PEGADINHA DO GAÚCHO



Ronaldinho aplicou uma pegadinha no São Paulo, ontem.

Deu uma de gaúcho sem braço, batendo papo com Rogério Ceni na área, e aproveitou-se da posição para receber a bola desmarcado após cobrança de lateral.

Ele detém 100% da autoria intelectual do primeiro gol do Atlético (2 x 1 no São Paulo: Jô, Réver e Aloísio), um dos vários momentos de brilho individual no jogo.

Ronaldinho também criou o segundo gol, em jogada pela direita que terminou com um passe – e ele olhou antes – preciso para Réver.

De volta à pegadinha: se você está pensando em escrever que “Ronaldinho disse no intervalo que a jogada foi casual…”, poupe-se.

Ele sabia exatamente o que estava acontecendo enquanto era servido de água por Rogério. Em nenhum momento passou por sua cabeça se retirar da posição irregular (exceto, lógico, no caso de uma cobrança de lateral).

Durante todo o tempo, Ronaldinho só olhou para um jogador: Marcos Rocha, cuja potência nos laterais é – ou pelo menos deveria ser – conhecida e temida.

É evidente que não foi um lance casual. Não significa que o Atlético treine essa jogada, mesmo porque lances assim não requerem treino. Significa que os jogadores conversam e se mantém atentos para surpreender.

O que Ronaldinho deveria dizer? “Olha, eu fiz de propósito mesmo. Fiquei ali como se nada estivesse acontecendo porque estava tudo combinado. Aliás, o pessoal do The Strongest e do Arsenal deveria prestar atenção, porque senão vamos surpreendê-los também”.

Sério?

A defesa do São Paulo, com enormes doses de experiência em Rogério e Lucio, cometeu um erro básico.

Acontece.

Mas não foi sem querer.



  • O Rogério, especialmente, ficou pasmo, parecia não acreditar no que estava acontecendo! Não avisou a defesa, não se posicionou, não esboçou reação no cruzamento e nem reclamou com a defesa depois. Só foi se recuperar depois que o São Paulo deu a saída…

  • RENATO77

    Não foi sem querer mesmo.
    E acho que os times “usam” pouco esse expediente de não haver impedimento em cobrança de lateral. Sempre é interessante “aumentar o campo de jogo”.
    Quanto ao jogo em si, acho que o SPFC ganhará no morumbi, com certa facilidade, arrisco dizer.Incrível como nos tempos de hoje, um time consiga ter tido uma boa marcação sobre o adversário tendo jogadores como Gaucho, Jô e Tardelli que tem poder de marcação bem abaixo da média. Acho que a influencia do estádio, tipo “panela de pressão”, deixou o jogo mais favorável ao Atletico.
    Ganso está entrando em crise junto à sua “nova” torcida? Não ouço nenhum amigo sampaulino se referir a ele com otimismo.
    Abraço.

    • Felipe Lima

      Não usam porque a grande maioria desconhece a regra. Acho que nem 5% dos jogadores profissionais sabem desse porém na regra do impedimento, e como os laterais estão aprimorando cobranças longas, essa jogada pode ser utilizada mais vezes (mal comparando, a largada de 2ª no volei).
      Eu lembro desse expediente na final da Libertadores de 2008, quando o Cícero viu o Thiago Neves livre e bem à frente. Cobrou o lateral rapidamente e apanhou a zaga da LDU desmontada, e o pessoal foi reclamar depois, não acreditando no que havia ocorrido.

  • Fabio Marques

    Andre, com todo respeito, falar que o lance foi calculado é forçar a barra demais.
    E ai fico imaginando: é de situações como essa que surgem os mitos (e a mentiras).
    Que fulano fez mais de 2000 gols, só deu azar porque na época dele não havia a tv.
    Que fulano parou guerra.
    Que o outro tinha um chute onde a bola atingia 300km/h.
    Ou como aquele do Bo Jackson (documentário da casa): o cara pulou um vala de 12 metros.
    Cada um que vai contando o conto, vai aumentando um ponto.
    Como será que estará essa estória do Ronaldinho, vamos dizer, daqui a uns 30 anos. Provavelmente, dirão que, sim, eles ensaiavam exaustivamente esse tipo de jogada. Que sempre havia um jogador determinado a sentir sede e ludibriar o goleiro de boa fé.
    Ronaldinho terá pacificado a primavera árabe e Cuca será um dos maiores estrategistas que o futebol já conheceu, mas muito azarado, pela sua coleção de 5 quarto lugares no brasileirão pelo Atlético.
    Abs

    AK: Quem disse que foi “calculado”? Um abraço.

