá mundial.
        Ninguém pode negar que ganhar pontos no tapetão é expertise do Fluminense.
        Até em 1999, quando disputava a terceira divisão, este clube levou pontos no tapetão não de um, mas de dois clubes diferentes: Anapolina e São Raimundo.
        Mais um recorde para o Flu!

    • Toni Paz

      André, nessa mesma linha, qual sua opinião sobre o que deveria ser feito com o Corinthians e Atlético Paranaense em 1996? Na Itália, por exemplo, os times foram penalizados com a ida para a última divisão.

      Qual sua opinião sobre o que deveria ter acontecido com o Botafogo em 1999, quando este time herdou pontos que deveriam ter sido simplesmente tirados do SPFC?

      Qual sua opinião sobre o que deveria ter acontecido com o Corinthians em 2001, considerando que este time ficou em penúltimo lugar no campeonato de 2000?

      Qual sua opinião para a hipótese do Fluminense ter descumprido a lei e ter escalado o Fred nos 4 jogos em que ele foi suspenso e ter conseguido, no mínimo, um ponto a mais?

      Qual sua opinião para o caso da Lusa e Flamengo serem absolvidos e no próximo ano todos os times não terem mais que se preocupar com suspensões, de poderem escalar quem quiserem, pois o único fator a importar é o resultado dentro do campo.

      Meu nobre, resultado dentro de campo é o aspecto mais importante sim, mas não o ÚNICO.

      AK: Minha opinião é que, na segunda-feira, o STJD deve julgar o que fazer com quem não compreende textos simples. Um abraço.

      • Juliano

        Rindo muito aqui AK… a sorte deles é que, nesse caso, seriam julgados pelos mesmo bagunçado STJD…

        Esse é nosso Brasil, cheio de brasileirices, como analfabetos funcionais!

        Abraço!

    • Marcos

      Amigos é tão simples entender o que esta explícito no texto do AK, necessitamos urgentemente em nosso país (não apenas no esporte, entenda-se ai no futebol) de leis claras, julgamentos honestos, onde aquele que cometa um crime pague por ele de acordo com a lei, desde que a lei não deixe margem a dubiedade, AK não diz que a Lusa esta correta, diz apenas que o dito “regulamento” da margens a dubiedade, e é necessário sim apurar os fatos, quebre-se o sigilo telefônico, afinal em alguns comentários acima alega-se que o futebol movimenta muito dinheiro, que a Lusa aceitou a nomeação do “adevogado”, concordo com tudo não concordo apenas em falar em honestidade nesse caso. Abraços e parabéns pelo texto AK. (Regulamento deve ser cumprido, afinal todos assinam no início das competições, mas as regras devem ser para todos).

    • oigres

      discordo de vc amigo, O fluminense nunca foi o culpado pelas viradas de mesa. Procure conhecer mais a fundo os detalhes que levaram a virada de mesa, pra depois voltar a opinar. Mas caso queira uma ajudinha, de uma olhada neste vídeo do PVC abço..

      http://www.youtube.com/watch?v=XIbJR0AK3c4&feature=share

    • brian

      “Na minha opinião, um clube que já caiu no campo outras vezes e subiu na caneta deveria tratar de recuperar sua imagem, em vez de empobrecê-la.”
      Engracado. O Fluminense virou a Geni do Futebol Brasileiro. Tantos times cairam e subiram na caneta:

      http://wp.clicrbs.com.br/almanaqueesportivo/2008/06/14/viradas-de-mesa-no-brasileirao-1971-a-2008/

      O mais ironico eh que o Fluminense nunca virou a mesa descaradamente como outros clubes. Pegou carona, eh verdade. PVC explica melhor:

      https://www.youtube.com/watch?v=J-TB5SfvgoQ

      Com isso tudo, a gente eh quem tem que recuperar nossa imagem. O Corinthians em 2005. O que foi aquilo?? e nos temos que recuperar nossa imagem.

      Voce pode negar e dizer que nao compreendi o texto mas deixa claro que acha que somos um clube corrupto, afinal “subimos outras vezes na caneta.”

      Pois voce como jornalista tem a responsabilidade moral de informar os seus leitores. E ao menos que facas uma outra coluna, dedicando tanto espaco e tempo aos outros clubes Brasileiros (nao foram poucos) que se utilizaram de canetadas para favorecimentos; ao menos que facas isto Andre, seras nao mais que apenas mais um a atirar pedra na Geni.

      Nao esqueca que o Fluminense nao foi o primeiro clube grande a ser rebaixado; foi o primeiro a cair. Eh bem diferente. Se nos temos que recuperar nossa imagem, por que nao Botafogo, Palmeiras e Corinthians??
      Porque ninguem fala nisso. Espero que voce honre sua profissao e comece a falar neles.

      AK: Você tem uma fixação por ler o que não está escrito. É estranho.

      • brian

        Cara,
        nao adianta tentar. voce nao vai fazer comentarios sobre os escandalos de outros clubes.
        E’ uma pena porque seria relevante.
        Relevante porque o argumento da maioria, para a nao aplicacao do que esta previsto no regulamento e consequente perda de 4 pts da Lusa e’ que o Fluminense ja voltou na caneta antes; mais de uma vez.
        Isso nao aconteceria se em vez do Flu fosse o Gremio por exemplo. Te garanto que poucas pessoas sabem da virada de mesa do Gremio, ou do Botafogo, por exemplo.
        Voce sabe, eh um homem bem informado, e um jornalista com recursos a seu dispor. E’ importante informar isso. Ate porque esse processo de vilanizacao do Fluminense e’ perigoso, um dia vai parar em brigas de arquibancadas e tudo mais.
        Faca Andre, comente sobre os outros clubes. Ha relevancia!

  • Edson Murilo

    André, você citou apenas os jogadores e o técnico da Portuguesa… mas por favor pense no time do Fluminense que cumpriu a lei, abriu mão de 4 partidas de seu artilheiro e titular da seleção. no Carlinhos lateral mortal que também cumpriu sua e pena e hoje estaria pensando pensando….poderia ter ajudado….um pontinho a mais estava fora da série B…deveria ter jogado e depois o tapetão me absorveria…..

    • Rafael

      Ae…o ponto que a portuguesa ganhou no jogo que o reserva entrou aos 32 min do segundo tempo NAO influiu em NADA!. Tire o ponto da portuguesa, porque o regulamento tira mais 3? Se é esse o regulamento que seja cumprido(assim como fizeram no caso esdruxulo de 99).
      Só sei que você não defenderia o regulamento se fosse com o seu time.

    • alexandre

      Coitado do Flu, que perdeu seu artilheiro por intermináveis 4 rodadas só porque ele agrediu fisicamente um colega de profissão qualquer…

  • Lippi

    André, só uma dúvida:
    O Bom Senso se pronunciou sobre o assunto?

    AK: Não, pois entende que não tem de se pronunciar sobre tudo. Um abraço.

    • Eu concordo com o Bom Senso. Esse assunto não é de sua alçada, não agora. Pode ser no sentido de uma ação do grupo para evitar a repetição desses impasses que prejudicam o futebol e quem gosta do esporte.

  • marcos

    Sou tricolor. Acho que o Flu deve cumprir a Segundona. Ponto final.

    • Raposo

      Pois entao faca a fineza de escolher outro time. Grato!!!

      • Alexandre

        Senão o Flu entra com um recurso no STJD.

  • Rafael

    O regulamento foi escrito por pessoas e pessoas estão sujeitas a falhas.

    Este artigo não foi escrito pensando na hipótese da aplicação da penalidade acarretar no rebaixamento de uma equipe em detrimento de outra (Para quem apresenta dificuldades de interpretação de texto: se a irregularidade tivesse sido cometida pelo Botafogo, por exemplo, a situação na parte de baixo da tabela não seria alterada.).

    Então, constatou-se que o Regulamento é falho.
    Que se faça uma revisão, prevendo estas situações.

    Ainda assim, acho que as pessoas estão fazendo julgamentos apressados com relação ao STJD. A “letra fria da lei” tem uma grande margem interpretativa e as punições não precisam ser aplicadas exatamente da mesma forma, desde que ela não perca o seu caráter disciplinar.
    Novamente para os têm dificuldade de interpretação: se não houve intenção, mas mesmo assim o regulamento foi descumprido, que se aplique uma pena igualmente dura, mas que não prejudique excessivamente o infrator.
    Quer que desenhe? Retiram-se os pontos, não se rebaixa a Portuguesa.

    Com relação ao Fluminense: há muita paixão envolvida no rebaixamento do Fluminense.
    Situações mal esclarecidas, de um passado não muito distante do futebol; Um desejo quase irracional, um prazer sádico em ver um rival sofrer (Isso é da natureza humana…) e há, inclusive, uma divisão interna entre os torcedores tricolores que desejam que o clube dispute a série B e os que se agarram à oportunidade que o agora chamado “caso Lusa” oferece de jogar a série A em 2014.

    Não acredito que, num esporte que é, essencialmente, movido pela paixão, seja razoável esperar que alguém que torce por um clube se atenha a racionalismos na hora de tomar essa decisão.

    Felizmente, quem decidirá, serão pessoas que ESTUDARAM para isso e irão basear suas decisões em normas e procedimentos e não em sentimentos humanos.

    Agora, quem quiser um esporte em que a Moral, o Respeito ao adversário, aos torcedores, juízes e auxiliares, prevaleça, mesmo contra o regulamento, eu os convido a conhecer o Rugby.

    • Alexandre

      O colega tem razão. O problema é que mesmo aqueles ditos “preparados” podem julgar a questão sobre dois pontos de vistas diferentes: o legalista e o moralista.

      Infelizmente, considerando o peso do Fluminense no cenário esportivo nacional, acho que a decisão será legalista e não moralista.

      O que mais me espanta é a falta de cuidado (de Portuguesa e Flamengo) com o assunto.

      Vale lembrar que antes mesmo de se concretizar a queda de Vasco e Fluminense (no campo), as diretorias de ambos os clubes já se articulavam para livrá-los do rebaixamento e empurrar outros times para o buraco.

      http://jovempan.uol.com.br/esportes/futebol/nacional/brasileirao/serie-a/coritiba-vasco-e-flu-articulam-tapetao-luta-pelo-rebaixamento-pode-ter-mudancas.html

      • Smith

        Até agora não entendo o envolvimento do Flamengo nesse imbróglio… O caso do Fla é diferente do caso Portuguesa! Nada a ver… O Andre Santos, pegou 1 jogo de suspensão e cumpriu 1 jogo! Já o Heverton pegou 2 jogos e cumpriu apenas 1.
        Os casos não tem relação.
        A acusação do Flamengo, é que o dito cujo, o “procurador” disse q esse cumprimento, “não valeu”!? Ora bolas! De que adianta então o julgamento do Tribunal? Pra quê serve? Se a lei diz que no caso de condenação, será descontado os jogos em que o réu ficou de fora, logo, a acusação é totalmente descabida! Principalmente a acusação de que a diretoria foi “amadora”!!!

  • Bruno MD

    Pelo comentario de algumas pessoas aqui da pra entender pq o futebol brasileiro esta com esse nivel deploravel. Cada um pior que o outro. Infelizmente quem gosta de verdade de futebol esta condenado a ver essa putaria que esta acontecendo atualmente e o pior de tudo é que a luz no fim do tunel é o trem vindo de frente.

  • Claudio Silva

    André, você vai me desculpar, mas suas palavras foram de um imbecilidade total.
    Como pode alguém da mídia proferir tais besteiras.
    Só porque é na última rodada, em que acabam se definindo os rebaixados, não pode ter punição para escalação de jogador irregular ? Então na última rodada vale tudo ?
    Se o Flu não tivesse cumprido as rodadas de suspensão do Fred talvez nem estivesse envolvido nessa polêmica. As Regars/Leis (“Tapetão”) também fazem parte do jogo. Se existem TÊM que ser cumpridas.

    AK: Vejam…

  • André,

    Não seria mais fácil se houvesse uma forma que permitisse ao árbitro, antes de cada jogo, verificar a situação de cada jogador?
    Acho que isso evitaria muita surpresa desagradável e essa história de “mudar resultados na justiça”.
    Do jeito que está, fica uma sensação que não vale nada o que ocorre em campo, que os resultados podem mudar a qualquer hora. Você vai, torce, se emociona, e depois, a justiça muda o resultado.

    • Alexandre

      Mas aí você iria tirar o leitinho dos filhinhos do Zveiter, futuros presidentes do STJD.

  • Marcos Paulo

    Em 2010, procurador era a favor do resultado de campo em nome da ‘condição moral’

    Leia mais no LANCENET! http://www.lancenet.com.br/minuto/resgate-declaracao-procurador-STJD-defende_0_1046895311.html#ixzz2nMOUIFHo

    Se isso acontecer, terão que tirar o título do Fluminense em 2010. Caso aleguem expiração do caso, os clubes recorrerão a justiça comum, aí sim babou o campeonato.

  • José Valério

    É, meus amigos, p/ que torcemos c/ tanta paixão pelos nossos times que jogam nos gramados Brasil afora se, no final, o campeonato vai ser decidido num tapetão, padrão CBF? Sinceramente é muito decepcionante. Perdemos todos, inclusive o pay-per-view e os estádios nos quais fui todos estes anos que não vão mais contar c/ meu suado dinheiro e sugiro que todos façam o mesmo. A Boa Fé mandou lembranças.

    • Alexandre

      Talvez eles nem se importem mesmo com o nosso “suado dinheirinho”, mas não tenho mais nenhuma disposição em gastá-lo nesta pantomima chamada Futebol Brasileiro.

  • ANDREIA

    Concordo ,penso na Portuguesa, na sua luta .Mas não deve ser cumprido a lei.O q está escrito?Acho engraçado se fosse ao contrário o q vc escreveria?

    • Rafael ( Rio)

      No Brasil, maioritariamente a lei só serve para proteger os poderosos.
      Não se trata de aplicar a lei, mas de fazer justiça. A lei só serve para que se faça justiça.
      Futebol é disputado no campo, não em firulas sobre comunicação de sentenças e incompetência de funcionários de secretaria.
      Que se faça justiça.
      A César o que é de César!

  • Caro Kfouri, lendo alguns comentários de pessoas de imprensa como você e é daí que nós percebemos que os comentários vão de acordo com interesses de cada um e de pesos e medidas, pois neste caso, como colocou, é a pobre PORTUGUESA que com suas dificuldades seus jogadores sem receber salários, mas “fez” por merecer ficar na série A, já que conquistou os pontos necessários. Será que diria a mesma coisa se fosse ao contrário, o FLUMINENSE com jogador irregular e a pobre PORTUGUESA rebaixada.
    Tem colega seu de TV que acha que nós que ficamos do outro lado vendo e ouvindo, somos “idiotas”, pois colocou que tanto o FLUMINENSE e a PORTUGUESA teriam que cair, porém o(não sabia, mas deve ser o dele) poderoso FLAMENGO, apenas perderia os pontos no próximo campeonato(fala sério). Outro colocou que se caso o FLUMINENSE ganhasse o direito de disputar a série A, os outros times teriam que fazer boicote e não jogar o campeonato.
    Não estou aqui dizendo que o FLUMINENSE tenha que disputar A ou B, porém meu caro o regulamento tem que valer para todos e se errou tem sim que pagar doa a que doer, seja o ÍBIS da vida ou até mesmo o poderoso e global FLAMENGO.
    Sabe Kfouri, sinceramente já passou da hora do FLUMINENSE entrar nas casas, em horário nobre e denunciar os verdadeiros vilões, os criadores dos casos de roubalheiras e viradas de mesas do futebol brasileiro como; IVENS MENDES, SANDRO HIROSHI, EDILSON PEREIRA DE CARVALHO, os times beneficiados com estes esquemas. Já estou de saco cheio, com se o FLUMINENSE fosse a escória do futebol brasileiro.

  • Guilherme Oliveira

    Acho que independente do que ocorrer segunda no tribunal, o campeonato brasileiro acabou.
    Não estou falando de fórmulas, nem de quem deve subir, permanecer ou cair. Estou me referindo a essa estrutura podre e administrativamente incompetente, que vai conseguir afastar a atenção de milhares de torcedores por todo o Brasil, ou alguém acredita que a audiência e a participação da torcida no estádio continuará ilesa após essa história toda?
    Eu mesmo vou me prestar a acompanhar esse circo pra quê? Nem vejo tanta graça assim nos palhaços que estão nesse picadeiro.
    E concordo que tamanha falha administrativa é muito mal explicada, e fica pior ainda quando se nota que um outro time, esse entre os maiores do país, que foi punido da mesma maneira, cometeu o mesmo equívoco na partida do dia anterior, terá sido coincidência??
    A diretoria do tal time parece desconhecer tal suspensão: http://www.lancenet.com.br/flamengo/Flamengo-garante-Andre-Santos-condicoes_0_1045695504.html
    O problema é que até o Lance sabia dela na véspera da partida: http://www.lancenet.com.br/minuto/Suspenso-Andre-Santos-Cruzeiro-Brasileirao_0_1042695943.html
    Então como os membros dessa diretoria não sabiam? Seriam eles mais amadores, que as pessoas que organizam as peladas daqui do bairro?
    Cada um que tire suas conclusões, mas hoje me parece bem claro, o provável responsável por essa coisa ridícula que estamos presenciando.

    • Smith

      André Santos cumpriu esta suspensão, no jogo do Vitória.
      A “reportagem” (que deve ter sido feita por estagiário), esqueceu do jogo contra o Vitória…

      • Cleber Gomes

        O julgamento ocorreu dia 6/12 depois do jogo contra o Vitória que ocorreu em 01/12 ,eu disse “depois”. Então, gostaria de saber de você se acha ou não normal um bandido cumprir pena espontaneamente sem ser julgado.

        • Guilherme Oliveira

          Boa Cleber.
          Não só isso, além de cumprir a pena espontaneamente, seria como se ele soubesse exatamente, até o tempo de pena que deveria cumprir…

      • Guilherme Oliveira

        Se você equipara o pobre jornalista, que fez a matéria corretamente, a um estagiário. Ao que podemos equiparar a diretoria rubro-negra?

  • Concordo que tenhamos que rever as regras. E concordo também que o caso deva ser esclarecido. Fluminense, pelo que parece não tem nada a ver com a história (e se fosse por exemplo a Ponte Preta a 1ª do z-4 com 46 pontos?). Se provarem algum pagamento de uma parte a outra é são outros 500… E quem escalou o jogador? Foi o advogado também?… Por que o Gilberto da Portuguesa, que era o artilheiro do time e foi julgado também, nao jogou? Será que realmente eles não sabiam ou querem encombrir uma falha administrativa, como disse o colega acima? NO proximo ano façam um regulamento adequado e que cumpram este também!

  • João Segurasse

    André, até sei que você vai me dizer que seu texto não foi clubista, mas entenda que, da maneira como colocou, está criando uma “aura de coitadinha” para a Lusa que não é a verdade!

    Sugiro colocar os seguintes parágrafos logo após a reflexão que você pede aos jogadores da Portuguesa:

    “Agora, pense nos jogadores do Fluminense. Autores de uma campanha pífia porém leal, respeitando as regras do campeonato, enfrentando toda sorte de problemas como doação de jogadores importantes para a Seleção (quatro – quase meio time!), lesões e suspensões. Pense no Depto. Jurídico do Fluminense (pois todo clube tem um), que mostrou evidentes qualidades em respeitar TODAS as rodadas do Campeonato, evitando que o clube pudesse ser punido por tal.

    Eles poderão ser vencidos por uma Virada de Mesa (SIM, pois ser rebaixado quando as regras permitiriam que você continuasse na Série A seria uma virada de mesa) e não só jogadores e comissão técnica, mas também Depto. Jurídico, Massagistas, Médicos, Funcionários, TORCIDA…TODOS pagariam por um erro que na verdade não cometeram. Um ponto separaria o Fluminense da zona de rebaixamento, ponto este que poderia ser conseguido caso o Fred, que ficou de fora por 4 jogos após expulsão contra o Vasco, jogasse irregularmente. Mas preferiu cumprir o regulamento e manteve seu principal jogador e artilheiro fora das partidas. Portanto, caso se cumpra a Lei, a Lusa nada tem do que reclamar.”

    Não acha que ficaria mais justo?

    Abraços.

    AK: Não. Um abraço.

    • João Segurasse

      Muito eloquente sua resposta! Obrigado!

      AK: Por nada!

    • paulo lima

      Resposta de quem não tem argumentos!!

      AK: Nenhum!!

  • Carlos Ferreira

    Prezado André,

    Depois de recupararem a matéria sobre as suspensões de jogadores no campeonato de 2010 e o depoimento do Paulo Schimitt naquela ocasião, sinceramente, hoje, o cara tinha que pedir demissão.

    È vergonha demais!!!! Será que ele tem cara de sair na rua hoje???

    Não é possivel que isso seja tratado apenas como incoerencia!!!! Coincidentemente, o favorecido por suas atitudes é o Fluminense. Será somente sorte do tricolor???

    Não possível que as pessoas não vejam que existe muita MÁ FÉ por trás disso tudo.

    Pra mim isso é um escândalo!!! Tinha que ter investigação muito séria!!!

    Outra coisa, Não é estranho como o recurso pedido pelo vasco foi prontamente negado. No mínimo o direito de colocar o jogo em julgamento o Vasco com cereteza tinha. Concorda?

    Um abraço

    AK: Não. Um abraço.

    • Carlos Ferreira

      Sua resposta não é surpresa vindo de um jornalista que faz afirmações levianas e que tem uma parcial para comentar os fatos.

      Não precisa perder seu tempo pra responder porque não perco mais o meu com um jornalista patético como você.

      Deveria pedir par sair, tá perdendo as estribeiras, tá ficando ridículo demais…

      AK: Eu?! Sentirei sua falta imensamente.

  • Cleibsom Carlos

    Para mim a questão é muito simples…A Lei não é apenas o que está escrito, a subjetividade também está envolvida. Direito e Justiça são coisas diferentes. Neste caso específico o Direito está com o Fluminense e a Justiça está com a Portuguesa. Ora, se o Direito existe para se fazer Justiça, a resposta para o caso está clara e o resultado ocorrido em campo deve ser respeitado. O problema é que, justamente por essa subjetividade, a Lei é usada conforme a conveniência da situação pelas pessoas. Alguém tem alguma dúvida de que, caso no lugar da Portuguesa estivesse o Flamengo ou Corinthians e de que no lugar do Fluminense estivesse o Criciúma ou o Coritiba, o caso seria visto por um ângulo completamente diferente pelo STJD?

    • GARRIDO

      Será que se fosse o Flamengo no lugar do Fluminense estariam defendendo tanto a Portuguesa ?

      AK: Você tem algum problema com o Flamengo?

      • Carlos Prates

        Não estariam, Garrido!

        O SE como conjunção, pode ser derrota, ou expectativa. No seu caso foi derrota….

        SE… não perde para o Santos no Maraca, estariam salvos…

        Não temos na nossa história, 4 rebaixamentos e 3 viradas de mesa.

        SE… a Portuguesa permanecer (o que acho muito justo), o F vai cair pela 5ª vez…

        Desta vez, sem jogar…

  • Nuno Cia

    O que me admira muito nessa história toda é a questão processual. O STJD diz que não precisa publicar suas decisões, que avisando “de boca” para os advogados, já está valendo… sério isso?!? o órgão que pode mudar campeões, rebaixados, proibir jogadores de jogar, liberar outros, pode simplesmente avisar o advogado (lembrando que toda comunicação está sujeita à ruídos) que a punição/absolvição já está valendo? A partir do momento que o representante do STJD pronuncia a sentença?

    É amadorismo ou má fé? É arriscar o erro ou ter liberdade para usar medidas diferentes dependendo dos envolvidos? É sacanagem, isso sim!!! É a insegurança jurídica permeando todo o campeonato, a todo momento.

    E o silêncio do Bom Senso FC sobre o caso? Um futebol melhor para todos é aquele em que o resultado do campo é a decisão final… ou não?

    AK: Sim, mas o movimento entende que não tem de se pronunciar sobre tudo o que acontece. Um abraço.

    • Brian

      Ha que se alterar, sem duvida, mas para o futuro. Nao se mudam as regras no meio do campeonato.

  • Sandro Gomes

    Amigos tricolores ou que defendem o cumprimento do que está na lei:
    Deixem estar! Daqui há pouco situação semelhante vai ocorrer com outros grandes clubes, incluindo os queridinhos da mídia e aqueles de predileção dos “formadores de opinião”. Aí vamos ver se eles são tão certinhos assim. O tempo mostra tudo. Qual dos clubes do brasileirão deixaria de buscar um DIREITO que lhe cabe? Estão querendo exigir do Fluminense o que ninguém faria. Vamos ver quando acontecer de novo no futuro!

  • Thiago Rievers

    André,

    Concordo que o B.S.F.C. não deva se pronunciar sobre tudo.

    Mas discordo veementemente que o encerramento judicial do certame nacional fique sem o posicionamento do movimento como um todo, ou pelo menos a opinião individual de seus membros de maior destaque.

    Bom texto.

    Um abraço.

  • Marcelo

    Dívida com a série B? Vamos contar a história de forma correta. A história verdadeira do campenato brasileiro.

    Vamos a uma “pequena” lista de viradas de mesa na história do futebol brasileiro:

    – 1981: o Palmeiras saiu da Segunda pra Primeira no mesmo ano.

    – 1983: Santos, Vasco e Guarani não se classificaram para o campeonato brasileiro, e entraram pela janela.

    – 1986: o Santos, penúltimo em 86, foi salvo pela Copa União. O Botafogo também.

