COLUNA DOMINICAL



(publicada ontem, no Lance!)

GOLEIRO NA LINHA

“Se o São Paulo conseguir se classificar, a Libertadores de 2013 será muito especial, com a presença dos três grandes times paulistas. Vai chamar muita atenção”.

Há frases que revelam com absoluta clareza como funciona a mente de um atleta. A que está acima saiu da boca de Rogério Ceni. Foi o ponto alto de uma conversa telefônica de exatos 22 minutos, bastante esclarecedora a respeito da possível renovação de contrato com o único clube que ele defendeu. Aproximando-se dos 40 anos, o que lhe importa agora é a indescritível sensação de competir por algo que não tem preço. Nada mais.

É por isso que o capitão do São Paulo repetiu, e não poucas vezes, que a extensão de sua carreira não está relacionada a valores financeiros. “Você pode acreditar em mim, não tem nada a ver com dinheiro. A partir do momento que eu decidir que vou continuar jogando, esse assunto não tem importância. Não precisamos nem falar sobre isso”, disse.

Superadas as divergências internas num clube em que quem toma as decisões importantes é apenas o presidente, falou-se durante a semana em oferecer a Rogério um aumento de 20%, além de uma vultosa premiação por cada fase alcançada na Copa Libertadores do ano que vem. “Não sei disso e não preciso de aumento ou prêmio”, contou o goleiro. “Minha posição sobre a renovação depende da decisão que eu tomar. Eu ainda não tenho essa resposta”, acrescentou. Um contrato de apenas um ano, cogitado pelo clube, não o incomoda. “Não faz sentido pensar em mais do que isso”, disse.

Rogério confirmou que, como declarou Juvenal Juvêncio, suas negociações com o São Paulo nunca duraram mais do que quinze minutos. Ele não espera maiores dificuldades desta vez, assim que se encontrar com os dirigentes para tratar da próxima temporada. “Quando eu disse (em entrevista à Fox Sports, após U. de Chile x São Paulo) que ‘ainda não tinha visto o contrato’, é porque realmente não nos reunimos. Mas isso não deve passar deste mês de novembro, eu estou muito tranquilo”, afirmou, acrescentando que está “concentrado em cumprir a nossa obrigação, que é conquistar uma vaga para a Libertadores pelo Campeonato Brasileiro, e manter as chances de ganhar um título nesse fim de ano”.

Ao final da conversa, Rogério ofereceu uma interessante leitura sobre o que seria um desejo de encerrar a carreira ao levantar o troféu da Copa Sulamericana. Ele não concorda com o conceito de “sair por cima”. “Não consigo ver uma carreira resumida em um último jogo, não penso dessa forma. Se a gente conseguir ganhar o título eu vou ficar muito feliz, mas não vou pensar em parar”.

A pergunta que ficou sem resposta, pelo menos de forma taxativa, foi sobre o que é necessário para que Rogério decida seguir jogando no ano que vem. Não parece que seja, apenas, disputar a Libertadores, algo quase garantido. Suas palavras sugerem que será preciso confirmar a impressão de que o São Paulo terá um time forte em 2013, mesmo com a saída de Lucas.

Não se trata de quanto Rogério quer ganhar. E sim do quê.



  • Willian Ifanger

    Bela entrevista e acho que eu agiria da mesma forma se fosse o Rogério. Ter um elenco competitivo pro ano que vem é importante. Até porque, além da Libertadores, vamos ter uma Copa do Brasil de verdade.

    E o que será que os acéfalos vão entender de sua coluna? Vão achar que você ligou pra ele pra desestabilizar o ambiente.

  • Anna

    Não queria que Rogerio Ceni parasse esse ano. Eu o acho um goleiro fantástico e ainda torce pelo Vasco no Rio. Ainda tem lenha pra queimar. Grande abraço e ótimo domingo a todos, Anna

  • Gustavo

    Os 3 GRANDES para mim são CORINTHIANS, SANTOS E SÃO PAULO

    Palmeiras? vai cair na primeira fase =D

    • wilson

      Trio de Ferro É Trio de Ferro e santos não tem nada a ver com isso

      • Trio de ferro realmente é. Mas o Palmeiras está bastante enferrujado porque não está sendo bem cuidado.

