EDITORIAL DO LANCE!



A saída de Ricardo Teixeira da presidência do Comitê Organizador da Copa de 2014 poderia ser uma grande notícia para o Esporte, para a Copa e para o Brasil. Está muito longe disso.

Teixeira, como sempre fez ao longo da vida, usa apenas manobra para sobreviver. Enfraquecido, rompido com os poderosos da Fifa, mantido à distância pela presidente Dilma Rousseff e cada vez mais sem apoio político, a ponto de ser humilhado pelo deputado Romário em audiência na Câmara, sem que a bancada da bola se erguesse em sua defesa, Teixeira considerou ser essa a hora de deixar os holofotes para agir por trás das cortinas.

O primeiro movimento foi a escolha de Andrés Sanchez, mais do que um aliado, fiel escudeiro e candidato a seu sucessor, para a diretoria de seleções da CBF. Indicação que já começou equivocada pelo momento, em plena decisão do campeonato Brasileiro quando o Corinthians é um dos postulantes ao título. O que despertou a ira dos rivais e pode transformar erros casuais de arbitragens em polêmicas discussões de intencionalidade. Desnecessariamente.

Mas o pulo do gato do cartola-mor foi chamar Ronaldo para substituí-lo à frente do COL. Substituí-lo, não, este não é bem o termo. Mantido o status atual, Ronaldo vai apenas esquentar a cadeira da presidência. Pois Ricardo Teixeira sairá, sim, de corpo presente, mas manterá intocável a estrutura de um órgão constituído a sua imagem e semelhança, formado por subalternos, amigos e parentes unidos pelo interesse comum de agradá-lo, seja bom ou ruim para a Copa e o país.

Sem entrarmos no mérito de sua competência para esta tarefa monumental, será um erro Ronaldo aceitar uma tarefa assim sem exigir mudanças. Sem exigir que o COL vire um órgão sem fins lucrativos, transparente, fiscalizado e prestando contas à sociedade. Medidas que o tornem protagonista de fato, não apenas mais um escudo. Sim, pois ao manter o cargo de presidente da CBF e sua participação acionária no comitê-empresa como pessoa física, Teixeira será mais do que uma sombra de Ronaldo. Terá, por direito, poder para influenciar a toda a qualquer decisão que ali fortomada.

Ronaldo tem ainda uma outra obrigação a cumprir – e esta exclusivamente de caráter pessoal. Tem de se afastar de fato – e não de fachada – de seus negócios. É claro conflito de interesses dirigir o COL e agenciar patrocínios para clubes e jogadores (alguns da Seleção Brasileira), além de tratar de assuntos que direta ou indiretamente têm relação com a Copa do Mundo.

Um país que acaba de ver um ministro do Esporte afastado por suspeita de corrupção, onde as denúncias de superfaturamento de obras pipocam todos os dias pela imprensa, precisa mais do que práticas decentes. Precisa de bons exemplos. Ronaldo tem a chance de fazê-lo. Ou pode tornar-se apenas mais um na vala comum do vale-tudo brasileiro.



  • Joao CWB

    Como disse o seu pai certa vez: “Ronaldo cada vez mais perto de ser Pelé…digo, Edson.”

    Abraço

  • Gustavo

    André,

    Na minha opinião, é muito otimismo esperar que Ronaldo aproveite a chance para prestar um serviço digno ao país. Os indícios apontam em direção contrária. Ele não é ingênuo e sabe exatamente porque foi escolhido. A parceria com o diretor de seleções, o apetite para os negócios, a coligação histórica com uma rede de televisão, a ausência de qualquer atitude crítica durante a carreira, entre outros, são sinais que destoam da postura que se espera do ocupante de um cargo de gestão e fiscalização, sobretudo quando há dinheiro público na jogada.

    O que já estava péssimo ganhou disfarce e, portanto, ficou pior.

    Um abraço.

  • Anna

    Perfeito. A seguir cenas dos próximos capítulos. Estou fazendo um trabalho na pós sobre as denúncias do Andrew Jennings e sobre todos os desdobramentos. Grande abraço, Anna

  • Leandro Azevedo

    Romário vs Ronaldo vai ser um embate interessante.

