NO LANCE! DE HOJE



(minha coluna no Lance! deste sábado, publicada aqui a pedido dos editores do jornal)

RIVAIS NO NINHO

Você é capaz de imaginar Corinthians e São Paulo disputando um título na China? Há quem esteja tomando providências para que aconteça. A ideia, sigilosa até este momento, já foi levada aos dois clubes e está nas mãos da Conmebol para uma decisão definitiva.

A iniciativa é do mesmo grupo que levou a Supercoppa da Itália, jogo de pré-temporada entre os campeões da Série A italiana e da Coppa Itália, a ser realizada no estádio olímpico de Pequim em três dos últimos quatro anos. O plano é fazer o mesmo com a Recopa Sul-Americana, que reúne os campeões da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana. Se todos os detalhes forem acertados, os rivais paulistas podem se enfrentar no Ninho de Pássaro, no segundo semestre.

Mas há problemas no caminho, e não são simples. Desde 1995, a Recopa Sul-Americana é disputada em dois jogos, com vantagem de mando para o campeão da Libertadores. O planejamento de marketing da competição é feito com base numa decisão em mão dupla, com os evidentes desdobramentos de direitos de televisão e exposição de patrocinadores. A conversão do sistema para um jogo único, condição para que o evento aconteça no palco que simbolizou os Jogos Olímpicos de 2008, é o quebra cabeça que a Confederação Sul-Americana de Futebol tenta montar.

Os clubes não falam no assunto, por orientação da Conmebol. Mas uma fonte ligada ao Corinthians tem conhecimento das negociações e aponta uma dificuldade: ao contrário da Supercoppa Italiana, jogo de abertura de temporada e de menor significado esportivo, a Recopa Sul-Americana deve ser tratada com máxima importância por Corinthians e São Paulo. “Você não troca um mando de jogo em sua casa, numa disputa de título com um rival, por dinheiro e exposição internacional”, disse a fonte, consultada em condição de anonimato por não participar das conversas.

A coluna apurou, no entanto, que os envolvidos gostaram da proposta e aguardam o desfecho decidido pela Conmebol. Ao que parece, os retornos financeiros e de mídia provenientes de uma rápida excursão à China no segundo semestre, ainda que durante a disputa do Campeonato Brasileiro, agradam as diretorias dos clubes paulistanos.

A Supercoppa Italiana é um evento acostumado a viajar. Já aconteceu duas vezes nos Estados Unidos e uma em Trípoli, na Líbia. Em 2009, 2011 e 2012, levou mais de 60 mil pessoas ao Estádio Nacional de Pequim. O maior público foi o do jogo de dois anos atrás, entre Milan e Internazionale, com 80 mil presentes.

Em sua história mutante, a Recopa Sul-Americana também se internacionalizou. De 1989 a 98, período em que reuniu o campeão da Libertadores e da Supercopa da Libertadores (torneio entre os campeões continentais), esteve em Miami e no Japão. São Paulo e Botafogo – este como convidado por ter sido campeão da Copa Conmebol, pois o São Paulo venceu a Libertadores e a Supercopa no ano anterior – jogaram em Kobe, em 1994, última vez que dois clubes brasileiros decidiram o título.

Dezenove anos depois, o destino pode ser a China.



  • Leonardo Bianco

    Seria fantástico! Um enorme passo para a evolução do futebol brasileiro e sul americano!

  • Emerson Cruz

    A ideia é interessante, porém conhecendo a Conmebol e os cartolas que temos, acredito que a ideia não irá adiante, ou se for, algo de errado a cartolagem irá fazer, como não conseguir divulgar bem a partida e consequentemente jogo ser disputado com baixo público. Ou algo pior, alguém levar mais dinheiro do que deveria, se é que me faço entender.
    É possível ainda que ambas as equipes por terem que atravessar o mundo em pleno Brasileirão, sejam direta, ou indiretamente prejudicadas no torneio que realmente é importante. Entraves estes que seriam evitados se a Recopa fosse um torneio de início de temporada e se o calendário daqui se adequasse ao do resto do primeiro mundo futebolístico. Mas neste caso precisaríamos de ter outro tipo de gente comandando o futebol no país e na América do Sul.

