NOTINHAS PÓS-RODADA



Abrindo a décima-quarta do BR-11:

* O Corinthians voltou a vencer (2 x 1 no América-MG: Jorge Henrique, Kempes e Paulinho – 27.884 pagantes) e segurou a liderança. Mas se algum desavisado estivesse no Pacaembu, jamais diria que o jogou reuniu o ponteiro e o lanterna do campeonato.

* Outra atuação problemática de Renan, que, como todo goleiro jovem, precisa de tempo e tranquilidade em sua formação. Ninguém está pronto aos 20 anos.

* Após 6 rodadas sem vitória, o Figueirense ganhou (2 x 0 no Botafogo: Edson Silva e Júlio César – 8.695 presentes) em casa.

* O pênalti que originou o primeiro gol foi o mais ridículo do campeonato. E olha que a concorrência é forte.

* O empate entre Grêmio e Atlético Mineiro (2 x 2: Leandro, André, Fábio Rochemback e Leonardo Silva – 9.022 pagantes no Olímpico) foi frustrante para quem jogou e quem assistiu.  – E DERRUBOU O TÉCNICO JULINHO CAMARGO.

* Eu marcaria o pênalti para o Grêmio, apesar do barulho em torno da decisão do árbitro.

* Segunda vitória seguida do Avaí (3 x 0 no Ceará: William, Rafael Coelho e Cleverson – 10.864 pagantes no Presidente Vargas), novamente com 3 gols marcados. Bom momento.

* Edmilson jogou 45 minutos pelo Ceará. Sem ritmo.

* O Flamengo (1 x 0 no Cruzeiro: Deivid – 14.863 pagantes na Arena do Jacaré) é obviamente o time mais quente do campeonato. No lance do gol, bonito giro de Ronaldinho.

* Terceira derrota seguida do Cruzeiro.

* O Coritiba (1 x 1 com o Palmeiras: Jeci e Marcos Assunção – 18.823 no Couto Pereira) fez um gol logo aos 8 minutos, mas o resto do jogo foi bem diferente daquele que acabou 6 x 0.

* Os times de Felipão normalmente fazem muitos gols de bola parada. Estranhamente, este Palmeiras também sofre com esse tipo de jogada.

* Chegará o dia em que o time do Santos voltará a ser o que era e alguém vai pagar. Esse dia não foi ontem, porque o Vasco (2 x 0: Diego Souza e Dedé – 14.622 pagantes em São Januário) jogou muito.

* Golaço de Diego Souza, partidaça de Dedé.



  • Fabricio Cirelli

    Puxa André, tantos penaltis ridículos assinalados nesta rodada e um claríssimo no Luan do Palmeiras não marcado não kmerece nenhum comentáiro? Arbitragem desastrosa de Célio Amorim !!!

    Abraço,
    FC

  • “Chegará o dia em que o time do Santos voltará a ser o que era e alguém vai pagar.”
    Genial! E com a minha sorte, vai acabar sendo contra o SPFC…

  • Matheus

    Genial mesmo, e como sou cardíaco, ainda bem que não foi ontem.

  • Willian Ifanger

    É lógico que o Santos vai se reabilitar contra o SPFC. É nossa sina levantar defuntos.

    Acho que o Santos sofreu muito aquele jogo contra o Flamengo…..o que era pra ter sido uma goleada Dantesca, se tornou uma virada Homérica. Mas é claro que a hora que o trem voltar aos trilhos (e o Muricy sabe mais do que ninguém fazer isso no Brasileirão) o bicho vai pegar. O time é muito bom.

    E o Dedé um um puta zagueiro…..há muito tempo não um zagueiro tão calmo e preciso. Uma jóia.

    E devia estar “pouco’ frio ontem no Couto Pereira…..pra torcida do Coxa ficar quietinha, só frio mesmo. Muito frio, aliás.

  • Cesar

    Acho que o penalti no jogo do Grêmio também não foi. Tive a impressão de quem nem houve contato. Pra mim, o jogador do Atlético nem encosta no jogador do Grêmio, que pula ao perceber a chegada o adversário. Agora o penalti para o Figueirense… Meu Deussssss….

    Abraço.

  • eduardo pieroni

    Boa André, o Santos tem que se recuperar o quanto antes melhor, pois quando chegar novembro vai começar a se preparar e resguaradar para o mundial se não estiver em uma colocação que não corra risco vai prejudicar o trabalho para o mundial não acha????