    • alex santos

      eu pensei até que ele tinha errado, pensei , mas o santos não está na libertadores, tinha até esquecido que o palmeiras tá inscrito na competição

    • Rodrigo CPQ

      Trio de ferro: Corinthians, Palmeiras, São Paulo
      Quatro grandes de SP: os três acima, mais o Santos.

      O Palmeiras, mesmo caindo de novo, não deixará de ser grande. O Santos, mesmo não sendo da capital, é um dos maiores do Brasil.

      Discussão tola…

  • Rafael Borges

    ídolo eterno.

  • wilson

    quando olhamos para o banco e vemos denis não vejo porque o rogerio parar atuando em alto nivel

  • Emerson

    Torço para o Corinthians e tenho 26 anos. Para minha geração é algo bem diferente ver um jogador que atua no país permanecer mais de 20 anos, num mesmo clube e “pior,” em alto nível. Será ainda mais estranho quando este atleta, a exemplo do que ocorrera com o Marcos na SEP, se aposentar. Durante alguns anos ver meu time fazendo gols (por melhor que seja), ou sendo impedido de fazê-los (por pior…) nos clássicos, não será mais a mesma coisa.

  • ricardo

    tres times grandes de são paulo ou seria o trio de ferro,ou os tres grandes da CIDADE de são paulo,que eu saiba o estado tem QUATRO GRANDES , infeliz.

    AK: Tem certeza de que o infeliz aqui sou eu? (1) Aprenda a ler, para depois tentar escrever, (2) Tente compreender a primeira frase do texto, (3) Perceba que se trata de uma declaração, (4) Não volte, você não faz falta nenhuma. Um abraço.

    • Bruno

      meu caro, aumente o tamanho das fontes, assim você conseguirá ler as aspas

    • Chamá-lo de infeliz por causa de um suposto erro que você achou já é absolutamente errado. E fazê-lo estando errado é ainda mais grotesco. Concordo com o André Kfouri: não volte para este blog.

      • Lígia Maria

        Ô Ricardo, q dificuldade prá entender um texto hein???? e olha que eu sou de Santos!!

  • Marcel de Souza

    O Rogério tá voando, tá jogando muito. Se o time conseguir essa vaga pelo Campeonato Brasileiro deve muito a ele. Está claro que vontade de jogar a Libertadores do ano que vem ele tem. Espero que renove o contrato sim.

  • Vinicius

    Essa vai pra galeria homenageada pelo Romário: “Com uma chuteira na boca, seria um poeta.”

    O comentário dele foi infeliz porque esqueceu que paulistano é uma coisa, paulista é outra. Se o Santos não for grande, o Palmeiras é o que? Eu sou corintiano, mas acho que São Paulo (estado, berço de PAULISTAS) tem quatro times grandes. Se tiver que tirar um, sem dúvida hoje é o Palmeiras (PAULISTANO).

    De resto, mesmo sendo corintiano e reprovando a “malice” do cara, não posso negar que tem uma história incrível no futebol. Digo mais: fará falta, porque se ele não renovar não conseguiremos marcar 100 gols nele… hahahah

    Abs

    • Bruno

      É bem possível que na hora da entrevista “em tempo real” a pessoa escolha um conjunto de palavras erradas, mas não acho que o RC queria menosprezar algum time. Não o vejo dessa maneira.

      Mas concordo que ao invés do “do” deveria estar um “de”, por exemplo.

      AK: Eu, que estava do outro lado da linha, posso garantir que não houve malícia nenhuma. Quem se incomoda com isso é o tipo de gente que precisa se sentir ofendida. Um abraço.

      • Lígia Maria

        É tão difícil de entender que ele quis dizer os 3 grandes da “cidade” de São Paulo?? Muitas vezes no contexto, a pessoa não diferencia o paulista do paulistano.Moro em Santos, e todos, eu disse , todos daqui, costumam dizer que nas férias a cidade fica lotada de “paulistas”, que na verdade seriam os paulistanos…ô falta do que reclamar, viu??

      • Vinicius

        Eu não acho que foi malicioso nem me senti ofendido. Como dito, acho que ele escolheu mal a palavra.

        AK: Eu não me referia a você. Entendi perfeitamente seu comentário. Um abraço.

        • joão paulo tricolor

          Desculpa André, mas acho que vc não leu direito o comentário do Vinicius. Se tem uma pessoa aqui que mereceu a resposta foi ele.
          Abraço

          AK: Li, sim. Nada a responder. Um abraço.

