NOTAS PÓS-RODADAS (e o diamante)



Eu sei que…

Caiu o último invicto do Campeonato Paulista, pois o Corinthians jogou muito mal e perdeu (Ponte Preta 1 x 0: Éverton Santos) no Pacaembu.

O Palmeiras virou em Bauru (2 x 1 no Noroeste: Giovanni, Valdivia e Vinícius), com o reaparecimento de uma característica de Valdivia – o domínio fintando o adversário, sinal de boa forma – na jogada do segundo gol.

Que o Vasco goleou o Duque de Caxias (4 x 2: Felipe, Anderson Martins, Bernardo, Somália, Ari e Dedé), na partida que a diretoria chamou de “jogo da virada” e levou quase 10 mil pessoas a São Januário.

Que o Fluminense venceu o América (3 x 1: Conca, Rafael Moura-2 e Bruno Reis) e, o que é muito melhor, viu seu meia argentino jogar bem. E só para saber: o que Diguinho quer da vida?

Que o Botafogo fez um gol logo no começo e ganhou do Nova Iguaçu (1 x 0: Everton), em Volta Redonda.

E eu também sei, é claro, que o Grêmio (2 x 2 com o Caxias: Itaqui, Gerley, William Magrão e Rafael Marques – nos pênaltis: 4 x 1), em jogo para fazer os hipertensos desistirem de acompanhar futebol, conquistou o primeiro turno do Campeonato Gaúcho. Como pega pênaltis o goleiro Victor, não?

Só que mesmo sabendo disso tudo, o que eu quero mesmo é falar de Neymar. Posso?

Obrigado.

O primeiro gol do jogo de ontem (Santos 3 x 0 Portuguesa: Neymar-2 e Léo) foi mais uma prova, para aqueles que ainda procuram, de que Neymar é um jogador requintado.

Essa é a palavra.

Requintado porque tem, sempre presente, o desejo de maltratar seu marcador. Está claro no primeiro drible, em Jaime.

Porque também tem,  e também sempre presente, o recurso para surpreender. Está claro no segundo drible, em Jaime e em Maurício.

E porque não tem absolutamente nenhuma dúvida de sua capacidade de fazer gols com o pé esquerdo, o “ruim”. Está claro no chute cruzado, forte, colocado.

O gol foi tão bonito que o passe longo de Elano, que ficaria bem no currículo dos grandes lançadores do passado, será pouco lembrado.

Neymar é muito comparado a Robinho, por várias razões. A camisa, o rápido estrelato, a malemolência, o estilo.

Mas há um ponto que os separa definitivamente: a conclusão.

Neymar é muito bom finalizador. Está claro, também, no tapa de pé direito que buscou o cantinho, no segundo gol dele.

Requinte não é para todo mundo.



  • Neymarete

    Neymar é requintado, joga muito contra times pequenos, especialmente os de 2a divisão, ou contra times sulamericanos sub-20. Nossa, é um super craque, requinte não é pra todo mundo, um gênio, um diamante puro, quem dera o futebol mundial seja formado por times de 2a e 3a divisão do Brasil

    AK: Neymar tem 19 anos, recém-comemorados. Joga no Santos, na Seleção Brasileira da idade dele e na principal. É pretendido por grandes clubes europeus. Jogou muito no ano passado, em partidas decisivas como as contra o São Paulo, pelo Campeonato Paulista. Você tem todo o direito de não gostar dele, até de formar sua opinião com base em antipatia. Um abraço.

  • Sandro

    Concordo, obviamente, em relação ao Neymar. O requinte fica ainda mais claro quando ele cobrou um escanteio no segundo tempo, do lado direito do campo, com seu pé ruim, o esquerdo (!!!). Nos últimos tempos, só me lembro do Petkovic fazer isso. Você viu esse lance ontem?
    Abraços.

  • Edouard Dardenne

    O Neymar bateu um escanteio do lado direito com o pé esquerdo. Ele só pode ser ambidestro…
    Sobre o gol, o que me chamou a atenção é que já havia ocorrido um lance parecido, com um drible longo para a direita na ponta esquerda (do atacante) da grande área. Na primeira vez, ele concluiu de direita mesmo, e o chute foi bloqueado. No segundo lance, ele fez que chutaria, os dois marcadores acreditaram, e por isso o drible funcionou.
    De negativo ficou apenas a sensação de que ele parecia estar mais preocupado em dar uma resposta às críticas do que em jogar naturalmente. Ele teria feito o 3º gol (‘prometido’ ao pai) se tivesse preferido a objetividade em alguns lances depois que o jogo estava decidido.