    – 1987: Flamengo e Internacional descumpriram o regulamento, e deveriam ser rebaixados por isso, como foi o Coritiba em 1989.

    – 1992: o Grêmio ficou em oitavo na Segundona, e o que fez dona CBF? Mudou o regulamento para subir 8 times!

    – 1993: Botafogo e Atlético-MG ficaram nas últimas posições, mas não foram rebaixados.

    – 1996: a virada de mesa da vez salvou Corinthians e Atlético-PR, envolvidos em um escândalo de arbitragem. O SEU CORINTHIANS, ANDRÉ, QUE NA CERTA NADA DEVE?

    – 1999: a Copa João Havelange foi criada para salvar São Paulo (que escalou Sandro Hiroshi irregular), Botafogo(que perdeu de 6×1 na última rodada) e Internacional (clubes que fugiram do descenso no tapetão).

    – 2000: o Corinthians(DE NOVO) termina a JH em último, mas também não é rebaixado.

    Portanto, se o Fluminense deve, não deve sozinho.

    AK: O que é fato: na história do Fluminense, que é o time em questão no momento, há rebaixamentos no campo que não foram cumpridos. Um abraço.

    • Marcelo

      Ah, sim.

      O que é fato: outros times, inclusive o seu, já protagonizaram vergonhas épicas na história do futebol brasileiro.

      Outro fato claro: agora ficou cristalino que é só contra o Fluminense mesmo. Todos os demais estão absolvidos na sua visão.

      Bom saber que nós incomodamos tanto.

      O FLUMINENSE É UM DOS MAIORES CLUBES DO BRASIL E ISSO NEM VOCÊ, NEM NINGUÉM IRÁ MUDAR!

      Abraço.

      AK: Seus equívocos de interpretação aumentam a cada mensagem. O final desta aqui é um primor. Vamos ver até onde você vai. Um abraço.

      • Marcelo

        O que me impressiona é a sua capacidade em fugir aos questionamentos.

        Creio que se julga um mago das palavras, uma espécie de Machado de Assis. RESPONDA o seguinte e para que todos saibam: Na sua opinião é só o Fluminsense que deve no futebol brasileiro?

        AK: É sobre isso que estamos falando? Decida-se.

    • Sergio

      Esqueceu de colocar na lista:

      2005: anularam vários jogos para o Corinthians(DE NOVO) ser o campeão Brasileiro do apito.

    • Rodrigo-CPQ

      Carlo Marcelo, você sabia que em 2000 não havia rebaixamento?

    • Brian

      E os outros casos?? Nao sao fatos por acaso???

      AK: Está muito difícil acompanhar o debate?

  • Rogério

    André,

    Ficamos todos comovidos com o seu texto. Coitada da Portuguesa e seus jogadores. Meu Deus!! A Lusinha, amada por todos não pode ser prejudicada!! Alguem precisa salvar a Lusinha. Precisamos alterar o regulamento para salvar a Lusinha. URGENTE!!!

    Todos os outros clubes que tiveram seus jogadores suspensos durantes as 37 rodadas do BR2013 e respeitaram a decisão do STJD e jogaram sem seus atletas precisam compreender e aceitar que com a Lusinha é diferente.

    Outra, a rodada não valia mais nada e a Lusa estava apenas cumprindo tabela ? Porque não declarar esse partida como AMISTOSO OFICIAL ? e eliminar a regra ? Qual é a dificuldade de fazer isso ?

    E digo mais, a Lusa foi ENGANADA pelo seu advogado. Todos nos sabemos como são nefastos os advogados. Ele diz faz isso a 9 anos para a Lusa e que jamais cometeria um erro primario desses….mas quem confia nos advogados ? QUEM ?

    Vamos esquecer esse erro da Lusinha, tadinha, não mereçe. Sugiro que TODOS os torcedores dos 19 clubes da Seria A façam inclusive uma caixinha de Natal para a Lusinha ? Eu topo!! \

    Contem comigo.

    AK: A comoção aparentemente prejudicou sua compreensão. Um abraço.

    • Rafael

      SENSACIONAL!!!!!

      Mais sensacional ainda é como o BAIRRISMO afeta a sobriedade de determinados jornalistas…

      AK: Prova de má compreensão. Pegue a senha.

    • paulo lima

      Cara, acho que só você compreendeu seu texto!! kkkkkkkkkkkkkkkkk

      AK: KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK…

      • Juliano

        AK, essa turma vai às urnas em outubro de 2014? Deveria ser proibido…

        Maldita inclusão digital. Cidadão consegue “juntar as letrinhas” e acha que é alfabetizado.
        “A interpretação é parte integrante da avaliação”, já colocava um professor meu no cabeçalho de suas avaliações…

        Abraço!

  • Robert

    boato direto do rj: sábado após jogo fla deu conta do andré santos e q perderiam 4 pontos. perceberam q caso ocorresse seria rebaixado e buscou solução: foi à lusa e ofereceu $$ (cartolas estão d saída pois acabou d ter eleições) e heverton jogou domingo p/ garantir q lusa perderia tb..o advogado do fla representa 2 casos, o resultado nem importa, deve apenas ser identico, p/ garantir fla!

  • Henrique

    Volta clube dos 13!!!!

  • Chalão

    Na minha opinião tem que verificar quem errou.

    Se foi STJD que passou informação errada ao advogado:
    – Portuguesa não pode perder pontos, mantendo-se na primeira divisão.

    Se advogado bobeou e passou informação errada ao clube:
    – Portuguesa deve perder os pontos, caindo pra segundona.

  • Ora, ora, ora… Filho de peixe peixinho é! Amigo!!! Levantar suspeita sobre o profissional sem nenhum prova consistente, só pelo devaneio paulistano, é demais!!!
    Comentário fraco substancialmente… O ônus da prova é de quem acusa… pense antes de publicar.

    AK: Você é capaz de compreender perguntas?

  • Rodrigo

    Vamos respeitar o digníssimo senhor que escreveu o texto. Afinal, como jornalista ele é um excelente blogueiro.E se ele é ”jornalista” numa emissora importante com ESPN é por seus próprios méritos, calúnia dizer que o seria por sobrenome, né? E suas opiniôes são muito relevantes e imparcias, formadas em seu ENORME conhecimento futebolístico! Respeite o moço!
    André Kfouri maior que o Fluminense!

    AK: Que criativo…

  • Hugo

    Parabéns pelo texto.

    De uns dias para cá parece que uma parcela da população , ainda que ínfima, defende uma moralidade que por anos simplesmente fez questão de ignorar. Por muitas vezes fizeram piada da ineficiência de punir (tão comum) dos nossos “Tribunais Superiores”.
    Hoje diferente da conivência e condescendência de episódios passados, estão sedentos por “justiça”…

    Lamentável!

  • Toni Paz

    Deixa eu ver se entendi sua mensagem através de uma analogia simples:

    Pensem no coitado do desempregado que não tem dinheiro para comprar comida. Esse coitado pode, então, roubar para conseguir a comida? e se alguém interferir, ele pode matar?

    É isso? CLARO QUE NÃO!!! É para isso que existem as leis.

    E outra, muito tem se falado em decisão dentro do campo. Ora, se o Fluminense não tivesse cumprido a lei, ele poderia ter escalado o Fred em quatro jogos e o Felipe contra o Flamengo. E comparando-se o rendimento do Fred com o do Samuel, não seria “normal” o Flu ter conseguido pelo menos um ponto a mais?

    E outra ainda, na mesma linha de resultado “dentro do campo”: O Brasil é um dos poucos países, cujo campeonato de futebol, existe o esdrúxulo critério de desempate que privilegia No de vitórias. De 9 em 10 campeonatos o que existe é o confronto direto e, na sequência, saldo de gols. Critérios que rebaixariam o Criciúma e não o Fluminense.

    Podemos até não concordar com as leis, o Fluminense pode até jogar a série B, mesmo contra a Lei, mas, na minha opinião, o pior de tudo, é esse tratamento jocoso, irresponsável, inverídico que estão dando à Instituição Fluminense.

    AK: Ôps, negativo. Não entendeu. Um abraço.

  • Felipe

    Parabéns por fomentar o debate e mantê-lo num nível saudável.

    Não sei que tipo de sentimento você quer causar no leitor quando diz: “pense nos jogadores da Portuguesa […]Eles provavelmente serão vencidos por uma falha administrativa muito mal explicada, associada à letra fria da Lei”.

    Sim, eles serão e devem ser vencidos se a justiça achar que isso é o justo. Os jogadores não podem ser tratados isoladamente. Se o acionista da empresa em que eu trabalho tomar decisões erradas e a empresa vier a falir eu perderei meu emprego e ninguem vai falar: “pense nos funcionários que se esforçaram para cumprir metas e blá blá blá”. A vida é assim, se o barco afunda morre do capitão ao recruta independente de quem jogou o barco no iceberg”.

    PS: não sou tricolor e torço mt para que ele caia.

  • Eduardo

    Caro André,
    Acho que todos temos opiniões a respeito do caso, também acho que o Fluminense não teve competência o suficiente. Estamos diante de um campeonato com um regulamento ruim e que tem que ser revisto e até aí, tudo bem. Porém, não cumprir a lei e o regulamento seria o FIM!!!!!! Todos os clubes com jogadores expulsos e julgados e condenados na sexta-feira se dariam ao direito de colocá-lo para jogar no fim de semana.Esqueçam o passado, parem com a hipocrisia e que cumpra-se a lei!!!!. Se o jogador foi importante para o resultado ou não, isso não interessa pois não diz o regulamento que o time só perde os pontos se o jogador interferir no resultado do jogo. No início do campeonato todos os clubes sabem do regulamento !!,!,Se pudesse ser colocado jogador suspenso para jogar, porque perdemos o Fred por quatro partidas!!,!,Era preferível pagar uma multa e não seguir o regulamento. Se o Fluminense estivesse no lugar da Portuguesa todos estariam pensando diferente, pois, desde aquele episódio de 2000 todos querem ver o Flu pagar a série B!! Mas não violem o regulamento para que isto aconteça. A bagunça vai ser grande!!,!,
    Grande abraço

  • Roberto

    A repercussão desse caso deve-se ao possível beneficiário. Qualquer outro time, a imprensa estaria norteando suas publicações conforme determina o regulamento. Ainda que não conste como Autor do pedido perante o STJD, eis o Fluminense sendo tratado como o Rei do Tapetão.

    A memória do cidadão brasileiro é notoriamente conhecida: passa-se de pai para filho.

  • Edgardo

    Prezado Andre

    Ontem trocamos dois e-mails e para mim a questão estava encerrada. Até porque a sua opinião não tanta importância para ficarmos insistindo no tema. Entretanto ao receber uma resposta sua enviada para outra pessoa, resolvi fazer alguns comentários com o direito que me dá o fato de ser leitor de um veículo onde você escreve.

    Em primeiro lugar, quem compra um jornal esportivo busca um texto isento, sem que as idiossincrasias do articulista se manifestem. As suas antipatias por esse ou aquele clube precisam ser sublimadas no exercício profissional. Sem isso, a conversa fica reduzida a “papo de botequim”, com as gozações de sempre de um e outro lado. E para isso não precisamos comprar um jornal.
    Quanto a entender, André, parece que você é que ainda não entendeu o cerne da questão. Ninguém questiona que queda e retorno devem ser resultado do ocorrido no campo. Isso é o óbvio ululante, como diria o tricolor Nelson Rodrigues. Ocorre que isso não significa um aval para que se cometa ilegalidades. Em um futebol profissional os clubes não podem ter uma estrutura amadora. É exatamente isto que faz, como você diz, “ficar à mercê desse tipo de situação”. Quanto a sua opinião ou a minha elas são apenas isso, opiniões. E assim permanecerão enquanto a lei não for mudada.
    No mais, André, quando o Fluminense “subiu na caneta” isso ocorreu porque o Presidente do seu Corinthians e do Atlético Paranaense armaram uma compra de resultados, levando ao caos que obrigou a CBF a arrumar uma solução que fez o Flu e outros subirem.
    Para finalizar, não seja tão arrogante e não tente usar a frase “você não compreendeu o texto” como escudo para questionamentos para os quais não tem resposta. Até porque o seu texto não exige nenhum raciocínio mais apurado, nem uma veia literária para ser compreendido, pois não estamos falando de Nelson Rodrigues nem de Armando Nogueira.

    Um abraço

    Edgardo Prado

    AK: Já imaginou se minha opinião fosse importante? Um abraço.

    • Edgardo

      Cá entre nós, quando não se sabe como responder essa é uma solução simples.

      Abraço

      Edgardo

  • Henrique

    Respeito. Mas a relativização da regra é apenas uma mazela de nossa cultura. Estacionar em cima da calçada não atrapalha ninguém, subornar o guarda não vai fazer mal a nenhum outro cidadão, roubar o caixa da loja em que trabalho não merece punição porque meu patrão é rico e eu ganho menos que ele, bater na mulher pode porque ela é safada e merece, estuprar é culpa da estuprada que usa roupas provocantes, subornar imposto é legítimo porque eu não concordo com a tarifa, posso difamar a honra de quem eu quiser porque tenho direito a livre expressão, se eu atropelar alguém sem dolo e não prestar socorro tem que ver que eu sou “pai de família”, apedrejar o patrimônio público e privado, incendiar automóveis alheios de quem cumpre a lei é justificável porque os privados são a escória do capitalismo, fuzilar professores pacíficos de 65 anos com bala de borracha é o papel da puliça pra manter a ordem… dá pra editar um código penal inteiro sendo burlado via nossas justificativas “ao gosto do cliente”. É inconsciente, ignorância implícita e tão cultural que formadores de opinião (não digo por mal nem seria o André, o único) supostamente objetivos na análise dos fatos não percebem a gafe do seu discurso. Tenho certeza que pra todo o resto, vale defender a lei. E digo mais, fosse a moral e a lei o cerne do tema, Corinthians seria mencionado com tanta veemência pelo caso Ives Mendes, ATL-PR idem, Botafogo por ter entrado na justiça contra o SP, e ter evitado rebaixamento, após perder de 6 x 1 e ganhar causa (por irregularidade semelhante) estaria na boca do povo, Flamengo pelas papeletas amarelas, Vasco, Palmeiras, Coritiba, Grêmio, e outros, todos com histórico do tapetão pra evitar o descenso fariam parte do discurso inflamado. Fluminense NUNCA entrou na justiça pra evitar descenso, não foi responsável pelo escândalo Ives Mendes que abalou o Brasileirão e o “embargou” pro ano seguinte, não entrou na justiça comum pra evitar o “tapetão” do Botafogo o que mudou o BR daquele ano e não escreveu o regulamento que todos os clubes, a exceção de Fla e Lusa, cumpriram este ano. Sequer foi o autor da denúncia. O Fluminense nunca foi patrocinado pelo Governo, nunca teve sua dívida perdoada na calada da noite pra poder receber dinheiro da Caixa Econômica, pelo contrário foi punido pela Procuradoria do Rio, excluído do time mania passando a ter tudo penhorado este ano, sendo o único clube do Rio que vinha pagando austeramente nos últimos anos suas dívidas com a receita e priorizou equacioná-las, quando tem clube que deve 4 vezes mais, não pagava e foi beneficiado por manobra ilegal… A única coisa que peço é que, Fluminense jogue a segundona se for o caso, mas que tirem o Fluminense da boca. Que deixem de ser hipócritas e fazerem do Fluminense bode expiatório pra essa “indignação” movida a sentimentos rivalistas. Há uma diferença abissal entre o beneficiado e o réu. E, só pra finalizar, o Fluminense teve os mesmos pontos que o Criciúma, 46, conquistados dentro das mesmas quatro linhas e que garante a permanência do simpático Tigre na primeirona. Se o critério pontuação não é suficiente pra determinar quem desce, qual o critério que virtualmente rebaixou o Flu? R-E-G-U-L-A-M-E-N-T-O. Pois o critério de desempate, número de vitórias, é regulamento. É justo. É o único campeonato profissional do mundo com este sendo o primeiro critério de desempate, pois os demais ou são confronto direto entre os empatados, ou saldo de gols. Ambos com melhor desempenho do Flu, mas vale a regra. O Fluminense sofreu com suspensões mil durante o campeonato, inclusive 4 partidas de seu principal jogador, ficou sem laterais titulares e reservas, mas cumpriu a norma. Os restantes clubes, idem. Julguem o regulamento mas não venham com esta falsidade de julgar o time que o cumpriu. Então torçam, façam campanha, revoltem-se com a fúria típica dos black blocs, ergam-se como nunca ergueram-se nem mesmo contra o mensalão, contra a chacina da candelária, os genocídios de Africa e todas as atrocidades que nos violentam de forma infinitamente mais determinante, mas deixem o Fluminense de lado. Quanto mais vejo têmporas a saltar neste discurso infame (contra o Flu e não contra a regra, que é a verdadeira protagonista) mais fica evidente a hipocrisia do discurso, mais mico pagam as maritacas, mais percebe-se que não importa o tema, mas sim decapitar a instituição centenária Fluminense, por motivos que nem de longe se comparam aos escândalos com AUTORIA (e não coadjuvância) de clubes diversos, totalmente fora do holofote seletivo da mídia…

  • Renato

    E’ realmente uma situação bizarra. Mas e aí? Se só dão uma multinha a Portuguesa já que não houve dolo e se abre um precedente? O q acontece amanhã quando um time, em jogo importante, ignora a punição imposta a um jogador importante, e depois não perde os pontos amparado nesse precedente? Há que se pensar nisso. Punições precisam ser cumpridas. E para registrar, torço pro Gremio.

    • Adib

      Pois é, Renato. Durma-se com esse barulho.

    • Alexandre

      Que precedente? Situações diferentes merecem punições diferentes, senão bastaria colocar um macaco para julgar no STJD.
      Se bem que…deixa pra lá…

  • Marcelo

    E o Corinthians rebaixado em 2000, por ser o último da Copa JH, não deveria cair? Não deve a série B?

    A discussão é totalmente parcial aqui.

    AK: É isso que estamos discutindo?

    • Marcelo

      Sim, é sobre isso. Em especial porque só o Fluminense é devedor.

      Eu me decidi, responda então.

      AK: Espera aí.

    • João

      O Corinthians ficou em penúltimo, não em último.
      Independente disso, por que deveria cair?

      • Marcelo

        Ué, o penúltimo e último não caem mais? Só cai quando é o Flu?

        Valeu, André, estou esperando vc ter a hombridade de responder uma coisa simples.

        Mas, está claro que vc só pensa nos “podres” dos outros.

        • Rodrigo-CPQ

          Informe-se. Em 2000 não havia rebaixamento.

          • Rafael

            E regulamento esta ai pra ser cumprido nao eh verdade??

  • mendoncageo

    Caro AK,

    Qual a culpa do FLU nesse caso? Foi estar na 17 colocação? Eu interpreto seu texto como uma analise de jornalista regionalista em detrimento do bom senso. Eu não sei qual o seu time mas me arrisco em dizer e se fosse o corinthians em vez do FLU?

    Saudações tricolores

    AK: Alguém está falando em “culpa” do Fluminense?

  • Estou me sentindo como marido enganado,ao ponto de saber que outros clubes foram beneficiados mesmo colocando seus atletas de maneira inregular para atuar,Grêmio,corintias,botafogo e Cruzeiro a minha decepção se da ao ler que em 2010 o fluminense colocou um atleta em situação similar a da portuguesa e este mesmo na época disse que não deveria punir o Fluminense e que tinha que prevalecer o resultado de campo, dois anos depois a mesma situação e hoje tem que prevalecer as letras frias da lei não consigo entender mais nada.

    • Julio Cesar

      André não subestime a inteligência de um tricolor…aqui não Flamengo amigo e nem seu Corinthians. ENTENDEU???????????

  • Rodolfo

    Eu me pergunto como vc aguenta ler tanta besteira André.

    É impressionante como a paixão clubística distorce a opinião das pessoas.

    Um abraço e parabéns pelo blog.

    AK: Obrigado. Um abraço.

    • CRISTIAN

      Antes que recomece a sacanagem cíclica dos gentios, previsíveis em sua avidez em citar o Fluminense como a besta do apocalipse ético do futebol brasileiro, vamos cravar os pingos nos is.
      Os motivos sacados pelos fariseus são sempre criativos, embora estapafúrdios, descontextualizados da verdade dos fatos, como a tal versão fantasiosa e sistematicamente reconstruída de que estamos na primeira divisão do futebol brasileiro por uma virada de mesa solitária. O comentário, retirado de seu contexto real, serve apenas à desinformação e ao reforço de um preconceito perverso e calhorda.
      A história do futebol brasileiro só poderá ser contada se contada como a própria história das viradas de mesa. Não se pode afirmar onde uma acaba e começa a outra, tal a promiscuidade entre seus enredos. Mas não precisamos ir tão longe; vamos começar pelo ano de 1981, quando Palmeiras, Bahia, Curitiba, Guarani e Náutico, cujo desempenho nos campeonatos estaduais foi pífio, descredenciando-os a disputar o Brasileiro, receberam gentilmente o convite para participar da festa da elite, sob o grotesco álibi de um regulamento que permitia que em um mesmo ano os clubes que disputassem a Taça de Prata pudessem ascender à Primeira Divisão. Em 1982 os beneficiários desse obsceno critério foram, entre outros, Atlético Paranaense e Corinthians, os mesmos de quem vamos falar mais à frente. Em 1986 o mesmo Botafogo do fanfarrão Bebeto de Freitas devia cair à luz do regulamento do Brasileiro daquele ano. O Clube dos 13 prontamente correu em socorro de seu afiliado e promoveu a Copa União, mantendo o alvinegro carioca no andar de cima. Em 1993, já aí comovida com o desespero do Grêmio, que não subiu pelo campo, a CBF fez retornar à Série A os doze primeiros da B, ajudando de lambujem o Vitória da Bahia, oferecendo-lhe elevador para a cobertura em plena competição. Foi o São Caetano da vez. Há ainda os casos de São Paulo, Vasco e Santos, que não conseguiram desempenho nos estaduais de forma a credenciá-los à divisão da elite, mas foram convidados, aceitando a mesura docemente constrangidos. Há muito mais. Mas para o que aqui vai se argumentar é o que basta.
      O Fluminense, pelos critérios vigentes em 1996, deveria ter sido rebaixado. Muito bem. Mas isso caso o campeonato tivesse transcorrido em um ambiente de normalidade esportiva. Qual o quê! Tão logo se encerrou a farsa, o Brasil assistiu perplexo a uma série de reportagens do Jornal Nacional trazendo à tona um dos maiores escândalos não apenas do futebol brasileiro, mas de toda a nossa pródiga história de escândalos. Vinha à luz o indecente episódio do 1-0-0, que ficou conhecido como o Caso Ivens Mendes. Sob o olhar estarrecido da sociedade brasileira, o JN denunciava um imoral esquema de manipulação de resultados, capitaneado pelo diretor de arbitragem da CBF e pelos senhores Alberto Dualibi e Mário Petráglia, dos reincidentes Corinthians e Atlético Paranaense. Naquele momento o futebol brasileiro se viu diante de sua maior vergonha, vazou o fundo do poço nas asas da prostituição de quem por ele deveria zelar.
      Quando se esperava a punição criminal dos envolvidos e o sumário rebaixamento das agremiações beneficiadas pelo esquema (que, por sinal, ganharam títulos nacionais após a irrupção do escândalo), adotou-se a solução salomônica e asquerosa de não rebaixar ninguém, limitando-se a CBF a punir desportivamente os dirigentes, e não os clubes imoralmente beneficiados. Nesse momento de mancha histórica de nosso futebol a decisão includente e equivocada deveria ter sido objeto de repúdio por parte de todos os dirigentes dos clubes não envolvidos e por toda a imprensa ética. Não se viu nem uma coisa nem outra. Em vez de protestar publicamente contra a imoralidade, um abjeto dirigente tricolor, destituído da representatividade emanada da imensa maioria de nossa torcida, fez do deboche a expressão do regozijo, espocando um champanhe que nos transformou em inimigo prioritário da opinião pública. Aquele gesto, abominável em si, teve ainda o condão de desviar do foco das medidas que deveriam ser adotadas para iniciar-se a moralização do futebol brasileiro com a punição dos responsáveis por um episódio chulo e vergonhoso, o do esquema 1-0-0. O champanhe foi o habeas-corpus da quadrilha, esta uma expressão muitas vezes usada pelo mesmo Jornal Nacional para definir a turma dos dedos leves e contas pesadas.
      O Fluminense caiu em 1997. E disputou a Segunda Divisão. Caiu em 1998, e, para espanto de uma opinião pública descrente, disputou e ganhou a Terceira Divisão, tendo a correr pela beira das várzeas em que jogamos um técnico tetracampeão do mundo. Só o Fluminense, por seu passado e peso em nossa história, pôde se dar esse luxo. Estávamos preparados para disputar a Segunda, em 99, quando um imbroglio jurídico – por sinal, mais uma vez envolvendo até a medula a vestal Botafogo, do ínclito Bebeto, e o São Paulo do nem tão ínclito Sandro Hiroshi # patrocinado pelo Gama, prometia inviabilizar a realização do Brasileiro de 2000. À semelhança de 87, com a Copa União, optou-se por entregar ao Clube dos 13 a organização do Brasileiro, que recebeu a redentora alcunha de Copa João Havelange. Foram muitos os convidados, afinal a JH contou com a oceânica participação de 116 clubes! Seu regulamento era um convite ao delírio, e possibilitou inúmeras #viradinhas# de mesa nos módulos inferiores. Foram mais de 10! A JH produziu ainda um absurdo diante do qual toda a imprensa brasileira se calou: o fato de o São Caetano ter se habilitado à Libertadores sem que houvesse disputado a Primeira Divisão. Estranho, não é?
      Se a JH serviu como base para definir os representantes brasileiros na Libertadores, por que não serviria para definir os participantes de nossa Primeira Divisão do ano seguinte? E aqui cabe lembrar: da JH a 2002, o Fluminense foi o clube brasileiro que mais pontos acumulou na divisão de elite.
      Recusamos veementemente o papel de beneficiário exclusivo das armações do futebol brasileiro. Somos a torcida líder em acesso à internet; a responsável por transformar um simples uniforme, o laranja, no maior fenômeno de vendas entre todas as torcidas brasileiras; só perdemos em exposição de mídia, em 2002, para os finalistas Santos e Corínthians; batemos freqüentemente os recordes de audiência em tv por assinatura; somos uma nação orgulhosa de sua história, um clube de massa, com representação em todo o território nacional.
      A ter que recuar para que se restaure o império da ética, voltemos a 1996, quando a face podre se tornou visível. Aí sim poderemos zerar o hodômetro moral do futebol brasileiro, com a punição exemplar dos envolvidos no episódio Ivens Mendes, inclusive as agremiações beneficiadas por essa nódoa de nossa história. Até lá exigimos que o Fluminense seja respeitado pela força de sua torcida e tradição, que não pode ser confundida com atitudes isoladas de inquilinos transitórios de Álvaro Chaves.
      Não se pode embaralhar o Fluminense com o gesto isolado de um dirigente, assim como não se pode tomar o Botafogo pelo Bebeto; o Vasco pelo Eurico; a Globo pelo Galvão; a ESPN pelo Trajano. Citar o Fluminense como beneficiário exclusivo das fétidas articulações de bastidores, como exemplo único de transgressão às normas, é de um delírio cretino. Ao citar um caso isolado, tragam-no para o ambiente cultural em que ele se forjou, um ambiente em que não há bandidos nem mocinhos, e sim uma absurda cumplicidade e omissão. Só os torcedores-cidadãos podem mudar esse quadro # e já passou da hora.
      Como nos ensinou um dos mais ilustres tricolores, o imortal Nelson Rodrigues: #O Fluminense tem a vocação do eterno: tudo passará, só o Fluminense não passará#.

