MILAGRE NO ENGENHÃO?



Foi muito difícil?

Não pode ser. Um jogo do Flamengo, em casa, com mais de 30 mil pagantes, não pode nos chamar a atenção. Não pode ser motivo de elogios. Não pode ser a exceção.

Muitos fatores explicam os 34.116 ingressos vendidos para Flamengo x Atlético Mineiro (2 x 1: Vagner Love, Jô e Liedson), no Engenhão.

É o mesmo estádio que vive quase às moscas na maior parte do tempo. Há várias teses para tanto: localização ruim, transporte idem, horário complicado, novela boa, pay-per-view, sol na cara… escolha quantos quiser.

Quase 40 mil pessoas estiveram lá ontem.

O Engenhão não mudou de coordenadas. Não se desenhou um plano de guerra para mover a multidão e depois levá-la para casa. O jogo aconteceu às 22 horas e o capítulo da novela foi ao ar normalmente (Jorginho contou a Tufão que a galhada é grande, se você ainda não sabe).

Mesmo assim, o público foi o que foi.

Deve-se considerar o deleite do torcedor rubro-negro ao ver seu time derrotar Ronaldinho Gaúcho. O reencontro deu à torcida do Flamengo uma razão a mais para ir ao jogo. Mas o estímulo extra não teria sido capaz de criar o ambiente que se viu, não fosse a promoção de ingressos.

Bilhetes mais baratos facilitaram a decisão do torcedor. Essa é a obrigação do dirigente.

E não deveria ser tão complicado relacionar um estádio pulsante ao desempenho do time. Dorival Júnior classificou a atuação do Flamengo como “a primeira partida convincente” sob comando dele.

Não é coincidência.

Um estádio cheio de gente não ganha jogo para time algum. Mas interfere na postura dos jogadores em campo. Sobre o time, não se pode afirmar que rever Ronaldinho teve o caráter estimulante que percebemos no torcedor. As coisas não funcionam assim.

O que contribuiu para a atitude vibrante dos jogadores foi pisar no gramado e notar a quantidade de gente que lá estava.

O maior desafio do futebol brasileiro é colocar pessoas nos estádios. O papel de quem toma decisões em nome dos clubes é criar todas as condições possíveis para que o torcedor vá ver seu time.

O plano A é um estádio confortável, de fácil acesso, com áreas para todos os bolsos, alimentado semanalmente por um programa de sócio torcedor. Não é preciso ser um visionário para chegar a essa conclusão.

Mas pensando no grande esquema das coisas, o Campeonato Brasileiro ainda está longe desse tipo de configuração para a maioria. Não fosse assim, o índice de ocupação dos estádios seria muito mais alto.

O que fazer? Esperar a Copa do Mundo entregar arenas que não saberemos como lotar? Burrice, mesmo porque os estádios do Mundial não atenderão a todos.

Os clubes do Rio de Janeiro, por exemplo, lamentam não ter o Maracanã, onde o torcedor “gosta de ir”. Ao Engenhão, “ninguém gosta”.

Como explicar, então, o público de ontem?

Foi muito difícil?

______

Em tempo: o adiamento do jogo foi prejudicial ao Atlético Mineiro, que enfrentaria o Flamengo num momento diferente. Se a questão importante era preservar o gramado do Engenhão, que a partida fosse realizada em outro lugar, mas na data prevista.



  • Claudio Celso Dos Santos

    André otima coluna mas. E concordo cm vc em genero numero e grau . Mas vc esqueceu q pra cartolagem e os politicos . Isso q vc esta pedindo e muito dificíl . E coisa pra Tom Cruse e uam missão impossível hahah e priguiça ou falta de capacidade hum ate mais .

  • Teobaldo

    Sem IUPST, o objetivo não era prejudicar o Atlético, mas beneficiar o Flamengo. Em relação ao jogo, perdemos limpamente, sem interferências da arbitragem (Ufa, nunca achei que viveria para dizer isso). O Flamengo quis vencer o jogo, mais do que o Galo. Gostei da entrevista do Cuca, sem choro ou lamentações. Perdemos, catemos os cacos e vamos em frente que ainda estamos na briga. E sábado já tem jogo! Vaaaiiiii Galo, faz a gente feliz!!! Um abraço.

  • Joao

    Andre, concordo plenamente com voce, é a questão financeira a primordial pelos baixos publicos. Com relação a concorrência do pay per view, o que nao vejo muitos comentários, é que financeiramente ele é muito mais barato que ir ao jogo, principalmente para uma família. Eu pago R$ 50 por mês pelo pay per view. São 4 a 8 jogos por mês. É só fazer as contas, coisa que pelo visto os cartolas não fazem no momento de precificar os ingressos…

    Abraço,

  • Anna

    Muuuito bom! Principalmente a parte do Tufão… Ingressos baratos! Se colocar, o povo vai. Simples assim. Não concordo com a tese de que futebol seja para elite, é para o povão. Grande abraço, Anna

