COLUNA DOMINICAL



(publicada ontem, no Lance!)

SINUCA

Diego Costa diz a quem lhe pergunta que prefere jogar pela seleção espanhola. Uma dessas pessoas é o técnico Vicente Del Bosque, com quem o atacante brasileiro dividiu uma refeição no início do mês, em Madri. A conversa foi basicamente um intercâmbio de intenções, em que ambas as partes expressaram o mesmo desejo.

Não é difícil compreender a vontade do sergipano de Lagarto, que vive fora do Brasil desde 2006. Costa está ambientado ao futebol da Espanha desde a temporada 2007/08, quando jogava no Celta. De lá para cá, esteve no Albacete, no Valladolid, no Rayo Vallecano e no Atlético de Madrid. Do idioma aos jogadores que conhece como companheiros ou adversários, sua realidade profissional é inteiramente espanhola.

No encontro com Del Bosque, na sede da Federação Espanhola de Futebol, Diego recebeu do técnico a confirmação de que irá à Copa do Mundo se mantiver o nível de atuações que fizeram dele o artilheiro de um campeonato que tem Messi e Ronaldo. Os elogios públicos de jogadores da seleção, como Sergio Ramos, tranquilizaram o brasileiro em relação à sua recepção. Diego Costa acredita que tem melhores chances de jogar e de ir ao Mundial com a camisa da Espanha.

Uma posição oficial só não foi divulgada até agora por uma questão evidente. Diego não gostaria de ser percebido pela opinião pública no Brasil, sede da Copa, como um traidor que renegou a Seleção Brasileira. Por isso ele não atendeu ao pedido da Federação Espanhola para comunicar à CBF, por escrito, que não desejava ser convocado. O melhor cenário seria dizer sim à Espanha sem precisar dizer não ao Brasil.

Opção que deixou de existir desde o final da tarde de ontem, quando o nome de Diego Costa apareceu ao lado de outros quatro jogadores relacionados antecipadamente para os amistosos do Brasil em novembro. A possibilidade de uma dupla convocação é grande, já que a Espanha também fará dois amistosos no mês que vem, nas mesmas datas. O movimento de Luiz Felipe Scolari obriga Costa a se manifestar.

A Fifa permite que um jogador troque de país mesmo depois de atuar por uma seleção, desde que não tenha disputado partidas oficiais. Para tanto, o atleta precisa enviar um documento à entidade suíça solicitando a mudança. Ocorre que isso só pode ser feito uma vez, mesmo que seja para jogar um amistoso. Se Diego pretende se apresentar a Del Bosque, deverá pedir à Fifa que o considere, definitivamente, um futebolista espanhol. É o que se espera que ele faça.

Em teoria, aceitar a convocação do Brasil não impediria uma futura mudança. Seria uma prorrogação da situação presente. Mas não faria nenhum sentido e provavelmente lhe fecharia as portas da seleção espanhola. Scolari caiu em uma pegadinha nesta semana, quando levou um trote de uma rádio de Madri e disse que levaria Costa ao Mundial. Mas agiu com habilidade ontem, ao oficializar o interesse no atacante sem lhe fazer deferências.

Diego terá de dizer com quem quer ir à festa.

TRUNFO

O que pode interferir no processo: Diego Costa e Felipão têm o mesmo agente, Jorge Mendes. O empresário português representa uma linha de comunicação aberta.

GALA

A bola tem se oferecido a Hernane, o artilheiro singular no nome e na quantidade de toques, como costuma fazer com os grandes. Ele não é o primeiro atacante com pouca técnica a cair nas graças do torcedor rubro-negro, justamente por compensar carências com virtudes como bom posicionamento e decisões corretas. E gols, claro. O goleador do novo Maracanã foi o nome do jogo contra o Botafogo, transformado pela torcida do Flamengo em uma das grandes noites de futebol no Brasil neste ano.

ESPELHO

Ninguém pode afirmar que o erro de Alexandre Pato foi mais do que uma falha técnica. Mas a percepção de displicência é um reflexo, não uma invenção. Uma cobrança diferente, mesmo sem sucesso, geraria outra imagem.



  • THÉRON ZAMBONI

    estamos falando de Romário, Ronaldo, Tostão, Pelé, Neymar??? quem é Diego Costa??? Vá com Dios!!! joga nada… Atlético de Madrid é o São Caetano que fala espanhol. Mas tá cheio de baba ovo dos pernas duras de europeus pos aqui. País submisso é assim. afinal ganhamos 5 copas apenas… é o mesmo que um jogador norte americano de basquete não querer jogar no dream team. Tchau pra esse trouxa

    AK: Aí está uma análise criteriosa.

    • Se ele fosse um destaque no clube eu compreenderia sua linha de raciocínio. Mas ele é um destaque na Espanha.

    • Marcelo Teixeira

      Théron, concordo inteiramente. É só mais um, como tantos que ja jogaram por seleções menores, por não terem chance ou futebol para jogar na Seleção.

      AK: Que está convocado pela Seleção. Estranho.

