NOTINHAS PÓS-RODADA



Os jogos da rodada 21 do Campeonato Brasileiro:

* No encontro de pontuadores seriais em Belo Horizonte, o Cruzeiro (1 x 0 no Atlético Paranaense: Nilton – 30.339 pagantes no Mineirão) continuou imparável.

* Após o gol (muito) mal anulado de Ricardo Goulart, árbitro e assistente se encontraram, conversaram, conversaram, e, após mais de dois minutos, MANTIVERAM O ERRO. Tempo desperdiçado e jogo prejudicado. Ridículo.

* Nada contra o uniforme laranja do Fluminense, que estreou com sorte (2 x 1 na Portuguesa: Diogo, Rafael Sóbis e Wagner – 15.473 pagantes no Maracanã). Terceira camisa tem de ser diferente mesmo.

* Houve um pênalti para a Portuguesa no final do jogo, não marcado. Lance fácil.

* O São Paulo venceu (2 x 0 no Vasco: Rodrigo Caio e Antônio Carlos – 7.815 pagantes em São Januário) em duas bolas levantadas na área, numa partida em que usou esse tipo de jogada em frequência muito menor do que nas rodadas anteriores. Data-PVC informou.

* Falha clamorosa do goleiro Diogo Silva, no segundo gol.

* O Internacional (1 x 0 no Criciúma: Otávio – 13.982 presentes no Heriberto Hulse) encostou na área nobre da tabela, que é onde seu elenco deve mantê-lo.

* O Criciúma tem a mesma pontuação do Vasco, no momento o primeiro time que seria rebaixado.

* E após sete rodadas, a Ponte Preta somou (1 x 1 com o Flamengo: Artur e André Santos – 10.346 pagantes no Moisés Lucarelli) um ponto.

* O Flamengo tinha um jogador a menos quando conseguiu o empate.

* O Bahia alcançava um resultado precioso fora de casa, até…

* … Alex empatar para o Coritiba (2 x 2: Wallyson, Willian Barbio, Titi-contra e Alex – 11.693 pagantes no Couto Pereira), de puxeta, aos 46 do segundo tempo.

* É provável que, após mais uma atuação decepcionante e a derrota para o Goiás (2 x 1: Hugo, Alexandre Pato e Amaral – 21.354 pagantes no Pacaembu), o Corinthians tome a perigosa decisão de priorizar a Copa do Brasil.

* O gol do Corinthians não deveria ter sido concedido a Pato. Foi gol contra de Ramon.

* Que partida de Victor, na vitória do Atlético Mineiro (1 x 0 no Grêmio: Fernandinho – 33.304 pagantes na Arena do Grêmio) em Porto Alegre.

* Foram pelo menos cinco chances gremistas rejeitadas pelo ex-goleiro do clube.

* Ney Franco venceu (2 x 1 no Náutico: Hugo e Dinei-2 – 10.054 pagantes no Barradão) o primeiro jogo como técnico do Vitória.

* Dinei não fazia um gol havia mais de um mês.

* É verdadeiramente formidável a campanha do Botafogo (2 x 1 no Santos: Elias-2 e Cícero – 11.301 pagantes na Vila Belmiro).

* O próximo desafio é o Cruzeiro, no Mineirão.



  • Juliano

    Santos perdeu duas seguidas, por 2 a 1, contra times do Rio. Quarta-feira enfrenta o Grêmio, no Olímpico. Tabela ingrata!

    Mais ingrato ainda é ver seu time tomando 90% dos gols em bolas cruzadas… desde 2010…

    Santos tem 28 pts. São Paulo, 24. Está tudo embolado. Polarizado mesmo só Cruzeiro e Botafogo. E Náutico.

  • CastleRock09

    * O gol do Corinthians não deveria ter sido concedido a NINGUÉM, pois todo mundo estava IMPEDIDO antes da cobrança de falta do Douglas.

    AK: Errado. Se o impedimento fosse marcado, como deveria, não haveria gol a ser concedido. Mas não é sobre isso que estamos falando. Um abraço.