    • Ailton de Souza

      Caro Fabio

      Com todo respeito ou você não joga bola ou não é atacante. Eu não sou fã do tiago leifert, mas para os inocentes de plantão que não jogam bola ou não são atacantes, o tiago deu uma ajudinha para entenderem o lance “http://globotv.globo.com/rede-globo/taca-libertadores-da-america/v/de-varios-angulos-globo-esporte-prova-que-ronaldinho-premeditou-a-malandragem/2405969/”. Se a jogada fosse de escanteio é comprensivel, lateral no meio de campo não. Fingi de morto, desinteressado são armas de qualquer atacante, para fugir da marcação homem a homem dos zagueiros.

      Abraços

  • Marcos Vinícius

    Por que sempre tem uma mensagem subliminar? Por que quase nunca é o fato como relatado?

    Ronaldinho pensou:” Vou ficar aqui porque a bola vai sair pela lateral,ninguém vai me marcar,o Rogério não vai avisar a ninguém,então meu companheiro vai me ver a arremessar com precisão! Simples e genial. Depois eu nego tudo para não sair como malandro.”

    É mais fácil criar estratégias mirabolantes do que admitir que alguém costuma falar a verdade.

    Pior que isso foi ouvir o Mário Sérgio não conseguir disfarçar para quem estava torcendo.

    • Ailton de Souza

      Caro Marcos

      Com todo respeito ou você não joga bola ou não é atacante. Eu não sou fã do tiago leifert, mas para os inocentes de plantão que não jogam bola ou não são atacantes, o tiago deu uma ajudinha para entenderem o lance “http://globotv.globo.com/rede-globo/taca-libertadores-da-america/v/de-varios-angulos-globo-esporte-prova-que-ronaldinho-premeditou-a-malandragem/2405969/”. Se a jogada fosse de escanteio é comprensivel, lateral no meio de campo não. Fingi de morto, desinteressado são armas de qualquer atacante, para fugir da marcação homem a homem dos zagueiros.

      Abraços

      PS: Uma vez comentando um jogo Casagrande e o Wright, um atacante caiu e pisou na perna do defensor, que em todas jogadas dava uma pegada forte nele. O Wright disse foi sem querer, ele não tinha como ver o jogador no chão. Casagrande respondeu ele quando subiu na disputa ele já sabia o que fazer se a oportunidade aparecesse

      • Marcos Vinícius

        Ailton de Souza,vejamos:

        O Galo teve uma jogada de ataque mal sucedida. Ronaldinho ficou por lá,bateu um papo com Rogério,pediu isotônico,bebeu,agradeceu,respirou um pouco…e tudo isso COM O JOGO ROLANDO!! Seguindo sua teoria,talvez R10 soubesse que a bola iria sair. Talvez ele soubesse que iria sair por aquele lado,que é onde Marcos Rocha atua. Talvez a jogada tivesse siso combinada. “Olha,Marcos,vou pedir uma água ao Rogério e a bola vai sair pelo lado direito,próximo ao meio campo, Olha pra mim que eu vou estar sozinho,ok? E os números da mega sena são 10,12,19,27,57 e 59. Mesmo que você esqueça os números,não esquece que a bola vai sair pelo lado direito,tá?”

        Desculpe a ironia,mas sobrou inocência e faltou coerência no seu comentário.

        Para completar,só falta você dizer que Tiago Leifert é um jornalista pouco sensacionalista e nada falastrão.