    A partir desse comportamento do Neymar, faço um adendo e, se possível, queria saber o que você pensa. Eu desejava que a Seleção Brasileira pudesse aproveitar essa safra de jogadores para formar um time que deseja, obsessivamente, o gol durante todo o jogo. Todo o jogo, não só até fazer 2 x 0. Os times do Luxemburgo de outros tempos eram assim. Os do Adilson Batista podem ser. Os de Mano Menezes nunca serão. Ele tem outras virtudes, mas não esta.
    Um abraço.

    AK: O foco, ou a falta dele, é a única coisa que pode prejudicar a trajetória de Neymar. Sobre sua ponderação final, de acordo. Um abraço.

  • Leonardo atleticano

    Neymar joga realmente muita bola, e olha que estava saindo de quatro dias de folia, jogou muito.
    No momento o que há de realmente diferente no futebol são: Neymar e Barcelona. O Barcelona JOGA MUITO sempre, o Neymar quase sempre.

  • BASILIO77

    Discordo que o SCCP tenha jogado MUITO MAL.
    Claro que não jogou BEM…mas há de se destacar a marcação da PP.
    O TEMPO TODO!
    O time de campinas foi a São Paulo em busca do empate. Montou um ferrolho e o SCCP não teve a qualidade necessária para furar esse bloqueio, quando conseguiu, falhou na definição.
    O goleiro JC não teve trabalho…falhou numa das poucas chegadas da PP.
    mas fica um aviso para a diretoria do Corinthians. Esse elenco para o brasileiro, precisa de uns 4 titulares.
    Abraço.

  • Willian Ifanger

    Chegou uma hora que começou a dar dó da zaga da Portuguesa. Como marcar um jogador que faz o que quiser com a bola?

    Pra idade que ele tem, o futebol que pratica é monstruoso.

  • André, cara, só uma correção… o jogo terminou 3×0 e não 3×1 para o Santos, como está no post.
    No mais, sempre competente ao escrever. Parabéns!! Concordo com tudo o que você escreveu sobre o Neymar. É um diamante que precisa ser lapidado ainda. E que se tiver cabeça vai ser um dos melhores do futebol mundial.

    AK: Obrigado pelo aviso. Um abraço.

  • Anna

    Neymar é um diamante bruto que precisa ser lapidado. Seu talento é simplesmente fantástico! Ele tem requinte, sim, assim como você, como jornalista, ao escrever esse texto e outros tão bons quanto.

  • André,

    lembre-se que o lançamento do Elano só foi “fantástico” porque tinha alguém bom de bola pra dominá-la com carinho… saudades do tempo que RC e Beckham ficavam trocando bolas assim no Real…

    Sobre o “recurso pra surpreender”, isso só é possível porque ele utiliza muito bem o pé-esquerdo… senão seria igual ao Robben… e impressionante como esse cara ainda marca gol… e sempre igual: domina na direita, corta pra dentro e chuta de esquerda. Bendito seja o lateral da Inter, que conseguiu “anulá-lo” somente marcando seu “pé bom”…

    Abraço!

  • Anna

    Você também gosta do Beckham, Alejjandro? Achei que só eu via qualidades técnicas nele!!! Nem preciso falar do passe do Elano. Eu adoro as jogadas dele!!!

  • Marcos Vinícius

    Saber jogar futebol ele sabe.Muito.É um extra classe,um craque.Até aí é chover no molhado.

    Mas será que tudo que ele faz com a bola vai apagar o que ele fez sem ela?Dorival Júnior,um cara sério,competente,um excelente treinador,arrisco dizer que um dos melhores da nova geração,foi “queimado” por Neymar no Santos.O episódio do jogo contra o Atlético-Go na Vila,no último brasileiro,passaram uma borracha por cima?Ney Franco foi indicado para ser técnico do Santos.Quem o indicou?Então é assim:o cara joga muita bola e tira treinador,determina quem bate penais,fala desaforo pros adversários (“sabe quanto eu ganho por mês?”),dá chapéu em jogador sentado,e a bola perdoa tudo?Será que ninguém lembra as palavras de Renê Simões após o encerramento daquela partida?

