NOTAS PÓS-RODADAS (e um deputado atuante)



O gol de Neymar (Santos 1 x 1 Once Caldas: Rentería fez o gol colombiano) criou a expectativa de uma noite tranquila no Pacaembu.

Mas logo se perceberia por que o Once Caldas saiu da Copa Libertadores invicto como visitante.

Por mais surpreendente que sejam, esses jogos costumam seguir um padrão. O mandante é melhor, joga bem, abre o placar. Mas aí, em vez de aproveitar a vantagem e o espaço oferecido pelo adversário, começa a perder gols.

A sensação de que o jogo se complicará se instala. Quando sai o gol de empate, a irritação vem acompanhada de resignação. Estava na cara que ia acontecer.

O segundo tempo foi muito bom de ver. Suspeito que a frequência cardíaca do santista tenha se elevado um pouco, por causa da correria, das numerosas oportunidades, todas perdidas.

Neymar (falaremos do pênalti mais adiante) jogou bem, de novo. Colocou sua habilidade à serviço do time.

No 1 contra 1, é um jogador letal como poucos no futebol mundial. Isso mesmo, mundial.

Claro que teremos uma ideia mais clara quando o virmos enfrentar marcações mais competentes, na Europa. Mas acredito que o resultado será o mesmo.

Neymar passa pelos zagueiros como se eles não estivessem ali.

Sobre o pênalti perdido: claro, era o momento de decidir o jogo e coroar a atuação. Neymar falhou e não foi a primeira vez.

Pênalti é confiança, tranquilidade e treino. Obviamente, o treino não reproduz o instante da cobrança no jogo. São condições muito distintas de temperatura e pressão. Mas a repetição ajuda a preparar o batedor no aspecto psicológico, crucial.

As palavras não são minhas. São do maior cobrador de pênaltis que vi, Evair.

Evair também diz que quanto mais você acerta, mais tranquilo se sente para bater o próximo, e o próximo.

Neymar já perdeu alguns pênaltis e a mesma dúvida que você tem quando ele ajeita a bola, ele também deve ter.

Interessante questão para o futuro.

______

O Vasco (1 x 1 com o Avaí: Julinho e Diego Souza) teve chances para sair de São Januário com a consciência de que fez seu papel.

Marcinho Guerreiro desviou de cabeça um gol certo de Diego Souza. E Élton perdeu outro após ótima jogada do mesmo Diego.

Um gol fora de casa era tudo que o Avaí queria, mesmo que não vencesse o jogo. Mas é evidente que, quando se leva o empate nos acréscimos, o que fica é que poderia ter sido melhor.

Eu marcaria o pênalti do goleiro Renan em Élton. Pela TV, não marcaria o de Gustavo Bastos no atacante vascaíno.

O árbitro Wilson Luiz Seneme marcou o segundo porque não marcou o primeiro.

Na Ressacada, a pressão sobre o Vasco será enorme. Não há como não considerar o Avaí favorito à decisão da Copa do Brasil.

______

O placar de 0 x 0 (Ceará x Coritiba) no jogo de ida de um mata-mata dá motivos para os dois times o olharem com simpatia.

O visitante empatou fora. O mandante não levou gol.

Defesas de FH e Edson Bastos garantiram o zero em Fortaleza e o confronto ficou aberto para a semana que vem.

Mas é lógica a conclusão de que, se há um favorito para vencer o jogo no Couto Pereira, é o Coritiba.

O suspense fica por conta do empate com gols, trunfo do Ceará.

______

Vivemos num país interessante.

O dinheiro de impostos está jorrando nas obras dos estádios para a Copa de 2014, como se fosse um poço de petróleo recém-descoberto.

A Fifa exige o que bem entende, orçamentos são refeitos, logicamente sempre para cima. Cronogramas estão atrasados, talvez por conveniência.

E os políticos brasileiros, quando não aplaudem a gastança de verbas públicas, assistem a tudo como se fosse absolutamente normal numa nação subdesenvolvida como a nossa.

Eis que vem de Brasília um projeto transformador.

O deputado federal Jovair Arantes (PTB-GO) apresentou na semana passada um Projeto de Lei que cria cotas para jogadores “estrangeiros” na Seleção Brasileira.

Não, o nobre deputado não está brincando.

Ou será que está?