  • Teobaldo

    É certo que o jogo só para quando o árbitro apita, mas se um auxiliar levanta a bandeira, como aquela assistente fez, e depois a abaixa e dá prosseguimento à jogada, não soa como uma pegadinha? No tal lance, dois aspectos são claros: 1 – a posição legal do Ricardo Goulart e 2 – os zagueiros do Atlético Paranaense nunca alcançariam o atacante (como de fato não alcançaram até a conclusão do lance). Mas vale pensar na hipótese de o zagueiro ter a chance de se recuperar num lance daquele, mas parar no aceno do assistente (mesmo sem o apito). Esse não seria um dos casos em que o assistente deveria ter a primazia de parar um lance, assim como o árbitro? Agora, o que eu gostaria mesmo é de saber qual foi o diálogo. Seria algo do tipo “Juizão, eu obrei no lance; me inclua fora dessa enrascada”?

  • Antonio Carlos

    Caro André

    O Mano não consegue dar um padrão de jogo ao Flamengo porque o time é fraco ou porque o Mano é fraco? Ontem ele poderia retornar com André Santos ao meio de campo preferiu colocar o Diego que foi sacado pdla torcida no maracanã. Poderia ter tirado o Cadu que não tinha chutado uma bola em gol preferiu tirar Hernane. Será que esta situação do Flamengo é só culpa do time? Será que também não é treinador? Que na seleção olímpica mesmo, levou o Hulk como o jogador acima de 23 anos que daria o status de titular absoluto e o colocou no banco de reservas.

    AK: Creio que há mais defeitos no time. Um abraço.

    • Antonio Carlos

      Caro André

      Se começasse o campeonato hoje e pela história dos jogadores qual o meio de campo que você gostaria de ter no seu time: (NILTON, LUCAS SILVA, RICARDO GOULART e ÉVERTON RIBEIRO) ou ( CÁCERES, ELIAS, GABRIEL E CARLOS EDUARDO)?

  • Carlos Ferreira

    Prezado André,
    Sou botafoguense e acompanho também o time de base. Esses jogadores que estão aparecendo para o Brasil agora, como o Dória, Gabriel, Jadson , Vitinho, Cidinho, Otávio, Gegê, e outros que ainda estão por vir, como o Jefferson , o Sassá e o Daniel, já são bem conhecidos no clube. Quem acompanha já sabia há muito tempo que temos uma belíssima safra de jovens.
    A torcida criticou muito o Osvaldo no ano passado justamente por ele não saber renovar o time com esses atletas.
    Vejo os jornalistas afirmando toda hora que o Botafogo não tem elenco. Além desse jovens, todos bons de bola, o clube tem atletas experientes como Jefferson, Seedorf, Renato, Bolivar, Marcelo Mattos, Rafael Marques, Julio Cesar, todos com títulos nacionais e internacionais, contratamos ótimos jogadores jovens como o Lodeiro, Elias e o Hyuri.
    Não consigo entender essa história repetitiva de falta de elenco.
    Gostaria que citassem em qual posição exatamente julgam que o clube não tem bons jogadores. Falar que o clube não tem elenco é muito vago e me parece preconceituoso. Não estou dizendo que você age assim, não vi, só estou urtilizando o seu espaço para comentar o aasunto
    Na minha opinião falta muito conhecimento sobre os jogadores do Botafogo. Não vejo outros elencos muito melhores. Nome não ganha jogo.
    Saudações Alvinegras,

    AK: O que tenho visto são comentários sobre as várias perdas de jogadores, sem que o desempenho caia. Um abraço.

    • Um santista qualquer

      Carlos,
      O meio campo do Botafogo com Renato, Marcelo Mattos, Rafael Marques e Seedorf tem sido o diferencial e, nesse jogo contra o meu Santos, eles jogaram muita bola. Mesmo assim o Santos deu mostras de que tem time para buscar uma vaga no G4.
      Um abraço

  • Rafael Wüthrich

    Andre, o Botafogo venceu o Santos. Apenas um erro de digitação.

    AK: Obrigado.

MaisRecentes

No banco



Continue Lendo

É do Carille



Continue Lendo

Campeão de novo



Continue Lendo