WILLIAM CORRIGIU O PRÓPRIO ERRO



Horas antes de William ser anunciado como gerente de futebol do Corinthians, uma pessoa muito bem informada sobre o clube me disse que havia “um problema de gestão no departamento de futebol”.

Problema que apareceu no momento em que Mano Menezes foi convidado para ser técnico da Seleção Brasileira. E que teria se agravado quando Mário Gobbi deixou sua posição na diretoria.

William chegaria para ocupar o espaço. Não durou um mês.

Se você quiser acreditar que o pedido de demissão se deu apenas porque ele queria contratar um jogador (William Magrão) e diretores preferiram outro (Cristian Riveros), fique à vontade.

Para mim, as palavras “incompatibilidade de pensamentos”, usadas por William em seu perfil no Twitter levam, digamos, a um entendimento mais amplo.

Apesar da inexperiência nesse cargo executivo (ainda que o futebol brasileiro não esteja preparado para o termo), sou capaz de apostar que William teria sucesso na função.

O problema é que isso não é necessariamente bom para a estrutura arcaica que predomina em nossos clubes. De fato, é uma ameaça a ela.

William percebeu e se mandou. Certo ele.



  • Thel Monaju

    esses investidores de futebol atual acabam prejudicando o clube quando assumem interferencias assim.o William como ex-jogador sabe mais que um dirigente comum como um jogador será produtivo em campo.veja o Zico que tentou limpar o Flamengo o que ganhou.

  • silvio jr

    Andre

    concordo contigo….tem coelho neste mato ai…o Willian que sempre me pareceu uma pessoa correta e ate com um grau de instrução maior que os seus colegas de profissão ( fiz com ele a minha primeira entrevista como reporter ) , claramente deve ter se deparado com os ” meandros ” do futebol, e seus metodos pouco ortodoxos……
    Certamente o Corinthians sairá perdendo .

  • Alberto Pereira

    O nome é “comissão”.A do Riveros era mais gorda!!!

  • Teobaldo

    O William descobriu, na prática, o que todo mundo já sabe em relação ao poder dos empresários junto aos clubes de futebol.

  • Anna

    É uma pena que ele tenha saído porque é inteligente e preparado, mas algo não funcionou. Pelo menos, ele tem outros projetos, pessoais, em vista. Que tenha bastante sorte!

  • Leonardo atleticano

    André, futebol e política, qual desses dois meios você considera mais sujo? Arrisca um palpite?

  • Rodrigo

    Por que será que o Corinthians prefere emprestar jogadores e pagar parte do salário desses jogadores? O Corinthians está podre, muito podre. Vicente Matheus deve estar se revirando no túmulo.

  • E enquanto pessoas como ele fizerem esta atitude certa, o futebol continuará errado. Infelizmente.

    Abraço!

  • Lucas

    Perfeita análise… Mas confesso que fico muito chateado que isto ainda aconteça… Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Santos… Na realidade, é tudo uma velharia só, principalmente quando falamos realmente sobre valores e conceitos como mudanças, inovações e transformações… Lamento que William não tenha dado certo no Timão, assim como Antonio Carlos também não pôde dar certo no Verdão! Abraços…

  • Marcos Vinícius

    Olha,André,vou discordar.

    Em alguns clubes (alguns,não muitos) o cargo de gerente de futebol é ocupado pela mesma pessoa durante alguns anos.Usando um exemplo caseiro,Rodrigo Caetano está no Vasco desde o início de 2009,quando o time se preparava para disputar uma temida série B.

    O problema não é a estrutura dos nossos clubes,indiscutivelmente precária,ou a política que insiste em ditar algumas figuras nos clubes.O problema,André,é o próprio Corinthians.

    Vamos lá:

    Roberto Rivelino
    Leovigildo Júnior
    Antônio Carlos Zago
    E,por último,William.

    Alguém seria capaz de duvidar da capacidade e idoneidade dos acima citados?Corinthianos ou não,são homens que entendem de futebol,viveram dia a dia de clube,sabem como as coisas funcionam.Mas o Corinthians tem um quê de alguma coisa que quem está de fora desconhece,que derruba profissionais capacitados num estalar de dedos.A família Matheus ainda exerce influência no clube,pessoas envolvidas com a máfia da MSI e Kia ainda estão lá,há um jogo de bastidores muito forte,jogo esse que os acima citados perceberam,viram que era algo muito maior que eles,e simplesmente pediram o boné.E se o sucessor de William for alguém tão bem intencionado quanto o próprio também não vai durar muito tempo.O que precisa se fazer é uma faxina administrativa no Corinthians,para que,aí sim,pessoas capacitadas e que visam apenas os interesses do clube tenham espaço.

