NOTINHAS PÓS-RODADA



Abrindo a vigésima do BR-11:

* No primeiro jogo após o drama de Ricardo Gomes, o Vasco (3 x 1 no Ceará: Elton-2, Eder Luis e Washington – 3.468 pagantes em São Januário) mostrou todos os tipos de força.

* Ricardo sorriu hoje, ao saber da vitória de seu time. Vamos continuar torcendo por ele.

* Na véspera de seu aniversário de 101 anos de fundação, o Corinthians venceu (3 x 2 no Grêmio: Chicão, Douglas, Paulinho, Ramón e André Lima – 15.468 pagantes no Pacaembu), mas terminou o jogo com 2 homens a menos.

* O árbitro André Freitas de Castro marcou um pênalti que não existiu para o Corinthians. Exagerou ao expulsar Edenílson. E não observou os acréscimos devidos. Muitas falhas para um jogo só.

* Quinta vitória (3 x 1 no Coritiba: Marcio, Agenor, Anderson Aquino e Anselmo – 3.146 pagantes no Serra Dourada) seguida do Atlético Goianiense.

* O Atlético estava lá no fundo da tabela. É o nono colocado.

* Bonita arrancada de Wellington Nem, para marcar o terceiro gol do Figueirense na vitória (4 x 2: Júlio César-2, Elias e Charles-2 fizeram os outros – 14.738 pagantes no Ipatingão) fora de casa sobre o Cruzeiro.

* Na mesma Ipatinga, o Figueirense também ganhou do Atlético Mineiro.

* Bom exemplo do momento que vive o Atlético (1 x 0 no Atlético Paranaense – 12.918 presentes na Arena da Baixada): a cobrança de pênalti de Mancini tocou no goleiro Renan Rocha, na trave, de novo em Renan e finalmente ultrapassou a linha do gol.

* Os mineiros venceram após sete rodadas.

* O Botafogo (3 x 1 no Palmeiras: Herrera, Gustavo, Maicosuel e Marcos Assunção – 8.352 pagantes no Engenhão), oficialmente, está na disputa do título.

* É o que acontece quando um time que rondava as primeiras posições engata 3 vitórias seguidas.

* O Avaí (3 x 2 no Flameng0: Róbson, Ronaldinho-2, Lincoln e Rafael Coelho – público ND na Ressacada) tem duas vitórias em casa, apenas. Sobre Corinthians e Flamengo.

* O Flamengo ganhou 3 pontos dos últimos 15 disputados.

* O placar de 2 x 1 (Lanzini, Rafael Sóbis e Rogério Ceni – 7.910 pagantes) no Morumbi encerrou a sequência de 3 derrotas do Fluminense.

* Dos 10 jogos que fez em casa, o São Paulo só venceu 4.

* O Internacional (3 x 3 com o Santos: Bolívar, Leandro Damião, Oscar, Borges-2 e Alan Kardec – 17.180 pagantes no Beira-Rio) fez 3 x 0 aos 26 minutos do segundo tempo.

* Borges comandou a reação supersônica do Santos.



  • eduardo pieroni

    boa andré, elton fez dois não

  • Willian Ifanger

    Não entendo como pode o time jogar tão mal no Morumbi. Ah, e não foi pênalti no Dagoberto.

    Parece que a briga esse ano pelo título vai ser mais apertada ainda.

  • Anna

    Feliz com a recuperação de Ricardo Gomes e com o fato de ele ter sorrido ao saber da vitória do Vasco. Tb fiquei feliz com as homenagens de Botafogo, Corinthians e Fluminense. E também com a faixa estendida pelo Ceará. #forçaricardogomes

  • Marcos Vinícius

    Pela ordem:

    O time do Vasco sentiu a ausência,ainda mais da forma que aconteceu,de Ricardo Gomes.Mas o Vasco é hoje um time consciente e consistente.E Éder Luís arrebentou ontem.