    • Alexandre Carvalho

      Seu comentário …esta coberto de razão se for algo bem bagunçado ….eles irão aceitar….
      o que acho engraçado é que todo mundo sabe da zona que é a Conmebol…. digigentes, jornalistas,televisões,más a zona sempre continua …Só eles acham que estão certos ….como a CBF também acha que está certa>>>>>>

    • wagner

      A conmebol desde já , Está eufórica com esta conversa , Uma oportunidade a mais pra ela arrancar dinheiro dos clubes , E lavar as mãos com qualquer responsabilidade sobre o torneio .

      • Tarcísio

        Cara você disse tudo he he he he… Ela mataria trezentos coelhos com uma só caixadada kkkkkkkk

  • Epaminondas

    Ótima idéia. Mas não na China, o jogo deveria ser na Europa.

    • wagner

      O fato da escolha da China pra sediar o torneio , Implica diretamente na chance de obter-se máxima lotação possível , Penso eu …

    • Na verdade, a necessidade é de sediar em locais onde lotaria de público. Na Europa o jogo seria tratado com desdém, pois não envolveria nenhum clube europeu.

    • Geraldo Alaécio Galo

      Na Europa ninguem vai se interessar por um jogo de times sul americanos, no caso dois tupiniquins.
      Na China, talvez eles possdam se interessar, mais por curiosidade do que qualquer outra coisa.

      • Mengo Tengo

        Tem muito corinthiano na Europa e hoje em dia os europeus teriam curiosidade em ver o campeão mundial jogar. Sem contar que para a Europa haveria outra invasão corinthiana.

        • XIzou

          Se a Tal invasão aconteceu no Japão porque não aconteceria na China que é ao lado?

  • Eu acho uma boa para os dois times , se aconteçer vou ficar satisfeito , sou corintiano

    • Fabio Hass

      João, você nem precisava ser dar ao trabalho de se identificar como corinthiano, depois de você escrever acontecer com Ç, isso já havia ficado evidente

      • JOSE LEONARDO

        Kkkkkk, rachei o bico aqui…

  • vou achar muito legal sou timão e acho que esta divulgação é muito boa para todos

  • leandro aparecido da silva

    sou corintiano vai ser muito bom para os times europeus ver que nobrasil também te m grades times com são paulo palmeiras santos a liga dos campeões ia ser facil para qualquer um desses times europeus respeitem o futebool brasileiro os melhores do mundo estão aqui

    • Tom

      Seria ótimo se a China fosse na Europa, mas o jogo vai ser na Asia. :/

  • paulo

    Alguém leva esse jogo a sério mesmo? Tirando a rivalidade, é um jogo puramente comercial e que não leva a nada. Tem uma taça em jogo, mas não atrai a atenção de ninguém. Ano passado o Santos ganhou esta taça e ninguém sequer sabia que o jogo estava acontecendo. Aliás, até a Libertadores está esculhambada, toda hora é briga, morte, juiz picareta… O campeonato brasileiro é muito mais organizado e difícil, mas esses torneios sulamericanos tem status de título “internacional”, o que não é nenhuma vantagem se observarmos o nível dos times, estádios, altitude, grama sintética…. Várzea com grife.

    • RENATO77

      Perfeito Paulo.
      Essa recopa, em particular, só chamará atenção por ser um clássico regional.

      Mesmo com todo esse contexto, acho que a ideia do jogo único na China pode ser muito boa, se bem aproveitada. Se tratando de SPFC e SCCP, dois clubes que tem bom trato com o marketing, acho que a ideia é ótima.
      Abraço.

  • luan

    Será uma nova invasão corinthiana, só que agora na China; ainda mais com Zizao no time.

    • RENATO77

      O fato de o Corinthians JÁ ter uma ação de marketing iniciada e EM CURSO, que é a presença de Zizao no elenco, pode dar a impressão ao SPFC e aos sampaulinos de que essa iniciativa tem o SCCP como principal ator e que o tricolor entraria como coadjuvante.
      Isso, se mal “digerido”, se encarado pelos tricolores como algo depreciativo à instituição e gerar algum melindre, daí, ser um complicador e melar o negócio.
      Abraço.

      • Dyl Blanco

        Se essa atitude de melindre tricolor realmente se concretizar, então será a hora de fechar a tampa do caixão. Não enxergar o mercado asiático como promissor é algo inimaginável até para o mais obtuso dos cartolas brasileiros.