    Enquanto isso não acontecer,outros Rivelinos,Juniores,Zagos e Willians irão e virão,durando cada vez menos.

  • Os clubes sao amadores ao extremo, e nao parece q isso va mudar tao cedo. Os dirigentes soa reacionarios torcedores.

  • Rita

    Lucas,
    compreendo seu raciocínio, mas tenho a impressão
    que o William tem, digamos, estilo bem diferente do de Antônio Carlos.

    O futebol italiano pôde ter tido um executivo tipo Leonardo por vários anos,
    improvável que por aqui tivesse dado certo.

    Realmente, os pensamentos deles são incompatíveis.

  • Se Wiliam está certo em se mandar, significa que nunca haverá espaço para profissionais honestos? Isso vai virar fato consumado e incontestável? Nada é para sempre! Um dia haverá uma resistência maior do “lado do bem”. Não acredito que o futebol seja uma bolha impenetrável de corrupção.

    Abraços!

  • Trabalhar em um clube, onde sua torcida ‘manda’ mais que a diretoria? Pode ter certeza que não terá vida longa, ou você pede demissão, ou você será demitido. A desorganização e a falta de comunicação entre os setores é muito grande, e acaba acontecendo divergências em algumas negociações.

  • Francisco

    Esse é o mesmo clube que com muita valentia se desfiliou do Clube dos 13 para se tornar uma marionete da CBF. É o mesmo clube que diz que futebol é business, enquanto vende jogadores importantes no meio de campeonatos ainda mais importantes. É o mesmo clube que tem apoio dos governos federal/estadual/municipal e da FIFA/CBF para construir seu próprio estádio, mas não colocou um tijolo sequer, porque não pode construir em cima dos tubos da Transpetro. É o mesmo clube que se vangloria de seus patrocínios com resultados pífios. Parabéns, torcedor corinthiano! Você realmente tem muita fé no seu time! Já eu prefiro ter senso crítico.

  • Paulo

    Típico comentário de quem não faz idéia do que está acontecendo, falou, falou e não falou nada ! Se tem algo errado, diga o que é, qualquer coisa além disso é pura especulação !!

    AK: Você parece ser o único com essa dificuldade. Tente de novo. Um abraço.

  • Paulo

    O comentário do Marcus Vinicius acima, é no mínimo, ridículo, citar o VASCO que teve Eurico Miranda como todo poderoso durante anos como exemplo é de matar !!

  • Mário

    André,

    Vejo o William como uma excelente pessoa, porém sem experiencia administrativa para exercer um cargo como gerente de futebol de uma grande agremiação ( seja Corinthians, São Paulo, etc).
    1) Ele, antes de iniciar já falava que gostaria de ir aos EUA para estudar.
    2) Estava em negociação com o o Grêmio com William Magrão ( recuperando de uma grave lesão, sem inscrição na Libertadores pelo Grêmio) e o Corinthians pagaria 3 milhões de reais para ficar com 50% do passe. No meio da negociação apareceu o jogador da seleção paraguaia na última copa e sem custo inicial o Corinthians.  Qual dirigente de sã consciencia não solicitaria parar a negociação com o Grêmio?
    3) Imagine um Gerente de uma grande indústria pedir demissão no primeiro revés de sua negociação? Este gerente nunca mais teria boa referência para outra empresa.

    AK: Os outros dirigentes do clube têm essa experiência?

    1) O que há de errado?
    2) Essa não é a história inteira. E é preciso ver em que momento a negociação foi interrompida. 
    3) Mundos diferentes.

