PESO PESADO



20130129-001641.jpg

Na chegada do Baltimore Ravens a Nova Orleans, as câmeras procuraram Ray Lewis.

O linebacker de 37 anos é um dos principais jogadores de defesa da história da NFL.

É também um personagem controverso, tipo ame-o ou deixe-o.

A carreira de Lewis está com os dias contados, por opção própria. A aposentadoria chegará no domingo, após o Super Bowl. Sua última temporada foi abreviada por uma lesão séria sofrida na semana 6, no jogo contra o Dallas Cowboys.

Ruptura do tríceps do braço direito.

Lewis ainda jogou por alguns minutos com o músculo rasgado, o que reforça sua aura de gladiador, jogador destemido que que não rejeita os aspectos violentos do esporte que pratica.

Ao contrário, alimenta-se deles.

Ele foi operado e conseguiu voltar a tempo de participar do último jogo dos Ravens em casa, quando sua decisão de parar já era pública. Despediu-se dos torcedores de Baltimore e, desde então, vem prolongando a carreira semana a semana, com sua contribuição para as vitórias que trouxeram o time até o Super Bowl.

Vamos levar ao ar no Brasil um material produzido produzido pela ESPN americana que mostra como Ray Lewis enxerga seu papel em campo.

“Futebol é uma luta de pesos pesados”.

“Eu jogo esse jogo para receber o respeito de quem me enfrenta todos os dias… Quero que eles saibam que ainda estou aqui”.

“O que eu quero que o quarterback pense quando me vê do outro lado? Medo”.

“Eu apenas gosto de bater em pessoas”.

São algumas das frases ditas por Lewis, ao estabelecer relações entre o futebol americano e o boxe.

A última luta de Ray Lewis está marcada para domingo, e ele quer terminá-la em pé.

Mais do que isso, quer ver seu adversário no chão.



MaisRecentes

Plano B?



Continue Lendo

Pendurado



Continue Lendo

Porte



Continue Lendo