CAMISA 12



(publicada ontem, no Lance!)

SILÊNCIO GRITANTE

Quando jogava, Romário se acostumou à sensação de que os zagueiros não tinham respostas para seus movimentos, especialmente dentro da grande área. Como parlamentar, ver suas perguntas ignoradas não lhe caiu bem.

Apesar do embargo imposto por certas áreas da mídia, você deve saber que o deputado artilheiro tostou Ricardo Teixeira e Jérôme Valcke, na terca-feira, em audiência na Câmara. Ao apresentar questões pertinentes, aquelas que as pessoas que ele representa gostariam de fazer ao presidente da CBF e ao secretário-geral da Fifa, Romário lecionou os políticos profissionais brasileiros. O silêncio dos convidados disse tanto quanto suas expressões molestadas.

A ausência de explicações ainda era o assunto, ontem à tarde, quando Romário foi ao gabinete do senador Álvaro Dias. De vinte minutos de reunião resultaram algumas iniciativas para que “o Brasil saiba com quem está lidando”, como declarou o deputado.

A primeira delas é protocolar um documento para que o Ministério da Justiça se envolva no caso da ISL. A presença do governo brasileiro junto aos esforços de empresas de comunicação europeias, para que os arquivos que a Justiça Suíça guarda em segredo sejam divulgados, pode acelerar o processo e revelar o que aconteceu com os pagamentos feitos pela extinta parceira de marketing da Fifa.

Romário e Álvaro Dias também pretendem fortalecer o movimento pela defesa dos interesses do Brasil no que diz respeito à Copa do Mundo de 2014. Na Câmara e no Senado, outros parlamentares serão convidados a participar. Poderiam começar lendo os relatórios das CPIs que investigaram a CBF no início dos anos 2000.

As perguntas que não foram respondidas na audiência de anteontem lembram a recusa de motoristas embriagados a soprar o bafômetro. Ninguém é obrigado a produzir provas contra si. A diferença, no caso dos documentos da ISL, é que as evidências não são eliminadas pelo organismo com o passar do tempo. Elas estão numa pequena cidade suíça, aguardando a ordem para se tornarem públicas.

Há cada vez mais gente interessada.

MAIS UMA AULA

O futebol brasileiro só será o que pode ser quando os nossos melhores jogadores permanecerem no país. Quando tiverem motivos para escolher ficar. O Santos e Neymar, de novo, mostraram como fazer. Gestão profissional, organização, calendário… há muito por melhorar, mas o segundo “fico” de Neymar deve ser motivo de satisfação para quem gosta de futebol no Brasil. A não ser, é claro, que você seja zagueiro de um time da Série A.

AMOR E ÓDIO

Em campo, suando as camisas que veste e correndo até o fim, Carlitos Tevez representa o que há de mais bonito no futebol. Qual time não quer tê-lo? Fora do campo, recusando-se a respeitar as regras que não lhe agradam, Tevez representa o que há de mais feio. Quem quer? Seria ótimo poder contratar apenas o atacante, mas o jogador tem de acompanhá-lo. Estranha contradição. Tevez joga como quem ama o futebol, mas age como quem odeia.



  • ines de geribatu

    Já era admiradora do atleta Romário,agora tenho a possibilidade de ver q o cidadão Romário é ,ainda mais digno de minha admiração.Simplesmente adorei a cara do RIck Teixeira Cara de Pau,ehehe,ótimo.

  • Joao CWB

    “Ninguém é obrigado a produzir provas contra si. A diferença, no caso dos documentos da ISL, é que as evidências não são eliminadas pelo organismo com o passar do tempo.”

    Gostei

    Abraço

  • Thadeo Pinhão

    É impressionante como não saiu uma notinha sequer sobre as perguntas do Romário no globo.com. Enquanto isso, aqui no Lance e na ESPN Brasil a repercussão foi enorme.

  • Anna

    O Santos, de LAOR, é um exemplo ao garantir Neymar até 2014. Espero que o Vasco faça o mesmo com Dedé, em 2012, para a Libertadores. Há especulações de que a Juventus, a Vecchia Signora, queira contratar o zagueiro. Bom final de semana a todos, Anna

  • Nelson Luis Bertoni

    Cara a cara de pedra do sr presidente recebendo o abraço de lider do governo já diz muita coisa.

  • André Luis

    AK, você disse que o Governo Federal, via Min. da Justiça, fará parte de um esforço conjunto com as empresas de comunicação europeias. Até ai tudo bem. Mas fará parte deste esforço ou já faz parte deste alguma empresa nacional, como a ESPN Brasil?
    As informações obtidas serão repassadas ao público ou correrá em segredo de justiça?