      • Flavio

        Caro Cristian,

        Simplesmente maravilhoso seu texto, se apenas alguns jornalistas tivessem a descência de pesquisar um pouco e trazer clareza a todos os fatos que rodeiam o mundo do futebol, poderíamos tentar moralizar e melhorar o futebol brasileiro, todos os clubes tem histórias ruins e tem rabo preso, porém querem achar um algoz, e não seremos nós.

        ST

        AK: “descência”. Onde vamos parar?

        • Flavio

          Vc está certo cometi um deslize ortográfico (decência), porém não altera em nada o que quis dizer.
          Porque será que esse erro te incomodou tanto ? Vc gastou seu tempo precioso em corrigi-lo. Deveria gastar seu tempo revendo e pesquisando melhor, como fez o nobre Cristian, mas é mais fácil escrever qualquer coisa e ludibriar a maioria imbecil, certo ?

          AK: “maioria imbecil”? Quanto preconceito…

          • leonardo

            não falaria “maioria imbecil”. “Desinformados” seria melhor. tenho 50 anos e vi a internet no início. Pensei que as possibilidades de informação rápida faria um grande avanço em educação e cultura. porem, se deu ao contrario. A informação ali na cara, porém emburrecemos. o twitter é o retrato disso. informação em 140 caracteres. aí ficou tudo muito superficial. As reportagens, artigos jornalísticos… Repetem o mantra “pagar a série B…” sem ao menos pesquisar oque realmente aconteceu. O FLUMINENSE foi beneficiado pelas maracutaias dos outros. DOS OUTROS! Qual é a culpa do FLUMINENSE em 1996 quando os dirigentes do corinthians e atlético PR armavam com o diretor de arbitragem? Isso poucos falam. Ficam somente nadando na superficialidade, repetindo o mantra: “PAGUEM A SÉRIE BBBBBBB…”. Qual é a culpa do FLUMINENSE na confusão desse ano? A única culpa foi ter jogado um futebol lamentável. A única culpa do FLU foi ter se colocado naquela colocação do brasileiro. Mas aí, vem o mantra: “PAGUEM A SÉRIE BBBBBB…

            AK: A conversa não é sobre culpa. Falta informação no seu comentário. Um abraço.

        • Claudio Silva

          André, você deve se achar alguém muito esperto e perspicaz, não é ?
          Em vez de ficar expondo os erros de ortografia dos outros, devia assumir o que escreve e se embasar antes de vir escrever besteira e diminuir as pessoas.
          Você trabalha num canal de esportes deprimente, que tem até que usar imagens de outra emissora para poder comentar de futebol, é ridículo. Então seja mais humilde e pelo menos explique o que quis dizer, em vez de ficar dando respostas atravessadas e irônicas. Desça do trono, se é que algum lhe cabe.

          AK: Esperto e perspicaz é levar a conversa para o canal onde trabalho. E todos os canais esportivos usam imagens de outras emissoras. Parece-me que você não sabe do que está falando. Um abraço.

          • Pedro

            André,
            Vocês jornalistas tem que ter muito cuidado com o que escrevem.
            A última rodada do campeonato não está isenta do regulamento. O que ninguém, sobretudo da imprensa paulistana, fala é que é um absurdo a Portuguesa cometer um erro tão primário. Se errou, como a própria diretoria já admitiu, tem que pagar. E qual a sanção para essa irregularidade? A perda de pontos. É isso! Se vai beneficiar A B ou C são outros quinhentos.
            Imaginemos se o Flu não cumprisse a pena imposta de 4 jogos ao Fred (após justíssima expulsão contra o Vasco), poderia ter melhor sorte nas partidas em que jogou sem o seu principal astro. Bastava um empate (mais um ponto) que estava livre do rebaixamento. Mas ele cumpriu as regras da competição e não escalou o Fred. E se tivesse escalado e ganho, não mereceria perder pontos e com isso ser rebaixado???
            O fato é que aconteceu na última rodada, com o campeonato definido. Ocorre que se fosse na 19ª rodada, com uma série de clubes brigando para não cair, queria ver se todos estariam indignados a favor da pobre e ingênua Portuguesa.
            O fato é que as regras estão ai e a verdadeira virada de mesa seria não cumpri-las.
            ST

            • Adib

              Pedro, essa ficou sem uma resposta engraçadinha e sem corretor ortográfico. Provavelmente porque o engraçadinho não tem resposta.

              AK: Exato. O que mais se vê aqui é ausência de respostas.

              • Milton

                AK você é jornalista por causa do Juca…

                AK: Não te parece óbvio? Eu não teria nascido se não fosse ele, gênio.

                • Rodrigo

                  Corrigindo o que o Milton disse:

                  Você só tem emprego porque é filho de quem é filho…Que vergonha ter um papai abrindo as portas profissionais para o filhinho ter emprego e escrever asneiras sem antes pesquisar a história do Futebol, aproveita que você trabalha na ESPN e tenha umas aulas de história e imparcialidade com o PVC…

                  AK: Peraí, você está falando de qual dos meus empregos? A televisão, o jornal ou a internet?

                  • Carlos Prates

                    Pô Rodrigão!!!!

                    QUE MILK SHEIK, parceiro…

              • Pedro

                Adib,
                É isso mesmo. Quando se fala em fatos não existem argumentos para rebatê-los.
                Quando a razão se sobrepõe a emoção fica difícil argumentar.
                O não cumprimento do regulamento seria uma afronta e desrespeito ao que no fundo os paulistanos de nossa imprensa defendem com o discurso ‘moral’.
                Moral é cumprir o regulamento da 1ª à 38ª rodada, sem exceções. Isso é moral! Isso é o correto! Aplicar penas não previstas em lei ou sequer aplica-las para benefício de uma única agremiação, isso sim é virada de mesa e imoral!
                ST!

                AK: O mais divertido nessa história é esse argumento da “imprensa paulistana”.

                • Pedro

                  André,
                  Na sua opinião a Lusa não deve ser punida com a perda de 4 pontos, correto? Então, devemos entender que você é a favor da virada de mesa?
                  ST

                  AK: Após mais de duzentos comentários, você ainda tem coragem de perguntar o que deve entender?

                  • pedro

                    Impressionante. Vc não responde. É a favor da virada de mesa?

                    AK: Sou. Quero criar um Campeonato. Brasileiro em que os times de São Paulo nunca podem cair, e os times dos outros estados nunca podem ser campeões.

                    • pedro

                      Kkkk… impressionante (2) é tão frágil seu argumento q vc parte pro sarcasmo. Lamentável…

                      AK: Frágil? Na última vez que olhei, você já tinha passado dos dez comentários…

                    • pedro

                      Nunca ‘podem’ cair ou nunca ‘possam’???? Erros advindos de leitores são até compreensíveis. ..

                      AK: Tente compreender o tempo verbal usado na frase, einstein. Depois processe a escola em que você estudou. Um abraço.

            • Carlos Prates

              Amigo Pedro,

              SE os regulamentos fossem frios como mencionou, não precisaria de promotores, juizes, e nem advogados de defesa…

              Muito menos holofotes!!

              É só ler… e cumprir…

              Entendo perfeitamente, que até 2ª feira a insônia vai te maltratar.

              Mas, não seria mais fácil fazer um campeonato direitinho, e pelo menos ficar na turma da marola?

              Você sabe perfeitamente, que não foi a Lusa que empurrou vocês ladeira abaixo…

              Muito pelo contrário! No campo, jogando, terminou o campeonato ladeira acima…

              • Pedro

                Amigo Carlos Prates,

                Concordo com você em gênero, número e grau! Nos entristece vermos um campeonato terminar num tribunal. O melhor dos mundos seriam todos os clubes envolvidos cumprirem as regras.
                Não vou nem entrar no mérito da realização do Flu em campo por que óbvio que foi digno de ser rebaixado. Tanto que assim foi. Desencontros de técnicos, falta de reposição de jogadores e etc. Isso sim rolou o campeão brasileiro do ano anterior ladeira abaixo.
                Mas isso não se relaciona com o cumprimento do regulamento. Vamos imaginar que o Fred, já exposto acima, jogasse um dos jogos que foi suspenso e o Flu tivesse empatado. Com um ponto a mais não seria rebaixado, correto. Mas seria justo não ser punido sob a escusa de desconhecimento da suspensão? Imagina o caos que esse precedente abrirá. Basta argumentar que não sabia e ponto.
                Tenho enorme simpatia pela Lusa (morei em SP alguns anos) e me compadece que ela tenha cometido um erro tão primário. Contudo, foi um erro, uma irregularidade passível de punição. Se a lei não for aplicada agora, não seria injusto o Flu (caso Fred) e demais clubes tê-la seguido ao longo do campeonato???
                De fato, se a Lusa não caísse com a perda dos pontos não teria essa polêmica toda. A pena imposta não será o rebaixamento da Lusa. Será a perda de 3 pontos mais os percebidos na partida (1). E, infelizmente, a consequência disso é a queda.
                Nós tricolores estávamos resignados em disputar a série B. Isso é esporte, faz parte. Mas a legislação deve ser aplicada sob pena de prejuízos, repito, à todos aqueles que a cumpriram ao longo do campeonato!
                Forte abraço e viva o debate!!!!
                ST e boas festas!!!

      • Iuri

        Bla, bla, bla! Pague a série B!

      • EVANDRO

        Cristian, entrei li André Kfoury pensando que ia encontrar algo inteligente e imparcial!
        Não vou falar nada sobre o “Camisa 12 – Pobre Brasileirão”, porque estou na casa dele, mas sabia que ia pintar alguém com a mente boa para só dar uma “clareada” nas coisas, como vc, pq, nossa! O que vc escreveu aqui todos estão carecas de saber, está td documentado, mas algumas pessoas q sabem que são formadoras de opinião, ou ñ estão preparadas ou são muito mal intencionados(jornalistas, hein!) ou acho q temos q contratar um artista plástico, talvez com um desenho essas pessoas entenderão!…se jogarmos a B, aí sim será virada de mesa. E olhe q já estávamos preparados p disputar a Segundona, pq já estamos acostumados…ST…

      • ramon

        crstian a pauliceia esta desvairada eles tem que nos aturar inclusive e principalmente a imprensa …

        AK: Este é o tema principal. O resto é conversa.

      • Luis Carlos

        Parabéns pelas palavras.

      • Matheus

        Olhem a descrição do Andre “Nunca pensou em outra profissão” ahuahauha

        Óbvio que nunca pensou em fazer outra coisa pois em outra profissão não teria a ajudinha do nome do PAI, o Quem Indica para dar aquela ajudinha marota na carreira dele

        AK: Impressiona como quase todo comentário ignorante vem acompanhado de coisas como “ahuahauha”.

        • LUCIANO CATAPRETA

          Ué, mas não eram de um “kkkkk” que vinham acompanhadas? agora são de “ahuahauha”?

      • leo dias

        Blá Blá Blá. O Fluminense deveria pagar as séries que deve, não ficar arrumando artifícios para justificar mais uma campanha pífia. Deveria fazer como vários times grandes que tiveram a ombridade de aceitar a segunda divisão. A causa da queda do Fluminense não foi o jogador irregular escalado pela Portuguesa, simplesmente sua própria incompetência. Vergonha!

      • Sergio

        Perfeito, Cristian!

      • FluminenseC

        Rebaixamento já! Pague a Série B. Rebaixamento já! Pague a Série B.Rebaixamento já! Pague a Série B. Rebaixamento já! Pague a Série B.Rebaixamento já! Pague a Série B. Rebaixamento já! Pague a Série B. Pare de ser um calhorda sentimental o Fluminense quando não consegue em campo tá sempre procurando o tapetão e dessa vez vai sobrar pra Portuguesa.

      • Heitor Luique

        Cristian, por acaso, você me permite publicar este seu texto esclarecedor e sóbrio no meu espaço Lance Activo! (http://www.lanceactivo.com.br/heitorluique/) e no portal “O Estandarte” (http://www.oestandarte.com.br/heitor-luique – um site do qual eu faço parte, e também possuo um espaço de crônicas)? Mande-me um sobrenome seu, por favor, caso queira. Certamente, lhe darei todos os créditos e méritos. Parabéns! Muitíssimo parabéns!!! Foi enfático e franco. Abraços.

      • TOINHO

        Esse “intelectual” escreve muita besteira.

      • Marcelo Oliveira

        Simplesmente não houve dolo,na escalação…….assim como em muitas vezes não há intenção de se matar…….
        Não tinha necessidade de jogar,não precisava do resultado,poderia até perder,e se advogado avisou porque escalaram ele…….se a punição só apareceu na segunda feira.
        Não me importa se é fluminense ou goytacaz…………….2 jogos por alguém foi expulso por reclamação já é demais né…………. disputem a serie B e sigam suas vidas afinal não tivesse esse problema vcs iriam jogar na boa.

    • antonio scotton

      Espetacular a sua crônica . Concordo plenamente com o que você escreveu . Veja o esforço dos jogadores , e agora podem perder tudo e mergulhar em tristeza .
      Faço até uma comparação atual com o que está acontecendo com os companheiros do mensalão .
      Aparece uma gana de condená-los , exigindo que uma lei estapafúrdia seja cumprida e que eles sejam presos . ABSURDO. Pensem nas esposas , filhos , netos , amigos e até sócios deles , a tristeza deles com toda esta sacanagem . E tudo por causa de um juizinho qualquer , que fica perseguindo os companheiros . Vamos para com esta mania de querer que certas leis sejam cumpridas . Parabéns pela sua postura e te peço que você ou outros colegas intercedam em favor dos companheiros .

      • PRG

        pela sua postura e te peço que você..
        O cara fez uma tremenda confusão de pronomes e o AK não corrigiu. Será que ele só corrige quem escreve contra?

      • pedro

        Brilhante!

    • Marcel

      Claro que a Portuguesa não sabia que Héverton estava suspenso. Claro que ela não tinha motivo para o escalar. Claro que não o fez por má fé.

      Claro que erradas coisas só acontecem contra a Portuguesa.

      Claro que incertas coisas ajustaram o Fluminense (e não apenas ele) em 1997 e 2000.

      Mas não tem impressão digital tricolor nesta aparente pisada de bola da Lusa ou de seu advogado.

      Tem mais uma bobagem de várzea do futebol brasileiro e da CBF e afins. Com todo o respeito. À várzea.

      Pode ser discutida a pena. A perda dos pontos do jogo em si, e não mais quatro pontos pela lambança, como aquilo que pode e deve rebaixar a Lusa

      Mas, no caso, é batom na cueca. Uma pena para o campeonato já muito ruim – exceto pelo campeão. O fechamento com chave de chumbo para um Brasileirão que conseguiu ser ainda pior fora de campo.

      Ninguém quer decidir a vida e a morte fora do gramado. Mas, neste caso, parece não haver perdão. Apenas lamentação.

      Lamento pela Portuguesa e por uma decisão extracampo. Mas é preciso cumpri-la. Doa ao advogado que doer. (Mauro Betting, em um blog logo ali ao lado… E se o nome do Mauro estiver errado, Professor Pasquale, minhas antecipadas desculpas.)

      Sem mais…

    • Paulo

      Dizer que o Fluminense caiu sem ter do que reclamar é miopia ou má fé! O Fluminense passou o ano garroteado por um procurador da Receita que agiu mal intencionado; popr qual motivo não se sabe … foi rebaixado PELO REGULAMENTO! Ou seja empatou em número de pontos com o Criciuma e perdeu no QUESITO DESEMPATE DO REGULAMENTO e NÃO RECLAMOU INJUSTIÇA! Pior! Só empatou em pontos porque o Criciuma foi FAVORECIDO por um erro GROTESCO do juiz e bandeirinha no jogo contra o Sáo Paulo! Agora, como o Flu não é Corinthias, Flamengo, Vasco ou São Paulo, ou seja, sua torcida é só a 12a., ou seja é a menor dos maiores, é fácil bater … mas isso não é injustiça … é inveja … porque o Flu tem Fred, Cavalieri, Carlinhos, trouxe o Conca que RECUSOU O CORINTHIAS gera uma inveja tremenda … fora a falta de ética, pois TODOS QUEREM VER A CARNIÇA DO FLU PARA CAIR QUE NEM ABUTRES NOS SEUS CRAQUES E ÍDOLOS !!!! VERGONHA DESSA IMPRENSA VENDIDA !!!!

      AK: Eu acho que agora você foi nos pontos centrais do debate: o Fluminense não foi rebaixado, e tudo é por causa de inveja.

    • Jones

      Pelo que eu sei, desde que acompanho futebol, esse episódio não é o primeiro, já houve vários no decorrer da história, diversos times já foram beneficiados, a grande maioria, principalmente falando dos times com maior poder aquisitivo! Deveria sim fazer uma revisao das leis, porque quando os clubes acham brechas, ela são usadas por todos, então todos são beneficiados, o detalhe é “estar no lugar errado e na hora errada, ou seja na colocação errada” porderia ser qualquer time, hoje é o fluminense que esta sendo beneficiado, amanha com certeza serão outros.
      “reciclagem já das leis”

  • Alexandre Said Delvaux

    “Em 1996, escutas telefônicas comprovaram que o sr. Ivens Mendes, então presidente da Conaf (Comissão Nacional de Arbitragem de Futebol), combinou resultados com os dirigentes de Corinthians e Atlético Paranaense. Isto é, o campeonato daquele ano estava comprometido. Evidentemente, Fluminense e Bragantino – os maiores prejudicados do campeonato – entraram na Justiça pedindo a anulação do mesmo. Em um país sério, Corinthians e Atlético Paranaense teriam sido rebaixados (no mínimo), e seus dirigentes banidos do esporte. (FYI, o sr. Celso Petraglia – então presidente do Atlético Paranaense – permanece no quadro diretor do clube até hoje).”
    Fonte:http://jornalheiros.blogspot.com.br/2007/05/futebol-verdade-sobre-1996.html

    Caso Gama

    Cronologia

    2.nov.99
    O Tribunal de Justiça Desportiva da CBF condena o São Paulo pela escalação do atacante Sandro Hiroshi na vitória sobre o Botafogo-RJ por 6 a 1, e, baseando-se numa versão adulterada do Código Brasileiro Disciplinar do Futebol, dá os pontos do jogo ao Botafogo, o que causa o rebaixamento do Gama.

    13.nov.99
    O PFL-DF e o Sindicato dos Técnicos do DF entram na Justiça comum, que dá liminar garantindo o Gama na série A.

    3.fev.00
    Juiz do Tribunal Regional Federal-DF nega recurso do Botafogo para cassar a liminar que mantém o Gama na série A do Brasileiro.

    29.fev.00
    A segunda Turma do TRF-DF rejeita recurso da CBF contra a liminar que garante o Gama na Copa do Brasil.

    14.mar.00
    O Tribunal Federal de Recursos do DF rejeita recursos da CBF contra a liminar que mantém o Gama na série A e na Copa do Brasil.

    8.mai.00
    O Clube dos 13 define que vai criar uma liga neste ano, sem o Gama. A CBF diz que pode apoiar.

    31.mai.00
    Ministro do STJ rejeita mais um recurso da CBF para tentar cassar a liminar pró-Gama.

    12.jun.00
    A Fifa designa um dirigente da Conmebol para apurar o caso do Gama no Brasil. O emissário ouve sete pessoas, seis notoriamente contrárias ao Gama e um dirigente do clube. A entidade máxima do futebol chega a ameaçar a CBF de suspensão caso o problema não seja solucionado.

    14.jun.00
    Os dirigentes do Gama processam Miranda no STF, que requisita as fitas da entrevista.

    29.jun.00
    O Clube dos 13 lança a Copa João Havelange, com 108 times, mas não inclui o Gama.

    10.jul.00
    O Gama obtém liminar na Justiça comum para disputar a primeira divisão da Copa João Havelange.

    17.jul.00
    O Clube dos 13 e a CBF recorrem contra a liminar.

    18.jul.00
    O juiz Tourinho Neto, do Tribunal Regional Federal de Brasília, negou o recurso da CBF e do Clube dos 13 e manteve o Gama na primeira divisão.

    20.jul.00
    O Clube dos 13, o Gama e a CBF entram em acordo e anunciam a primeira divisão com 25 clubes, incluindo o time brasiliense, o Fluminense, o Bahia e o América-MG.

    25.jul.00
    O Clube dos 13 anuncia a criação do Tribunal de Penas para julgar os casos de indisciplina na Copa João Havelange.
    Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/copajoaohavelange/gama_cronologia.shtml
    No link abaixo é possível encontrar informações sobre um dos maiores escândalos do futebol brasileiro, também convenientemente esquecido.

    http://globotv.globo.com/rede-globo/bau-do-esporte/v/em-1986-o-escandalo-das-papeletas-amarelas-no-flamengo/1647813/

    A “podridão” pode ser encontrada em muitos outros fatos que a história do futebol brasileiro registra (mas a hipocrisia de muitos esconde) e a sujeira envolve muita coisa, mas convenientemente alguns preferem deixá-la sob o “tapetão” e irresponsavelmente apontam os seus “culpados”. De fato dá trabalho pesquisar, consultar, perseguir a verdade. É mais cômodo escolher um culpado e repetir o mantra todo o tempo: o Fluminense virou a mesa. Isto é bem típico dos irresponsáveis, dos inconsequentes, dos refratários, como estes que defendem, agora, que o regulamento do brasileirão/2013 seja rasgado.
    Quem forma opinião deveria, por dever de ofício, fazer todo o possível para não (de)formá-la, por dignidade, por respeito, por princípio e ética.
    Se todos os hipócritas pagarem pelas consequências de seus atos e resultados das suas palavras, alguns outros terão moral para exigir que se pague por uma série de débitos pendentes.

  • – Fluminense, Vasco, Ponte Preta e Náutico CAÍRAM no campo. Portanto, devem jogar a série B

    – Flamengo e Portuguesa DESCUMPRIRAM o regulamento (e o único motivo pra isso, na minha opinião, é amadorismo/burrice de suas diretorias) e devem ser sujeitados às penas previstas pelo mesmo, ou seja, perderem 4 pontos…o futebol de hoje não dá espaço pra amadores

    – com essa perda de 4 pontos, os dois times ficariam abaixo do Fluminense, que caiu no campo. Logo, também devem disputar a série B, junto com os 4 supracitados, para aprenderem a respeitar as regras… dessa forma, a série A ficaria com 18 clubes em 2014, ajudando até a aliviar o calendário do próximo ano

    – o regulamento é ridículo, deveria ser mudado urgentemente, para que a punição seja apenas a perda dos pontos conquistados no jogo em questão, ou seja, nesse caso 1 ponto.

    • CRISTIAN

      Fluminense jogou com o Flamengo com um meio de campo formado somente por volantes pq o único meia disponível foi pegou 2 jogos de suspensão e não conseguiu efeito suspensivo. O Fluminense evidentemente sem criatividade perdeu o jogo por 1×0 com gol aos 40 do 2º.

      O mesmo aconteceu com o Fred em outra oportunidade e nova derrota.

      SERÁ QUE SE ELES JOGASSEM O FLUMINENSE NÃO CONSEGUIRIA NEM UM EMPATE????? Um empate não rebaixaria o Fluminense.

      CUMPRIR O REGULAMENTO É JUSTO OU INJUSTO????

