NOTAS PÓS-RODADAS



A notícia do fim de semana não foi…

… mais uma vitória do Palmeiras (2 x 0 no Grêmio Prudente: Thiago Heleno e Douglas-contra), líder do Campeonato Paulista, que caminha para a classificação em primeiro lugar mostrando um futebol que, se não é brilhante, é confiante.

Também não foi mais uma vitória do São Paulo (4 x 1 no Noroeste: Rogério Ceni, Marlos, Dagoberto, Aleílson e Ilsinho), com a tranquilidade de quem resolveu um problemão no meio da semana passada, na Copa do Brasil.

Não foi a apresentação de Adriano ao Pacaembu, momentos antes de mais uma atuação fraca do Corinthians, na derrota (2 x 1: Eduardo-2 e Paulinho) para o São Caetano.

E nem a estreia de Murici Ramalho, empatando (0 x 0 com o Americana) no comando de um Santos desfalcado e obviamente muito mais interessado no jogo da próxima quinta-feira, pela Libertadores.

A fantástica fase de classificação do Campeonato Paulista está, que pena, chegando ao fim. E com um detalhe: os times que fizeram uma das semifinais do ano passado (Grêmio Prudente x Santo André) estão rebaixados.

A notícia do fim de semana também não foi a vitória do Flamengo (2 x 0 no Botafogo) no clássico que teve homenagem às vítimas do massacre de Realengo, e dois gols de Thiago Neves.

Resultado que classificou o Vasco (2 x 1 Cabofriense: Bernardo, Zotti e Alecsandro), inexplicavelmente vaiado pelo próprio torcedor durante o jogo em São Januário.

Ou a goleada do Fluminense (5 x 1 no Americano: Gustavinho, Conca, Araújo-2, Mariano e Marquinho), com uma atuação estimulante de Conca.

______

A notícia do fim de semana foi a volta de Paulo Roberto Falcão ao futebol, como técnico do Internacional.

O simples anúncio da contratação já eliminou um problema que, pelo que se apurou, pesou na demissão de Celso Roth: a relação de antipatia com a torcida.

Pode o colorado não se dar bem com Falcão?

Mas o sucesso da empreitada depende de muitos outros fatores. E o principal é imprevisível.

Não há como dizer se o técnico Falcão dará certo no Inter. A comparação com sua primeira experiência na carreira está muito distante, no início da década de 90.

Na Seleção Brasileira, no próprio Inter e no Japão, as coisas não andaram bem a ponto de levá-lo a outra profissão, do lado de cá do balcão.

Por isso, vejo Falcão muito mais como um comentarista que virou técnico do que como um técnico que recuperou sua carreira após dezesseis anos como comentarista.

Como jogador, é até desnecessário dizer, Falcão foi o volante que todos os volantes gostariam de ser.

Além da imprevisibilidade e dos riscos que fazem parte da rotina de todos os treinadores, Falcão enfrentará um outro problema: as pessoas que tocam o futebol do Inter dão a impressão de não saberem bem o que querem.

Exemplos? Um: o Roth de hoje é o Fossati de ontem. Outro: o plano de jogar o Gauchão com o time B (e priorizar a Libertadores) foi suspenso após uma derrota que custou o emprego do técnico. O que prova que não havia plano.

Falcão, maior ídolo do clube em todos os tempos, será tratado com o respeito que os ícones merecem até alguém achar que Falcão é Falcão e o técnico do Inter é o técnico do Inter.

Foi assim com Zico, como dirigente, no Flamengo.

O coração que hoje explode de alegria pode transbordar de mágoa em pouco tempo.

Exalte-se a coragem de Falcão. Ele tinha, provavelmente, o melhor emprego que um ex-jogador brasileiro pode ter. Mas não lhe bastava.

Que seja feliz.



  • Fred

    André, Eu diria queser comentarista esportivo é o melhor emprego que pode existir para qualquer torcedor de futebol. Ser remunerado pra dar opinião sobre o que gosta e acompanha desde criança, é ganhar dinheiro para se divertir….Melhor do que isso, só fotógrafo da Playboy….Mas fotografia requer estudo e algum talento…

    AK: Você entendeu mal. Estou falando de emprego para ex-jogadores. Para torcedores, o mercado é mais exigente. Depende de formação. Um abraço.

  • Rejane

    Imaginem como será sensacional o próximo clássico Gre-nal : De um lado Renato Portaluppi e do outro Paulo Roberto Falcão!

  • Leonardo Atleticano

    André, tomara faça um grande trabalho, a mudança de pressão e temperatura será radical, mas aposto que a remuneração acompanha os riscos.
    Falcão como jogador foi 10, não o vejo com o perfil de quase 100 % dos treinadores vencedores dos últimos anos. Camaradas cultos e de boas colocações não tem tido tanta sorte, a turma tem preferido os boleiros, aqueles que falam a lingua dos jogadores. Falcão está mais para Oswaldo de Oliveira, Tite e Geninho, do que para Murici, Luxa , Joel, Dorival e outros que nos últimos anos tem ganho alguma coisa.