    Nos cinco últimos jogos o aproveitamento do Corinthians tem sido de time de série B.O jogo de ontem,não fosse um erro absurdo do árbitro (pênalti inexistente),poderia ser trágico para Tite e seus comandados.Não há mais gordura para queimar,a diferença para o segundo colocado é de dois pontos.

    Caminho inverso seguido pelo Atlético-Go.Cinco vitórias nos últimos cinco jogos.Pereira,zagueiro do Coritiba,deve estar até agora se culpando.Fez um contra,embora o árbitro tenha anotado para o jogador do Atlético,e falhou bisonhamente no terceiro.

    Seis desfalques do Cruzeiro no jogo de ontem,e o placar mostrou bem a superioridade do Figueira.

    Além de fazer sua parte,o Botafogo tem contado com a generosa colaboração,principalmente,de Corinthians,São Paulo e Flamengo,que insistem em perder pontos improváveis.Caio “Harry Potter” Júnior está fazendo jus ao apelido,e fazendo mágica com um time mediano.

    Atualmente o melhor meia (sim,ele é meia!) do nosso futebol é Ronaldinho.Mas o time em que ele joga não está no mesmo nível,e uma andorinha só não faz verão.Claro que irão aparecer comentários sobre o primeiro gol do Avaí,que foi irregular (o jogador que deu o passe estava impedido),mas,por favor,antes de alguém reclamar lembre-se do que aconteceu domingo no Engenhão,o pênalti claríssimo que o árbitro não deu.

    Impressionante o São Paulo.Jogou no Morumbi contra Botafogo,Vasco e Fluminense.Perdeu todas.

    O Inter empatou o jogo porque se acomodou com 3×1.Achou que estava ganho,sentou na vantagem e o Santos aproveitou.E nem de longe esse time lembra aquele que conquistou recentemente a América.

  • Fabiano Andrade

    A rodade de ontem mostrou como é ruim a arbitragem no Brasil.

    No jogo entre São Paulo e Flu, houve um lance de pênalti para o Fluminense e o arbitro não deu (lance bem discutível, é verdade). Depois Fred foi agredido na frente do bandeira e ele, Fred, foi quem levou um amarelo. O pênalti no Dagoberto foi um erro grotesco.

    No jogo entre Botafogo e Palmeiras também teve um pênalti claro para o time paulista, mas nada foi marcado.

    Agora, o jogo entre Corinthians e Grêmio….
    Não foi pênalti sobre Emerson, a falta que originou o gol do Grêmio não existiu (o jogador do Grêmio entra com o pé por cima da bola, assim como o do Corinthians). Não foi marcado pênalti sobre Emerson (esse foi) e ainda não apresentou o segundo cartão amarelo ao jogador do Grêmio que matou um contra-ataque onde tinham 4 Corinthianos contra 3 Gremistas (o jogo já estava 3×1).

    Depois expulsou Liédson sem que o mesmo pegasse o jogador adverário.

    Permitiu que o Goleiro do Corinthians demorasse uma eternidade para repor a bola em jogo.

    Permitiu que o gandula jogasse bolas em campo.

    Expulsou Edenílson corretamente – já ficou chato time que está ganhando ficar fazendo cera com jogadores que simulam contusões – o problema é que todos os times do campeonato, inclusive o Corinthians, sofreu isso inúmeras vezes e só nesse jogo alguém fez alguma coisa. Mas, se virar padrão, o futebol agradece.

    Por fim, ele deu 3 míseros minutos de acréscimos, deveriam ser no mínimo 5.

    Esse é o BR… e vamos que vamos

  • rodrigo

    fez cera, nao precisa expulsar… é fugir do padrão de tres minutos e acrescentar o tempo necessário… E digitar tudo isso de um nokia 5530 é horrível… Deus me livre…

  • Marcelo Morais

    Dois comentarios sobre o SPFC:
    1. Felizmente, nao disputa o campeonato carioca, pois estaria na zona de rebaixamento.
    2. Nao me lembro de ter visto o time ter campanha tao mediocre dentro do Morumbi num Campeonato Brasileiro.

