MURICY E O DNA



Não compro esse possível problema de relacionamento entre o “DNA ofensivo” do Santos e o estilo de Muricy Ramalho.

Comandar um elenco como o santista sem investir no que ele tem de melhor seria um erro colossal. Demonstração de falta de inteligência.

Muricy era a melhor opção e o Santos acertou.

De cara, dois problemas. Um é começar um trabalho no meio da Libertadores (não, não me passa pela cabeça que o Santos não se classificará).

O outro é a possibilidade de perder PHG.

O segundo problema é o que deve ter mais impacto na forma como o Santos jogará. Mas custo a acreditar que a coisa não andará bem por uma insistência de MR em “jogar defensivamente”, obrigando o time a contrariar sua vocação.

A propósito, está claro que a defesa do Santos pode melhorar. Muricy certamente trabalhará nisso.

Não é uma questão de estilo.



MaisRecentes

Vencedores



Continue Lendo

Etiquetas



Continue Lendo

Chefia



Continue Lendo