CAMISA 12



(publicada ontem, no Lance!. E aqui, hoje, por formalidade. O julgamento finalmente foi realizado e definiu a punição ao Corinthians: um jogo com portões fechados em casa, já cumprido, 18 meses sem torcida em jogos como visitante e multa de US$ 200 mil.)

REAGENDAMENTO

Um pequeno problema de comunicação. E o julgamento do recurso do Corinthians ao Comitê Disciplinar da Conmebol foi adiado, sem que o próprio presidente do tribunal soubesse.

Caio Cesar Vieira, que também é vice-presidente do STJD, havia confirmado – em entrevista à rádio Bradesco Esportes FM – que o julgamento aconteceria ontem. Quem conseguiu falar com ele por volta das 18h, duas horas depois do horário marcado para o início da sessão, foi informado de que o advogado cearense aguardava o resultado das deliberações. Vieira não pode julgar a questão envolvendo o Corinthians, por ser brasileiro, mas garantiu que seria o primeiro a saber o que a Conmebol decidiu sobre a punição ao clube pelos eventos que causaram a morte de Kevin Espada.

Um pouco antes das 19h, quando os diretores do Corinthians, em Tijuana, e os advogados do clube, em São Paulo, esperavam por um comunicado a qualquer momento, a Conmebol se pronunciou. Só não foi a mensagem que se imaginava. Nestor Benitez, diretor de comunicação da entidade, disse à rádio Espn que não houve e nem haveria julgamento nesta quarta-feira. Um dos auditores não poderia participar da teleconferência agendada, o que provocou o adiamento. Por detalhe, o presidente do Comitê Disciplinar não foi avisado. Um lapso.

O mais novo tribunal da Conmebol foi criado em 20 de dezembro de 2012, durante a reunião em Assunção que culminou com o sorteio dos grupos da Copa Libertadores 2013. Seu primeiro caso foi a final que não terminou, São Paulo x Tigre. A tragédia de Oruro e os tumultos no jogo entre Peñarol e Vélez Sarsfield aumentaram a carga de trabalho dos auditores. Além de Vieira, há um membro uruguaio, um chileno, um colombiano e um boliviano. Alguém não pôde atender o telefone ontem.

Julgamento por teleconferência faz todo o sentido, mas não combina muito com uma entidade que mantém um site paleozóico e cuja última postagem no twitter – utilizado como ferramenta principal de informação – se deu em 22 de fevereiro.

PRESENTÃO

Interessante declaração de José Maria Marin a respeito de Romário. O presidente da CBF disse que o deputado federal não terá futuro na carreira política. Curiosa previsão, especialmente vindo de um político profissional que jamais ganhou uma eleição em sua vida inteira. Romário foi escolhido pelos votos dos eleitores do Rio de Janeiro, mais de 145 mil deles. Marin, biônico, viveu de indicações. Até na CBF o cargo foi um presente.

PUNIÇÃO

Tudo o que o Palmeiras deveria evitar era a obrigação de vencer os dois próximos jogos da Libertadores, ambos em casa. Por essa ótica, um empate ontem na Argentina não seria ruim. Mas a partida contra o Tigre apresentou-se tranquila e “ganhável”, sensação representada pela jogada de gol iminente que Kléber desperdiçou já nos últimos minutos. O gol da vitória do Tigre soou como punição à negligência, como o futebol faz às vezes.



  • Emerson Cruz

    A “punição” ao Corinthians foi bem conveniente para a Conmebol, sem mais.
    E para quem ainda não leu vale a pena dar uma olhada neste post: http://trivela.uol.com.br/blog/ubiratanices/conmebol-perderia-cerca-de-r-400-mil-com-pacaembu-fechado/

