NOTINHAS PÓS-RODADA



A quinta jornada do BR-12:

* A vitória do Botafogo (2 x 1, no Beira-Rio: Dagoberto, Andrezinho e Fellype Gabriel) em Porto Alegre encerrou a invencibilidade do Internacional.

* Foi a terceira virada do Botafogo no campeonato.

* Um belo gol de Wellington Paulista comemorou a volta do Cruzeiro (1 x 0 no Figueirense, no Independência) a Belo Horizonte, após mais de dois anos mandando jogos no interior.

* O Figueirense estava invicto.

* O Flamengo venceu (1 x 0, no Engenhão: Botinelli) os reservas do Santos, mas ouviu queixas da torcida. Botinelli foi vaiado antes do cobrar o pênalti, numa manifestação pouco inteligente.

* Eu achei que foi pênalti em Ibson. Sei que sou minoria.

* No jogo número 400 da carreira de Fred, o Fluminense goleou (4 x 1, no Engenhão: Wellington Nem, Anderson, Ricardo Jesus, Fred e Lanzini) a Portuguesa.

* Deco passou para três dos quatro gols. As duas últimas assistências foram geniais.

* Luis Fabiano fez o gol do São Paulo (1 x 0 no Atlético Mineiro, no Morumbi) e foi expulso após receber o quinto cartão amarelo em quatro jogos.

* Fabrício, do São Paulo, rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo. Será operado nos próximos dias.

* O Vasco, líder, perdeu os primeiros pontos (1 x 1 com o Palmeiras, na Arena Barueri: Mazinho e Juninho Pernambucano) no campeonato.

* O Palmeiras ainda não venceu.

* Com a primeira vitória, o Bahia (2 x 1 no Sport, no Pituaçu: Elias, Bruno Aguiar e Fahel) deixou a ZR.

* Bahia e Sport não se enfrentavam pela Série A do Campeonato Brasileiro havia mais de dez anos.

* A Ponte Preta foi mais um time a derrotar (1 x 0, no Moisés Lucarelli: André Luis) os reservas do Corinthians.

* O atual campeão brasileiro é o lanterna isolado, já com 12 pontos de desvantagem para o líder.

* Por falar em reservas, os do Coritiba golearam (3 x 0, no Couto Pereira: Pereira, Marcel e Tcheco) o Atlético Goainiense.

* O que comprova que o problema do time goiano era Adílson Batista, né?

* O Grêmio não usou escalação alternativa, mas perdeu para o Náutico (1 x 0, nos Aflitos: Ronaldo Alves).

* O gol do Náutico saiu aos 46 minutos do segundo tempo.



  • Sergio

    5 cartões amarelos do L Fabiano em 4 jogos. Ele não jogou a 4a rodada por estar suspenso.

  • Gol do Náutico foi a vingança da batalha dos Aflitos?

  • Joao CWB

    Sergio, não acompanho muito quantos cartões os jogadores levam por jogo mas Luis Fabiano pode ter levado um amarelo em cada jogo até a 3ª rodada e com isso foi suspenso no quarto. Voltou na 5ª rodada, levou 2 amarelos e consequentemente o vermelho.

    Há mais possibilidades além dessa. Mas realmente não sei como se deram as aplicações dos cartões.

    Abraço

  • Fred

    André,

    Num campeonato com inúmeros lances polêmicos de arbitragem, essa rodada que passou, não foi diferente.Por que você só resolveu “tomar partido” e dar opinião somente do lance a favor do Flamengo?

    AK: Porque meu objetivo aqui é incomodar quem se importa mais com o Flamengo do que com o próprio time. Um abraço.

  • Marcos Nowosad

    “O que comprova que o problema do time goiano era Adílson Batista, né?”

    Sim entendi a ironia e concordo, claro, que o problema do time goiano não era *somente* o técnico.

    Mas verdade seja dita: o Adilson Batista não é esse tecnico “diferenciado” que muitos acham.

    A boa campanha do Cruzeiro na Libertadores em 2009 é uma exceção no seu currículo. Não teve sucesso nas passagens recentes no Santos, Corinthians, São Paulo e Atlético-PR.

    Está dentro da média dos outros técnicos brasileiros.

    AK: De acordo. Um abraço.

  • Junior

    Acredito que a estratégia do Corinthians para tentar vencer sua primeira Libertadores pode comprometer 2 anos do clube. Já está ficando complicado de buscar até a quarta posição, caso o título não venha.

    Não entendo porque no Brasil, os jogadores poupados não podem ficar nem no banco de reservas, como acontece na Europa. Também não entendi porque o Emerson não jogou, ele está machucado?

