NOTONAS PÓS-RODADAS



CLA e CB:

O goleiro Fábio deve ter sido o jogador mais animado com a presença de Mano Menezes no jogo entre Cruzeiro e Tolima (6 x 1: Montillo, Wallyson, Roger-2, Marrugo, Gilberto e Thiago Ribeiro), na Arena do Jacaré.

O “problema” é que o Cruzeiro voa na Libertadores, de goleada em goleada.

Vi uma defesa de Fábio, que merece ser considerado quando o assunto é Seleção Brasileira. Amostra muito pequena do trabalho dele.

Já o do Cruzeiro…

______

Leandro Damião só fez um gol (Jorge Wilstermann 1 x 4 Internacional: Brown, Brown-contra, Leandro Damião, Zé Roberto e Kléber) ontem.

Só um??!!

É capaz de alguém dizer que ele teve uma atuação “abaixo da média”.

A vitória do Inter, nas alturas bolivianas, foi bem acima. Três gols em oito minutos resolveram as coisas.

A 2.500 metros, a goleada ficou ainda melhor.

______

O Santos foi ao Chile precisando de pontos. Voltou sem nenhum (Colo Colo 3 x 2: Elano, Paredes, Miralles, Scotti e Neymar) e em situação complicada no grupo 5.

Precisa vencer os próximos – e últimos – 3 jogos (Colo Colo-C, Cerro Porteño-F  e Táchira-C), para não depender de ninguém.

O reencontro com os chilenos talvez seja a tarefa mais difícil. Mas é na Vila.

Ontem, ninguém pode reclamar de falta de chances de gol, para os dois lados.

Mas pode-se criticar a postura do Santos no primeiro tempo. Fez 1 x 0 e parou.

______

 O desempenho de Ronaldinho Gaúcho no Flamengo tem sido mais ou menos o que se imaginava.

Ainda não fez um graaaande jogo, mas não teve nenhuma atuação ruim.

Como já dissemos, é provável que seja assim por todo o período. O que será mais do que suficiente para se destacar e ter atuações como a de ontem, com participação nos gols do Flamengo (3 x 0 no Fortaleza: Renato, Wanderley e Diego Maurício).

Trabalho completo em Fortaleza, que eliminou a partida de volta.

______

O mesmo fez o Palmeiras (4 x 0 no Uberaba: Luan-2 e Kléber-2), num jogo que não teria acontecido em nenhum lugar onde o futebol é tratado com profissionalismo.

O gramado do Uberabão simplesmente não tinha condições. Se bem que se a comparação for com outros episódios do futebol por aqui, era um tapete impecável.

De uma situação que sugeria muita dificuldade, o Palmeiras tirou o maior proveito.

______

Sem alarde, Náutico (2 x 0 no Bangu, no Raulino de Oliveira) e Atlético Paranaense (2 x 0 no Paulista, em Jundiaí) também já estão na próxima fase da Copa do Brasil.



MaisRecentes

Amanhã



Continue Lendo

Novo



Continue Lendo

Virtual



Continue Lendo