      • Fábio Trebbi

        André,
        Convocado pela seleção porque o Felipão não deu o braço a torcer. Ou porque deve ser ordem do Marin convocar o Diego Costa evitando “perdê-lo” para a Espanha. Sinceramente parece briga de criança, onde cada um quer fazer valer sua vontade. Que o Diego Costa seja feliz na Espanha e ponto. Se ele aceitar ser convocado pelo Brasil, provavelmente será seu último jogo por uma seleção nacional, porque aí a Espanha não vai querer mais e no Brasil, como deixará de ser notícia, não será convocado nunca mais.
        É impressionante como uma coisa banal dessa vira notícia tão importante. Isso é Brasil!

        AK: É notícia também na Espanha. Um abraço.

  • Anna

    Acredito que Pato nunca deveria ter cobrado com uma cavadinha num jogo decisivo, enfim… Quanto a Diego Costa, acho que ele deve decidir por qual seleção jogar e há muita polêmica, a meu ver, desnecessária, em relação a esse assunto. Bom domingo, Anna

  • Marcelle

    Caro André

    Não vejo o Diego em nenhuma sinuca. Para mim parece, a namorada, Espanha e a maria chuteira, Brasil, e ele parece que já escolheu a namorada há bastante tempo, apenas deixando a maria chuteira insistir no flerte. Acredito que como ele tem dupla cidadania e com um estilo de jogo diferente do Villa e melhor que o Torres e o Negredo, outros jogadores espanhóis fizeram lobby para ele disputar a Copa do Mundo pela Espanha, até porque os 4 citados poderão ser convocados.
    O ridículo dessa novela enfadonha e existente, são alguns comentaristas transformarem esta novela em bestseller. Temos parar de ter o pensamento da pátria de chuteiras. A copa do mundo poderia ser o desfile dos melhores jogadores do mundo, pois já que um treinador pode treinar qualquer país porque o jogador não pode jogar pelo país que desejar? Podemos ter uma copa sem o Ibra, sem o Ribery e sem o Cristiano Ronaldo.
    Eu vi o bola da vez com o Petraglia e você questionou sobre a incapacidade dos clubes de negociar em bloco para valorizar o conteúdo do qual são proprietários e ele respondeu “somos todos torcedores fanáticos”. Se caso o Flamengo caísse para 2ª divisão, você disse que talvez recebesse a mesma coisa que os 20 da primeira negociando em bloco, então como negociar em Bloco se indiferente da divisão que esteja o Flamengo ganhará a mesma coisa ?

    AK: Explicando: pelo atual contrato, quando um time cai para a Série B, recebe no primeiro ano a mesma cota que recebia na Série A. Se esse time permanece na segunda divisão no ano posterior, a cota cai. Isso nada tem a ver com negociação individual ou em bloco. Sobre Diego Costa, a sinuca não está na escolha, mas na revelação da escolha. Não aconteceria se ele não fosse convocado por duas seleções. Um abraço.

    • Marcelle

      Caro André

      Concordo com a sua resposta, mas convenhamos com um fato que não poderemos comprovar, pois se é dificil para o Flamengo cair para a 2a, mas difícil seria permanecer na 2a, entretanto, pior que fosse um dirigente do Flamengo com 40 milhões de torcedores, o Flamengo aceitaria receber menos que os outros times da 1a divisão?

      AK: Contrato.

      • Marcelle

        Caro André

        Os contratos não são unilaterais nem eternos. O Flamengo é do 1o escalão das cotas de televisionamento, se a Globo não quiser continuar pagando um contrato de 1o escalão, com certeza outras emissoras pagariam, pois o contrato de transmissão são dos clubes, se me lembro bem mesmo na 2a divisão os jogos do Corinthians não passavam na Globo. Flamengo e Mirassol pela 2a divisão daria mais audiência do que qualquer novela da globo no seu horário nobre, você pode ter certeza a Globo manteria o contrato atual do Flamengo e deixaria passar somente no pay per view. Você tem duvida?

        AK: A questão não é complicada, mas parece que você não está entendendo. Os clubes assinam um contrato com a televisão, que vale por um determinado período. Neste contrato fica estabelecida a relação entre cada clube e a emissora: cotas, transmissões, pay per view, bônus, etc. Pelo que está no acordo em vigência, se um clube cai para a Série B, não sofrerá prejuízo de cota no primeiro ano. É o que aconteceu com o Palmeiras em 2013, disputando a segunda divisão com cota de primeira. Se o clube não voltar, receberá menos dinheiro a partir do segundo ano na B. Portanto, imaginando um rebaixamento do Flamengo nestas condições, não haveria razão para alterações. Um abraço.

  • Thiago BH

    AK, por mais que vc não concorde com essa teoria, a convocação do Diego Costa feita pelo Felipão com certeza é para não reforçar a seleção espanhola, pois o grupo do Scolari já está fechado e, a não ser que algum dos atacantes titulares se machuque seriamente a ponto de não se recuperar a tempo para a Copa, não haverá grandes surpresas. E sim, se eu fosse o Diego Costa aceitaria defender a Espanha, pois lá ele teria o espaço que jamais teve na seleção brasileira. E antes que apareça por aqui algum “zé-ruela” para me dizer que sofro de “complexo de vira-latas”, eu só estou olhando a situação pelo ponto de vista do jogador.