  • Vaz

    Quanto ao comportamento da gaviões e camisa 12 , nada. Depois falam da To’s e querem responsabilizar os clubes. Estes caras vão sair ilesos mais uma vez? Ontem foi a vez da torcida da Mancha dar “show” mais uma vez espancando jogadores e depredando o que já deve ser a enéssima vez. Também não vai acontecer nada apesar da “revolta” do presidente da SEP. Muito bla bla bla, indignação mas os verdeiros responsáveis continuam por ai com a desculpa que não podem fazer nada. Basta a CBF proibir (medida drástica) a entrada de torcedores com camisetas alusivas a associações e entidades que não seja as oficiais dos clubes, banir faixas e bandeiras assim como instrumentos musicais. Quanto a policia e MP devasa nas contas destas entidades e fechamento puro e simples quando membros destas envolverem-se em brigas e mortes já que clubes podem pagar por ação de imbecis torcedores mas para punir estes caras não se pode transferiri a responsabilidade? Batidas policiais constantes em suas sedes e ao menor vestigio de irregularidades ou ilegalidades responsabilizar seus dirigentes.
    Quanto aos orgãos reguladores e fiscalizadores não conceder CNPJ, nem álvaras para este tipo de atividade. Existe um argumento furado que a associação é livre o que é verdade mas a formação de associações sofrem restrições. É necessário licenças e autorizações.
    Precisam dificultar a vida deles que dependem de vitrine e holofotes, infernizar sua existência até que se tornem irrelevantes.

    • Matheus

      Concordo com você. Mas sabe quando isso irá acontecer? nunca. Essas torcidas faturam mais do que os projetos de sócio-torcedor dos clubes. Impressionante, mas pode tentar dormir amigo, nada disso vai acontecer e ninguém será punido. Aliás, já viu que a torcida do Corinthians acha que o clube não deve ser punido, a torcida não deve ser punida, e que se jogue a culpa de tudo no “di menor”. E pensar que quando vejo alguém falando que o fim do mundo está próximo eu o chamo de fanático, louco.

    • kafepaulo

      publicado no post do Benja,

      Como empresas que são constituidas, mesmo que sejam sem fins “lucrativos”, ninguém poderá acabar com elas, a não ser “eles” próprios, o que nós leva a deduzir, que a instituição, poderes públicos, e principalmente a policia/justiça façam com que as normas determinadas pela instituição, do mandante do espetáculo, de cumpri-las, rigidamente. Eu aqui, sempre lutei e sempre lutarei para que a instituição Sport Club Corinthians Paulista, na pessoa do seu presidente, Dr.Mario Gobbi Filho, tome as medidas para que em jogos do Timão, só entrem as camisetas do Corinthians, e NADA do que remete as organizadas, como camisetas, faixas, bandeirões e coisas assim, pois “todos”, inclusive eles, de torcerem pelo Corinthians, para aqueles que isso seja o mais importante, como o é, para muitos de Corinthians. Claro está, que vamos ver vandalismos assim também, más com toda a certeza do mundo, serão coisas esporádicas.
      Admiro a torcida do Coritiba FC(coxa), Gremio FPA, que não permitem a presença das camisetas das to’s em seus jogos, apesar de que no último jogo do Gremio, tivemos confusões, por não poderem usar o “espaço” de pé da Arena do gremio. Como vai ser na ARENA CORINTHIANS, aonde teremos todos os espaços com cadeiras ou vamos ter de conviver com o vandalismo dos “nossos” torcedores em pé nas cadeiras, nos setores populares da Arena?
      Se repararem em fotos de bandeirões em estádios, só os do Brasil, são feitos em jogos em cima de torcedores…por que será? Festas? Com bandeirões na cabeça, e sem ver o jogo rolando? Ah, esses caras são brincalhões…fala sério! Paguei para ver o jogo, e se possivel, não quero ver nego na minha frente de pé o jogo todo. Eu, particularmente gosto de ver o jogo em pé, dai fico no último lance na amarela, para não atrapalhar o meu vizinho…simples assim

      • Vaz

        Um senão. O poder público e a justiça podem sim fechar qualquer empresa, entidade, clube ou associação constituida desde que estas não cumpram as leis, promovam atos ílicitos, seus dirigentes se envolvam em ações contra o poder constituido e as normas legais (aqui o bicho pega), disvirtuem o que está previsto em seu estatuto e constituição legal e ou não cumpram com os impostos devidos. Estas entidades estão até as tampas de irregularidades e a maioria nem álvara para suas “sedes” tem. O nome do jogo é pressão. De resto assino em baixo.

      • Vaz

        Esqueci um detalhe, o tradicional clube Tiête de tanta história acaba de ser fechado pelo poder público por não oferecer mais nenhuma garantia de funcionamento além de estar alugando a sua sede de forma ilegal e contra o direito de concessão.
        A boate Bahamas foi fechada e sua sede em processo para demolição, seu álvara casado e seu dono responde por diversos crimes.