      • Carlos Prates

        CRISTIAN,

        Como estamos apaixonados pela conjunção SE, lembro ao amigo, que Felipe sempre foi banco no Fluminense, e que, SE jogasse, com o temperamento que tem, também poderia ter sido expulso.

        Acho que o amigo entende suficientemente de futebol, pra descobrir que o Felipe de hoje, não muda placar nenhum.

        Cumprir o regulamento não só é justo, como obrigação.

        Mas o erro humano, não sendo doloso, DEVE ser analisado nas entrelinhas de qualquer regulamento ou julgamento.

        Num quadro utópico de um homicídio passional. O cara que deu um tiro, cumpre pena mais branda que outro que deu dez…

        Em ambos os casos, o “resultado” é idêntico. O outro morreu!!!

        André, foi muito feliz nesta colocação. É justamente o que penso.

        “Pense nos jogadores da Portuguesa. Autores de uma campanha digna, enfrentando toda sorte de problemas internos, entre eles o mais grave, a falta de pagamento. Pense no técnico da Portuguesa, alguém que mostrou evidentes qualidades no comando de seu time e o conduziu a uma pontuação que poucos consideravam atingível.

        Eles provavelmente serão vencidos por uma falha administrativa muito mal explicada, associada à letra fria da Lei. Uma falha que não teve absolutamente nenhum efeito esportivo, que não foi cometida por má intenção, que é o resultado de um sistema estapafúrdio. Mas que pode custar quatro pontos e provocar o rebaixamento de um clube, salvando outro que caiu em campo, sem ter nada do que reclamar”.

        • Rafael

          Nao se esqueca que amanha o mesmo pode ocorrer, em jogo importante, influenciando significativamente o resultado esportivo. E ai? Com o precedente, time nenhum, jamais ira perder pontos. E’ culpa do Fluminense que a Lusa fez essa burrice?

          • Carlos Prates

            Rafael,

            Claro que o Fluminense não tem culpa.
            Mas foi com as próprias pernas, que terminou o campeonato rebaixado.
            A Portuguesa, mesmo com um rosário de besteiras, ficou pendurada fora do Z4.

            De ontem pra hoje, já vi, li e ouvi, pelo menos 15 precedentes. Nenhum deles interferiu na queda ou alta do dólar.

            Acontece também, que em nenhum deles havia um reincidente grande e famoso, no abismo…

            PS – Lembre-se que a moda agora, é O BOM SENSO.

            Que, na maioria das vezes, é mais justo que a letra fria dos regulamentos…

            • Rafael

              Carlos,
              La vamos de novo para o papo do reincidente.
              Quando se vai ao fundo da questao, no final, sempre chegamos a verdadeira causa da indignacao.
              Nao eh porque vai rebaixar a Lusa. Eh porque vai beneficiar o Fluminense.
              Me diga Carlos, no que moralmente, o Fluminense fica abaixo do Corinthians por exemplo. Foram rebaixados mas nao cairam em 83, Compraram juizes em 1996 e melaram o campeonato. Nos tinhamos que cair em um campeonato em que os juizes foram comprados(gravacoes e tudo)?? Depois em 2005 roubaram o Inter daquela maneira. Voltaram os jogos, depois na final, o Tinga sofre um penalty escandaloso, eh expulso. O juiz ve o lance depois da partida e fala: Errei, vou me aposentar. Ninguem fala nisso.
              E nos somos reincidentes, motivo de vergonha nacional? E o Palmeiras? Rebaixado em 82?
              Botafogo em 87, Gremio em 92?
              Na boa, se o argumento eh esse, ja cansei de discutir. O pior e’ que quando o Flu for beneficiado, ao menos foi indiretamente, caso Sandro Hiroshi. Os outros foi na mao grande mesmo. Mas a gente pegou fama, nao ha mais o que fazer. Jornalistas, salvo poucos como PVC e Trajano, deixam a fama rolar e eh isso mesmo.
              E’ a coisa mais injusta que ja vi, sem duvida nenhuma.
              Lembre-se que e’ impossivel ter BOM SENSO ignorando a historia.

        • jorge ferreira

          Amigo Carlos, vou ver se entendi bem. Pela sua teoria ao invés do Fred cumprir 4 jogos de suspensão, cumprisse apenas 3 por uma falha de comunicação da diretoria, e que neste jogo ele ajudasse o Fluminense numa vitória ao invés de uma derrota, levando-o a escapar do rebaixamento. Posso atribuir então o:,“Pense nos jogadores da Fluminense. Autores de uma campanha digna, enfrentando toda sorte de problemas internos, entre eles o mais grave, a falta de pagamento. Pense no técnico do Fluminense, alguém que mostrou evidentes qualidades no comando de seu time e o conduziu a uma pontuação que poucos consideravam atingível.

          Eles provavelmente serão vencidos por uma falha administrativa muito mal explicada, associada à letra fria da Lei. Uma falha que não teve absolutamente nenhum efeito esportivo, que não foi cometida por má intenção, que é o resultado de um sistema estapafúrdio. Mas que pode custar quatro pontos e provocar o rebaixamento de um clube, salvando outro que caiu em campo, sem ter nada do que reclamar”.

    • Raposo

      Isso e’ outra discussao. Nao se altera regulamento no meio do campeonato; se altera para o proximo. Essa comocao nacional e’ porque e’ o Fluminense. Fosse outro time qualquer e todos achariam que o regulamento tem que ser cumprido. E’ so ler o que o Cristian escreveu no seu comentario. O flu virou a Geni do futebol Brasileiro!!! Isso para mim e’ ate irresponsavel. O unico jornalista que vi fazer uma analise sobria sobre o caso foi o PVC.

    • Adib

      Se a punição for simplesmente os pontos do jogo isso pode entrar no cálculo de prós e contras de burlar a lei.

      Se a punição for simplesmente pecuniária, vão todos incluir as multas no orçamento do ano.

      A lei é estapafúrdia porque o Fluminense venceu o Bahia. Só por isso. Fosse o Coritiba o beneficiado, não estaríamos comentando texto algum.

    • luiz souza

      Engraçado você meu jovem. Por que você não sugere que a punição de perda de pontos seja também aplicada ao Cruzeiro, que teve a mesma irregularidade ao escalar um goleiro sem vínculo com o clube e só recebeu a punição de multa de 10 mil reais? Deixe o clubismo de lado e enxergue o óbvio. O FluminenC tem um histórico de se beneficiar de “erros” e puxar o tapete de clubes de menor expressão. Foi assim quando se beneficiou de um erro do Serra do ES e conseguiu o inimaginável: subir da 3ª divisão diretamente pra 1ª. Ficou faltando pelo ao menos disputar a segundona que ele vai ter de pagar agora. O Flamengo merece no máximo pagar uma multa. Ele é um legítimo representante do futebol que as duras penas conseguiu se manter no meio da tabela. Essa estratégia de roubar pontos de outros clubes no tapetão é coisa de futebol de várzea. Vocês devem sim tentar ser mais eficientes dentro de campo, coisa que tem sido um pouco difícil. A UNIMED participações que era quem mantinha os principais jogadores como Fred, Deco, TNeves, Welington Nem, todos foram embora ou irão. Isso faz lembrar o Palmeiras/Parmalat onde quem realmente tinha alguma coisa era a empresa e quando resolveu sair de cena sobrou só o osso. Esta é a realidade do FlumenenC.

    • Rafael

      E cria-se a lei Fluminense, aplicada unica e somente ao time das Laranjeiras, estando qualquer outra agremiacao isenta da mesma.

  • Nilson

    Não vi nenhum comentário seu sobre o verdadeiro beneficiário do rebaixamento da Lusa, o flamengo. Não vi e nem vou ver, sei disso, mas tive que perguntar.
    Ser a favor de passar por cima das lei e regulamentos é bem típico de esquerdista mas seu sobrenome já explica isso.
    Agora pode responder com seu deboche peculiar.

    AK: Não é mais necessário. Você não precisa de ajuda.

    • yuri

      ta certo

    • Lucas

      Verdadeiro beneficiário da queda da Lusa é Flamengo??? Onde??

      Primeiro, que Flamengo e Portuguesa se garantiram no campo.

      Segundo, que casos semelhantes ao do André Santos e do Héverton ocorreram na Série B, e nem por isso a CBF comunicou a irregularidade, logo ela com certeza fez isso por que envolve interesse de clubes grandes que caíram NO CAMPO.

      Terceiro, onde que o Flamengo descumpriu o Regulamento? Vamos nos ater às leis e regulamentos. Segundo a Resolução de Diretoria (RDI) 05/2004 da CBF, fica determinado que suspensões automáticas não podem ser transferidas de uma competição para outra. Assim, de acordo com entendimento do STJD já aplicado em casos semelhantes (Dória e Kléber, também expulsos na CB, jogaram normalmente pelo Brasileiro), ficam extintas com o encerramento do torneio em que houve a expulsão. Logo, o André Santos foi expulso na final da Copa do Brasil e deverá cumprir tal suspensão na próxima Copa do Brasil. Mas vamos lá, se mesmo assim ainda o STJD querer que o André Santos cumpra a suspensão no BR, o mesmo cumpriu a suspensão no jogo contra o Vitória. E o artigo Artigo 68 do Regulamento Geral de Competições da CBF (fonte: http://imagens.cbf.com.br/201312/1485364923.pdf), diz – Quando ao final de uma competição uma penalidade de suspensão por partida aplicada pelo STJD à atleta restar pendente, tal pena deverá ser cumprida obrigatoriamente em competição subsequente, de qualquer natureza, mas necessariamente dentre as competições coordenadas pela CBF. Ou seja, foi cumprida a suspensão. Não faz nenhuma menção que deve se esperar julgamento para cumprir, coisa que um jornal vem citando erroneamente, não sei com qual interesse, como pode ser visto na fonte com a notícia errada: http://extra.globo.com/esporte/flamengo/flamengo-se-defende-da-acusacao-sobre-andre-santos-cumpriu-contra-vitoria-ou-na-proxima-copa-do-brasil-11032860.html#ixzz2nPiI5dMZ

      Quarto, é constrangedor torcedor de time rebaixado no campo ficar torcendo pra advogado e STJD salvar o seu time no “tapetão”.

      Sem mais. SRN

      • Guilherme Oliveira

        Cara não é por nada não, mas essa história do Fla consegue ser tão ou mais fedida que a do Flu.
        Como ele poderia cumprir sua pena antes de qualquer decisão judicial? Existe essa possibilidade na justiça?
        O meliante que não tem certeza se será condenado ou não, pode simplesmente se apresentar a uma cadeia e começar a cumprir uma pena que talvez nem precise?
        E como você frisou, eram competições diferentes, não ocorreria a suspensão automática como normalmente acontece na mesma competição. Ficou decidida a suspensão no julgamento, os advogados do Fla não alegaram que tal possibilidade é inviável, segundo o regulamento que você citou acima?
        Tudo isso passa a impressão de um amadorismo que impressiona, algo que não presencio nem na várzea.
        E antes que pergunte, não torço para nenhum dos participantes desse enrosco todo, e talvez até me desligue do futebol brasileiro depois de segunda-feira.

  • Guilherme Rennó

    Tadiiiiiiiiinha da Lusinha! Ó que dó! Impressionante este tipo de atitude de “jornalistas” que se dizem profissionais e éticos. “Virar a mesa” e “Tapetão” foram termos criados para o ato de não seguir o regulamento. O regulamento existe e deve ser seguido da PRIMEIRA a ULTIMA rodada. Todos os clubes assinaram este regulamento e não tem do que reclamar. O regulamento é muito duro, feio e bobo? Ótimo, ano que vem proponham alterações antes de assinar! O que não se pode é RASGAR o regulamento dentro do campeonato.

    Sério que é essa visão do “jeitinho” que esses “jornalistas” defendem!? Bom, eu não concordo em pagar tanto Imposto de Renda pra ver meu dinheiro ser roubado pelo governo, então vou simplesmente deixar de pagar! Não concordo em pagar tão caro no cinema, então vou entrar de graça e pronto! Olha que maravilha! Danem-se as leis!

    O Fluminense cumpriu o regulamento e teve seus jogadores suspensos constantemente na competição, inclusive o FRED por 4 jogos em sequência. caso jogasse estes jogos, o Flu fatalmente não estaria na zona de rebaixamento. Não tem peninha do Flu neste caso não?

    Proponho a todos os times que ignorem as suspensões de seus jogadores em 2014. Foi suspenso? Sem problema, coloque em campo e depois pague 2 cestas básicas! Que várzea essa imprensa!

    Proponho ao LANCE não pagar o salário deste jornalista, afinal, o contrato que regulamenta o pagamento do salário dele só vale quando se quer. Se estiverem meio apertados, deixem de paga-lo, porque ele não vê problema em quebras contratuais.

    Passar bem!

    AK: Não recebo salário. Sou pago pelo número de comentários como o seu. Um abraço.

    • Danillo

      Agora, gostaria de saber uma coisa sobre Campeonato Brasileiro de 2010: Tartá, jogador do Fluminense, emprestado ao Atlético PR, tomou 2 cartões amarelos jogando pelo clube do Paraná. Tartá tomou um cartão amarelo em um jogo atuando pelo Atlético PR, seu segundo, o que, pelas regras do torneio, o faria cumprir suspensão automática. No entanto, Tartá se transferiu para o Fluminense durante o decorrer da semana, e, na rodada seguinte, foi escalado para o banco de reservas do Flu, e, inclusive, entrou no segundo tempo de jogo, contra o Vasco. Oras, isso não caracteriza uma escalação indevida? Pensando mais a frente, Fluminense terminou como Campeão Brasileiro, 2 pontos acima do Cruzeiro, e 3 acima do Corinthians. Se usarmos do mesmo pensamento que o STJD tem a respeito da Portuguesa, eu diria que este caso é até mais grave, afinal de contas, para se cumprir suspensão automática, nem é necessário STJD julgar. Outro agravante, caso a pensa fosse imposta ao Fluminense, o mesmo deveria ter perdido os 3 pontos que conquistou, na vitória sobra o Vasco, mais um acréscimo de 3 pontos pela escalação ilegal, mais pagamento de multa; E isso, meu caro, faria do Cruzeiro Tetra Campeão Brasileiro, e faria do Corinthians Vice Campeão, indo, portanto, direto para a fase de grupos da Libertadores, sem ter de passar pelo Tolima. No entanto, o procurador do STJD na época, senhor Paulo Schimidt, disse, a respeito do caso, que a “ética desportiva” não poderia ser ultrapassada neste caso. Engraçado como o tempo muda as pessoas, né?

      • Giuseppe

        Danilo,
        O seu comentário está incorreto.
        “Tartá levou dois cartões amarelos pelo Atlético Paranaense contra Guarani e Vitória, e um pelo Fluminense, contra o Furacão. Isso é verdade, como veio à tona ontem à noite. O que não é verdade é que tenha jogado suspenso na campanha do Fluminense campeão brasileiro de 2010. A partida seguinte ao empate entre Atlético Paranaense e Fluminense na Arena da Baixada foi Fluminense 2 x 0 Grêmio. Tartá cumpriu suspensão e não entrou em campo por ter recebido o terceiro cartão na partida anterior.” (Blog do PVC, http://blogs.lancenet.com.br/andrekfouri/2013/12/13/camisa-12-173/)

      • Giuseppe

        Na realidade o link correto do blog do PVC é http://www.espn.com.br/blogs/pauloviniciuscoelho#1

      • Fellipe

        Para de falar o que não sabe.

  • André,

    Considerando que concordo com seu ponto de vista, que muita gente discorda, que seu texto ficou legal, e que esse assunto ainda vai dar “muito pano para manga”, neste momento eu vou encerrar as discussões sobre “tapetes” e concentrar-me no mundial de clubes. Não sou atleticano, mas serei enquanto o Atlético-MG estiver disputando o título.
    Ps. Tem gente que ficou bastante chateada com o “post”.

    Abraço.

  • João

    Fico curioso com o pessoal falando que o Corinthians deveria ter sido rebaixado em 2000.
    Por que estão falando isso?
    Qual o critério?

    • Marcelo

      O fato de ele ter sido o penúltimo no campeonato, isso está ruim pra vc?

      • Rodrigo-CPQ

        Ah, claro… o regulamento previa rebaixamento?? Em 2007, como é sabido e notório, o time ficou em 17º e foi rebaixado, pois o regulamento previa isso. Simples assim.

        • Rafael

          Voce, que respeita regulamentos, com certeza acha que a Lusa tem que perder os pontos, pois nao?

  • Andre

    Infelizmente o Flu se apequena com este imbróglio !!

    Pode até voltar para serie A, mas a marca irá ficar mais uma vez !!

    Depois que li sobre os posicionamentos divergentes do STJD (2010 e 13), fica claro a manobra !!

    O FLU deveria jogar a liga da Turquia..lá existem ótimos tapetes..kkk

  • josé aurélio

    gostei muito de seu comentário nesse ponto: Eles provavelmente serão vencidos por uma falha administrativa muito mal explicada, associada à letra fria da Lei. Uma falha que não teve absolutamente nenhum efeito esportivo, que não foi cometida por má intenção, que é o resultado de um sistema estapafúrdio. Mas que pode custar quatro pontos e provocar o rebaixamento de um clube, salvando outro que caiu em campo, sem ter nada do que reclamar. Agora lhe pergunto. o que o fluminense tem haver com os erros dos outros a incompetencia deles, vocês falam como se o clube tivesse alguma coisa haver com tudo isso sendo que na verdade não tem se na regra tem que perder pontos, se a portuguesa com isso ficar com menos pontos que o fluminense porque o fluminense tem que cair tambem me diz. Ética como assim ? como pode um clube cair tendo mais pontos que o outro, o fluminense ate agora não se pronunciou sobre o caso e está certo quanto a isso, agora vocês da imprensa e mídia no geral ficam colocando o clube como vilão dessa historia sendo quem errou não foi o fluminense

  • Sanderson Dillen

    Caro Senhor!
    Lendo seu texto e suas respostas nos comentários dos leitores, respeitosamente, presumo que o senhor está mal informado nos que diz respeito a alguns assuntos relacionados ao Fluminense, o que entendo perfeitamente, pois é notório que alimenta certa “birra” por esse clube. Isso não vem ao caso no momento. No que diz respeito ao seu texto, espero ter entendido corretamente. Sou tricolor apaixonado, mas antes de torcedor sou um cidadão de bem, cumpridor dos meus deveres. Concordo com você em vários aspectos, como: O Fluminense teve um time medíocre esse ano e merece sim, jogar a serie B, é “injusto” punir um clube que lutou o ano todo por cada ponto conquistado. Porém, existem outros aspectos a serem observados. A punição, não será de rebaixamento, a punição poderá ser a perda de 4 pontos, o que levará ao rebaixamento. Entendo que essa regra é falha e deve ser mudada, que creio que é o que você aborda no texto. Só não concordo que ela seja mudada agora, diante da situação, pois se essa punição não salvasse o Fluminense, acredito que ninguém estaria discutindo a favor da mudança dessas regras. Que mude, mas mude em face da necessidade de mudar e não mediante a uma situação de tamanha proporção.

    Espero que tenha entendido.

    Respeitosamente,

  • Jornalistas são formadores de opinião.

    AK: Sério?

  • Marcos

    E a sua sugestão é qual, Kfouri? Descumprir o regulamento? Ele era injusto na hora em que todos assinaram, ou não?

  • Carlos

    Sr. Andre, já desconfiava e estou agora infelizmente tendo certeza que desonestidade intelectual é um mal hereditário.
    Defendendo que a lei seja aplicada conforme sua conveniência
    Lamentável.

    AK: Você “está tendo”? Em qual empresa de telemarketing você trabalha? Um abraço.

    • Alisson Sbrana

      ahahahahahaha

    • Raposo

      Ha alguma coisa errada em trabalhar em telemarketing Andre? E’ uma profissao que mancha a honra de uma pessoa ou voce so esta mostrando seu lado elitista? Corinthians e elitista; belo paradoxo!

      AK: Há muita coisa errada em usar o gerúndio para toda conjunção verbal. Modere sua chatice.

      • Ui, essa doeu….

      • Cara,

        Você chamou um leitor de “chato”.

        Isso é chato pra caramba.

      • Raposo

        E’ de pessimo gosto debochar do leitor por um erro gramatical. Quanto a minha chatice, comeco a modera-la quando voce moderar seu sarcasmo. Alias o sarcasmo, em textos, pode ser muito engracado quando aplicado por pessoas de bom gosto.

        AK: Engano seu. Sua chatice pode ser moderada por terceiros. O meu gosto estará aqui, sempre.

        • Raposo

          Chatice e’ um termo subjetivo. Minha opiniao e’ uma chatice no seu entender. Opiniao que voce se orgulha de poder “moderar”. Soas autoritario Andre. Assim como um general graduado; bem diferente da tradicao de sua familia. Quanto ao seu mau gosto, tens toda razao. Vais carrega-lo contigo….sempre!

          AK: Seus comentários estão todos publicados, alguns respondidos. Seu conceito de autoritarismo é pior do que o meu mau gosto. Um abraço.

          • Raposo

            Outro grande pra vc.

      • João Raposo Neto

        Caro André, o leitor não cometeu nenhum erro gramatical. Se o acusa, mostre o correto ou cale-se!

        AK: Você pegou o bonde andando. Dê uma olhada por aí.

    • Agra

      Creio que trata de realidade e não de propaganda!!!!!!!!!!!!!!

    • Angelo

      Agora vc foil preconceituoso, Andre.

    • Manoel Andrade

      Decepção, cara!

      Só cinismo…

      Vendo toda essa hipocrisia da mídia, desinformando…não cumprindo o mínimo que se pode esperar…trazer informação correta…triste isso!

      Pense…consegue?

      Seja mais responsável com o espaço que tem para se manifestar e procure ser útil à sociedade!

      AK: Isto seria… escrever o que você quer ler? Lamento, não funciona assim.

  • Flavio

    Pessima materia, se queremos moralizar o futebol que comecem pelo seguimento de seus regulamentos, se todos assinaram no inicio do campeonato porque agora rasga-lo, talvés se esse caso tivesse acontecido no incio do campeonato não estaríamos nem lembrando ou discutindo o assunto hoje. Se a Portuguesa fez errado tem que ser punida, como colocar para jogar um jogador sem condições de jogo ? Se eles podem porque os demais cumpriram a regra ? Talvés se os demais tivessem usado seus jogadores suspensos os resultados de seis jogos seriam outro ou não ?

    Um dos grandes responsáveis pela violência entre as torcidas são vcs que se dizem jornalistas, pois distorcem os fatos, omitem situações escrevem meias verdades e apontam o que lhes convém, não pesquisam a fundo e escrevem o que querem, são torcedores trasvestidos de jornalistas ou mesmo preguiçosos que não se preocupam com a repercussão que a palavra escrita vai ter na massa.

    Se querem ser sérios defendam o cumprimento das regras, leiam o regulamento, conversem com vários advogados e façam o trabalho correto e não esse monte de baboseira que escrevem por ai:
    1) Não era o messi e sim apenas o Herivelton (essa eu nem comento)
    2) O cara só jogou 12 minutos num jogo que não valia nada (como se tivesse difernça entre matar uma pessoa em 1 minuto com um tiro ou levar 40 minutos dando facadas nela)
    3) A Portuguesa mereceu, pois foi no campo (será que mereceu ? Colocou um jogador irregular, meu time pode fazer isso também e vamos ver em campo o merecimento ?)
    4) Estão virando a mesa (cumprir regra é virar a mesa ??? Mudou o nome agora ??)
    5) é tanto absurdo que não cabe aqui

  • Rodrigo

    E daí que resultados conquistados em campo vão ser anulados pela justiça?

    As regras existem para serem cumpridas.

    Daqui a pouco vai ter jogador expulso em semifinal entrando em campo na final, marcando gol do título, etc.

    Se está suspenso não pode jogar, não basta aplicação de multa.

    Engraçado que os jornalistas adoravam ridicularizar a CONMEBOL pela cobrança de multa ao invés de suspensão quando havia punição de jogadores com cartões.

    A Lusa é culpada em todos os cenários:

    1- Escolher este tipo de advogado para representá-la
    ou
    2- Ter recebido a comunicação correta e ainda assim colocar o jogador para jogar.

    Não existe pense no técnico, pense nos jogadores. Todos os clubes devem pagar pelos seus erros, não importa se é na primeira rodada ou na última.

    O problema é que a lei deve ser a mesma e cumprida em todos os casos, o que não se demonstra ser um hábito ou modus operandi do STJD, que pune quando e quem lhe convém.

  • Ricardo

    Senhor André,

    Li o texto e os comentários apressadamente, mas, parece que você quer sim que se aplique o Regulamento.
    Contudo, a norma deveria ser aplicada de acordo com a sua interpretação, ou seja, o Regulamento só deve ser aplicado quando a participação do jogador irregular influenciar no resultado do jogo. Acho que é plenamente natural que a imprensa (principalmente a paulista) defenda a simpática Portuguesa contra o “vilão” Fluminense, mesmo porque o que é difícil, quando o assunto é futebol, é ser imparcial. Talvez, se os clubes envolvidos fossem outros, você defendesse uma interpretação literal da regra. Espero que você seja coerente no futuro.
    Boa tarde.

    AK: O senhor comete dois equívocos. O primeiro é achar que me faz diferença se os clubes envolvidos são desta ou daquela região. O segundo, muito mais grave, é ter lido os comentários apressadamente. O senhor simplesmente não tem o direito de se privar de tamanha riqueza de argumentos. Um abraço.