    AK: Não se trata de concordar ou não. Não há nada que Scolari possa fazer para “não reforçar” a Espanha. Essa é uma tese que simplesmente não se aplica. Está tudo nas mãos do jogador. Um abraço.

    • Fabricio

      Scolari pode sim convoca-lo agora, dando esperancas que ele poderia vestir a camisa da selecao numa copa no Brasil, e depois chegar na hora da convocacao final pro Copa, tira-lo da lista.

      Claro que se isso acontecer, a gente nunca vai saber se foi uma atitude pre-meditada para enfraquecer a Espanha, mesmo porque o Felipao iria negar, mas que o jogador iria acreditar nessa tese, eu nao tenho duvida! E com certeza boa parte da imprensa espanhola tbm.

      AK: A decisão está nas mãos do jogador.

  • Paulo Roberto

    Fico acompanhando as polêmicas sobre a convocação deste jogador “espanhol” Diego Costa. Vejo o quanto estamos com medo deste atleta vir aqui e estragar a festa em favor da Espanha. Bom, não podemos desprezar este pensamento, pois realmente isso pode acontecer. Mas minha gente… como é difícil gostar de ser brasileiro, gosta de dizer que é brasileiro. É triste isso. Vc não vê ninguém destes países querendo ser jogador de outros países. Pelo contrario, defendem as suas nacionalidades com uma força invejável. Não vem nenhum deles dizendo que gostaria de ser convocado por outra seleção. Mas os brasileiros sempre dão uma dessas. Claro que tem as suas exceções como Deco por Portugal, Oliveira, pela Bélgica, Pepe também por Portugal e alguns outros, mas isso já esta virando febre na Europa; naturalizar e roubar os nosso jogadores. A Espanha já fez isso com o Messi, assediando o atleta para defender a “Fúria”. Eu estava assistindo hoje ao jogo da Rússia e Brasil no futsal, e qual não foi a minha surpresa!? Quatro jogadores brasileiros defendendo a seleção russa, e ainda vibrando aqui na casa deles brasileiros. Que tristeza para estes brasileiro fanfarrões, brasileiros paraguaios de carteirinhas. Porque jogar por um clube fora de seu país, é uma coisa. Agora dizer que vai defender a seleção de outra pátria!? Isso é uma VERGONHA. SOU BRASILEIRO, E COM MUITA HONRA. Esta na hora da CBF cobrar uma atitude da Fifa quanto aos assédios de jogadores brasileiros feito por outros países, pois já esta virando palhaçada isso, ou virando Brasil contra Brasil. Hj no jogo de futsal, o narrador falou que o atleta Bateria que joga na Espanha, também foi assediado para jogar pela Espanha. Ele (Bateria) disse não. E ainda reforçou dizendo que queria defender a amarelinha. BOM, ESTE É BRASILEIRO, NÉ?!

    AK: Total inversão de conceitos. O que a CBF deveria fazer é criar as condições para que jogadores brasileiros façam suas carreiras aqui e não em outro lugar. Um abraço.

    • leandro

      Concordo com vc Paulo, também assisti a final do futsal hoje, fiquei pasmo de ver os brasileiros jogando pela Rússia, vibrando a cada gol que faziam, ridículo ! tenho pena desses “brasileiros” que vão pra fora do País se naturalizam e voltam aqui “pagando” de estrangeiros, ridículo mesmo.Ah e sem esquecer, geralmente esses imbecis moram em países extremamente racistas.

      • joe LHP

        Acho que cada um faz o que quiser da vida profissional, esses jogadores são profissionais e o futebol não é forças armadas, pior mesmo são aqueles que deveriam servir a pátria e acabam se servindo dela e mandando dinheiro para o exterior, pior são aqueles que fazem mal para esse país, esses sim são maus brasileiros.

    • Marcelle

      Caro Paulo

      Jogar uma copa do mundo é o sonho de qualquer jogador. Quem gosta futebol quer ver os melhores jogadores jogando. Sempre diziam que o Brasil podia formar 4 seleções, só que só podem levar 23. Já não basta nos amantes do futebol ficamos a merce de preferencia de treinador? Jogador de futebol não é soldado que tem que defendeu a terra que nasceu, nós não somos a pátria de chuteiras, somos a pátria da falta de educação, de saúde, de emprego. O Diego pode jogar pela seleção que ele quiser. Nossos melhores cientistas estão nos Estados Unidos e na Europa. Mil desculpas Paulo, MAS BRASILEIRO BOM É AQUELE QUE FAZ ALGUMA COISA PELO NOSSO PAÍS, PELO NOSSO POVO. Os jogadores que se naturalizaram nunca tiveram oportunidade na seleção do seu país. Se felipão quisesse levar o Diego teria convocado para copa das confederações

      • Osmildo Junior

        A questão é bem simples. Esse cara escolheu ser espanhol, vive na Espanha, trabalha na Espanha. Espero que ele seja feliz na sua escolha, que chegue à final da copa do mundo e que sinta o gostinho de perder para a seleção brasileira. A vida é feita de escolhas. Ele já fez a dele. Seja feliz. E quando deixar de jogar futebol, ele vai voltar para o Brasil, como muitos que já se naturalizaram, e vai viver como se nada tivesse acontecido. Abraço para ele.