      • Jose

        Cara isso é obvio e com certeza todos veem isso como algo mais benéfico para o Corinthians…

        O que vai causar melindre com certeza é a grana, pois ninguém é bobo, porque o SPFC sairia do Brasil para ganhar menos que o Corinthians ?…

        • RENATO77

          Dinheiro “direto” deve ser igual às duas instituições obviamente.
          Já os ganhos indiretos, que possivelmente só se perceba tempos depois…quantos frutos poderão ser colhidos, não se pode prever.
          De qualquer forma, pode parecer, à primeira vista, que o negócio seja mais vantajoso para o Corinthians do que para o São Paulo, pelo fator Zizao principalmente….isso pode gerar um certo mal estar e inviabilizar o projeto.
          Não será nem a primeira nem a última vez que isso aconteceria…
          Abraço.

        • SEMPRETRICOLOR

          O colintia até dia desses só ganhava paulista, agora com zizao virou mundial…mas ainda tem que correr atrás do sobelano

          • Flavio

            Tenten levar uns 300 torcedores fora do brasil e depois a gente conversa!!

  • cristian

    ha meu amigo se tratando de São Paulo x Corinthians não tem amistoso, ainda mais
    com essa exposição internacional seria um jogo fantástico, e independente do resultado
    seria muito mais atrativo não só para os dois clubes como para o futebol Brasileiro.
    sou tricolor e sou a favor!

    • Flavio

      Respeita a ordem de grandeza. O jogo é do campeão da libertadores invicto contra o meio camão da péssima sulamericana. Portanto tem que ser dito corretamente. E o correto é CORINTHIANSXsao paulinho

  • Sou corinthiano, e sou a favor de levar jogo pra outro continente. Dará mais visibilidade para o futebol brasileiro. Os dois times só tem a ganhar com isto.

  • Eloi

    Se isso acontecer só prova mais uma vez que o futebol paulista é o melhor do país e que SPFC e SCCP são os maiores hoje em dia aqui no Brasil.
    Ninguem dava importância pra esse torneio agora que os 2 maiores estão se enfrentando vão dar mais valor.
    Sou são paulino e aprovo isso.

    • Ricardo

      É isso aí Eloi, sou corinthiano e seria muito bom para ambos, o Corinthians tem o Zizao que ajudaria a levar mais gente no estádio, já li algum tempo atrás que o São Paulo tem interesse no mercado chinês também. Então seria bom para todos os envolvidos.

      E mais concordo sobre a importância que você disse. Seria um grande jogo, o São Paulo tá meio em baixa por causa do JJ vitalício (isso nunca é bom para nenhum clube), mas a rivalidade iguala as diferenças que tem hoje entre os times.

  • rogerio

    17/04/2013 15h52 – Atualizado em 17/04/2013 19h20
    Timão é único não europeu em lista dos 20 mais valiosos da Forbes
    Revista divulga ranking e exalta crescimento do Corinthians no contexto mundial. Força da torcida é citada como fator fundamental
    Por GLOBOESPORTE.COM
    São Paulo

    2707 comentários
    A revista Forbes divulgou um ranking dos 20 clubes mais valiosos do mundo. O único time não europeu a aparecer na lista é o Corinthians. Atual campeão mundial, o Timão apareceu na 16ª posição, com renda avaliada no valor de R$ 358 milhões. A matéria da publicação norte-americana exalta o título conquistado em dezembro do ano passado, no Japão, sobre o Chelsea, sétimo colocado da lista. O líder, no momento, é o Real Madrid, com R$ 650 milhões de rendimento.
    O Corinthians é citado como o atual campeão da Taça Libertadores da América, “uma espécie de versão latino-americana da Liga dos Campeões da Europa”, como define a Forbes. A revista lembra que o clube ainda não tem estádio próprio, mas que está construindo um financiado por dinheiro particular e público, com 48 mil lugares fixos e 20 mil removíveis – estes, especificamente para serem utilizados na Copa do Mundo.