    • Ricardo

      Senhor,

      Em primeiro lugar, veja que usei as palavras parece e talvez.
      Em segundo, não discordo da maioria dos seus ricos argumentos (que autoestima!). Comentei apenas a questão do momento. “Letra fria da lei”, etc.
      Peço desculpas pela insinuação de”bairrismo’. É que são tantos exemplos disso que é difícil não colocar todos no mesmo bolo.

      AK: Senhor, não falo dos meus argumentos. A riqueza está nos outros. Um abraço.

  • Valmir

    Queria ver esse André interpretar a lei, segundo a sua vontade, se no lugar do Fluminense, fosse o queridinho da mídia Corinthians. Aliás, nunca ouvi ou vi esse cara falar das armações a favor do queridinho da mídia em 1996 e 2005. E não vou perder tempo relatando os fatos, pois ele sabe muito bem quais são. Agora, neste caso quer passar por cima da lei. Quantas vezes assistimos o vencedor de uma corrida, por exemplo, perder para o segundo colocado por uso de substâncias proibidas, sem necessariamente aquela substância ter sido fundamental para vitória. Hipocrisia desmedida. Tenha responsabilidade com que escreve…

    AK: Não esperava que você soubesse, mas escrevi – e acredito ter sido o único – que o Corinthians deveria ter sido excluído da Libertadores por causa do que aconteceu em Oruro. Não perca tempo com tanta bobagem. Um abraço.

    • Bom, se o Corinthians tivesse sido excluído da libertadores em ORURO, não teríamos passado por aquela deprimente desclassificação para o “Meia Boca Juniors”.

      Só passei a acompanhar seu blog há poucos meses, mas posso dizer que suas opiniões são bastante coerentes. Houve um pequeno desentendimento sobre o futebol do Barcelona, mas ao observar direito, percebi que estava errado.

      Depois disso, tenho acompanhado sempre, você está de parabéns.

      Agora, que o pessoal do Flu tá nervoso, isso tá.

  • Marcelo

    Eu quero que o Sr. Jornalista informe as razões pelas quais o Corinthians não está devendo a série B mesmo tendo sido o útimo colocada na copa JH em 2000?

    Quero saber ainda se é moral/ético em 1996, os presidentes de Corinthians e Atlético PR combinarem resultados?

    E pq só o Tricolor é cobrado? Em 1996 a subida foi por causa da vergonha entre os presidentes de corinthians e atlético pr. Em 2000, por causa do Botafogo que entrou notapetão depois de perder de 6×1! Ninguém trata disso? Pq?

    Será que estas perguntas podem ser respondidas?

    O mínimo de responsabilidade e isenção, por favor, o Sr. escreve para todos e não apenas para os que odeiam o Fluminense, seja imparcial nos seus textos, é o mínimo, seja responsável em suas opiniões e esqueça suas paixões, vc é profissional!

    AK: E me orgulho disso!

    • Marcelo

      Sempre em fuga.

      Um dia espero vê-lo comentar as vergonhas do seu time, um dia, quando você amadurecer como profissional.

      Nelson Rodrigues: “O Fluminense tem a vocação do eterno: tudo passará, só o Fluminense não passará”

      AK: Cara, escrevi que o Corinthians deveria ter sido excluído da Libertadores por causa do que aconteceu em Oruro. Estou aqui respondendo seus comentários, mas você se constrange a cada um. Um abraço.

    • Alessandro

      À vocês que tanto tem batido “regulamento tem de ser cumprido” e esses “mi-mi-mis” para defender tamanha sacanagem, uma luz sobre a Copa JH (2000): onde – por favor, como vocês tanto tem dito ao Kfouri para “pesquisar melhor” – onde no regulamento da Copa João Havelange está descrito que os “x” últimos colocados seriam rebaixados ao Módulo abaixo?

      Ah, não tem isso… pronto.

      Eis porque o Corinthians NÃO teria, sob qualquer hipótese, de disputar a série B de 2001.

      Ao contrário do Fluminense…

      E vocês que tanto tem criticado-o de clubista, esse desespero todo em torno de uma história mal-contada, mal-explicada e no mínimo suspeita é o quê? Ética?

      Se é para ser ético: paguem a série B. Ponto.

      • Rodrigo-CPQ

        É deprimente citar a Copa JH em 2000 pra falar em rebaixamento. O regulamento não previa rebaixamento.

  • se nao fosse um time carioca com certeza vc teria uma opiniao diferente!!!!!!

  • Juka

    Lusa e Flamengo não têm de serem punidos. O Fluminense sim pois, foi ele quem escalou Heverton contra o Grêmio e André Santos contra o Cruzeiro, não é? É preciso mudar a regra e sugiro, após ler seu texto o seguinte: 1. Desconsiderar quaisquer infrações que sejam cometidas na última partida válida do campeonato afinal, é apenas a última partida, os jogadores e repórteres esportivos já estarão entrando em férias, o campeão e os rebaixados já estão definidos. 2. Foi punido, jogou, em lugar de punição, merece prêmio, desde que não comprovada má fé, o que é muito fácil de ser comprovada no mundo do futebol. 3. Times com pouca estrutura, com falta de grana, já têm que começar o campeonato com 20 pontos de vantagens afinal, coitadinhos, irão competir com times “grandes” que têm força junto à CBF e ao STJD e 4 Time que perder os jogos mas, que não tiveram a intenção de perder, ganham 1 ponto. 5. Revogam-se todas as disposições em contrário. Seguindo a sua linha de raciocínio acho, que assim, ficaria tudo resolvido e o campeonato ficaria mais justo…

  • Rafael Thome

    SURREAL!!!!

    Pelo tom das respostas dadas pelo colunista percebe-se seu despreparo às críticas.

    Consegue a proeza de ofender a classe dos operadores de telemarketing, de se esbaldar em dar “foras” naqueles que, como eu, perdem seu tempo lendo e comentando esse texto repleto de preconceito e bairrismo.

    Assim como alguns dons são hereditários, tive hoje a certeza der que a falta deles também o é…

    Saudações.

    AK: A proeza de ver ofensa onde não há foi sua. E não foi a única. Um abraço.

  • André,

    Hoje a coisa está “bombando”.O que tem de gente revoltada não é brincadeira. Você parece ter cutucado a onça com vara curta.

    O “pessoal” do Fluminense levou para o “lado pessoal”.

    Mas tudo passa, a série B passa, depois tem a série “C”…

  • Juliano

    Vejam só em que país vivemos! Desculpe a comparação e se fica fora de contexto, mas os mesmos que defendem a permanência SEM MÉRITO do Fluminense na série, procurando e se agarrando em toda e qualquer brecha para isso, são os mesmos que foram às ruas no meio do ano, gritando que “o gigante acordou”, clamando por HONESTIDADE e o fim de aumentos abusivos como no transporte público, os mesmos que acharam absurdo o recurso recente dos embargos infringentes no caso do mensalão, e por aí vai.

    Brasileiros fazendo brasileirice. Guiados pelo seu bel prazer, pelo interesse próprio (neste caso, a paixão clubística). Imagino o que os senhores, que defendem essa aberração da permanencia do REBAIXADO EM CAMPO Fluminense na série A, não fariam na ocasião de ocupar cargos públicos. Pobre Brasileirão? POBRE BRASIL! Infestado por gente com DNA corrupto!

    E não estou nem aí se foi o Fluminense ou se pudesse ser um time com menor torcida de um estado qualquer. Não importa pra que time eu torço. O que importa é o que ocorreu DENTRO DE CAMPO, durante TRINTA E OITO rodadas. Se o Fluminense não foi competente suficiente dentro de campo, paciência, aceitem. Tenham vergonha das viradas de mesa do passado. Um ano passa rápido, está aí o Palmeiras que cai e sobe dentro de campo e segue sua vida. Sigam o exemplo.

    E SE dentre os quatro rebaixados não houvesse nenhum clube de grande expressão como Fluminense e Vasco? Iriam procurar escalação errada em todos os jogos de todos os times? Por que isso agora?

    A Lusa errou? Ok, que seja penalizada, mas no tamanho do seu erro (o jogo em questão terminou empatado). Não houve dolo! O time não foi beneficiado em nada! O regulamento precisa mudar, esta é uma bela oportunidade para se discutir isso. Rebaixá-la seria a falência da mínima credibilidade de STJD e CBF. Se no lugar do Fluminense, o beneficiado fosse, sei lá, a Ponte Preta, qual seria o resultado?? Aposto que os mesmos tricolores que torcem para que seu time fique na série A achariam isso absurdo.

    Tenham decência! Tenham o mínimo de educação ao expressar sua opinião sobre o caso neste espaço. Deixem a paixão clubística de lado. Não sejam desonestos com o que aconteceu dentro de campo!

    Agora, me coloco em questão sobre o BSFC. Claro que eles estão corretos em não ter a obrigação de se posicionar sobre tudo. Mas o nome do movimento é BOM SENSO, que é exatamente o que deveria guiar este processo. Seria interessante sim que houvesse, ao menos, alguma indicação de sua posição. Se bem que, pela sensatez de Paulo André, isso seria desnecessário – ao presumir sua posição a respeito.

    Pra mim, o que é definitivo sobre este assunto li no blog do Kfouri pai e transcrevo aqui:
    “Teu dever é lutar pelo Direito. Mas no dia em que encontrares o Direito em conflito com a Justiça, luta pela Justiça.”
    Do jurista uruguaio Eduardo Couture.

    AK, parabéns pelo texto e pela imensa paciência.

    Abraço!

    • marcelo

      Posso até concordar que o regulamento é injusto, mas foi assinado por todos os clubes, amigo. Cumpra-se e depois, revogue-se.

      O primeiro passo para um país digno passa por cumprir as leis e não se muda uma norma no meio do caminho.

      Se queremos moralização, começaremos cumprindo normas, como nos países de primeiro mundo. Se elas são inadequadas, ou se tornaram obsoletas, que sejam mudadas, mas nunca podemos querer moralidade sem cumprimento estrito de regras.

      Se defendermos que os regulamentos podem ser descumpridos, justificaremos outras interpretações estapafúrdias que geram as maiores mazelas deste país.

      Desde o início desta discussão, o que defendi foram dois pontos: 1)O Fluminense não é o único clube que já protaconizou imoralidades no país como a mídia irresponsavelmente tenta passar; 2) As regras devem ser cumpridas.

      Ninguém descumpre as regras na UEFA, ou nos campeonatos eropeus.

      Abraço

      • Juliano

        Marcelo, a questão é muito mais obscura que querer que sejam cumpridas leis, normas ou regras. A começar pelo advogado, pela sua indicação, pela orientação dada ao clube, pelas ações após isso.

        “O Fluminense não é o único clube que já protaconizou imoralidades no país como a mídia irresponsavelmente tenta passar”. Bom, essa é a SUA opinião e isso te entrega, tricolor. O que EU vejo na “mídia”, é que TODOS estamos cansados de VIRADAS DE MESA.

        Qual o número de pontos obtidos pelo Fluminense em TRINTA E OITO rodadas. Voce acha mesmo que HOUVE DOLO por parte da Portuguesa de Desportos em colocar o referido jogador para participar de poucos minutos da partida, partida esta que não houve vencedor e o clube não obteve VANTAGEM sobre o adversário com este ato?

        Qual seria a sua opinião se, APENAS SE, fossem invertidos os papéis (seu time tivesse cometido este erro mínimo – e obscuro – e uma penalidade o colocasse na segunda divisão, quando ele conseguiu EM CAMPO a pontuação necessária para continuar na primeira)?

        E se os 4 rebaixados fossem XI de Piracicaba, Íbis, Luverdense e Asa de Arapiraca? Alguém iria atrás desse pente fino procurando o menor equívoco em busca de pontos para não jogar a segunda divisão?

        PUNA-SE a Portuguesa pelo seu erro, e que isso possa ser MEDIDO pelo tamanho do seu erro (mínimo, sem dolo, sem prejuízo aos demais 19 times da competição). E que os QUATRO times com MENOR PONTUAÇÃO OBTIDA DENTRO DE CAMPO joguem a segunda divisão como é PREVISTO em regulamento assinado por todos os clubes. Os quatro últimos fizeram por merecer isso, então que arquem com seu feito.

        Dispa-se de sua paixão clubística antes de tudo quando for pensar no assunto.

        “Ninguém descumpre as regras na UEFA e campeonatos europeus” (bem, na Itália isso nem sempre é bem verdade). Mas, “na UEFA e campeonatos europeus” então quem cai pra segunda, joga a segunda. Quem cai para a terceira, joga a terceira. Oh, wait… legal olhar pro próprio umbigo antes de falar em cumprimento e descumprimento de regras 😉

        Vão estourar o champagne de novo?

        Sem mais. Abraço!

        • Meu caro, então o Fred quando pegou gancho de 4 jogos deveria ter jogado? Desculpe, mas não! Regras são regras e tem que ser cumpridas, doa a quem doer. Se não, vira uma zona. Deixemos o bairrismo, o clubismo e o paternalismo de lado. Sejamos justos e éticos!

        • Meu caro, o Fluminense nas 38 rodadas não foi rebaixado, pois teve o mesmo número de pontos do Criciuma. O Fluminense foi rebaixado pelo regulamento, que previa que em caso de desempate, levaria a melhor o clube que mais vitórias tivesse. Percebeu? O Flu não questiona nada, não denunciou ninguém e nem desrespeitou as regras, que por sinal, foram assinadas por todos os clubes. Desculpe, mas vergonha é um time ferir o regulamento, não ser punido conforme a regra. Deixemos a hipocrisia de lado.

          Imagine se o Fred, que foi suspenso por 4 rodadas, atuasse em 1 dos jogos e o Flu tivesse ficado à frente dos 4 últimos. Iriam meter o pau? Não é o mesmo que aconteceu com a Lusa?

          AK: As duas primeiras frases desse comentário são as maiores barbaridades ditas na história deste blog. E a competição é grande.

          • Alisson Sbrana

            Uau!

            Tem razão, AK.

            O tal Gustavo barbarizou no comentário.

            Aproveito para dar minha contribuição nessa competição que citou aí no negrito (e que, modestamente, ou pretensiosamente?, acho que não chegarei perto do vencedor).

            Estava guardando para mim uma reflexão mas vou colocar aqui (até porque já passamos da meia-noite):

            Essa estranha esquizofrenia de parte (considerável aqui) da torcida do Fluminense não teria sido causada, não pelo conteúdo do seu texto (até porque ), mas pelo fato de você ter publicado tal texto numa sexta-feira 13, no último mês do ano 13?

            Vale pensar nisso?

            [aparte: chamo carinhosamente de esquizofrenia o fato de enxergarem que qualquer texto, fala ou pensamento furtivo que se posicione, ainda que timidamente, a favor da “não queda” da Portuguesa, significa culpar/demonizar o Fluminense, ou ser contra as leis vigentes (no pobre brasileirão, na constituição federal, no mundo de bob)].

            AK: Creio que você tem um ponto. Um abraço.

            • Juliano

              Alisson e AK, o cara vive num mundo tão peculiar que não contente com o tamanho do absurdo do que ele pensa e escreve ele questiona:

            • Juliano

              “PERCEBE?”

              É demais! Abraços!

        • Meu caro, vamos deixar a hipocrisia de lado! Pra que então existem regulamentos? Para ser rasgado? Pelo amor de Deus!

          • Juliano

            Gustavos:

            Impossível argumentar com sua posição enviesada claramente por torcer pro REBAIXADO EM CAMPO Fluminense. Sua visão é tão torta que escreveu o ABSURDO de que o seu time fora rebaixado pelo “regulamento que previa número de vitórias como critério de desempate”. Bom, o primeiro critério em classificação é número de PONTOS, número este que seu time não foi competente em conseguir ser SUPERIOR ao citado Criciúma. Sem mimimi, se teu time conseguisse minimamente 47 pontos teria escapado. Seu time foi INFERIOR ao Criciúma, pois venceu menos, e isso faz do Criciúma mais competente SIM em VENCER MAIS JOGOS que o seu time. Portanto, sim, o saldo das 38 rodadas é que seu time foi SIM um dos 4 piores do campeonato e portanto rebaixado (pra que existem regulamentos???). Mas isso só não é claro na sua visão embaçada por 3 cores. “PERCEBEU”?

            Defendo que a Portuguesa seja punida pelo erro cometido (o que você(s) não deve ter conseguido ler e assimilar). Só que defendo que essa punição seja na medida desse erro, ou seja, 4 pontos é um escândalo. “PERCEBEU”?

            Regras devem ser cumpridas?? Então que o clube rebaixado jogue a série B, que jogue a série C! OPA… Como anda a sua memória?? E ainda tem coragem de falar “sejamos justos e ÉTICOS”. Ora, sejamos!! Passou da hora de começar!

            “O Flu não questiona nada (…)”. Ah é?? Então quem vai estourar a champagne no final novamente?

            Leia o quarto parágrafo do texto do AK e faça este exercício (pensar). Continue o exercício e troque, se for necessário, o nome do clube (Portuguesa) por um de sua escolha. Se ainda assim não estiver convencido, é um caso perdido.

            “Pelo amor de Deus!”

            Abraço!

            • Alexandre

              Parabéns, Juliano! Disse tudo. Pena que a paixão do colega fará com que ele não entenda quase nada do que você escreveu.

              • Juliano

                Alexandre, eles são muitos, é uma epidemia. Brasileirices, jeitinho brasileiro em favorecimento próprio. E ainda usam palavras como “respeitar regulamento”, “justiça e ética”… estão deveras parecidos com os Josés do mensalão… justificando o injustificável e posando de santo na história toda…

                Abraço!

  • João Raposo

    Regulamentos existem para ser cumpridos e para garantir a lisura das competições. A escolha dos advogados da Portuguesa é um direito inalienável dela. Não cabe sequer o questionamento do certo ou errado. O melhor, André Kfouri, é procurar melhor se informar. Fico triste pela torcida da lusa, seus jogadores e técnico, mas um time não são só estas pessoas e todas tem que trabalhar juntas. Se a diretoria falhou, falhou o time. E tem mais, senhor André, este regulamento é o desta competição e CBJD, o senhor sabe o que é? Ele diz que uma pena, caso não possa ser cumprida na mesma competição, será aplicada na competição seguinte, organizada pela mesma entidade. Deu para entender ou preciso desenhar?

    AK: “Não cabe sequer o questionamento do certo e do errado”. Poxa vida, quer dizer que estamos aqui o dia inteiro sem necessidade?

    • João Raposo Neto

      O certo é cumprir o regulamento e para isto ele existe ou será que é certo não ser multado por transitar na contramão se não bateu em ninguém?

    • Brian

      Andre,
      Acho que pode se questionar o certo e o errado. Estes serao porem sempre subjetivos. O que eh certo pra mim pode nao ser pra voce. Existe um regulamento. Acho muita “teoria da conspiracao” essa estoria que o Flu subornou o advogado da Lusa.
      Eh justo? Nao, nao eh, eh extremamente injusto. O problema eh que nao seguir o regulamento pode criar situacoes perigosas no futuro. Ninguem vai mais seguir as punicoes. Nao havera perigo de perda de pontos. Isso nao pode acontecer!!! Ha que se mudar o regulamento?? Talvez, mas nao se pode alterar as regras no meio do jogo.
      Tenho pena do goleiro, do tecnico e dos jogadores da Lusa. So que quem ferrou as cartas deles foram os dirigentes da Lusa num erro bizarro e absurdo. Nao vejo qual a culpa do Fluminense.

      AK: Quem disse que o Fluminense subornou o advogado da Lusa? Quem disse que o Fluminense tem alguma “culpa”? Um abraço.

      • Brian

        Quando voce afirma que o Fluminense e’ um time com crise de imagem, que deveria tentar melhorar a sua imagem…. Entao e’ isso que o Flu deve fazer. Se tirarem os pontos da Portuguesa a gente declara vamos cair mesmo assim. Ganhamos a serie B e dizemos, vamos ficar por aqui mais um ano. Ai a gente ganha de novo e fica la mais um ano so pra garantir.

        Ai consertaremos nossa imagem, enquanto Corinthians, Gremio, Palmeiras, Botafogo e todos outros podem seguir jogando ai sem problemas e stress. Genial.

        AK: Minha Nossa Senhora…

        • Brian

          Ah. desisto Andre.
          Aqui vai, bem no seu estilo de argumentacao:
          Pelo amor dos meus filhinhos…..

          AK: Que má notícia.

          • brian

            Cara,
            Gosto muito de ler sua coluna mas nunca vi um jornalista ter tamanho desprezo por seus leitores.
            Tenho certeza que vc nao precisa que eu a leia, mas por que fazer pouco do leitor publicamente? Nao fui mal educado, nao fui grosseiro, apenas discordei de vc. Mas eu nao devo ser bom o suficiente para merecer ler o que escreves
            Uma pena.

            AK: Desprezo? Quase todos os seus comentários foram respondidos. Contradição de sua parte, não acha? Um abraço.

            • Brian

              O que eu acho eh que voce deveria celebrar o fato de alguem manifestar interesse sobre o que voce escreve. Voce deveria ficar orgulhoso em alguem, lhe achar suficientemente inteligente ao ponto de querer ler sua coluna toda semana. Deveria ficar feliz em alguem achar o seu setor de comentarios interessante e querer aqui expor sua opiniao. Para seu credito, voce ativamente responde a comentarios. Uma pena que muitas vezes voce acha apropriado responder com um comentario inapropriado: em tom sarcastico fazendo pouco de seu leitor. Ate entendo vc fazer isso quando mal educados vem aqui para falar que vc so eh o que eh por causa de seu pai. Mas esse nao foi o meu caso. E foi so sarcasmo comigo. E eu nunca lhe faltei com a educacao.
              Gosto muito do que vc escreve mas nao sei se continuarei sendo seu leitor, estou muito decepcionado!.
              ps: Perdao se nao coloco minhas frases da maneira mais correta e logica, o portugues nao eh meu primeiro idioma

              AK: É comum as pessoas acharem que podem escrever o que quiserem, mas estranharem quando são respondidas no mesmo tom. Não usei só de sarcasmo ao responder seus comentários e nem tive a intenção de ofendê-lo. Um abraço.

              • Brian

                Essa e’ minha ultima mensagem, te juro. Escrevo porque espero que voce reflita Nao utilisei tom agressivo com voce. Pelo contrario, fui amistoso. Na unica vez que tive um tom mais forte foi respondendo um sarcasmo seu. Ha muita gente mal educada que lhe xinga aqui, fala do se pai, etc… mas eu nao sou um deles. Talvez voce projete essa agressividade nos outros.
                Uma pena pois como lhe tinha dito, gosto da sua coluna e das discussoes nesse espaco.
                Lhe desejo de coracao paz de espirito!

  • Natan

    Minha compreenção do texto é simples, foi uma crítica velada a CBF e aos poderosos que militam a mesma, óbvio, ele apenas tráfegou pelo enredo do supracitado caso, apontando fatores que estão sensibilizando seus companheiros, á cada comentário e raciocínio limitado desenvolvido nas mídias disponíveis, deixando aquele tom melâncólico e monocórdio de solidarização a equipe de origem luzitana.

    • Juliano

      “compreenção”

      Àqueles que possuem tamanha dificuldade com o idioma oficial deste país, baixem o google chrome. Ele grifa palavras escritas de maneira errada, pode ser útil pra quem faltou às aulas.

  • Renato

    Esse caso e’ realmente bizarro. O que a Lusa fez nao foi um engano; foi uma burrice impressionante. fruto de um clube que deve estar altamente desorganizado, em processo de troca de presidente, etc..

    Mas ofereco o seguinte cenario. A Portuguesa nao perde pontos, apenas toma uma multa, se cria um precedente mas ficam todos felizes. Ai em 1 ano ou 2, um jogador importante e’ suspenso por 2 jogos na reta final do campeonato. Cumpre um mas ignora solenemente o segundo ja que era um jogo decisivo.
    Vai a julgamento no STJD e paga apenas uma multa pois tem um bom advogado e ele cita o precedente na sua defesa.
    O jogo da Portuguesa podia nao valer nada, mas nao se pode abrir um precedente; porque se agora e’ uma bagunca, ai viraria uma zorra completa.
    Entao nao ha jeito, a Lusa tem que pagar pela sua incompetencia. Alterar as regras do STJD? Acho otimo, mas nao se mudam as regras com o jogo em andamento; isso e’ basico.
    So pra constar: torco pro Gremio.

  • yuri

    Sinto muito, meu caro André. Vc precisa de uma paciência de Jó.
    Mas já que os nossos amigos adoram citar o Nelson Rodrigues (que frasezinha mais piegas, diga-se), eu acho que existe uma outra citação dele ainda mais oportuna: “Outrora, os melhores pensavam pelos idiotas; hoje, os idiotas pensam pelos melhores. Criou-se uma situação realmente trágica: ou o sujeito se submete ao idiota ou o idiota o extermina”. E isso porque Nelson Rodrigues não conheceu a tal da internet.

  • Meu caro, duro é o regulamento não valer nada. Imagine o Deco, que foi suspenso por 1 ano (se não me engano), jogar normalmente e nada acontecer contra o Fluminense. Deixemos o clubismo, o paternalismo e busquemos a seriedade das regras. Regras são Regras. O Felipe Massa foi punido no último GP Brasil porque passou com as 4 rodas em cima de uma faixa. Isso alterou algo? Creio que não, mas na regra estava escrito que ali não pode. Ponto Final. Outro Ponto: Se fosse o inverso, o que vocês estariam falando? Muito Simples. O Fluminense não fez a denúncia, está apenas acompanhando os acontecimentos. Deixem o Flu fora disso. Hipocrisia pouca é bobagem…

    • Adib

      Gustavo, clubismo ou bairrismo? Ou ambos? Você sabe que esses jornalistas esportivos lutaram na Revolução de 32, não sabe? Não mexa com um clube dos deles.