  • Robert

    Andre:
    o flu ainda vai subir muito de produção
    meu raciocinio é o seguinte:
    as melhores apresentações do time no ano foram contra os rivais locais
    2 chocolates humilhantes e inapelaveis
    flu 3 x 1 vasco com direito até a balao do deco no juninho
    http://www.youtube.com/watch?v=8yR8nDQKUJM
    o q dizer de flu 4 x 1 botafogo na final do campeonato??
    com direito a gol de bicicleta do fred
    Então peguemos a tabela e vejamos os proximos 2 jogos do flu:
    dois jogos contra rivais locais
    acho q vao ser mais dois chocolates hein
    olha lá o retrospecto contra demais equipes do rj em 2012 é muito bom
    O fla X flu do 1o turno o flu venceu tb…
    deco e rafael sobis com uma semana p/ se condicionarem fisicamente
    fred ja disse q vai pegar leve na caipirinha durante a semana
    como disse:
    o flu ainda vai subir muito de produção!!
    ST

  • @R9Sal

    A qualidade do futebol brasileiro dentro das 4 linhas não justifica ingressos tão caros. Não dá pra pagar 80, 100 reais (valor total pra 2 pessoas) pra ver essas “peladas” do Campeonato Brasileiro.

    Quando o ingresso é mais barato, no preço justo da qualidade do “espetaculo”, o torcedor vai.

  • Fabio

    Parabéns pela excelente coluna. Mais difícil é explicar como o Fluminense, líder, não enche o estádio em seus jogos. No jogo de sábado passado tinha 6 mil pessoas no Raulino de Oliveira.

  • Fabio

    Que perda de tempo ler tanta bobagem, chato e incoerente, só falou coisa com coisa nenhuma. Vc ganha pra isso?

    AK: E bem. Mas acho que está claro que este blog não é para você. Procure algo que você compreenda. Um abraço.

  • Cesar Calixto

    Adorei a materia mas nos torcedores devemos parar de dar dinheiro por um amor ao clube e falta de amor propio. Os dirigente sao as novinhas e nos os coroas baboes… toda “novideda” (camisa, dvd, apresentacao de jogador etc..) oferecida pra nos torcedores a gente baba e gasta ata o que nao tem.
    – TORCEDORES se a gente nao se unir vai continuar a mesma palhçada de sempre e olha que eu respeito muito os palhaços (de circo)
    O que acontece é que o torcedor nao conhece a sua força. Nao to falando de quebrar tudo, sair pixando, vaiando ou batendo e sim de tirar dinheiro dos bolsos deles… vamos la… imagine uma greve de torcedor: torcedor nao compra camisa, bone, caneca… em fim nada relacionado ao clube, torcedor nao vai ao estadio, nao compra o jogo no canal fechado e se possivel nem assisti o jogo na tv aberta.
    Amigos!!! os clubes nao vam ter pra onde correr e vam ter de baixar ingressos, botar jogos em horarios melhores etc… É só saber pedir e mostra que pode cobrar de maneira limpa e inteligente. Assim o torcedor protesta sem perder a credibilidade, como por exemplo cambada de vandalos!… marginais etc…

  • Alexandre Reis

    André, gostei da resposta. rrrrsss

    Brincadeiras a parte. Vamos ao comentario:

    Na minha juventude era certo estar no Maraca todos os jogos do Mengão, nem tem tanto tempo assim, apenas 20 anos.

    Nos jogos contra pequenos iamos de Geral, pra economizarmos. Mas eu era jovem e nao me importava com nada: Era onibus cheio, nao tinha banheiro decente, cerveja era quente, nao tinha conforto.

    Mas o principal, era mais seguro e mais barato. Bem mais barato.

    Um pai de familia normal no Brasil nao tem renda sobrando pra um jogo com 2 filhos, que dira 4 jogos no mês.

    Abs

  • Teobaldo

    Prezado André Kfouri, considerando que o Flamengo tenha 30 milhões de torcedores e que R$1,00 seja uma quantia irrisória, eu pergunto: Porque o Flamengo não consegue fazer com que cada torcedor “doe” R$1,00 por mês ao clube? O Flamengo é apenas um exemplo, uma vez que essa “incompetência de não conseguir arrancar R$1,00 por mês de cada torcedor” faz parte integrante da administração de todos os clubes brasileiros, concorda?

    Os comentários do Fabio (é o mesmo participante?) são completamente antagônicos; ri muito deles e da resposta, hilária, também. Sensacional!!!!!

    Um abraço!

  • Murilo SC

    Ola Andre , podemos traçar um paralelo entre o que acontece todas as rodadas do campeonato brasileiro, com o que aconteceu nas ultimas semanas, e principalmente na ultima segunda na NFL com arbitragens amadoras? Sera que algum dia teremos um minimo de profissionalismo no futebol brasileiro? O adiamento do jogo do Flamengo na minha opinião tambem mostra esse amadorismo, beneficiou e muito um time e prejudicou e muito o outro. Com amadores sempre ha um jeitinho para se dar um jeitinho voce não acha? As vezes penso que o amador maior sou eu mesmo. Abraço.