    São Paulo e Grêmio, seguem o exemplo do Vasco no anos passado. Disputar todos os campeonatos para vencer, não devia ser algo restrito ao desejo dos torcedores.

  • Marcel de Souza

    A sua frase sobre o Luis Fabiano mostra que tem algo muito errado nessa situação dele… como um cara experiente como ele continua passando por isso???

    E que má fase do Fabricio, agora serão mais 6 meses para recuperação. Espero que desta vez ele se cure mesmo e volte a jogar o que sabe.

  • Alberto Pereira

    O impedimento no primeiro gol do Bahia, foi um escândalo!!!!!!

  • Fred

    Só queria entender o critério do seu comentário. Mas, como você fica nervosinho, que nem uma menininha mimada que tiraram a chupeta, não perderei mais tempo com um jornalista que não aceita críticas, ou seja, um “profissional” simplesmente patético…

    AK: Não minta para você mesmo, com promessas que não conseguirá cumprir. Um abraço.

  • Ah, só pra pontuar (off-topic):

    Seedorf comentando a Euro Cup 2012 na BBC Sport está dando uma aula de classe e conhecimento futebolistico…

    Claro, nenhuma surpresa, se tratando deste magnífico holandês…

    Abs!

  • Marcos Vinícius

    Fred

    Bem vindo ao clube dos que não assinam embaixo e são taxados por isso.

    Conselho de amigo: Discutir é uma completa e absoluta perda de tempo. Você deve ser mais um que que lê e não entende e quando entende interpreta errado.

  • Carlos Henrique

    Fred e Marcos Vinicius,

    Se o Blog do André é tão ruim assim, porque vocês continuam lendo?
    Simplesmente não deêm mais audiência.
    André, ao contrário dos dois, respeito muito sua opinião e, embora algumas vezes não concorde, não é por isso que vou sair te criticando por criticar.

    Abs.

  • anna

    Tb gosto mto do blog, apesar de discordar as vezes. Sempre fui respeitada pelo andre por isso. Abraco, anna

  • Junior

    Gostaria de fazer uma reflexão, não estou defendendo o André nem qualquer leitor, é apenas uma reflexão.

    Ao acompanhar e comentar em blogs adminstrados por jornalistas, temos a tendência natural de concordar ou discordar com as opiniões escritas. Porém, muitas vezes, cometemos alguns erros de julgamento quando tentamos expressar nossas opiniões. Acredito que deixamos de fazer uma análise mais ampla ao iniciarmos determinadas discussões.

    – Em geral, os jornalistas esportivos trabalham com os fatos que ocorrem no campo, ou no dia-a-dia dos clubes: jogo, admidtração, trabalho dos técnicos, atuação de jogadores e juízes e por ai vai. Eles não entram no campo de suposições, teorias conspiratórias e afins. Geralmente você não terá sucesso ao iniciar um assunto com base nisso.

    – Nós leitores, em alguns casos (eu mesmo já fiz isso) cometemos certas canalhices e nem nos damos conta disso. Exigimos de uma pessoa pública, que é o jornaista, o mais fino trato, mas não os reispeitamos da mesma forma ao redigir nossos textos, carregados de insinuções e achismos.
    Achamos, e com razão, que temos todo o direito do mundo em discordar do que é dito por eles, mas simplesmente nos esquecemos que eles também têm o direito de não concordar com que é dito por nós.
    Usamos o conhecimento que temos sobre a carreira do jornalista como: time do corção, emissora que trabalha, jogadores que admira… como argumentos para criticá-lo, mas nos esquecemos que são exatamente esses fatores que nos levaram a acompanhar o trabalho deles em blogs.

    Aprendi a fazer esse tipo de reflexão ao argumentar em um blog. Isso não torna o jornalista dono da verdade, nem mesmo faz com que eu concorde com tudo que é dito. Mas me fez separar melhor os assuntos, e me lembra que só posso exigir o respeito que eu consiga dar.

  • Marcos Vinícius

    Junior

    Antes de mais nada,parabéns pela colocação imparcial e coerente. Bom seria se todos,sem exceção,tivessem a mesma visão que você a respeito de algo tão comum e tão contraditório,com o perdão da redundância,que é discordar.

    Discordar é algo comum para uma geração que cresceu ouvindo músicas que faziam contestações a quase tudo. Aprendemos que devemos ter nossa opinião,e que essa opinião não precisa ser igual a da maioria. Claro que algumas vezes nós,eu incluído,lógico,exageramos na forma que expomos nossas opiniões.Chegamos a coloca-las como verdade absolutas,sem,muitas vezes,termos conhecimento do fato na íntegra. Fato.

