O OUTRO LINK DA LIGA



O Bayern Munique voltará para casa para disputar a final da UCL.

Num grande jogo no Santiago Bernabéu, eliminou o Real Madrid nos pênaltis (3 x 1), após perder por 2 x 1.

A vaga na decisão pareceu longe do alcance dos alemães, que em menos de 15 minutos perdiam por 2 x 0.

Dois gols de Cristiano Ronaldo. O primeiro, de pênalti marcado por toque de mão na bola de Alaba, gerou certa discussão.

O jovem defensor do Bayern escorregou diante de Di Maria, e a bola chutada pelo argentino tocou em seu braço esquerdo.

Não há dúvida sobre o toque, e sim sobre a intenção. O árbitro entendeu que Alaba cortou o chute com o braço, ainda que ele o tenha usado para se apoiar no gramado.

Foi o começo sonhado pelos espanhóis, o gol que obrigaria o Bayern a deixar sua proposta cautelosa. Num lance de azar alemão, nasceu o segundo.

Khedira foi desarmado por Kroos, mas a bola chegou a Ozil. O passe para Ronaldo deixou o português diante de Neuer.

No buraco, e cedo, só restou ao Bayern atacar. Numa jogada de Gomez com Kroos, Pepe derrubou o artilheiro na área. Robben recolocou os visitantes no jogo.

Aí aconteceu algo surpreendente: o Real Madrid parou.

E não foi porque a partida entrou num marasmo destinado à prorrogação. Ainda faltava todo o segundo tempo, período no qual o Bayern foi corajoso, atacou e deu campo para os contragolpes.

Talvez o clássico de sábado em Barcelona tenha cobrado seu preço em cansaço. Talvez o conservadorismo de Mourinho tenha cobrado seu preço em passividade.

O Madrid só voltou a esboçar alguma ambição durante a prorrogação, mas sem ameaçar o gol de Neuer.

Nos pênaltis, desempenho monstruoso dos dois goleiros. Neuer pegou dois (Ronaldo e Kaká), e Casillas também (Kroos e Lahm).

Depois do erro de Sergio Ramos (bateu como um kicker da NFL), Schweinsteiger mandou o Bayern de volta para casa, para disputar o título.

De certa forma, é possível dizer que os milhões de euros investidos em José Mourinho, Cristiano Ronaldo e Kaká tinham como objetivo jogos como o de hoje. No caso dos dois jogadores, pênaltis como os de hoje.

Voltar ao topo do futebol da Europa (não ganha a UCL desde 2002) é o principal objetivo do clube.

Mas, como vimos nos últimos dois dias, não há garantias no futebol.

O Bayern estará na final, em seu estádio, com todos os méritos.

______

Os palpites das semifinais tiveram 0% de aproveitamento.

A máxima de que “o melhor time prevalece em dois jogos” nem sempre vai para o campo.

 



  • Anderson

    Como o futebol é gostoso!
    Não há esporte que nos proporcione o que vimos nos últimos dois dias.

  • Anderson

    André, é verdade que o Bayern pode ser o primeiro clube a ganhar a final em casa?
    Abs.

    AK: Na era da UCL, sim. Um abraço.

  • Massara

    Fiquei impressionado com a personalidade do Alaba. 19 anos e nem um esboço de sentir o peso da penalidade que cometeu (por azar, diga-se). No lance seguinte cruzou uma bola na medida para o Robben. E mais tarde inaugurou a série de pênaltis cobrando com a calma de um veterano.

    No mais, achei muito justa a classificação dos alemães. Ao contrário do que ocorreu na outra semi-final, acho que passou o time que esteve melhor nos 180 (+30) minutos (e, evidentemente, nas penalidades). Hoje o Bayern fez um jogo de muita personalidade, dentro de um Santiago Bernabéu lotado.

    A festa vai ser bonita na Allianz Arena. Há alguma chance de você cobrir a final pela ESPN, André?

    Abs.

    AK: Nesse ano, não poderei ir. Um abraço.

  • Regis Forti

    Parabéns pela análise sensata mais uma vez.

  • Andre Vidiz

    Ou “nem sempre quem palpita acerta qual o melhor time”

    AK: Eu não acho que haja dúvidas quanto a quais são os melhores times. E escrevi que Bayern x Madrid era muito equilibrado. A decisão foi nos pênaltis. Um abraço.