    Torcida é citada como uma das maiores forças do Corinthians (Foto: Luiz Guarnieri / Ag. Estado)
    Além dos títulos conquistados, o Timão também é lembrado por sua crescente internacionalização no mundo do futebol. A passagem de Ronaldo, a contratação do chinês Chen Zizao e a construção de escolinhas de futebol em todo o planeta (uma delas, na Califórnia, com menção honrosa) são alguns dos fatos considerados responsáveis pelo crescimento do marketing alvinegro.Curiosamente, a Forbes entrevistou o presidente do Fluminense, Peter Siemsen, para falar sobre a força do Corinthians em território nacional e internacional. O mandatário tricolor afirmou que a principal força do clube paulista é sua torcida – logo no início da matéria, a revista lembra a “invasão” dos alvinegros ao Japão durante o Mundial de Clubes. Cerca de 30 mil torcedores se deslocaram ao Oriente para acompanhar a conquista histórica.
    – Quando o Corinthians joga em casa, o time conta com 12 jogadores. Nós podemos perder ou ganhar, isso não importa. Até que a partida acabe, os loucos não param de nos empurrar – disse um ex-jogador do Corinthians, não identificado pela revista. De acordo com a publicação, o atleta está atualmente em outro dos principais clubes do Brasil.

    Posição Clube Posição Clube
    1° Real Madrid 11° Tottenham
    2° Man. United 12° Schalke 04
    3° Barcelona 13° Borussia Dormund
    4° Arsenal 14° Inter de Milão
    5° Bayern de Munique 15° Lyon
    6° Milan 16° Corinthians
    7° Chelsea 17° Napoli
    8° Juventus 18° Hamburgo
    9° Manchester City 19° Olympique Marselha
    10° Liverpool 20° Newcastle

    publicidade

    • Cara, se você não sabe, essa lista da forbes já foi contestada, porque, além de não levar em conta as dívidas do time, inclui na conta ações de marketing, tv corinthians, entre outros, que eles estabeleceram valores arbitrários, sendo que não retrata a realidade. Lógico que é interessante ter o time entre os 20 mais valiosos do mundo, mas desde que seja uma conta real e que represente a saúde financeira do clube, o que não acontece nesta lista.

      • Rohbão

        Nessa sua lógica nem Barcelona, city, real, etc estariam na tal lista!

  • DINHO TRI MUNDIAL

    Humildemente, eu acho que deveria ser disputada as duas partidas no maior estádio particular do universo. A Sacrossanta casa Morum-Tri.

  • Anderson L B

    Com certeza seria uma ótima opção num pais de maior população do mundo, ai sim o pais tdo ira para pra ver o time de ZIZAO heheheh vai corinthias, vai zizao……

    • SEMPRETRICOLOR

      zizao melhor que Messi e Pele juntos

  • Marco Ribeiro

    A Conmebol marca as partidas: uma no Morumbi e outra no Pacaembu. Aí o São Paulo entra com recurso de que foi prejudicado por que a entidade marcou dois jogos com mando do Timão.
    SPFC = Salão Para Festa Corinthiana.

  • tko

    com certeza deveria fazer o jogo fora do Brasil vamos ganhar aqui ou na China,eles são frequeses nosso em qualquer lugar vai timão nunca pare de lutar rumo ao bi da libertadoes e mundial uma abraço para a naçao corinthiana

  • Gabriel Luca

    Aprovo, traria exposição internacional da marca dos dois clubes! Uma boa chance para se explorar o marketing

  • Dermivaldo

    O ministério público está tentando impedir que a Caixa seja o banco repassador do emprésimo de 400 milhões do BNDES ao Corinthians, sendo que o clube irá pagar 350 milhões de juros, o governo não está dando nenhum centavo para o clube.

    Mas aí eu pergunto:
    – O ministério público vai fazer o que sobre o fato do governo perdoar 2,5 bilhões em dívidas dos clubes? Esse dinheiro é do povo, se os clubes não pagarem é o povo que vai pagar.

    E o advogado gaúcho invejo vai fazer o que em relação ao governo perdoar 2,5 bilhões em dívidas fiscais dos clubes? Se os clubes não pagarem, é o povo que vai pagar.
    Pergunto à esse advogado de merda:
    – 2,5 bilhões (dinheiro público) não é mais importante dos que os 30 milhões que o Corinthians recebe da Caixa pelo patrocínio?

    • Junior

      Há notícias que a Caixa dve anunciar em breve um contrato com o Flamengo aind maior do que o fechado com o Corinthians. Veremos o que vai acontecer

      • Mengo Tengo

        Para o Flamengo ninguém fala nada. Não bastasse os 25 de patrocinio estatal com a Petrobrás (13 milhões por ano).
        Sem contar os 400 milhões em dividas de impsotos não pagos que o governo irá perdoar do Flamengo, que na realdiade é dinheiro público. Com o governo perdoando é o povo quem estará pagando.

