NOTAS PÓS-RODADAS



BR-11, décima-primeira jornada:

*Após o empate (2 x 2 com o Atlético Goianiense: Rhodolfo, Bida, Rivaldo e Anselmo – 23.487 pagantes no Morumbi) que marcou a estreia de Adílson Batista, jogadores do São Paulo trocaram pequenas farpas.

* O gramado do Morumbi é um dos poucos que estão em boas condições, no momento.

* Pouco a dizer sobre o 0 x 0 entre América-MG e Figueirense (752 pagantes na Arena do Jacaré). Jogo de menor público no campeonato.

* E após 10 rodadas, o Atlético Paranaense ganhou (2 x 1 no Botafogo: Morro Garrcia-2 e Alexander – 12. 714 pagantes na Arena da Baixada) pela primeira vez.

* Quatro jogos sem vitória para o Botafogo.

* Na rodada em que conseguiu seu sexto empate (1 x 1 com o Ceará: Renato e Felipe Azevedo – 4.737 pagantes no Moacyrzão), o Flamengo tornou-se o único time invicto do campeonato.

* Thiago Neves estava certo. Era melhor não jogar contra o Ceará (para não ouvir as reclamações da torcida após o resultado).

* E o Bahia (0 x 0 com o Coritiba – 21.151 pagantes no Pituaçu) não ganha em casa…

* O Fluminense teve de fazer dois gols – o primeiro foi mal anulado – para ganhar (1 x 0: Marquinho – 6.547 pagantes no Raulino de Oliveira) do Palmeiras.

* O tricolor é o único time que ainda não empatou no BR-11.

* Com dois gols do ex-atleticano Diego Souza, o Vasco venceu (2 x 1 no Atlético Mineiro: Magno Alves fez o gol mineiro – 16.006 pagantes) no Ipatingão.

* O Vasco está no G-4.

* Não é verdade que o Cruzeiro (1 x 0 no Corinthians: Wallyson – 34.462 pagantes) tenha jogado “como time pequeno” no Pacaembu. A escalação de Roger ao lado de Montillo interferiu na atuação de Ralf e Paulinho, e atrapalhou o Corinthians.

* Foi pênalti de Ramon, quando o Cruzeiro já vencia por 1 x 0.

______

Guardadas as devidas e consideráveis proporções, a conquista do Uruguai (3 x 0 no Paraguai: Suárez e Forlán-2) na Copa América foi como o título da Espanha na Copa do Mundo: fez bem ao futebol.

O maior campeão do continente é um país onde se faz um trabalho competente, sob o ponto de vista humano, no futebol.

Fora esse aspecto, foi ótimo ver jogadores exibirem felicidade autêntica por uma conquista. Sem máscaras ou estrelismos.

Bonita festa.

______

O bilionário checheno Bulat Chagaev faria sucesso como cartola no Brasil.

Chagaev comprou o clube suíço Neuchatel Xamax em 12 de maio. No dia seguinte, demitiu o técnico, os supervisores e os patrocinadores.

Em 28 daquele mês, o Neuchatel perdeu a final da Copa da Suíça para o Sion por 2 x 0.

Chagaev mandou o segundo técnico embora.

Após a estreia no Campeonato Suíço, derrota para o Lucerne por 3 x 0 há uma semana, o dono do Neuchatel ordenou que o goleiro brasileiro Gallato fosse para o banco.

Ontem, o clube perdeu de novo, por 2 x 0 para o Basel.

E Chagaev demitiu o terceiro técnico, junto com o brasileiro Sonny Anderson, que tinha o cargo de manager.

Cobramos demais dos nossos dirigentes, que são muito pacientes e acreditam no trabalho a longo prazo.



MaisRecentes

Porte



Continue Lendo

Segunda vez



Continue Lendo

Paralelos



Continue Lendo