  • Fred

    André, Eu entendi bem….Com certeza para jogadores é bem fácil ser comentarista. A gente vê alguns que não sabem nem falar direito e conseguem emprego facilmente…Para torcedores comuns é lógico que entrar numa emissora e ser comentarista é bem difícil, pela quantidade de candidatos, não pela dificuldade da profissão….Na minha opinião, para ser apresentador e/ou narrador, exige-se uma boa formação e muito treino….Já comentarista , qualquer um que saiba se expressar corretamente pode ser.

    AK: Sua opinião está equivocada. Sobre todas as profissões mencionadas. Um abraço.

  • Marcos Vinícius

    Olha,pode atirar pedras.

    Nada tenho contra o Falcão,comecei a acompanha futebol quando ele estava perto de encerrar a carreira.Perderemos comentários certeiros sobre esquema tático e substituições,além de uma ótima análise da partida,imparciais.

    Mas Falcão,infelizmente,não dura até o fim do Brasileiro.Pode anotar.

  • Mauro Domingos

    Pelo q aconteceu com Zico no meu Flamengo, temo, e muito, pelo Falcão. Mas alguém ha de dizer: ‘O Renato voltou ao Grêmio…’ Mas o Renato Gaucho teve seus aprendizados, acertando e/ou errando bem longe do Olímpico.

  • Caio

    Penso qu seja uma aposta muito arriscada do Inter. Que ele é um idolo ninguém discute. Que ele foi gênio dentro do campo, acho que também é opinião unânime. Mas como treinador falhou. Em todas as vezes que tentou.

    Desejo sorte para ele. De verdade. Seria muito bonito para todos que gostam de futebol ver uma história dessas, de um jogador, ídolo, voltar como técnico e ter o mesmo sucesso dos tempos de dentro dos campos. Mas o Inter merecia uma segurança maior.

    Enfim, desejo sorte, mas acho que vai dar errado.
    Penso que o Inter errou.
    Como eu posso (e quero!) estar errando…

  • Caio

    Ah, e assino embaixo do que Falou o Mauro Domingos, comentário logo acima do meu!!

    Abc!

  • Marcelo

    Além da vontade de voltar ao Inter deve ter pesado e muito o salário de treinadores no Brasil, na pior das hipóteses um ano de contrato como treinador deve valer uns 6 anos de comentarista, só por isto já valeria a pena, levando-se em conta a visão privilegiada de jogo dele, foi uma boa troca…Abraço.

  • Anna

    André, achei injustiça a torcida do Vasco vaiar o time com todo o esforço que a equipe e que Ricardo Gomes têm feito. De verdade, espero que Falcão dê certo como treinador. Capacidade ele tem. Será uma aposta colorada, mas muito apropriada, nesse momento. Concordo com a Rejane: a batalha Renato Gaúcho versus Falcão será imperdível. Já começou com o Renato falastrão dizendo que ele é campeão do mundo e Falcão, não. Será interessante!

  • Luiz Felipe

    AK,

    Resumidadmente: as eleições presidenciais no inter são por voto direto do associado adimplente, que tenha mais de dois anos de quadro social.

    O presidente eleito teve a candidatura apoiada pelo Fernando Carvalho, cujo apoio infuencia o voto de quase todo quadro social (o meu não).

    Dizem que o FC que bancou tanto o Roth quanto o time B para disputar o estadual, na transição das gestões. 

    Então, na verdade, o que me parece é que a nova diretoria sabe bem o que quer, e resolveu colocar isso em prática nas primeiras oportunidades que teve, muito antes do imaginado. Eles tavam meio que numa sinuca de bico, em janeiro, no começo da gestão. Não sei se fui claro, mas é que tu já pediste para o pessoal não se estender muito nos comentários.

    AK: Obrigado. Mas o que costumo pedir (no caso de textos publicados em outros lugares) é que, em vez de copiarem tudo aqui, copiem apenas o link. Fica mais fácil. Um abraço.

  • Marcel Souza

    Sou muito fã do Falcão, apesar de tê-lo visto muito pouco jogando. Desejo toda a sorte pra ele nesse retorno. Quem sabe um dia ele também não resolva voltar pro Tricolor (paulista, claro).

  • Renato

    Olá André. Apenas vim para dar os parabéns pela tua opinião sobre o Falcão. Sou torcedor do Inter e te garanto, é difícil ver um comentarista que acerte em cheio sobre questões dos clubes que não estão tão perto dele. Excelente análise.

    Tem uma outra coisa a respeito do Falcão. Os dois primeiros jogos são eliminatórios, tanto no Gaúcho quanto na Libertadores. E se o imponderável se fizer presente e o Inter for eliminados dos dois?

  • Kurt

    André,

    O que eu vou perguntar não está relacionado com o post, mas como não encontrei nada relacionado ao assunto, apenas uma nota, gostaria de saber se você tem maiores informações.