Veja, abaixo, o que ele declarou ao portal Uol:

“Quando sai uma convocação, vem Gomes, que joga não sei aonde, Julio Cesar, que joga não sei aonde e Euller, enquanto o Rogério Ceni, que é um baita jogador, não foi convocado por discriminação absoluta”, disse o deputado, citando três goleiros e o atacante Euller, que não é lembrado pela seleção brasileira há mais de dez anos.

“A grande prova disso foi o Afrânio, da Dinamarca [referindo-se a Afonso Alves, convocado por Dunga quando atuava na Holanda]. Na última tinha um não sei o quê Luiz [lembrando David Luiz, zagueiro do Chelsea]”, emendou Arantes, que foi mais além ao lembrar do meia Ramires, ex-Cruzeiro e hoje no Chelsea.

“O Benitez só foi chamado quando foi jogar lá fora”, completou.

Tá feia a coisa.

Quer saber se o deputado Arantes assinou o requerimento da CPI da Copa do Mundo?

Claro que não.



  • Leandro Azevedo

    Essa do deputado ai foi sinistra… e ainda pagamos o salario desses caras para fazer essas brincadeiras.

    Quanto ao jogo do Vozao, o Ceara tentou sair para o jogo mas esbarrou num esquema muito bem montado pelo Coritiba para nao correr riscos e que foi bem quando saiu para o jogo. Espero que o Mancini entre no proximo jogo com Osvaldo e Nicacio no lugar de Iarley e Washington, pq com o Coxa saindo para o jogo, a velocidade desses dois pode ajudar o Ceara a tentar o gol fora.

    Abraco

  • eduardo pieroni

    Boa André, véio só esta começando, ainda vamos dar muita risadas pois chorar não vai adiantar coitado do nossos filhos por que n´so ja estamos calejados.

  • Felipe

    O Avai jogou atrás somente saindo na boa. O Vasco foi superior e achei existiram dois penaltis a favor do vasco sendo que um não foi marcado. Quero ver um time de menor expressão como o Avai jogar como mandante e com a torcida a favor contra um time superior tecnicamente e um dos maiores do Brasil. Contra o botafogo foi totalmente roubado e jogou contra um Sp que estava afim de derrubar o tecnico. Prass, Fagner, Dedé, Martins ou Douglas e Ramon; Eduardo Costa, Romulo, Felipe e DS; Eder Luis e Alecsandro; R: Alessandro, Jumar, Alan, F Bastos, Jeff, Elton e Leandro….será que o avai tem um elenco a altura? Gian e Rafael Coelho eram reservas que nem entravam….palmas para o Renan..otimo goleiro e evitou que o Avai levasse vários gols.

  • Romualdo

    Que coisa, o Coxa não vence e não marca há dois jogos!

  • Daniel – DF

    Boas analises André, mas me acabei de rir do conhecimento do Deputado sobre os jogadores brasileiros, agora o Mano só vai poder convocar quem o deputado conhecer. Deveríamos ter cota para deputados despreparados no congresso, não iria sobrar um.

    Abç e Parabéns!

  • Convenientemente as obras vêm atrasando. Sempre digo isso.
    Quando o calo apertar e a copa estiver ameaçada, é aquele oba oba de empreiteras de políticos entrando nas obras dos estádios sem licitação, justificadas pela urgência da entrega dos estádios.

    Agora, o problema é que quem pode fazer algo, falar algo, ou, ainda melhor, provar algo não o faz, pois ou está ameaçado por essa bandalheira, ou está de olho numa fatia do bolo.

    Brasil, um país de todos.

  • Que vergonha, meu pai!!! Todos sabemos que o Murilo Benitez é ator… Esse país está perdido…

    Já que o nobre deputado falou de tantos goleiros, eu sugiro aquele nascido naquela ilha do Oceano Pacífico, o Avaí. O tal do Renan é promessa das boas, cota pra ele!

    P.S.: em São Januário o mais justo teria sido uma vitória avaiana, a legítima…
    Um abraço.

  • Luiz Fernando

    Meu Deus do céu….

    Realmente…que vergonha!
    Quantas vidas e quantos bilhões de reais serão jogados fora até que o nível dos nossos políticos melhore?

  • mario

    tao de brincadeira, vasco um grande time? só se for em outra epoca, vai tomar uma goleada em sc, diego souza nao joga nada,

  • vinicius leal

    Oque comentar sobre o deputado? não tem oque comentar, o texto ja diz por si proprio.