  • Claudio

    Como sempre vc é muito sensato na sua coluna,leio sempre seu blog e concordo com tudo que vc disse..Os dirigentes são os maiores culpados pela queda de publico no Rio,ingressos caros e jogos ruins..Precisamos abraçar os times desde que a cupula de cima faça sua parte.

  • Claudio

    Andre ontem eu vi um time com vontade e não um bando de cabeça de bagre,simplesmente deu gosto de assitir a esse jogo diferentes das partidas passadas..Não sei se o fator ronaldo fez com que o time jogasse mais do que os outros jogos.

  • silvio rente

    André, boa tarde, sobre o jogo os fatos não mentem ganhamos da mineira e vamos ganhar da tricolor. Ingresso barato é igual a estádio cheio só essa malta de dirigentes do futebol brasileiro é que não querem ou não se importam com isso, pois vivem as custas da rede bobo e suas novelas ridiculas vide Tufão o maior zebu brasileiro com seu chifre enrolado. omo falou a ovelha dentuça gaucha: Flamengo é Flamengo, ainda mais motivado pela presença do Judas do sul.

  • Fábio

    Extremamente deselegante sua resposta em relação ao comentário (nada inteligente diga-se de passagem) do Fabio.

    PS: Você não ganha tão bem assim, desçe do salto!!

    AK: Eu ganho melhor do que você escreve. Posso garantir.

  • Calma André! Poderia ser pior: “désse do çalto”.

    Hahahahaha…..

    AK: Sempre pode ser pior… um abraço.

  • Emerson

    Dos modelos de sócio-torcedor que conheço melhor, ou seja, aqueles feitos aqui em São Paulo, o mais exitoso, embora com ainda algumas falhas, é de longe o do Corinthians, que fideliza os seus torcedores, garantindo àqueles que vão a mais jogos, incluindo portanto os com menor atrativo, prioridade na compra dos bilhetes, nas partidas com maior procura. Creio que o futuro dos torcedores nas arquibancadas passe por iniciativas como esta, somadas evidentemente a melhorias na maneira de se tratar o consumidor esportivo, passando desde conforto e segurança aos frequentadores de estádio até a forma de se promover os torneios realizados no Brasil.

    Ps.: O blog é obrigado a aceitar comentários recheados de tão”valioso conteúdo literário”, como o deste Fábio?

    AK: Não. Mas os aceita como exemplos de brilhantismo. Um abraço.

  • lauro sampaio

    andré, voce deve ser corinthiano como seu pai
    flamengo é flamengo, é massa, a maior torcida do brasil, povão
    deixou a massa invadir, ja era…

    mengo é mengo

    AK: Por acaso escrevi o contrário?

  • Juliano

    Sobre o texto, excelente do início ao fim. Elogiar o que escreve é redundante… a ‘culpa’ é sua.
    Essa fórmula (promoções) só não é óbvia na cabeça dura da cartolagem nacional. Não é muito mais lógico, reduzir o preço e ganhar na ‘demanda’. Com o bônus do resultado de um time motivado em campo. Exemplos temos aos montes, ontem teve mais um! O que falta para enxergarem?

    Sobre os comentários: me divirto com as respostas, sério!

    Abraço!!

    PS: Uma palhinha sobre a convocação? E lá se vai Neymar, novamente, 3 rodadas fora do Santos para ser “testado” na seleção do MM… tenho a impressão que é o jogador com maior número de convocação por este treinador. Estou equivocado?

  • Charles Moura

    Tá faltando coesão nesse texto. Mt confuso!

    AK: Lamento sua situação. Um abraço.

  • Yrisson

    De fato está provado que quando os ingressos tem um preço próximo da realidade do trabalhador brasileiro, os estádios recebem um público bom. Os nossos dirigentes são totalmente desinformados quanto a situação econômica do nosso povo.

  • Selma

    O Engenhão é longe da Barra, do Recreio, Leblon, Ipanema, Copacabana, São Conrado, Gávea, Jacarepaguá mas fica perto de Madureira, Cascadura, Méier, Piedade, Quintino. Precisa explicar mais, fica localizado perto da Torcida do Flamengo. As outras torcidas precisam enfrentar Linha Amarela, tuneis, Av. das Américas Aryton Sena, é muito longe, estão aguardando nosso Maracanã. A casa de todas as torcidas do Rio de Janeiro.

  • Thiago

    Quem não entendeu o texto é analfabeto funcional ! Faça a inscrição no EJA!

  • Carlos

    Selma,você só falou m****(não sei se posso usar este linguajar).Tem flamenguista no Brasil todo,em todos os lugares.

  • Fabio Britto

    Negar a importância simbólica do jogo e crer que foi apenas o preço do ingresso é tudo o que os dirigentes não podem fazer. Por acaso os ingressos do Corinthians são baratos? Não. E por que eles vão? Porque a torcida está “de bem” com o time.

    Por acaso os ingressos em 2007, 2008 e 2009 do mesmo Flamengo eram baratos? Também não. E o que mudou? A torcida acreditava no time, que correspondia (na maioria das vezes) e a coisa virou um ciclo.

