NOTINHAS PÓS-RODADA (e o River conseguiu)



E já se foram 6 jornadas do BR-11…

* Alguns minutos de disposição de Ronaldinho Gaúcho, e o Flamengo encerrou (4 x 1 no Atlético Mineiro: Dudu Cearense, Ronaldinho Gaúcho, Thiago Neves e Deivid-2 – 14.054 pagantes no Engenhão) sua sequência de empates.

* O Flamengo é um dos dois únicos invictos (Corinthians) no campeonato.

* As duas vitórias do Bahia (2 x 0 no Atlético Paranaense: Marcone e Lulinha – 11.391 pagantes na Arena da Baixada) foram como visitante.

* O Atlético não é o lanterna por causa do saldo de gols.

* Estréia de Joel Santana, e o Cruzeiro venceu (2 x 1 no Coritiba: Montillo-2 e Marcos Aurélio – 5.256 pagantes na Arena do Jacaré) a primeira.

* Quarta derrota do Coritiba. Só Avaí e Atlético Paranaense perderam mais.

* Primeira vitória do Fluminense (1 x 0 no Avaí: Conca – 4.139 pagantes na Ressacada) com Abel Braga.

* O replay que mostra o lance da expulsão de Rafael Moura, de frente, inocenta o atacante do Fluminense. Mas vendo a jogada pelo ângulo de cima, eu também teria mostrado o cartão vermelho a ele.

* O Ceará (2 x 0: Washington e Thiago Humberto – público pagante ND no Presidente Vargas) encerrou a invencibilidade do Palmeiras.

* Todos os 5 gols que o Palmeiras sofreu no campeonato foram produtos de cruzamentos para a área.

* O primeiro gol da vitória do Botafogo (2 x 1: Marcelo Mattos, Elkesen e Rafael Marques – 10.433 pagantes no Engenhão) sobre o Grêmio deveria ter sido anotado para Elkeson. Ele mirou um chute violento na cabeça de Marcelo Mattos, prevendo que a bola acabaria na rede.

* Pela terceira vez no ano, acabou a luz durante um jogo no Engenhão.

* Liédson ficou 3 rodadas sem marcar. Na goleada histórica sobre o São Paulo (5 x 0: Danilo, Liédson-3 e Jorge Henrique – 30.351 pagantes no Pacaembu), fez um para cada jogo de seca.

* Danilo, o melhor em campo no clássico, foi cruel no primeiro gol.

* Um bonito gol de Felipe e uma defesa incrível de Fernando Prass. Razões da vitória do Vasco (1 x 0 – 11.959 pagantes no Serra Dourada) sobre o Atlético Goianiense.

* O Atlético é um dos dois únicos times (Bahia) que têm saldo de gols zero.

* Falcão viu o Internacional (4 x 1 no Figueirense: Bolívar, Oscar, Leandro Damião, Ricardo Goulart e Wellington – 10.455 pagantes no Beira-Rio) fazer sua melhor partida sob seu comando.

* O Figueirense tinha levado apenas 2 gols em 5 rodadas. Levou 4 num jogo só.

______

Com cenas dramáticas e lamentáveis em Buenos Aires, o River Plate empatou (1 x 1) em casa com o Belgrano e está rebaixado.

Maior tristeza dos 110 anos de história do clube, certamente.

Na verdade, um feito. Os últimos dirigentes do maior campeão argentino merecem todas as honras.

Derrubar um clube grande no Campeonato Brasileiro só é possível com uma dose gigantesca de incompetência. Na Argentina, é ainda mais difícil.

Uma temporada desastrosa, apenas, não basta. É preciso fazer um planejamento de longo prazo para conseguir a proeza.



MaisRecentes

Vencedores



Continue Lendo

Etiquetas



Continue Lendo

Chefia



Continue Lendo