NOTINHAS PÓS-RODADA



Walter abriu a rodada 18 do BR-13 com os dois gols – o segundo, belíssimo – da vitória do Goiás (2 x 0: 7.898 pagantes no Serra Dourada) sobre o Grêmio, na terça.

O que aconteceu ontem:

* Onze rodadas de invencibilidade para o Atlético Paranaense (2 x 1 no Santos: Marcelo, Marco Antonio e Emerson – 12.595 pagantes no Durival de Britto), vice-líder do campeonato. Espetacular.

* Estranho: Paulo Baier e Ederson não marcaram.

* Hernane, o brocador, levou o Flamengo à vitória (2 x 1 no Vitória: Hernane-2 e Juan – 10.302 pagantes no Maracanã) após quatro rodadas.

* Nesses quatro jogos, o Flamengo só havia marcado um gol.

* Segunda vitória seguida da Portuguesa (2 x 1 na Ponte Preta: Gilberto-2 e Adrianinho – 1.419 pagantes no Canindé), novamente com gols de Gilberto.

* A Ponte Preta completou cinco jogos sem vencer.

* O Fluminense esteve perto de ganhar um jogo significativo (2 x 2 com o Atlético Mineiro: Wagner, Ronaldinho-2 e Rhayner – 6.529 pagantes no Independência) na casa do campeão da América.

* Dois lindos gols de falta de Ronaldinho.

* A vitória do Internacional (1 x 0: D’Alessandro – 7.365 pagantes no Estádio do Vale) quebrou sequências dos dois lados.

* Eram seis empates seguidos do Inter. E dez rodadas de invencibilidade do Corinthians.

* Palmas para o Cruzeiro (3 x 1 no Bahia: Borges, Éverton Ribeiro, Fahel e Julio Baptista – 9.120 pagantes na Fonte Nova), campeão do primeiro turno.

* E palmas para Éverton Ribeiro, por aumentar sua coleção de gols plásticos neste campeonato nesta temporada.

ATUALIZAÇÃO, sexta-feira 06/9, 11h25 – Completando…

* O encontro entre Seedorf e Alex foi melhor para o botafoguense (3 x 1: Rafael Marques, Hiury-2 e Alex – 6.676 pagantes no Maracanã), e nos apresentou outro nome.

* Senhoras e senhores, Hiury. Que gol ele marcou.

* A sexta derrota seguida do Náutico (Vasco 3 x 0: Willie e Marlone-2 – 8.153 presentes na Arena Pernambuco) devolveu o técnico Jorginho ao mercado.

* O Vasco subiu quatro degraus na tabela. É o décimo.

* Terceira vitória seguida do Criciúma (2 x 1 no São Paulo: Marcel, Lins e Aloísio – 33.738 pagantes no Morumbi), duas fora de casa.

* Rogério Ceni perdeu os últimos três pênaltis cobrados.



MaisRecentes

Porte



Continue Lendo

Segunda vez



Continue Lendo

Paralelos



Continue Lendo