  • Edney

    Boa análise Andre (redundância !)
    O Real continua com seus problemas defensivos.. o Bayern esteve sempre mais perto de finalizar o jogo ainda no tempo regulamentar.. exceção aos 15 minutos iniciais, o resto do jogo foi todo do Bayern. Pepe mais uma vez atabalhoado comete um penalti infantil. E decepção completa com os medios do Madrid. Alonso irreconhecível (foi bem apenas no penalti) e Khedira muito burocrático. Nas laterais, não dá pra esperar muito de Arbeloa, e Marcelo muito mal defensivamente. Do meio pra frente, Mourinho apostou (novamente) em Di Maria, que fez água… Kaká entrou pra jogar no meio, congestionado de alemães.. pegava na bola e tinham sempre 2 ou 3 nele.
    O Bayern é um time forte, que joga muito no jogo de corpo (estilo alemão, claro), e o Madrid com jogadores leves, não conseguiu levar vantagem, pois fisicamente morreram (parecia 15 x 10). Impressionou o número de faltas (Luis Gustavo fez muitas…).
    Nos penaltis é quase sempre assim.. falham os craques ! Mas palmas para os goleiros, dois monstros debaixo das traves.
    E, na conta geral, acabou passando o time que foi melhor ao longo de toda a eliminatória… o Bayern nem merecia perder ontem no tempo regulamentar.
    Apesar de sua bola de cristal estar em baixa, o que acha da final ? Particularmente acho o Bayern um time muito forte. Ambos terão desfalques, mas acho que os do Chelsea comprometem mais (especialmente o Ramirez). Alias, acho que os ingleses torciam pelo Real, dada a fragilidade que seu sistema defensivo apresenta.
    Abraço
    Edney

    AK: Acho que dá Bayern. Um abraço.

  • Paulo Otah

    André, eu não colocaria a culpa no sérgio ramos pelo penalti perdido. Não totalmente.
    Se você rever as penalidades vai perceber que a marca do penalti tinha um buraco, todos os jogadores estavam arrumando a bola meio pra trás. Aí na hora do Sérgio Ramos bater, o goleiro do bayern reclamou com o juíz, que foi lá e fez o sérgio ramos colocar a bola dentro do buraco. E isso atrapalha e muito que vai bater um penalti. O proximo penalti, pode perceber que o jogador chuta varias vezes o campo pra tentar tampar o buraco, e no final acaba colocando a bola um pouco pra trás da marca, e o juiz não faz anda.

  • Teobaldo

    Porque permitiram que um estagiário ficasse no controle da câmera na transmissão do jogo Barcelona X Chelsea? Alguém pode dar uma dica de onde posso ver o lance completo do segundo gol do Chelsea? Um abraço a todos.

  • Murilo SC

    Ola Andre, Messi é para mim disparado o melhor jogador do mundo, achava ate injusto ele perder esse Premio por ter perdido o penalti no jogo diante do chelsea. Porem ontem o CR7 devolveu ao argentino o favoritismo voce não acha? Vai torcer por quem na final Andre? abraços.

    AK: Torcer? Para ninguém, mas acho que os alemães ganham em casa. Messi é o melhor jogador do mundo, e continuaria sendo mesmo que Ronaldo fizesse 5 gols ontem. Agora, para quem darão o prêmio é outra conversa. Um abraço.

  • Marcel de Souza

    Também tive 0% de acerto, bola de cristal embaçada!!! Apesar de ter torcido por uma final espanhola (seria sensacional!!!), acho que essa final também vai ser demais. Só uma pena a quantidade de desfalques… Como já foi dito em outro comentário de outro post seu, em torneio mata-mata essa regra dos cartões devia ser revista… 1 abraço!

  • Rafael

    Essa semi era mais equilibrada e, a rigor, não podemos considerar o Bayern como zebra, concorda?

    AK: Você leu os palpites das semifinais? Um abraço.