    A verdade é que a diretoria do Flamengo arrasou com a credibilidade do clube e isso afeta o público, que não quer assistir; os patrocinadores, que não querem investir; e os jogadores que preferem ir para outros times.

    AK: Esse é outro lado da história. Hoje, os preços fazem a diferença entre estádio vazio ou cheio. Um abraço.

  • André Montedonio

    Selma, sou obrigado a discordar de voce, pois a torcida do Flamengo é a maior do mundo, e tem torcedores do Fla em todos esses lugares que voce citou e mais ainda, espalhados pelo Brasil inteiro. Se vocer quer esperar pelo Maracanã, fique a vontade, pois eu tambem estou esperando, porque lá realmente é a casa so Flamengo, aonde o Fla se sente a vontade e teve a maioria de suas conquistas. SRN!!!!!

  • Fernando

    Engraçado esse papo que o Atlético foi prejudicado. Todo mundo se esquece de um detalhe básico (relembrando 74), os diregentes do clube aceitaram também a forma como foi conduzido tudo (na certa achando que venceriam facilmente). Então agora é chorar na cama que é lugar quente. Quem quer ser campeão, não pode se dar ao luxo de ficar 3 partidas sem ganhar. Méritos da vitória ao Flamengo.
    O resto, como já falei, é choro… E o choro é livre… 😀

    AK: O que aconteceu no passado não transforma em acerto um equívoco no presente. Não havia motivo plausível para mudar a data do jogo. Um abraço.

  • Willian Ifanger

    O São Paulo “inventou” um setor à R$ 10,00 e me parece que é o setor mais ocupado nos jogos desde então. Será que é tão difícil assim “zonear” os estádio com preços de ingressos para todos os bolsos?

    Mas tem outra coisa que me desanima nesse campeonato: esses amistosos inócuos da Seleção. Tudo bem, a gente sabe que o problema não são os amistosos, são o fato de ter rodadas do campeonato junto com os amistosos.

    Mas não é possível que a cartolagem não tome alguma atitude. O São Paulo finalmente chegou pertinho do Vasco e vai perder o Lucas por 3 rodadas, inclusive no jogo chave contra o Vasco. E isso vale pra todos os times que tiveram jogadores convocados.

    Começo a achar que os dirigentes não estão nem aí para o fato do time brigar ou pra ser campeão ou por uma vaga de um torneio mais importante. O que importa é colocar sua mercadoria na vitrine e fazer dinheiro.

  • Cris Silva

    Selma, Selma, como falar asneira é fácil, hein? Quer dizer então que Vasco, Fogo e Flu não têm torcida em Bairros como Madureira e Méier e que os torcedores dos outros clubes estão, na maioria, na Barra, Leblon etc? HUAHUAHUAHUAHUA
    O velho preconceito, hein?

    Primeiro, o Engenhão foi cedido ao Fogo, então, as outras torcidas já não gostam de ir lá.
    Segundo, o ingresso tá caro, MUITO caro!
    Terceiro, o acesso ao Maraca é BEM melhor!
    Quarto, são anos de tradição de ir ao Maraca e não ao Vazião.

  • Senhores, bom dia…MUDANDO UM POUCO DE ASSUNTO: o que voces acham de o Dorival correr o risco de gancho de até 6 partidas por ter discordado do arbitro no jogo com a ponte???…disse que estavam cegos por nao ver uma falta….e no final deu parabens pelo jogo!!!….acho que os arbitros estao muito blindados pela lei…eles fazem lambança atraz de lambança….e se alguem reclama…é punido…a lei deve entender que no calor do jogo….existem reclamaçao mesmo…se o arbitro nao puder ouvir reclamaçao…entao vai fazer o que bem entende mesmo….entendo que ninguem é dono da verdade….a reclamaçao serve pra ele ver que talvez tenha que ficar mais atento aos lançes…desculpe mas é minha opiniao…

  • Luiz Antonio

    Oi,André
    Avisa ao pessoal do LANCE falta colocar o FIO como ídolo do Flamengo.Que falta de respeito a um dos maiores ídolos,mal comparando com ZICO.

  • Thiago Rodrigues

    Sr Andre, Por 40 mil pessoas em um estadio, e vencer como vencemos, jamais sera um milagre para o Flamengo! O clube se encontra em situacao ruim, por conta da balburdia politica, que impede seu desenvolvimento. Agora, a torcida foi ao estadio, porque o jogo tinha muitas atracoes. Eh assim que funciona. Nao adianta dizer que a torcida tem que apoiar o time de qualquer jeito, nao ha amor incondicional no futebol. Ha condicoes para se amar, um time, um amigo e ou ate um filho! Reflita…
    O Flamengo eh muito grande, e certamente quando o Maracana estiver pronto, levaremos em muitas e muitas ocasioes 80 mil pessoas aos estadios… Alias, eu ja vi muitas vezes o Flamengo colocar 180 mil pessoas no estadio, muitas e muitas vezes… Coisa que time nenhum no Brasil fez!
    O Sr que nao eh do RJ, nao imagina o quanto eh ruim ir ao Engenhao. O Maracana sim, eh a casa do futebol carioca, e la voltaremos a ser o maior do Brasil! Como no glorioso titulo de 2009!
    Saudacoes Rubro Negras

  • Italo

    Infelismente o engenhão é muito ruim. Mal localizado, dificil acesso por meio público, e sem estacionamento para ir de carro. Existe o trem, mais este somente liga a baixada e zona norte ao estadio, deixando outros pontos do Rio sem acesso. Para eu ir gasto R$ 30,00 só no transporte público, fora o ingresso, fica dificil assistir mais de um jogo por mês.