  • Leonardo atleticano

    André, quanto ao penalti marcado contra o Galo, tenho certeza que não foi, mas o jogador do grêmio teve o timing perfeito na cavada . Com a visão encoberta, no calor do lance, na casa do atacante e sob pressão, 99% dos juízes marcariam. Já você com todos os recursos eu não entendi, por isso o recurso eletônico pode ser contestado. Tirando é claro o chip para ver se a bola entrou ou não, no resto é interpretação e boa vontade ou não. Abraço.

    AK: Três árbitros de futebol, analisando o replay na cabine e em contato com o árbitro no campo, acertariam a marcação do lance 99% das vezes. É um índice de acerto incomparavelmente maior do que se tem hoje. Os mais modernos tratamentos de saúde, às vezes, não conseguem salvar vidas. Nem por isso se deixa de recorrer a eles. Um abraço.

  • Juliano

    Olá André, boas notinhas pós-rodada como sempre!

    Algo acontece com o meu Santos! Analise comigo: contra o Flamengo sofreu 2 gols de cabeça na pequena área (T. Neves e Deivid), 2 também contra o Atlético-PR (do zagueiro e do baixinho) e contra o Vasco o gol do Dedé. Ainda, com os pés, levou gol na área pequena em falha de Rafael. Este goleiro fez um bom primeiro semestre, se firmou, garantiu vitórias na Libertadores, mas nas últimas 3 derrotas ele tem grande participação nos gols sofridos – utilizando-se da máxima que a área pequena é do goleiro. Claro que não é tão assim. Mas dos gols citados ele teve grande parcela de erro na maioria. Erros também cometeram Durval e Dracena – este último não tenho visto em campo. O posicionamento está horrível. Observou os gols sofridos na pequena área como eu André? (não tenho acompanhado SC e Bate-bola, então nao sei se alguém já comentou por lá)

    A cobertura dos laterais está ruim. Pará não é jogador de futebol, é incapaz de dar um passe, só dá chutão. Momento raro: o gol de Borges contra o Atletico-PR veio de jogada do Pará. Muito raro.

    Adriano está fazendo uma falta tremenda. Assim como estão o já negociado Jonathan e o sub-20 Danilo.

    Mas tem mais gente fazendo falta: Elano e Arouca já não estão jogando o que jogaram no primeiro semestre, apesar de não estarem atuando tão mal. Mais o Elano, que anda errando passes demais. Íbson melhorou no decorrer das 3 partidas. Mas, ao menos estes se apresentam para errar. O Sr Paulo Henrique Lima também precisa se apresentar. Está omisso. E quando a bola o procura (porque ele não a tem procurado) trata logo de dar um passe de 3 metros, quando passa disso, erra! Suas atuações estão irreconhecíveis! Sua omissão assusta e levanta lebres.

    Borges está se degladiando isoladamente no ataque santista. Porque Neymar corre o campo todo, volta ao meio campo buscar o jogo e fazer além da dele, a do Ganso. Tenho me surpreendido positivamente com o Neymar – eu que defendi a venda dele para o Chelsea no passado, tamanha máscara naquele momento. Hoje corre até os 45 do segundo tempo, busca, se apresenta, se movimenta, puxa contra-ataques, tenta. Tenta de novo. Já está caindo bem menos (e apanhando muito mais, pois os árbitros já o marcaram como cai-cai por culpa dele mesmo no passado). Hoje defendo muito o garoto, que mostra personalidade, liderança e, o principal: vontade de jogar bola, que me parece estar faltando a PHG. Enquanto Neymar e outros correm em busca de tentar algo na partida, Ganso caminha. E olha. Depois alguem vai exaltar a sua “elegancia” em campo.

    Óbvio que em um ou outro momento Neymar comete aqueles erros de displicência e preciosismo, mas estão cada vez menores ao passo em que ele amadurece.

    O que me acalma é ver que o treinador do Santos é Muricy Ramalho. Ele vai dar um jeito. A dica é cortar Pará do elenco para sempre, torcer para a recuperação do Adriano e escolher um do meio-campo para lhe ceder a vaga. O resto é treino e confiança. Porque a defesa está uma peneira, parecendo o Santos de 2010, do Dorival Jr, com a diferença que este fazia mais gols do que sofria.

    André concorda, discorda? Um abraço!

    AK: No geral, concordo. Creio que o Muricy também. Um abraço.

  • Ricardo Inocencio

    Quando vejo que o Cruzeiro perdeu a 3ª seguida, fico com mais raiva ainda daquela derrota pra eles no Pacaembu. Ainda bem que ontem vencemos o América, mesmo que no sufoco !!! Renan tem um excelente potencial, só que além de ter só 20 anos, está defendendo um clube que a cobrança é diferenciada. Normal o nervosismo e a insegurança. Logo logo Júlio César voltará (ufa !!!).

