PHG DE MOLHO, DE NOVO (e um aviso)



A lesão (seis semanas fora) de Paulo Henrique Ganso é a nota triste do fim de semana.

Triste para ele, para o Santos, para o santista, lógico.

Triste para o futebol paulista, para o futebol brasileiro.

É comum jogadores que ficaram inativos por longo tempo, como PHG, sofrerem lesões musculares quando retornam aos campos.

Neste Santos que vem jogando no limite há várias semanas, talvez o risco de Ganso se machucar fosse maior.

A análise fria aponta um erro em sua escalação.

Mas era decisão, e contra um rival. Situação mais importante, por causa da rivalidade, do que o que está em disputa.

E agora o Santos terá de encarar o que há de mais importante em sua vida, a Copa Libertadores, sem Ganso.

Muricy Ramalho é alguém que, há tempos, reclama do calendário, do excesso de jogos, da punição que times bem sucedidos sofrem ano após ano.

“Não dá para jogar futebol desse jeito” é uma frase que não aceita mais de uma interpretação.

Mas parece que ninguém ouve.

______

Por pelo menos uma semana, minha presença por aqui será menos frequente.

Tenho um programa de uma hora sobre os 4 clássicos espanhóis para preparar, para a ESPN.

Muito material para ver, muito texto para escrever, muita coisa para fazer antes da próxima viagem, para a final da UCL em Londres.

Começo hoje, após rápida folga. Obrigado pela compreensão.



  • Leandro Azevedo

    O problema e que o Muricy reclama mas faz pouco…

    Ta certo que existe pressao de diretoria, torcida e outras coisas, mas nessa hora que o Muricy tem que sentar, bater o pe e priorizar o que o clube julga mais importante e poupar os jogadores para essa competicao.

    Reclamar so por reclamar nao adianta de nada… ele escalou o time titular contra o SPFC sabendo que os planos de viagem tinha sido alterado e perdeu o Elano. Ai perde o Arouca no meio de semana na CLA e ainda resolve escalar o time completo, sabedor de que os jogadores estao no limite com mais 3 fases por vir da CLA?

    Ele “pediu” para que isso acontecesse. E o PVC no seu blog ainda esta dizendo que o Arouca vai ser poupado da CLA para jogar a final do Paulista… acho que a diretoria e Muricy ja escolheram qual torneio e mais importante.

    Abraco

  • PHG é realmente vítima do calendário. Primeiro teve que antecipar sua volta e agora teve que jogar partidas seguidas no mais alto desgaste. Uma pena perdê-lo.

    Bom trabalho, André! Avise-nos quando o especial estiver pronto!

  • Mateus

    A lesão tirou o Ganso da Copa América? Em seis semanas estaremos por volta do dia 20, acho que já com a seleção concentrada.

  • Mateus

    Mais um comentário, porque estava pensando agora… Não seria o caso de alguns jogadores mais cobiçados, que têm essa posição tão privilegiada para negociação com os clubes, começarem iniciativas individuais de exigir uma carga menor de jogos já em contrato? Se um Ganso, um Neymar, ou mesmo jogadores que estão voltando com uma moral maior para negociação, começarem a exigir em contrato limites como 5 ou 6 jogos por mês, ou um limite anual de 60 jogos (que já é muito…), tirando assim a atração de alguns jogos em que eles não jogariam, não seria um caminho para os Poderosos do nosso futebol começarem a repensar o calendário? (isso se os Poderosos não se incomodarem com o fato de perderem o Ganso pra essa Copa América…)

    E um bom caso para comeparação do efeito-calendário pode ser o futebol argentino, que tem um calendário bem folgado, com jogos do campeonato rigorosamente restritos aos fins de semana e sem uma copa local (o que está pra mudar, me parece).

  • Anna

    Triste com a lesão do Ganso. Quando eu vi na Tv, imaginei que a lesão muscular fosse tirá-lo não só do jogo da Libertadores, mas também da decisão contra o Corinthians. Difícil julgar se ele deveria ser poupado. Acho que só o Ferguson do MUnited arrisca e se dá bem ao trocar os jogadores de acordo com a disputa, mas ele tem plantel. Entendemos perfeitamente seus compromissos e muito obrigada pela consideração com os blogueiros. Por isso, o blog é diferenciado. Também estou bem enrolada com trabalhos da pós e também porque irei fazer uma substituição em assessoria de imprensa a partir da semana que vem, por um mês. Bom trabalho! Abraço, Anna

  • eduardo pieorni

    Boa André, falando em UCL vc acha que o Manchester esta mais forte que na final passada que disputou com o Barça, tem chances maiores de ganhar ou não??????