        • Raphael

          Muita desinformação amigo. A primeira empresa a patrocinar um clube no país foi a Petrobras. Estamos falando de revolução no futebol brasileiro! Na época, a intenção era melhorar a imagem da estatal, que acumulava críticas por ser deficitária e por servir de cabide de empregos. E na década de 1980, nada melhor que aliar a marca ao Flamengo. E DEU CERTO! Só que os valores eram bem distantes dos praticados atualmente e bem abaixo desses R$ 13 milhões. E é importante lembrar também que o FLA sempre incentivou os esportes olímpicos, algo impensável em muitos times do país… resumindo, o rubro-negro durante muito tempo fez o papel que deveria ser do governo.

          Sobre os impostos, isso não é certo. Os dirigentes do FLA estão negociando uma maneira de amenizar essas dívidas com a União, seja incentivando atletas olímpicos ou buscando eliminar os tributos considerados abusivos para os clubes. Não tem essa de perdoar… e é bem diferentes da situação dos times que estão construindo estádios com incentivos federais.

          • Junior

            Algumas considerações (considerando os dados do seu comentário):

            – “E na década de 1980, nada melhor que aliar a marca ao Flamengo. E DEU CERTO!”

            Maravilha, só mostra que é legítimo, já que deu certo no passado, a ação se mostra competitiva e eficiente.

            – “E é importante lembrar também que o FLA sempre incentivou os esportes olímpicos, algo impensável em muitos times do país… resumindo, o rubro-negro durante muito tempo fez o papel que deveria ser do governo.”

            Correção, o rubro-negro fez sim o seu papel como um clube de atividades diversificadas, papel que NÃO deveria ser do governo.

            -“Sobre os impostos, isso não é certo. Os dirigentes do FLA estão negociando uma maneira de amenizar essas dívidas com a União, seja incentivando atletas olímpicos ou buscando eliminar os tributos considerados abusivos para os clubes. Não tem essa de perdoar… e é bem diferentes da situação dos times que estão construindo estádios com incentivos federais.”

            Sim, é diferente. A lei de incentivo fiscal na região de Itaquera não foi criada para o Corinthians, se o Flamengo quiser construir algo por lá, poderá se valer de tais benefícios.
            O Flamengo está querendo se livrar de uma dívida que ele já contraiu, mas não tem como pagar. O governo pode sim negociar essas dívidas em prol de obras sociais e desenvolvimento esportivo oferecidos pelo clube – entendo que é uma alternativa válida, já que não terá como receber monetariamente o valor que o clube deve.
            A diferença é a seguinte:
            O Corinthians está construindo seu estádio naquela região e nesse momento, justamente para aproveitar a legislação local já existente e a COPA que o Brasil se candidatou para sediar.
            O Flamengo contraiu uma dívida que não pode pagar e está buscando uma maneira alternativa de compensar o estado, ainda que não sej uma compensação integral.

  • Rogerio

    Bom para o São PAUlo , que os chineses tem olhos pequeninhos e puxadinhos e não vão enxergar direito outro 5×0 kkkkkkkkkkkkkk

  • Anna

    Acho que seria uma boa o título da Recopa Sulamericana ser disputado no Ninho de Pássaro. Eu particularmente gosto muito deste estádio por causa da Olimpíada de Pequim, em 2008. Pena que tenha virado um elefante branco. Bom final de semana, Anna

  • Ronaldo Delgado

    Não concordaria de jeito nenhum…….o jogo tem que ser aqui com o segundo jogo no Pacaembu

  • André Ferreira

    à priore, parece um jogo que beneficiará muito mais o Corinthians que o São Paulo, já que eles já implementaram certo marketing com a contratação do Zizao. Já que há essa idéia, por que não fazer o segundo jogo em outra capital do Brasil? Imagina um Castelão(em Fortaleza) com 60 mil? Com certeza eu iria torcer pelo São Paulo, mesmo morando no interior do Ceará. Tenho absoluta certeza que lotaria tanto pelos corintianos como pelos são paulinos. Imagina um Maracanã com esse jogo? Já que no brasileiro terão jogos de clubes fora dos mandos convencionais, penso que isso pode ser pensado. Abraço.

