NOTINHAS PÓS-RODADA



Vigésima-quinta:

* Os dois últimos se encontraram em Campinas, e apesar da vitória fora de casa, o Náutico (2 x 1 na Ponte Preta: William, Hugo e Maikon Leite – 12.625 pagantes no Moisés Lucarelli) permanece na lanterna.

* A virada do time pernambucano se consumou aos 47 minutos do segundo tempo.

* Em mais uma vitória do Grêmio (1 x o no Atlético Paranaense: Riveros – 19.800 na Arena do Grêmio), Pará quase fez um gol sensacional. O chute do meio do campo saiu por cima.

* Dois jogadores do Atlético foram expulsos, em lances com Kleber Gladiador.

* Em apenas meia hora de jogo no Mineirão, o Cruzeiro (4 x 0 na Portuguesa: Éverton Ribeiro, Borges-2 e Willian – 32.016 pagantes) deu mais um passo na direção do troféu.

* São 11 rodadas de invencibilidade, 10 na liderança.

* O Vitória (2 x 1 no Goiás: Escudero, Pedro Henrique e William Henrique – 20.498 pagantes na Fonte Nova) está a quatro pontos do G-4.

* Produto de sete jogos sem derrota.

* Os dois primeiros gols do clássico carioca (Fluminense 1 x 1 Botafogo: Biro Biro e Bolívar – 15.067 pagantes no Maracanã) aconteceram nos primeiros 14 minutos. Mas ficou assim.

* Sequências: Fluminense há oito jogos sem perder. Botafogo há quatro (3 no Maracanã) sem vencer.

* Havia 15 anos que o Flamengo (2 x 0: André Santos e Wallace – público ND ) não vencia o Coritiba no Couto Pereira.

* A queda do Coritiba alcançou sete rodadas de seca.

* E após oito jogos praticamente sem marcar um gol, o Corinthians (2 x 0 no Bahia: Guerrero e Cléber – 9.917 pagantes em Mogi Mirim) voltou a vencer.

* O Bahia estava invicto no returno até a noite de ontem.

* Mesmo com um jogador a menos desde o final do primeiro tempo, o Santos (3 x 0: Edu Dracena, Thiago Ribeiro e Léo – 7.788 pagantes na Vila Belmiro) conseguiu marcar mais dois gols no São Paulo.

* Com Muricy de volta, o São Paulo ganhou três e perdeu outras três.

ATUALIZAÇÃO, sexta-feira 04/10, 14h17 – Fechando com o jogo em Macaé, cujo resultado devolveu o técnico Dunga ao mercado:

* O Vasco (3 x 1 no Internacional: Edmilson, Jorge Henrique, André e Willie – 8.336 pagantes no Moacyrzão) certamente não pareceu um time que não vencia havia seis jogos.

* D’Alessandro disse que começou “um outro campeonato” para o Inter, um campeonato no qual é necessário somar pontos para terminá-lo com tranquilidade. Ele está correto.



  • Vamos que vamos Timão, tem que ser firme, pois os próximos 03 confrontos são pedreiras. Atlético MG, Atlético PR e São Paulo.

  • Emerson Cruz

    E o Cruzeiro continua espetacular neste campeonato!

  • Alexandre

    Mais um campeonato que acaba em setembro.
    Impossível não odiar pontos corridos, as atenções vão estar voltadas somente pra Copa do Brasil no fim do ano, vai dar pena do Campeonato Brasileiro que mais uma vez vai depender de briga por rebaixamento pra se sustentar nas últimas rodadas. Até quando essa fórmula insuportável vai seguir?

    AK: Até algumas pessoas descobrirem que existem dois tipos de competições no país, e que quem não gosta não precisa acompanhar. Discussão inútil. Um abraço.

    • Alexandre

      Eu ainda prefiro que tenha uma mesma competição e comprovadamente melhor como o mata-mata do que os dois tipos que existem. Mas realmente é uma discussão surrada e inútil, todos argumentos são seguidamente colocados à mesa, no entanto continuarei torcendo pra voltarmos aos tempos de glória de emoção no futebol brasileiro. Abraço e parabéns pelo trabalho.

      • João

        Além de termos as duas opções, o Brasileirão em pontos corridos já provou que é mais interessante que o mata-mata, vide audiência na TV e público nos estádios…

        • Alexandre

          Tens números pra provar isso?

          • Alisson Sbrana

            Tens um número para desaprovar? Sugiro que, numa próxima manifestação, leve seu cartaz “acorda brasil, contra o pontos corridos!” Com certeza a globo vai mostrar no JN.

    • Hugo

      Isso é conversa de torcedor frustrado com o time. “Se não somos capazes de vencer de acordo com as regras, vamos mudá-las”.
      O problema é com o seu time, e não com a modalidade de competição.

  • Anna

    Alívio Imediato para o Vasco. Isso me lembra, sem trocadilhos com o técnico Dunga, música do grupo gaúcho Engenheiros do Hawaii Bom final de semana, Anna.

MaisRecentes

Gato



Continue Lendo

A vida anda rápido



Continue Lendo

Renovado



Continue Lendo