    Sou fã do bom futebol,independente da camisa,mas enquanto jogarem toda essa luz em cima do menino ele vai continuar que achando que está acima do bem e do mal.

    Agora,cá entre nós…

    Neymar foi muito inteligente quando não quis ir para o Chelsea.Aqui,ele cai e é falta.Mas isso não é culpa dele,é culpa do péssimo nível de nossa arbitragem.Na Inglaterra,onde o futebol-força ainda insiste em reinar nos campos,contato físico é permitido.Neymar,creio eu,sumiria no meio dos defensores brutamontes da Terra da Rainha.

    Gosto do futebol que ele joga.Não gosto dele.

  • Olha, Anna, não que eu “goste” ou “não goste”… mas eu consigo enxergar um bom jogador, aplicado taticamente, mesmo onde há tanto marketing e assédio das mulheres… 😛

  • silas

    Pelo que vimos até agora, somente o próprio NEYMAR pode determinar que o Neymar não seja guindado ao top dos jogadores de futebol no mundo. Ele já demonstrou que tem habilidade, criatividade, técnica, diversidade de jogadas (até gol de cabeça ele marcou pela seleção), malemolência, espírito de equipe, técnica (joga tanto mais avançado como sabe preparar jogadas para os companheiros), personalidade, entre outros atributos. A estrada rumo ao top do estrelato, no entanto, é muito dependente da boa “cabeça” para combinar tudo isso com a disciplina atlética e com a retidão de caráter, o que muito poucos tiveram.

  • Alexandre

    André,
    Quando o Robinho surgiu logo se viu que, para ser um craque “só” faltava melhorar o baixo aproveitamento nas finalizações.
    O tempo foi passando, passando, e ele não conseguiu melhorar neste quesito.
    É um ótimo jogador, mas não um craque (concordo com o mestre Tostão).
    Quanto ao Neymar, lembra muito o Robinho de 2002, mas sem o “porém”.
    É um craque.

  • Marcos Vinícius

    Silas:
    Neymar tem espírito de equipe?Um cara que arruma briga com treinador e mais meio time pq outro bate penalti?Um cara que,de birrinha,prende a bola pq não fizeram sua vontade?Um cara que fez o que pôde para mandar o treinador embora?

    Amigo,qual a sua concepção sobre espírito de equipe?

    Até Romário,reconhecidamente “marrento” e problemático,respeitava hierarquia e time,e jogava um futebol de conjunto.E o cara ganhou uma Copa sozinho.

    Neymar ganhou o que?

  • bruno

    André.
    Quanto a comparação do Neymar com o Robinho, se o Neymar tiver cabeça, coisa que o Robinho nunca teve, pode sim ser o grande protagonista da seleção brasileira e até melhor do mundo (sonho do robinho que nunca acontecerá, acho que nem deveria ser mais convocado). Mas ainda falta chamar a responsabilidade na hora da decisão, ano passado o ganso (até o robinho) foi muito mais decisivo principalmente nos 2 jogos mais difíceis do santos ano passado contra o Grêmio onde o Neymar não tocou na bola tanto no Olímpico quanto na Vila. Já o Ganso…
    Mas foste muito feliz em descrever o Neymar como um diamante a ser lapidado. Tenho certeza de que o time com Ganso Neymar e Pato tem tudo pra ganhar a copa e principalmente a olimpíada.
    um abraço

  • Paulo Pinheiro

    Vi muitas dessas previsões a respeito do citado Robinho. Que seria o novo Pelé, que arrebentaria na Europa, …

    Vi também previsões de grande futuro para o França, do São Paulo (lembram dele?).

    Não acho que o Neymar só jogue bem contra times de 2ª ou 3ª divisão, como citado aqui.

    Mas é mister que se chame a atenção em relação a força física, que ele não tem.

    E pra jogar na Europa um programa de fortalecimento muscular certamente será feito.
    Neymar será o que há de vir depois desse programa, o que pode torná-lo ainda melhor.