  • Alex

    será sempre assim. Isso é negócio e tudo isso está no risco. já passou da hora dos torcedores se conscientizarem disso.

    o clube, a tradição, a camisa, a rivalidade acabaram há tempos.

    rivalidade agora só no fomento de alguns babacas da imprensa que querem vender anúncio.

  • Willian Ifanger

    Não da pra saber até onde foi precipitada a volta do Paulo Henrique. E se ele não foi submetido à uma maratona de jogos desnecessária.

    Infelizmente os elencos brasileiros são pequenos e muito heterogêneos…..as equipes tem um time pricipal e peças de reposição que não mantém a qualidade. E aí vai da direção priorizar o que é mais importante, logicamente.

    E nisso chegamos a parte que cabe ao torcedor, que é muito ingrato também. A torcida acha que tem que ganhar tudo, e não é bem assim. E está na cara que os estaduais só servem de preparação para os outros torneios. Se ganhar, ok…..se não ganhar, ok também.

    Exemplo: a torcida Tricolor lotou o Morumbi pra ver o jogo conta o Santos. Infelizmente, acabou perdendo o jogo. Não fez uma má partida (no geral) e perdeu para um time melhor que ele. Mas com um detalhe, jogou sem jogadores importantes no elenco por estarem machucados.

    Aí na quarta-feira, jogo decisivo contra o Avaí pela Copa do Brasil, e o Morumbi estava vazio. Lamentável isso. Na quarta sim precisava de Morumbi lotado. E assim o torcedor contribui para a falta de planejamento do clube.

    ******

    Pelo visto vai rolar um “Diz que fui por aí (e por ali também)” daqueles. Bacana. Ia te perguntar quando voltava ao Sportscenter, mas pelo visto vai demorar também.

    Aguardando o programa especial.

  • BASILIO77

    Lesão muscular pós retorno de cirurgia de LCA não é incomum, portanto não entra na discussão de calendário.
    O campeonato paulista desse ano classificavam-se 8 para a fase final e decisiva. Regulamento feito para que os clubes “grandes”, na libertadores ou não, pudessem ter a folga suficiente para terem a preparação necessária para o resto do ano e para entrarem bem nas proprias finais do paulista.
    Houve sim, tempo suficiente para que os clubes se preparassem. Faltou coragem de colocar os reservas em campo em vários jogos? Pode ser…

    O Inter/RS faz isso há alguns anos. Começa o ano com os reservas absolutos em campo. É certeza de ter resultado DENTRO de campo? Certeza não. Mas é o certo a se fazer.

    O SFC(e os outros grandes) errou não nas últimas semanas, mas no inicio da temporada, dando importancia para chegar na frente da tabela de um campeonato com um regulamento feito para que isso NÃO FOSSE NECESSÁRIO, ou seja, o regulamento foi feito dando FOLGA para os times ‘grandes”. Esses acho que não entenderam a “deixa” da FPF.
    Dito isso, acho que o favoritismo, mesmo com cansaço e desfalques mas com o fator Neymar/Vila, ainda é do SFC. O elenco do SCCP não me permite pensar diferente.
    Abraço.

  • Fred

    André,

    Depois do que aconteceu nas negociaçãoe dos direitos de televisão dos clubes, mais uma vez, ficou evidente que quem manda em tudo no futebol brasileiro não é a CBF, nem o Clube dos 13, quem decide qualquer coisa, inclusive o calendário, é a Globo. Não adianta falar mal e reclamar dos dirigentes e dos clubes, tem que falar com a “dona do Brasil” …..

    AK: Discordo totalmente. A responsabilidade é dos dirigentes, que não se entendem, mentem sem constrangimentos e não valorizam o produto do qual seus clubes são proprietários. Um abraço.

  • Marcos Vinícius

    Num clássico que terminou empatado,o Santos foi quem mais perdeu.Mais comum que jogadores voltando de lesões sofrerem com problemas musculares é jogador,ainda mais os jovens,queimarem etapas para adiantar sua volta,muitas vezes,como foi o caso de PHG,por necessidade do clube.

    André,sobre o comentário do Fred,é verdade que os dirigentes,que não se unem por uma barganha melhor,são os grandes culpados da TV,seja qual emissora for,dar as cartas no calendário do nosso futebol.Fato.

    Mas vc não acha que é oportunismo da TV se aproveitar da falta de união entre os dirigentes para pagar menos e,principalmente,sacrificar os jogadores,colocando jogos todos domingos e quartas para garantir maior audiência?

    Abraço.

  • Fred

    Se a mudança do calendário fosse do interesse da Globo, aposto que mudaria, independentemente da vontade ou da iniciativa dos clubes….Há muito tempo o futebol é movido pelo dinheiro….”Manda quem pode, obedece quem tem juízo…”.

