COLUNA DA TERÇA



(publicada ontem, no Lance!)

A HORA MAIS ESCURA

Aos nove minutos do segundo tempo do jogo no Morenão, após assinalar impedimento em dois lances que terminaram em gols do Corinthians, o assistente Bruno Salgado Rizo levou uma garrafada na cabeça. O objeto, de plástico e vazio (felizmente para o alvo, nos dois casos), partiu de um setor ocupado por torcedores corintianos no estádio. Foi a única exibição de pontaria relacionada ao Corinthians na humilhante tarde de ontem.

Alguém que atira uma garrafa para dentro do campo, seja qual for o motivo, é claramente incapaz de raciocinar. Acertar o assistente é um golpe de azar merecido pelo bagrecéfalo que se coloca em tal situação. Um ignorante que não percebe o potencial de dano da própria estupidez: ferir uma pessoa e prejudicar o próprio time. Diante da quantidade de punições que o Corinthians recebeu recentemente por causa do mau comportamento – sem falar na tragédia de Oruro – de seus torcedores, o sujeito não pode nem reclamar de falta de informação.

Mais mandos de partidas serão cassados por causa da garrafa que voou durante Portuguesa 4 x 0 Corinthians, um dos resultados mais surpreendentes deste Campeonato Brasileiro. Mais problemas para um time que, pela primeira vez em muito tempo, se mostrou vazio. Há claras e assustadoras diferenças entre perder por falta de capacidade e perder por excesso de negligência. Até este domingo, o Corinthians ainda não havia se enquadrado no último caso, mesmo nesta série de oito jogos sem vitória em que marcou um mísero gol, contra. O time não sofria quatro gols desde uma tarde de outubro de 2010, quando perdeu em casa para o Atlético Goianiense e Adílson Batista se demitiu. Tite foi contratado uma semana depois.

O castigo de atuar longe do Pacaembu pode parecer uma questão menos importante, já que existem evidentes problemas a serem resolvidos num time que há quarenta dias, concluída a décima quinta rodada, ocupava a quarta posição. Mas a seis pontos da marca d’água da tabela, os efeitos do campo de força da zona do rebaixamento podem começar a se fazer sentir. Enfrentá-los ao lado da torcida, onde os jogadores se sentem à vontade, já não é tarefa simples. Situações anormais apenas dificultam as coisas.

O 0 x 0 com o Grêmio, na quarta-feira, pela Copa do Brasil, já havia mostrado uma faceta preocupante. O Corinthians pareceu apreciar um empate sem gols em seu estádio, não como um time que se percebe em má fase e vê pontos positivos numa noite em que não perdeu. Mas como uma equipe que não se mobiliza suficientemente para iniciar um mata-mata com o ímpeto necessário. Foi um esboço do que aconteceu contra a Portuguesa: dois gols sofridos e um pênalti recuado para o goleiro, em menos de vinte minutos.

A presença de Alessandro e Émerson Sheik na entrevista coletiva após o jogo, para ouvir as críticas e as perguntas normalmente endereçadas ao técnico, revela que ainda há entre os jogadores a intenção de se responsabilizar pelo momento. E de superá-lo. Com atuações como a deste domingo, não conseguirão.

VIDA DURA

Por falar na atração da zona da degola, o São Paulo está novamente em alerta, apenas dois pontos acima do décimo sétimo lugar. As três vitórias seguidas após a chegada de Muricy Ramalho sugeriram um novo momento, de mais confiança e subida na tabela. Mas os caprichos do futebol desmentiram a leitura apressada. Uma bola na trave que bateu nas costas de Rogério Ceni – que não tomaria o gol se ficasse olhando – roubou um ponto em Goiânia. E um resultado que pode ser chamado de infeliz ontem no Morumbi recolocou o São Paulo numa série de derrotas. Como estímulo, fica o desempenho do time no jogo contra o Grêmio.