        • Elfransilva

          Que bom que foram fechados estes estabelecimentos. Não vamos mais precisar deles, agora inauguraremos um dos mais modernos estádios do mundo e abriremos a copa de 2014. E para aqueles que disserem que foi com dinheiro público, que tal perguntar para os que fecharam lá, se não estão nos ajudando abrir aqui, com arquibancadas adicionais ? Tem peito, vá lá e pergunte meu amigo.

    • Elfransilva

      Vaz, por que teria que acontecer alguma coisa agora, se nunca aconteceu ? Para se aplicar penas é preciso haver critérios, e em qual critério voce estaria se baseando para exigir penas ao Corinthians e Palmeiras ? Volte no tempo e verá que antes da morte na Colombia, ocorreram outras 149 no esporte, inclusive de um corinthiano Voce tem notícia de alguma penalidade maior que esta aplicada ao Corinthians? Se tiver publique.

      • Matheus Brito

        no Brasil? não tenho notícia

      • Paulo Pinheiro

        No estádio?

  • Matheus

    Não se vai se lembrar, mas em um post anterior, comentando a respeito da punição ao Corinthians, falei de uma aposta que fiz com meu pai que a punição(portões fechados) não durava mais de dois jogos. Enfim, ganhei R$200,00. A certeza que tinha era devido à força política que o Corinthians hoje possui e que é um dos maiores orgulhos de sua torcida. Nas redes sociais, vi os comentários da notícia que saiu no lance sobre essa mudança de punição, e é lamentável como a paixão por um clube pode cegar as pessoas. As pessoas rasgam os regulamentos, rasgam a ética e principalmente, em nome do clube, rasgam seus sentidos de humanidade e civilidade.
    As perguntas agora são: o que será feito com o “di menor”? e a dúzia de loucos que está na Bolívia? a gaviões será punida? alguém realmente será punido pela morte do garoto? bom, eu imagino todas as respostas, só não queria acreditar nelas.

    • Hail Corinthians

      Deixa que essa eu respondo.
      Já que você está tão comovido com a morte do garoto, pegue esses 200,00 e envie para a família dele, faça algo de bom ao invés de apenas criticar.

      Não deverá acontecer nada com o “di menor”, pois ele é menor. Ele tem que ter amplo direito de defesa e ser tratado como menor. Por que ele deveria ser tratado diferente dos outros menores criminosos? A justiça deve ser igual para todos. Temos milhares de assassinatos de jovens no Brasil. A vida de um boliviano vale mais do que a de um brasileiro ou a de um vietnamita? Nada paga uma vida, seja ela de qual nacionalidade for.

      A duzia de loucos deveria ser posta em liberdade, já que o culpado apareceu. Sou contra as organizadas, mas por que a Gaviões deveria ser punida se foi um ato isolado? A Gaviões não criou confusão nenhuma. O Corinthians foi punido com um jogo de portões fechados (já cumprido) e 18 meses sem torcida no exterior, além de multa de 200 mil.

      O Corinthians foi tido como bode espiatório.

      OBS: O jogo Corinthians X Millonários na Globo bateu recorde de audiência nesse ano. Obrigado antis por prestigiarem o Timão e ajudarem a aumentar a nossa receita.

      • kafepaulo

        Amigão, também sou corinthiano, e vamos deixar de suposições, pois a grande verdade nessa história toda, foi que os corinthianos que não tem nada a ver, realmente foram os prejudicados, pois todos os organizados, de alguma maneira, foram acobertados pela não punição do dimenor, e “outros” inocentes que estão presos lá no exterior. Precisamos mudar a mentalidade das pessoas, e só mudam com punições, pois uma declaração do dimenor, foi que queria fazer diferente, só que comprou coisas diferentes, que nem sabia como manipular, e nem procurou saber…a cobertura do bandeirão da 12, em cima do fato, foi coincidencia…ah tá, fato!! A volta do dimenor, foi coincidencia…ah, tá…fato!! Toda essa papagaiada, depois com o advogado da to. na apresentação do dimenor, coincidencia…ah, tá…fato!! Gozado que todas as to’s estão todas quietinhas né não?

