NOTINHAS PÓS-RODADA (por obrigação)



Nada do que aconteceu no fim de semana tem a importância do que se passa com Ricardo Gomes.

Faz a gente questionar o sentido das coisas.

A sensação é de depressão. A vontade é não escrever sobre nada.

Estive poucas vezes com Ricardo, sempre em entrevistas ou rápidas conversas informais. O contato foi suficiente para perceber suas qualidades como pessoa, que são o que realmente importa sobre quem quer que seja.

A vida é mesmo injusta.

Que ele saia dessa inteiro.

______

Décima-nona jornada do BR-11. Só pude ver o que rolou no domingo:

* No gol de Lucas, que abriu o placar no empate entre Santos e São Paulo (1 x 1: Lucas e Ganso – 12.948 pagantes na Vila Belmiro), uma coisa impressiona: os envolvidos no lance estão numa rotação. Lucas está duas vezes mais rápido.

* E a finalização de Ganso? Comum?

* O que marcará o 0 x 0 entre Flamengo e Vasco (28.765 pagantes no Engenhão), para sempre, será o problema de saúde de Ricardo Gomes.

* Que bola de Marcos Assunção para Fernandão, no gol da virada do Palmeiras (2 x 1 no Corinthians: Émerso e Luan fizeram os outros – 36.299 pagantes no Prudentão), após 5 rodadas sem vencer.

* O Corinthians parou.

* As posições na tabela indicavam um favoritismo para o Inter em mais uma edição do Gre-Nal, a maior rivalidade do futebol brasileiro.

* O Grêmio (2 x 1: Marquinhos, Índio e Douglas – 23.181 pagantes no Olímpico) mostrou que esse tipo de análise é inútil.

* O Ceará (3 x 0 no Bahia: Thiago Humberto, Felipe Azevedo e Edmílson – 18.923 pagantes no Presidente Vargas) resolveu o jogo no final, com gols aos 35 e 36 minutos do segundo tempo.

* Tiago falhou no gol de falta de Edmílson?

* A versão mineira (Cruzeiro 2 x 1 Atlético: Montillo-2 e Fillipe Soutto – 16.726 pagantes na Arena do Jacaré) do domingo de clássicos brasileiros foi decidida por um argentino

* Golaço de Fellipe Soutto. E haja numerologia.

* No primeiro clássico de Florianópolis disputado na Série A em 35 anos, o Avaí virou (3 x 2: Igor, Lincoln, Júlio César e William-2 – 17.933 pagantes no Orlando Scarpelli) na raça o jogo contra o Figueirense.

* As chances perdidas machucaram o Figueira.



MaisRecentes

Plano B?



Continue Lendo

Pendurado



Continue Lendo

Porte



Continue Lendo