COLUNA DOMINICAL



(publicada ontem, no Lance!)

O PAÍS DO PRESENTE

Pronto! Chegou o dia. Pode se enrolar na bandeira e sair pelas ruas, com muito orgulho e com muito amor. É hora de enterrar essa conversa complexada sobre nosso atraso, nossos vícios, nossos problemas. Chega! O mundo inteiro agora sabe que somos vanguarda, estamos na linha de frente, o país do presente. Ou será que você não percebeu os sinais?

Recentemente, reescrevemos as leis internacionais e demos uma aula de diplomacia no caso Battisti. Exibindo nossa vocação pioneira, concedemos liberdade a um criminoso condenado à prisão perpétua na Itália. Produzimos uma nova reforma gramatical ao transformar “assassino” em “ativista político”. Afinal, não é porque o cara matou quatro pessoas “por ideologia”, num período em que seu país vivia sob regime democrático, que os italianos vão nos dizer o que fazer (essa prerrogativa só os cubanos têm).

Mas nosso grande momento chegou no meio da semana, com a brilhante aprovação da Medida Provisória que esconde os valores de obras para a Copa de 2014 e a Olimpíada de 2016. Mais um golpe genial dos nossos representantes, novamente com um bônus gramatical. À legalização da malandragem, deu-se o nome de “flexibilização de licitações”.

Eu sei, já se esperava que fosse assim. Mas é preciso aplaudir. Nossa Câmara dos Deputados se distinguiu ao produzir uma situação inédita, única. Gastos públicos não são mais públicos, a Constituição não vale nada. A chamada “indústria do esporte” fará o preço, nós pagaremos e os órgãos de fiscalização saberão apenas do que for “conveniente”. Bernard Madoff está enciumado.

Ficou mais fácil entender por que organismos sérios (e de imagem inabalável) como a FIFA e o COI escolheram o Brasil para sediar os dois principais eventos esportivos do mundo. Um país com políticos capazes de legitimar a corrupção deve ser um lugar especial. Vamos para lá, então. Na história da Copa do Mundo, jamais houve uma declaração de amor tão avassaladora quanto a frase do deputado federal Cândido Vaccarezza (PT-SP), líder do governo na Câmara: “Temerário é não ter a Copa”. Não há limites para nossa disposição, estamos fáceis, fáceis.

Claro que a aprovação da MP não agradou a todos. Sempre há aqueles que não gostam de nada e criticam tudo. Aqueles chatos que se posicionaram contra a realização desses eventos maravilhosos no Brasil, que acham que construir escolas é mais importante do que levantar estádios, que um hospital vale mais do que um velódromo. Os mesmos chatos que não acreditam em nossos excelentes dirigentes esportivos, heróis nacionais. Chatos que se escandalizaram só porque os Jogos Panamericanos de 2007 ficaram 800% mais caros do que o previsto. Não percebem que se as licitações fossem flexibilizadas à época, e os orçamentos secretos, todo mundo ficaria feliz. Antipatriotas, queixosos da vida.

Chega de reclamar. Vamos viver essa energia, essa paixão. Agora ninguém nos olha de cima para baixo. Vá buscar sua bandeira, pinte seu rosto, sorria. Celebre a recuperação de sua auto-estima, seu trouxa.



  • Ricardo Medeiros

    Muito bom!!! Parabéns!!!

  • Sergio B T Mendes

    Boa André! Concordo em gênero número e grau com tudo o que escreveu! O Brasil é mesmo o país do futuro!

    Ironias à parte, é um grande absurdo o que estão fazendo para realizar a Copa. Será que não existe um único político para, literalmente, salvar a pátria?

  • Caro Andre,

    Moro nos Estados Unidos há 6 anos e nesse tempo voltei ao Brasil para visitar apenas 2 vezes. Eu estava fazendo planos de voltar ao Brasil daqui uns dois anos pra morar de novo, ja estou desistindo, esta semana eu estava tentando explicar essa MP à amigos americanos e eles até agora não conseguiram entender esse novo jeito de lidar com o dinheiro público. Moramos em NY, aqui nem tarifa de trem aumenta sem consulta popular. Não é referendo mas sim audiencia pública. Não consigo entender como que o povo não vai as ruas protestar, reclamar desse assalto!!! Será que o cidadão brasileiro é tão burro e ignorante assim? A minha raiva e revolta é muito grande. É inimaginável isso acontecer aqui. Hoje tenho vergonha de dizer que sou brasileiro.

  • Lippi

    Esse “seu trouxa” no final explica tudo. Brilhante.