  • joão paulo tricolor

    O mais triste é a nossa surpresa em ver o flamengo lotar o engenhão.
    Olha André os clubes ten de se mexer pq futebol sem publico num dá.
    O ideal seria melhorar os horários, 22h dá pra encher todos estadios mas não é saudável ainda + aqui em SP. O melhor é até 21H20min.
    Os preços tem de ser compatíveis com o espetáculo, a qualidade do local, a falta de estacionamento, etc. O Palmeiras tem média de publico de quase 10 mil, se cobrasse menos poderia ter uma média de uns 15 mil e com a mesma grana.
    Calendário dificulta. O brasileirão é o maior campeonato daqui, as 5 primeiras rodadas são jogadas rivalizando com as fases finais da copa brasil e libertadores.
    E vamo combiná que se fosse 16 clubes a coisa iria melhorar uns 200%.
    Sem contar na profissionalização dos árbitros.

    E claro plano socio torcedor bem feito como é o caso do corinthians.
    Abraço

  • OK, tá tudo muito bem ,etc…mas o prezado não pode deixar [ou de forma subliminar] nas entrelinhas que o fla de alguma forma teve participação DIRETA no adiamento da peleja.Relembremos que a iniciativa partiu do nosso rival,ou estou inventando.Claro sem hipocrisia o fato nos beneficiou,mas daí querer nos imputar algum conluio com a CBF [lembre-se que o inimigo do seu pai vazou de lá faz algum tempo] é dar vazão a “teoria da conspiração”, prerrogativa até o momento do botafogo e do seu genérico das alterosas, a não ser que isso seja tambem um karma de alvinegros. SRN.

    AK: Não há teoria nenhuma no que está escrito.

  • Jefferson Freire

    Se não me engano, o jogo foi adiado pq não havia estádio disponível no Rio. Acredito que o Flu iria mandar seu jogo em Volta Redonda. Não tenho certeza. Independente disso, não é a primeira vez que isso ocorre. Acho muito pior o que acontece com mais habitualidade, como adiar jogos por causa de outra competição. Adia-se jogos do Brasileiro porque o time joga a Libertadores. Ora, se aceitou, ou se classificou para duas competições, que forme elenco suficiente ou renuncie um dos campeonatos.

    Mudando de assunto, acho mais interessante promovermos o debate dos absurdos que o STJD tem cometido. Se não bastasse os julgamentos desnecessários com o único intuito de dizer que existe, agora querem limitar a atuação da torcida. Querem acabar com a tradição da torcida. Ninguém toma atitudes enérgicas contra os vândalos que só pensam em ir aos estádios para brigar, mas querem multar por provocações que sempre existiram e q sempre fizeram a graça dos estádios. Vaiar e xingar também faz parte do ritual do torcedor, bem como cantar, aplaudir e apoiar.

    O STJD precisa de um freio sob pena de perdermos a graça do futebol.

  • Bruno – SP

    Situação curiosa André:- Caso o Palmeiras seja campeão da Copa Sulamericana, a vaga para Libertadores é por indicação da Conmebol (art. 5º, REC/Campeonato Brasileiro/12-CBF). Vale ressaltar que o vice-campeão da Copa Sulamericana não possui, em hipótese alguma, direito a vaga na Libertadores, por conta de sua posição final na competição, cuja vaga é destinada somente ao campeão (assim como na copa do brasil e libertadores). Na hipótese, como o Palmeiras já tem vaga garantida na Libertadores/13 por ser campeão da Copa do Brasil, compete a CBF indicar o critério da vaga remanescente. No caso concreto, o regulamento específico da competição do campeonato brasileiro/12 é omisso, não prevendo tal possibilidade. A situação curiosa é que o campeão da Copa do Brasil acessa a Libertadores na segunda fase, enquanto que o campeão da Copa Sulamericana acessa na primeira fase (v. as situações elencadas no art. 5º do regulamento mencionado). Assim, concluo que não é interessante para o Palmeiras ser campeão da Copa Sulamericana. Isso mesmo. É melhor ser eliminado, já que as competições da Conmebol tem preferência para indicação das vagas na Libertadores, conforme previsto no citado regulamento da CBF.