  • Anna

    Foi um jogo eletrizante. Vamos ver o que a final reserva. Para mim dá Chelsea! 😉

  • Francisco Jose Muniz

    André, não está na hora de se rever o critério de “gol qualificado”, originado na Europa, e hoje adotado, em vários campeonatos pelo mundo. A algum tempo o Grêmio foi campeão por ter feito um gol no Inter no Beira-rio, sendo que o Inter terminou o campeonato com a melhor campanha. Na minha opinião, esse critério foi determinante no ritmo de jogo das duas semi. Ontem, após o gol do Bayern, o Real parece que ficou com medo de atacar a toda, pois se levasse mais um gol teria que fazer mais dois e na terça, então, foi demais. No embate entre times grandes da Europa é uma arma muito grande essa “vantagem”. Quanto à questão de melhor time sempre avança quando o confronto é em dois jogos, não é, e nunca será garantido, eu acho que o melhor time sempre ganha um campeonato de pontos corridos. É menho sonho a Liga dos Campeões em pontos corridos.

  • Andrei

    André, estavamos diante dos dois melhores goleiros do mundo??? Pra mim sim!

    AK: Cech está na briga. Um abraço.

  • O Bayern já é mais forte que o Chelsea com os times completos. Com a quantidade de desfalques que o Chelsea tem, o Bayern fica mais forte ainda, jogando em Munique.
    Bayern é “favoritaço” contra o Chelsea…

    Acho que o Bayern deve se preocupar, da última vez que o cenário era esse o Chelsea eliminou o Barça…rs..

    Abraços,

  • Leonardo Lopes

    Viu ontem quem estava no David Letterman? Magic Johnson e Larry Bird! Estavam divulgando a peça da Broadway: Magic Bird.

    Se não viu, sugiro que veja. Deve ser a amizade/rivalidade mais sensacional do esporte.

    http://www.youtube.com/watch?v=XAg1Y9fqSpw

    Abraço.

  • Leandro Azevedo

    “Eu não acho que haja dúvidas quanto a quais são os melhores times”

    O Barça foi bastante superior no quesito futebol mas o Chelsea foi superior na eficiencia.

    Quanto ao confronto de ontem, achei que o Bayern foi o time superior nos dois jogos mostrando que tem um elenco mais equilibrado e que cumpre as suas funções com mais precisão que os jogadores do Real.

  • Sérgio

    A máxima de que “o melhor time prevalece em dois jogos” nem sempre vai para o campo.

    ouuuu a análise estava errada. A gente as vezes erra, não erra?

    AK: Isso é evidente, não? Se eu escrevi que a final seria Barcelona x Madrid… Em todas as fases da UCL, há erros nos meus palpites. Quando eu acerto, não bato palmas para mim mesmo. Com palpites, funciona assim. E fico satisfeito em perceber que você continua lendo e comentando. Um abraço.

  • Juliano

    Um jogaço!! Excelente!! Muita intensidade! Participação dos 2 goleiros durante a partida toda!

    Logo após o segundo gol do Real, antes dos 15 minutos, torci: tomara que não seja um chocolate! E assim como no jogo do Barça, os visitantes mostraram força para marcar o tento que deixava viva a chance de classificação.

    Gostei da classificação do Bayern, porque decidirão em casa. Gostei da eliminação do Real, por não simpatizar com Mourinho e provando que, mesmo com os salários e elencos mais caros, ele não conseguiu chegar no topo. Não sei explicar, é pessoal.

    Um time que tem jogadores caríssimos e os deixa no banco (o Real gastou uma fortuna para tirar Kaká do Milan, por exemplo), e tem na sua zaga Pepe e Sergio Ramos??? Não é a primeira vez que critico a dupla de zaga do Real, e ontem Pepe não foi tão mal. Mas a dupla está longe de fazer jus ao que o Real Madrid quer ser: o melhor. Talvez o dinheiro seja mal distribuído nas carências do time.

    Também sem conseguir explicar, ao ver cada batedor se preparando para suas cobranças de penalti, sabia quem iria acertar e quem iria errar. Percebi algo na ‘expressão corporal’ de cada um, como percebi na Copa América.

    As defesas de Neuer foram mais difíceis que as de Casillas, por serem baixas e mais no canto. Onde Mourinho estava com a cabeça ao colocar Sergio Ramos pra fechar as cobranças??? Quando a câmera fechou nele em close, se preparando para a cobrança, era possível notar que já tinha errado antes mesmo de bater.

