NOTINHAS PÓS-RODADA



A quinta jornada do BR-11:

* A última vitória do Bahia (1 x o: Jobson – 6.827 pagantes no Engenhão) sobre o Fluminense, em campeonatos brasileiros, tinha acontecido em 1990.

* Que beleza o contra-ataque do Bahia, em alta velocidade, aos 47 do segundo tempo.

* Era inimaginável que o Cruzeiro (1 x 1 com o América-MG: Fabrício e Fábio Júnior – 5.027 pagantes na Arena do Jacaré) chegaria à quinta rodada sem vitória.

* E quase sofreu a terceira derrota. No finalzinho, o chute de Leandro Ferreira bateu na trave de Fábio.

* O placar de 0 x 0 estava sumido do campeonato. Ressurgiu no clássico carioca (Flamengo x Botafogo – 15.832 pagantes no Engenhão) e marcou o quarto empate do Rubro-negro.

* O Botafogo jogou 3/4 do clássico com um homem a mais.

* Belo empate no Olímpico, com Grêmio e Vasco (1 x 1: Bernardo e Roberson – 16.322 pagantes) jogando para a frente.

* Era realmente necessária a “confissão” de Bernardo, sobre seu bonito gol sem querer?

* Olha o Figueirense (2 x 0 no Atlético Paranaense: Héber e Juninho – 10.067 pagantes no Orlando Scarpelli) no G-4. E com a segunda melhor defesa do BR-11.

* E olha o Atlético em penúltimo, um dos 3 times que ainda não venceram.

* Fartura de gols no Canindé (Palmeiras 5 x 0 Avaí: George Lucas-contra, Luan-2 e Kléber-2 – 12.138 pagantes), no baile do vice-líder.

* Marcos foi bem ao não bater o pênalti. De qualquer forma, Felipão não deixaria.

* É do jovem time do São Paulo o recorde (5) de vitórias (2 x 0: Marlos e Lucas – público ND no Presidente Vargas) no início do Brasileirão em pontos corridos.

* Rogério Ceni foi o melhor jogador em campo.

* O Coritiba não ganhou (1 x 1 com o Internacional: Glaydson e Davi – 21.598 pagantes no Couto Pereira), mas saiu da ZR.

* Bela atuação do goleiro Muriel, do Inter.

* O empate no jogo dos Atléticos (Atlético Mineiro 2 x 2 Atlético Goianiense: Marcão, Renan Oliveira, Vítor Júnior e Thiago Feltri – 15.106 pagantes na Arena do Jacaré) tirou os mineiros a área-vip.

* Falha grave de Renan Ribeiro no segundo gol dos goianos.



  • Leandro Azevedo

    O Vozao ontem pegou o R. Ceni em mais uma tarde inspirada… jogou melhor durante boa parte do jogo, teve mais que o dobro de chutes a gol, penalti perdido e bola na trave. Coisas do futebol.

    Andre, hoje lendo a coluna do Tim Vickery no site da BBC, ele fez um comentario interessante sobre o Lucas do SPFC (vou colocar em ingles para nao ter problema de traducao):

    “There will be a chance to see him next month in the Copa America. I’m in a tiny minority, but I’m not sure about his selection – I wonder if it might have been better for him to go to the World Youth Cup, which kicks off in Colombia at the end of July. With no Neymar in that side, Lucas would be the leader of the attack and would be obliged to develop his collective play.”

    http://www.bbc.co.uk/blogs/timvickery/2011/06/vickery_24.html#more (restante da coluna)

    Voce concorda que o Lucas, sendo a estrela do grupo Sub-20 e tendo que jogar mais para o grupo, teria uma oportunidade maior de crescimento, ou jogando uma competicao de “nivel mais alto” mesmo que vindo do banco, ajuda mais o atleta?

    Abraco

  • Anna

    Concordo quando diz que Bernardo não precisava confessar que o gol tinha sido sem querer, foi tão bonito… Gostei do jogo, mas a defesa do Vasco ficar parada e deixar o jogador gremista cabecear, não dá. Podem fazer falta esses pontinhos…

  • Leonardo atleticano

    André, Dorival conseguiu dar um ótimo volume de jogo ao Galo mineiro, só não consegue colocar a bola para dentro. Contra São Paulo e Atlético GO, quatro vezes mais finalizações, maior posse de bola, chances incríveis e sai com uma derrota e um empate.
    Quanto ao Bernardo, foi honesto, a intenção de cruzar foi clara, mas uma boa parte dos boleiros iriam dar uma de Migué.

MaisRecentes

Abraçados



Continue Lendo

A diferença aumentou



Continue Lendo

Sabotagem



Continue Lendo