      • BARCELLOS

        É isso aí meu amigo, no Brasil é assim, reina a hipocrisia e a inversão de valores. Tadinha da Portuguesa, vai ser punida porque escalou um jogador irregular… Otário foram os que respeitaram as regras, como sempre acaba sendo neste país. Já estou vendo os “direitos humanos” defendendo a pobre portuguesa como defende os bandidos… Jornalismo hipócrita e parcial.

  • JJunior

    O título do texto é muito feliz e os comentários justificam essa situação.

  • fabio db

    Como muita sinceridade, estou profundamente decepcionado e surpreso com suas respostas aos leitores. Lamentável e inesquecível.

  • Cleber gomes

    Flamenguistas e Corinthianos deste Brasil: Paguem a 1a Série , pois aprender a ler ajuda a entender as regras !

    • JJunior

      “CorintHianos”??????? Eita 1a série danada!

  • Rafael

    E’ sim. Ai se cria um precedente, e time nenhum mais respeita punicoes. O jogador e’ suspenso de um jogo de vida ou morte e o clube bota pra jogar pois ha precedente e e’ so pagar uma multinha. Por favor, se a Lusa e’ tao amadora assim que pague pelo seu erro!!!

  • Ricardo Tadeu Rodrigues

    Não chega a ser comentário sobre a matéria , apenas duvidas como segue : A punição ao atleta de 02 jogos é definitiva , não cabe mais recursos?? O atleta não poderia pedir revisão da pena?? O atleta não poderia pedir o efeito suspensivo da pena?? O atleta não poderia pedir a reversão da pena para multa?? Se todas as respostas forem NÃO a Portuguesa deverá ser punida conforme o regulamento . Mas se alguma delas for um SIM ,então está configurado o fato de cerceamento de defesa e portanto a punição não é legitima .

  • É impressionante como querem livrar o Flamengo das enrascadas em que se mete,vejam só http://www.lancenet.com.br/minuto/Suspenso-Andre-Santos-Cruzeiro-Brasileirao_0_1042695943.html,coitada da Portuguesa que foi fazer a mesma caga.. né?A lusa livrou o Flamengo do rebaixamento,ah!Esqueci,o regulamento só vale até 37ª rodada né?A 38ª rodada do Brasileiro são meros AMISTOSOS DE LUXO.Nela podem jogar os que foram condenados,espera aí,então por que o Flamengo não jogou com o Bruno no gol?Era apenas AMISTOSO MESMO.Em prol da moral e dos bons costumes da família brasileira,vamos virar a mesa e não vamos rebaixar a lusa ou o Flamengo,vamos rebaixar o Fluminense.Sim o Fluminense,ele deve pelos erros dos outros e não importa se vai continuar devendo.Vamos fazer do Fluminense o Cristo do futebol.Não encontraram culpa nele,mas mesmo assim querem que o condene.

  • Marcus Maia

    Nunca li tanta besteira junta……tricolores falando em justiça? ?? É no mínimo curioso que o tal Paulo Smith (não sei se esta é a grafia correta) dar sempre declarações favoraveis ao florminenC! !!!! Saudações Rubro-Negras amigos!!!! Paguem a série B e ponto!!! Desta vez não tem Eurico Miranda pra ajudá-los!!!

  • puppin

    prezado blogueiro

    gostaria de ler tua opinião nesta questão hipotética:

    Troquemos o Fluminense de lugar com a portuguesa

    Ou seja o Flu tem 48 pontos e a lusa 45, e na última rodada o Flu escalou um jogador de forma irregular por uma falha administrativa mal explicada e que não foi cometida por má intenção.

    pergunto:

    a letra fria da lei deveria ser cumprida?
    ou não,
    por ser resultado de um sistema estapafúrdio?

    AK: Sua pergunta não faz nenhum sentido. Dá a entender que, para mim, faz diferença de onde são os times. Eu teria escrito a mesma coluna. Você deve ser novo por aqui. Um abraço.

    • puppin

      realmente conheci teu blog por acaso
      um link em outro texto me direcionou para cá
      a lambança criada neste final de campeonato foi tão grande que quis ler mais opiniões

      a questão hipótetica proposta tinha a finalidade de definir qual parâmetro utilizaste na redaçao do teu texto, explico:
      – pela tua resposta extrai-se que salvo melhor juízo, não tens nada contra o clube fluminense e que sempre priorizas o resultado do campo.
      – por outro lado para manteres esta tua convicção, colocas o regulamento em segundo plano, abrindo precedentes para que o mesmo venha a ser sistematicamente questionado nos campeonatos vindouros, sempre é claro, com a melhor das intençoes, pois fins nobres justificariam os meios digamos heteroxos.

      o problema é o conflito de interesses nobres que surgirão com este precedente
      pois nunca é demais lembrar

      de boas inteçoes o inferno está cheio
      e
      o direito de um termina onde inicia o do outro

      gd abç

    • Silvio

      Perfeito puppin.
      Mentira AK.
      Nesse caso para você o Fluminense certamente deveria perder os pontos

      AK: Sua afirmação, além de irresponsável, é pueril. Cresça. Um abraço.

      • Silvio

        Não é infantilidade que a ESPN Brasil,canal em que você trabalha, persegue o Fluminense.
        É só um fato notório.
        Esse ódio que estão criando contra o Fluminense é perigoso.

        AK: Vejam o nível.

  • RICADO

    Como é a primeira vez que leio o Blog do André, estou impressionado com os comentários.
    Outro dia estava revoltado com uma pérola dita em um programa da ESPN (não me lembro agora) acho que era mais ou menos:…”seria uma utopia, mas imaginem o Fluminense pedir para disputar a 2ª divisão no lugar da Portuguesa…” SEM COMENTÁRIOS!
    Um amigo simplesmente me respondeu: “PARA ISSO EXISTE CONTROLE REMOTO”.
    O mesmo conselho serve para internet, com um simples “clik” você troca de página.

    AK: Agradeço pela visita, pela leitura e pelo comentário. São vários “clicks”. Um abraço.

  • Alexandre

    O mais engraçado é que o jogo da Portuguesa foi contra o Grêmio, logo, quem deveria entrar no STJD contra a Portuguesa seria o Grêmio, caso se sentisse prejudicado. Mas se o Grêmio não se sentiu prejudicado, então por que diabos a Portuguesa deveria ser punida???
    Fazendo uma analogia com o Direito Civil, é mais ou menos como se “P” e “G” tivessem um contrato entre si, mas “F” entra na justiça alegando quebra de contrato por parte de “P” e pedindo uma enorme indenização (!?!)
    É ou não é esquizofrênico?

    AK: Agora você está mexendo com “o procurador”. Um abraço.

    • puppin

      na verdade esta é uma situação prevista no direito

      quando uma ação entre A e B tem repercussão em C
      temos no direito a figura do terceiro interessado

      • Alexandre

        Correto. Mas no caso em questão só há um terceiro interessado (e bota interessado nisso) porque a pena é esdrúxula e tira 3 pontos extras do infrator.
        Muito mais sensato seria a pena se restringir à perda dos pontos conquistados na partida, à uma multa variável (dependendo da importância do jogo) e à repetição da suspensão do jogador.

  • Roberto

    A publicação em tela foi, é, e sempre será tempestiva. Parabéns André.

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u53949.shtml

  • Amigos leitores, gostaria de propor a seguinte situação para reflexão: havia 50 vagas em um concurso para um emprego com um excelente salário. Seu filho ficou na 51ª colocação e você convencido da derrota. Foi constatada, no entanto, uma irregularidade com um dos aprovados. A irregularidade não esta relacionada a nota conseguida pelo candidato (foi por exemplo, não ter cumprido um requisito para a vaga). Quem merece a vaga no ótimo emprego?

  • Arnaldo

    Por que não focamos todos no debate das idéias ao invés de partirmos pro ataque aos mensageiros.
    O Sr. André Kfouri tem todo direito de expor sua opinião. Esse é um espaço destinado a isso.
    Posso concordar ou não com o que ele escreve. Já discordei e concordei inúmeras vezes de seu pai.
    Questiono a muitos anos a imprensa que incentiva o ódio ao Fluminense pelo ocorrido em 2000. Essa mesma imprensa que apoiou a realização da Copa União de 87 que no canetaço teria salvado o Botafogo do rebaixamento e limado o Guarani, entre outros, da elite. Competição que eles conquistaram o direito de disputar NO CAMPO no ano anterior.
    Como podem ver há sempre argumentos para debate, pode-se sempre apontar falhas no discurso de um lado ou de outro.
    Importante é mantermos a serenidade e o respeito.
    Ainda mais quando se trata de um profissional sério como o Sr. Kouri.
    E ser sério não se resume a escrever apenas aquilo que desejamos ler. Resume-se a dar sua opinião sincera, com o máximo de imparcialidade possível que sua natureza humana permite.
    Repudio a campanha que parte da imprensa tem feito e as redes sociais embarcado de novamente escolher o Fluminense para Judas da Moralidade.
    Dos grandes é fácil escolher o Fluminense. É o que tem uma das menores torcidas e boa parte dela considerada proveniente da aristocracia. Prato cheio para imprensa marrom.
    Mas é justo, para defender um pequeno, atacar de forma tão covarde um grande?
    Afinal, foi o Fluminense que provocou toda essa confusão?

    • Rafael

      Pois Eh. E o Brasil.de pelotas. Ficou em terceiro e foi pra segundona. Ninguém fala nada. não Eh relevante….

  • João Raposo Neto

    Para você atualizar sua base de informações e conhecimento: http://www.youtube.com/watch?v=XIbJR0AK3c4&feature=share

  • Parabéns pelo texto. sintetiza tudo que os que defendem a ética no futebol pensam.
    Não se incomode com as críticas vazias de conteúdo que tentam desqualificar o interlocutor, pois como sbae, é uma da máximas de Arthur Schopenhauer. Será que já nào está na hora de um novo campeonato aos moldes de 1987(clube dos 13) para conter a virada de mesa?
    Abraço

  • Valdir P.Ferreira

    Parabéns pelo texto, concordo plenamente com tudo que disse, mas tem coisas muito estranha nessa estória, não se pode perdoar a portuguesa caso confirme que ela foi avisada, o fluminenC merece o rebaixamento e é muita coincidência cair no colo do fluminenC esse erro da portuguesa. Seria muito leviano acusar o advogado, portuguesa ou os órgãos envolvidos, mas nesse rolo parece não ter nenhum inocente, tudo se casa: Um julgamento esquisito, sem vídeo, sem áudio e parece também sem testemunhas, pois se tivesse alguém já teria manifestado, fala-se no julgamento do jogador do flamengo e o advogado do flamengo também não estava presente? Será que não tinha outros em pauta naquela calada da noite? E o tal do advogado, representando vários times com a indicação da CBF, isso é legal? E se esse advogado já defendeu ou defende o fluminenC, isso é legal? E o tal de STJD que aplicou somente uma multa no cruzeiro em vez de aplicar o regulamento e agora se manifesta que vai mudar a pena aplicada no cruzeiro, ou seja fazê-lo perder mais 3 os pontos, isso é legal? E se a portuguesa sabendo-se que o fluminenC corria risco enorme de rebaixamento e resolveu se enterrar no lugar do fluminenC a troco de uma promessa, veja bem, para a portuguesa tanto faz série A ou B nada muda na vida dela…Só sei que é muito estranho tudo isso, talvez a portuguesa vai ser rebaixada o FlorminenC permanece na série A, e nunca vamos saber a verdade, assim como nunca vamos saber o porque no ano passado aquele juiz baiano apitava tanto jogo do flamengo e do fluminenC, engraçado, neste ano quase não o vi apitar. Em 2012 tantos erros de arbitragens, erros crassos e em 2013 tirando aquele da bandeirinha que não deu o impedimento do jogador do criciúma, não tivemos outros tão graves, mais uma coincidência no mundo do futebol. Se a portuguesa perder os pontos e não acionar a justiça comum é porque tem culpa no cartório e deveria não apenas perder os pontos, mas ser banida do futebol nacional pelo menos por uns 5 anos.

  • nuno

    Eu não entendo tudo no trâmite legal, mas a moral nos diz que seria “justo” descer quem não foi bem no campo, embora acredite ser importante haver a entrada de operadores de Direito em determinados casos. Saliento que o espirito da lei no caso específico tem em sua motivação coibir que o clube se sobreponha uma decisão revés, fazendo com que se coíba e haja punição aos infratores dentro do campo. ex.: Jogador violento deve ser punido etc… Justo!
    Mas entendo também, que assim como a lei penal vigente tem institutos como por exemplo Art 121 CP”matar alguém….”é de fato culpável, mas há, e é importante lembrar, situações atenuantes, ou até mesmo exculpáveis, como o caso de legítima defesa, estado de necessidade, etc., nesta mesma situação. Ora, vejamos caro André, a situação da portguesa era um jogo definido, assim como o do flamengo, não vejo no caso a necessidade de haver punição, principalmente no caso de não haver a má-fé, já que, (entendo eu), sendo o campeonato já definido para os times envolvidos, não há sequer a necessidade mínima de haver punição. Se fosse na justiça comum, havendo Juiz imparcial e coerente aos princípios reais da lei, certamente não haveria punição no caso. Uma multa seria já algo que extrapolaria levando a jurisprudência de caso similar com o Cruzeiro que pagou R$10.000,00 em caso do mesmo campeonato. Lembro ainda, embora sem certeza, que parece haver erro tb com o Botafogo após jogo final contra o flamengo na CB, tendo dória sido expulso jogou partida posterior do mesmo campeonato, tendo possivelmente que perder 6 pontos e vaga na libertadores. Abraço

  • De repente tantos jornalistas e torcedores sentem pena da Lusa!!!! Só porque ela desrespeitou o regulamento. Infringiu apenas um único artigo. Colocou um jogador irregular. Foi só isso!!!!
    Vamos deixar pra lá. O regulamento diz que deve perder pontos, mas deixa pra lá. Vamos dar um jeitinho e fingir que não sabemos de nada. Foi sem querer. Como disse o nosso ex presidente sobre o caso do mensalão: “Eu não sabia de nada”.
    Ao mesmo tempo afirmamos categoricamente que o futebol é uma vergonha e queremos moralidade esportiva. Que as regras sejam cumpridas e que haja justiça. Menos no caso da Portuguesa, senão o Fluminense será beneficiado. Ele foi rebaixado no jogo e deve seguir na 2° divisão. Foi rebaixado porque obteve menos pontos do que a Portuguesa. Se ela for punida conforme o regulamento, ela terá menos pontos do que o Fluminense. Aí não pode. Descontar pontos não pode, mesmo que os clubes tenham concordado com esse regulamento. Agora nós não concordamos mais. Se ano que vem meu time que jogará a Libertadores for para a final e o adversário fizer um gol com um jogador irregular, que não deveria ter sequer entrado em campo e o time for declarado campeão, entrarei na justiça Desportiva e se necessário, na justiça comum, pois será uma vegonha ser eliminado num jogo onde as regras foram descumpridas.

  • Marco Paiva

    AK
    Como Tricolor apaixonado, que sou, encaro com muita tristeza tudo isso que está acontecendo envolvendo meu time de coração. Como cidadão, penso que as leis foram criadas para que a sociedade pudesse evoluir, de forma mais igualitária e justa. Desta forma, deixando de lado a paixão e, sem usar a racionalidade como retórica, acredito que tudo aquilo que foi escrito aqui, bem como tudo aquilo veiculado nos veículos midiáticos em geral, não pode – e não deve- distorcer a realidade dos fatos. É fato que há um regulamento. É fato que todos os clubes, sem exceção, assinaram, concordando, com o regulamento norteador do campeonato. É fato que tal regulamento vale para todos. E é fato que algumas equipes, tendo dolo ou não, violaram tal regulamento. Então, a discussão, na minha modesta opinião, deveria ater-se tão e tão somente à verificação, com total isenção, se o mesmo foi cumprido na sua integralidade ou não, por todos os participantes. A execração pública que sofre uma instituição de tradição como o Fluminense Futebol Clube, neste momento, não me parece justa nem pertinente, haja vista o desenrolar dos fatos. E os fatos falam por si só. Sejamos isentos justos!

  • Francisco

    Eu fico impressionado como alguém que escreve de forma tão amadora pode ser contratado por um jornal, que na teoria, é sério.
    “Falha administrativa muito mal explicada”, qual é a sua dúvida André? Você quer que desenhemos para você? Escalou irregularmente tem que ser punido como previsto, e o argumento de que o Cruzeiro só pagou multa seria uma forma de corrigir um erro fazendo outro erro. Por exemplo, um assassino é preso mas não é condenado, só por isso todos os assassinos não deveriam ser condenados?
    O Treinador “inocente” da Lusa foi quem colocou o jogador em campo. É uma pena pra ele, para os jogadores e para todo o resto mas regra é regra. E se tivesse sido sempre assim não teríamos tantos absurdos no futebol brasileiro.

    Pensando bem não é a Portuguesa que deve ser rebaixado, e sim você, devia virar faxineiro ou algo assim da redação do Lance, se bem que esse trabalho ainda é digno demais para alguém tão pouco profissional como você.

    Você, Neto, Milton Neves, e afins são uma vergonha para São Paulo, são uma vergonha para a imprensa e são uma vergonha para qualquer pessoa que trabalhe corretamente no Brasil.

    AK: Você diria que eu sou ótimo, se eu escrevesse o que você quer ler. Cresça um pouco. Um abraço.

  • MARIO

    Os jogadores da Lusa tem o dever de estarem presente no STJD na 2ª feira no julgamento. É nas horas ruins q se conhecem os verdadeiras pessoas de cárater e personalidade. Ganharam dentro do campo, o mais importante, e tem q ajudar ganhar no tapetão infelizmente. Tem q dar uma força. O justo e a verdade vencerá.

  • Paulo Pinheiro

    * Não acho que o Fluminense “não tem do que reclamar”. Poderia reclamar, por exemplo, do pênalti absurdo que deram para o Criciúma, contra o SPFC, que foi suficiente pra o catarinense colocar o carioca na ZR. A questão da “justiça” também poderia aí ser questionada. Foi um erro de fato? Foi. Mas também prejudicou um time que, igualzinho à Portuguesa, não fez um bom campeonato mas esforçou-se bastante nas rodadas finais, vencendo fora de casa a última partida contra um estádio inteiro que torcia pelo seu rebaixamento (isso a Lusa não passou).
    * Se o advogado agiu ou não de má-fé isso precisa ser apurado na forma da lei. Principalmente se o Fluminense esteve envolvido. Em caso positivo, a exclusão do clube de algumas edições dos campeonatos organizados pela CBF pode até ser considerada e aplicada! Sem prejuízo das punições cabíveis ao advogado na área criminal e cível.
    * Agora, se foi simplesmente um equívoco interno do time paulista, então que me perdoem os “robin hoods” de plantão, mas a lei deve ser aplicada SIM. Eu sou contra abrir precedentes desse tipo e se os jogadores da Lusa ficarão frustrados é com sua diretoria que têm que reclamar, e não com o STJD. Ou foi o STJD que deu procuração para o advogado? Se você assina um contrato (ou regulamento) não pode se eximir de sofrer as penas ali descritas quando cometer uma infração.
    * Mal comparando, lembro de uma São Silvestre em que um sujeito chegou na frente dos outros e na linha de chegada saiu pela passagem errada, quando percebeu, voltou e foi pela certa já tinha sido ultrapassado. Em nome da desportividade ele deveria ter sido declarado vencedor. Mas não dá pra aceitar que um atleta não conheça as regras e a organização da prova que participa!

  • Valmir

    O Fluminense é uma instituição centenária cheia de glórias e possuidor de uma das maiores torcidas do Brasil. São oito milhões de torcedores. Bigode grosso, respeite o moço.

    • Juliano

      Respeitar?? Ser “centenário” e ter “milhões” de torcedores basta? Não é preciso se manter na série A em CAMPO? Respeitar é o que? É lesar outro em detrimento da incompetencia do Fluminense? Isso é bigode grosso? Nunca levantou um troféu continental, que bigode é esse?

      Cheia de glórias? Taça Guanabara e Campeonato Brasileiro? Uma história manchada por tanta virada de mesa!!!

      Respeitar???????? Valha-me!

      • jorge luiz

        respeitar sim , acatar as regras , obedecer o que se assumiu como certo, pagar pelos erros, este brasil está uma merda justamente por idiotas como voce, hipócrita, querendo bancar o charles anjo 45, defendendo a portuguesa só por se time medio, tem que defender as leis, se elas tiverem seus erros , lutar para que sejam modificadas mas nunca desobedece-las enquanto elas existirem, por isso existem os lulas com seus mensalões , deputados e senadores legislando em causa própria e eu gostaria de ver uma só atitude sua para modificar, e mais falar de resultados de campo , quando existem IVENS MENDES, que criaram falcatruas favorecendo CORINTHIANS E ATLÉTICO PARANAENSE, mas só se falou que o FLUMINENSE virou a mesa, quando quem virou a mesa foram corínthians e atletico paranaense, o EDILSON P. CARVALHO, titraram pontos do inter e o corinthians foi campeão, . por fim não fale do que não sabe, já que estás na rede social, procure estudar um puco pra nãofalar besteira.

    • rogerio viscardi

      time totalmente sem pudor deveria ter vergonha de querer desbancar a luzinha querida time covarde medíocre, nojo do futebol brasileiro ladroes sem vergonha

      • pedro

        O que ninguém fala é sobre o erro primário da lusa. O flu nada tem a ver com isso. E mais a pena imposta, caso o regulamento seja aplicado ( sim caso pois estamos no Brasil e tudo pode ocorrer) não será o rebaixamento da lusa e sim a perda de pontos, ainda q isso leve a queda… se fosse na rodada 19 ou em caso inversamente proporcional, com o flu correndo risco de queda, ninguém se pronunciaria contra a perda de pontos. Sejamos honestos… Não cumprir o regulamento só por causa de uma agremiação isso, além de um desrespeito com todos os outros, seria a real virada de mesa. ..

        • Carlos

          Cara, é exatamente isso que mais me revolta. Todo mundo caindo em cima do Fluminense, falando em virada de mesa e tapetão. O time já estava se preparando pra série B (no mesmo dia em que o caso veio à tona, o presidente deu uma coletiva indicando os próximos passos do clube para tal) e a CBF (repetindo o processo que fez ao longo de TODO o campeonato) viu o erro da Lusa. O Flu não tem nada a ver com isso! Não teve nenhuma movimentação do clube pra isso! Todos concordamos que o fluminense merecia cair pelo futebol que jogou o ano todo. Mas e aí? Pela moralidade, as regras não valem pra última rodada? As pessoas tem noção do precedente que isso abre? Enfim, como o próprio Peter falou, não é o Fluminense que vai escolher em que série vai jogar, é a justiça. E tanto clube quanto torcida estão mais que preparados pra série B.

          • leonardo remanowski

            concordo totalmente . sera que se fosse o criciuma o beneficiado da punicao da portuguesa os beocios iriam ficar clamando por justica?! nao sabe ler regulamento volte pro mobral!

            • Carlos

              Concordo plenamente com vocês. Por gentileza, entreguem a taça do Campeonato Brasileiro de 2010 na sede do Cruzeiro. Obrigado!!!

    • júnior brandão

      Oito milhões aonde? mal passam de 3 milhões…

      • Voce está preocupado com isto? Voce deveria estar preocupado em não rasgar o regulamento que foi assinado por todos os clubes participantes do campeonato antes de começar. Quer dizer que se o Fluminense escalasse o Fred em um dos 4 jogos que ele foi suspenso depois daquela partida contra o vasco, e ele marcasse uns 3 gols e nós ficassemos fora da zona, era só pagar uma multa e tiravasse os pontos para o ano que vem e estava tudo certo, eu ia achar ótimo e voce???Outra, não se fala do flameigo , só da lusa, estão tentando polarizar lusaxFLU, e não é nada disso, cade uma linha sobre o flameigo que foi o 1o a burlar a lei e quer pagar multinha e ser penalizado ano que vem?????V E R G O N H A!!!!!!

        • Henrique Victal

          Cara, vc tá comparando coisas desiguais. Se o Héverton tivesse jogado suspendo alguma partida ANTES da portuguesa ter se livrado do rebaixamento, pode ter certeza que todos estariam apoiando o rebaixamento da Lusa… Mas esse não é o caso!! Não há dolo nesse “crime”, ela não tirou proveito nenhum disso… Difícil entender?

          • Quem tirou proveito realmente foi o flamengo, que sem a “ajuda” da lusa seria rebaixado.Duro de entender é porque a lusa depois de tudo isso, me escala um cara depois do FLU fazer 2×1 no bahia aos 38 de 2o tempo, num jogo tranquilo contra o gremio que nao almejava mais nada?????/
            MUITO ESTRANHO não é???

          • Fabiano

            Então num campeonato de pontos corridos, jogar antes vale mais que jogar depois ?????

            haja capim!!!

          • Luis Henrique

            Então quer dizer se eu disparar acidentalmente um arma e matar alguém, não ocorreu dolo e aí também não ocorreu crime ?, não estou defendendo a queda do fluminense pois foi merecida, mas a punição da Portuguesa é outra historia, nada tem a ver com a queda do Fluminense

    • Pablo Gavião

      Fluminense ..time ridículo ..sem vergonha .. a queda foi merecida pela péssima campanha no brasileirão .. teria vergonha de ser torcedor desta instituição falida ..Como sempre STJD RJ sempre favorecendo os clubes do RJ .. VERGONHA!!!!