    E quando vc diz ” A pressão sobre o vasco na ressacada será enorme” , eu quero saber aonde é que a imprensa viu pressão de torcida do avaí?? o avaí tem torcida de ocasião, estão nessa empolgação de copa do brasil, mas o time é fraco, se tomar o 1×0 la ja vai se desesperar e se abrir todo, o mesmo avaí que reclama de arbitragem hoje, não olha pro proprio rabo e não lembra que o juiz operou o botafogo a favor deles dando um penalti ridículo do jogador se atirando na área.

  • Emerson

    Boa tarde Andre,

    Você não acha que o Rogerio Ceni também demonstra a mesma insegurança quando está arrumando a bola pro penalty? Dá a impressão que ele não está seguro na forma de bater o penalty até o último movimento da perna, e os goleiros adversários já estão percebendo esta insegurança.

    abs,

  • silvio jr

    Este ” nobre ” deputado tem a cara do nosso Parlamento…desinformado, corporativista e atrasado…e pensar que temos mais de 300 como ele…uma lastima.

  • Também concordo que devemos dar mais espaço para jogadores nacionais, como Conca, Montillo, D’Alessandro…

    HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA!!!!!!!!!!

    Putz grila, cada um que me aparece… :-/

  • Antonio Carlos

    André, boa tarde!!!

    a cada dia os teus textos ficam melhores!!!! esse humor sinico é demais!!!

    Parabéns!!! o blog tem sido uma leitura diária.

    um abraço

    ACM

  • leonardo atleticano

    André, nem Tiririca faria melhor. Eles se superam, é incrivel. A cada dia que passa a coisa piora, fede cada vez mais.

  • Alexandre

    Mini-notas
    -Neymar é craque, mas não sabe bater pênaltis. Tá zicado.
    -Corinthians negocia a contratação dos selecionáveis Afrânio e Benitez.

  • Marcelo

    Que isso, cara!

    Devia ser cassado por exposição ao ridículo junto com Bolsonaro, Tiririca e outras figuras

  • Carlos Futino

    Minha única dúvida com relação ao deputado é quem traduziu as falas dele. Sem as notas explicativas eu não ia entender que Afrânio era Afonso Alves ou Benitez era Ramires nunquinha.

  • Marcos Vinícius

    Será que não seria melhor alguém avisar ao ilustre deputado que o Euller acabou de encerrar a carreira,aos 40 anos?

    Sobre a atuação do árbitro de Vasco 1×1 Avaí:

    PERFEITA!
    Eu não marcaria o penal que ele não marcou e marcaria o que ele marcou.O que cabe discussão é se foi ou não pênalti em cima do Ramon.Foi um lance difícil,mas pela tv,e o árbitro não pede replay das jogadas,deu pra ver que não foi.

    Atuação perfeita.Tomara que seja assim no jogo em Floripa.

  • sandro fla

    Concordo, o Santo começou a passar sufoco quando começou a ceder espaços para o nada bobo time do Once Caldas. Mas acredito na classificação do Santos.

    Vasco x Avaí: Se fossem dois times do mesmo top em camisas o árbitro não daría aquele Penalty pra favorecer o Vasco. Vão sofrer em Santa Catarina, podem até se classificar, mas vão sofrer!

    No Paraná vai ser difícil o Ceará segurar o Coritiba. Acredito que o Coxa se classifica.

    Este deputado me lembrou aquele ministro da era Collor, acho que se chamava Antonio Rogério Magri: deprimente, não se deu nem ao trabalho de pesquisar os nomes dos jogadores e outra, Euler anunciou que está parando de jogar este ano, já esta com quarentinha…Oh ilustre Deputado…!

  • Guilherme Oliveira

    Mas que absoluta salada que esse deputado fez. Minha nossa.

  • Anna

    Concordo com voce em gênero, número e grau quanto ao jogo do vasco, no que diz respeito aos pênaltis. o primeiro, foi. o segundo, o juiz deu pra compensar. mas ainda acredito na classificação do Vasco para a final, mesmo que seja muito difícil na Ressacada. Quanto ao deputado, ele é um fanfarrão.

  • Caro André:

    Esta sua matéria mostra que Jung teve razões de sobra no seu trabalho sobre Sincronicidade. Basta comparar a primeira parte com a última.