        Certa vez vi um jogo comentado por J.R Wright. O jogo era Vasco x São Paulo,foi em 2005. Nesse jogo,Rogério Ceni,sendo o último jogador de sua defesa,saiu da área e pegou a bola com as mãos numa jogada de ataque do Vasco. Foi corretamente expulso por Carlos Eugênio Simon. J.R Wright disse :” Que isso,que exagero! Cabia uma advertência verbal,no máximo um amarelo!”

        Resumindo: Quando for citar algum exemplo de comentarista de arbitragem,esqueça J.R. Wright!! Aliás,sabe por onde ele anda???

        • Ailton de Souza

          Caro Marcos

          Concordo com você em relação ao Wright e a todos comentaristas de arbitragem. A minha alusão ao wright foi para mostrar que uma jogada impensada para quem não joga bola, ela é pensada segundos antes para quem joga.
          Desde jeito terei que acreditar que você não joga bola mesmo, por isso da sua inocência. Se você tivesse visto o jogo: teria visto o choque com o junior cesar, chutão para frente, corte para lateral direita pelo cortez no meio de campo, paralização para atendimento do junior, ronaldinho saindo do meio de campo para passear em direção ao rogerio ceni (+ ou – uns 60m) para tomar água (limpar a boca, lavar as mãos) e dizer que as mulheres mineiras são maravilhosas. O cuca tem razão, o ronaldo e outros também, estas jogadas não são ensaiadas até porque não tem como ensaia-las, são situações de jogo e só quem joga bola pode tramar. Tipo se uma situação desta acontecer, nós podemos tentar isso. O problema que querem ver o ilícito na jogada do ronaldinho, só que ela não é ilícita, a zaga do são paulo que deveria esta mais atenta. O fair play do ronaldinho foi em não dizer que enganou os bobos.
          Marcos ver o lance todo e depois exprime a sua opinião. Se continuar assim você não ficará rico nem na mega sena, pois você jogará no 91, 72 e 57.
          Abraços

  • Mario Corá

    André, eu acredito que a jogada do primeiro gol do Atlético tem um segundo detalhe, além da esperteza (ou malandragem, ou pegadinha, chame como quiser) do Ronaldinho.

    Assim que a bola é lançada para a área pelo Marcos Rocha, quatro defensores do São Paulo começam a correr, esbaforidos, em direção ao gol. Ninguém, em nenhum momento, repara que o Jô está correndo sozinho, livre, nas costas da defesa inteira.

    Creio que uma defesa, como você disse, que possui experientes nomes não deve “esquecer” um fato tão simples da regra do jogo – cobrança de lateral não tem impedimento. Entretanto, imperdoável é uma linha defensiva, composta por quatro jogadores, permitir que o centroavante adversário entre, à vontade, na pequena área.

    Um abraço.

  • Paulo Pinheiro

    André,

    Tenho visto em blogs por esta INTERNET afora comentários de leitores levantando que foi “mau-caratismo” do Gaúcho, já que o Rogério Ceni acabou punido por ter mostrado gentileza e fair-play em conceder água ao adversário.

    Minha opinião: completo exagero. Tenha ou não sido premeditado o lance (e eu concordo com você, acho que exploraram sim a força do Marcos Rocha) a obrigação do time que defende é montar sua marcação e a obrigação do time que ataca é aproveitar quaisquer brechas que os defensores concederem.

    Sobre o Gaúcho usar a mesma tática contra o Arsenal eu duvido muito. Lembram da água da Argentina na Copa de 1990? Será que vai dar um “Branco” na memória do povo?

    AK: De acordo. Exagero. Um abraço.

  • Kleber M

    André,
    Eu discordo. Acho que o Ronaldinho só percebeu que poderia criar a situação qdo viu a distância que a defesa estava dele. Mas pensou muito rápido, e isso só faz quem é craque.

    Abs,
    Kleber

    • Também foi a minha leitura, aproveitou a circunstância.

    • Ailton de Souza

      Caro Kleber

      Com todo respeito ou você não joga bola ou não é atacante. Eu não sou fã do tiago leifert, mas para os inocentes de plantão que não jogam bola ou não são atacantes, o tiago deu uma ajudinha para entenderem o lance “http://globotv.globo.com/rede-globo/taca-libertadores-da-america/v/de-varios-angulos-globo-esporte-prova-que-ronaldinho-premeditou-a-malandragem/2405969/”. Se a jogada fosse de escanteio é comprensivel, lateral no meio de campo não. Fingi de morto, desinteressado são armas de qualquer atacante, para fugir da marcação homem a homem dos zagueiros.