  • Edouard

    Bruno – SP,
    O assunto é totalmente desconexo com o tema da coluna do Andre, mas acho interessante e já tentei falar sobre isso aqui no blog.
    Me parece que se o Palmeiras for campeão da Sulamericana, não muda nada. O time vencedor da CSA pega uma vaga da confederação/federação a que filiado. O campeão da Libertadores é que pega uma vaga nata da Conmebol.
    Daí porque a CBF tem 5 vagas (“4 vagas e meia”, na verdade), mas terá 6 times na CLA em 2013, como teve este ano (em razão do título do Santos em 2011). A forma de distribuição interna das vagas é problema de cada confederação/federação. O que a Conmebol exige é que uma destas vagas internas seja do campeão da CSA. Então se o Palmeiras vencer a CSA, o Brasil continuará tendo 6 classificados: Palmeiras (agora por ser campeão da CSA), Corinthians (atual campeão) e os 4 mais bem classificados do Brasileirão.
    O problema é um brasileiro que não o Palmeiras vencer a CSA. Neste caso, por esse raciocínio, as vagas do Brasileirão caem para três…
    Um abraço.

  • Jean Lazarides

    O atlético é apenas um clube regional, que só tem torcida na região central de seu estado. Perde até em cidades do interior, nas demais regiões do próprio estado. É pequeno inclusive nos atos. Tamanha pequenez, reflete na hora de não aceitar uma derrota e sempre achar uma desculpa. E isso, contando que ninguém conheça a máfia que fazem na FMF. Perguntem aos clubes do interior de MG, sobre o atlético mineiro. Roubam até dinheiro de clube pequeno. O estado de MG só terá um futebol à sua altura, com equipes do interior fortes, quando não houver entraves como o clube atlético mineiro.

  • Rodolfo

    Apenas acho que o jogo não poderia ser marcado para outro estádio, já que se sabia da mobilização maciça que seria causada em virtude da presença do Ronaldinho. Seria diferente se fosse flamengo x ponte preta, por exemplo. Por sinal, tem se visto que flamengo e fluminense têm revezado jogos em Volta Redonda justamente tendo por critério os adversários de menor expressão. Em suma, se antes havia três ou quatro jogos por semana no Engenhão, a partir de então, com a decisão do Botafogo, tem havido apenas 02 jogos/semana.

  • Vladfla

    Queria levar o jogo pra onde amizade? Um campo que só cabe no máximo 15 mil pessoas?? Preservação da integridade física dos torcedores que não teriam ingressos fica onde? Tá faltando inteligência… E menos torcida contra o Flamengo… Quem quer ser campeão não pode e nem deve escolher data nem local nem time pra jogar… Que passem mais 70 anos sem ganhar nada se pensarem da mesma forma que você.

    AK: A média do Flamengo em casa é bem menor do que 15 mil, amizade. Dava para levar o jogo para qualquer lugar.

  • Bruno – SP

    Edouard, sei que o assunto abordado no post do André é diverso, mas entendo como pertinente. Na realidade, o campeão da CSA possui vaga na Libertadores pela Conmebol. O artigo mencionado na mensagem anterior esclarece tal condição. Abrs

  • Luís Alexandre

    Na boa, bosta de blog! Como praticamente tudo que vem desse jornaleco! Imprensa tendenciosa, sempre a favor de SP. Tudo que é do Rio é ruim, e errado!? Então nos esqueçam, e parem de ganhar dinheiro com a maior torcida do Brasil! O Flamengo ganhou, como poderia ter vencido se o jogo tivesse sido disputado na data original.

    Depois de escrever um monte de bobagem, ainda fica dando respostas malcriadas!

    AK: Seus dramas com o idioma são graves. Nada do que você “concluiu” está escrito. Leia de novo e, se quiser comentar outra vez, tenha modos.

  • Peorli

    O Amizade, daria para levar o jogo para qualquer lugar se a alteração na tabela não tivesse ocorrido antes de 10 dias, pois como versa o Estatuto do Torcedor, alteração de local tem que ser comunicada 10 antes da data do Jogo…Acho que vc ganha bem para ser ‘bem’ informado…

  • Peter

    Andre, concordo com voce quanto aos preços. Nao é só o fato do Ronaldinho jogar que fez encher. Muito se deve mesmo a promoção ( ate porque se vc voltar a libertadores de 2010, quando o Ronaldo jogou pela primeira vez contra o Flamengo, o estádio nao lotou )
    Estou vendo muitos torcedores do Atlético reclamar do adiamento do jogo. Que foi manobra do Flamengo. Mas isso não procede.
    Se vocês recordarem, quem pediu a alteração do jogo foi o Botafogo,( em virtude do estado do gramado, no sábado anterior ao jogo) e o Flamengo apenas não aceitou a mudança de local, baseado no estatuto do torcedor, que pede no mínimo 10 dias de prazo para esta alteração.
    Se o Atleticano tem que ficar bravo com alguma coisa, é com o time dele, que foi medroso o jogo todo.

  • leonardoatleticano

    Jean ,o futebol carioca tem grandes clubes do interior?
    Vocês se acostumaram tanto a vencer com ajuda externa, que nada mais os choca, aliás, roubar e trapacear no Brasil não choca mais ninguém, vide o mensalão, a seleção e o seu mengão.

