MAIS NOTAS PÓS-RODADAS



O Flamengo ganhou do Bangu (2 x 1: Ronaldinho, Pipico e Diego Maurício) com um gol aos 50 minutos do segundo tempo, fazendo os quase 7 mil presentes ao estádio Cláudio Moacyr explodirem em êxtase.

Não vou tocar no assunto dos acréscimos dados pelo árbitro Djalma Beltrami (acho que ele já atuava quando comecei a ver futebol, lá por 1977).

Minutos a mais em cada tempo de um jogo de futebol são a única decisão que um árbitro não precisa explicar. Cada um faz o que quer e problema de quem se sentir prejudicado.

Sobre o tema, um estudo feito na Liga Espanhola mostrou impressionante discrepância no tempo extra adicionado (ao final do jogo) quando o time da casa está ganhando, em relação a quando está empatando/perdendo.

Vale mais a pena falar sobre os pênaltis marcados no jogo em Macaé, um para cada lado. Uma aula de ilusionismo ministrada por Beltrami.

______

No Morumbi, o São Paulo venceu (2 x 0: Jean e Dagoberto) o Ituano e deu sua contribuição para transformar o Campeonato Paulista no epítome da emoção.

Os quatro grandes clubes do estado têm exatos 25 pontos, 69% de aproveitamento após 12 jogos. Talvez seja o Paulistão mais equilibrado da História!!!

O São Paulo lidera pelo número de vitórias (8 contra 7 dos coirmãos). E a Ponte Preta, invicta contra os grandes, está logo ali, com um pontinho a menos. O Mirassol tem 23!

Que campeonato.

______

ATUALIZAÇÃO, 11h58 – Algo que faltou: como faz gols o Leandro Damião… ontem, ele deixou 3 na vitória do Inter (4 x 0 no Ypiranga: Zé Roberto fez o outro).

Contando o estadual e a Copa Libertadores, Damião tem 9 gols.



MaisRecentes

Virtual



Continue Lendo

Falante



Continue Lendo

Vencedores



Continue Lendo