    SRN

    AK: Não quis dizer que será um esforço conjunto. Algumas empresas jornalísticas europeias tentam, na Justiça da Suíça, conseguir os tais documentos. Uma demonstração de interesse do governo brasileiro poderia acelerar o processo. Como está no texto, a ideia é tornar os documentos públicos. Um abraço.

  • André, você tem todo a razão sobre o Tevez. Dentro de campo o cara tem uma raça impressionante. Em vários jogos pelo Timão, ele corria atrás do lateral adversário pelo campo todo pra roubar a bola. Não desistia no meio e deixava pro outro tentar marcar. Ele ia até o final.

    No entanto, quantas vezes ele não perdeu jogos pra ir para a Argentina? E quantas vezes ameaçou ir embora?

    Carlitos é uma figura muito peculiar. Lembra que uma vez ele disse que iria se aposentar aos 28 anos? Será que ele ainda pensa nisso?

    Abraços!

  • Fred

    André,

    Não se discute que é mais do que importante alguma parte do setor político “partir pra cima” da CBF. É evidentemente positivo. Agora, o Romário, não tem credibilidade pra botar essa banca toda. A imprensa também deveria questionar isso.

    O Romário tem muitos traços de mau-caráter, por diversas atitudes quer já teve ao longo da carreira e da vida. Hoje ele é filhote político do Garotinho. Dá pra ver o nível, né? Ligado a igrejas, etc…

    Se levantarmos o histórico do Romário, teremos ações de não pagamento de pensão a ex-mulhers e filhos, penhora de imóveis por não pagamento de condomínio, envolvimento com pessoas ligadas a agiotagem e com o “golpe da pirâmide”, agressões diversas em brigas de rua, atacando pessoas com ajuda de seguranças, como já fez até mesmo com torcedor, dentro do ambiente de trabalho, no Flu e exibido pela tv. Já agrediu companheiros durantes jogos (Sávio e Andrei). Além de agredir e atacar moralmente veradeiros ídolos como o Zico e o Zagalo simplesmente por vaidade e arrogância. Também já foi parado em blitz da Lei Seca e não quis soprar o bafômetro…..Poderia continuar, mas já cansei de escrever, daria pra fazer mais alguns parágrafos…

    AK: O ponto aqui é um parlamentar que está fazendo seu trabalho. Não fiz nenhum julgamento sobre Romário como pessoa. Um abraço.

  • eduardo pieroni

    Boa André, mudando de alhos para bugalhos,você não acha que este “fica” de Neymar tem haver com o final da fase extraordinaria que Leonel Messi , quando Leonel voltar a ser so craque daqui uns 4,5 anos, o Barça vem e leva Neymar ou ate antes para se adaptar,Não sei não ?o que acha???????

  • Ivan Alves

    Olá André! Sobre o novo “fico” de Neymar, obviamente estou tao satisfeito quanto surpreso. É ótimo saber que o Brasil poderá ver seu melhor jogador em acao em nossas terras. Ocorre que o pequeno diabinho e seu advogado que vivem no recondido escuro de minha mente nao param de soprar em meus ouvidos: nao seria um caso de Superman as avessas? Explico: nao estaria Neymar escolhendo ficar no Brasil (a Terra), onde o sol amarelo dos adversarios evidenciam ainda mais sua superioridade, a ir para a Europa (Krypton), onde seus superpoderes nao mais seriam únicos, sendo ele apenas mais um dentre muitos outros supercraques? Nao seria a opcao mais confortavel ficar no Brasil, ainda mais com salarios equiparados? Porque arriscar perder o brilho e a badalacao que tem no Brasil, correndo o risco de ser só mais um tijolo no muro de lá? Isso pesou, ou é só meu diabinho viajando na maionese?

    O blog segue fantástico, como sempre. Abraco,

    Ivan Alves

  • Mário

    André,

    Acho que o Santos/Neymar tem todo o direito de receber do Banco do Brasil através do Marketing/patrocínio. Como o Banco do Brasil é do Governo Federal eu perguntaria: Todos apoiariam se fosse jogador do Corinthians? Garanto que muitos jornalistas/torcedores estariam criticando e “metendo o pau”. Diriam que é dinheiro público para time particular, Lula que está no meio do negócio, teoria da conspiração para ganhar títulos, Máfia CBF/Banco do Brasil/Corinthians.

  • Alexandre

    Mário, o BB é uma sociedade de economia mista com ações na Bovespa (qualquer um pode ser sócio) e tem cerca de 68% de participação do Governo Federal. Tecnicamente, não há que se falar em dinheiro público.
    É uma instittuição financeira que objetiva o lucro e não tem nada a ver com o BNDES, que é uma instituição de fomento ao desenvolvimento, não lucrativa, e 100% pública.

MaisRecentes

No banco



Continue Lendo

É do Carille



Continue Lendo

Campeão de novo



Continue Lendo