O OUTRO LINK DA LIGA



O Bayern Munique voltará para casa para disputar a final da UCL.

Num grande jogo no Santiago Bernabéu, eliminou o Real Madrid nos pênaltis (3 x 1), após perder por 2 x 1.

A vaga na decisão pareceu longe do alcance dos alemães, que em menos de 15 minutos perdiam por 2 x 0.

Dois gols de Cristiano Ronaldo. O primeiro, de pênalti marcado por toque de mão na bola de Alaba, gerou certa discussão.

O jovem defensor do Bayern escorregou diante de Di Maria, e a bola chutada pelo argentino tocou em seu braço esquerdo.

Não há dúvida sobre o toque, e sim sobre a intenção. O árbitro entendeu que Alaba cortou o chute com o braço, ainda que ele o tenha usado para se apoiar no gramado.

Foi o começo sonhado pelos espanhóis, o gol que obrigaria o Bayern a deixar sua proposta cautelosa. Num lance de azar alemão, nasceu o segundo.

Khedira foi desarmado por Kroos, mas a bola chegou a Ozil. O passe para Ronaldo deixou o português diante de Neuer.

No buraco, e cedo, só restou ao Bayern atacar. Numa jogada de Gomez com Kroos, Pepe derrubou o artilheiro na área. Robben recolocou os visitantes no jogo.

Aí aconteceu algo surpreendente: o Real Madrid parou.

E não foi porque a partida entrou num marasmo destinado à prorrogação. Ainda faltava todo o segundo tempo, período no qual o Bayern foi corajoso, atacou e deu campo para os contragolpes.

Talvez o clássico de sábado em Barcelona tenha cobrado seu preço em cansaço. Talvez o conservadorismo de Mourinho tenha cobrado seu preço em passividade.

O Madrid só voltou a esboçar alguma ambição durante a prorrogação, mas sem ameaçar o gol de Neuer.

Nos pênaltis, desempenho monstruoso dos dois goleiros. Neuer pegou dois (Ronaldo e Kaká), e Casillas também (Kroos e Lahm).

Depois do erro de Sergio Ramos (bateu como um kicker da NFL), Schweinsteiger mandou o Bayern de volta para casa, para disputar o título.

De certa forma, é possível dizer que os milhões de euros investidos em José Mourinho, Cristiano Ronaldo e Kaká tinham como objetivo jogos como o de hoje. No caso dos dois jogadores, pênaltis como os de hoje.

Voltar ao topo do futebol da Europa (não ganha a UCL desde 2002) é o principal objetivo do clube.

Mas, como vimos nos últimos dois dias, não há garantias no futebol.

O Bayern estará na final, em seu estádio, com todos os méritos.

______

Os palpites das semifinais tiveram 0% de aproveitamento.

A máxima de que “o melhor time prevalece em dois jogos” nem sempre vai para o campo.

 



MaisRecentes

Porte



Continue Lendo

Segunda vez



Continue Lendo

Paralelos



Continue Lendo