        • kafepaulo

          Eu já coloquei que não sou pela extinção de organizadas, más teria de ser extinto das bancadas em jogos dos times a que pertencem, pois em bandos, “eles” são muito machos. Que façam os seus carnavais, seus campeonatos de futsal, volei e tudo o mais, e ainda teriam por obrigação de terem brigadas de ajuda em enchentes, desastres naturais e muitas outras coisas úteis, dai poderiam pagar os muitos erros já cometidos, que tal?

          • Hail Corinthians

            Temos 50 mil assassinatos todo ano em nosso país e todos dolosos. Escolha algum desses casos para começar a protestar.

            • Matheus Brito

              Estamos falando em assassinatos por conta de uma simples partida de futebol. Como você não consegue enxergar isso?

      • TIMON

        O “di menor” estava em uma excursão sob os cuidados da Gaviões da Fiel sim, a torcida deveria pagar pelos danos ao patrimonio e às vidas humanas quando esses crimes forem cometidos pelos seus sócios, no interior dos estádios, seu entorno e vias de acesso.

        • Hail Corinthians

          Concordo, extingue todas as organizadas de todos os clubes, pune todos os clubes e acaba de vez com o futebol. Tenis é muito mais legal.

          • Hail Corinthians

            As torcidas do São Paulo e as do Palmeiras já mataram 8 torcedores rivais cada uma, e todas elas continuam indo normalmente aos estádios.
            As torcidas do Grêmio costumam se matar entre eles, assim como as do flamengo e continuam frequentando estádios.
            A torcida do Vasco já matou 8 e não deu nada.
            Tem prá todos os clubes.

            • Matheus Brito

              lamentável essa sua colocação, então se um não foi punido outros podem fazer?

          • Talvez devessemos achar que mortes, assassinatos e violência é mais legal? Ninguém falou em acabar com o futebol e sim com TO’s . Na Europa não existe esta praga e os estádios vivem lotados e seus clube os mais ricos do planeta. precisamos destes idiotas para que? Eu quero saber onde fica a sua defesa entusiasmada se um dos seus fosse morto por um sinalizador atirado por um destes cretinos.

            • Elfransilva

              Santos, com certeza a defesa entusiasmada dele, seria pedir a mesma pena que houve para o corinthiano morto por um palmeirense, caso este corinthiano fosse seu filho, Santos.

          • Matheus Brito

            E pelo jeito e pelos seus comentários, essas torcidas podem continuar fazendo tudo isso, já que ninguém foi punido antes por que começar a punir agora não é mesmo?

        • Vaz

          Uma situação que para mim começaria de fato a representar uma mudança na relação clube/TO’s seria a abertura de processo contra as torcidas envolvidas na tragédia na Bolivia cobrando a multa que o clube sofreu pelo ato reconhecido de responsabilidade pelo “manos” da Gaviões e os prejuízos dos portões fechados do Pacembu. Esta conta chegaria fácil a 2,5 milhão de reais. Vão ter dinheiro para pagar? Não. Seus dirigentes responderiam com o patrimônio, estaria impedidos de receber qualquer recurso público como o Carnaval entre outros e qualquer receita seria usada para pagar a conta. Acho que aí relamente a coisa seria doída. Utopia? Talvez, mas todos os corintianos que ficaram indgnados com o ocorrido deveriam sim cobrar esta ação da diretoria do clube, procesar a Gaviões e Camisa 12 no estatuto do torcedor e do do consumidor. Balançar as fundações destes caras. Seria um começo mas na prática continuarão passando a mão na cabeça destes caras assim como o presidente do SEP que tanta radicalização mostrou contra estas torcidas mas que não dura até segunda feira.

          • Elfransilva

            Sim, eu sou um que fiquei indignado. Vou cobrar da diretoria do “meu” São Paulo, por que houve aquela tentativa de homicídio contra um time inteiro do Tigres, e não puniram nossos jogadores e nossa torcida e nossa diretoria, já que é crime ? Fiquei indignado quando “meu” Palmeiras matou um corinthiano e não houve penalização pra chegar a 2,5 milhão de reais, até um pouquinho menos seria aceito…fiquei indignado quando “meu” Inter, “meu” Grêmio, “meu” Vasco, “meu” Flamengo e tantos outros “meus times” assassinaram ou depredaram patrimônios e não recebemos a devida punição, que multiplicado por 2,5 milhão de reais, encheria os cofres da Conmebol. Só não sei se chegaria uma ajuda pra família do Kevin e do corinthiano, mortos. Mas aí é outra história.