    Mas também é fato que qualquer discordância,quando se fala desse blog,é tratada com ironia ou desdém. Tá bom,se vier alguém dizer que 100% é exagero,admito o mesmo,e diminuo esse percentual para 90%. Falta algumas pessoas entenderem o que é verdade,que cada opinião ou ponto de vista,mesmo que equivocado,tem que ter seu devido espaço e o respeito adequado. Algumas vezes o que inicia uma discussão é uma ironia desnecessária,ou ter sua opinião diminuida. Ou,pior ainda,ter sua opinião interpretada da forma que for mais conveniente,sem que isso expresse o que você realmente pensa.

    Sobre seu penúltimo parágrafo,temos que admitir: Para quem trabalha com esporte e torce para determinado time é praticamente impossível separar paixão de profissão.

    Para fechar : Seria interessante que algumas pessoas entendessem,como você bem colocou,essa relação de dar e receber o respeito devido.

    Mais uma vez,parabéns pelo comentário.

    P.S: Carlo Henrique…

    Ponto 1) NINGUÉM,repetindo,NINGUÉM disse que o blog é ruim. Se você entendeu isso,ou leu nas entrelinhas,então seu caso é bem mais sério do que eu pensava.

    Ponto 2) Ainda bem que você não é meu vizinho. Detestaria que alguma pessoa se metesse em assuntos que absolutamente não lhe dizem respeito,ainda mais da forma que você colocou.

  • Fred

    Carlos henrique e Anna,

    Não disse que o blog é ruim e nem ofendi o colunista. A “briga” começou somente porque questionei um comentário do André e recebi uma “patada irônica” como resposta. Como levar a sério um jornalista, que vive de criticar, e que não aceita críticas?

  • Teobaldo

    O surgimento dos blogs permitiu a nós que estamos “do lado de cá da telinha (ou do rádio, ou do jornal, ou da revista….) um nível de interação absolutamente inimaginável com “aqueles caras” que estão do lado de lá. É muito bacana e, sempre que posso, libero meu lado “expert” em qualquer assunto e, sempre, fico na espectativa de alguma resposta. Em 99%, em vão, o que serve apenas para confirmar minha total incapacidade, mas vamos em frente….

    Infelizmente, o “email” ainda nos nega o “olho no olho” e essa carência gera, não raramente e de ambas as partes, respostas desproporcionais, por vezes grosseiras em que, se a interlocução fosse “cara à cara”, certamente não ocorreriam.

    Observo (posso estar enganado, é obvio) que nesse espaço, apesar do excelente nível dos posts, esses embates, desagradáveis, são mais frequentes. Quero crer que por aqui não existam analfabetos funcionais, mas sempre fica, para mim, aquela impressão de que “alguém leu o que não está escrito” (essa expressão é muito boa e eu a aprendi aqui e a utilizo com frequência no meu dia-a-dia).

    Um abraço a todos.

    AK: Dividimos essa impressão. Um abraço.

  • Ricardo

    Parabens pela paciencia, andre. Deve ser dificil aguentar tanto mimimi …

  • Leo

    Quanto mais comentam mais se enrolam. Não sei se o André se interessa por psicologia (é minha área de trabalho), mas é muita carência. Abraços, André.

    AK: O tema me fascina. Mas me falta nível. Um abraço.

  • Marcos Vinícius

    Impressionante como falta de educação dá assunto. Ninguém mais lembra qual foi o assunto inicial do post,o foco do assunto passou a ser a falta de educação.

    Nível? “foda” foi usado em comentário anterior e eu leio nível?

  • Ricardo

    E o mimimi continua … impressionante. Tem um pessoal que comenta aqui que toma um remedio forte.

  • Fred

    André,

    No fundo, você deveria me agradecer. A minha crítica gera mais comentários para o blog, do que a simples bajulação. Um abraço.

  • Paulo Pinheiro

    Fred,

    O problema é que fica claro como água que a “patada irônica” tinha endereço certo. Digo isso por dois motivos:
    1. Aqui em em outros blogs tenho visto também rodadas com inúmeros erros e o blogueiro resolver abordar uma polêmica em específico. Mas quando não diz respeito a Flamengo isso te incomoda?
    2. A sua reação num nível inaceitável num adulto maduro. Acredito que você seja um, e justamente por isso dá pra ver que a raiva te cegou.

    Seu subconsciente está num lugar difícil de você enxergar (é assim com todos nós), mas ficou escancarado pra quem quiser ler naquela sua resposta.