  • Marcel de Souza

    Realmente não consigo entender as pessoas. Muita gente comentando porque ele não incluiu o Santos como time grande paulista, deixando a mensagem que ele (e a própria coluna) quis dizer. Quando falam de analfabetismo funcionam as vezes eu acho exagerado, mas chego que na conclusão que não. Impressionante!

    • roberto silva

      Você deve ser tão inteligente quanto ele. Se o mesmo se referia aos times da capital deveria dizer Paulistanos e não Paulistas pois caso você não saiba Paulista e todo aquele residente no estado de São Paulo e Paulistano apenas residentes na capital!

      • Rodrigo CPQ

        Caraca, que dificuldade. Não gosto do Rogério Ceni, mas encher o saco do cara por casa disso… Ele estava numa conversa ao telefone, nem se tocou disso… coisa de gente doída, querendo se doer cada vez mais… Deus me livre…

      • Marcel de Souza

        Desisto!

  • Aldo

    Amigo,

    Considerar o Palmeiras como time grande foi a grande piada da semana!! rsrsrsr

  • roberto silva

    Ou você se enganou ou é muito burro, “três grandes paulistas”, Santos não fica no estado de São Paulo, ou para você maior time do século XX, atual líder do ranking da Commebol, segundo do ranking da CBF e brasileiro mais bem colocado no ranking da FIFA, além de ser disparado o mais internacional dos times brasileiros não é grande, das duas uma ou deve ficar mais atento ao que escreve ou voltar para faculdade se é que frequentou uma!

    AK: Seu comentário é uma clínica de engano e burrice. Nada é mais divertido do que um tonto metido a esperto. Um abraço.

  • Charles

    Simples:
    O primeiro diamante do Brasil, o diamante dos paulistas, mostra ligação histórica entre a cidade de São Paulo e a cidade de Paulistas – MG. No brasão do municipio de Paulistas é inserido a bandeira de São Paulo.
    Minas Gerais tem 853 munícipios, mas apenas paulistas tem o nome dos fundadores do estado; ser paulistano é um privilégio somente de duas cidades brasileiras: São Paulo e Paulistas.

    Paulista: Homem ou mulher original do Estado de São Paulo.

    Juca acho q vc se enganou nessa, sem ofença, no texto onde está escrito:
    “com a presença dos três grandes times paulistas”
    não deveria ser:
    “com a presença DE três grandes times paulistas”
    ?

    AK: Isso. Quem se enganou fui EU. Um abraço.

    • Charles

      Retratação:

      Foi o RC quem disse a frase.
      Sei lá então, ele deve ter se enganado. Ou não.

      AK: E meu nome não é Johnny. Ou melhor, Juca. Um abraço.

      • Rodrigo CPQ

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Rachando de rir aqui…

        hahahahahahhahahahahahaha

        • Chefe Do Benja

          Primeiro, Faça me rir !

          • Rodrigo CPQ

            Caro Chefe do Benja, não quis ser ofensivo no comentário, me desculpe. Eu achei engraçada a resposta do AK, bem como a confusão que você fez com os nomes do Juca e do André, simplesmente isso. Acho que descontração nas conversas sobre futebol é uma coisa essencial. Me desculpe se o ofendi, não era essa a intenção. []s

      • Teobaldo

        O que faz-me ficar P. da vida é que alguns comentários como esse iam diretamente para a lixeira. Assim não dá, Juca… ou seria Johnny…. ou sei lá que é você… ou não!

        • Bruno

          Hehehe, pelo menos o cara se retratou depois. Errar é humano.

          Eu também na primeira vez que li o texto tinha achado algo estranho pois para mim dava a entender que só havia 3 grandes em SP e, depois de ler alguns comentários, daqui, vi que ele se referia a cidade de SP.

          Mas é algo que se torna capcioso para aqueles que não são do estado, pois acabamos reduzindo os grandes de lá a partir do estado como um todo e não com essa pequena diferença.

  • Edouard

    Ahan, depois do escândalo da semana passada, o importante é saber se RC pretendeu ofender o Santos ou se o trio de ferro é formado por times paulistas ou paulistanos.
    O fato de que ele aceitou conversar cordialmente – é o que parece – é prova cabal que pensar que vc só pretendia tumultuar o ambiente é coisa de desocupado. Um abraço.

MaisRecentes

Futilidade



Continue Lendo

Incoerente



Continue Lendo

Sozinho



Continue Lendo