  • Caio

    Meu Deus, pereito!

    Super assino embaixo.
    Parabéns por compartilhar André, abraço!!

  • Romário ainda não se manifestou sobre essa escolha, correto?

    Nunca imaginei uma cena como essa:

    http://felldesign.wordpress.com/2011/11/29/rt9/

    Mas parece que será isso mesmo!

  • Juliano

    Excelente.

    Eu me pergunto se gente como o Ronaldo lê esse tipo de texto. E se o faz, será que não sente vergonha? Qual seria o sentimento.

    Dentro de campo, Ronaldo está marcado na história do futebol mundial como gênio, dos maiores que vimos. E isso tudo em meio a contusões e superações, e mais no final “hipotireoidismos”. Fora de campo teve vida conturbada, alguns escândalos (momento TVFama) vieram à tona muito porque Rodrigo Paiva já não gerenciava sua imagem. O envolvimento com os travestis é emblemático, pode mostrar a subversão de um homem (com suas taras, vai lá saber), mas mostra um tanto o tipo do caráter que tem, pois ali ele não representava nenhum clube, mas era pai de família… isso pode ilustrar um pouco o Ronaldo que se alia a Ricardo Teixeira. O Ronaldo que no passado recente em entrevista ao Juca Kfouri, falou mal, mas agora está lá. Duvido muito que acione o MP para investigações necessárias. O acordo está casado, vai fazer o que Don Ricardo quer e claro, terá a seu favor alguma contra-partida que, pode ser que jamais fiquemos sabendo.

    Aí eu olho pro Romário que, pra mim, dentro de campo foi mais gênio, e fora de campo mostra mais caráter, e não me refiro somente ao recente mandato dele, onde tem peitado CBF e FIFA com suas negociações obscuras. Quando jogador, podia não ser exemplo fora de campo, mas sempre foi homem de assumir o que fazia. Sempre teve colhão. Ele mesmo admite que, foi ficando mais maduro com a idade. Uma pena que, ao que parece, Ronaldo tem involuído com a idade…

    Um abraço!

  • anna

    Ter conhecido o Juca foi um dos momentos mais especiais da minha vida na Academia Espn de Letras. Grande abraҫo, Anna

  • Carlos

    Tá. O Platini e o Beckembauer foram os (elogiados) presidentes dos comitês de organização das Copas do Mundo realizadas, respectivamente, na França e na Alemanha, mas o Ronaldo Fenômeno não pode ser o presidente do COL da Copa do Mundo de 2014??

    Que implicância é essa?

    Ronaldo é a personalidade do futebol brasileiro mais famosa e mais admirada do mundo. Tem, além do prestígio e do carisma, reconhecida e comprovada capacidade de administração, a se julgar por sua carreira de jogador profissional, bem como por sua curta mais já bem sucedida carreira empresarial.

    Quem, por acaso, seria a pessoa mais competente e mais apropriada do que o Fenômeno para o posto em epígrafe? Romário? Eurico Miranda? Zico? Raí? Juvenal Juvêncio? Algum jornalista esportivo?

    Chega de intriga, de futrica, de inveja e de clubismo tacanho! Somos todos brasileiros, e devemos procurar ajudar, de alguma maneira, na preparação para uma grande e inesquecível Copa do Mundo, em 2014. Se for muito difícil, para alguns, basta não tumultuar e não atrapalhar.

  • BASILIO77

    Cuidado Carlos, voce pode ser linchado.
    Ronaldo é ruim. Romario é bom.
    As negociatas de RT eram engolidas até 2010. Agora são inaceitáveis.
    A copa 2018 na Inglaterra seria um ótimo negócio, evidentemente em parceria com a FIFA. Depois que os ingleses perderam a concorrência, relizar uma copa é péssimo e a FIFA é um covil. Já os ingleses são ótimos. Se eles dizem algo, eu acredito piamente.
    Simples.
    Ou aceita-se o que diz a grande mídia ou serás acusado de ser mais um aproveitador, candidato a sugador das tetas do poder.

    Minha idade já não me permite que eu acredite numa imprensa livre de verdade, isenta de preferências particulares e interesses próprios ou simplesmente o gosto da polêmica pela polêmica, porque vende mais.

