MAIS NOTINHAS PÓS-RODADA



Fechando vigésima-segunda:

* Se tivesse tocado apenas duas vezes na bola, Juninho Pernambucano teria decidido a vitória do Vasco (2 x 0: Juninho e Rômulo – 6.756 pagantes em São Januário) sobre o Coritiba.

* Cobrou duas faltas. Gol e assistência.

* Numa rodada marcada por pênaltis inventados, o árbitro Felipe Gomes da Silva, de Bahia x Grêmio (2 x 1: Brandão, Escudero e Souza – 17.997 pagantes no Pituaçu) foi o mais coerente: inventou dois, um para cada time.

* Espetacular defesa de Victor, negando o gol de empate a Jones, aos 42′ do segundo tempo.

* Para o Corinthians, tão importante quanto a vitória (2 x 1 no Flamengo: Deivid e Liedson – 35.392 pagantes no Pacaembu) e a manutenção da vantagem sobre os perseguidores, foi o retorno da intensidade mostrada nas primeiras rodadas do campeonato.

* O placar só refletiu o que foi o jogo a partir dos 43′ do segundo tempo. O futebol é o que é por causa de jogos assim.



MaisRecentes

Poupe



Continue Lendo

Pertencimento



Continue Lendo

Vitória com bônus



Continue Lendo