CAMISA 12



(publicada ontem, no Lance!)

QUASE VOOU

Parece claro que o desempenho de Alexandre Pato no Corinthians está aquém do que deveria. Não ter se estabelecido como titular é um fato que fala por si. Teria sido uma surpresa, portanto, se Pato tomasse o caminho de volta para a Europa ao final do período de transferências. Pois quase aconteceu.

A história é um pouco diferente conforme a fonte. A diretoria do Corinthians confirma que o Tottenham sinalizou uma proposta pelo atacante, na semana passada. Nada oficial chegou até o fim da tarde de segunda-feira, mas, informado da possibilidade, Pato deixou claro que não queria sair.

Já uma pessoa bem informada sobre as conversas diz que o clube se interessou pela negociação, que significava um lucro de 5 milhões de euros em relação ao valor investido, mas deixou a decisão nas mãos do jogador. Pato quis ficar.

Há ainda outra informação circulando, de que o Corinthians respondeu a sondagem dos ingleses com um valor mais alto, o que se encaixa nos dois cenários anteriores. Explica a desistência do Tottenham e também serve para atender o desejo de Pato. Funciona desse jeito.

Em todos os casos, é seguro dizer que Alexandre teria boas chances de deixar o Corinthians se assim desejasse, e não seria rumo a um futebol periférico – e onde o dinheiro tem um valor diferente – como o leste europeu ou algum emirado. O Tottenham, gastando os milhões de euros do Real Madrid, considerou contratá-lo.

A conversa por aqui continua sendo se Pato justifica os 15 milhões de euros que o Corinthians pagou por ele. Questão que não pode ser respondida “durante o voo” (sem trocadilho), apenas quando ele for embora. Se a despedida tivesse acontecido no domingo passado, a resposta seria negativa.

A posição do Corinthians em relação a Pato, assim como o interesse do Tottenham e até a convocação para a Seleção Brasileira coincidem em um ponto: são apostas no que ele pode fazer, não exatamente no que tem feito.

QUESTIONÁRIO

Perguntas às excelências do STJD, que puniram Vasco e Corinthians com uma pena que o tribunal não está capacitado a aplicar: como se pretende garantir que só torcedores visitantes comprarão ingressos? O que acontecerá com os organizadores do jogo em Brasília, que acharam que “torcedores” rivais passariam o tempo todo abraçados, cantando melodias religiosas?

FURACÃO

A escalada do Atlético Paranaense chegou ao topo da tabela do Campeonato Brasileiro. Do décimo-oitavo lugar, antes do jogo contra a Portuguesa em 27 de julho, à vice-liderança cerca de quarenta dias depois. A campanha ainda tem um mérito educacional: mostra a importância de uma pré-temporada feita corretamente, por um time que ignorou seu campeonato estadual.



  • Emerson Cruz

    Já que o Pato não voou rumo a Londres, que então ele faça justificar todo o investimento feito nele, que partidas como a que ele fez contra o Flamengo se repitam com muito mais frequência enquanto ele estiver no Timão.
    Como acima Londres foi citada, tenho a impressão de que a punição com a perda de 4 mandos para Corinthians e Vasco no Brasileirão foi para inglês ver. Em breve eles conseguirão a diminuição da pena e tudo voltará a ser como sempre foi… o que neste caso é algo ruim, bem ruim.
    Será que se o Furacão for campeão brasileiro ele pode “contaminar” mais clubes no próximo ano a se prepararem melhor para os torneios relevantes da temporada e cada vez mais ignorar os, hoje, moribundos estaduais? Se tal fato ocorrer, poderá gerar consequências muito positivas para o futebol brasileiro em alguns anos.

    • Joao CWB

      O Atlético nem precisa ser campeão para que os demais clubes vejam as pré-temporadas com outros olhos. Basta ficar no G4.

      Um time que não chegou com pretensão nenhuma nesse campeonato, a não ser ficar o mais longe possível da ZR, figurar entre os 4 primeiros será algo maravilhoso.

      Aqui contestou-se muito essa pré-temporada pelo fato de não dar ritmo de jogos oficiais à equipe. Tanto que no começo o time sofreu e só agora que começou a “voar”. Mesmo assim não basta uma preparação bem feita se no elenco não tiver jogadores minimamente preparados para uma série A.

      Não podemos esquecer que esse time do Furacão é o mesmo desde o começo do ano, o que mudou foi a chegada do Wagner Mancini. Ano que vem acredito que a filosofia do clube será a mesma de colocar a piazada para jogar e quem sabe assim descobrir um ou outro talento, e enquanto isso a equipe principal fará a pré-temporada em ritmo intenso e sério.

      Como sonhar não custa nada, espero que levantemos pelo menos um caneco importante esse ano. Copa do Brasil já seria ótimo.