      • Alexandre

        Concordo com vc. O Felipão já tem a sua seleção pronta. Ele só quer arranjar um jeito de impedir que o cara jogue pela Espanha, o que, diga-se de passagem, é uma tremenda covardia.
        Esse negócio de pátria de chuteiras é conversa prá boi dormir.
        Pátria é pátria e futebol é futebol.

    • Paulo Roberto

      Poxa AK, entendo o que vc colocou. Mas me explica uma coisa: O Messi foi assediado desde pequeno, pois chegou na Espanha com apenas 11 anos, se não me engano. Foi tratado do seu problema de crescimento todo feito pelo Barça. E quando quiseram que ele fosse naturalizado para optar em defender a Espanha, ele imediatamente agradeceu e disse que era argentino e que amava a sua seleção e seu país. Poxa!!! E vc vai me dizer que a Argentina esta em melhor condições que a nossa?
      Conhecemos a estrutura do basquete americano, é o bicho, mas mesmo com toda esta estrutura, tenho certeza que ficam excelentes jogadores fora dos grandes. Nem tanto, eles não vem aqui se naturalizar brasileiro. Nem jogam por algum clube nosso. Vi apenas um aqui, jogando por Limeira.
      De uma olhada na seleção da Itália de futsal! Todos são brasileiro!!!!!! É um absurdo isso. Pelo menos é o que acredito. Sei que os jogadores não são soldados. Mas por isso podemos deixar de ser brasileiros e passarmos a ser de outros países, apenas porque lá é melhor organizado? Sabe AK, eu joguei 6 anos voley profissional, tive a oportunidade de ir para o exterior, mas não fui e também não fiquei rico, mas sempre achei que o Brasil daria valor nos seu jogadores. E foi o que aconteceu. Joguei de 90 a 96. O campeonato italiano era que mandava no mundo nesta época. Hj vc sabe, a nossa Superliga está entre as melhores se não a melhor no mundo e os melhores jogadores brasileiros estão aqui, na nossas quadras. Não jogo mais, mas um dia eu acreditei e aconteceu.

      AK: Qual é seu ponto?

      • Paulo Roberto

        Caramba!!!! fiquei de cara com vc chamando pessoas que defendem o ser patriota de “pachequismo”. Ninguém é idiota, AK. Mas formação em jornalismo e anos de casa, poderia, mas não desenvolve caráter, né? Como diz meu pai: não se fazem homens como antigamente. Abraço.

        AK: Você precisa conversar mais com seu pai. Talvez ele consiga te explicar que pachequismo é achar que defender a Seleção é servir a pátria. Tem muito a ver com ignorância, e nada a ver com caráter. Um abraço.

    • Alex

      Se os caras estão jogando futebol pela Rússia é porque foi lá que lhe foram dadas as melhores condições de trabalho.

  • Juliano

    Se fosse Diego Costa ia pra Espanha sem pensar.
    Como confiar num técnico que convoca jogadores por pressão do presidente da confederação, da Rede de Tv que “exige” jogadores de times de massa (corinthians e Flamengo) pra atrair audiência?
    Pato sendo convocado e ele não é mostra completa que Diego Costa não esta nos planos do técnico que, só quer impedir mais um brasileiro em outra seleção, não vai aproveita-lo, muito menos leva-lo pra Copa. A sua primeira convocação foi humilhante ao atleta, ficou claro que só queriam impedir q a Espanha o levasse, só que a Fifa mudou critérios…
    Felipão é ridículo, de carater a altura do de Parreira…
    Pule fora dessa barca Diego e seja feliz, aqui no Brasil só querem te usar

  • O problema do Diego e ficar na reserva do “morto” do Fred, q é titular do Felipão…ta certo tem q jogar pela Espanha…!!!!

  • Rey

    Dieguito vá jogar na espanha, pois no brasil nas mãos do Felipão as cartas já estão marcadas e voçê não teria chance nehuma, fique certo disso…

    • Imperator Apsu

      O fato é que se o cara é feliz ou não no país, ele mesmo nascendo no BRASIL ele se sentiu feliz na ESPANHA, se vocês olharem para o BRASIL, verás que tem um monte de jogadores que mereciam uma vaga na seleção, a ainda no mesmo nível dele la na Espanha, que cá entre nós, jogo la é em campo bom, times esxelentes e dinâmica formidável, mais se presta atenção, la tem trez campeonatos em disputa, 1º Barca e Real vão dividir a lideranças, 2º os demais brigarão pela terceira posição e por ultimo, aqueles que subiram da segundona brigarão para não cair, é a logica do campeonato, daqui a pouco, os dois disparam e no final, todo mundo imagina, vão abrir pontos considerados muitos pontos de vantagem pro terceiro

  • Rey

    As cartas estão marcadas desde o inicio, pois quem convoca Jogador da segunda divisão do brasil para a seleção não merece credito algum algum veja o que ele Felipãp esta fazendo com o Lucas PSG é medonho a vulgaridade deste tecnico se podemos dizer isso dele.