  • Willian Ifanger

    Belíssima coluna.

  • Marcos Vinícius

    Antes de ler o quarto parágrafo,eu pensei:”Mas qual a surpresa?Todo mundo sabia que isso ia acontecer.”
    Mas sabe o que é mais legal?é que mesmo com a “flexibilização das licitações” as obras,faltando pouco tempo para a Copa ou para os Jogos Olímpicos,ainda não estarão prontas.E,então,jorrará ainda mais dinheiro dos cofres públicos para que,como disse o nobre deputado,essa “temeridade” não ocorra.E o mais engraçado é que tudo ocorrerá dentro da legalidade!

  • Cruvinel

    Revoltante!
    Seu texto foi brilhante.

  • Rodrigo Motta

    André, acompanho seu blog há anos e é a primeira vez que resolvi escrever. Seu texto foi brilhante, de uma inspiração sem igual e não sei o que se poderia acrescentar a ele. Não gostaria de parecer puxa-saco, mas é a melhor expressão dos que ainda têm senso crítico e não sabiam o que dizer e aonde dizer. Parabéns

  • Ale

    Coluna genial

  • Emerson

    Concordo plenamente!
    Eeeeuuuuu, sou brasileeeeeeeeeeeiro, com muito orguuuuuuuuulho, com muito amooooooooooooooooooooooooooooooooorrrrrrrrr…

  • Rogério Martins

    Nossa é isso!!!

  • marcos reis

    Filho de peixe peixinho é…animal a coluna resume bem o sentimento de brasileiros lucidos que ja estao com nojo dessa copa..nem torcer mais pra selecao inglesa brasileira (pois só joga la) consigo.
    Andre temos que liderar um movimento de boicote a copa..manifestar nas ruas ..nao é possivel ..sera que nao poderiamos entrar na justica contra essa mp? claramente inconstitucional? abs e parabens.. Quem tiver com bandeirinha no carro em 2014 por mim vai ser chamado de trouxa…

  • Gustavo

    André,

    Sua coluna me lembrou muito a música “Perfeição” do Legião Urbana:

    “vamos celebrar o meu país com sua corja de assassinos, covardes, estupradores e ladõres, celebrar nosso governo, nosso Estado que não é nação, celebrar a juventude sem escola, as crianças mortas, celebrar nossa tristeza, celebrar nossa vaidade. Vamos comemorar como idiotas, a cada fevereiro ou feriado… Vamos celebrar a epidemia, é a festa da torcida campeã…”

    Parabéns.

    Ótima semana.

  • Matheus

    Excelente coluna. Parabéns.

  • Paula

    Simples. O pais está inerte pq a maioria das pessoas dependem de lideres para guiar o movimento. O lideres de movimento no Brasil sempre foram os sindicatos e partidos ditos esquerda, que hoje são situação. Estamos orfãos de “líderes” de movimento. A oposição nunca teve cacife para isso. As universidade sempre foram redutos de esquerdistas e sempre foi delas que partiram as primeiras manifestações (com seus diretorios academicos cheios de projetos de politicos).

    infelizmente estamos realmente pacatos.

    obs.: eu me enquadro naqueles que precisam ser guiados. mas estou disposta a ir…

    Existe possibilidade de mudança, andré? O senado pode vetar?

  • Fabio

    Infelizmente somos muito passivos. Adoramos criticar, mas somos muito passivos.

  • Paulo Pinheiro

    Paula,

    Acrescente-se que ninguém pode ter confiança na atual oposição! Você deixaria um cheque em branco com o ACM Neto “Grampinho”?

    Ia fazer duas perguntas, mas uma já foi feita: será que ninguém vai entrar no Judiciário com uma ADI pra acabar com essa palhaçada? Onde está o Ministério Público? Onde está a OAB? Eu – como cidadão – não posso. Tem que ser uma instituição.
    Segunda pergunta: Alguém consegue publicar aqui a lista dos nomes dos que aprovaram a MP? Vamos publicar pelo Brasil contra os baluartes da impunidade. Muitos possivelmente subirão nos palanques de suas cidades pra apoiar candidaturas para prefeitos no ano que vem…

  • Marcel Souza

    E eu ainda fui cornetado quando disse que era contra esses eventos aqui no Brasil. Teve amigo meu que disse que eu era contra as Olimpíadas no Rio por ser anti-carioca… Pior coisa que poderia ter acontecido foi o país ter “ganho” essa “honra”…. Belíssima coluna, parabéns!

  • Lucas

    Paulo Pinheiro, entre no blog do Mauro Cezar Pereira, que é indicado pelo André Kfouri no lado direto da página, que lá tem a lista dos deputados que votram “sim” para a medida provisória.