    Kaká não entrou bem. Como já comentei, o cidadão precisa de ritmou ou ficará oscilando sempre. Sua experiencia e seus títulos, ninguém pode tirar. Ele não desaprendeu. Mas precisam acostumá-lo novamente a entrar nesse tipo de jogo que dá aquele frio na barriga, principalmente na situação em que ele entrou. Obrigação de decidir a vaga em casa, o time precisando de um gol com seu principal jogador, Cristiano, apagado desde o segundo gol. Pouca pressão?

    Uma pena o Chelsea ter tantos desfalques e tão importantes para a final. Na casa do adversário, ficou mais para o Bayern. Mas o futebol teima em mostrar, a cada dia, que isso não existe.

    Vale como nota: que torcidas, as de Barcelona e Real. Aplaudiram seus times mesmo derrotados. Gritaram o nome de seus melhores jogadores mesmo após seus erros. Fica o exemplo. À noite pudemos ver em La Paz uma torcida atirando tudo o que podia no campo do seu time, que vencia o visitante, tentando acertar os jogadores adversários. E conseguiram. É degradante, é péssimo, é medonho, é muito terceiro mundo. Mas eles pediram e Neymar avisou: “se esqueceram que tem jogo de volta?”. Mexeram com a fera, o Santos vai atropelar na Vila!

    Abraço!

  • A máxima de que “o melhor time prevalece em dois jogos”. Por isso o futebol é tão instigante. Pra mim, a única máxima que existe no futebol é que “máxima não existe”.

    Ah, e que “feio é não fazer gol”. Quase me esqueço. Que falha… hauha

  • Sérgio

    Mas André nesse caso acredito que tenha sido um erro de análise mesmo, eu me incluo nessa. Se pensarmos esse time do Bayern não é surpresa, é consistente, sólido, está aí debaixo dos nosso narizes cheios de bons resultados há um bom tempo e sempre que possível, todos nós, apreciadores de futebol, deixamos de falar dele. E lá está ele em outra final (na minha opinião, dessa vez, como favorito, quem diria?) Fico satisfeito em ver que você se lembra de mim.

    AK: Bom time, e favorito na final na minha opinião também. Mas acho o Madrid mais forte. Um abraço.

  • Felipe Ribeiro

    AKfouri,

    O Gian Oddi publicou no blog a notícia do Marca sobre o Kaká. Não sei se você chegou a ler a notícia, mas, sem querer exercer o pachequismo, oque você acha? Realmente o Kaká ainda não apresentou o futebol que o consagrou melhor do mundo em 2007, porém está longe de atrapalhar o Real Madrid.
    Na minha opinião, o Sérgio Ramos foi muito pior do que o Kaká. No primeiro jogo em Munique, entregou o primeiro gol ao Ribery e deu uma outra oportunidade clara de gol aos alemães. Ontem, bateu o pênalti (gostei da sua descrição rs) como um kicker da NFL. Criticar espanhóis o Marca não quer, né?

    Abraços!

  • Alexandre

    Acho que a frustação da decantada final Barça X Madrid, afinal, foi boa para o futebol de clubes europeu.
    Se os dois gigantes fossem à final, seria o sétimo título deles (somando) em 15 anos.
    Demais, né?

  • Rafael Wuthrich

    André, acho que é a constatação da retomada do bom futebol que o futebol alemão vem atravessando. Hoje, o melhor futebol do mundo é o da Alemanha. E isso inclui a seleção – em que pese os “espanholistas”, a melhor seleção da Copa/10 em matéria de futebol jogado foi a Alemanha, analisando-se o todo. O melhor ataque e os jogaços mostram isso. E o Bayern, ue já tinha sido vice em 2009-2010, volta à final em 2011-2012. Isso sem contar no renascimento do Dortmund e do Schalke (com uma campanha extraordinária na UCL ano passado). Concorda ou estou exagerando?

    AK: A Alemanha foi totalmente dominada pela Espanha na semifinal. E como a Espanha foi campeã, não posso concordar com você. Sobre o futebol alemão, não sei se é possível fazer uma afirmação sobre os próximos anos em relação à UCL. Mas sem dúvida o Campeonato Alemão é hoje um dos melhores do mundo. Os clubes não podem fazer loucuras financeiras, e isso significa menos estrelas internacionais jogando no país, mas o campeonato é ótimo e os estádios estão sempre cheios. Um abraço.

MaisRecentes

No banco



Continue Lendo

É do Carille



Continue Lendo

Campeão de novo



Continue Lendo