  • Emerson Cruz

    Pode parecer (e no fundo talvez seja) um pessimismo acentuado pela paixão o que irei escrever, mas na minha opinião, em algumas rodadas, a possibilidade de queda do Corinthians será mais cristalina, pois o time joga um futebol de rebaixado, incapaz de fazer gols, ninguém está jogando pior que o Corinthians neste momento. ´Ninguém, nem Náutico, nem Vasco, nem Coritiba, nem Criciúma, nem Ponte Preta… É hora do corintiano começar a fazer contas e secar os últimos da tabela.
    Para a margem segura dos 45 pontos, faltam 14, não acredito em muitas vitórias até o fim do torneio, mas quem sabe até lá ocorram umas 3 vitórias e uns 5 empates assim o vexame será menor.
    Incrível imaginar que 2013 promete terminar de forma tão melancólica para o atual campeão do mundo.

  • Edivaldo

    Ao contrário do que afirma o blog, a garrafa que atingiu o bandeirinha estava sim cheia (ou quase) de líquido.
    É possível ver numa das imagens de tv que há contúdo na garrafa, exatamente no momento em que o bandeira a entrega ao juiz.
    Assim sendo, o risco de um dano mais sério é evidente.
    Já a pena…

  • E incrivel como os clubes brasileiros,tem esse nível de conduta,na Europa isso não acontece…..

    • Enderson Fabiano

      Clube? Vc é louco? Por acaso foi alguém da diretoria, comissão técnico ou jogador que atirou a garrafa? É realmente na Europa não acontece esse tipo de atitude, imagina jogar objetos no campo, lá eles são mais finos, preferem ofender com palavras de cunho racistas.

      • Pura verdade.
        Na Europa acontecem coisas horríveis, é só acompanhar os noticiários. Mas precisamos cuidar do nosso futebol, porquê a violência estraga, afasta os torcedores, quando não destrói famílias de pessoas que somente queriam se divertir assistindo a jogo e acabam mortas ou machucadas…

  • SJAlves

    Apesar da má fase da maioria dos jogadores do time do Corinthians, não se pode isentar o técnico Tite da atual situação em que se encontra o time, o protecionismo exagerado com os jogadores Danilo, Douglas, Guerrero, Paulo André., o aval na contratação do Ibson e Maldonado, e o mais preocupante foi de não saber lidar com os ciumes internos em relação ao Pato, que por sinal está sendo queimado pelo próprio técnico.

    • Concordo com seus comentários. O Tite não pode ser isentado, pelo menos não totalmente. Quanto aos ciúmes do Pato, deve haver alguém dentro do elenco que plantou e fez crescer esse ciúme, prejudicando a todos e transformando um time campeão numa vergonha para sua torcida. Acho que parte da culpa pode ser creditada ao Tite, mas é inadmissível os atletas sentirem “ciúmes” do Pato, pois todos ganham muito bem. Vergonhoso ver atletas consagrados agindo feito crianças imaturas.

      • Donizeti – SP

        A impressão que tenho é que o Tite odeia o Pato, pois está queimando o rapaz.

        O Guerreiro joga de pivô, é forte e consegue segurar os zagueiros para fazer a tabela com quem vem de trás, já o Pato é um jogador muito mais técnico e que joga em velocidade na direção do gol.

        Não sou técnico de futebol, mas quando o Tite tira o Guerreiro e coloca o Pato, o time joga do mesmo jeito, deixa o Pato na mesma função de pivo do Guerreiro (!), enfiado entre 2 zagueiros e então o Pato não ve a cor da bola, pois não tem físico nem força física para disputar as bolas com os zagueiros brutamontes.

        Será que o Tite não ve como o Pato deve jogar ? Aberto pelas pontas e sendo lançado nas costas dos laterais adversários ? Aquele jogo contra o flamengo 4×0 não lembra nada para o Tite como o Pato deve jogar ?