      Abraço

      • RENATO77

        O AT/PR tem a melhor administração do país, pelo menos é o que penso acompanhando de longe. A inovação no planejamento deste ano, independente do sucesso dentro de campo, foi uma mostra de que nem tudo TEM que continuar como sempre foi. Mudar é possível e as vezes pode dar otimos resultados, o mais legal é ver um clube de série A TENTANDO inovar.
        Abraço.

        • Lucius

          Que nada, é um tremendo cavalão paraguaio. É só começar contusões e cartões e o furacão vira brisa. É time mediano para pequeno. Ganha algo de 20 em 20 anos.

          • Thales

            Ja tem 20 anos, ta na hora então

  • Juliano

    Perfeito, AK.

    Apenas uma consideração a respeito do Furacão, reproduzindo o que ouvi em alguma edição do Bate-Bola: é clara a relação entre o Atletico-PR não ter jogado o estadual com sua posição na tabela no BR’13, porém não existe tanto planejamento assim. Explicaram dessa forma: O Atletico só não jogou o estadual com o time principal por divergências entre a diretoria do clube e a Federação Paranaense (onde, devido a estas divergencias, o clube achou por bem “boicotar” o campeonato utilizando o time debaixo). O que corrobora a falta de planejamento foi a troca de treinador após este período. Se houvesse esse planejamento fino, isso não teria acontecido.

    Mas é óbvio que as duas coisas, planejadas ou não, foram benéficas. Vagner Mancini tem seu mérito, bem como o estado físico dos atletas devido ao menor desgaste no início do ano.

    Abraço!

  • catraca

    “Questão que não pode ser respondida “durante o voo” (sem trocadilho), apenas quando ele for embora.” Perfeito. Na verdade, mesmo após ir embora o jogador pode continuar rendendo dividendos ao clube, o que torna esse tipo de análise ainda mais difícil. O que impressiona é que grande parte dos jornalistas continua avaliando custo x benefício de jogador ao fim de cada partida. A cada rodada tem alguém contrapondo o “preço” de Pato, Ganso e outros com o que fizeram nessa rodada. Parabéns pela análise fria, cada vez mais rara.

    Abraço.

    AK: Obrigado. Quero apenas esclarecer que meu ponto é que o balanço do custo/benefício (que só pode ser feito após o fim da relação) é uma questão essencialmente de desempenho. O aspecto dos dividendos é relativo, como o caso do Pato mostra. Se ele tivesse saído na segunda-feira, teria dado 5 milhões de euros de lucro. Mas sem ter jogado o que se esperava. Um abraço.

  • Zico

    Pato não vale o investimento. FATO Ele não quis ir pra Londre porque ia ser reserva, TAMBÉM diga-se de passagem, pro Soldado.FATO No tipo de jogo inglês ele talvez ia ser a 3 opção. A respeito do paranaense, é que foram feitas mudanças com o campeonato em andamento, então esse time não é o mesmo que não disputou o estadual. E digo mais, não termina entre os 4 !!

    • Teobaldo

      Você é um cara fático. De fato. Um abraço!

    • jorge

      zico… O Pato vai surpreender ainda neste campeonato brasileiro pelo simples motivo de lá fora os times sugarem o máximo do atleta sem a mesma atenção com departamento médico e fisioterapeuta que tem no Brasil. Em especial, corinthians e são paulo, são referencias neste aspecto.
      O pato vinha de seguidas lesões e sem rítmo de jogo, naum foi milagre e sim investimento sério o que o departamento médico fez com o pato, o corinthians sabe da competencia dos seus profissionais por isso apostou no pato.
      EU ACREDITO.. Pato vai ser ídolo ainda este ano e um dos principais jogadores do corinthians… se duvidar até titular na copa 2014. falei!

    • Junior

      Zico, você COMPROU os direitos federativos da VERDADE… foi?
      Tudo o que você “acha” se torna FATO?
      Simples assim… o Zico falou e “plim”… é FATO.
      “Felomenal”. rs.

  • Cleibsom Carlos

    O Pato padece do mesmo problema do Neymar: muita mídia para pouco futebol. Como são necessários ídolos para se “vender” a notícia, é preciso “celebrizar” qualquer mané. Pato não tem carisma, joga um futebolzinho mediano e mesmo assim está em todos os lugares como se fora de série fosse. Como as expectativas sobre ele são muito altas e sem justificativas, a decepção será certa…Mas uma coisa não podemos negar, o cara tem uma assessoria de marketing muito competente!

  • Fabricio

    Eh ridiculo dizer que eh nao eh possivel banir individuos de uma partida, ao inves de uma torcida inteira. Sendo que isso foi feito na Inglaterra varios anos atras! E do outro lado, acha viavel vender ingressos para torcedores de um time apenas!