    Cara, desiste dessa teoria da conspiração. Isso nunca existiu e nunca será provado. Se um campeonato inteiro sem um único pênalti a favor (39 rodadas!!!!!!!!!!) não foi suficiente pra você entender que o Flamengo, para a CBF, jornalistas, etc., é um time como qualquer outro (e por vezes paga pela sua grandeza, quando os árbitros querem mostrar que têm “personalidade” resolvendo não marcar faltas claras a favor do rubro-negro) então está na hora de fazer uma auto-análise.

    O Flamengo teve um gol legítimo anulado naquele jogo com o Santos porque o bendito assistente achou que a bola desviada no zagueiro do Santos deixou o Ibson impedido. Mas foi só um erro. Não foi nenhuma conspiração.

    É assim. Quebre-se o encanto e siga-se o campeonato e a vida.

  • Ailton de Souza

    Prezado André

    Considero você um dos poucos comentaristas esportivos imparcial. Já tivemos opiniões divergentes, entretanto os seus comentários são sempre coerentes e você procurar demonstrar essa coerência nas suas respostas.
    Falando de futebol:
    O Neymar está cansado ou seus marcadores estão aprendendo a marcá-lo sem deixar muito espaço para ele evoluir para os dribles rápidos?
    Armar um time com 4 volantes tendo um jogador enfiado como o Vagner Love sem ter uma bola enfiada (foi como surgiu o penalti) e manter o Botinelli no banco nem dar chance aos jovens talentos como Adryan, Tomas, Mateus e outros, é ser um treinador apesar de muito títulos estaduais que conta muito com a sorte, por isso não tem nenhum título nacional ou é um treinador que tem como cartilha a escola italiana (seleção) e Chelsea (treinador italiano)? E que não sabe que o Barcelona joga num 4 3 4 (Messi no ataque vale por 2)
    Se você fosse treinador do Flamengo como você o escalaria?

  • Lucas

    Na terra do jeitinho, da cachaça (bebida oficial de um famoso ex-presidente) e da caixinha, 12 pontos de diferença para o líder do Campeonato Brasileiro 2012, podem facilmente ser tirados, e principalmente, quando o caso envolve o Todo Poderoso Timão do PT da China e da Dilma (espécie de Dama de Ferro Tupiniquim). São 4 jogos, 4 partidas transformadas em jogos de cena e 4 vitórias que podem ser facilmente arrumadas, forjadas e produzidas, por gente como Paulo César de Oliveira, Marcelo de Lima Henrique, Sandro Meira Ricci ou Leandro Vuaden, “a bola da vez”, o árbitro escalado para apitar o “confronto” de hoje entre o Time do Povo e o Time da Vila, na semifinal da Libertadores da vergonha, na noite desta quarta-feira, 20 de junho. Certa vez, em partida apitada por ele, um Cruzeiro e Grêmio, num dos domingos de disputa dos Brasileirões dos últimos anos, o atacante Kleber quebrou a fíbula em um lance com o zagueiro Léo Carioca. Ele como “bom árbitro”, mandou seguir o jogo no lance. Mais um juiz brasileiro aspirante ao quadro da FIFA em competições internacionais e que fará de tudo para não ser vetado para participar da Copa do Mundo do Brasil do PT do Esconde Mensalão em 2014. Uma pena mesmo estar tudo arrumado no futebol moderno de hoje em dia. E tudo para satisfazer o fanatismo quase que religioso do Bando de Loucos, sempre promovido pela imprensa dita “oficial”. É o Vale Tudo! Vale o título da América para os descamisados da periferia paulistana, devidamente anestesiados num ano político tão importante para o país. Chora Neymar e Vai Corinthians! Espero que não para o Quinto dos Infernos, já que o destino de quem vende ou compra almas, nunca é muito seguro. Triste. Hoje é noite de buzinaço na capital paulista! E de festa da galera do Timão! Promovida pelo Andrés Sanchez, agora no front da CBF! Nunca foi tão fácil! Extremamente fácil! Maloqueiros e pseudo-sofredores, adoram facilidades!

  • Lucas, eu já descobri que você escreve seus comentários usando esse site – http://www.lerolero.com/

  • Luis Fernando

    Marcos Vinicius;

    “então seu caso é bem mais sério do que eu pensava”

    Você pode ser irônico com outro leitor, mas o dono do blog não pode?

    “detestaria que alguma pessoa se metesse em assuntos que absolutamente não lhe dizem respeito”

    Você pode se meter no assunto de outro leitor (Fred), mas o Carlos Henqrique não pode?