        Sinto muito por tudo que o Tite fez pelo Timão, mas não dá mais, perdeu a mão e o controle sobre o time, e quando um jogador problemático como o Sheik vira porta-vóz do grupo numa crise dessas, então não tem mais esperança, é o fundo do poço mesmo, 4a. feira será mais um jogo para ser esquecido e para engrandecer o time médio do Bahia, vamos perder de novo.

        Tem que trocar o técnico rapidinho, com Mano Meneses ou Abel Braga, senão não resolve, tem que trazer outra cabeça, outro esquema de jogo e aproveitamento melhor dos jogadores que o Timão tem, afinal ninguém é campeão do mundo num ano e vira cabeça de bagre no ano seguinte, o problema é o esquema de jogo manjado, a teimosia asnática do técnico e o Tite mais perdido que cego no meio de um tiroteio, literalmente.

        Outra coisa, a inércia e falta de firmeza e comando dessa diretoria é coisa espantosa, parece que estão cegos, não enxergam a tragédia que se anuncia, ficam passando a mão na cabeça dos jogadores apáticos e do técnico quando deviam enquadrar todo mundo, afinal é o time com maior folha de pagamento do Brasil, coisa de 7 milhões de reais por mês e que paga em dia, o que esses caras querem, jogar num flamengo da vida e não receber nada !!!

        Com o Tite não dá mais, se continuar nessa toada o time vai brigar até a última rodada para não cair de novo para a segunda divisão, então será uma tragédia logo no ano da inauguração do nosso sonhado estádio próprio.

        • Concordo plenamente que o Pato não pode fazer a função do Guerrero, pois não é a dele., e ficam insistindo nisso. Tem que escalar o Pato de acordo com suas qualidades, talvez para jogar como o Neymar joga hoje no Barcelona. Renderia mais, criaria situações de gol para os companheiros, e faria mais gols. É o que penso.

  • A situação do Corinthians está deixando os torcedores estupefatos. Os verdadeiros torcedores, que são maioria, tem hoje vários motivos para a vergonha: o time e seu futebol negligente, como bem postou o André, o comportamento de certos torcedores, que não sabem o sentido de torcer e amar seu clube, e não respeitam as pessoas, pois quando se agride um ser humano, a coisa deixa de ser simplesmente uma questão futebolística, o risco real de rebaixamento, justamente em razão desse futebol ridículo e negligente jogado pelo time, e ainda, o vergonhoso motivo que supostamente leva profissionais consagrados a agirem com negligência: o ventilado “ciúme do pato”. Vergonhoso.

  • Acho muito ridículo esse suposto motivo que primeiramente foi publicado no blog do Neto. Me pareceu querer instigar a torcida contra os jogadores já que o que a imprensa escreve muitas pessoas compram como verdade. Devemos ter nossa própria opinião sem se deixar influenciar pela mídia. Devemos respeitar os nossos atlétas, estão passando por uma fase ruim e quando isso acontece não é fácil sair mesmo que tenha a maior boa vontade, não é por vontade deles. Para os que ENCHEM A BOCA PARA se dizer “TORCEDORES FIÉIS DO TIMÃO” está na hora de demonstrar para o time que isso é verdade e não uma MANIFESTAÇÃO PARA APARECER. O time está precisando DO APOIO VERDADEIRO do torcedor e não de ofensas e agressão. O verdadeiro corinthiano apoia o time nas vitórias, mas principalmente nas derrotas e momentos mais difíceis como nesta fase. Vamos reverter a situação e tudo voltará a ser como antes. Força aos jogadores e parabéns ao Emerson e Alessandro pela atitude tomada após o jogo em Campo Grande, enfrentando essa imprensa ridícula que gosta de empurrar o Corinthians sempre para baixo.