    O pior de tudo eh que jogos com torcida visitante nao vai ajudar em nada na reducao da violencia, mesmo que fosse possivel garantir isso! Sendo que banir individuos dos jogos, aos poucos, traria muitos resultados, como se viu na Inglaterra. Resumindo, ridiculo.

  • Felipe Zunino

    Acho que, mesmo não tendo rendido tudo o que podia, o AP rendeu muito ao Corinthians em vários aspectos: Venda de camisas e marketing, inclusão (ou manutenção, como desejar) da marca Corinthians no cenário internacional, haja vista que foi uma contratação de um jogador de nível mundial de um grande internacional e por um valor padrão europeu. Com relação ao desempenho, acho que ele foi razoável, entrou mais do que começou jogando, e mesmo assim fez mais gols que o Guerrero nesse brasileiro. Acho que é o esquema do Tite que não privilegia jogadores de ataque. Se ele estivesse num esquema como o do Cruzeiro ou Botafogo, seria, de longe, o artilheiro brasileiro em toda a temporada.

  • O Primeiro a dar esse furo foi o Neto no Programa dele isso quer dizer que era vdd a Noticia.

  • O Pato fez bem em não querer sair. Até o fim do ano que vem ele terá dado retorno melhor que o investimento de 15,0 mi euros. O cara é diferenciado. Quem viver, verá.

  • Marcelão

    O TEIMOSO DO TITE,precisa entender 2 coisas: O Pato precisa de RITMO DE JOGO,precisa embalar,precisa ser TITULAR várias partidas seguidas,pra poder jogar seu melhor; e outra coisa é que PRECISA de caras que façam a bola chegar nele COM QUALIDADE…Tipo o Douglas precisa de caras com qualidade que se movimentam lá na frente,e quem estiver lá na frente,precisa do Douglas (ou outro) que FAÇA A BOLA CHEGAR COM QUALIDADE…
    Não Adianta ter o Messi lá na frente se a bola não chega,ou chega quadrada…
    eis minhas opiniões

  • Bruno

    Interessante que seu comentário a respeito dos estaduais abre uma brecha interessante: seriam eles agora uma oportunidade de, além de testar os “times B”, mostrar os garotos ao grande público? Embora deva admitir que sou um “torcedor de sofá” – aliás, há muito nem torcedor sou – me parece que seria uma ótima oportunidade de mostrar o trabalho com a “garotada” que os nossos clubes fazem ou, pelo menos, deveriam fazer.

    []s

  • Paulo

    Continuo afirmando que a cornetagem em cima do Pato é um exagero e uma injustiça. Ele é o artilheiro e jogou menos do que os outros, precisa mais argumento do que isso?

  • fernando

    com o tite de tecnico se bobear até o Messi seria reserva,, atacante no time do tite tem que jogar igual volante, dar carrinho na area de defesa…

    é inadmissivel um elenco milionario e cheio de estrelas ter um dos piores ataques da competição…. Tite, Mano, Felipão a tal escola gaucha esta simplesmente acabando com toda criatividade do futebol brasileiro… enquanto continuarmos idolatrando esse futebol feio que as “vezes” da resultado, cada vez mais a identidade do futebol brasileiro sera jogada no lixo.

  • Anna

    Para mim, Alexandre Pato está bem no Corinthians! Bom final de semana, Anna

  • Felix Assunpção

    começo pelo fim: O Atlético Paranaense, pode ser sim um dos quatro da lista de vagas para a Libertadores. Dado o nível baixíssimo dos competidores, ele não é nenhuma aberração, sobre o futebol que se joga hoje aqui no país.
    O 2º item diz respeito aos punidos por forças de suas T.O. “Quem financia bandido, tem mais que ser punido. (, deu até rima), já que punidos, não são os bandidos” (puxa mais uma rima, !) Vou começar pensar nisso! Poeeeeeeeta!
    E por último, o pato na minha visão, é um jogador de condomínio do tipo alphaville. Muito gestual metrossexual, muito perfume na entrada em cancha, camiseta apertadinha no corpo, enfim, mais parece um protagonista de desfile de novas coleções do time para a temporada X. Futebol dele é compatível com essas características. Não estou aqui fazendo um discurso homofóbico, pois, em nenhum momento disse que ele é homossexual. Talvez o meu discurso seja metrofóbico. Eu não sei o que pensa esse menino em relação ao Corinthians, mas eu acho que mais adiante não muito adiante, ele pode se arrepender por não ter aceito uma proposta para jogar numa cidade que tem melhores olhares pra essas características de metrossexual, e futebolistas fashion.

  • Thales

    O texto “Nunca houve um arremessador como Oscar” é seu? ficou sensacional

    AK: Sim. Obrigado.

MaisRecentes

Vá estudar



Continue Lendo

Dilema



Continue Lendo

No banco



Continue Lendo