      Abraços

      PS: Uma vez comentando um jogo Casagrande e o Wright, um atacante caiu e pisou na perna do defensor, que em todas jogadas dava uma pegada forte nele. O Wright disse foi sem querer, ele não tinha como ver o jogador no chão. Casagrande respondeu ele quando subiu na disputa ele já sabia o que fazer se a oportunidade aparecesse

      • Kleber M

        Ailton,
        Com todo o respeito, acho que vc não mostrou tanto respeito assim. Se fosse se sente bem bancando o papagaio e repetindo o que os incompetentes da Globo inventam, seja feliz. Não preciso ser jogador ou atacante pra ter minha opinião a respeito e acreditar nela, também não tenho a pretensão de desqualificar sua opinião – não disse que o RG é uma freira inocente, só acho muito forçado dizer que ele foi beber água pra ficar sozinho e se aproveitar disso… Mas quando percebeu estar sozinho, correu pra receber a bola e se aproveitou disso.

        Abs

  • george

    Esse caso todo acaba tendo parentesco com tua coluna da semana passada, sobre o gol do Fred no clássico contra o Botafogo. A um dado momento ele parece distraído, desinteressado no lance, e é justo quando o marcador se distrai é que ele se apresenta e marca. O Ronaldinho passou a carreira toda sofrendo marcação individual de botineiros, e há anos tem que inventar novos e novos jeitos de se livrar de marcadores e surpreender. Fingir de besta e se aproveitar da distração no adversário foi um recurso mais do que válido, então parabéns pro cara.

    AK: Exato. Um abraço.

  • giovane moreira

    Se foi premeditado e fruto de treinamento vimos um dos episódios mais deprimentes do futebol brasileiro em 2013 . Se dirigir ao goleiro adversário , uma lenda brasileira , na seu espaço de atuação no campo , pedir aguá , receber a solidariedade , a gentileza , o fair play do adversário , fingir beber , fazer gargarejo ganhar tempo para dar o bote no momento certo enquanto o adversário se preocupa com seu bem estar é externar o que o brasileiro tem de pior nesta cultura de levar vantagem com esperteza .
    Se tivesse amarrando a chuteira ótimo , a sim esperteza ,malandragem . Pedir água para depois enganar o adversário mau caratismo nojento de ver , o bom saiu como trouxa , o dissimulado, mentiroso , como herói. Rogério continue a oferecer água para os adversários ,
    mesmo porque nos momentos de solidariedade e companherismo o que se menos espera é o oportunismo e o egoismo vulgar.

    • Julio

      Hahaha, seu comentário não pode ser sério.

    • Ailton de Souza

      Caro Giovane

      Com todo respeito ou você não joga bola ou não é atacante. Eu não sou fã do tiago leifert, mas para os inocentes de plantão que não jogam bola ou não são atacantes, o tiago deu uma ajudinha para entenderem o lance “http://globotv.globo.com/rede-globo/taca-libertadores-da-america/v/de-varios-angulos-globo-esporte-prova-que-ronaldinho-premeditou-a-malandragem/2405969/”. Se a jogada fosse de escanteio é comprensivel, lateral no meio de campo não. Fingi de morto, desinteressado são armas de qualquer atacante, para fugir da marcação homem a homem dos zagueiros.