    • Boa tarde.
      Concordo que as vezes uma fase ruim pega todos de jeito. No ano que o Timão foi rebaixado, ninguém foi crucificado nem se ouviu falar de corpo mole. Tínhamos um elenco limitado, e apesar dos esforços, não escapamos da degola.
      Tenho demonstrado apoio ao time, assim como muitos, mas é difícil não ver a apatia, o desânimo dos jogadores, o que acaba dando a impressão de uma certa falta de vontade, ainda que involuntária. De fato, não posso ter certeza se está havendo boicote ou ciúmes em relação ao Alexandre Pato, mas essa história corre há alguns dias e ninguém se pronunciou.
      Pode ter certeza que apoio e torço muito pelo Corinthians, e gostaria muito que amanhã, contra o Bahia, o espírito fosse outro, mesmo que perca o jogo, quero ver “raça, vontade de ganhar e honrar a camisa”.

    • Alexandre

      Falou TUDO Tereza!
      Aqui foi, é e sempre será Corinthians!!
      Vamos continuar lutando, e, assim como na vida, superar as adversidades que aparecem no nosso caminho.
      Corinthians pra mim sempre foi isso, uma mímese da vida!

  • Daniel

    A máscara do itaquerense está caindo.

  • neto bcw

    Esse time é ridículo se o campeonato valesse só o segundo turno , esse time medíocre caíria ,estária até atraz do naútico .
    Com o salários que esses caras ganham não precisa de motivação não,quem precisa de motivação é nóis assalariados q temos as vezes fazer horas extras ou até ter dois mepregos para complementar a renda com sálarios deles eu comeria grama

    • Cara, você tá certo. Tem gente ali que ganha por mês o que a maioria não ganha em uma vida inteira de trabalho. O que eles chamam de “concentração”, seriam verdadeiras férias de luxo, impossível para os trabalhadores normais. Hotéis de luxo, alimentação de primeira, passeios, descanso, etc.

      Sei que existe o outro lado, que o dinheiro não é tudo, existem outros fatores na vida, e na profissão de jogador tem a pressão por resultados, treinos, e todas as coisas que todo mundo sabe e vê.

      Mas eles deviam pensar um pouco na vida que levam, o quanto são privilegiados financeiramente, o quanto as “dificuldades” deles talvez sejam menores do que enxergam…

  • Matheus Brito

    AK, por ser reincidente, a pena do Coritnhians pelo comprotamento de sua torcida pode ser mais pesada ou isso não se aplica? se não me engano, no caso de jogadores supensos pelo cartão vermelho há algo nesse sentido.
    O mais impressionante nesse time do Corinthians é que, quando você olha para a escalação, você poderia imaginar que o time estaria mal devido à defesa, já que o ataque só tem jogadores renomados, de qualidade comprovada. Então, só dá pra entender o que está ocorrendo devido realmente ao “ciúme do Pato”.
    O São Paulo tem que ficar preocupado, o Vasco desesperado, mas ambos estão jogando mais bola que o Corinthians, que deve botar suas barbas de molho.

    • É verdade que os nomes do ataque do Corinthians sugerem muitos gols.

      Mas hoje virou um “timaço no papel”, e um timinho em campo.

      Até hoje, porque a reação vai começar contra o Bahia nesta rodada…

      Estou acreditando e apostando.

  • Ernesto de Minas

    “A presença de Alessandro e Émerson Sheik na entrevista coletiva após o jogo, para ouvir as críticas e as perguntas normalmente endereçadas ao técnico, revela que ainda há entre os jogadores a intenção de se responsabilizar pelo momento.”

    Me desculpe, mas interpretei o fato de outra maneira. Para mim ” a presença de Alessandro e Emerson Sheik na entrevista coletiva após o jogo, revela que eles realmente mandam no treinador, que o Tite é refém da panela presidida pelo adulterador de documentos e que o presidente da panela quis, com a entrevista, mostrar aos novos , em especial Pato, que quem manda é ele”.

    AK: A diferença entre nós é que eu publiquei o que é verdade. E você escreveu o que gostaria que fosse verdade. Um abraço.

    • Acho que está na hora de alguém do Corinthians, de preferência o Tite, manifestar-se para explicar o que está havendo. Assim, não ficaríamos no campo das hipóteses, teoria da conspiração, perda de comando, fritura do Pato e outras que aparecem e acabam influenciando a opinião da torcida. A fase está muito ruim, mas gostaria de ouvir o técnico sobre todos esses comentários que surgiram.