  • Gino Lôbo

    Alguém acreditou quando o Felipão disse na gravação ao “presidente do atlético de Madri” que, se a Copa fosse hoje, o Diego Costa estaria entre os convocados? Para mim foi uma jogada para que a informação fosse repassada para o Diego e fizesse com que ele mudasse de ideia sobre jogar pela Espanha.
    Quanto ao jogador Diego Costa, não o tenho como um craque, mas sim como um bom jogador que valeria a pena ser testado. Jô, Fred, Lucas não são unanimidades e, caso não fossem convocados, não fariam tanta falta. Fred ninguém sabe se joga, pois vive contundido, além de já não possuir a mobilidade dos velhos tempos. Jô até pouco tempo atrás não era sequer cogitado e, para mim, é apenas um bom jogador. Lucas não vem jogando nada.
    O Bernard vem entrando bem e é um jogador dinâmico, mas ainda precisa de um jogo inteiro.
    Embora eu saiba que pela forma como felipão trabalha o Jô e o Bernard já estão com um pé na copa, acho cedo para essa definição. Gostaria de ver testados o Diego Costa, o Diego Tardelli, o Everton Ribeiro, o William (do Chelsea), assim como gostaria de que se desse nova chance para Cacá e Ronaldinho Gaúcho. Até o Alex do Curitiba eu gostaria de ver, mas esse eu sei que o Felipão jamais convocaria, mesmo que ele fosse escolhido o melhor jogador do Brasileirão.

  • Sandro Rogério

    Bem amigos,a verdade é que a Espanha,está se valendo dos seu poderio financeiro,para aliciar todos os jogadores que lhe interessem.Podemos citar mais recentemente:O Thiago Alcântara,que o Del Bosque fez,o que estão dizendo que o Felipão quer fazer,ou seja,convocou o cara para uma partida “oficial”e depois o esqueceu,fechando as portas para ele atuar pelo Brasil.O Rafael,seu irmão,resistiu a tentação e disse não,na principal só o Brasil.Agora os “caras”tão aliciando o outro brasileiro do Atlético de Madrid, o Léo Baptistão,depois de terem levado o Rodrigo Moreno.Então o Sr. Diego Costa é só a ponta do iceberg.Para aqueles que defendem ele na Espanha,se ele tivesse um minimo de cárater,não teria aceitado a 1ª convocação para o Brasil.Pois é só qualquer um ver suas entrevistas após a convocação,em que ele diz claramente que entre Brasil e Espanha jamais escolheria a Espanha,e hoje diz que já deu a palavra ao Del Bosque.Que “palavra”meu amigo?

    AK: Você está enganado. Pesquise como foi a história da escolha feita por Thiago Alcântara. A CBF simplesmente o ignorou. Mazinho deu várias entrevistas a respeito. Um abraço.

    • Daniela

      em parte o Sandro tem razão, o Thiago foi convocado e depois? Nunca mais., seria uma mão na roda para o meio campo brasileiro.

      AK: A meu ver (e escrevi isso recentemente), a decisão de vestir uma camisa deveria ser definitiva. Mas não é isso que estamos debatendo. O que Diego Costa pensa em fazer é permitido pela Fifa, e a disputa por ele está em andamento. Um abraço.

    • Alex

      O Thiago é um brasileiro que nunca morou no Brasil, não há vínculo emocional nenhum, apenas os pais brasileiros. Vi outro dia uma reportagem que quando garoto ele nem gostava de vir para cá, diferente do irmão….mas falando de futebol, classificar o Thiago como mão na roda para nosso meio campo é piada! Não jogou uma temporada se quer como titular.

  • sadf

    se ele voltar pro brasil depois que parar é muito burro!
    se ele optar por jogar pelo brasil é muito burro!!!
    o cara tá num país do 1º mundo, que mesmo há anos em crise, é muuuuito melhor que o brasil.
    quem tem a chance de morar no primeiro mundo, deve agarrá-la.
    e pra quem for falar: “pq não vai pra lá então?”
    me dÊem um green card que vou na hora!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Luciano Oliveira

    Se quer jogar pela Espanha que jogue. Como já foi dito por aqui não falamos de nenhum Ronaldo, Romário, Bebeto, Ronaldinho ou Rivaldo … Se será vaiado? É claro que será e muito bem bem vaiado. Ou alguém acredita que se deve aplaudir quem despreza a camisa da única seleção 5 vezes campeã do mundo e quando ela joga em casa? Ele que tenha culhões para a decisão que esta tomando.

  • Julio Cesar

    Bom dia a todos ! Pois é; como alguem postou aqui: “va com Dios…” Absurdo o que querem fazer com este rapaz ! Sim, agora todos perguntam “quem é Diego Costa?” Mas quem sabe, é o treinador da seleção espanhola. Como não é qualquer seleção, tentam encontrar um jeito de envolver o cara em polemica desnecessaria neste momento. Primeiro, pra posição dele tem muita gente. E deixem ele seguir o seu caminho em paz!!! Agora, esta questão de nacionalização ou dupla nacionalidade é uma piada. Os paises estrangeiros põe um monte de barreiras principalmente para quem tem ascendencia e facilitam tudo quando o assunto é de seu interesse. Assim vimos seleção futsal Russa com brasileiros; seleção futebol de areia portuguesa com um monte de brasileiros. O que esta policamente correto ?