  • Laura

    Resumo:
    Coitado do pessoal da Portuguesa.
    Nao se cumpre as regras ja que eh o Fluminense.
    Prejudica-se o Fluminense que passou a ter a vaga como direito.
    Assim a imprensa esportiva retrograda fica satisfeita. E o pior eh que com essa campanha, eh capaz que eles consigam esse absurdo.
    Ah e no ano que vem, ninguem precisa cumprir suspensao!!! Talvez no caso de um gol se consiga provar dolo, mas se o jogador for um volante, por exemplo, que marque o craque adversario….jamais…
    Ilegalidade em nome da justica. Eh realmente sensacional!!!

    • Wellington

      A imprensa, por ter liberdade, faz-se useira de velhos jargões tais como “lá vem o tapetão”, “ganhou no tapetão”, “pobre desse ou daquele”, sem considerar o lado legal da situação em tela, dizem absurdos sem conhecimento legal. Dúvido que se o meu mengão estivesse correndo risco que diriam essas tolices. A imprensa não cumpre o seu papel de informar distintamente, muito pelo contrário, ela formata o que quer segundo seus pontos de vista, que em regra são movidos pela paixão ou pelo comércio. Não são todos os jornalistas que são apaixonados e que por isso, dizem momices, muitos jornalistas são críticos sinceros, mas sempre têm os apaixonados em qualquer canto para confundir a cabeça dos desatentos. Isso é lamentável, isso veremos mais constantemente acontecer quando campanhas políticas estiverem a toda popa. A Portuguesa deu mole e tem que ser processada e responsabilizada se for o caso. Se ganhou em campo ou não, isso é do jogo, faz parte, se não fosse assim, não existiriam perdas de campo e nem decisões que tiraram o título das mãos do Inter e colocaram nas mãos do Timão. Francamente? Vamos ser mais lógicos!

      • Laura

        Wellington,
        Parabens por conseguir se manter imparcial!!

        • Márcio Rizzo

          Perfeito! É difícil ver bom senso nestes fóruns. Parabéns!

      • Mateus Gonçalves

        Wellington, você é uma raridade, seu caráter está acima da sua paixão, como deve ser, pois senão, o que ensinaremos aos nossos filhos. Parabéns!

      • Isso aí Wellington. Temos lido muitas bobagens escritas por Jornalistas, que dá até medo. Não vou citar nomes, mas é tanta bobagem, tanta informação sem fundamento, que Deus me livre de ler a partir de agora notícias destes caras. Não se dão o trabalho de pesquisar…
        Quanto a Lusa, também lamento, é um time super simpático, mas errou e errou feio. Tem que pagar por isso ou perde-se toda a credibilidade daqui pra frente. O Flu está quieto na dele. Não denunciou, não entrou com recurso e está sendo bombardeado por todos. Imagine se fosse o contrário ou se o Fred jogasse quando estivesse suspenso. E o Deco? E o Felipe? O Flu cumpriu as determinações.
        No GP de F1 em SP esse ano, o Massa passou com as 4 rodas na linha que demarca a entrada do box e foi punido. Mas por que foi punido?? Porque essa era a regra e ponto final.
        Pra infelicidade dos torcedores da Lusa, a portuguesada errou e deve pagar por isso.

        FELIZ NATAL PARA TODOS!!!

        Colunista: Deixe o bairrismo e o clubismo de lado. Seja isento e profissional!

        • Don

          Wellington e a todos,

          Primeiramente, te felicito pelas palavras colocadas nos lugares certos – se fosse um campo, seriam como um gol de placa. Continuando, o Fluminense causa mta aversão aos demais times, devido aos ultimos titulos e ao seu patrocinio – leia-se Unimed. Me incomoda como exímio tricolor, ver a Unimed tomando conta do nosso futebol. Sei q o assunto em questao aqui nao e o patrocinio em si, mas sim, o rebaixamento. Mtas pessoas gostariam de ver o Flu “pagar” a 2ª divisao, e eu sinceramente acho q seja louvavel o Flu diputar a serie b do ano que vem, mas verdade seja dita: Se o Flamengo, Corinthians, São Paulo ou qq outro time grande estivesse na mesma situação, agiriam com o “bom senso de pedir p ser rebaixado? claro q nao! Se a Portuguesa for rebaixada e o Flu “pedir p descer”, seria a maior falta de respeito c aqueles que amam as tres cores, que estao acompanhando essa novela, roendo todas as suas unhas, e vendo um erro de um departamento juridico fraco, q e o da Portuguesa. Falam em virada de mesa… Sim, mas entao o q foi aquilo em 87 (?) Flamengo e Sport, das taças das Bolinhas? Flamengo se declara campeao e nao seguiu o regulamento de jogar contra o Sport? O Inter em 2008 foi o campeao moral, num campeonato onde quem levou o titulo foi o Corinhtians; O Vasco, o mesmo Vascoq em 2000, depois das arquibancadas em Sao Januario terem caido, torcedores machucados, alem da superlotaçao… …o jogo continuou e o Vasco campeao… O Flu ficou marcado por erros do passado, mas quem nao erra? Quem nao tem teto de vidro, q atire a primeira bola, ops, pedra!!!

      • lucianogomes

        Meu caro Wellington não é por ser tricolor que vou dizer isso! Seu comentário foi perfeito, e muito claro. Fico muito satisfeito de ver que nem todos os torcedores do FLAMENGOcial são ignorantes.Pois como o senhor colocou claramente com muita habilidade, a PORTUGUESA deu mole e tem que ser processada e responsabilizada sim.Veja o caso do GOITACAZ time que tenho muito carinho pois sou de CAMPOS DOS GOITACAZES, que ganhou em campo sua subida para a serie A do carioca, e por conta de um jogador irregular que colocou(como fez a Portuguesa), perdeu 6 pontos e continuou na serie B.
        Quer dizer ha dois pesos e duas medidas na lei. Muito obrigado meu caro Wellington por ser esta pessoa justa e imparcial.

  • SAULO

    Se a PORTUGUESA soubesse que o Héverton estava punido com DOIS jogos, porque haveria de escalá-lo? Entretanto, como, com certeza, o STJD vai querer ser mais realista do que o rei, existe uma forma menos INJUSTA de se resolver o caso. Se eles acharem que a PORTUGUESA deve ser rebaixada (EU NÃO ACHO), que a rebaixem juntamente com fluminense, vasco, ponte e náutico. Neste caso, subiria para a PRIMEIRA DIVISÃO, o QUINTO COLOCADO da SEGUNDA DIVISÃO. Porque “premiar” o fluminense, por um “possível” (NÃO ACREDITO) erro da PORTUGUESA?

    • kleber

      Provavelmente esse advogado pelo que venho lendo tem uma relação com a portuguesa de 9 anos, agora que descobriram que ele não presta?
      Quem errou foi o fluminense? NÃO .Que pague quem errou.

    • Laura

      E se fosse outro time??

      AK: ?? Desculpe, essa reclamação de que “é só porque é o Fluminense” pode satisfazer muita gente, mas evidentemente é uma fantasia. Um abraço.

      • João Raposo

        Não AK, não é fantasia. Por que vc não defende que o julgamento do Flamengo se dê antes do da portuguesa?

        AK: Estamos discutindo a ordem dos julgamentos agora? Chega a ser doentio.

        • mARIO LUIZ

          se vc observar coo vai ficar a classificação FINAL a ordem seria essa(15) FLU – (16)FLA – (17)LUSA…é só ver O MAIOR BENEFICIADO SERIA O FLA pq o FLU FICARIA NA SERIE a DA MESMA MANEIRA E A LUSA TB…QUEM DESCERIA SERIA A O FLA

          AK: Flamengo…

      • Laura

        Andre,
        Desculpe mas a pergunta havia sido para o Saulo que escreveu: “por que premiar o Flu por um possivel (nao acredito) erro da Portuguesa? Acho q minha pergunta eh justa; ja que mesmo com opinioes opostas sobre a pena, temos que concordar que houve um erro da Portuguesa.
        Acredito na sua palavra que para vc nao faria diferenca se fosse outro time mas vc ha de concordar que para muita gente faz. Em minha opiniao a grande maioria.

    • Paulo Pinheiro

      SAULO, por que premiar o quinto e o sexto lugares da série B? Isso mostra o quanto sua posição é muito mais contra o Fluminense do que a favor da Justiça.

    • Fernando Bastos

      Ela sabia e colocou em campo para ajudar o Flamengo, que alertado pela notícia do Lance, sábado a noite, soube que deveria perder 4 pontos pela escalação irregular do André Santos. O problema foi a vitória do Fluminense, senão a colocação do Z4 não seria modificada, mesmo com as irregularidades. A Portuguesa estava sem dinheiro e quitou os salários atrasado na segunde feira. Muita coincidência!!!!!!!

  • Laura

    Todas as suspencoes foram cumpridas durante o campeonato.
    Agora no final nao precisa?
    Ora, se a Portuguesa nao perder pontos ninguem precisa cumprir suspencoes ano que vem. O precedente esta criado.
    Andre eh para mim surpreendente essa sua coluna. Sou sua leitora ha anos e aprecio seu estilo de escrever. Faz parte da democracia discordar, sem duvida nenhuma.
    So nao consigo crer que que voce realmente acredita que se fosse outro clube, e nao o Flu, a “indignacao nacional” seria a mesma.
    Me diga Andre, se a Lusa nao perder os pontos o que levara um clube a respeitar as suspensoes impostas no futuro?

    AK: A Portuguesa errou e deve ser julgada por isso. No julgamento, o que deve ser avaliado é a justiça da punição que será aplicada a um time que cometeu um erro sem intenção e sem efeito esportivo. Sim, discordar faz parte. Um abraço.

    • Mmflu

      Discordar, não, vc e torcedor da portuguesa e do fla, assuma . Deixe ser tendencioso, qt aos fatos n ha argumento.

      AK: Em dúvida sobre o que é pior. O sujeito dizer que sou torcedor da Portuguesa e do Flamengo (não creio que exista alguém que torce para a Portuguesa e para o Flamengo, mas enfim…) ou escrever “qt aos fatos n ha argumento”. Talvez a intenção fosse dizer “contra fatos não há argumento”, mas esse é o tipo de coisa que surge por aqui de vez em quando. Apreciem.

      • Juliano

        Ah, AK, ASSUMA! kkkkkkkkkkkk

        Na boa, eu não teria a sua paciencia e educação! Abraço!

        • gente não é que a portuguesa esta certa ou errada, é a lei esta toda furada, remendada. A lusa não fez o certo, mas o julgamento do jogador se fez numa sexta e o jogo foi domingo, Ai a própria lei diz que é o primeiro dia útil a ser validada. sábado e domingo não contam. Ai tem um artigo na própria lei que diz, que o advogada estando no tribunal já serve pra que a maldita lei seja validada, oras bolas ele estava em um tribunal com representações de sei clubes…. é mole….. pra mim cai o fluminense, porque perdeu durante 38 rodadas, incompetência. E ou muda esta lei sem futuro do brasil ou o futebol perde toda a qualidade.

    • Paolla

      AK, a norma não pune somente o dolo, pune a modalidade dolosa e culposa, e não pode ser outro o entendimento, afinal de contas se só se punisse a modalidade dolosa ela praticamente perderia sua razão existir, veja os ultimos 20 casos semelhantes a esse julgados pelo STJD, todos foram casos culposos, sem dolo, ademais se esse argumento não o convence, faça um exercício de lógica e talvez vc seja convencido, eis o exercício: qual seria a aplicabilidade da norma em punir somente condutas dolosas? hoje todos os erros de escalações irregulares são rapidamente percebidos pelas “autoridades” desportivas, se a punição, segundo a regra atual, ultrapassa os pontos que se pode conquistar em campo, pq motivo alguém iria escalar dolosamente um jogador? é óbvio que não existe escalação dolosa de jogador irregular, o que existe é escalação culposa, ninguém vai escalar alguém, mesmo que fosse o pelé, sabendo que isso vai me retirar os pontos conquistados e ainda me retirar menos três pontos, qual seria o intuito de alguem dolosamente escalar um jogador?
      Para esse pergunta não existe resposta, pois a regra vem para punir justamente a escalação culposa, não podendo ser outra a interpretação!
      O QUE SE DEVE DISCUTIR COM ESSA CASO ABSURDO É A MUDANÇA DA REGRA, E AGORA FAZER COM QUE O INFRATOR PERCA DOS PONTOS CONQUISTADOS E O OUTRO TIME RECEBE OS PONTOS INTEGRAIS DA PARTIDA, CONTUDO, INFELIZMENTE, ESSE NÃO É O ATUAL REGRAMENTO DO BRASIL.

      AK: Não há necessidade de escrever em letras maiúsculas, ok? O artigo em questão existe para punir quem escala jogadores irregulares (suspensos, sem contrato, etc) para obter vantagem esportiva. Não é o caso. Um abraço.

      • Paulo Pinheiro

        Paolla,

        Faço uma pergunta mais intrigante ainda: Por que a mesa não é capaz de simplesmente impedir que esses jogadores sejam relacionados? Pra que deixar se criar um problema pra ter que resolver depois? Quanto tempo, dinheiro, latim e credibilidade se gasta com isso?

        • Alexandre

          Essa é fácil, né: criar dificuldades, vender facilidades…

      • Carlo

        Andre,
        Nao, o artigo em questao nao cita vantagem esportiva ou dolo. Isso seria subjetivo. O artigo trata apenas escalacao de jogadores irregulares. A lei e’ objetiva.
        Ja sao uns 300 comentarios aqui
        Esta dificil a sua compreensao de um artigo tao simples, claro e objetivo!!

        AK: O que está difícil é você compreender uma opinião diferente da sua. Um abraço.

        • Luiz Fernando

          “E ainda não acredita que é pago para cobrir eventos esportivos.” Eu também não!!!

          AK: O que não muda coisa alguma, certo gênio?

      • Rodrigo Gatto

        AK, a lei não diz que o objetivo é para ter vantagem esportiva!!

  • Mauro

    A portuguesa perdeu a vaga para o FLamengo e nao p o ;luminense.. Quer dizer que o falmengo podem escalar jogadores suspenso e o teve que ter que jogar muitas partidas com reserva. Vai ser burro assim la no inferno..

    • Fernando Bastos

      Até que enfim alguém falou a verdade. O Flamengo soube no sábado de noite que escalou o André Santos de maneira irregular e que iria perder 4 pontos. E, aí, a Portuguesa foi comprada para favorecê-lo em caso de vitória do Fluminense ou Vasco. Lembrem-se que a Portuguesa pagou os salários atrasados dos jogadores na segunda feira. E ainda disseram que foi feita uma coleta. Pensemmmmmmmm!!! Não se deixem levar pela mídia comprometida e safada.

  • Anderson

    O fluminense nâo pode ser beneficiado novamente, o fluminense ainda deve uma divisâo pro futebol brasileiro.

    • mmflu

      Quem esta sendo beneficiado e o fla, quando perder os pontinhos, vcs verão que vai ficar no lugar de quem. Vão aprender matemática.

    • jorge luiz

      o inteligente me explique o que o fluminense deve, vc deve ouvir muito programa esportivo onde só se fala besteira, procure as súmulas da CBF, veja os regulamentos dos campeonatos , e aí vc vai entender o que quero dizer, procure se interar realmente dos fatos mas não nas esquinas e sim nos anais esportivos.

  • Mauro

    Tem praquem puxar, tal o pai e o filho, anti-flu e puxa saco dos times de massa. Acorda veio.

    AK: É preciso ter um mínimo de noção até mesmo para escrever ignorâncias. A Portuguesa agora é time de massa. Vejam o nível…

    • Agra

      ENTENDO e concordo!!!!
      MASSA de trigo = MASSA de Pão + fermento. No caso o fermento dos ‘Jornalistas’ FARISEUS!

    • Mauro

      Sou outro Mauro.

      Esse Mauro aí para começar acho que pulava o muro da escola. Como é burro…

      Voltando ao assunto, não vejo diferença do caso do Cruzeiro para o da Portuguesa, pois jogador escalado tanto faz se entra em campo ou não, está na súmula.

      Então que pague os mesmos 10 mil que o Cruzeiro pagou e acabe com toda essa tentativa de virada de mesa desse time aí que não cumpre as regras do futebol.

      Aliás, quem são eles para falarem em regras e diretos? São os últimos a poderem falar alguma coisa.

      • Laura

        Ah eh? e por que somos os últimos a poder falar alguma coisa?

      • eduardo

        Mauro,

        Você foi infeliz em sua colocação. O cruzeiro ao contrário do que você imagina foi absolvido, pois, ficou comprovado que a federação mineira é que não informou corretamente. No caso da lusa é diferente a lusa escalou um jogador suspenso (na minha opinião sem intenção), porém lei é lei.
        Não adianta dizer que o advogado estava mal intencionado poie ele já trabalha com a portuguesa a anos, vale lembrar que ele esteve envolvido em pelo menos 6 julgamentos na sexta-feira, pode ter partido dele o erro, porém ele estava ali como advogado da lusa e os outros clubes não tem culta se ela terceiriza o serviço jurídico.

      • Jorge Augusto

        Desculpa, Mauro…. mas sua informação está equivocada. O próprio site do Lance já publicou uma ERRATA corrigindo a informação. O Cruzeiro não foi CONDENADO pelo STJD a pagar uma multa de R$ 10.000,00 e não perder os pontos: O Cruzeiro foi ABSOLVIDO pelo tribunal, por maioria de votos, e o procurador entrou com recurso por entender que a punição era devida. E o caso do Cruzeiro é BEM diferente do caso da Lusa e do Flamengo: O Cruzeiro relacionou para a partido seu goleiro reserva, que não entrou em campo, e deu entrada em seu contrato no prazo correto na Federação Mineira de Futebol, que FALHOU em não publicar no BID essa informação. O STJD absolveu o Cruzeiro por entender que, neste caso, não houve falha do Cruzeiro e sim da Federação Mineira. Ficou claro? Abraços!

  • Laura

    Andre
    A punicao esta prevista no codigo. Eh a perda de pontos. Eh justo para a Portuguesa? Obvio que nao. So que as punicoes sao objetivas. Estao previstos no codigo exatamente para se evitar julgamentos subjetivos. O conceito de justica eh absolutamente subjetivo. Se nao for assim, amanha o time X escala jogador irregular e depois pega uma pena branda sob o conceito de “justica” que eh subjetivo; nao ha nem como discutir. Ai vira uma zona pior do que a atual. Para mim a Portuguesa deve ser uma desorganizacao so e fizeram uma burrada monumental!!

    AK: Não entendo que seja apenas uma questão de aplicar o que está escrito no código. Porque não houve dolo ou efeito. Entendo que a punição não é justa e que deve, sim, ser discutida.

    • Laura

      Ai chegamos no ponto.
      Voce cre que uma punicao, prevista no codigo pode ser amenizada, pelas circunstancias. Em nome do que seria justo Eu acredito que a aplicacao do que esta no codigo deva ser automatica. Nesse caso eh muito facil estabelecer que nao houve dolo. Em outros, no futuro, as circunstancias podem ser bem diferentes. Acho que iria se abrir uma autentica caixa de pandora. Acredito que quanto menos latitude a CBF e o STJD tiverem pra manobrar melhor.
      Tenho todo respeito do mundo por voce Andre, mas nessa pensamos exatamente o oposto 🙂

      AK: Não vejo problema nenhum nisso. Ao contrário. Um abraço.

    • Agra

      Com diletas palavras, inclusive o respeito, afinal ódio e inveja não fazem bem para saúde, a posição que tomas é bem socialista. De fato é uma pena uma equipe deixar de ter os seus’ direitos’ obtidos em campo (justos ou não…não tenho PODER em Julgar) em razão de brusco erro e contradições: A Direção está em mudança (eleição recente); fatos que não arram a ‘FARPA’…
      Em primeiro plano ACUSARAM o advgado de não ter informado; Depois alegam que foram informados de 1 suspensão….. MAS O QUE SE ESPERAR DE UM PAÍS ONDE O PRESIDENTE DA REPUBLICA NUNCA SABIA DE NADA………..LEI É LEI, ainda que nã cumpram continuará sendo lei.

      • RONALDO

        Sábias palavras…

  • Mbrito

    Eu penso que um time de futebol é muito mais que seus jogadores e técnicos. A diretoria tamém faz parte e influencia positiva ou negativamente nos resultados do Clube. Quando a diretoria contrata mal, prejudica. Quando contrata bem, ajuda. Quando paga salários em dia, ajuda. Quando não, atrapalha. Então, quando essa mesma diretoria não se fez presente no tribunal na pessoa do seu advogado nomeado, e este mesmo não passou a informação devida para o corpo técnico e este por sua vez escala um jogador que não deveria jogar, eu pergunto: Não foi incompetência da Clube da Portuguesa como um todo? Então eu não tenho medo de afirmar que a Portuguesa não foi suficientemente competente para conseguir os pontos necessários à sua permanência na série A. Seus jogadores foram. Mas a Portuguesa não.

  • Claudio Lopes

    Caro André Kfouri, os tricolores que se dizem a aristocracia e a elite dos torcedores brasileiros estão vomitando verdadeiros impropérios contra sua pessoa. Te ofendem, desmerecem sua qualidade profissional, dizem que você só se colocou no mercado de trabalho por causa do seu pai, etc e tal (nem mesmo nos insultos são originais). Como carioca eu refuto essas afirmações e gosto da imparcialidade do seu discurso. Vai então uma pergunta. Se for para julgar a Portuguesa a “letra fria da lei”, como dizem os advogados, a cauda está realmente perdida para a Portuguesa, favas contadas. Ora, não seria então o caso do Cruzeiro contestar no STJD o título de 2010 que o Fluminense conquistou escalando um jogador irregularmente?

    • Agra

      Nobre Senhor! Qual foi o jogador? Após leitura na ESPN, mostraram que jogador NÃO jogou..e provam…Olha que é a Imprensa. Senhor, tem certeza da afirmativa que estás fazendo?????

      • Rodrigo Gatto

        Da mesma forma que o Flamengo sisma em usurpar o título do Sport de 87, senhor Agra.

        AK: Essa é uma discussão sem sentido. Não há dúvida sobre qual foi o campeonato mais importante.

  • Luke

    Engraçado isso, estão todos crucificando o Fluminense, como ele fosse o culpado pela situação absurda em que a Portuguesa se meteu. Só porque é ele que está em 17º lugar na tabela e herdaria o lugar da Portuguesa. E se fosse o Vasco ou o Coritiba que estivessem em 17º (hipótese possível pela combinação de jogos na última rodada) estariam sendo chamados de imorais e picaretas da mesma forma? Menos gente, menos… Nenhum dos 3 tem culpa da incrível burrada da Lusa, tem? E se quiserem salvar o time paulista, ok. Rasguem o regulamento, deêm um “jeitinho”, reeinterpretem-no a bel prazer depois do campeonato findo e vamos para a Série A em 2014. Mas, pelo menos, assumam que foi sim uma virada de mesa, digna dos melhores tapetões de outrora.

  • Gustavo de A. Cintra

    André,

    Admiro sua paciência. Abraço

    • Ricardo

      Deixa de puxar o saco do blogueiro…..

  • Gostaria de perguntar a esse senhor jornalista… Se fosse o Criciuma no lugar da Portuguesa e o Corinthians no do FLU, qual seria sua opinião??? Certo, certo… Logico que manteria a opinião. Fica combinado assim, você só escreve e recebe de um jornal sério graças ao seu pai.

    AK: Você também só escreve bobagens neste blog graças ao seu pai. Isso não lhe parece evidente, gênio?

    • Paulo Pinheiro

      Na boa, Rubem: você desmoraliza a todos nós que concordamos com as punições…

      Desmerecer o argumentador ao invés de confrontar os argumentos é a pior das práticas de um diálogo que deveria ser democrático.
      Eu sou a favor das punições, mas desmerecer o valor de um jornalista como o André Kfouri, só pra desqualificar os argumentos dele é o fim da picada.

      E, antes de tudo, uma tremenda falta de educação…

  • Cora Campos

    É isso mesmo André Kfouri! Concordo com você, temos que ter pena da Portuguesa e do Flamengo, afinal eles só não cumpriram um besteira de “REGULAMENTO”. Ah! Nosso pais esta repleto de pessoas que pensam como você, e talvez por isto ficamos famosos como o pais do “JEITINHO”. Eu teria vergonha de assinar um texto como este que você produziu. Há nele tudo de pior que o brasileiro tem, e te pergunto: quanto o guarda de transito te multa, uma coisinha simples como avançar o sinal vermelho, você oferece R$ 50,00? Quando seu filho tem notas ruins na escola, você põe a culpa na professora? Pelo jeito você ficou horrorizado com a condenação e prisão dos mensaleiros, afinal eles só burlaram algumas leis sem importância, não é? Pra que servem as regras? Vamos usar a piedade para resolver nossos problemas, voce tem pena dos infratores, foi uma coisinha pequena e sem valor, perdoa-se, simples! Repense e avalie que quando voce prega a desobediência civil ajudará a colher o caos! Deprimente!

    AK: Deprimente é a sua incapacidade de perceber que essas comparações nada têm a ver com o que estamos discutindo. E a sua incapacidade de perceber que me referi aos jogadores e ao técnico da Portuguesa, que não cometeram nenhuma infração. Tente ler a coluna novamente. Um abraço.