  • Adriano Calabria

    Sem nada a acrescentar!!!! Texto Brilhante.
    E eu que sempre fui contra a Copa aqui , tive que ouvir muito absurdo conversando com amigos que apoiavam a Copa aqui.
    Mas nós somos um povo inutil, em vez de fazer marcha contra os politicos corruptos , essa MP ,essa COPA, contra o RT e etc, fazem marcha por outros motivos futeis.
    A lista com e-mail dos vereadores de SP que vão aprovar 420 milhoes de isenção fiscal para o ITAQUERAO, esta disponivel no (deculpe a propaganda André) blog do paulinho, eu fiz minha parte e questionei os vereadores, depois não adianta ficar reclamando, faça sua parte tb.

  • Joao CWB

    Onde estão os bravos caras pintadas, tão preocupados com o nosso Brasil?

  • Kadu

    Simplesmente fantástica essa coluna! Sem comentários!

  • Comentar para que se voce se acha o dono da verdade absoluta? Voce poderia ao menos ser um pouco mais humilde e reconhecer as coisas boas que seu país tem e voce sabe que são tantas.Corrupção ja havia e tanto quanto ou até mais, nos governos anteriores,claro que não sou conivente com as mesmas,mas voce tambem deveria saber que muita gente sem conhecimento acredita no que voce diz,inclusive as que vivem la fora e fazem má ideia do nossa país. Lamentavel o modo que escreve o que pensa.

    AK: Algum argumento sobre o assunto da coluna? Um abraço.

  • Leandro Azevedo

    Precisa comentar?

  • alexander

    Essa situação insinuada no texto é para rir ou chorar??? Ainda bem que ha jornalistas preocupados com coisas serias(ainda).Vc foi brilhante,André!

  • Diego

    O texto seria genial se não tivesse começado com assuntos sobre política, onde as informações ainda não podem ser dadas como totalmente verdadeiras. Até porque a Itália é um país tão corrupto quanto o Brasil ou até mais, logo no caso Batisti é impossível se basear em informações ligadas ao governo italiano, Itália essa que é tão “democrática” quanto o Brasil. Afinal o que de fato aconteceu nesses paises nas épocas de “revoluções” nunca se saberá nem aqui e nem nenhum outro país, visto que os grupos opostos sempre tentarão evitar que as informações apareçam.
    Já so sobre política e outros assuntos ligados a esportes o blog é ótimo, motivo pelo qual eu rotineiramente o leio. A análise sobre o ocorrido é perfeita.

    AK: A questão sobre Battistti nunca foi “o que de fato aconteceu”. Um abraço.

  • Leonardo atleticano

    André, nossa indignação é a mesma, mas o que faremos? Qual o caminho? Falamos, esperniamos, choramos e gritamos e nada muda.
    Chegamos no fundo do posso, nossos governantes, nossos juízes, nossa polícia e nós mesmos, todos contaminados.
    Legisladores bandidos, quem devia fiscalizar está corrompido, quem deveria investigar e prender ídem, quem deveria julgar está de rabo preso.

  • Nathan Mailer

    Que vergonha! Ainda bem que nao moro no Brasil
    SDS

  • É isso mesmo, André. De um tempo pra cá, ficou proibido ter senso crítico. Não se pode suspeitar de nada. É o velho sebastianismo de sempre. Como você disse, nada novo.

    Abraços!

  • Perfeito André

    Tomei a liberdade de publicar seu texto no meu blog (www.quatarama.blogspot.com), com os devidos créditos, é claro.

    Parabéns mais uma vez e não se aborreça com os imbecis de plantão.

    Abraço

  • Leonardo Pires

    André, é inegável a sua inteligência. O início do texto visa, inapelavelmente, a atrair a paixão política daqueles que, a princípio, são favoráveis ou contrários à tese ali esgrimida. Única ressalva que faço, e o faço uma vez mais, é para que você evite adentrar caminhos que não conhece. A questão acerca da extradição de Battisti carrega detalhes técnicos muito bem estudados pelo STF os quais você não tem competência técnica para compreender. Aos olhos leigos pode parecer incorreto, mas as decisões judiciais não se podem mover por paixões pueris ou interesses populistas. Daí porque reafirmo que ou há conhecimento especializado (ainda que adquirido de terceiros) no assunto para que se possa promover debate aprofundado acerca da questão, ou é melhor recolher-se à ignorância sobre o tema.