    Foi divulgado que o clube dos 13 abriu processo contra a Rede Globo por usar de seu poder economico para negociar diretamente com cada clube que a emissora tem interesse. Você conversou ou pretende conversar com alguém especializado (se julgar necessário) para saber se esse processo é pertinente? Não foi o próprio CADE quem se pronunciou dizendo que não havia nada de ilegal na negociação entre emissoras e clubes de forma individual. Aliás, o formato da licitação, ainda que com envelopes fechados, não se caracteriza por tentar receber a maior quantia possível, e consequentemente privilegiar a emissora com maior poder economico?

    Outra dúvida, quem pode negociar os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro? Clube dos 13, CBF, ou cada Clube negocia separadamente?

    Enfim, o que você acha do processo de negociação das próximas temporadas do Brasileirão?

  • Leonardo Pires

    Renato Portaluppi é dose…

  • Marcelinho

    André,

    Vou atormentar você até o dia 16/04, data do primeiro dos possíveis quatro confrontos entre Barça x Real.

    Você deve, a todos que acompanham seu blog, postar seus palpites para essa maratona histórica do maior clássico do planeta (na minha opinião..rs).

    Repito: você nos deve isso! rs

    abraços

  • Sei não…fiquei com a impressão que o Falcão é mais uma resposta ao Renato no Grêmio que uma solução para os problemas do time. Acho que a diretoria jogou pra torcida nesse caso.

  • eduardo pieorni

    Boa André, ai marcelinho vou meter a colher aonde não fui chamado, o barça só perde se perder p jogo do espanhol os da liga e final da copa do rei da barça.

  • Leandro Azevedo

    Andre,

    Uma pergunta sobre o caso Ganso:

    Segundo foi noticiado, o Santos entrou com uma representacao na FIFA contra o “aliciamento” que os clubes Italianos estariam fazendo com o Ganso. O Santos poderia fazer o mesmo com o Corinthians caso seja confirmado o “sim” do Ganso como noticiou o Lance!, ou com clubes domesticos a lei eh diferente?

    Abraco

  • Marcelinho

    Eduardo Pieorni, será que o André vai dar as 04 vitórias pro Barça?? rs

    Tb torço e prefiro o futebol do time catalão, o melhor time que “vi” jogar (tenho 28 anos).

    Mas é futebol, esse esporte é lindo por causa disso. E acho que o Real passa na Champions.. (é engraçado dizer, mas parece que todos esperam um time vencer o barça, seria justo seu maior rival?)

    abraços, vamos aguardar pra conferir.. até lá!

  • Gustavo Machado

    André, acho que o Inter ficou com “inveja” do Grêmio e quis também colocar um ídolo como treinador do clube. Só que Renato Gaúcho já é técnico há muito tempo, enquanto Falcão está inativo há mais de uma década.
    Sabendo como são as coisas no futebol, não trocaria um emprego estável, de prestígio como o que ele tinha por um de treinador (nem aqui no Brasil nem na Europa, pois lá fora a moda de acordar um belo dia e resolver despedir também está forte). Se daqui a 3 meses ele for demitido, ficará de mãos vazias e com imagem arranhada perante a torcida colorada. O treinador gremista corre o mesmo risco (correu principalmente quando assumiu o time no ano passado, que estava na ZR).

    Abraços

  • Fred

    Realmente devo estar equivocado. Deve se exigir uma formação profissional gigantesca pra ficar sentado assistindo futebol e dando opinião.

    Imagine aqui no Brasil, que quase não praticamos o esporte e pouco passa na tv. O cara tem que ser muito bom pra conseguir ser comentarista.

    AK: Pois é. Estar equivocado é quase um hábito. Um abraço.

  • juçânia facchin

    Eu como colorada estou muito feliz e confiante. Falcão pegou o Inter na primeira vez destroçado. A seleção estava em periodo de renovação, ele não teve o apoio da CBF qdo as coisas ficaram difíceis.Agora não, o Inter tem um dos melhores elencos do Brasil, tem uma excelente estrutura, dinheiro em caixa,e ainda está vivíssimo nas duas competições, o Gaúchão E a Libertadores. Não esqueçam que o \Inter está em primeiro nas respectivas chaves. Pode dar tudo errado? Pode!!! Pode assim como foi com o Fluminense e Santos no início da Liertadores, quando eram cantados em verso e prosa pela crônica esportiva como os favoritos para a competição. Olhem no que deu!!! O Inter e o Cruzeiro sequer eram citados, mesmo sendo o Inter o atual campeão da Libertadores e o Cruzeiro como sempre jogando um bom futebol. Então amigos, assim como torcedores de outros times acham que tudo vai dar certo com o seu clube, eu tenho motivos de sobra para estar otimista quanto ao novo técnico do Internacional. Seja bem vindo Paulo Roberto Falcão!!!!

MaisRecentes

Em frente 



Continue Lendo

Acordo



Continue Lendo

Futilidade



Continue Lendo