NOTINHAS PÓS-RODADA



E vamos que vamos, com a rodada de abertura do BR-12:

* O Palmeiras (1 x 1 com a Portuguesa, no Pacaembu: Luan e Rodriguinho) levou um gol de cabeça. O pequenino Rodriguinho estava livre.

* Felipão disse que deixará o clube no final do ano. O Palmeiras está de acordo. O fato fará parte da “narrativa” durante todo o campeonato.

* É difícil explicar a atuação fraca do Flamengo (1 x 1 com o Sport, na Ilha do Retiro: Marquinhos e Vagner Love), após tanto tempo de preparação.

* O empate foi lucro para o rubro-negro carioca.

* O gol da vitória do Figueirense (2 x 1 no Náutico, no Orlando Scarpelli: Fernandes, Araújo e Caio) saiu aos 48 minutos do segundo tempo.

* Gol que premiou a pressão do time da casa, com um jogador a mais nos últimos 10 minutos.

* Num encontro de campeões estaduais, o Internacional (2 x 0 no Coritiba, no Beira-Rio: Leandro Damião e Dagoberto) não bobeou na estreia.

* Damião já fez um. Vai contando.

* O Atlético Mineiro (1 x 0 na Ponte Preta, no Moisés Lucarelli: Escudero) foi um dos dois únicos times que venceram fora de casa na primeira rodada.

* Foi a primeira vitória dos mineiros sobre a Ponte, em Campinas, na história do Campeonato Brasileiro.

* O outro visitante que venceu foi o Fluminense (1 x 0 no Corinthians, no Pacaembu: Leandro Eusébio), no jogo de escalações alternativas dos dois times, envolvidos com a Libertadores.

* Com time misto, fora de casa e contra um adversário que deve, em tese, lutar pelo título. Vitória importante do Flu.

* O líder do campeonato é o Botafogo (4 x 2 no São Paulo, no Engenhão: Jadson, Herrera-3, Luis Fabiano e Vitor Júnior), que virou o jogo contra o São Paulo.

* Herrera entrou no intervalo (no lugar de Abreu) e fez 3.

* Pouco a dizer sobre o 0 x 0 entre Cruzeiro e Atlético Goianiense (no Parque do Sabiá), além do fato de o estreante Celso Roth ter dito que poderia ter sido pior.

* Pouco a dizer sobre o 0 x 0 entre Bahia e Santos (no Pituaçu), além do fato de o Santos ter jogador com seu time B.

* O Vasco (2 x 1 no Grêmio, em São Januário: Felipe Bastos, Fernando e Alecsandro) também poupou titulares, mas Alecsandro entrou e decidiu.

* Marcelo Moreno perdeu um pênalti, quando o jogo já estava 2 x 1.



MaisRecentes

Vitória com bônus



Continue Lendo

Anormal



Continue Lendo

Saída



Continue Lendo