NOTINHAS PÓS-RODADA



Os jogos da rodada 24:

* E após 14 jogos de seca, o Náutico (3 x 0 no Coritiba: Oliveira e Maikon Leite-2 – 7.065 presentes na Arena Pernambuco) finalmente venceu.

* O Coritiba completou a quinta rodada sem vitória.

* Já o Fluminense chegou ao sétimo jogo (2 x 1 no Goiás: Willian Matheus, Jean e Rafael Sóbis – 8.610 pagantes no Serra Dourada) de invencibilidade.

* Terceira vitória de virada consecutiva.

* A Ponte Preta ganhou (1 x 0 no Botafogo: Elias – 6.272 pagantes) um jogo no Maracanã pela primeira vez na história.

* Sequência de 3 derrotas do Botafogo, duas em casa, que faz o time estabelecer a Libertadores como objetivo mais realista.

* Pouco a dizer sobre o 0 x 0 (31.946 pagantes na Fonte Nova) entre Bahia e Vasco, além do gol espetacular que Dakson quase marcou.

* Pelo que os dois times vinham jogando, uma vitória da Portuguesa (4 x 0: Gilberto-3 e Wanderson – 12.316 pagantes no Morenão) sobre o Corinthians não seria surpreendente. O placar foi.

* A pior atuação do Corinthians sob o comando de Tite deixou o time a 6 pontos do calabouço.

* Grande partida de Dida, absurda eficiência do Grêmio (1 x o no São Paulo: Vargas – 41.140 pagantes no Morumbi) na vitória que valeu a vice-liderança.

* O árbitro Héber Roberto Lopes deveria ter marcado pênalti de Kleber, após falta cobrada por Reinaldo. Braço erguido acima da cabeça.

* Em menos de 25 minutos de jogo, o Flamengo (4 x 1 no Criciúma: Hernane-2, Wallace, Daniel Carvalho e Elias – 31.895 pagantes no Maracanã) já vencia por 3 x 0.

* Os goleiros titulares dos dois times foram expulsos após marcações de pênaltis.

* Maravilhoso gol de Marcos Rocha, o segundo do Atlético Mineiro (3 x 1 no Santos: Cicinho, Luan, Marcos Rocha e Alecsandro – 8.465 pagantes no Independência).

* O Atlético, campeão da América, já aparece em quinto lugar.

* No momento em que o Atlético Paranaense recuperou uma desvantagem de 3 x 0 e empatou o jogo, pouca gente acreditou que o Vitória (5 x 3: Renato Cajá, Ayrton-2, Dinei, Éderson-2, Roger e Willian Henrique – 10.030 pagantes no Durival de Britto) venceria em Curitiba.

* Se é verdade que a torcida atleticana aplaudiu o time derrotado, palmas para a torcida atleticana.

* O Cruzeiro (2 x 1 no Internacional: Nilton, Otávio e Willian – 5.434 pagantes no Estádio do Vale), +11, só perderá o campeonato no caso de um colapso sem precedentes. Jamais uma vantagem tão grande foi desperdiçada na era dos pontos corridos.

* Terceira derrota seguida do Internacional no BR-13.



  • Joao CWB

    Bom dia André. É verdade que a torcida do Furacão aplaudiu o time após o jogo, pois mesmo perdendo o time mostrou garra e vontade de virar a partida. É isso o que a torcida quer: que o time mostre vontade.

    Lógico que a boa fase ajuda, caso contrário, provavelmente a torcida pegaria no pé dos jogadores.

    Tem torcida de um certo time rival aqui da capital que demonstrou que “nunca abandona” ao vaiar o time quando o jogo ainda estava na metade. Quando a fase é ruim não adianta.

    Abraço

MaisRecentes

Coleta



Continue Lendo

Invasões bárbaras



Continue Lendo

Flamengo 1 x 1 Independiente



Continue Lendo