    Ou pode transformá-lo num Robinho…

  • silas

    Marcos Vinícius,

    Espírito de equipe, na minha concepção, é jogar para a equipe e não somente para si. Você há de convir que o que mais esse garoto tem feito é jogar para a equipe. Mesmo os seus malabarismos são feitos quase que invariavelmente em direção ao gol. Com relação ao episódio com o técnico (treinador), ele errou e posteriormente reconheceu que errou. Caso você tenha mais de 18 anos, certamente deverá reconhecer que à essa idade também cometeu equívocos e erros, dos quais se arrependeu posteriormente (Comigo isso ocorreu). Nem por isso você deixou ser o grande homem que hoje é. Gosto do futebol que ele joga e torço, sinceramente, para que um dia ele também se torne um grande homem, pois ainda está em formação. Não é isso que desejamos a todos?
    Um abraço

  • Marcos Vinícius

    Silas,gente boa,valeu,mas não leve a mal,não…
    Ele ficou p…da vida pq não bateu o penalti.Isso é estrelismo.E estrela não aceita brilhar em grupo,mas sozinho.

    Claro,qualquer adolescente (Neymar ainda é um) faz das suas.A diferença é que a cobrança e o suporte dado a ele pelo clube são muito grandes.

    Vamos fazer algumas comparações pertinentes:

    Ronaldo Nazário apareceu pro mundo com 17 anos.Com 18 era astro do Barcelona.Veja bem,estamos falando de um dos mais tradicionais times do futebol mundial,o Barcelona!Quando foi que vc viu ou soube que Ronaldo teve crise de estrelismo,que brigou com o time,que fez birrinha,que mandou treinador embora?

    Ronaldo Gaúcho apareceu pro mundo com 18 anos.Teve trajetória muito parecida com a do xará.Quando foi que ele teve acesso de famosismo e deu piti?

    Romário (Sim,eu sou do tempo em que Romário estava começando a carreira no meu time de coração,o Vasco) sempre foi marrento,mas,quando novo,nunca teve problema com treinador ou com time.

    Kaká,idem.

    Rivaldo,idem.

    No próprio Santos de Neymar,Robinho,Diego e Elano,idem.

    Enfim,pq só o bonitão pode ser estrela?Pq a imprensa e torcida tem que relevar tudo o que o menino faz?
    E não foi só o episódio com o Dorival,teve também aquela famosa frase “Sabe quanto eu ganho por mês?”,teve tb a discussão com meio time,teve tb o episódio em que ele deu piti e prendeu a bola de pirraça(espírito de equipe é jogar pra equipe,não prender a bola,concorda?),e isso não basta?

    Desejo que Neymar não se transforme em um Edmundo,ou um Válber,ou um Lê,jogadores de talento refinadíssimo mas que tiveram carreiras conturbadas ou precocemente encerradas por problemas de conduta.

    Abraço,amigo.

  • Rita

    Só faltou vc dizer uma coisa no final: “E tenho dito.”

    Joga muito.
    Ganso é o 10 na minha Seleção, mas ele também tem lugar certo. rs.

  • Neymário

    Faz tempo que torço pelo fracasso absoluto de (quase) todas as seleções brasileiras de futebol masculino. A repugnância tem diversos motivos. Um deles, talvez menos grave que o resto, é o tratamento conferido pela crônica esportiva a certos jogadores de atitudes questionáveis. Sob o pretexto de louvar suas eventuais habilidades técnicas, ela finge não ver a falta de caráter e de profissionalismo, a arrogância, o mau exemplo, etc, amiúde exagerando aquelas para compensar os defeitos. Romário é o melhor exemplo recente de tais distorções.
    Neymar trilha o mesmo caminho. O triunfo do time brasileiro no sul-americano sub-20 não conseguirá ofuscar a lamentável exibição de firulas, encenações, indisciplinas e provocações perpetradas pelo jogador santista. Usando o jargão do regulamento, é um atleta que se aproveita de “atitudes antidesportivas” para superar os adversários. Há quem chame isso de genial.
    Pouco importa, nesta análise, se Neymar é o Garrincha (ou o Romário) que julga ser. Ele está se transformando num jogador manjado. Os árbitros por enquanto apenas ignoram seus malabarismos, tolerando acintosas reclamações que não engoliriam em outros atletas. Mas em breve começarão a puni-lo. E o moço, que já mostrou possuir miolos mal cozidos, pode entrar num círculo vicioso de imbecilidades que termine por desmoralizá-lo. A imprensa que o glorifica ajudará a destruí-lo. Sinceramente, não consigo lamentar.

  • fefe

    Neymar joga bem e é por isso que torço pra você.

MaisRecentes

Invasões bárbaras



Continue Lendo

Flamengo 1 x 1 Independiente



Continue Lendo

Relíquia



Continue Lendo