NOTINHAS PÓS-RODADA



Abrindo a rodada 10 do BR-12:

* Pouco a dizer sobre o 0 x 0 (na Vila Belmiro) entre Santos e Botafogo, além de pelo menos duas defesas impressionantes de Jefferson.

* Ah, ok: primeiro jogo em que o Botafogo fica no zero. Quinto 0 x 0 do Santos, que empatou 7 vezes.

* Segunda vitória seguida do Grêmio (3 x 1 no Sport, no Olímpico: Felipe Azevedo, Leandro-2 e Marcelo Moreno), que invadiu a zona da Libertadores.

* Leandro fez dois gols em sete minutos.

* Kieza reestreou pelo Náutico com dois gols, na vitória sobre a Ponte Preta (3 x 0, nos Aflitos: Souza fez o outro).

* A Ponte vinha de duas vitórias seguidas.

* Com dois gols em cinco minutos, o Cruzeiro derrotou a Portuguesa (2 x 0, no Canindé: Wellington Paulista e Diego Renan). Os mineiros interromperam a série de três derrotas.

* A Portuguesa deu quatro chutes ao gol cruzeirense.

* Douglas foi implacável com duas falhas da defesa do Flamengo, e o Corinthians (3 x 0, no Engenhão: Douglas-2 e Danilo) foi absoluto no Engenhão.

* 12.027 pagantes. Clássico das multidões.

* Quinta vitória seguida do líder (Atlético Mineiro 3 x 1 Internacional, no Independência: Guilherme, Leonardo Silva, Fred e Escudero), em grande momento.

* Foi a primeira vez que o Atlético venceu o Inter, desde a implantação do sistema de pontos corridos.

* Denis falhou no gol do Vasco (1 x 0 no São Paulo, no Morumbi: Fagner), mas foi o melhor jogador do São Paulo na derrota em casa.

* O melhor do jogo foi Juninho. Comandante.



  • Corinthians ontem esteve implacável, mas o que mais me chamou atenção foi a atitude oportunista do “papai” Joel, que tirou o Botinelli e deu entrevista esculachando o argentino, como se todos os problemas do time fossem culpa de um jogador só!

    Pra mim, foi um tremendo tiro no pé. Joel já perdeu prestígio com os dirigentes e com a torcida, agora começa a preder também com o elenco. O tempo dos técnicos boleiros está passando…

  • Edouard

    Pra mim, o campeonato vai apertar agora.
    Contando da 9ª rodada, começando sábado passado, serão 10 jogos em 36 dias.
    O jogo entre Vasco e Galo está nesse miolo aí, na 16ª rodada.

    Tenho lido bastante gente falando que o Joel tem conceitos ultrapassados. E que, mesmo com um elenco fraco, vem faltando padrão tático ao time. Você concorda com isso?
    Se isso for verdade, a preocupação da diretoria do Fla (que, reconheço, também tem outros problema$ grave$ pra re$olver) deve ser no sentido de que, mesmo com intervalos para treinar o time, está ruim assim, o resultado depois desse mês alucinado pode ser preocupante.

    Um abraço.

  • Bruno

    “O melhor do jogo foi Juninho. Comandante”

    Melhor frase do post para mim. E cada vez que leio esse nome, me vêm à mente a palavra também “aposentadoria” – e de como devo aproveitar cada momento em que meu grande ídolo de infância e adolescência ainda veste O Manto.

    Sentirei muita falta. É melhor aproveitar.

  • Marcos Vinícius

    É muito mais fácil culpar o Joel e manter a cultura absurda de que o treinador é culpado do que apresentar de fato o que acontece com o Flamengo. O time é muito,muito ruim,a administração do clube bate cabeça dia e noite,os dirigentes não falam a mesma língua,os reforços não vem,não há uma “espinha dorsal” e o meio de campo de hoje deve fazer aquela geração dos anos 80 ter vergonha de assistir a um jogo do Flamengo. O mesmo Joel que hoje é culpado pelo desastre em campo é aquele que tirou o time da zona do rebaixamento para a Libertadores em 2007,que dirigiu a seleção da África do Sul e que tem amplo mercado no Brasil. Será que o culpado é ele? Se o Flamengo fosse administrado por gente decente teria,com toda a certeza,um dos melhores times do Brasil. O problema não entra em campo,não escala time,não paga a quem deve e,com extrema competência,está afundando um dos maiores clubes do Brasil.