  • Alexandre

    Assino embaixo o comentário do Leandro Azevedo.

  • Fred,

    na verdade, o problema está nos dirigentes, sim, que deixam a Globo mandar. Se eles estivessem unidos, a RedeTV seria a TV que transmitiria os próximos 3 Brasileiros.

    André,

    o que é melhor: ter ou não “exclusividade”? Não seria melhor vender assim: quem quiser transmitir, é só pagar X e pronto? Existe esse tipo de modelo em algum lugar?

    Abraços!

  • Lucas

    Apenas uma coincidência, é claro… Mas, PHG é o segundo jogador aqui de São Paulo que depois de conversar com o Presidente do Todo Poderoso Timão, Andres Sanchez, se contunde e ficará um longo tempo em recuperação até voltar aos gramados… Valdívia, do Palmeiras (nas telas de TV de todo o Brasil e durante uma Copa do Mundo) e agora PHG, do Santos (craque indiscutível), depois que o dirigente demonstrou interesse em tê-lo no Corinthians alguns meses ainda neste mesmo ano… Que pena que os mais jovens não sabem direito quem foi Rui Rei… Mas, eu devo estar mesmo equivocado… Afinal de contas, não existe este negócio de olho gordo! Forte abraço a todos!

  • juliana

    Gostei de saber que teremos nosso jornalista favoriton a final de mais um UCL !!!!!!!!!!!

    Bom trabalho editando o especial do “El Classico”, e nem esquenta não, é totalmente aceitável a pausa no blog

  • Rejane

    Será que dará tempo para o jogador Paulo Henrique Ganso se recuperar para participar da Copa América? André, parabéns pela ótima cobertura dos clássicos entre Barcelona X Real!

  • Kurt

    Verdade Lucas, faltou colocar o Adriano nesse bolo…. sem falar do Luis Fabiano, lembra que o Corinthians também tentou contratar ele?

  • Rita

    Puxa!
    Acho que uma certa camisa 10 amarelinha tava ansiosamente esperando pelo maestro santista.
    Que pena…

    (Ouvi o presidente do Santos na CBN e me surpreendeu ao dizer que o Santos passou sete meses sem ele e que não será problema passar mais um mês e meio, tipo “fomos campeões brasileiros sem ele”.
    Até parece… eu hein… Deixa eu voltar minhas energias para meu time que é o melhor a fazer.)

  • Willian Ifanger

    Alejjandro,

    Pra mim deveria ser assim: quem quiser transmitir paga 500tão. Quer exclusividade? Paga 3x a mais e fim de papo.

    E claro que nessa história toda a culpa é dos cartolas (não só desses)….isso é coisa antiga (se bobear, tão antiga quanto o futebol).

  • O Maldito

    Ué, por que então o Muricy não deixou o cara fora desse jogo? Ele é muito reclamão, isso sim! Claro que o calendário é extenuante, ainda mais para o time que viaja uma semana pro México, outra pra Colômbia, mas a atitude que ele deveria tomar era ter poupado seu jogador. Mas como o medo de perder é maior que a vontade de ganhar…

  • Edison

    O Muricy reclama, reclama, mas não teve coragem de fazer o que estava ao seu alcance, que era poupar os titulares, os principais jogadores pelo menos. não teve coragem para fazer como o Felipão em 1999 que escalou o time reserva na final do paulista, também contra o corinthians, mas em compensação ganhou a libertadores.
    alguém lembra quem foi o campeão paulista de 1999? o da libertadores eu sei.

  • edson gomes de lima

    Em minha opinião,achei que houve uma boa dose de maldade do Jorge Henrique na contusão do Ganso.Prendeu a perna do Ganso por um tempo,digamos,excessivo.

  • Rodrigo Neves

    André,

    Porque os jogadores do Barcelona não se machucam tanto quanto os nossos? A maratona de jogos deles, de certa forma, é parecida com a do Santos. Eles tem que jogar Campeonato Espanhol, Champions League, Copa do Rei, Amistosos da Seleção, etc, mas quando você olha a escalação é praticamente o mesmo time sempre que vai a campo, Messi, Xavi, Iniesta, David Villa, etc, etc, etc.
    Até concordo que as distâncias no Brasil são maiores e que os deslocamentos acabam prejudicando o descanso dos atletas, mas acredito que o problema maior reside fora de campo… São baladas fora de hora, excesso de bebidas alcóolicas, péssimos gramados, além da já famosa “preguiça” do brasileiro.

    Abraços,

    Rodrigo Neves

    AK: Os europeus têm pré-temporada. Um abraço.

MaisRecentes

Dilema



Continue Lendo

No banco



Continue Lendo

É do Carille



Continue Lendo