  • Antenor Penha
    • Paulo Pinheiro

      Bela “pescada”, Antenor.

      Ainda acho estranho que o fato de ele já ter cumprido uma partida no jogo contra o Vitória (o primeiro após a final quando foi expulso) não seja suficiente pra satisfazer a pena. Mesmo que tenha sido apenas uma decisão técnica não ter levado ele pra Salvador, isso já conta como uma partida de cumprimento, não? Comparo aos casos em que jogadores cumprem suspensão em datas em que estão servindo suas seleções nacionais.

    • danilo

      Quem vai cair, será o Flamengo, muitos jornalistas falam de Portuguesa pra esconder o interesse na questão e o medo do Flamengo cair.. ANTENOR essa reportagem foi show, vc é mais atualizado que muitos. Agora quero ver…

      AK: Impressionante como tricolores falam no Flamengo. Parece uma fixação.

      • Marcos

        Da mesma forma que você não parou de falar do Fluminense essa semana. Ah, não vi essa sua indignação quando o Corinthians foi “perdoado” pela compra de árbitros de 1996 e quando o Flamengo evitou disputar a final da Copa União em 87.

        AK: Tenha um mínimo senso de ridículo. Não há uma citação nominal sequer ao Fluminense em minhas colunas nesta semana. E este blog nasceu em 2008. Um abraço.

    • Rafael

      Andre,
      E o Flamengo? na sua opiniao tambem sem dolo e portanto nao deve perder pontos?

      AK: Olha o Flamengo aí de novo…

      • Rafael

        Cara,
        Perguntei pela sua opiniao com educacao, em um julgamento similar e no mesmo dia.
        Nao quer dar opiniao esta no seu direito, mas nao precisa ficar me dando moral pois nunca lhe destratei nem lhe faltei com o respeito.

        AK: Nem eu fiz isso.

        • Rafael

          “Olha o Flamengo ai de novo”? Que resposta e’ essa a pergunta que lhe fiz?? Lhe perguntei se, em sua opiniao o Flamengo deveria ser absolvido tbm, ja que vc declarou ser essa sua posicao em relacao a Lusa. Voce saiu me pre-julgando? Que isso? Saiba que eu moro fora do Brasil e torco pro Cruzeiro. Ah minha opiniao? Tanto a Lusa quanto o Fla perdem os pontos.

  • Fala André!

    Duas coisas:
    1) Que paciência, hein, rapaz?
    2) Li num blog da Folha que há o precedente com o Cruzeiro que, no mesmo campeonato, escalou um jogador suspenso e foi punido com uma multa de dez mil reais. Procede? Assim, seriam dois pesos e duas medidas, não?

    Abs!

    AK: 1) Terapia.
    2) Os meandros da nossa Justiça Esportiva são interessantes. Um abraço.

    • luiz

      Não procede e não existe precedente… os casos são diferentes.

  • MAURO

    dê aula de português, mais não seja ridículo em detona o FLU.
    Vc conseguiu um grande número de torcedores que antipatizam vc.
    Se a intensão foi essa, vc está Bem na fita.

    AK: “intensão”. Vejam.

  • dani

    vou pedir p JK me arrumar uma vaga nessa empresa também… tá fácil;

    AK: Minha impressão é que para você tudo tende a ser mais difícil. Um abraço.

  • Caro André, essa situação de ¨ tapetão¨, por parte do Fluminense, já estava se desenhando, desde que, a imprensa começou a citar que, o referido clube, andava, já na rodada de num. 35, esmiuçando súmulas e súmulas, de várias partidas, que envolviam, possíveis concorrentes nas últimas posições; já, atrás de irregularidades, pois essa postura e por conseguinte, esse hábito, é recorrente nas laranjeiras. Na condição de rubro-negro, queria que, quem estivesse na situação da Portuguesa, fosse única e exclusivamente, o meu Flamengo, algo que pode soar estranho, ainda mais vindo de um rubro-negro. Mas vou tentar explicar; pois na minha opinião essa situação, em muito me seria reveladora, no que diz respeito, os cronistas que militam aqui no Rio de Janeiro; todos propugnando pelo estrito cumprimento do regulamento. Queria ver se, para que se salvasse um gigante chamado Fluminense, fosse necessário, o sacrifício, do Gigante dos Gigantes , chamado Flamengo, eles estariam com a mesma postura tão ¨proba¨ e ¨ética¨. Teriam eles , a coragem de fazer com o Flamengo, o que estão a fazer com a Portuguesa, que a meu ver está verdadeiramente abandonada pela federação Paulista de futebol, que, por sentir-se no poder na figura de José Maria Marin, via CBF, parece não querer comprar briga com clubes como o Fluminense, conhecido clube-amigo de quem está no poder.

  • Marcelo Santos

    O problema não é a “letra fria da lei”. É o casuísmo e a falta de transparência, as decisões tomadas na calada da noite, o protagonismo dos “juízes” em detrimento do “artista da bola”. Parafraseando alguém, Sveiters e bacharéis o mal do futebol são.

  • Elias

    POBRES JORNALISTAS,
    Estão fazendo tempestade em copo d’água : essa imprensa maluca, superficial, formada de jornalistas de terceira ( na maioria foram rejeitados para outros meios de comunicação e refugiaram-se no esporte, por ser mais tolerante e de análise mais superficial.).Por isso tudo, por serem despreparados e carregados de sentimentos emocionais, esses jornalecos tendem a análises simplórias e influenciam com seus comentários os leitores, em sua maior parte, adolescentes, também inflados por emoções. É óbvio que a Portuguesa errou feio e tem que ser punida, ponto. Também acho uma pena, pois tinha tudo para escapar do rebaixamento. Mas futebol não é apenas dentro do Campo. Clubes são punidos com perda de mando de campo por ações fora do campo. As leis, que normatizam o futebol são extracampo e necessárias para nortear o campeonato, do contrário, vira baderna. Lamento pelo erro infantil da portuguesa, mas ao invés de ficar lamentando, porquê não aprende com o erro de faz uma reformulação total no departamento de futebol? quantos erros esses departamentos contribuem para equívocos que trazem prejuízos, ano após ano aos clubes, sejam por situações como essa vivenciada pela Portuguesa, seja por contratos mal feitos com jogadores e técnicos.? Quantos prejuízos milionários, em todos os clubes, todos os anos poderiam ser evitados com a profissionalização do departamento Jurídico dos Clubes? Agora, ficar penalizando e demonizando o Fluminense, é atitude burra, mesquinha, vingativa, descabida, e injusta

    AK: Escolhi o jornalismo esportivo há vinte anos, e nele estou, muito satisfeito, desde então. O fato de você ler e comentar contradiz seu argumento. Um abraço.

    • Renato

      Ainda bem que tem seu papi pra te segurar.. Kkk… Escolheu a profissão e comentou besteira errada camarada.

      AK: Vejam. Em quase todo comentário ignorante tem um “kkk…”. É uma tendência.

  • Mário Oliveira

    Uma pessoa é pego numa blitz policial perto da sua casa, depois de tomar apenas uma latinha, é multado, é justo?, houve dolo?, você provocou algum acidente? Será o que o policial vai pensar nele e se ele recorrer da multa vai adiantar? É a Lei. Todo mundo sabe o que pode ou não pode fazer, agora porque é na última rodada, porque o atleta jogou pouco, porque o atleta não mudou o resultado do jogo, porque vai salvar o Fluminense que caiu em Campo, coloca essas condicionantes na regra!!

  • marcos

    Boa!!

    Todos defendem a portuguesa, sem problema, imaginem se por acaso, o flamengo perder os pontos e a portuguesa não?
    O que acontece?
    PS: não sou tricolor.

    Abraço!!!

  • Jornalista AK, porque so agora vc opina sobre a legislacao desportiva? Se sabiam que um advogado ligado a CBF defendia clubes porque nunca falaram, ou vc nunca se preocupou com isso? O termo justica pode ter um amplo espectro. Foi justo o Atletico MG entregar o jogo pra Lusa e contra o Flu( ai foi o correto ) jogar como se fosse final de campeonato? Foi justo o Sao Paulo entregar o jogo contra o Coritiba prejudicando outros? Temos que mudar nao so a legislacao mas a formula do campeonato. Talvez para sermos mais justos, caiam os 2 ultimos e subam os 2 primeiros da serie B, o 17 e 18 jogariam contra o 3 e 4 da serie B como acontece na Argentina. Ai nao haveria interferencia de terceiros no resultado. A legislacao obvio que precisa de mudancas urgentes. Entretanto agora querer mudar uma legislacao vigente por achar que a atual eh injusta chama-se virada de mesa. Obvio que se fosse por exemplo o Criciuma no lugar do Flu nao haveria todo esse clamor popular incitado pela imprensa, com certeza todos aqui que defendem a Lusa deixariam de defende-la. A isso se da o nome de hipocrisia.

    AK: Opino sobre esse tema faz tempo, sempre que considero necessário. Sua previsão de que as coisas seriam diferentes se outros clubes estivessem envolvidos é um argumento infantil e sem utilidade. Um abraço.

  • Marcos

    O Vasco e o Atlético-PR foram punidos com 8 e 12 jogos de perda de mando de campo e pq eles não pagam no BR 2013? Exatamente pq o campeonato já acabou! Nesse caso porque a Lusa terá que perder os pontos no BR 2013 se o campeonato já acabou? O jogador da Lusa que foi escalado indevidamente nāo interferiu no rebaixamento do Fluminense. Se fosse um jogador do Curitiba, que venceu o SP na última rodada e com isso rebaixou o Fluminense, eu até concordaria com a mudança de posição na tabela entre esses dois times. E outra, se o Atlético fosse jogar mais 12 partidas fora de Curitiba e sendo ela 6 com portões fechados, com certeza nāo iria se classificar para a Libertadores, e assim o Goias assumiria sua posição no torneio continental. SRN!

  • CARLOS SOUZA

    Na vida, muitas vezes perdemos oportunidade de analisar algum fato pela falta de serenidade, no futebol a paixão cega. Precisamos ver que realmente o Flu, e eu sou FLU, foi incompetente e pelo que vejo, pela mídia, deve continuar assim. Diretoria fraca e cega. Mas a instituição nada tem haver com isso, os clubes, sejam pequenos ou grandes, erraram e se absolvidos será um desserviço para aqueles cumpriram o regulamento. Eles,portanto, podem cumprir sanções pela legalidade, ou seja aqueles que cumpriram passam a ser errados. nós somos responsáveis pelo que fazemos e não podemos atribuir isso a terceiros.

  • ULDARICO JEFFERSON BARRETO

    A Lei não pode levar em conta a pena, ou dó do infrator. Imagine uma pessoa que matou sem querer, ou seja um crime culposo. foi sem querer mais matou. Aí não é punido.
    Agora estão com pena da Portuguesa, pois infringiu a lei por 13 minutos, mas infringiu. A Lei é para valer, ou não? Se for pelo bom senso, não precisamos de Leis.
    A Portuguesa foi melhor que o Fluminense, porém cometeu uma falha administrativa, pelo amadorismo de não frequentar a séria A constantemente e deve pagar por isso. É um absurdo falar em não cumprir a Lei.
    Depois falamos em Lei que não pega, em impunidade… Tá na hora da Lei valer alguma coisa.

  • marcos CRF

    a portuguesa errou??errou!!!mas o cruzeiro tbm errou e nao foi punido,entao q se faça a msm coisa,o q nao pode haver sao 2 pesos e 2 medidas,o time do fluminense nao teve capacidade pra se manter em campo q caia pra b,agora os moralistas tricolores ficam falando q tem q cumprir a lei,entao q se cumpra a lei da msm maneira como foi com o cruzeiro,ne tricolores??se fosse o Flamengo q quisesse virar a mesa,eu nao aceitaria,virar mesa é assinar atestado de pequenez…

  • Roberto

    Proponho que o próximos campeonatos não tenham regras , e que o STJD seja extinto ….só vai valer o que acontecer dentro de campo e os times poderão escalar qualquer jogador…proponho também que o Fluminense seja rebaixado a série C e fique lá , como punição , por 3 anos , mesmo sendo campeão…proponho também que o gol do Ghigga seja anulado e o Brasil seja declarado campeão da copa de 50 , que por merecimento deveríamos vencer… proponho também que todas as questões extra campo entre dois clubes , sejam resolvidas na base da pancadaria entre suas torcidas organizadas onde a torcida que conseguir matar mais torcedores adversários dariam a vitória ao seu clube , como tentaram fazer as torcidas do Vasco e do Atlético PR… proponho o fim do STJD , do STF , do STJ e de todos os tribunais…proponho a suspensão de todas as leis e regras e que todas as dúvidas sejam resolvidas por luta até a morte… E afinal estamos reduzidos a isso que representa a maioria dos comentários desta notícia…um bando de ignorantes que não percebe a diferença entre direito e justiça e que acha as regras devem mudar ao seu bel prazer e vontade…por causa de nossas atitudes primitivas , estamos fadados a ser , por muito tempo , um país atrasado e injustiçado pelas ações e desejos do seu próprio povo…

    AK: Proponho que você se abstenha de propor. Um abraço.

    • luiz

      Parabéns Roberto, não vou discordar pois percebo a ironia. Alias, afastando a ironia, o AK deve ter invejado seu texto, pois disse bem o que ele pensa. Deve ser por isto a revolta e proposta de mordaça!

      AK: Inveja mortal.

  • Mateus Gonçalves

    Vou ser sucinto. O Fluminense caiu para a série B por conta das regras, senão, vejamos: teve Fred suspenso por 4 jogos, punição exagerada, mas que foi cumprida, pois a regra assim determinava. Foi o time que teve mais jogadores expulsos, muitos levaram cartão amarelo por suposta reclamação , como Sóbis e Rayner, e ambos foram expulsos em jogos que estávamos muito bem em campo. Tivemos um pênalti absurdo, muito mal marcado, que nos tirou um ponto contra o Corinthians, mais uma vez tivemos que cumprir a regra. Terminamos o campeonato com o mesmo número de ponto que o Criciúma, ganhamos as duas partidas contra eles, ou seja, confronto diretos. Tivemos melhor saldo de gols, melhor ataque, melhor defesa, mas perdemos em números de vitórias. Mais uma vez fomos derrotados pela regra. E agora querem descumprir a regra. Se fosse o Flu, o time prejudicado, iriam pedir o mesmo tratamento? A verdade que não quer calar: A imprensa quer virar a mesa, uma vergonha!

  • Cesar

    “Com o tempo,uma imprensa cínica , mercenária, demagógica e corrupta forma um público tão vil como ela mesma”

    Joseph Pulitzer

    Jornalista e editor americano ( 1847 – 1911 )

    AK: Como disse anteriormente, Pulitzer ficaria revoltado se visse isso.

  • Markinho Fluriqui

    Procure saber o motivo de a Lusa colocar um jogador irregular aos 32m do segundo tempo. Um jogador que não participou, no total, de 90 m no campeonato todo. E era o único jogador suspenso, na última rodada, de todos os clubes do brasileiro A. O Flamengo já sabia desde sábado, após a divulgação de uma matéria do Lance, que perderia 4 pontos pela escalação irregular do André Santos. A Portuguesa quitou os salários atrasados dos jogadores na segunda feira. Investigue e faça uma matéria a respeito. A portuguesa não colocou o Heverton de graça. Se o Flu não ganha do Bahia, quem entraria? Verifique…

    Via, Karina de Sá

  • Markinho Fluriqui

    Sou do tempo que ainda se respeitavam normas, regras e regulamentos. Que se temia pais e professores… onde, velhos, autoridades e policiais eram respeitados. Hoje tudo isso virou utopia, o que vemos por ai é filhos matando os pais, policiais sendo trucidados por se envolverem com o crime, pessoas com idade avançada sendo excluídas da sociedade como se fossem parasitas. Cara, um país que as regras são ultrajadas, deixadas de lado pra favorecer fatores escusos, dando valor aos influentes e desmerecendo o princípios básicos de honestidade, nunca será de 1° mundo.

  • alexandre

    Série A ou B, qual o problema vamos perder alguns jogadores, que é normal no futebol, concordo com que o colega falou, se fosse no meio do campeonato, a Lusa só perderia os pontos, portanto o Fluminense não tem nada á ver com a situação. Temos que melhorar o time ano que vem, fazendo uma boa campanha, e ser campeão da série A ou B.

  • Weskley

    Que jornalista arrogante! Primeira e última vez que venho aqui… Respeite o Fluminense e sua torcida!

    AK: Sua falta será sentida imensamente. Um abraço.

  • Mario

    Caro André, escrevo aqui por constatar que você responde. Louvável sua atitude.
    Começo deixando claro que sou torcedor do Fluminense e em nenhum momento vi reclamação em relação a jogar a série B.
    Veja seu texto:
    Eles (a Portuguesa) provavelmente serão vencidos por uma falha administrativa muito mal explicada, associada à letra fria da Lei. Uma falha que não teve absolutamente nenhum efeito esportivo, que não foi cometida por má intenção, que é o resultado de um sistema estapafúrdio. Mas que pode custar quatro pontos e provocar o rebaixamento de um clube, salvando outro que caiu em campo, sem ter nada do que reclamar.
    Esclareça, por favor:
    O que seria um sistema estapafúrdio? O formato por pontos corridos? Ocorrer julgamentos após a rodada final?
    Com relação à falha administrativa, suponha que numa falha administrativa do Fluminense, o Fred ficasse fora de 3 jogos ao invés de 4 e no quarto jogo, o Fluminense conseguisse um empate e esse hipotético ponto salvasse do rebaixamento. Estaria alguém defendendo o resultado conquistado em campo?
    Só para esclarecer algumas pessoas que emitiram opiniões. Foi publicada uma errata do Lance em relação ao julgamento do Cruzeiro. O clube foi absolvido. Não houve aplicação de multa.
    Um abraço, Mario.

    AK: Minha crítica é a um mecanismo que permite esse tipo de situação. Algo assim não acontece em nenhum campeonato minimamente organizado. Um abraço.

  • Fábio

    Kfouri, pense no Flumimense, que CUMPRIU o regulamento e ficou sem o Fred por 4 partidas após o jogo contra o Vasco… Garanto que se tivéssemos desrespeitado, seríamos punidos com a perda dos pontos em que o Fred fosse escalado irregularmente e mais 3! Simples assim.

    Abraço.

  • O que a mídia não divulga e nem ao menos comenta, a Portuguesa não está salvando o Fluminense na série A e sim salvando o Flamengo de descer para série B.

  • Ricardo

    Boa tarde AK,

    Sou se fã no blog, assim como no sportcenter e nas colunas do jorna Lance!

    Sou torcedor do Fluminense e gostaria da sua opnião em relação ao ponto conquistado pela portuguesa na 38º rodada. Ao escalar um jogador irregular, a portuguesa desreipeitou uma punição do STJD. No entanto na sua observação, o jogador não contribuiu para o resultado do jogo. Eu descordo, Acho q se ele entrou em campo, ele correu, marcou, trocou passes, robou bola, se fez presente, pois todos sabemos q o futebol não trata só do gol. Neste caso, ele ajudou seu time a obter o resultado. Empate em 0 x 0 e um ponto conquistado pela Lusa.
    Assim sendo, Bahia, Internacional e Coritiba, foram prejudicados, já que em uma possivel classificação para a Copa Sulamericana estarão abaixo da portuguesa.

    Não te parece obvio que a portuguesa obteve um beneficio ao escalar o jogador ? Mesmo q ela não mereça o rebaixamento, ela tem q ser punida pelo fato de negligenciar uma decisão do STJD, concorda ? Acredito q a Lusa foi Negligente, Imprudente, Imperita, e deve pagar por isso.

    AK: Não se discute o erro da Portuguesa. O que se discute é a pena desproporcional. Um abraço.

  • Rodrigo

    Se não punirem a Portuguesa hoje, nos próximos campeonatos, ninguém mais vai cumprir suspensão, pois esse caso abrirá um precedente sem tamanho…
    Caos á vista!
    Que rebaixem o Flu, mas livra a Portuguesa será sim, uma virada de mesa (Tapetão)…

  • Fabiano

    AK:

    O campeonato tem 38 rodadas.
    Todos os jogos valeram 3 pontos.
    A Portuguesa jogou os 38, e o Fluminense idem.
    A Portuguesa não fez 30 pontos a mais que o Fluminense. Fez 3.
    Foi negligente quanto ao cumprimento das regras (quero acreditar que esse país as tem…) e agora tem de pagar por isso.

    “Ah mas não valia nada…”
    Se não valia, porque correu o risco colocando um jogador suspenso?
    Tanto valia que agora pode ser rebaixada exatamente por causa dela.

    “Não teve dolo”
    Também não foi cumpridora da lei

    “Ganhou em campo”
    Utilizando-se por 13 minutos de “artefatos” proibidos…

    “Vao jogar um ano fora”
    Mentira! Vai perder 4 pontos. Não estao tomando 60 pontos da Lusa, e sim 4. Fizesse um ano tao brilhante, nem sentiria falta deles. Fez sim, um campeonato quase tao mediocre quanto o Fluminense … porem com tres pontos a mais…

    “Só porque é a Lusa”

    Gremio Barueri, Salgueiro, Sao Paulo são alguns dos exemplos que não é só porque é a Lusa.

    Ps: Porque sua coluna sempre fala em Portuguesa, e inevitavelmente esquece-se do Flamengo?!? Não sao ambos os julgados nesta tarde ?

  • Seiji

    Em se tratando de “Tribunais”, pode-se esperar de tudo. Entretanto, o texto “frio” da Lei, apesar do que acham (ou esperam,… rezam…) os defensores da “Nova Cariocada Fluminense”, da qual sou terminantemente contrário (pois é vergonhoso), irá remeter a análise da situação à questão de cunho jurídico (ou ao menos deveria assim ser): culpa e/ou dolo.
    O texto levantado às pressas pelo procurador do STJD, tipifica uma conduta imputada à incompetente diretoria lusitana, que trás no seu bojo, no núcleo incriminador, o elemento subjetivo do “dolo”, quando os fatos narrados tratam claramente de modalidade de culpa (negligência).
    Inexiste tal elemento subjetivo (dolo), o fato é atípico.

  • Seiji

    Pergunta: Tiraram o título do Fluminense em 2009 (ou 2010), por ter escalado o “Tartá” na última rodada, que também se encontrava na mesma situação do jogador da POrtuguesa???? O procurador do STJD, também não era o frio defensor da letra da lei Paulo Schmidt?????

  • maciel

    Assista essa matéria amigo. o ADVOGADO DEU UM VERDADEIRO SHOW NO JORNALISTAS FALMENGUISTAS DO SPORTV.
    O campeonato só acaba quando todos os processo forem julgados.
    Saiba que a denuncia partiu do STJD.
    Lembra quando anularam os jogos do inter para beneficiar o Corinthians?
    Nesse episódio DE 2013, quem sairá no lucro será o Flamengo.
    Como fica a situação dos clubes que não puderam escalar jogadores que foram julgados?

    http://sportv.globo.com/videos/troca-de-passes/t/ultimos/v/daniel-cravo-comenta-caso-da-portuguesa-ninguem-levanta-questao-do-equilibrio-tecnico/3020615/

  • SHAOLIN

    Fluzinho, timinho VIRGEM DE LIBERTADORES, se querem justiça vão primeiro pagar a Série B e C q estão devendo, e devolvam o titulo de 2010 pr o Cruzeiro. Libertadores, jamais la não tem TAPETÃO.

  • gui

    Eu só lamento que vc tenha sobrenome, caso clássico de que sobrenome ninguém devia ter. Kfouri, no jornalismo, é um sobrenome prá lá de respeito. Que o futuro não faça confusão .Um é jornalista,e afirmou por várias vezes que o Fluminense foi o clube mais roubado do Brasil ,outro um palpiteiro, destorcedor, mesmo ; dos fatos, que com seus palpites faz com que pareçamos os ladrões .

    AK: Já eu lamento que você não saiba ler. Um abraço.

  • Raphael

    Foi a própria Portuguesa que se colocou nesta situação. Simples assim.
    Se foi comprada pelo Flamengo ou tem uma péssima estrutura administrativa/ jurídica eu não sei.

    Só sei que o Fluminense não tem culpa nisso e está saindo de vilão por ser o beneficiado. Onde está o tapetão?

    Senhores, a lei tem de ser cumprida.

    Se fosse o contrário, ou seja o Fluminense após cometer uma irregularidade não estivesse sendo punido

  • Chamar o Campeonato Brasileiro de pobre é ser muito ingênuo,vocês sabem quanto ganha qualquer cabeça de bagre que disputa o campeonato por menor que seja o seu clube?Sabe quanto custa os patrocínios dos clubes? Sabe quanto ganha os técnicos? Sabe o total arrecadado nos estádios? Os únicos pobres nesse evento são os trouxas dos torcedores que se matam por seus clubes e ainda sustentam a “FESTA”. LAMENTÁVEL!!!!!!!!!!!!!

    AK: Vejam…

  • Carlos Renato

    Concordo plenamente com os argumentos do Fluminense e sua torcida. Posto isso, peço a gentileza de entregarem a Taça do Campeonato Brasileiro de 2010 na sede do Cruzeiro até o fim da semana. Obrigado!

    Ps. É lamentável como a paixão nos faz jogar valores e princípios no lixo. Talvez essa manifestação ostensiva de tricolores tentando justificar o injustificável em todos os blogs aos quais tive acesso seja uma forma de elaborarem a vergonha que estão sentindo…

MaisRecentes

No banco



Continue Lendo

É do Carille



Continue Lendo

Campeão de novo



Continue Lendo