    Em tempo:Lindo passe de Renato Abreu para o gol de Douglas.Será que se fosse a favor ele acertava?

    A Portuguesa,desde já,deve começar a se preocupar em evitar mais um rebaixamento.

    Mesmo com a grande atuação de Denis o placar foi muito generoso com o São Paulo contra um Vasco repleto de desfalques. Juninho,com 37 anos,joga mais,com mais qualidade e eficiência que muito garoto de 20. Só para exemplificar:Entre o Reizinho e Ganso,ficaria com o primeiro.Joga muito,dificilmente se contunde,é agregador e não se envolve em polêmica. Relação custo/benefício melhor impossível.

  • santos

    Qual grande jogador hoje de qualquer time até de segunda divisão gostaria de jogar no flamengo?????? . o pior jogador na noite de quarta continua la como se não tivesse feito nada errado . po cria vergonha RENATO, e pede pra sair voce atualmente não merece nem banco . joel por favor pede pra sair ninguem te aguenta mais sai, sai, sai, e leva a mala do Renato com voce

  • santos

    ê cade o Tomás??? foi abduzido os jogadores novos são duas veses melhores que estas carniças como. renato vagner love, ibson e compania

  • santos

    o brio que sobra em alguns jogadores como o jogador Botinelli , falta no resto da equipe , e o pior os outros cometem os erros e sempre ele é que paga o pato , quem não enxerga isso não pode ser torcedor do flamengo pois valorizar quem é preciso que gosta de jogar com a camisa do flamengo e não apoiar atitudes insanas de tecnico que não consegue armar o time em campo . são muitos os buracos em campo, parece um Bando, 10 correndo atras de uma bola só.

  • Matheus Brito

    Vitórias maiúsculas de Vasco, Corinthians e Galo. Pena que o Corinthians não quis dar atenção ao Brasileiro em detrimento da Libertadores, e pena que a Olimpíada desfalque tantos times, pois seria espetacular ver o campeonato que iriam proporcionar esses três, mais o Flu e o Inter. Devido a esses problemas citados, a disputa me parece (talvez ainda seja cedo) que se encaminha para Galo, Vasco, Flu e Inter. Os demais terão devaneios com a disputa pela Libertadores, e o Santos não estará nela, nem tampouco o São Paulo.

    E o Flamengo hein? Não dá pra imaginar que um meio campo com Ibson, Botinele, Renato Abreu e Airton consiga brigar por algo maior do que a Sulamericana no estágio atual do futebol Brasileiro.
    Pergunta bem pertinente: Quanto tempo o Zinho aguenta no meio dessa gente que está lá? Riquelme disse “não” depois de ter visto o jogo de ontem. Segundo o Zinho, foram razões “futebolísticas”. Trocando em miúdos, ele achou o time muito fraco, viu que não brigaria por nada e ele já não era mais aquele cara que iria carregá-los nas costas.

    Parabéns ao Juninho, 350 jogos de muita dedicação e amor ao Vasco. Gostei da resposta do Cristóvão sobre reforços renomados :” esses times tinham uma necessidade maior do que a do Vasco”.

  • Fred

    André,

    Do jeito que você escreveu sobre o jogo Santos x Botafogo, ficou parecendo que o Santos mandou no jogo, e isso não aconteceu. O Botafogo dominou amplamento o jogo. E o lance mais impressionante foi um chute do Felipe Gabriel, da intermediária, explodiu no travessão a 118 km/h (segundo SportV)

  • Willian Ifanger

    O Vasco parecia que estava num jogo treino. Não consigo realmente entender esse time/elenco do São Paulo. Mas vamos que vamos.

    E como está pra terminar a passagem do Juninho pelos gramados, acho que eu já posso afirmar que, junto com Rivaldo, foi o maior camisa de 10 que vi jogar no futebol brasileiro (depois da era Zico). É o típico profissional que faz você se orgulhar de torcer para os times que vestiu a camisa.

    Vasco e Lyon devem tratar essa despedida com a grandeza merecida.

  • Marcos Vinícius

    Fluminense 4×0 Bahia. Teve algo no Bahia que chamou muito a atenção,mais que o futebol que o time (não) apresentou.

    Será que só eu notei o Falcão usando um paletó azul claro listrado? Só faltou a tradicional trilha sonora:”Essa família é muito unida,e também muito ouriçada…”

MaisRecentes

Em frente 



Continue Lendo

Acordo



Continue Lendo

Futilidade



Continue Lendo