    A atuação de Neymar no seu habitat original e a idéia do deputado acerca da limitação dos “estrangeiros” na seleção nacional. O ilustre representante popular apenas errou na idéia do ” Estrangeiro”, quando seria mais prudente ter dito “Transnacional”.

    Em seu habitat original, gramados brasileiros, as nossas feras ofensivas futebolísticas aprendem com os seus, também originais, predadores defensivos. No momento em que se submetem à transnacionalização, também migratória, perdem grande parte da naturalidade nas virtudes e ganham a normalidade limitadora européia.

    Tomemos como exemplo inicial o Robinho de 2002 e o mesmo de 2010. Transnacionalizou, desaprendeu e teve de voltar ao habitat natural para reaprender a jogar e se tornar o nosso melhor jogador na copa da África.

    Outro exemplo interessante, da mesma safra de 2002, é o Elano. Começou jogando como lateral-direito, evoluiu à meia-cancha, transnacionalizou e estacionou na arte da obediência tática em prejuízo da criatividade.

    Voltou para o habitat e, reaprendendo com nossos gramados e predadores naturais, descobriu que poderia até virar artilheiro, como de fato ocorreu, embora limitado.

    Irrisório eu diria, caso se leve em conta o fato de Pelé ter sido vice-artilheiro do campeonato paulista com cinquenta e tantos gols, perdendo para o corinthiano Flávio com uns 10 a mais.

    Temo pelo futuro de Neymar transnacionalizado. O mesmo ocorre com Paulo Henrique, que perderá a pureza do branco nas penas, deixará de voar na criatividade, tornando-se um multicolorido, belo mas terrestre, já que Ganso só vôa por aqui, ou vira Pavão-Kaká por lá.

    Viu como Jung tinha razão?

  • Abraão

    Discordo quando você fala de marcação mais competente na Europa, isso é rebaixar o futebol nacional, temos técnicos que sabem montar marcação tão bem ou até melhor do que os Europeus, como Muricy e Felipão, o problema nosso é a falta de patriotismo, achar que sempre o dos outros é melhor, gosto de ver o futebol Europeu pelo espetáculo que se cria jogo após jogo, assim como NBA, NFL e outros esportes onde se visa o espetáculo, mas se não fossem os jogadores brasileiros os Europeus jamais seriam tão bons.
    O futebol brasileiro é o melhor do mundo.

    AK: O futebol, no Brasil, está longe de ser o melhor do mundo. Como já disse muitas vezes, é a Série C do futebol mundial. Os melhores times de futebol do mundo estão onde estão os melhores jogadores. Sim, muitos deles são brasileiros, pois é o que somos: o país do jogador de futebol. Patriotismo não tem absolutamente nada a ver com isso. Um abraço.

  • Convite ao André Kfouri e seus leitores,

    participem da PELEJATECA, o bolão do Pelejas.

    Deêm os seus palpites para os cinco jogos selecionados, todos pertencentes à primeira rodada do Campeonato Brasileiro Série A – 2011.

    O vencedor receberá inteiramente grátis, no seu endereço, o livro “Pelé, a Autobiografia”, escrito pelo próprio rei do futebol.

    Leiam o regulamento em: http://bit.ly/lwgiXM

    Obrigado.

    Abraços.

  • Neilor

    O nível intelectual da maioria dos deputados brasileiros só não é menor que o nível moral deles.

  • Willian Ifanger

    É isso aí……o Brasil não é o país do Futebol, mas o país do jogador de futebol.

    E esse Deputado estava fazendo algum teste para participar de um Stand-up Comedy? Que horror. O futebol brasileiro tem tanta coisa pra se preocupar e com certeza as escalações não são o problema.

  • BASILIO77

    Explica melhor aí esse lance de “serie C” do futebol mundial.
    Se cada serie tem 20 clubes/times, então vc acha que existem 40 times melhores, mundo afora, do que os nossos? O melhor time brazuca entraria na posição 41 do seu ranking?
    Exagero…
    Abraço.

    AK: A ideia não é essa. Série A: Elite europeia. Série B: Periferia europeia. Série C: América do Sul. Um abraço.

MaisRecentes

Sqn



Continue Lendo

Gato



Continue Lendo

A vida anda rápido



Continue Lendo