  • Só pra constar. Apostei na reação do Santos!!
    Valeu BORGES!

  • Marcelinho

    Olá André,

    Sou daqueles torcedores que odeia falar de arbitragem. Ela tem se tornado mais importante que o jogo em si.

    Mas gostaria de registrar uma dúvida. No caso do jogo entre Corinthians x Grêmio (eu estava no Pacaembú), até o gol corinthiano de desempate, o Grêmio retardou em muito a partida, nas cobranças de lateral, escanteio e faltas, e ainda solicitou exageradamente a entrada do atendimento médico. Exatamente como fez o Corinthians, quando tomou a frente do placar. Dessa forma, a “cera” não foi proporcionalmente igual. O acréscimo, com mais de 3 minutos (tempo dado na partida) beneficiaria um dos times, que na verdade também foi “culpado” pelo tempo de bola parada. Não?

    Só pra constar, achei exagero o pênalti e correta as duas expulsões. O erro do árbitro foi no critério, não tem advertido os jogadores que também fizeram “cera” por parte dos gremistas.

    Abraços,
    Marcelinho.

  • Thiago Mariz

    Pode-se questionar a atuação do árbitro do jogo do Corinthians e o motivo de ter dado o segundo vermelho. Mas não considero um exagero. Um jogador não recebe amarelo quando faz cera (ou pelo menos é para receber)? Já tinha amarelo, expulso. O que era pra ser criticado é essa insistente cera de inúmeros times brasileiros. É irritante demais, não entendo como isso não é comentado. Só quando parte para algo visivelmente patético, como Brasil x EUA de futebol feminino.

    Talvez as razões para a expulsão sejam outras, mas isso deveria ser repetido. Pode ser que acabe com a cera. Ou os jogos acabarão com 8 contra 8, mas com homens que querem jogar.

  • Clayton

    E pensar que o São Paulo é o melhor mandante (e visitante) da era dos pontos corridos, mas este ano está destoando.

  • Gilson

    Bom dia André e amigos!
    Houve rodadas em que os destaques foram os jogos emocionantes como a rodada de SantosXFlamento, CoritibaXSão Paulo, outras recheadas de golaços como a penúltima e ontem foi a vez da rodada com trapalhadas dos juizes. Um tentando ser pior que o outro. Eu tenho certeza que não é favorecimento a algum time, mas sim falta de competência para a maioria dos árbitros. São erros grotescos que acabam mudando o rumo da partida. E o pior de tudo é que quando o erro acontece no primeiro tempo, eles voltam do vestiário sabendo que cometeram um erro e tentam amenizar seu erro cometendo vários outros erros, como foi o caso do jogo do Corinthians. Outra coisa é a falta de critério que os árbitros acabam cometendo. Ora punem o jogador com o cartão amarelo e depois deixam um lance bem parecido passar sem punição. No caso do jogo do São PauloxFluminense, no lance do penalti o juiz errou 2 vezes. Primeiro na marcação do penalti que não existiu e depois já que ele viu a falta, era necessário dar o cartão, pois foi uma falta feita com carrinho e por trás(isso na interpretação do juiz, pois na minha visão nem falta foi). Como ele marcou a falta teria que ter expulsado o jogador do Fluminense, pois já tinha um cartão amarelo. E nesse mesmo jogo, houveram mais lances em que ficou muito mais claro a falta dentro da área(lance do Fluminense no primeiro tempo, e um lance do São Paulo no segundo) que o árbitro não marcou.
    É muito chato ficar comentando erros de árbitro, mas a rodada de ontem foi uma lástima para os homens de preto.

MaisRecentes

Abraçados



Continue Lendo

A diferença aumentou



Continue Lendo

Sabotagem



Continue Lendo