NOTINHAS PÓS-RODADA



Vigésima-quinta:

* Os dois últimos se encontraram em Campinas, e apesar da vitória fora de casa, o Náutico (2 x 1 na Ponte Preta: William, Hugo e Maikon Leite – 12.625 pagantes no Moisés Lucarelli) permanece na lanterna.

* A virada do time pernambucano se consumou aos 47 minutos do segundo tempo.

* Em mais uma vitória do Grêmio (1 x o no Atlético Paranaense: Riveros – 19.800 na Arena do Grêmio), Pará quase fez um gol sensacional. O chute do meio do campo saiu por cima.

* Dois jogadores do Atlético foram expulsos, em lances com Kleber Gladiador.

* Em apenas meia hora de jogo no Mineirão, o Cruzeiro (4 x 0 na Portuguesa: Éverton Ribeiro, Borges-2 e Willian – 32.016 pagantes) deu mais um passo na direção do troféu.

* São 11 rodadas de invencibilidade, 10 na liderança.

* O Vitória (2 x 1 no Goiás: Escudero, Pedro Henrique e William Henrique – 20.498 pagantes na Fonte Nova) está a quatro pontos do G-4.

* Produto de sete jogos sem derrota.

* Os dois primeiros gols do clássico carioca (Fluminense 1 x 1 Botafogo: Biro Biro e Bolívar – 15.067 pagantes no Maracanã) aconteceram nos primeiros 14 minutos. Mas ficou assim.

* Sequências: Fluminense há oito jogos sem perder. Botafogo há quatro (3 no Maracanã) sem vencer.

* Havia 15 anos que o Flamengo (2 x 0: André Santos e Wallace – público ND ) não vencia o Coritiba no Couto Pereira.

* A queda do Coritiba alcançou sete rodadas de seca.

* E após oito jogos praticamente sem marcar um gol, o Corinthians (2 x 0 no Bahia: Guerrero e Cléber – 9.917 pagantes em Mogi Mirim) voltou a vencer.

* O Bahia estava invicto no returno até a noite de ontem.

* Mesmo com um jogador a menos desde o final do primeiro tempo, o Santos (3 x 0: Edu Dracena, Thiago Ribeiro e Léo – 7.788 pagantes na Vila Belmiro) conseguiu marcar mais dois gols no São Paulo.

* Com Muricy de volta, o São Paulo ganhou três e perdeu outras três.

ATUALIZAÇÃO, sexta-feira 04/10, 14h17 – Fechando com o jogo em Macaé, cujo resultado devolveu o técnico Dunga ao mercado:

* O Vasco (3 x 1 no Internacional: Edmilson, Jorge Henrique, André e Willie – 8.336 pagantes no Moacyrzão) certamente não pareceu um time que não vencia havia seis jogos.

* D’Alessandro disse que começou “um outro campeonato” para o Inter, um campeonato no qual é necessário somar pontos para terminá-lo com tranquilidade. Ele está correto.



MaisRecentes

Vencedores



Continue Lendo

Etiquetas



Continue Lendo

Chefia



Continue Lendo