    Após anos e anos da mesma “panela” no comando do futebol brasileiro, parece que algo está mudando, não necessariamente para melhor ou pior. Apenas mudando de mãos.
    Isso incomoda aos que por tantos anos aproveitaram das benesses de serem amigos do rei. É natural que se organizem e saiam atirando para todos os lados. As armas usadas são sempre as mesmas, o controle e manipulação da informação.

    Vivemos uma guerra das vaidades lá no topo do poder, nada mais.
    Para nós simples torcedores e consumidores do produto futebol, pouca coisa vai mudar, ou como diria o humorista, mudam só as moscas.
    Abraço.

  • O Brasil e os brasileiros merecem…

    Sds

    NM

  • Basílio, você está enganado. Tem muita gente aponta os erros do RT há muito tempo, tanto que ele foi inclusive alvo de CPI e só não caiu, porque, como agora, um ex-craque lhe estendeu a mão (na época foi o Pelé, agora o Teixeira).

    Fazer uma Copa não é ruim, desde que você não distorça prioridades. Aqui em Brasília a segurança piorou, a educação também. Falta dinheiro para tapar os buracos abertos pela chuva. sabe por quê? Porque o Governador direcionou toda a verba para construção do estádio e para a articulação para que Brasília recebesse 7 jogos da Copa.

    Com certeza o torneio vai atrair turistas, mas que cidade esses visitantes vão encontrar quando chegar? Essa é a grande questão.

  • Correção: na época foi o Pelé, agora o Ronaldo.

  • Roverson Parise

    Oi André. Realmente seu texto como sempre foi muito bom. É exatamente minha opinião e acrescento algo que você não pode, não acredita ou não deve escrever, que é não acreditar que o Ronaldo faça o seu papel decentemente. Acredito que seu ingresso no submundo sujo do futebol não tem volta. Será mais um deles e talvez um dos mais perigosos. Um abraço.

    AK: O texto não é meu. Um abraço.

  • BASILIO77

    Pedro Valadares, eu sei que há anos, muitos anos se critica RT e seus métodos. Desde a época de João Havelange a entidade é criticada.

    O que acontece desde meados de 2010 é um frenesi de denuncias, um bombardeio generalizado à realização da copa e á própria lisura do campeonato brasileiro. É sistemático. Não está havendo um “balanço” entre o lado bom e ruim. E o pior de tudo, NÃO se leva em conta que o GOVERNO do nosso PAÍS se candidatou ao evento.

    E mais, está havendo um excesso de críticas e elogios, DIRECIONADOS com gosto duvidoso, nessa guerra de vaidades e interesses.
    Se o cara se aproxima à CBF é criticado, se o cara ataca a CBF ele é do bem.
    Só fazem isso em ALGUNS casos, não analisam pessoas que TEM BOA imagem e que se aproximaram da CBF em algum momento.
    Isso é manipular informação. É contar apenas parte da historia.

    Romário já foi aliado de RT. Parece que hoje não é mais. Porque será, o que mudou?
    Zico já trabalhou na CBF. Não me parece que seja um critico ferrenho à CBF. Zico é um safado?
    Zagallo. Também não é um crítico sistemático. É um canalha?
    Felipão idem. É pilantra?
    Parreira. É um bandido?
    Pelé. É um criminoso?
    Muricy ACEITOU o convite, é bom que se lembre. Seu clube é que não o liberou. Isso o faz um santo homem?
    Ronaldo se aproxima agora. Era heroi, passa a vilão.
    Mano Menezes tem esquema com empresários e com ex-clubes. Só esqueceram de avisar o jogador Mário Fernandes, do Gremio. Convocado e não compareceu…

    O argumento de que Ronaldo é dono de empresas e que isso representa conflito de interesses se exercer um cargo na entidade.
    E quem dos possíveis candidatos não tem?
    Num país onde boa parte dos jornalistas abrem uma empresa para que se pague menos impostos nas relações trabalhistas entre as partes, o que se pode dizer??? Essas empresas começam SÓ com essa finalidade…mas podem acabar como a TRAFFIC.
    É legal. Está dentro da lei.