    AK: Não pretendo escrever uma tese sobre o caso Battisti. Para isso, não tenho competência. Não pretendo “promover debate aprofundado acerca da questão”. Não preciso (nem eu, nem ninguém) ter competência técnica para formar uma opinião baseada em fatos. Foi o que fiz, e o que farei, em relação a qualquer assunto que julgue necessário abordar. Lamento que você se incomode. Um abraço.

  • Renata

    Infelizmente, como disse alguém mais acima, o povo brasileiro não reclama, não vai às ruas, não protesta.. só por causas menores.. mas a sua ironia André, tem tudo a ver com o que o povão pensa. O povão acha pra que ter copa do mundo no nosso país vale tudo.. na verdade eles nem entendem o que é uma MP, nem o absurdo que acaba de se realizar neste pais. Haja visto tudo que é referente a Copa ser direcionado forçadamente ao Rio, e o estádio do Corinthians, que vai sair, mas com certeza vai acabar sendo inadequado para uma abertura ou um encerramento de Copa. Isso é Brasil. Vergonhoso.

  • Bruno

    Antes de taxar de estúpida uma opinião que se tira apenas analisando os fatos, tente explicar porque a visão leiga no caso Battisti é errada.

    Acredito que a maioria aqui não é trouxa e verá sapiência em suas palavras.

  • Marcelo Coelho

    “Não pretendo escrever uma tese sobre o caso Battisti. Para isso, não tenho competência.”

    Ufa.Que alívio!

    AK: Não creio que em algum momento eu tenha deixado essa impressão… Um abraço.

  • Mário são paulino de Campo Grande

    Não consigo entender por que os brasileiros estão assistindo esse assalto passivamente.Parece que as pessoas perderam a capacidade de se indignar.Podemos e devemos nos rebelar contra isso.Vamos mobilizar a opinião pública antes que seja tarde demais.

  • Fábio

    Costumo ler sempre seu blog, mas desta vez você se superou, um dos melhores textos já escritos por um jornalista brasileiro. Tinha que ser de alguém que não é da PaToTa obviamente. Aos que criticaram o mérito de vc citar o caso Battisti, o que mais me impressionou foi o fato de que (a) deu pra perceber facilmente que são “petêzes”, e (b) ignoramo fato que você assina o texto, logo não se eximiu de assumir o que pensa. Sobre isso, penso igual a você, inclusive na menção à Cuba. Não nego que o país tem obtido avanços, mas não me cego para aquilo que está errado. Assim como, mesmo tendo votado na reeleição de FHC, não concordei com a emnda da reeleição ser aplicável a ele. Mas entre ele eo molusco, não precisei nem pensar. Dito isso, voltando pra Copa de “catorrrrzi” como o RT, os trouxas já sabíamos disso desde 2007, e o que me choca ainda mais é o fato de que agora eles conseguem fazer a gente se espantar de novo!!! É muito absurdo em cima de absurdo!! Trabalho com obras públicas, não é difícil fazer a coisa errada (basta querer, é uma questão de decência particular), e não é difícil – tampouco “ruim” – fazer o certo…. Vivemos uma incrível inversão de valores na sociedade! E acho que isso só obteremos, no mínimo, duas gerações após promovermos uma revolução educacional. Mas se o povão aprender o que deve, aprender a votar junto, e aí a mamata acaba. Triste círculo vicioso o nosso!! Até logo!
    P.S.: vou querer ler o que vc vai escrever sobre a “sensação” de estar cobrindo a abertura da Copa!

  • Bruno

    Um dia desses eu estava pensando:

    Quem merece mais teu voto:

    – Uma linda loura com menos de 25 anos vestindo uma roupa que salienta seus incríveis dotes físicos, enquanto enverga a ideologia da extinta URSS

    OU

    – Uma negra beiçuda com mais de 60 anos na cara que teve que criar – e conseguiu – 10 filhos?

    O mais incrível é que acho que é fácil começar a mudar o país. Eu, por exemplo, ano que vem vou assistir a propaganda política no horário do telejornal. E desconsiderar candidatos que emporcalham as cidades.

    E eu acho que o PHG deve jogar sim. Ops, dia e post errados hehehe.

  • Caro André,

    Sem querer politizar, antes de o Lula ser eleito presidente, o PT era a oposição que existia neste país. Boa ou má, ela era atuante e o partido alardeava sua integridade moral. Hoje, já no poder, estamos vendo a corrupção reinante e, pior, sem oposição. Cadê a oposição no Brasil? É brincadeira.

    Abraço,

    André Monaco

MaisRecentes

Escolhas



Continue Lendo

Gracias



Continue Lendo

Abraçados



Continue Lendo