      Abraços

      PS: Uma vez comentando um jogo Casagrande e o Wright, um atacante caiu e pisou na perna do defensor, que em todas jogadas dava uma pegada forte nele. O Wright disse foi sem querer, ele não tinha como ver o jogador no chão. Casagrande respondeu ele quando subiu na disputa ele já sabia o que fazer se a oportunidade aparecesse

    • Ailton de Souza

      Caro Marcos

      Com todo respeito ou você não joga bola ou não é atacante. Eu não sou fã do tiago leifert, mas para os inocentes de plantão que não jogam bola ou não são atacantes, o tiago deu uma ajudinha para entenderem o lance “http://globotv.globo.com/rede-globo/taca-libertadores-da-america/v/de-varios-angulos-globo-esporte-prova-que-ronaldinho-premeditou-a-malandragem/2405969/”. Se a jogada fosse de escanteio é comprensivel, lateral no meio de campo não. Fingi de morto, desinteressado são armas de qualquer atacante, para fugir da marcação homem a homem dos zagueiros.

      Abraços

      PS: Uma vez comentando um jogo Casagrande e o Wright, um atacante caiu e pisou na perna do defensor, que em todas jogadas dava uma pegada forte nele. O Wright disse foi sem querer, ele não tinha como ver o jogador no chão. Casagrande respondeu ele quando subiu na disputa ele já sabia o que fazer se a oportunidade aparecesse

      • giovane moreira

        Amigo .
        Ailton .

        No prato que se come e na garrafa que se bebe não se cospe de maneira nenhuma na vida

        Alem de nojento trás muitas mensagens embutidas. Gremio e flamengo que falem melhor.

        Bebeu da água e transformou o cara em chacota 30 segundos depois.

        inaceitável .

        ps : sou palmeiras , porem , nao concordo com que gaucho fez com Rogerio

  • Robert

    Com todo respeito a outras opinioes, isso para mim nao faz parte do futebol. O segundo gol foi mais bonito. Em velocidade ele colocou a bola na cabeca do rever….o ronaldinho gaucho nao precisa disso….ou nao deveria precisar….

    • Julio

      Eu gostaria de entender o que exatamente não faz parte do futebol para você?

  • Rosalia Gonzalez Isla

    Aproveitando esta época carnavalesca , me recordo de uma marchinha que dizia:

    Água mineral, água mineral , voce vai ficar legal! Era algo assim !

  • Eduardo Jacob

    Olá grande André K. de um corinthaino “comentarista”…peço analise minha ótica do jogoe se gostar me ajude a divulgar meus posts no facebook/cornetaredonda´ abração!

    PÓS JOGO PALMEIRAS:
    Com pouco mais de 18 mil pagantes no Pacaembú O Palmeiras estreia com vitória na Libertadores. Jogo tecnicamente fraco, mas muita raça de ambas equipes. O Atual campeão Peruano Sporting Cristal, deu muito trabalho no fim do jogo, e por pouco não consegue empatar a partida mesmo com sua visível fragilidade técnica. Destaque para o “zagueiro/atacante” Henrique do time verde. Que balançou a rede no primeiro gol do time paulista. Gilson Kleina deveria dar camisa 9 para o zagueiro! O zagueiro vem fazendo mais gols do que o conjunto de ataque do time. Nas arquibancadas a torcida alviverde comemora o resultado e deixa de lado os protestos! No entanto não se pode ignorar que venceu um time MUITO limitado! Acompanhei os 90 minutos pela TV, e arriscaria dizer que alguns clubes do interior Paulista são tecnicamente superiores a equipe Peruana. Valeu os 3 pontos! E vitória é vitória!

    Ed Jacob / facebook/cornetaredonda

  • André, eu discordo em parte de você. Acho que Ronaldinho foi esperto sim, mas o fato de pedir água para o Rogério, a meu ver, não foi para ludibriá-lo ou distraí-lo. Acho que foi algo do jogo. Já, o lance posterior, quando Ronaldinho caminha para a lateral da grande área e se finge de morto, esse sim foi um lance de (boa) malandragem.

    Abraço!

    • Ailton de Souza

      Caro Pedro

      Com todo respeito ou você não joga bola ou não é atacante. Eu não sou fã do tiago leifert, mas para os inocentes de plantão que não jogam bola ou não são atacantes, o tiago deu uma ajudinha para entenderem o lance “http://globotv.globo.com/rede-globo/taca-libertadores-da-america/v/de-varios-angulos-globo-esporte-prova-que-ronaldinho-premeditou-a-malandragem/2405969/”. Se a jogada fosse de escanteio é comprensivel, lateral no meio de campo não. Fingi de morto, desinteressado são armas de qualquer atacante, para fugir da marcação homem a homem dos zagueiros.