  • Emerson Cruz

    Este é o ponto: “A Fifa permite que um jogador troque de país mesmo depois de atuar por uma seleção, desde que não tenha disputado partidas oficiais.”Mais do que o caso específico do Diego Costa, há uma situação permitida pela Fifa e que abre um precedente que pode conduzir a uma descaracterização das seleções nacionais, que é o fato de seleções poderem contratar jogadores que já tenham vestido outras camisas, desde que estes não tenham jogado partidas oficiais e por seleções principais, portanto, seleções olímpicas não contam.
    Partindo deste precedente, e apenas como um exemplo do que isto pode significar,olhem a seguinte Seleção Brasileira:

    Rafael (Napoli)
    Rafael (Man. United)
    Juan (Inter de Milão)
    Dedé (Cruzeiro)
    L.Castán (Roma)
    Ralf (Corinthians)
    Fernandnho (Man City)
    Elias (Flamengo)
    P. Coutinho (Liverpool)
    William (Chelsea)
    Diego Costa (Atlético de Madrid)

    Provavelmente este time nunca jogará junto, talvez nenhum destes atletas estará na lista de Felipão para 2014, esta também não é minha seleção ideal. O que torna este time único é que todos estes nomes já atuaram com a camisa da Seleção Brasileira principal, mas como não disputaram torneios oficiais podem ser “contratados” por outras seleções.

    • Daniel

      Concordo. Por isso acho que a CBF fez muito bem em melar a festa dos arrogantes espanhóis. Diego Costa não merece vestir a nossa camisa pq a vestiu, declarou que era um sonho, só pq não foi lembrado para a copa das confederações, já bandeou para a Espanha. Temos que lembrar que até junho o Diego não estava o top dos tops, Felipão chamou quem ele mais confiou naquele momento. Não acho errado ele não descartar quem está arrebentando agora. Ele tem testado gente. Vamos parar com isso de terrorismo. Para mim o grande culpado é o Diego e a própria Espanha, os torcedores chamam os brasileiros de macacos, mas agora querem um dos macacos!!

  • paulo leite

    apesar de nao parecer , é sim uma questao de patriotismo…ao longo dos anos , tivemos inumeros jogadores com capacidade muitlo alem desse tal de diego costa….e nem por isso foram , ou sequer manifestaram interesse em defender outras cores internacionais…uma mae é , e sempre sera unica….mesmo que alguem diga o contrario.
    em relaçao ao futebol…quem é diego costa?????é apenas mais um alfonso da vida….que esta fazendo um ano bom….como se fosse uma dessas porcarias que aqui se dizem musica….(lek lek lek ), mas que no decorrer de um ou dois anos ,ninguem mais se lembra…no final…sera mais do mesmo…mantera o brilho quem é estrela de verdade ( messi ,cristiano ronaldo , neymar , iniesta….e etc ).
    amanha ou depois andando por sua terra natal….(pode até estar com seus dolares ) mas sera sempre apontado…como um renegado traidor de sua patria….
    QUEM JA TEVE…RONALDO , ROMARIO , ZICO , CARECA , E OUTROS TANTOS CRAQUES DE VERDADE……NAO TEM TEMPO PRA ACHAR QUE O FUTEBOL….DO TAL DE DIEGO COSTA REALMENTE FARA FALTA.

  • silas

    Caro André,

    Primeiro, a convocação. Você convocaria, como técnico que fosse, alguém que não estivesse totalmente motivado para defender a seleção do Brasil? Alguém que ainda estivesse com a mínima dúvida entre defender a seleção brasileira ou a espanhola?
    Segundo, a empatia. Você, no lugar do Diego Costa, estando há tantos anos fora do Brasil, vivendo a realidade da Espanha, recebendo de time espanhol, sendo considerado pelo técnico e por grande parte dos espanhóis como um grande jogador e possível solução para uma posição carente do time.
    Além disso, que não vê muitas chances (você pensa) em participando de apenas dois jogos amistosos “não oficiais” ter sua convocação brasileira assegurada para o mundial.
    Pior, caso aceite a convocação para a seleção brasileira, elimina a chance (muitas vezes única) de participar do ápice em uma carreira profissional futebolística, como decidiria?
    Do ponto de vista do jogador, não há o que se criticar.
    Já do ponto de vista da realidade do futebol brasileiro, praticamente tudo.

    AK: É isso. O problema é que o pachequismo insiste na questão cívica, provavelmente sem ter visto o rapaz jogar uma única vez. Há até quem se considere jornalista (por ter um espaço alugado na internet) e estimule a ignorância. Um abraço.