        • Elfransilva

          Sob os cuidados da Gaviões, é verdade, e ao entrarem no estádio estes cuidados estariam dobrados, já que havia seguança do policiamento e vistoria da Conmebol, para que nem corinthianos e nem torcedores do San Jose entrassem com qualquer tipo de sinalizadores, uma vez que é expressamente proibido (?). Cuidados especiais já que houve revista e nenhuma das torcidas entrou com sinalizadores, pois o Sao José se impôs fazendo valer seu mando de campo, e ofereceu toda segurança possível para que todos respeitassem a lei. Inclusive o campo deles cumpre a lei de distância exigida pela Conmebol, para que as delegações esportivas tenham segurança quando desembarcam no aeroporto e se dirijam ao estádio. Verdade, Timon, com tanto cuidado assim, não acredito nem que aconteceu aquilo que estão falando. Deve ser mentira da mídia, pois só com o cumprimento da lei pelo San Jose, já seria impossível acontecer aquilo. Isto tudo deve ser papo furado, não?

      • Matheus Brito

        Como eu disse, e você só corroborou com meu comentário, torcedores Corintianos acham que ninguém deve ser punido e ponto final. É isso mesmo?
        Sr Hail Corinthians, responda com sinceridade, você é da Gaviões?

      • Matheus Brito

        Não meu caro, quem deveria mandar dinheiro para a família do Kevin era a gangue de loucos.

  • RENATO77

    Ninguém aguenta mais as “organizadas”.
    O resto, no mundo do futebol, dá pra esperar um tempo pra ver se melhora…
    Abraço.

  • Paulo Pinheiro

    Só estou achando o André muito calado quanto a essa pizzaria.

    Bem,

    Rasgue-se o regulamento.

    E eu continuo achando que deveriam ter rasgado também em 2005 e deixado o Atlético-PR jogar a primeira final na Arena.
    É tudo bagunça mesmo…

    AK: Calado? Escrevi uma coluna – e não vi mais gente opinando dessa forma – pedindo a eliminação dos dois times e uma intervenção na Conmebol. Um abraço.

    • Paulo Pinheiro

      Tem razão, André. Tudo já foi dito antes. Falar o que depois da “decisão” da CONMEBOL?

  • Toda a verdade sobre a convocação de Felipão. A relação extracampo de Diego Costa com o treinador através do superagente Jorge Mendes em http://500copa.blogspot.com.es/2013/03/diego-costa-kaka-e-o-felipao-de-sempre.html
    500 a.C. os 500 dias que antecederam a copa.

  • Pedro

    A “punição” recebida pelo Corinthians, depois da morte do adolescente Kevin, vítima de um sinalizador disparado do espaço da sua torcida em Oruro, demonstra que a força dos lobbies e de advogados é mais importante para os clubes de futebol modernos do que a pontaria dos atacantes. Agora é só recorrer da pena que proíbe os vândalos do Timão a acompanhar os jogos da equipe fora de casa. Fácil, extremamente fácil! E imoral.

  • Jessica

    Olá André, Gostaria de lhe fazer uma DENUNCIA GRAVE!!!
    Fui ao jogo do Fluminense 4ª-feira e chegando com meus amigos no Engenhão nos deparamos com uma situação simplesmente absurda! A diretoria do Fluminense dá ingressos para as organizadas, isso todo mundo já sabia, só que ela colocou o presidente da Young Flu Leandro mais conhecido como Campinho para comandar toda a distribuição desses ingressos para todas as outras organizadas tbm, e ainda é ele quem está comandando toda a localização das torcidas dentro do estádio, as torcidas não podem ficar onde querem e sim onde ele manda, e sem contar que os ingressos que são doados pela diretoria é claro que ele não distribui, ele vende e fica com o dinheiro, esse mesmo cidadão já foi preso varias vezes e responde por assassinato a um Flamenguista, e a diretoria do clube ainda dá esse cargo a ele, eles só devem estar com medo dele não é possível!!!
    Isso é um Absurdo!!!

MaisRecentes

Presente



Continue Lendo

Em frente 



Continue Lendo

Acordo



Continue Lendo