  • J Pires

    Para um profissional da comunicação, sua memória está ridiculamente debilitada. A transferência do jogo não teve nada a ver com o Flamengo. A decisão foi intempestiva e estava fora do prazo para mudança de de estádio, de acordo com o Estatuto do Torcedor. Reclame com o Botafogo e a CBF, e procure se informar mais antes de escrever algo num veículo de informação. NOTA ZERO!!!

    AK: Leia o que está escrito. Apenas disse que o Atlético foi prejudicado. Não deveria ser tão difícil entender.

  • Paulo Pinheiro

    André,

    Por que não gostamos desse assunto de “o Atlético-MG foi prejudicado”:

    1. Fato: neste ano e no ano passado NINGUÉM levantou a lebre de que os adversários de Santos e Corinthians teriam sido prejudicados pelos jogos adiados em função da disputa da Libertadores. Parece até que é dogma dizer que esse é um direito daqueles clubes, mas a verdade é que não é. Desde o início do ano já sabiam do calendário como seria. Naquelas ocasiões os próprios clubes pediram o adiamento e foram atendidos. Neste caso o Flamengo NEM PEDIU.
    2. Depois do que aconteceu em 2005 um reles adiamento de jogo (oh… que grande coisa!) gerar todo esse fuzuê (na imprensa paulista e mineira principalmente) é mesmo de fazer rir ou chorar.
    3. Falar em “momento diferente” do Atlético-MG é vazio. Alguém acha que neste momento recente um clube que briga pela liderança enfrentar um que luta(va) pra se afastar do Z4 estaria num momento desfavorável? Se alguém dissesse à época da primeira data: “cuidado! na outra data o Flamengo terá o Cléber Santana no meio campo e o Dorival de técnico!” o Galo teria tremido de medo? Além disso, o futebol só tem o sucesso que tem por causa do imponderável. E a superioridade do Flamengo no jogo FOI o imponderável. O Atlético-MG ainda era o favorito (ou não?).
    4. A ausência do Bernard foi incompetência dele (ou do técnico) de evitar o cartão amarelo do jogo anterior. Na outra data o Atlético-MG também teria desfalques. Sempre clubes terão desfalques num campeonato como esse. O Flamengo terá dois no próximo clássico.
    5. Houveram dois adiamentos. A primeira data marcada também encontrava o Flamengo num momento melhor (vinha de uma série de vitórias). E aí adiaram novamente. E quem se importou?
    6. Os treinadores de clubes visitantes quando jogavam no Engenhão repetidas vezes reclamaram da qualidade do gramado. Vocês da imprensa criticam (corretamente) a qualidade do gramado. E aí quando o Botafogo, que administra o estádio, resolve tomar uma atitude vem a acusação de que estaria ajudando “seu amado” Flamengo?

    Acima de tudo fazer isso é desmerecer (com mais culpa do que intenção, é verdade) a vitória de um time que se entregou de coração ao espetáculo. Dizer que o adversário era “menos Atlético” por causa de uma data não faz jus a um jogo épico, onde um time quis jogar e o outro abusou da violência.

    AK:
    1 – Confusão de conceitos. E de motivos de adiamentos. Não escrevi que o Flamengo teve algo a ver com o adiamento.
    2 – Essa é a sua opinião. E novamente você mistura bananas com laranjas.
    3 – Não falei em momento diferente do Atlético. Falei do Flamengo.
    4 – Sim. O que isso tem a ver?
    5 – Não sei. Não importa. O problema é o primeiro adiamento.
    6- Nunca fiz essa acusação. A questão é outra.

    Obs: é surpreendente que você, leitor do blog há tempos e que conhece o que faço aqui, tenha conseguido ver má vontade com o Flamengo no que escrevi. O post é um elogio ao que se viu naquela noite no Engenhão. Um abraço.

  • Edouard

    Bruno – SP,
    Concordei com você sobre a relevância da discussão.
    Eu li o regulamento e não identifiquei de onde você tira que a CBF indicará o time caso o Palmeiras vença a CSA.
    Somente serão 6 vagas porque um brasileiro venceu a edição da CLA deste ano. Seriam 5 se o vencedor não fosse brasileiro, ainda que um dos nossos vencesse a CSA. Veja nas “Situações” 1 e 2 que somente ali há 6 classificados. Isso confirma o fato de que a vaga é “interna”, isto é, o vencedor da CSA pega a vaga do 4º colocado do Brasileirão. Esse time, inclusive, entra na 1ª fase, a “pré-libertadores”.
    Nesta hipótese, vencendo o Palmeiras, aplica-se a “Situação 1”, e seriam 6 times classificados, mas a primeira fase não seria disputada pelo Palmeiras, mas pelo 4º colocado do Brasileirão.
    o Corinthians será o time “Brasil 1”, o Palmeiras, o “Brasil 3”, e o 4º colocado do Br12, o “Brasil 6” (art. 5º, par. único).
    O raciocínio é o mesmo de quando o vencedor da CLA ou da CopaBr está entre os 4 primeiros colocados. Pega a vaga na condição de campeão, e a zona de classificação se estica para o 5º colocado do Brasileirão.
    Por isso, reitero: vencendo o Palmeiras, nada muda. Vencendo outro brasileiro, as vagas se reduzem a 3 no Br12, entrando o 3º colocado na pré-libertadores.
    Um abraço.

