MAIS DAS COPAS



O São Paulo venceu o Coritiba (1 x 0) com um gol de Lucas.

Tudo normal na frase acima, certo? Vitória em casa, gol de um dos principais jogadores do time. Nada que chame a atenção de quem não viu o jogo no Morumbi.

Mas as palavras enganam. Lucas construiu a vantagem do São Paulo aos 43 minutos do segundo tempo, em jogada individual, quando o Coritiba tinha um homem a mais em campo.

Àquela altura, o 0 x 0 em casa – que já não é um resultado ruim para o mandante no primeiro jogo – estava ótimo. E a torcida do São Paulo, descontente.

Porque o Coritiba jogou melhor na maior parte do tempo. E pior no momento mais importante.

Quando Paulo Miranda foi expulso (corretamente) pelo segundo cartão amarelo, o que se esperava era que a situação do São Paulo se agravasse.

Aconteceu o contrário. O Coritiba confundiu as coisas, adotou uma postura de controle do placar (só criou uma chance) em vez de buscar um gol fora de casa.

E como os dois jogadores ofensivos do São Paulo permaneceram em campo, os riscos para os visitantes não diminuíram.

Luis Fabiano teve uma noite pouco característica. Desperdiçou chances que normalmente converte em gols, e levou azar numa cabeçada que tocou no travessão.

Mas Lucas se livrou de dois marcadores num movimenro diagonal e chutou cruzado. Castigo que o Coritiba mereceu pela falta de ousadia.

Ainda tem jogo no Couto Pereira, claro. Mas o time paranaense poderia estar em posição melhor.

______

Pelas semifinais da Copa Libertadores, o Boca Juniors abriu excelente vantagem sobre a Universidad de Chile: 2 x 0, na Bombonera.

Quem não viu o atual Boca jogar pode se surpreender. Não é um time que pressiona o oponente com marcação alta, e nem faz questão de controlar a posse.

O que este Boca faz, e faz muito bem, é fechar espaços e contragolpear.

Riquelme é o jogador que pensa e comanda as ações. Somoza é um excelente marcador pelo meio. Mouche e Ledesma criam perigo pelos extremos do campo. E Santiago Silva faz gols.

É um time calmo, consciente de suas qualidades. Procura a vitória, ou o resultado que lhe interessa, sem pressa.

Problemaço em jogos fora de casa. Nada indica que a U. de Chile sobreviverá.

______

Júnior Marques, estudioso do futebol argentino, escreveu tudo o que você precisa saber sobre o jogo de ontem.

A análise está aqui.



MaisRecentes

Fechamento



Continue Lendo

Voltando a Berlim



Continue Lendo

Passo adiante



Continue Lendo