    • Acredito que você tenha toda razão. O Diego Costa hoje é mais jogador espanhol que brasileiro. E nem sabe que chances teria na seleção brasileira. Eu não acredito que Fred será atacante titular no mundial, mas isso é outra história. Agora, o DC deveria se posicionar e encerrar a discussão. Mas também acredito que ele fique dividido, pois, mesmo sendo reconhecido na Espanha como grande jogador, a idéia de disputar uma copa do mundo pelo Brasil deve balançar o cara. Afinal, a magia da seleção brasileira não acabou, é só lembrar da Copa das Confederações para ver como a torcida ainda ama a “amarelinha”.

    • Michelle

      Caro André

      Vários colegas seus jornalistas da ESPN ou não, insistem nesse mesmo pachequismo. Você diz isso para eles, que eles estimulam a ignorância?
      Muitos jornalistas brasileiros esportistas ou não tem uma necessidade alarmante por polêmicas, mesmo que os fatos não sejam polêmicos. vide “dirigentes são torcedores fanáticos”, “famosos não tem direito a privacidade”, etc. Nos casos dos biografados, estes polêmicos de plantão que são tem interesse, no dinheiro e não na informação, confundem obra pública, com pessoa pública. Pois uma coisa é falar que D. Pedro I comprou a Independência do Brasil e a outra dizer que D. Pedro I teve várias amantes. O que interessa aos meus netos quantas amantes D. Pedro I teve?

      Abraços

      AK: Nunca debati esse assunto com um jornalista que se comportasse como pacheco. Obviamente manteria minha opinião. O que interessa a seus netos depende da formação que eles tiveram. Um abraço.

      • Marcelle

        Caro André

        Ai está o cerne da questão não é questão de formação é uma questão de informação. Quando você escreve uma biografia não autorizada do Castelo Branco sobre os porões da ditadura é informação, quando você escreve sobre as amantes é uma desinformação. O que se critica nas biografias não autorizadas é que muitos biógrafos não querem informar querem desinformar, ganhar dinheiro através da imagem polêmica do biografado e não difundi a sua obra. Não vejo isso como censura, pois pública é a minha obra e não a minha pessoa.

        AK: Você não está em posição de definir o que é ou não é informação. A pessoa é tão pública quanto a obra. É o ônus da celebridade. Um abraço.

  • Eduardo Junior

    AK, como futebol deixou de se amor faz tempo, e virou balcão de negócios, vide nossa própria seleção, que só virou seleção mesmo depois de Felipão, ou melhor, o comum é que: nos primeiros dois anos, os técnico aliciados a máfia da CBF e empresários convocam jogadores nada selecionáveis, e que depois os clubes vendem por uma fortuna, e depois nunca mais voltam a seleção, então, os dois primeiros anos é somente venda de jogadores para encher os bolsos dos dirigentes e empresários.

    Ai, nos dois últimos meses que antecedem a copa do munda, que se efetivamente começa o trabalho de preparação, ao contrário das outras seleções do mundo.

    Enfim, acho que o Diego Costa deveria optar pela seleção da Espanha, que mesmo sendo ele artilheiro do espanhol, o Felipão da vida convoca o Pato, que nem titular é no clube aqui do Brasil, hora, é lógico que o jogador se senti desprestigiado pela nossa seleção.

    Agora que a seleção Espanhola esta abrindo as portas para ele, ele virou traidor? a se liga! Mesmo ele jogando na Espanha e fazendo o gol da eliminação do Brasil, o consideraria compatriota, e to nem ai para opinião pública.

    Futebol virou negócios, e a carreira do jogador e curta, e se ele poderá desfrutar melhor de sua vida profissional atuando pela Espanha, que fique por lá.

    NINGUÉM HOJE EM DIA JOGA POR AMOR AINDA MAIS NA SELEÇÃO CORRUPTA BRASILEIRA.

  • Haroldo

    Tudo isso esta acontecendo por causa da FIFA. Essa história de jogo amistoso NÃO valer como `nota de corte´ para futuramente jogar na seleção de outro país é mais que estranho. É nebuloso, considerando o histórico da FIFA. Vai virar bagunça e vai dar margem a, como alguém já disse, o Qatar ter uma seleção com 23 estrangeiros em 2022….E assim vai ser com outros países que tenham grana mas não tenham material humano. Claro que o caso do Diego Costa é diferente! Como você bem disse a ligação dele (profissionalmente e afetivamente) com a Espanha é MUITO maior que com o Brasil. Mas ele que não aceitasse jogar pelo Brasil meses atrás o assunto estaria encerrado e ele poderia jogar pela Espanha sem tudo o que esta acontecendo. A mudança de mentalidade dele aconteceu porque não foi chamado para a Copa das Confederações….Ora, ele aceitou jogar pelo Brasil e assumiu um risco…voltar atrás agora e querer jogar pela Espanha foi a SEGUNDA opção dele. Isso vai abrir um precedente perigoso…é esperar e ver…

  • Bom dia André.

    Acho que o Diego Costa está mesmo numa sinuca, pois eu acredito que embora já tenha se posicionado para defender a Espanha, acho que todo jogador brasileiro gostaria de sentir o gosto de jogar uma copa do mundo pelo Brasil. E se ele está podendo escolher, que o faça logo, para não deixar a pior impressão aos torcedores. Entendi o que você disse a respeito dele não querer ser visto como um traidor pelos brasileiros, e acho que o melhor é realmente resolver e encerrar a questão, que já deu muito “pano para manga”.

