CAMISA 12



(publicada ontem, no Lance!)

O RATO ROEU…

– Bom dia, Majestade.

– Bom dia por que, infeliz? Você sabe que dia é hoje?

– Sim, Majestade. É o último dia de seu reinado.

– Então não pode ser bom, não acha? Ou você imagina que estou imensamente satisfeito com tudo isso?

– Claro que não, Majestade. Claro que não. Eu apenas penso, se o senhor me permite, no lado bom.

– Bom? Como assim? Se fosse bom eu já teria tomado essa decisão antes. Ainda bem que você é meu mordomo, não meu conselheiro…

– Sim, senhor. Já estamos indo? Devo preparar a carruagem?

– Ainda não. Quero retardar esse momento ao máximo. Meu estômago se revira, a cabeça dói só de pensar em dar tamanha satisfação a essa terra de ingratos. Não percebem o quanto avançamos nos últimos 23 anos! Não enxergam que, graças a mim, estamos diante de oportunidades que nunca tivemos!

– São ignorantes, senhor.

– Eu deveria ser aplaudido nas ruas e nem posso pisar na calçada. Só tenho tranquilidade quando estou no exterior. E mesmo assim as mensagens não param de chegar. Denúncias desses malditos fofoqueiros, investigações sobre meus negócios. Eu c… e ando para eles, mas chega uma hora em que dá vontade de mandar tudo à m…

– Calma, Majestade. Eles não merecem sua irritação.

– Eu sei! Mas agora é tarde. Eu sabia que não poderia confiar nos suíços. Eles me prometeram segredo sobre aquela… você sabe. Canalhas! O Rei deles não fazia nada sem me consultar, agora finge que não me conhece… aquele traidor. Preciso me antecipar, não tem mais jeito.

– Lamento muito, senhor. Mas veja: depois de hoje, Vossa Majestade não terá mais de lidar com essas preocupações. Poderá escolher um lugar paradisíaco e esquecer de tudo.

– Não precisava ser assim… eu já tinha preparado a minha retirada para daqui a dois anos. Teria o gostinho de vê-los todos comendo na minha mão. Mas parece que um complô se formou. Esses coitados ainda terão saudades de mim.

– Não tenho dúvida, Majestade. O momento é agora, o Carnaval está chegando.  Resolva tudo hoje e, na próxima semana, ninguém se lembrará desse assunto.

– Meu conselheiro disse a mesma coisa…

– Peço a carruagem, Majestade?

– Sim, pode pedir. Chegou a hora.

ENROLADO

O repórter Sérgio Rangel, da Folha de S. Paulo, comprovou ontem a ligação de Ricardo Teixeira com a Ailanto Marketing, empresa investigada por fraude no amistoso entre Brasil e Portugal, em 2008. A Ailanto recebeu R$ 9 milhões do governo do Distrito Federal para organizar o jogo. Em lugares onde as coisas são feitas com seriedade, apenas este caso já seria suficiente para, no mínimo, resultar no afastamento do presidente da CBF.

IMPORTADO

E enquanto, uma vez mais, os campeonatos estaduais impressionam pela ausência de graça e de bom futebol, eis que a cabeça boa de Loco Abreu sugere mudanças, propõe um novo formato para o torneio do Rio de Janeiro. Abreu apontou problemas e apresentou soluções. Foi preciso um jogador estrangeiro, que gosta do futebol brasileiro, dizer publicamente que algo precisa ser feito. Exemplo para seus colegas daqui, sempre em silêncio.

_______

Mudando completamente de assunto: temos um post sobre “Moneyball”, ali no Mais Gelo. Se tiver interesse, passe lá.



  • Bruno

    André, bom dia. Sei que não é o assunto em questão, mas gostaria de perguntar: por que os comentaristas de futebol não comentam sobre os lances no momento em que acontecem, ao invés de esperar pelo replay? O árbitro de futebol não pode esperar pelo replay para decidir qual decisão tomar, eles decidem no ato, errando ou acertando, enquanto isso os comentaristas sempre esperam pelo replay. Não seria esse um dos fatores de massacre da arbitragem? Um lance que precisa se repetido inúmeras vezes em replay por si só já exime o árbitro de ter decidido certo ou errado, não acha?

  • Eduardo Pacheco

    Adoro teu blog, principalmente pela tua preocupação em responder aos comentários de seus leitores. Engraçado que o vendo na tv tenho a mesma impressão que alguém já disse anteriormente aqui nesse mesmo blog. Tem-se a sensação de que você é digamos ” nariz arrebitado”. Repito que é sensação pois não lhe conheço pessoalmente. Mas uma coisa é certa. Você escrevendo é fenomenal. Parabéns

  • Caio

    Excelente André, parabéns!

    Você acha que podemos ter esperança de melhora na gestão da CBF e do futebol brasileiro como um todo, com a saida do Ricardo Teixeira?

  • Marcel de Souza

    André, estou com os dois pés atrás dessa história da deposição do “Rei”… Será que vai acontecer algo no pior esquema como na série “Guerra dos Tronos”, em que Rei fica nos bastidores, mas secretamente comenda tudo? Tenho minhas dúvidas sobre esse afastamento alardeado.

    De qualquer forma não deixa de ser mudança. Mas feliz mesmo eu ficaria se um sujeito desse fosse preso e julgado pelos crimes que aparentemente cometeu. Quem sabe um dia…

    1 abraço!

  • Alexandre

    Loco Abreu, uruguaio. Bebeto e Ronaldo, brasileiros. Vergonha de ser brasileiro!

  • Leandro Azevedo

    André,

    A FIFA proíbe intervenção dos governos nas confederações de futebol dos países membros, mas um caso envolvendo corrupção e suborno (quando os documentos da ISL forem divulgados e comprovarem realmente as denúncias), existe alguma maneira da Dilma implodir o modelo atual e exigir uma reformulação da CBF sem problemas com a FIFA?

  • Joao CWB

    Campeonato estadual, ou não, em que o Furacão participa nunca é sem graça.

    Mas concordo que deveriam mudar esse tipo de competição amadora, de repente a volta da Sul-Minas seria uma boa.

    Será que hoje teremos motivos reais e legítimos para festejar o carnaval?

    Abraço

MaisRecentes

Escolhas



Continue Lendo

Gracias



Continue Lendo

Abraçados



Continue Lendo