    Enfim, eu adoro Coca Cola.
    Não sei como a direção dessa empresa trata seus empregados, o meio ambiente, se paga seus impostos, se sua diretoria desvia verba ou mesmo se tem ética…se sua linha de conduta com a concorrência é leal ou não.
    Domingo, eu quero ligar a TV, abrir um salgadinho e uma coca bem gelada, cheia de gás e torcer por meu time, mesmo sabendo que uma salada e um suco sem açúcar seria melhor pra minha saúde.

    Caso meu SCCP seja campeão, podemos esperar mais polêmica e suspeitas…
    Abraço e até a próxima denúncia!

  • Basílio. É lógico que no futebol, como jogo, nada muda. E também é lógico que RT não é só erros. O problema é que ele está passando por uma fase de falta de credibilidade, muito por conta do longo tempo que ele está à frente da CBF.

    Eu não disse que o Ronaldo é ruim. Acho ele um cara muito bom, mas ele terá que assumir o ônus de se aliar ao RT.Porém, concordo com você que o fato por si só não desqualifica o Ronaldo. é preciso esperar para opinar. Se Ronaldo cometer erros, deve ser criticado, se acertar deve levar os louros. Ele merece o elogio por assumir o risco.

    O fato de o Governo brasileiro ter assinado o caderno de encargos criou uma série de obrigações para o país. Porém, não é a primeira vez, que governantes assinam acordos que entram em choque com as leis nacionais, que não podem ser flexibilizada sob o perigo de desacreditar o estado de direito. Por fim, o país não pode direcionar a maior parte das verbas para investimento para a realização desses eventos. É preciso ter bom senso e ser razoável.

  • BASILIO77

    Pedro, concordamos totalmente. Bom senso e caldo de galinha não fazem mal a ninguém.
    Só acho que quem conta a historia deve fazê-lo com responsabilidade e acima de tudo honestidade.
    Abraço.

  • carlosm

    Pedro Valadares, você é uma cara racional. Não perca tempo debatendo com o Basílio, que ele é só paixão e isso o impede de ter bom senso ou de ser razoável. Ele desfiará “motivos” para justificar as escolhas de seu clube do coração/jogador símbolo… Mas no dia em que a CBF e o time deles estiverem em lados opostos, ele se juntará a nós com todo ardor… Enquanto isso, o país que se dane…junto com pressão arterial do Basílio, haja vista sua altíssima ingestão de sódio…

  • Alexandre

    O Ronaldo é tudo menos um “inocente útil”. Ele é extremamente inteligente e perspicaz e sempre soube muito bem onde pisa.
    Desde cedo todos os seus passos foram sempre um grande evento de mídia e, graças a um dom inato, sempre soube manipular a grande mídia para tirar o melhor proveito disto.
    Quando decidiu voltar ao Brasil, sabendo que sua carreira estava praticamente no fim, planejou minuciosamente o vínculo de sua imagem a um time de massa, já imaginando os futuros bônus provindos desta aliança.
    Nem tudo correu como o planejado, porque o clube era para ser o Flamengo, para o qual ele dizia torcer desde sempre (será?), mas acabou sendo o Corinthians, para o qual ele passou a dizer que torcerá para sempre (será???).
    E saiu melhor que a encomenda, pois o Corinthians tem tanta visibilidade na mídia quanto o Flamengo e muito mais vínculos com o poder vigente.
    E saiu de cena o “showman” (atleta ele já não era há alguns anos), para entrar o “businessman”.
    E, se na época de jogador ele sempre soube usar a todos para multiplicar os seus lucros, como empresário não seria diferente. E o COL será uma ótima oportunidade para os mesmos subirem exponencialmente.
    Resta saber se a imprensa continuará servindo de “escada” para o Fenômeno ou se a aliança com o Tricky Ricky ultrapassou aquela tênue linha, a partir da qua o teflon não funciona mais.

  • Alexandre

    Basilio77,
    Parabéns, pelo teor dos seus comentários você demonstra preencher absolutamente todos os requisitos para poder se auto intitular um corintiano pleno!

MaisRecentes

Flamengo 1 x 1 Independiente



Continue Lendo

Relíquia



Continue Lendo

Feliz Natal



Continue Lendo