  • 40 milhões de torcedores da nação rubro negra – a maior torcida do mundo. Adoraram o seu texto. Morreram de rir, do seu complexo de vira – lata. Seu sentimento de inferioridade é visível. Coitado! Sera q isso tem cura?? kkkk
    Sempre adoramos seus textos. Pessoas iguais a vc, q odeiam , invejam e morrerm de ódio do Flamengo.. só alimentam e sustentam cada vez mais, aquele argumento de q Flamengo é Flamengo. ‘O mais querido’
    kkk

    AK: Vejam o nível de ignorância que aparece aqui de vez em quando. Será que tem salvação?

  • Paulo Pinheiro

    André,

    Não vi má vontade sua. Falei mais em “culpa” do que “intenção” justamente porque sei de sua imparcialidade.
    Critico que essa lebre seja levantada porque é tudo que o exército de anti-flamenguistas quer pra dar mais uma desculpa esfarrapada pra outra vitória brilhante do Mengo.
    Normalmente não dou a mínima pra anti-flamenguistas, mas aquela foi uma vitória que me deu orgulho e a simples menção de que o adversário foi “prejudicado” incomoda, sim. E não foi prejudicado, não. O Flamengo até teve uma melhora de produção após a data original. Mas na data definitiva a situação estava, em minha opinião, bem pior. O time vinha de 7 jogos sem vencer e depois uma vitória sobre o lanterna. Péssimamente colocado no campeonato. A “volta da piora” costuma ser mais desmotivadora do que a situação original.

    A propósito, concordo plenamente com o restante do comentário.

  • Julio

    Ok Andre, concordo que o Fla seria uma presa mais facil na data prevista para o jogo, mas seu comentario é ridiculo só pelo fato de o jogo ter sido adiado a pedido do botafogo e não do fla, ninguem é idiota de recusar uma oportunidade dessas na situaçao que o fla estava, na ocasião nem o atl-mg reclamou. E o Atl- não jogou mal, o fla que ganhou na raça

    AK: Ridículo é você achar que escrevi que o Flamengo tem alguma responsabilidade no adiamento. Leia.

  • Junior

    Honestamente, não entendi nada até agora. Confesso que já li esse texto algumas boas vezes, mas acredito que meu entendimento não vai mudar, por mais esforço que eu faça. Até agora não consegui encontrar no texto onde o Flamengo é criticado, muito pelo contrario, segundo o texto a equipe foi influênciada positivamente com o apoio em massa de sua torcida. Uma crítica que consegui identificar foi a maneira que os dirigentes estão utilizando o Engenhão como opção dos mandos de jogos, pois precem julgar de forma equivocada o que é prioridade ao torcedor carioca ao elaborar o pacote de atrativos de cada jogo realizado lá (preço de ingressos, horários, datas e importância de cada jogo).

    A outra crítica que eu identifiquei foi a falta de habilidade da CBF (ou seja quem for o responsável correto) em resolver com maior agilidade e prática o pedido do Botafogo para que não fossem realizados tantos jogos no Engenhão.

    Dizer que o Atlético teria mais chances em vencer o jogo na data original é uma opinião (bastante óbvia até), onde qualquer um pode concordar ou descordar.

    Sinceramente, não sei o que tipo de ofensa tão grave eu perdi no texto.

    AK: Aleluia.

  • LUCAS

    o gol do love mereceu uma placa e o ingresso também, é claro né eu estou falando no melhor atacante do brasil e digo poucos atacantes hoje no futebol brasileiro faz um gol daqueles que belíssimo voleio, mais o liédson também fez maior golaço de chapa pra num errar parabéns os dois pelo gol.

  • Achamos que estamos entrando um pouco atrasados neste blog,mas não vamos deixar de emitir
    uma opinião,é publico e notório a má vontade do blogueiro com o Flamengo,aliás parece que vem de berço,o papai Juca não consegue ficar sem dar uma alfinetada no mengo, mesmo que escamoteada.Ora era pública e notória a degradação do gramado do Engenhão,todos reclamavam,jogadores,imprensa e o Botafogo tratou de tentar melhorar as condições do campo de jogo.Com isso o jogo foi adiado pela CBF,será que o bondoso Botafogo quis ajudar o seu adversário
    rubro negro.Muita gente da mídia diz,se um time quer ser campeão não pode escolher adversários e dificuldades,o jogo foi limpo e naquele jogo o Flamengo jogou muito melhor…ponto final..o resto é choro de perdedor e recalque de alguns.

MaisRecentes

É do Carille



Continue Lendo

Campeão de novo



Continue Lendo

Inglaterra 0 x 0 Brasil



Continue Lendo