    • Junior

      Tudo que envolve o calendário brasileiro é bastante complicado. Contudo achei interessante sua proposta, mas não para a Recopa. Poderia haver alguns jogos com sistema de disputa em uma única partida, justamente nos estádios com maior temor de virar “elefantes brancos”. Tais jogos poderiam ocorrer com o enfrentamento de campeões estaduais (Rio x São Paulo; Sul x Minas(?)…). Resta saber se eventos como esses realmente vão interessar o público local.

  • Clayton

    Gostei da ideia. E o São Paulo parte para a sua 13º conquista internacional oficial, atrás apenas de Boca e Independiente na América do Sul.

  • wagner

    seria uma boa,se também o trio de arbitragem for estrangeiro,ai com certeza o tricolor leva essa fácil.

  • Gilson Kiraly

    Galera, na qualidade de flamenguista militante da causa rubro-negra, informo que há vários dias venho sendo contactado por flamenguistas de todo o Brasil, principalmente, de Minas Gerais, Santa Catarina, São Paulo, Paraná, Bahia, Paraiba, Tocantins e Goias, e até do exterior, todos desconfiados, como eu tô há tempos, dessa famigerada e sem credibilidade Pluri consultoria, pois claramente suas “pesquisas“ e “levantamentos“ cheiram a fraude grotesca em contrário a verdade absoluta do Brasil verdadeiro.

    Só como exemplo cito q essa tal pluri, vergonhosamente, chegou a “prever“ q em 2028, ou seja, daqui 15 anos, a torcida do Corinthians paulista empataria com a do Flamengo, reconhecidamente, time de maior de maior torcida do Brasil e do mundo.

    E, diante das mentiras da pluri do Marcondes Infeliz Brito, resolvemos, com supedâneo nos arts. 867 a 873 do Código de Processo Civil, ajuizar uma ação de INTERPELAÇÃO JUDICIAL contra tal “consultoria“, para q ela esclareça, pormenorizadamente, como fora sao feitas suas pesquisas, em quais cidades de quais regiôes brasileira: quem encomenda e, claro, principalmente, quem paga por elas.

    TAL MEDIDA JUDICIAL SERÁ O PRIMEIRO PASSO EM BUSCA DA VERDADE REAL DESSAS PESQUISAS MENTIROSAS.

    A QUEM SERVE ESSA PLURI CONSULTORIA?

    AGUARDEM!

    • Croco

      Essa eu quero ver …… putzzzzz demorô pra fazerem isso ….. aí a FARSA que a globo inventou até os dias de hoje, para a mentira que se chama flamengo … maior torcida do Brasil como … num estado minúsculo com uma população muito inferior …. a VERDADE vai aparecer …. mais aí eu quero ver mostrar o resultado mesmo. Porquê ao que me parece é que a Pluri está fazendo isso para aos poucos revelar a FARSA imposta até hoje … e outro qualquer idiota sabe que a FIEL TORCIDA CORINTHIANA é muito mais muito mais muito maior que a torcidinha de maracanã.

      Mano vai a luta…. mais depois mostre o resultado ….. eu gostaria até que o IBGE incluisse o clube ao qual as pessoas torcem em suas pesquisas … aí sim … essa mentiraiada toda iria vir abaixo.

      É impossível o flamengo ter mais torcida que o CORINTHIANS e não precisa ser muito inteligente pra ver isso …. esse negócio de falar que o Nordestino e o Nortista é flamenguista é mentira.

      Vejam quem tem mais seguidores no Facebook na Internet em geral número de socios torcedores pay per view bilheteria em estádio … façam uma comparação e verão o que muitos já sabem.

      Pra finalizar …. comparem só a arrecadação com bilheteria de Janeiro pra cá … pegando só jogos do campeonato estadual …. se for comparar outros campeonatos a diferença ficará muito desigual. Façam isso por favor.

  • Leo

    Seria legal se fosse um na China e outro em outro país como USA, ou Emirados Árabes, ou até mesmo na Europa.

  • Alexandre

    O Campeonato Brasileiro passa na China?
    Se não, a iniciativa seria inócua, na minha opinião.

MaisRecentes

Dilema



Continue Lendo

No banco



Continue Lendo

É do Carille



Continue Lendo