    Quanto ao Pato, eu já havia comentado aqui a alguns dias, se ele batesse forte e no canto, mesmo que errasse, não pareceria e não seria visto como displicência. A situação do momento vivido pelo time pedia para fazer o simples, não para inventar. Deu no que deu.

    Abraço.

  • Carlos

    acho que ele é um péssimo exemplo como futebolista, um mercenário do futebol, não sou nada contra alguém se naturalizar e optar por defender outra seleção como fez o filho do Mazinho e não acharia mau se ele tivesse optado pela Fúria quando Felipão o chamou em Maio. Agora isso que está a acontecer deturpa a finalidade da copa do mundo com os seus nacionais, ele quer jogar a copa, não importa com qual seleção. Pq aceitou a convocação do Felipão em Maio e disse que era o sonho dele? OLha por favor, não me venham com isso que ele é profissional, etc…
    Qualquer dia vamos ver seleções com metade de jogadores brasileiros e argentinos, todos naturalizados. Que a CBF entre mesmo contra ele no tribunal da FIFA e que ele não jogue por nenhuma das seleções. Que se acabem os mercenários!! E não o quero vestindo a canarinha.

    • Michelle

      Caro Carlos

      Você está confundindo Copa do Mundo com Guerra Mundial. Ele tem um sonho de disputar uma Copa do Mundo. Se o Felipão ainda estivesse treinando Portugal ou Zico, o Japão ou Parreira, a África do Sul, eles seriam mercenários? Do mesmo jeito vários pessoas fazem de tudo para parecer na televisão, qual é jogador não quer disputar uma Copa do Mundo? Mercenários são os nossos políticos que não fazem nada pelo nosso país.

  • joe LHP

    Destaque na Espanha até o Catanha já foi, boa fase por lá até o Fernando Baiano e o Ewerton já tiveram por lá, já vi esse Diego Costa jogar e é mais um desses caneludos trombadores apenas está em uma fase boa, acredito que não será titular no time espanhol pois há jogadores melhores e muito mais técnicos do que ele, pra mim é muito por nada, se for pra chamar caneludo em boa fase chama o Hernane dos

    AK: Essa linha “não joga nada, vá com Deus” perde completamente o ponto da conversa. Não estamos discutindo se Diego Costa é bom ou ruim. Estamos tratando de uma situação em que o mesmo jogador está em disputa por duas seleções. Julgamentos sobre a qualidade dele são inócuos. Ou será que se você o considerasse um craque, sua opinião sobre o assunto seria diferente?

  • Lippi

    Lendo alguns dos comentários aqui, começo a identificar o pessoal que vaiou (ou vaiaria se estivesse lá) o Varejão no jogo da NBA no Rio

    AK: Nenê, certo? É por aí. Um abraço.

  • Thiago

    Não consigo enxergar como normal essa questão de jogador escolher por qual Seleção jogar como se fosse uma escolha de clube. A mim soa ridículo. Quanto ao Diego Costa, eu sendo o Felipão não teria adotado essa postura. Deixa o cara escolher por quem quer jogar, já que a regra hoje permite.
    Acho que essa questão de naturalização deveria ser levada mais a sério pelas entidades esportivas, para acabar com essa situação que a gente vê hoje (não só no futebol). Quando há justificativas, beleza. Mas assim, só porque profissionalmente vai ser mais interessante e não ter vaga na Seleção de seu país de nascimento? Acho equivocado.
    No mais, o Brasil não vai ganhar ou perder a Copa do Mundo por causa dele.

  • Fabricio

    Andre,

    Esse negocio de jogar pela selecao seria a mesma coisa de servir a patria, eh um assunto um pouco mais complicado e nao tao preto e branco como vc esta colocando. Claro que jogar pela selecao nao eh servir a patria do mesmo jeito que vc vai pro exercito. Isso eh fato. Mas acho que alguns jogadores (em varios esportes) realmente se sentem servindo a patria. E nao vejo nada de errado nisso. Claro que eu nunca entrevistei jogadores e talvez seja uma opiniao totalmente errada, principalmente para alguem que tenha mais contato com atletas, como vc.

    AK: Independentemente de contato com atletas, é questão de opinião. Respeito o atleta que se sente assim, pois cada um sabe como tocar sua carreira. Mas não respeito que se cobre esse dever, pelo mesmo motivo. Um abraço.

  • Paulo Pinheiro

    Esse caso do Diego Costa me lembra o Oliveira “Marabelga”, lembram? Apelidado “Olivierrá”, por causa da pronúncia belga.

    Convocaram ele só pra que não jogasse pela seleção da Bélgica e depois o abandonaram. Ficou fora da Copa de qualquer forma.

    O Diego Costa está é certo!

    Sobretudo quando lembramos que o Felipão é um técnico que convoca por motivos duvidosos, e principalmente desconvoca por motivos duvidosos (só lembrar Romário em 2002).

MaisRecentes

Presente



Continue Lendo

Em frente 



Continue Lendo

Acordo



Continue Lendo