  • Julião

    Vamos colocar alguns pontos importantes: O clube não soube contratar jogadores com qualidade gastando menos dinheiro do que gastou. Teve oportunidade de contratar jogadores como Elias (corintianos rôxo) e Willian (ex), que reporiam o Paulinho e teriam um jogador rápoido e goleador no ataque. Não repôs as peças já envelhecidas (Alexandro, Fabio Santos, Emerson, Danilo, etc.). Não montou um esquema de jogo diferente do que jogava, vendo que este já era manjado.Não promoveu ninguem internamente ou possue qualquer juvenil de nível mais alto em suas equipes chamadas inferiores. Deitou-se nos louros do passado acreditando que com isto o seu futuro estava garantido.
    Diante disto tudo, minha opinião é de que técnico Tite é o principal culpado, pois dinheiro havia e houve para contratações, de mudança de esquema de jogo, buscar novos valores, etc. etc. etc. O que vai acontecer vai ser uma limpeza no final do ano, saindo jogadores, comissão técnina e talvez gerente de futebol. E eu rezo para o Mano voltar e atualizar o time e sistema de jogo.

    • Cesar

      Concordo em partes contigo, as contratações para suprir as peças principais da armação da equipe não foram boas, pelo contrário, esse anos a direção e o técnico fizeram muitas apostas: Pato (eram meses sem uma seqüência de jogos,) Renato Augusto (histórico de lesões), Ibson (ruim nos últimos clubes) e Maldonado (meses sem jogar). Nos outros anos foram feitas apostas, mas não em um número tão grande.
      O Elias seria uma boa para o time, mas o Willian (o que foi para o Cruzeiro, correto?) tenho a impressão que está indo bem por estar num time em ótima fase.
      Quero que o Tite permaneça no Corinthians, mas ele precisa melhorar esse futebol apresentado, especialmente com a volta de Guilherme e Renato Augusto, pois acho que o técnico já tentou muitas coisas com os jogadores disponíveis e não deu certo (mesmo assim, ele precisa dar um jeito). Quando a bola chega, nossos atacantes estão péssimos, perderam lances claros de gol! O único marcado nos últimos jogos foi um gol contra.

  • Bom,q vc tem nome de jornalista,disso ninguem duvida,mas jornalista vc nao e.Essa de a garrafa estar vazia,nem o ministro de informacao do Iraque,dos tempos de Sadam.Meu conselho pra vc e o seguinte:Va pra casa e tente arremessar uma garrafa de plastic vazia num alvo quaquer,e depois tire suas proprias conclusoes,ou entao tire a camisa do seu time,quando escrever alguma coisa,ainda que lhe paguem por isso,Um pouco de respeito pela inteligencia dos leitores,nao fica mal e recomenda-se!!!!!

    AK: Ui, que nervos… Tente entender o texto. Não é tão difícil.

  • Anna

    Excelente título! Muito bom o texto! Boa quarta a todos, Anna.ps:noite de quarta de sofrimento para todos os torcedores que têm seus times na zona da degola.

  • AK,

    No episódio da “garrafa vazia”, se entendi bem, com certeza foi lucro para o assistente, que não se machucou, a não ser moralmente, e para o Corinthians, segundo alvo de quem atirou a garrafa, que seria punido com mais dureza se houvesse ferido o assistente.

    Bom, independente de qualquer coisa, a atitude foi violenta e deve ser punida. Estamos precisando de paz, nos estádios, nas ruas, em caso, no trabalho…

  • alex

    “bagrecéfalo” foi sensacional !!!! vou anotar porque vou usar bastante, kkkkkk…

    abraços,

MaisRecentes

São Paulo joga, Corinthians soma



Continue Lendo

Sqn



Continue Lendo

Gato



Continue Lendo