    Um abraço

  • Robson

    André, pouco antes do Willian ser anunciado como gerente de futebol do Corinthians, eu comentava com amigos que gostaria de vê-lo ocupando um cargo desses. Ele sempre me passou uma imagem muito idônea, correta, íntegro, com um grau de instrução e preparação muito melhor que a maioria esmagadora dos jogadores e principalmente uma coisa que eu entendo ser de grande importância que é o fato de ser um ex jogador.
    Discordo do Mário que diz que ele não tem experiência administrativa para gerir um clube, uma vez que nenhum diretor dirige o clube como faz com a sua própria empresa, seus negócios…se fosse assim, os clubes não estariam como estão ou os diretores não teriam empresas tão prósperas, acredito que o Willian tenha inclusive, mais capacidade que boa parte da diretoria do Corinthians, entendo ainda, que gerir um clube de futebol seja aprendido na prática.
    Segundo, ele abriu mão do projeto de estudar para assumir essa empreitada.
    Não discordo totalmente da hipótese de achar o Riveiros mais viável economicamente e até tecnicamente.
    Por fim, tenho quase que certeza absoluta de que o Willian, que sofreu vários reveses enquanto jogador (vide final da Copa do Brasil/08, vide eliminação da Libertadores 2010, vide outras tantas que deve ter sofrido na sua carreira), desistisse se não houvesse um motivo maior, algo que fosse contra os seus princípios, por exemplo.
    Cravo com você que ele se daria muito bem nessa função.

  • rodrigo

    esse andres sanchez esta e de palhaçada para que colocou o william de gerente de futebol se o andres nao concorda com as contrataçoes do mesmo e nao o deixa trabalhar em paz entao para que diretor de futebol,esse andres me da nojo esse cara ta e levando dinheiro as custas do corinthians,agora me contratam um jogador do paulista que estava nao sei quanto tempo parado por causa de uma cirurgia no joelho e eu nunca vi esse cara jogar na minha vida,a verdade e que o corinthians virou vitrine para os outros clubes seje do brasil ou do exterior,isso ta na cara que e esquemas com empresarios querendo colocar seus jogadores na vitrine no cenario nacional e se conseguir se destacar no cenario mundial.se o andres nao quer sair a torcida tinha que rancar ele de la,transparencia?esse cara e um 

  • Paulo

    Paulo disse: 
    3 de março de 2011 às 9:00 
    Típico comentário de quem não faz idéia do que está acontecendo, falou, falou e não falou nada ! Se tem algo errado, diga o que é, qualquer coisa além disso é pura especulação !!

    AK: Você parece ser o único com essa dificuldade. Tente de novo. Um abraço.

    Lendo o português sofrível dos demais comentários, acho que sou o único sim, os demais sequer pensam !!

    AK: Para piorar, é preconceituoso. Que maravilha.

  • Marcos Vinícius

    Prezado Paulo:

    Preconceituoso é pouco.Dei como exemplo Rodrigo Caetano e sua gestão como gerente de futebol,e vc vem me falar de Eurico Miranda?

    Em respeito (Vai,um dia vc aprende o significado) ao blog,aos frequentadores,e pq sei que não iria ser publicado,me privo de lhe indicar um rumo.

  • BASILIO77

    A saída precoce de William, deu espaço pra diversas teorias. Afinal, se há algo de podre mesmo no Dep. Futebol, ele não irá jogar sujeira no ventilador. O que é uma pena.
    Por outro lado, não há razão de colocar o William como o lado do “bem”, e os outros diretores de futebol, que foram recém empossados, como o lado do “mal”.
    Ainda no campo de especulações, dizem que William poderia estar forçando a negociação com o gremio pelo fato de W.Magrão ser seu amigo pessoal…
    Enfim, deu espaço pra que se diga de tudo…como quase toda noticia que vem do PSJ…é só ver que os comentários nesse post, que deveria atrair apenas Corinthianos, é composto por diversas torcidas com diversas “suspeitas”…
    Abraço.

  • Ronan

    Não, não André. Não houve essa complexidade de relações e pensamentos entre jogador e clube. O fato foi que Ronalducho saiu logo após anunciar como gerente de futebol, e com a saída inesperada do marketeiro, ele perdeu a oportunidade da parceria com o fofo do marketing.

    AK: Se quiser se informar sobre o tema, para não repetir devaneios, Fernando Gavini tem um post completo sobre o que aconteceu:

    http://espn.estadao.com.br/fernandogavini/post/178827_ENTENDA+A+DISPUTA+POLITICA+QUE+RESULTOU+NA+SAIDA+DE+WILLIAM+DO+CORINTHIANS

    Um abraço.

MaisRecentes

Escolhas



Continue Lendo

Gracias



Continue Lendo

Abraçados



Continue Lendo