  • Evandro

    Pequena correção: o pênalti originou o segundo gol do Figueira. O primeiro foi marcado, de cabeça, pelo zagueiro Edson Silva (aka Edson Cabeção) numa cobrança de falta do Elias (ex-Atl/GO). Abs.

  • Paulo Pinheiro

    Acho que o segundo gol do Corinthians foi irregular.

    Independente das “teorias da conspiração”, vejo o Corinthians cada vez mais capengando. Se não vencer o Atlético-PR domingo o céu do Parque São Jorge vai ficar preto (e vencer na Arena não é mole, não).

    AK: O gol foi legal. Um abraço.

  • Marcos Vinícius

    Incompreensível o Cruzeiro.Vai até o Pacaembu e proporciona um dos resultados mais improváveis do campeonato,ao ganhar,e bem,apesar do magro placar,do líder.Vai até São Januário e mete 3 no Vasco.E perde em casa pro Flamengo.Pior não foi perder,foi como perdeu:Insistindo em bolas alçadas (nenhuma ofereceu perigo,a defesa rubro negra marcou muito bem),dependendo quase exclusivamente de Montillo (aquele Éverton…fala sério,não tem condições de ser titular),perdeu para um Flamengo que nem estava tão inspirado…afinal,qual é o Cruzeiro que vai disputar o Brasileiro,o da vitória contra o Vasco ou o da derrota contra o Flamengo?

    O gol de cabeça feito por Dedé ontem só aconteceu porque a defesa do Santos insiste em fazer linha de impedimento.Levar gol do Dedé até vai,o negão tem quase dois metros.Mas aquele contra o Atlético-PR foi dose.Ou se acerta o posicionamento ou preparem-se,cardíacos!Acho que o Santos só vai voltar a ser o que era após o Mundial de Clubes.

    Julinho Camargo não era treinador,era interino.Não caiu,simplesmente acabou o mandato-tampão.E com esse time ruim do Grêmio não tem treinador que dê jeito.

    E o Luciano do Valle chamando o Ibson de Ibsen,hein?!Que desagradável…

  • Paulo Pinheiro

    Um detalhe pouco percebido:

    O Deivid, que não quis comemorar seu gol contra o Santos na Vila, comemorou tranquilamente o gol contra o Cruzeiro na Arena do Jacaré. A torcida sentiu e passou a fazer coros de protesto contra ele.

    É estranho isso de “não vou comemorar o gol”. Pra quem lembra de um folclórico jogador dos anos 70/80 chamado Cláudio Adão: pra ele seria uma sentença de jamais comemorar gol contra ninguém. O homem passou por uma pletora de clubes!

  • Robert silva

    destaco que o flu tem um jogo ainda a menos q os demais
    se os torcedores dos outros times querem ter paz e tranquilidade na reta de chegada do brasileiro
    a eles um conselho:
    nao deixem o campeao brasileiro cegar la em cima nao

    pq se chegar fica ruim proceis hein
    é time de chegada nao deixa ele acordar nao…

  • Leonardo

    “…acertariam a marcação do lance 99% das vezes.”

    Caramba! Que precisão! Bela estatística!

    Você teria os estudos que comprovam isso?

    AK: Não de uma forma que você conseguisse entender. Um abraço.

  • Leonardo atleticano

    André, ok.

  • Anna

    Dedé jogou demais e Diego Souza fez um tremendo gol, golaço,mesmo! Pena que rolou apagão em São Januário,de novo.:(

  • Leonardo

    “Não de uma forma que você conseguisse entender. Um abraço.”

    Preguiça ou arrogância? Talvez Freud explique.

    AK: Não, apenas uma conclusão lógica. Nem a resposta você captou… um abraço.

  • Rodrigo

    Uma dúvida: “Leonardo” e “Leonardo Atleticano” são a mesma pessoa?
    Pergunto isso porque o “Leonardo” ironiza o “acertariam a marcação do lance 99% das vezes”, frase do AK, em resposta ao “Leonardo Atleticano” que disse que “Com a visão encoberta, no calor do lance, na casa do atacante e sob pressão, 99% dos juízes marcariam”, que gerou a tal resposta do AK. Acho que a lógica dos 99% era a mesma, não?

    AK: Não são a mesma pessoa. “Leonardo Atleticano” é um antigo e frequente leitor do blog. Um abraço.

MaisRecentes

Sqn



Continue Lendo

Gato



Continue Lendo

A vida anda rápido



Continue Lendo