      Abraços

      PS: Uma vez comentando um jogo Casagrande e o Wright, um atacante caiu e pisou na perna do defensor, que em todas jogadas dava uma pegada forte nele. O Wright disse foi sem querer, ele não tinha como ver o jogador no chão. Casagrande respondeu ele quando subiu na disputa ele já sabia o que fazer se a oportunidade aparecesse

  • Marcel de Souza

    Com certeza o Gaucho se aproveitou da situação, só não sei se ele já foi pedir água pro Rogério pensando nessa jogada. A defesa do São Paulo, e principalmente o Rogério, na minha opinião, comeu mosca no lance. Aí a gente volta naquela história de fair play, amizade entre jogadores e tal. Nos dois gols me lembrou muito a situação do Zidane no jogo França x Brasil na Copa de 2006, onde os jogadores de Brasil pareciam que estavam disputando uma pelada entre amigos e não um jogo de 4as de final de Copa do Mundo. No São Paulo parece que todo mundo estava apreciando o Ronaldinho jogar… Menos mal que o jogo não era eliminatório, espero que sirva de lição pro resto do campeonato. Abraço!

  • luisa

    a imprensinha deu mais destaque a um lance legal (existe malandragem LEGAL?) do que no gol com falta do SPFC q quase forjou um resultado nao merecido, o empate

    Juiz brasileiro em libertadores? nos mineiros conhecemos essa historia desde 1981 no jogo q ninguem gosta de lembrar…

    AK: Alegra-me perceber que sua recuperação vai bem. Um abraço.

  • Teobaldo

    Se esse jogo tivesse sido realizado no Mineirão o Atlético não teria marcado o primeiro gol da forma como aconteceu, afinal de contas no Mineirão não tem água… bem, pelo menos é o que dizem os que lá foram.

  • luisa

    Nao sei o q dizer da minha parte, se por um lado vc continua com o mesmo novo velho jornalismo opinativo e bairrista, a sociedade nao evoluiu, nao esta mais educada e o emprego continua estavel.

    AK: Ao contrário do emprego, você continua instável. Melhoras. Um abraço.

    • Júnior

      Coisa mais feia André, emitir opinião em um blog! Tsc tsc tsc, onde vamos parar?

      AK: Sou um fora da lei… Um abraço.

  • mauro alvim

    Seria normal, não seria amoral se ele não aproveitasse do fato do jogo estar parado. Lembre, o junior estava sendo atendido. O que realmente me choca é como uma pessoa pode premeditar uma situação, e levar ela a cabo , mesmo o adversário tendo lhe tratado com tamanha gentileza. Ele agiu como um ladrão que aproveita da boa fé das pessoas para roubar.
    Um abraço.

  • giovane moreira

    Mauro Alvim

    Estou tão chocado quanto vc neste caso . O que aconteceu foi um fato dos mais graves e está passando desapercebido pela maioria das pessoas. A imprensa relata com euforia uma relação nojenta de uma pessoa se aproximar , pedir , depois transformar em otário nacional quem lhe serviu .
    Veja o post atualizado do blogueiro ,

    ” o que tem de mal em enganar um adversário ?” , -Ricardo Teixeira deve estar se divertindo-
    de Boca Raton

    AK: Parabéns pela façanha de conseguir relacionar duas situações absolutamente distintas. Um abraço.

  • luisa

    instavel? mais uma das suas ‘opinioes’?

    pq nao tem mineiro, sulista, nordestino, ‘opinando’ na imprensa ‘nacional’? so paulista e carioca q pode ‘opinar’?

    pensem

    AK: Hora do remédio. Um abraço.

    • Alisson Sbrana

      hahahahahha

  • kurt

    O Ronaldinho foi a cara do Brasileiro. Aproveitar-se a boa índole do outro e enganar! E a imprensa bate palmas!! Mané é mané!!

MaisRecentes

Futilidade



Continue Lendo

Incoerente



Continue Lendo

Sozinho



Continue Lendo