NFL NO TRIBUNAL



Antes de mais nada, para entender melhor o impasse trabalhista que ameaça a próxima temporada, clique em “nfl” nas categorias do lado direito da página.

Os últimos 4 ou 5 posts são todos sobre o assunto.

______

Aconteceu nesta quarta feira, em Minneapolis, uma audiência judicial que é crítica para os próximos episódios da disputa entre donos e jogadores da NFL.

Diante da juíza Susan Nelson, os dois lados apresentaram seus argumentos.

Os jogadores querem o fim imediato do locaute imposto por seus empregadores. Alegam que a NFL é um monopólio que conspira para impor regras que os prejudicam, e que o risco de não haver temporada em 2011 é um dano irreparável para suas carreiras.

Os donos querem que a juíza Nelson não faça nada. Sustentam que essa é uma questão essencialmente trabalhista, esfera na qual reclamam que a dissolução da Associação dos Jogadores é uma estratégia para produzir ações judiciais contra a Liga.

Após ouvir os dois lados, a juíza pediu duas semanas para decidir. Também pediu que, enquanto isso, as partes voltem para a mesa de negociações.

É muito difícil prever como ela julgará o caso. Mas espera-se que decida a favor dos jogadores.

Em sua carreira como advogada, a juíza Nelson representou reclamantes em ações de classe (como a que os jogadores propuseram) contra grandes corporações. Pode-se dizer que sua experiência pende para o lado dos atletas, e que ela considera a dissolução da Associação um movimento legítimo.

Ao mesmo tempo, é pouco provável que o órgão trabalhista (equivalente ao nosso TST), apesar de ter autoridade para tal, interfira no processo ao dar ganho de causa para os donos na questão da dissolução. O órgão também deve se posicionar com os jogadores.

Se a juíza Nelson partir do princípio de que a NFL é um monopólio (e é. Os donos dificilmente conseguirão convencer alguém do contrário), determinará o fim do locaute. Ela sabe que essa decisão praticamente garantirá que haverá jogos de futebol americano profissional em 2011.

O problema é que, seja qual for o veredicto, o lado perdedor apresentará recurso. O que protelará o caso por mais ou menos dois meses.

Próximo dia D: daqui a duas semanas.

 



  • Ed

    Olá André,

    Só pra acrescentar, de acordo com o site profootballtalk.nbcsports.com a Juíza Nelson foi alçada à essa condição em dezembro do ano passado pelo presidente Obama (democrata) e pelo senado (também democrata), o que revela que sua conduta é “liberal”, como dizem nos EUA. Claro que ela advogará de acordo com o que julgar correto, sem olhar partidos nem posições, mas em geral os juízes mantém suas tendências ao largo de suas carreiras nos EUA. Por isso espera-se que ela advogue a favor dos jogadores (as informações saídas da audiência de ontem dão a entender que sua tendência é essa mesma).

    Outra coisa: ela poderia ter mandado as partes voltarem a negociar, mas somente “recomendou”, o que de certa forma frustrou os que, como eu, querem que o impasse termine. Segundo ela, “a lot of folks are impacted” pelo lockout, e as partes tem que buscar uma solução. As 2 semanas podem ser menos, ou apenas um tempo dado pela juíza às partes para que negociem. Se em seu veredito final ela mandar as duas partes negociarem, já não haverá, como antes, um mediador do senado regendo a negociação, e sim um juiz federal, com muito mais poder do que o anterior.

    Abs

  • Leandro Azevedo

    Duas semanas, SE, e esse e realmente um grande “SE”, os EUA nao sofrerem um “Federal Lockout”… o congresso americano precisa aprovar as despesas do governo antes de Sexta, senao, todas as funcoes governistas que nao sao consideradas “essenciais” (e a juiza em questao nao entra nessa categoria), nao podem trabalhar ate a questao ser resolvida, o que pode sim demorar mais de 2 semanas…

    Ai quando reabrir tudo, pode ser que o atraso atrase tb o processo de recurso. Vamos esperar e ver.

    Mas ao que tudo indica, ela nao achou nada de irregular na decertificacao da NFLPA*, o que ja ajuda e muito os jogadores.

    Abraco

  • Bruno – SP

    André, supondo que após 2 semanas a juiza de causa para os jogadores e a NFL recorra o que protele mais 1 ou 2 meses e somente após isso haja algum tipo de negociação (já que a juiza não impos isso, apenas recomendou) que se arraste por + algum tempo, qual é o dead line para que tudo tenha sido resolvido e a temporada 2011 aconteça (que é o q todos queremos)?

    Outra dúvida: O draft está suspenso ou vai acontecer? Quando vc sabe?

    Abrs!!

  • Leandro Azevedo

    A juiza quando divulgar a sua decisao, pode ou nao pedir que os jogadores sejam restituidos imediatamente. Se ela julgar com “stay of injunction”, os jogadores podem somente retornar apos o recurso (que e o caso mais provavel de acontecer), se ela julgar para remover a injunction, ai podem retornar imediatamente.

    Aqueles que dominam a leitura em ingles, esse artigo explica bem o processo judicial e as consequencias:

    http://profootballtalk.nbcsports.com/2011/04/06/ten-things-to-know-about-the-wednesday-hearing/#content

    Abraco

MaisRecentes

É do Carille



Continue Lendo

Campeão de novo



Continue Lendo

Inglaterra 0 x 0 Brasil



Continue Lendo