  • Fred

    Paulo Pinheiro,

    Gostaria de deixar claro como água, para você, para o André e alguma outra pessoa que também tenha “lido o que não está escrito”. Eu não estou nem aí pro Flamemgo, até porque, é um timeco que não vai incomodar ninguém neste campeonato. Eu sequer escrevi se achava que o juiz errou ou acertou, somente perguntei porque o André só comentou desse lance. Por que se sentirem ofendidos?

    Perguntei, não pelo fato de ser o Flamengo, ou qualquer outro time, perguntei porque sempre que um leitor entra aqui e diz que o time está sendo prejudicado por erros de arbitragem, o André desconsidera a reclamação, usa sempre o argumento de que em pontos corridos “existem erros para todos lados” e isso não influencia no campeonato. Ora, se o colunista se comporta assim com os comentários dos leitores, não deveria dar opinião sobre arbitragem em jogo algum.

    Se fosse pra citar arbitragem, deveria falar do gol impedido vergonhoso do Bahia sobre o Sport, e do penalti escandaloso não marcado contra o Inter no Beira-Rio. Esses foram erros gritantes e absurdos. O lance do Fla x Santos poderia ser marcado ou não, a maioria acha que não.

    Como eu falei, eu realmente só queria entender qual o critério pra escolher um jogo e falar da arbitragem. Só exite polêmica porque o colunista começou com uma resposta mal educada. Ele se sentiu atacado por ter lido “alguma coisa que não está escrita” Um abraço.

  • Carlos Henrique

    Caro Marcos Vinicius,

    É deselegante utilizar escrita em letras maiúsculas em um diálogo na internet ok?!

    As perguntas feitas pelo Luis Fernando (20 de junho de 2012 às 9:37) são pertinentes e fazem sentido.

    André Kfouri,

    Sou fã do seu blog, foi a primeira vez que escrevi (19 de junho de 2012 às 11:05), mas pelo tratamento que recebi do seu outro leitor, me sinto totalmente desencorajado a escrever. Entretanto continuarei acompanhando seu Blog!

    AK: Lamento por sua decisão, mas entendo perfeitamente. Obrigado. Um abraço.

  • Marcos Vinícius

    Carlos Henrique,

    É tão deselegante quanto interferir em conversa alheia da forma que você interferiu. As palavras em maiúsculo foram para frisar algo que você não se deu ao trabalho de notar antes de postar seu comentário.

    Nada a lamentar.

  • Luis Fernando

    E o Marcos Vinicius ainda reclama das respostas do dono do blog…

  • A infestação dos trolls já tirou Lédio Carmona do twitter, daqui uns dias o André também vai querer tranquilidade…

    AK: Relaxa. Acho tudo isso verdadeiramente engraçado. Um abraço.

  • Marcos Vinícius

    “Carlos Henrique disse:
    16 de maio de 2012 às 13:44
    O Bayern leva essa final. Com sobras

    RUMO AO PENTA!!!!!”

    “Carlos Henrique disse:
    20 de junho de 2012 às 13:57
    Sou fã do seu blog, foi a primeira vez que escrevi (19 de junho de 2012 às 11:05)”

    Sabia que já tinha lido um comentário dele,só não lembrava quando.

    Além de tudo é mentiroso. Que graça.

  • Carlos Henrique

    Marcos Vinicius,

    Falei que não ia escrever mas você está me desrespeitando! Não tenho sangue de barata!

    Quer dizer que eu sou o único Carlos Henrique do mundo?

    Estou escrevendo com outro e-mail, porém com o mesmo nome e, se este post for publicado, fica provado (não que eu precise provar alguma coisa a você) que foi outro Carlos Henrique que escreveu o post que você colou.

    Se você perdeu tempo procurando isto, quem realmente tem problemas é você!

    E você, pra mim, é problema seu.

    Só tenho a lamentar.

    Prezado André Kfouri,

    Me desculpe, mas não podia deixar que me chamassem de mentiroso.

    Abs.

  • Paulo Pinheiro

    Fred,

    Precisa de algum critério? Não pode se tomar um lance ao acaso e comentar? Não creio que a intenção do blog seja fazer um “diário dos erros de arbitragem”. E acredito menos ainda que se ele escolher um tenha a obrigação moral de falar de todos os outros. Não me incomodaria se ele tivesse falado só do lance do Bahia, por exemplo.

    Também em momento algum me senti ofendido. De onde você tirou isso?

MaisRecentes

Abraçados



Continue Lendo

A diferença aumentou



Continue Lendo

Sabotagem



Continue Lendo